Seu corpo fala no trabalho

791 visualizações

Publicada em

Apresentação dos acadêmicos da FMP sobre o livro "Seu corpo fala no trabalho" de Sharon Sayler.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
791
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
51
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seu corpo fala no trabalho

  1. 1. Seu Corpo Fala no Trabalho
  2. 2. [...]. A leitura deste livro será de grande valia, porém o real valor está em sua decisão de implementar o que aprender. É a implementação que possibilitará a sua transformação num líder, alcançando o sucesso comunicativo que você sabe ser capaz de conquistar. Sharon Sayler Livro: Seu corpo fala no trabalho
  3. 3. Os Sinais que você está Transmitindo Contato ocular Respiração Tom, volume e velocidade da voz
  4. 4. Como os sinais funcionam Gestos e movimentos não verbais são parte do que somos.  Movimento real;  O tempo certo do gesto: quando o gesto acontece, a duração do gesto e a intensidade do gesto.
  5. 5. Como os sinais funcionam
  6. 6. Gestos de Relacionamento Os gestos mais comuns num cenário de trabalho são com feitos com as mãos. A ampliação de um gesto com a mão depende do tamanho e contexto do grupo ao qual se fala. Evite o gesto do dedo indicador, isso pode parecer um ataque pessoal. Em vez disso use as mãos unidas em forma de torre.
  7. 7. Gestos de Relacionamento ERRADO CORRETO
  8. 8. Gestos de Localização  Como se ligar a mensagem?  Como criar um espaço reservado visual?  O que pode ser um espaço reservado visual?
  9. 9. Gestos de Localização Há quatro direções para os gestos de localização: 1. Em direção a si mesmo (positivo). 2. Em direção ao ouvinte (positivo). 3. Imediatamente ao redor (negativo). 4. Fora do que está ao redor (negativo)
  10. 10. Gestos de Localização  Como usar os lugares?  Como criar um lugar imaginário?  Como transferir as noticias negativas para um lugar?  Como evitar que sua mensagem seja contaminada?
  11. 11. Gestos de Ensino  Há duas habilidades no gesto de ensino: 1)Você deve olhar para onde você quer que o público olhe. 2)Deve existir um motivo lógico para os gestos.  Mantenha o gesto Simples e conhecido.
  12. 12. Gestos de Ensino  Congruência Verbal e não Verbal A congruência ocorre quando os lados verbal e não verbal se combinam.  Os sinais não verbais que são congruentes com o padrão vocal uniforme: -Contato ocular direto -Piscar poucas vezes -Respiração suave -Postura ereta -Peso distribuído sobre os dois pés.
  13. 13. Gestos de expectativa e influência  Como usar a postura para mostrar segurança? -Não deixe que o vejam suando; -Respiração Suave; -Coluna reta para criar postura ereta; -Cabeça ereta sobre o pescoço e os ombros; -Peso igualmente distribuídos.
  14. 14. Gestos de expectativa e influência  Três posições do seu antebraço dizem: “Eu sou confiante”
  15. 15.  Cinco gestos que transmitem falta de autoconfiança: Mãos sobre o ventre Mãos dentro do bolso Braços Cruzados sobre o peito. Mãos para trás Mãos nos quadris. Gestos de expectativa e influência
  16. 16. Os olhos falam mais alto Para onde olho? Manter contato profissional Relacionamento ou situações pessoais
  17. 17. Como soam os sinais – a voz Como diz o ditado: • Voz – comunicação verbal são as palavras. • Sinais não verbais - são os gestos. • Vocais não verbais, são:
  18. 18. Como soam os sinais – a voz  Tom: Caloroso, sereno, entediado, alegre.
  19. 19. Como soam os sinais – a voz  Altura: uniforme, grave, aguda, ascendente ou descendente. Como na TV ou na música, também existe diferentes tonalidade de voz ao se comunicar. Indiferente Feliz Chocado Preocupado
  20. 20. Como soam os sinais – a voz  Ênfase: excessiva, insuficiente, onde incide.  Volume: alto demais, suave demais, exato, forçado.
  21. 21.  Velocidade: andamento, pulsação, cadência, ritmo  Cultura: sotaque, pronúncia, gíria, clichês Como soam os sinais – a voz
  22. 22.  Emoção: feliz, triste, receoso, animado, nervoso.  Expressões faciais: sorriso, mandíbula tensa. Como soam os sinais – a voz
  23. 23.  Clareza: murmúrio, gagueira, enunciação.  Pausa: emitir ruído durante a pausa, silenciosa, extensão.  Respiração: superficial, rápida, confortável, forçada, hesitante. Como soam os sinais – a voz
  24. 24.  Poderia ter evitado um mal entendido...  O som espelha as emoções. ou Como soam os sinais – a voz
  25. 25. São movimentos de inquietação. Caracteriza-se por:  Tocar no rosto e pescoço;  Acariciar ou alisar o cabelo;  Balançar, oscilar ou andar;  Balançar a perna enquanto está sentado;  Roer as unhas. Os sinais não verbais involuntários
  26. 26. Os sinais não verbais involuntários Para mudar os hábitos de inquietação,é necessário :  controlar a respiração;  respirar baixo e encher o abdômen;  inspirar devagar,suave e profundamente;  expirar suavemente;  repetir até que a calma tome conta de você.
  27. 27. Os detalhes do seu Manual do usuário Todos nós temos um manual do usuário que está aberto a todos aqueles que souberem lê-lo. As palavras que você usa revelam os seus processos pensantes e como você guarda suas próprias memórias. A programação neurolinguística define três modalidades sensoriais essenciais para aprender, guardar(memória) e comunicar através dos sentidos primários: visual[V],auditiva[A],e sinestésica/tátil[C]. Estudos recentes agregaram um sistema denominado audiodigital[AD].
  28. 28. Os detalhes do seu Manual do usuário Qualidades visuais – As pessoas com essa inclinação tendem a:  Ficar de pé ou sentar com a cabeça e/ou corpo eretos, olhos bem abertos, em alerta, quase como se estivessem tirando fotos para lembrar o que está acontecendo.  Memorizar, vendo figuras.  Ser facilmente distraídas pelo movimento, já que isso embaralha as suas imagens.  Ser organizadas, limpas e visualmente íntegras. Sabem combinar bem as roupas.  Ser interessadas na aparência dos outros também, já que a aparência é importante para elas.
  29. 29. Os detalhes do seu Manual do usuário Qualidades auditivas – As pessoas que preferem esta abordagem tendem a:  Repetir o que ouviram com facilidade e aprender ouvindo. Gostam de falar ao telefone.  Falar em voz alta ao pensar.  Irritar um grupo, fazendo muitas perguntas e dando instruções ou exemplos demais.  Ser o centro das atenções, pois em geral são boas contadoras de histórias.
  30. 30. Os detalhes do seu Manual do usuário Qualidades cinestésicas – As pessoas táteis são inclinadas a :  Andar sem aprumo, esparramar-se e parecer muito à vontade até em reuniões importantes.  Ter aparência amarrotada. Podem não notar que a camisa está amassada ou que falta um botão.  Ser guiadas pelos pés, tendendo a esbarrar nas coisas, já que se mexem antes de olhar.  Ter uma zona de conforto física próxima. Elas ficam mais perto do ouvinte do que as pessoas que têm preferências visuais ou auditivas.
  31. 31. Os detalhes do seu Manual do usuário Qualidades audidigitais – Quem integra este grupo:  Prefere aprender após organizar as coisas na própria mente.  É atraído por trabalhos que envolvam análise, planejamento e organização.  Não gosta de surpresas, precisa refletir muito e anotar as coisas.  É crítico consigo e com os demais.
  32. 32. Fazendo tudo funcionar Você deve estar ciente da sua intenção antes de começar a falar. Compreenda como se sente em relação à mensagem e por que se sente assim. Estas são as três perguntas que você deve responder antes de começar a falar: 1. Que mensagem emocional estou tentando transmitir? 2. Estou enviando ou buscando informações? 3. Como continuo a construir um relacionamento com esta mensagem?
  33. 33. Fazendo tudo funcionar Sentimentos mudam fatos Para entender como se sente . Pergunte-se:  Qual é o meu estado emocional atual em relação a esta mensagem?  Qual será o estado emocional mais provável do ouvinte ao ouvir a mensagem?  Sou capaz de administrar as minhas emoções apropriadamente? Depois de entender como se sente no momento, é importante responder o seguinte:  Como os outros podem se sentir ao ouvir a minha mensagem?  E se o ouvinte não conseguir administrar as suas emoções apropriadamente?
  34. 34. Fazendo tudo funcionar  As emoções motivam.  Como transmitir uma mensagem clara?  Observe e fique autoconsciente.  Como o contexto controla a mensagem?
  35. 35. Fazendo tudo funcionar Use esta lista para direcionar a sua atenção ao observar um sinal não verbal. Registre como foi usado e o que provocou em você.
  36. 36. Comunicação não verbal O que você observou O que provocou em você Gestos intencionais Contato ocular Padrão vocal Expressões Movimento corporal Postura, inclusive onde põem as mãos e distribuem o peso Outros sinais não verbais, se por exemplo, se ficam perto ou longe ao se comunicarem
  37. 37. Seu Corpo Fala no Trabalho Acadêmicas: Alicia Ludmila Guimarães, Maria Artemísia Dutra Sousa, Rita de Cássia Martins, Stefanie Sibele Leonel e Stella Sabrina Leonel.

×