SlideShare uma empresa Scribd logo
COERÊNCIA E COESÃO TEXTUAL Roseane Araújo
Um dos problemas encontrados com mais frequência nos textos é a falta de coesão e de coerência. É comum encontrarmos textos que iniciam com um tema e terminam com outro, mostrando falta de unidade e de coerência. Além da falta de coerência, há falta de coesão, o que torna, muitas vezes, os períodos ininteligíveis.   Mas, o que é coerência e o que é coesão?
O que é coerência?  ,[object Object]
Organização textual ,[object Object],[object Object]
a) harmonia de sentido de modo a não ter nada ilógico, nada desconexo; b) relação entre as partes do texto, criando uma unidade de sentido; c) as partes devem estar inter-relacionadas; d) expor uma informação nova e expandir o texto; e) não apresentar contradições entre as ideias; f) apresentar um ponto de vista, uma nova visão de mundo.
Mas, a coerência é uma característica textual que depende da interação do texto, do seu produtor e daquele que procura compreendê-lo. Muito depende do receptor, de seu conhecimento de mundo, da situação de produção do texto e do grau de domínio dos elementos linguísticos constantes do texto.
Veja no exemplo abaixo a falta desse domínio, o que parece tornar o texto incoerente. ,[object Object],[object Object]
 
Tipos de Coerência  ,[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],-Você pode me emprestar seu livro do Guimarães Rosa?  - Hoje eu comi um chocolate que é uma delícia.
Exemplo de um texto incoerente ,[object Object],[object Object],[object Object]
Exemplos de textos incoerentes em anúncios ,[object Object]
[object Object]
Pérolas do Vestibular  A fé é uma graça através da qual podemos ver o que não vemos. O objetivo da Sociedade Anônima é ter muitas fábricas desconhecidas. O Ateísmo é uma religião anônima. O problema fundamental do terceiro mundo é a superabundância de necessidades. "A diferença entre o Romantismo e o Realismo é que os românticos escrevem romances e os realistas nos mostram como está a situação do país." "O Chile é um país muito alto e magro." "Em Esparta as crianças que nasciam mortas eram sacrificadas."
A microestrutura refere-se à coesão ,[object Object],[object Object]
Para que o texto seja coeso, deve seguir pelo menos um dos mecanismos de coesão: a) Retomada de termos, expressões ou frases já ditas. b) Encadeamento de segmentos do texto, feito com conectores ou operadores discursivos, tais como então, portanto, mas, já que, porque...
[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object]
Exemplo de texto coeso
Texto sem elementos de coesão “ ...É só isso, não tem mais jeito, acabou, boa sorte não tem o que dizer, são só palavras, saiba que o que eu sinto não mudará...” (composição: Vanessa Da Mata feat. Ben Harper)
Se   é só isso ,  então   não tem mais jeito ,  por isso   acabou ,   desejo-lhe   boa sorte  e   não se preocupe  não tem   nada   o que dizer,  isso   são só palavras ,   mas   saiba que  e o que eu sinto  por você   não mudará...”
Referências Bibliográficas ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
Marcelo Cordeiro Souza
 
Conto
ContoConto
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
Cláudia Heloísa
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
PaolaLins
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
colveromachado
 
Paráfrase
ParáfraseParáfrase
Morfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes GramaticaisMorfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes Gramaticais
Portal do Vestibulando
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
Leisiane Jesus
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
marlospg
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
Jaicinha
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
guest7174ad
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
Péricles Penuel
 
redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa
Luciene Gomes
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
Débora Costa
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Jose Manuel Alho
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
Rebeca Kaus
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Angela Santos
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
IedaSantana
 
Classes de palavras
Classes de palavrasClasses de palavras
Classes de palavras
Julianne Rodrigues Pita
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
Blog Estudo
 

Mais procurados (20)

AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
 
Conto
ContoConto
Conto
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 
Paráfrase
ParáfraseParáfrase
Paráfrase
 
Morfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes GramaticaisMorfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes Gramaticais
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
 
redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Classes de palavras
Classes de palavrasClasses de palavras
Classes de palavras
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
 

Destaque

AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIAAULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
aulasdejornalismo
 
Curso online lei 8112 lei do servidor publico federal
Curso online lei 8112 lei do servidor publico federalCurso online lei 8112 lei do servidor publico federal
Curso online lei 8112 lei do servidor publico federal
Unichristus Centro Universitário
 
O texto
O textoO texto
O texto
Josué Brazil
 
Coerência e coesão
Coerência e coesão Coerência e coesão
Coerência e coesão
DriiQuirino
 
Lei 8112 resumida
Lei 8112 resumidaLei 8112 resumida
Lei 8112 resumida
wepaulista
 
Exercícios sobre coerência e coesão
Exercícios sobre coerência e coesãoExercícios sobre coerência e coesão
Exercícios sobre coerência e coesão
ma.no.el.ne.ves
 
Processos referenciais - Texto e Ensino
Processos referenciais - Texto e EnsinoProcessos referenciais - Texto e Ensino
Processos referenciais - Texto e Ensino
Profletras2014
 
15 coesao referencial
15 coesao referencial15 coesao referencial
15 coesao referencial
Jóyce Carlos
 
Gênero textual Resenha
Gênero textual ResenhaGênero textual Resenha
Gênero textual Resenha
Marcia Facelli
 
Vários tipos de cartazes
Vários tipos de cartazesVários tipos de cartazes
Vários tipos de cartazes
herciliasilva
 
Conjunções (Linking Words)
Conjunções (Linking Words)Conjunções (Linking Words)
Cartaz
CartazCartaz
Genero Textual Cartaz
Genero Textual CartazGenero Textual Cartaz
Genero Textual Cartaz
NTE RJ14/SEEDUC RJ
 
O Cartaz
O CartazO Cartaz
Lei 8112 mapas mentais
Lei 8112 mapas mentaisLei 8112 mapas mentais
Lei 8112 mapas mentais
Edna Odhara Santana
 
Coesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativosCoesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativos
Willma Frazão
 
Resenha crítica
Resenha crítica Resenha crítica
Coesao e-coerencia
Coesao e-coerenciaCoesao e-coerencia
Coesao e-coerencia
ALINE NEUSCHRANK
 
Orações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiaisOrações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiais
Mara Virginia
 
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTAAULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
Marcelo Cordeiro Souza
 

Destaque (20)

AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIAAULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
 
Curso online lei 8112 lei do servidor publico federal
Curso online lei 8112 lei do servidor publico federalCurso online lei 8112 lei do servidor publico federal
Curso online lei 8112 lei do servidor publico federal
 
O texto
O textoO texto
O texto
 
Coerência e coesão
Coerência e coesão Coerência e coesão
Coerência e coesão
 
Lei 8112 resumida
Lei 8112 resumidaLei 8112 resumida
Lei 8112 resumida
 
Exercícios sobre coerência e coesão
Exercícios sobre coerência e coesãoExercícios sobre coerência e coesão
Exercícios sobre coerência e coesão
 
Processos referenciais - Texto e Ensino
Processos referenciais - Texto e EnsinoProcessos referenciais - Texto e Ensino
Processos referenciais - Texto e Ensino
 
15 coesao referencial
15 coesao referencial15 coesao referencial
15 coesao referencial
 
Gênero textual Resenha
Gênero textual ResenhaGênero textual Resenha
Gênero textual Resenha
 
Vários tipos de cartazes
Vários tipos de cartazesVários tipos de cartazes
Vários tipos de cartazes
 
Conjunções (Linking Words)
Conjunções (Linking Words)Conjunções (Linking Words)
Conjunções (Linking Words)
 
Cartaz
CartazCartaz
Cartaz
 
Genero Textual Cartaz
Genero Textual CartazGenero Textual Cartaz
Genero Textual Cartaz
 
O Cartaz
O CartazO Cartaz
O Cartaz
 
Lei 8112 mapas mentais
Lei 8112 mapas mentaisLei 8112 mapas mentais
Lei 8112 mapas mentais
 
Coesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativosCoesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativos
 
Resenha crítica
Resenha crítica Resenha crítica
Resenha crítica
 
Coesao e-coerencia
Coesao e-coerenciaCoesao e-coerencia
Coesao e-coerencia
 
Orações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiaisOrações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiais
 
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTAAULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
 

Semelhante a Coerência e coesão textual

coernciaecoesotextual-120203063201-phpapp02 (1).pptx
coernciaecoesotextual-120203063201-phpapp02 (1).pptxcoernciaecoesotextual-120203063201-phpapp02 (1).pptx
coernciaecoesotextual-120203063201-phpapp02 (1).pptx
RosenildaAparecidaLa
 
Coerencia e coesão
Coerencia e coesãoCoerencia e coesão
Coerencia e coesão
Marcia Helena Ribeiro
 
Coerencia e coesão
Coerencia e coesãoCoerencia e coesão
Coerencia e coesão
Marcia Helena Ribeiro
 
Estudo das palavras (aula 5)
Estudo das palavras (aula 5)Estudo das palavras (aula 5)
Estudo das palavras (aula 5)
Helen Cristina
 
07 2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c
07  2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c07  2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c
07 2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c
Nivea Neves
 
Apostila redacaodiscursiva fcc
Apostila redacaodiscursiva fccApostila redacaodiscursiva fcc
Apostila redacaodiscursiva fcc
Cleber Pereira de Sousa
 
Gênero relato de experiência de vida: enfoque na modalidade EJA
Gênero relato de experiência de vida: enfoque na modalidade EJAGênero relato de experiência de vida: enfoque na modalidade EJA
Gênero relato de experiência de vida: enfoque na modalidade EJA
Vanessa Santana
 
Inglês instrumental 2
Inglês instrumental 2Inglês instrumental 2
Inglês instrumental 2
Robson Ferreira
 
Resumo Tp5 Unid 17 18
Resumo   Tp5   Unid 17 18Resumo   Tp5   Unid 17 18
Resumo Tp5 Unid 17 18
Ramilson Saldanha
 
Coesão e coerência textual com os elementos da referenciação
Coesão e coerência textual com os elementos da referenciaçãoCoesão e coerência textual com os elementos da referenciação
Coesão e coerência textual com os elementos da referenciação
FranciscoGaleno3
 
Resumo de coerência e coesão - apresetnação para processos gerenciais
Resumo de coerência e coesão - apresetnação para processos gerenciaisResumo de coerência e coesão - apresetnação para processos gerenciais
Resumo de coerência e coesão - apresetnação para processos gerenciais
ssuserc7a2261
 
Elementos de Coesão e Coerência textual.pptx
Elementos de Coesão e Coerência textual.pptxElementos de Coesão e Coerência textual.pptx
Elementos de Coesão e Coerência textual.pptx
CarlosAndrade351357
 
Resumo Tp5 Unid 19 20
Resumo   Tp5   Unid 19 20Resumo   Tp5   Unid 19 20
Resumo Tp5 Unid 19 20
Ramilson Saldanha
 
06
0606
Coesaocoerencia arquivo sem_audio
Coesaocoerencia arquivo sem_audioCoesaocoerencia arquivo sem_audio
Coesaocoerencia arquivo sem_audio
Ilca Guimarães
 
Tp5
Tp5Tp5
Tp5
cleia
 
Coesão e coerência textuais
Coesão e coerência textuaisCoesão e coerência textuais
Coesão e coerência textuais
Raul Guilherme Macedo Silva
 
Tipos-e-mecanismos-de-coesao-textual.ppt
Tipos-e-mecanismos-de-coesao-textual.pptTipos-e-mecanismos-de-coesao-textual.ppt
Tipos-e-mecanismos-de-coesao-textual.ppt
Rosy Almeida
 
Coesão e Coerência textual - material
Coesão  e Coerência  textual  - materialCoesão  e Coerência  textual  - material
Coesão e Coerência textual - material
MaiteFerreira4
 
1-1-coesao-e-coerencia_slides.ppt
1-1-coesao-e-coerencia_slides.ppt1-1-coesao-e-coerencia_slides.ppt
1-1-coesao-e-coerencia_slides.ppt
ssuser4f5e67
 

Semelhante a Coerência e coesão textual (20)

coernciaecoesotextual-120203063201-phpapp02 (1).pptx
coernciaecoesotextual-120203063201-phpapp02 (1).pptxcoernciaecoesotextual-120203063201-phpapp02 (1).pptx
coernciaecoesotextual-120203063201-phpapp02 (1).pptx
 
Coerencia e coesão
Coerencia e coesãoCoerencia e coesão
Coerencia e coesão
 
Coerencia e coesão
Coerencia e coesãoCoerencia e coesão
Coerencia e coesão
 
Estudo das palavras (aula 5)
Estudo das palavras (aula 5)Estudo das palavras (aula 5)
Estudo das palavras (aula 5)
 
07 2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c
07  2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c07  2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c
07 2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c
 
Apostila redacaodiscursiva fcc
Apostila redacaodiscursiva fccApostila redacaodiscursiva fcc
Apostila redacaodiscursiva fcc
 
Gênero relato de experiência de vida: enfoque na modalidade EJA
Gênero relato de experiência de vida: enfoque na modalidade EJAGênero relato de experiência de vida: enfoque na modalidade EJA
Gênero relato de experiência de vida: enfoque na modalidade EJA
 
Inglês instrumental 2
Inglês instrumental 2Inglês instrumental 2
Inglês instrumental 2
 
Resumo Tp5 Unid 17 18
Resumo   Tp5   Unid 17 18Resumo   Tp5   Unid 17 18
Resumo Tp5 Unid 17 18
 
Coesão e coerência textual com os elementos da referenciação
Coesão e coerência textual com os elementos da referenciaçãoCoesão e coerência textual com os elementos da referenciação
Coesão e coerência textual com os elementos da referenciação
 
Resumo de coerência e coesão - apresetnação para processos gerenciais
Resumo de coerência e coesão - apresetnação para processos gerenciaisResumo de coerência e coesão - apresetnação para processos gerenciais
Resumo de coerência e coesão - apresetnação para processos gerenciais
 
Elementos de Coesão e Coerência textual.pptx
Elementos de Coesão e Coerência textual.pptxElementos de Coesão e Coerência textual.pptx
Elementos de Coesão e Coerência textual.pptx
 
Resumo Tp5 Unid 19 20
Resumo   Tp5   Unid 19 20Resumo   Tp5   Unid 19 20
Resumo Tp5 Unid 19 20
 
06
0606
06
 
Coesaocoerencia arquivo sem_audio
Coesaocoerencia arquivo sem_audioCoesaocoerencia arquivo sem_audio
Coesaocoerencia arquivo sem_audio
 
Tp5
Tp5Tp5
Tp5
 
Coesão e coerência textuais
Coesão e coerência textuaisCoesão e coerência textuais
Coesão e coerência textuais
 
Tipos-e-mecanismos-de-coesao-textual.ppt
Tipos-e-mecanismos-de-coesao-textual.pptTipos-e-mecanismos-de-coesao-textual.ppt
Tipos-e-mecanismos-de-coesao-textual.ppt
 
Coesão e Coerência textual - material
Coesão  e Coerência  textual  - materialCoesão  e Coerência  textual  - material
Coesão e Coerência textual - material
 
1-1-coesao-e-coerencia_slides.ppt
1-1-coesao-e-coerencia_slides.ppt1-1-coesao-e-coerencia_slides.ppt
1-1-coesao-e-coerencia_slides.ppt
 

Mais de ISJ

Jogos lavras
Jogos lavrasJogos lavras
Jogos lavras
ISJ
 
Convite
ConviteConvite
Convite
ISJ
 
Convite
ConviteConvite
Convite
ISJ
 
Convite
ConviteConvite
Convite
ISJ
 
7º ano cap 23 mamíferos
7º ano cap 23  mamíferos7º ano cap 23  mamíferos
7º ano cap 23 mamíferos
ISJ
 
7º ano cap 22 as aves
7º ano cap 22 as aves7º ano cap 22 as aves
7º ano cap 22 as aves
ISJ
 
Will e going to 1º ano -4º bimestre
Will e going to   1º ano -4º bimestreWill e going to   1º ano -4º bimestre
Will e going to 1º ano -4º bimestre
ISJ
 
Relative pronouns 8ª série - 4º bimestre
Relative pronouns   8ª série - 4º bimestreRelative pronouns   8ª série - 4º bimestre
Relative pronouns 8ª série - 4º bimestre
ISJ
 
8ª série make -let - be allowed
8ª série   make -let - be allowed8ª série   make -let - be allowed
8ª série make -let - be allowed
ISJ
 
4º bimestre 3º ano had better
4º bimestre   3º ano had better4º bimestre   3º ano had better
4º bimestre 3º ano had better
ISJ
 
7º ano cap 17 artrópodes
7º ano cap 17  artrópodes7º ano cap 17  artrópodes
7º ano cap 17 artrópodes
ISJ
 
7º ano cap 16 moluscos
7º ano cap 16   moluscos7º ano cap 16   moluscos
7º ano cap 16 moluscos
ISJ
 
7º ano cap 16 anelideos
7º ano cap 16   anelideos7º ano cap 16   anelideos
7º ano cap 16 anelideos
ISJ
 
7º ano cap 18 equinodermos
7º ano  cap 18 equinodermos7º ano  cap 18 equinodermos
7º ano cap 18 equinodermos
ISJ
 
Relative pronouns 3º ano - 3º bimestre
Relative pronouns   3º ano - 3º bimestreRelative pronouns   3º ano - 3º bimestre
Relative pronouns 3º ano - 3º bimestre
ISJ
 
7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos
7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos
7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos
ISJ
 
7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados
ISJ
 
7º ano cap 14 cnidários 2012
7º ano  cap 14 cnidários 20127º ano  cap 14 cnidários 2012
7º ano cap 14 cnidários 2012
ISJ
 
6º ano cap 15 a água e o tratamento da água
6º ano cap 15 a água e o tratamento da água6º ano cap 15 a água e o tratamento da água
6º ano cap 15 a água e o tratamento da água
ISJ
 
6º ano cap 14 a água uma subst especial
6º ano cap 14 a água uma subst especial6º ano cap 14 a água uma subst especial
6º ano cap 14 a água uma subst especial
ISJ
 

Mais de ISJ (20)

Jogos lavras
Jogos lavrasJogos lavras
Jogos lavras
 
Convite
ConviteConvite
Convite
 
Convite
ConviteConvite
Convite
 
Convite
ConviteConvite
Convite
 
7º ano cap 23 mamíferos
7º ano cap 23  mamíferos7º ano cap 23  mamíferos
7º ano cap 23 mamíferos
 
7º ano cap 22 as aves
7º ano cap 22 as aves7º ano cap 22 as aves
7º ano cap 22 as aves
 
Will e going to 1º ano -4º bimestre
Will e going to   1º ano -4º bimestreWill e going to   1º ano -4º bimestre
Will e going to 1º ano -4º bimestre
 
Relative pronouns 8ª série - 4º bimestre
Relative pronouns   8ª série - 4º bimestreRelative pronouns   8ª série - 4º bimestre
Relative pronouns 8ª série - 4º bimestre
 
8ª série make -let - be allowed
8ª série   make -let - be allowed8ª série   make -let - be allowed
8ª série make -let - be allowed
 
4º bimestre 3º ano had better
4º bimestre   3º ano had better4º bimestre   3º ano had better
4º bimestre 3º ano had better
 
7º ano cap 17 artrópodes
7º ano cap 17  artrópodes7º ano cap 17  artrópodes
7º ano cap 17 artrópodes
 
7º ano cap 16 moluscos
7º ano cap 16   moluscos7º ano cap 16   moluscos
7º ano cap 16 moluscos
 
7º ano cap 16 anelideos
7º ano cap 16   anelideos7º ano cap 16   anelideos
7º ano cap 16 anelideos
 
7º ano cap 18 equinodermos
7º ano  cap 18 equinodermos7º ano  cap 18 equinodermos
7º ano cap 18 equinodermos
 
Relative pronouns 3º ano - 3º bimestre
Relative pronouns   3º ano - 3º bimestreRelative pronouns   3º ano - 3º bimestre
Relative pronouns 3º ano - 3º bimestre
 
7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos
7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos
7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos
 
7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados
 
7º ano cap 14 cnidários 2012
7º ano  cap 14 cnidários 20127º ano  cap 14 cnidários 2012
7º ano cap 14 cnidários 2012
 
6º ano cap 15 a água e o tratamento da água
6º ano cap 15 a água e o tratamento da água6º ano cap 15 a água e o tratamento da água
6º ano cap 15 a água e o tratamento da água
 
6º ano cap 14 a água uma subst especial
6º ano cap 14 a água uma subst especial6º ano cap 14 a água uma subst especial
6º ano cap 14 a água uma subst especial
 

Coerência e coesão textual

  • 1. COERÊNCIA E COESÃO TEXTUAL Roseane Araújo
  • 2. Um dos problemas encontrados com mais frequência nos textos é a falta de coesão e de coerência. É comum encontrarmos textos que iniciam com um tema e terminam com outro, mostrando falta de unidade e de coerência. Além da falta de coerência, há falta de coesão, o que torna, muitas vezes, os períodos ininteligíveis. Mas, o que é coerência e o que é coesão?
  • 3.
  • 4.
  • 5. a) harmonia de sentido de modo a não ter nada ilógico, nada desconexo; b) relação entre as partes do texto, criando uma unidade de sentido; c) as partes devem estar inter-relacionadas; d) expor uma informação nova e expandir o texto; e) não apresentar contradições entre as ideias; f) apresentar um ponto de vista, uma nova visão de mundo.
  • 6. Mas, a coerência é uma característica textual que depende da interação do texto, do seu produtor e daquele que procura compreendê-lo. Muito depende do receptor, de seu conhecimento de mundo, da situação de produção do texto e do grau de domínio dos elementos linguísticos constantes do texto.
  • 7.
  • 8.  
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14. Pérolas do Vestibular A fé é uma graça através da qual podemos ver o que não vemos. O objetivo da Sociedade Anônima é ter muitas fábricas desconhecidas. O Ateísmo é uma religião anônima. O problema fundamental do terceiro mundo é a superabundância de necessidades. "A diferença entre o Romantismo e o Realismo é que os românticos escrevem romances e os realistas nos mostram como está a situação do país." "O Chile é um país muito alto e magro." "Em Esparta as crianças que nasciam mortas eram sacrificadas."
  • 15.
  • 16. Para que o texto seja coeso, deve seguir pelo menos um dos mecanismos de coesão: a) Retomada de termos, expressões ou frases já ditas. b) Encadeamento de segmentos do texto, feito com conectores ou operadores discursivos, tais como então, portanto, mas, já que, porque...
  • 17.
  • 18.
  • 20. Texto sem elementos de coesão “ ...É só isso, não tem mais jeito, acabou, boa sorte não tem o que dizer, são só palavras, saiba que o que eu sinto não mudará...” (composição: Vanessa Da Mata feat. Ben Harper)
  • 21. Se é só isso , então não tem mais jeito , por isso acabou , desejo-lhe boa sorte e não se preocupe não tem nada o que dizer, isso são só palavras , mas saiba que e o que eu sinto por você não mudará...”
  • 22.