SlideShare uma empresa Scribd logo
Disciplina: Bioética e Ética Profissional
Professora: Pamela Liu
Turma: Análises Clínicas ACL2AM
N.º 02
N.º 05
N.º 06
N.º 07
N.º 19
N.º 25
2
Angela Alves
Eduardo Daniel
Felipe Santos
Fernanda Clara
Larissa Cristina
Samantha Ribeiro
Disciplina: Bioética e Ética Profissional
Professora: Pamela Liu
Turma: Análises Clínicas ACL2AM
Barueri/SP
Novembro, 2015.
3
 Imoral: contraria o que foi exposto a respeito da moral. Quando há falta de pudor,
quando há imoralidade. Contrário à moral.
 Amoral: é a pessoa que não tem senso do que seja moral, ética. A questão moral
para este indivíduo é desconhecida, estranha e, portanto, não leva em consideração
preceitos morais.
 Moral: É o que está de acordo com os bons costumes e regras de conduta propostos.
 Código de Ética: manter o sigilo entre médico e paciente.
 Cremesp (Conselho Regional de Medicina de São Paulo): “Diante de
um abortamento não pode o médico comunicar o fato à autoridade
policial ou mesmo judicial, em razão de estar diante de uma
situação de segredo médico”.
 Aquilo que, no exercício ou fora da profissão e no convívio da
sociedade, eu tiver visto ou ouvido, que não seja preciso divulgar, eu
conservarei inteiramente secreto. – Juramento de Hipócrates.
4
5
• Defesa da vida é um
dever prioritário, que
ultrapassa ao da
confidencialidade.
• Confidencialida
de é um direito
inalienável do
paciente.
• O sigilo médico só pode ser quebrado: autorização expressa do
paciente ou de seus responsáveis legais, ou por justa causa e dever
legal.
 Prosenjid Poddar, um estudante indiano, matou Tatiana Tarasoff.
 O paciente (Poddar) avisou durante uma sessão de psicoterapia a sua intenção de
matá-la.
 Apesar de alegarem a restrição do sigilo médico, os profissionais foram considerados
culpados por não terem tomado providências para protegê-la.
 O estudante foi condenado por assassinato, mas apelou, alegando erros na instrução
do processo. O caso enviado para novo julgamento. Mais de 5 anos após o crime, a
justiça o liberou sob a condição de voltar para a Índia e não retornar mais aos EUA.
 Este caso serviu de paradigma para este tipo de situação, quando existe um terceiro
em risco. Neste caso se justifica a quebra de confidencialidade eticamente justificada.
6
Fontes:
http://www.ufrgs.br/bioetica/tarasoff.htm
http://www.portalmedico.org.br/biblioteca_virtual/bioetica/ParteIVaspectosbioeticos.htm
http://www.nhu.ufms.br/Bioetica/Textos/%C3%89tica/O%20SIGILO%20M%C3%89DICO%20EM
 Uma psiquiatra foi punida por quebra de sigilo médico de uma paciente que
maltratava os dois filhos.
 ‘’Eu fiz porque as crianças estavam sendo maltratadas pela mãe. O pai sabia disso e
era um dos motivos dele querer a guarda dos filhos. Ela era minha paciente e quebrei
o sigilo, mas e as crianças?’’ – Psiquiatra Cilene Denise de Lima Garcia.
 A profissional, que atua como psiquiatra há 14 anos, relata que já havia presenciado
as agressões antes de comentar o caso com o pai das crianças, menores de 10 anos.
 Com os dados o responsável entrou na Justiça e obteve o direito de tutela.
7
Fonte:
https://www.cremesp.org.br/?siteAcao=CentroDados&acao=livro&pg=48
 Andreas Lubitz, copiloto de 27 anos.
 Queria ter entrado na cabine da aeronave e precipitado o avião.
 Pretendia manter um atestado médico em segredo. Ele chegou a receber tratamento
para tendências suicidas no passado.
 União Federal dos Médicos Aviação (DFV): Esses profissionais devem ser liberados
da obrigação do sigilo médico em comunicação com o empregador e as autoridades
da aviação civil.
 O médico informou o empregador da incapacidade do funcionário para trabalhar.
 Impediu que o copiloto atirasse o avião contra os Alpes franceses, impedindo a morte
das pessoas presentes no avião da empresa alemã.
8
Fonte:
http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/03/sigilo-medico-e-debatido-na-alemanha-apos-tragedia-aerea-
4729412.html
 Casos de imoralidade na mídia
 Sigilo médico: direito ou defesa?
 Quais são as limitações da ética em cada caso?
 Como conciliar?
 Qual é a sua posição? O que você faria?
 Moral: Imoral x Amoral
9

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A humanização do ambiente hospitalar
A humanização do ambiente hospitalarA humanização do ambiente hospitalar
A humanização do ambiente hospitalarEugenio Rocha
 
Como fazer Genogramas
Como fazer GenogramasComo fazer Genogramas
Como fazer Genogramas
Centro Universitário Ages
 
Saúde mental e trabalho
Saúde mental e trabalhoSaúde mental e trabalho
Saúde mental e trabalho
Oficina Psicologia
 
Bioetica
BioeticaBioetica
Psicologia das relações humanas slides aula 1
Psicologia das relações humanas slides aula 1Psicologia das relações humanas slides aula 1
Psicologia das relações humanas slides aula 1
souzacamila
 
Etica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de TrabalhoEtica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de TrabalhoNyedson Barbosa
 
Ética, comprometimento e comportamento
Ética, comprometimento e comportamentoÉtica, comprometimento e comportamento
Ética, comprometimento e comportamento
psiandreasantos
 
Freud e os mecanismos de defesa
Freud e os mecanismos de defesaFreud e os mecanismos de defesa
Freud e os mecanismos de defesa
Fábio Vasconcelos
 
Bioética
BioéticaBioética
Bioética
Carol Alves
 
Etica profissional
Etica profissionalEtica profissional
Etica profissionalFatima Silva
 
BIOÉTICA EM ENFERMAGEM
BIOÉTICA EM ENFERMAGEMBIOÉTICA EM ENFERMAGEM
BIOÉTICA EM ENFERMAGEM
Centro Universitário Ages
 
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aulaNoçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aulaGabriel Jefferson Oliveira
 
Aula de bioética
Aula de bioéticaAula de bioética
Aula de bioética
Alessandra Floriano Amaro
 
Bioética aborto e eutanasia
Bioética    aborto e eutanasiaBioética    aborto e eutanasia
Bioética aborto e eutanasia
Nilson Dias Castelano
 
Aula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 1 - Higiene e Segurança do TrabalhoAula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Unidade Acedêmica de Engenharia de Produção
 
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no TrabalhoSlide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
Crícia Silva
 

Mais procurados (20)

A humanização do ambiente hospitalar
A humanização do ambiente hospitalarA humanização do ambiente hospitalar
A humanização do ambiente hospitalar
 
éTica profissional
éTica profissionaléTica profissional
éTica profissional
 
Ética Moral e Valores.
Ética Moral e Valores.Ética Moral e Valores.
Ética Moral e Valores.
 
Como fazer Genogramas
Como fazer GenogramasComo fazer Genogramas
Como fazer Genogramas
 
Saúde mental e trabalho
Saúde mental e trabalhoSaúde mental e trabalho
Saúde mental e trabalho
 
Bioetica
BioeticaBioetica
Bioetica
 
ETICA
ETICAETICA
ETICA
 
Psicologia das relações humanas slides aula 1
Psicologia das relações humanas slides aula 1Psicologia das relações humanas slides aula 1
Psicologia das relações humanas slides aula 1
 
Moral e ética
Moral e éticaMoral e ética
Moral e ética
 
Etica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de TrabalhoEtica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de Trabalho
 
Ética, comprometimento e comportamento
Ética, comprometimento e comportamentoÉtica, comprometimento e comportamento
Ética, comprometimento e comportamento
 
Freud e os mecanismos de defesa
Freud e os mecanismos de defesaFreud e os mecanismos de defesa
Freud e os mecanismos de defesa
 
Bioética
BioéticaBioética
Bioética
 
Etica profissional
Etica profissionalEtica profissional
Etica profissional
 
BIOÉTICA EM ENFERMAGEM
BIOÉTICA EM ENFERMAGEMBIOÉTICA EM ENFERMAGEM
BIOÉTICA EM ENFERMAGEM
 
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aulaNoçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aula
 
Aula de bioética
Aula de bioéticaAula de bioética
Aula de bioética
 
Bioética aborto e eutanasia
Bioética    aborto e eutanasiaBioética    aborto e eutanasia
Bioética aborto e eutanasia
 
Aula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 1 - Higiene e Segurança do TrabalhoAula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
 
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no TrabalhoSlide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
 

Destaque

Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~
Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~
Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~
Cassia Dias
 
Privacidade e segredo profissional
Privacidade e segredo profissional Privacidade e segredo profissional
Privacidade e segredo profissional
Centro Universitário Ages
 
Segredo profissional
Segredo profissionalSegredo profissional
Segredo profissional
Priscila Freitas
 
Segredo E Sigilo Profissional
Segredo E Sigilo ProfissionalSegredo E Sigilo Profissional
Segredo E Sigilo Profissionalzilmex
 
Secreto profesional
Secreto profesionalSecreto profesional
Secreto profesional
Sam Silva
 
Ética e Bioética na enfermagem
Ética e Bioética na  enfermagemÉtica e Bioética na  enfermagem
Ética e Bioética na enfermagem
universitária
 
1 Curso De éTica E BioéTica1
1 Curso De éTica E BioéTica11 Curso De éTica E BioéTica1
1 Curso De éTica E BioéTica1Luiz Miranda-Sá
 
Louis Blanc
Louis BlancLouis Blanc
Louis Blanc
Fernanda Clara
 
Humanização no atendimento prestado pelo profissional das técnicas radiológicas
Humanização no atendimento prestado pelo profissional das técnicas radiológicasHumanização no atendimento prestado pelo profissional das técnicas radiológicas
Humanização no atendimento prestado pelo profissional das técnicas radiológicas
Charles Nascimento
 
Consciência amiga ou inimiga
Consciência   amiga ou inimigaConsciência   amiga ou inimiga
Consciência amiga ou inimiga
Alex Medeiros
 
China - O Dragão Asiático
China  - O Dragão AsiáticoChina  - O Dragão Asiático
China - O Dragão Asiático
Fernanda Clara
 
Número de Ouro & Sequência de Fibonacci
Número de Ouro & Sequência de FibonacciNúmero de Ouro & Sequência de Fibonacci
Número de Ouro & Sequência de Fibonacci
Fernanda Clara
 
Tumores Benignos Hepáticos
Tumores Benignos HepáticosTumores Benignos Hepáticos
Tumores Benignos Hepáticos
Fernanda Clara
 
Falácias Informais - Filosofia
Falácias Informais - FilosofiaFalácias Informais - Filosofia
Falácias Informais - Filosofia
Fernanda Clara
 
Consentimento Médico
Consentimento MédicoConsentimento Médico
Consentimento Médico
342014
 
Melhora do nível de serviço em radiologia com uso de ferramentas de monitoraç...
Melhora do nível de serviço em radiologia com uso de ferramentas de monitoraç...Melhora do nível de serviço em radiologia com uso de ferramentas de monitoraç...
Melhora do nível de serviço em radiologia com uso de ferramentas de monitoraç...
Thiago Julio, MD
 
Amante Profissional
Amante ProfissionalAmante Profissional
Amante Profissional
IARA FAGUNDES
 
Exercitando a ética estudo de casos - Prof. Noe Assunção
Exercitando a ética   estudo de casos - Prof. Noe AssunçãoExercitando a ética   estudo de casos - Prof. Noe Assunção
Exercitando a ética estudo de casos - Prof. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 

Destaque (20)

Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~
Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~
Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~
 
Privacidade e segredo profissional
Privacidade e segredo profissional Privacidade e segredo profissional
Privacidade e segredo profissional
 
Segredo profissional
Segredo profissionalSegredo profissional
Segredo profissional
 
Segredo E Sigilo Profissional
Segredo E Sigilo ProfissionalSegredo E Sigilo Profissional
Segredo E Sigilo Profissional
 
Privacidade e confidencialidade
Privacidade e confidencialidadePrivacidade e confidencialidade
Privacidade e confidencialidade
 
Secreto profesional
Secreto profesionalSecreto profesional
Secreto profesional
 
Etica e bioetica
Etica e bioeticaEtica e bioetica
Etica e bioetica
 
Ética e Bioética na enfermagem
Ética e Bioética na  enfermagemÉtica e Bioética na  enfermagem
Ética e Bioética na enfermagem
 
1 Curso De éTica E BioéTica1
1 Curso De éTica E BioéTica11 Curso De éTica E BioéTica1
1 Curso De éTica E BioéTica1
 
Louis Blanc
Louis BlancLouis Blanc
Louis Blanc
 
Humanização no atendimento prestado pelo profissional das técnicas radiológicas
Humanização no atendimento prestado pelo profissional das técnicas radiológicasHumanização no atendimento prestado pelo profissional das técnicas radiológicas
Humanização no atendimento prestado pelo profissional das técnicas radiológicas
 
Consciência amiga ou inimiga
Consciência   amiga ou inimigaConsciência   amiga ou inimiga
Consciência amiga ou inimiga
 
China - O Dragão Asiático
China  - O Dragão AsiáticoChina  - O Dragão Asiático
China - O Dragão Asiático
 
Número de Ouro & Sequência de Fibonacci
Número de Ouro & Sequência de FibonacciNúmero de Ouro & Sequência de Fibonacci
Número de Ouro & Sequência de Fibonacci
 
Tumores Benignos Hepáticos
Tumores Benignos HepáticosTumores Benignos Hepáticos
Tumores Benignos Hepáticos
 
Falácias Informais - Filosofia
Falácias Informais - FilosofiaFalácias Informais - Filosofia
Falácias Informais - Filosofia
 
Consentimento Médico
Consentimento MédicoConsentimento Médico
Consentimento Médico
 
Melhora do nível de serviço em radiologia com uso de ferramentas de monitoraç...
Melhora do nível de serviço em radiologia com uso de ferramentas de monitoraç...Melhora do nível de serviço em radiologia com uso de ferramentas de monitoraç...
Melhora do nível de serviço em radiologia com uso de ferramentas de monitoraç...
 
Amante Profissional
Amante ProfissionalAmante Profissional
Amante Profissional
 
Exercitando a ética estudo de casos - Prof. Noe Assunção
Exercitando a ética   estudo de casos - Prof. Noe AssunçãoExercitando a ética   estudo de casos - Prof. Noe Assunção
Exercitando a ética estudo de casos - Prof. Noe Assunção
 

Semelhante a Casos reportados - Ética e moral

5º seminário da câmara técnica de medicina de família crmmg
5º seminário da câmara técnica de medicina de família crmmg5º seminário da câmara técnica de medicina de família crmmg
5º seminário da câmara técnica de medicina de família crmmgRicardo Nascimento
 
Bioética privacidade e segredo profissional
Bioética   privacidade e segredo profissionalBioética   privacidade e segredo profissional
Bioética privacidade e segredo profissional
Nilson Dias Castelano
 
5º SemináRio Da CâMara TéCnica De Medicina De FamíLia C R M M G
5º  SemináRio Da  CâMara  TéCnica De  Medicina De  FamíLia  C R M M G5º  SemináRio Da  CâMara  TéCnica De  Medicina De  FamíLia  C R M M G
5º SemináRio Da CâMara TéCnica De Medicina De FamíLia C R M M GRicardo Nascimento
 
Live___Bio_tica.pdf
Live___Bio_tica.pdfLive___Bio_tica.pdf
Live___Bio_tica.pdf
DressaSpoty
 
Bioetica direito a informação
Bioetica   direito a informaçãoBioetica   direito a informação
Bioetica direito a informação
Nilson Dias Castelano
 
Emergências médicas em odontologia
Emergências médicas em odontologiaEmergências médicas em odontologia
Emergências médicas em odontologiaClaudio Fleig
 
Cuidado centrado na pessoa
Cuidado centrado na pessoaCuidado centrado na pessoa
Cuidado centrado na pessoa
Centro Universitário Ages
 
Informações clinicas e a comunicação com o paciente.
Informações clinicas e a comunicação com o paciente.Informações clinicas e a comunicação com o paciente.
Informações clinicas e a comunicação com o paciente.Luciane Santana
 
Ética em Pesquisa em psicologia, 10 aula
Ética em Pesquisa em psicologia, 10 aulaÉtica em Pesquisa em psicologia, 10 aula
Ética em Pesquisa em psicologia, 10 aula
ValmirDornVasconcelo1
 
Ética Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagemÉtica Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagemfnanda
 
Biodireito & bioetica
Biodireito & bioeticaBiodireito & bioetica
Biodireito & bioetica
Milton Aldana
 
BIOÉTICA EM URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS
BIOÉTICA EM URGÊNCIAS E EMERGÊNCIASBIOÉTICA EM URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS
BIOÉTICA EM URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS
José Carlos Nascimento
 
Aspectos MéDico Legais Em Ginecologia E ObstetríCia
Aspectos MéDico Legais Em Ginecologia E ObstetríCiaAspectos MéDico Legais Em Ginecologia E ObstetríCia
Aspectos MéDico Legais Em Ginecologia E ObstetríCia
chirlei ferreira
 
Documentos med legais_dr_mario_jorge_tsuchiya (1)
Documentos med legais_dr_mario_jorge_tsuchiya (1)Documentos med legais_dr_mario_jorge_tsuchiya (1)
Documentos med legais_dr_mario_jorge_tsuchiya (1)
mazamenos
 
Bioética e Biodireito. AASP. Setembro/14
Bioética e Biodireito. AASP. Setembro/14Bioética e Biodireito. AASP. Setembro/14
Bioética e Biodireito. AASP. Setembro/14
Osvaldo Simonelli
 
Ética Profissional na Enfermagem
Ética Profissional na EnfermagemÉtica Profissional na Enfermagem
Ética Profissional na Enfermagem
Tuanny Sampaio - Estética Avançada
 
Declaration of helsinki (portuguese)
Declaration of helsinki (portuguese)Declaration of helsinki (portuguese)
Declaration of helsinki (portuguese)Elen Verissimo
 
Aula ÉTICA PROFISSIONAL - processos humanizados de trabalho
Aula ÉTICA PROFISSIONAL - processos humanizados de trabalhoAula ÉTICA PROFISSIONAL - processos humanizados de trabalho
Aula ÉTICA PROFISSIONAL - processos humanizados de trabalho
RainaraResende1
 
PUCPR-Londrina- Aspectos Legais - aula 01
PUCPR-Londrina- Aspectos Legais - aula 01PUCPR-Londrina- Aspectos Legais - aula 01
PUCPR-Londrina- Aspectos Legais - aula 01
alcindoneto
 

Semelhante a Casos reportados - Ética e moral (20)

5º seminário da câmara técnica de medicina de família crmmg
5º seminário da câmara técnica de medicina de família crmmg5º seminário da câmara técnica de medicina de família crmmg
5º seminário da câmara técnica de medicina de família crmmg
 
Bioética privacidade e segredo profissional
Bioética   privacidade e segredo profissionalBioética   privacidade e segredo profissional
Bioética privacidade e segredo profissional
 
5º SemináRio Da CâMara TéCnica De Medicina De FamíLia C R M M G
5º  SemináRio Da  CâMara  TéCnica De  Medicina De  FamíLia  C R M M G5º  SemináRio Da  CâMara  TéCnica De  Medicina De  FamíLia  C R M M G
5º SemináRio Da CâMara TéCnica De Medicina De FamíLia C R M M G
 
Live___Bio_tica.pdf
Live___Bio_tica.pdfLive___Bio_tica.pdf
Live___Bio_tica.pdf
 
Bioetica direito a informação
Bioetica   direito a informaçãoBioetica   direito a informação
Bioetica direito a informação
 
Emergências médicas em odontologia
Emergências médicas em odontologiaEmergências médicas em odontologia
Emergências médicas em odontologia
 
Cuidado centrado na pessoa
Cuidado centrado na pessoaCuidado centrado na pessoa
Cuidado centrado na pessoa
 
Informações clinicas e a comunicação com o paciente.
Informações clinicas e a comunicação com o paciente.Informações clinicas e a comunicação com o paciente.
Informações clinicas e a comunicação com o paciente.
 
A expressão
A expressãoA expressão
A expressão
 
Ética em Pesquisa em psicologia, 10 aula
Ética em Pesquisa em psicologia, 10 aulaÉtica em Pesquisa em psicologia, 10 aula
Ética em Pesquisa em psicologia, 10 aula
 
Ética Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagemÉtica Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagem
 
Biodireito & bioetica
Biodireito & bioeticaBiodireito & bioetica
Biodireito & bioetica
 
BIOÉTICA EM URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS
BIOÉTICA EM URGÊNCIAS E EMERGÊNCIASBIOÉTICA EM URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS
BIOÉTICA EM URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS
 
Aspectos MéDico Legais Em Ginecologia E ObstetríCia
Aspectos MéDico Legais Em Ginecologia E ObstetríCiaAspectos MéDico Legais Em Ginecologia E ObstetríCia
Aspectos MéDico Legais Em Ginecologia E ObstetríCia
 
Documentos med legais_dr_mario_jorge_tsuchiya (1)
Documentos med legais_dr_mario_jorge_tsuchiya (1)Documentos med legais_dr_mario_jorge_tsuchiya (1)
Documentos med legais_dr_mario_jorge_tsuchiya (1)
 
Bioética e Biodireito. AASP. Setembro/14
Bioética e Biodireito. AASP. Setembro/14Bioética e Biodireito. AASP. Setembro/14
Bioética e Biodireito. AASP. Setembro/14
 
Ética Profissional na Enfermagem
Ética Profissional na EnfermagemÉtica Profissional na Enfermagem
Ética Profissional na Enfermagem
 
Declaration of helsinki (portuguese)
Declaration of helsinki (portuguese)Declaration of helsinki (portuguese)
Declaration of helsinki (portuguese)
 
Aula ÉTICA PROFISSIONAL - processos humanizados de trabalho
Aula ÉTICA PROFISSIONAL - processos humanizados de trabalhoAula ÉTICA PROFISSIONAL - processos humanizados de trabalho
Aula ÉTICA PROFISSIONAL - processos humanizados de trabalho
 
PUCPR-Londrina- Aspectos Legais - aula 01
PUCPR-Londrina- Aspectos Legais - aula 01PUCPR-Londrina- Aspectos Legais - aula 01
PUCPR-Londrina- Aspectos Legais - aula 01
 

Mais de Fernanda Clara

Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)
Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)
Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)
Fernanda Clara
 
Trigonometria no triângulo retângulo
Trigonometria no triângulo retângulo Trigonometria no triângulo retângulo
Trigonometria no triângulo retângulo
Fernanda Clara
 
Clonagem - Bioética
 Clonagem - Bioética Clonagem - Bioética
Clonagem - Bioética
Fernanda Clara
 
Til - panfleto
Til - panfletoTil - panfleto
Til - panfleto
Fernanda Clara
 
Pena de Morte
Pena de Morte Pena de Morte
Pena de Morte
Fernanda Clara
 
Classificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo BrasileiroClassificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo Brasileiro
Fernanda Clara
 
Matriz e Determinante
Matriz e DeterminanteMatriz e Determinante
Matriz e Determinante
Fernanda Clara
 
Arte e Arquitetura - Grécia
Arte e Arquitetura - GréciaArte e Arquitetura - Grécia
Arte e Arquitetura - Grécia
Fernanda Clara
 
Til, José de Alencar
Til, José de AlencarTil, José de Alencar
Til, José de Alencar
Fernanda Clara
 
Sedimentoscopia - contaminantes/artefatos
Sedimentoscopia - contaminantes/artefatosSedimentoscopia - contaminantes/artefatos
Sedimentoscopia - contaminantes/artefatos
Fernanda Clara
 
Aula de Logaritmos
Aula de LogaritmosAula de Logaritmos
Aula de Logaritmos
Fernanda Clara
 
Testes Funcionais - Coleta, Triagem e Conservação de Material Biológico
Testes Funcionais - Coleta, Triagem e Conservação de Material BiológicoTestes Funcionais - Coleta, Triagem e Conservação de Material Biológico
Testes Funcionais - Coleta, Triagem e Conservação de Material Biológico
Fernanda Clara
 
Nutrição - Pirâmide Alimentar
Nutrição - Pirâmide AlimentarNutrição - Pirâmide Alimentar
Nutrição - Pirâmide Alimentar
Fernanda Clara
 
Tuberculose
Tuberculose  Tuberculose
Tuberculose
Fernanda Clara
 
Regionalização e Hierarquização (Vigilância Epidemiológica e Saúde Pública)
Regionalização e Hierarquização (Vigilância Epidemiológica e Saúde Pública)Regionalização e Hierarquização (Vigilância Epidemiológica e Saúde Pública)
Regionalização e Hierarquização (Vigilância Epidemiológica e Saúde Pública)
Fernanda Clara
 

Mais de Fernanda Clara (15)

Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)
Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)
Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)
 
Trigonometria no triângulo retângulo
Trigonometria no triângulo retângulo Trigonometria no triângulo retângulo
Trigonometria no triângulo retângulo
 
Clonagem - Bioética
 Clonagem - Bioética Clonagem - Bioética
Clonagem - Bioética
 
Til - panfleto
Til - panfletoTil - panfleto
Til - panfleto
 
Pena de Morte
Pena de Morte Pena de Morte
Pena de Morte
 
Classificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo BrasileiroClassificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo Brasileiro
 
Matriz e Determinante
Matriz e DeterminanteMatriz e Determinante
Matriz e Determinante
 
Arte e Arquitetura - Grécia
Arte e Arquitetura - GréciaArte e Arquitetura - Grécia
Arte e Arquitetura - Grécia
 
Til, José de Alencar
Til, José de AlencarTil, José de Alencar
Til, José de Alencar
 
Sedimentoscopia - contaminantes/artefatos
Sedimentoscopia - contaminantes/artefatosSedimentoscopia - contaminantes/artefatos
Sedimentoscopia - contaminantes/artefatos
 
Aula de Logaritmos
Aula de LogaritmosAula de Logaritmos
Aula de Logaritmos
 
Testes Funcionais - Coleta, Triagem e Conservação de Material Biológico
Testes Funcionais - Coleta, Triagem e Conservação de Material BiológicoTestes Funcionais - Coleta, Triagem e Conservação de Material Biológico
Testes Funcionais - Coleta, Triagem e Conservação de Material Biológico
 
Nutrição - Pirâmide Alimentar
Nutrição - Pirâmide AlimentarNutrição - Pirâmide Alimentar
Nutrição - Pirâmide Alimentar
 
Tuberculose
Tuberculose  Tuberculose
Tuberculose
 
Regionalização e Hierarquização (Vigilância Epidemiológica e Saúde Pública)
Regionalização e Hierarquização (Vigilância Epidemiológica e Saúde Pública)Regionalização e Hierarquização (Vigilância Epidemiológica e Saúde Pública)
Regionalização e Hierarquização (Vigilância Epidemiológica e Saúde Pública)
 

Último

BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Luana Neres
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
kdn15710
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 

Último (20)

BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 

Casos reportados - Ética e moral

  • 1. Disciplina: Bioética e Ética Profissional Professora: Pamela Liu Turma: Análises Clínicas ACL2AM
  • 2. N.º 02 N.º 05 N.º 06 N.º 07 N.º 19 N.º 25 2 Angela Alves Eduardo Daniel Felipe Santos Fernanda Clara Larissa Cristina Samantha Ribeiro Disciplina: Bioética e Ética Profissional Professora: Pamela Liu Turma: Análises Clínicas ACL2AM Barueri/SP Novembro, 2015.
  • 3. 3  Imoral: contraria o que foi exposto a respeito da moral. Quando há falta de pudor, quando há imoralidade. Contrário à moral.  Amoral: é a pessoa que não tem senso do que seja moral, ética. A questão moral para este indivíduo é desconhecida, estranha e, portanto, não leva em consideração preceitos morais.  Moral: É o que está de acordo com os bons costumes e regras de conduta propostos.
  • 4.  Código de Ética: manter o sigilo entre médico e paciente.  Cremesp (Conselho Regional de Medicina de São Paulo): “Diante de um abortamento não pode o médico comunicar o fato à autoridade policial ou mesmo judicial, em razão de estar diante de uma situação de segredo médico”.  Aquilo que, no exercício ou fora da profissão e no convívio da sociedade, eu tiver visto ou ouvido, que não seja preciso divulgar, eu conservarei inteiramente secreto. – Juramento de Hipócrates. 4
  • 5. 5 • Defesa da vida é um dever prioritário, que ultrapassa ao da confidencialidade. • Confidencialida de é um direito inalienável do paciente. • O sigilo médico só pode ser quebrado: autorização expressa do paciente ou de seus responsáveis legais, ou por justa causa e dever legal.
  • 6.  Prosenjid Poddar, um estudante indiano, matou Tatiana Tarasoff.  O paciente (Poddar) avisou durante uma sessão de psicoterapia a sua intenção de matá-la.  Apesar de alegarem a restrição do sigilo médico, os profissionais foram considerados culpados por não terem tomado providências para protegê-la.  O estudante foi condenado por assassinato, mas apelou, alegando erros na instrução do processo. O caso enviado para novo julgamento. Mais de 5 anos após o crime, a justiça o liberou sob a condição de voltar para a Índia e não retornar mais aos EUA.  Este caso serviu de paradigma para este tipo de situação, quando existe um terceiro em risco. Neste caso se justifica a quebra de confidencialidade eticamente justificada. 6 Fontes: http://www.ufrgs.br/bioetica/tarasoff.htm http://www.portalmedico.org.br/biblioteca_virtual/bioetica/ParteIVaspectosbioeticos.htm http://www.nhu.ufms.br/Bioetica/Textos/%C3%89tica/O%20SIGILO%20M%C3%89DICO%20EM
  • 7.  Uma psiquiatra foi punida por quebra de sigilo médico de uma paciente que maltratava os dois filhos.  ‘’Eu fiz porque as crianças estavam sendo maltratadas pela mãe. O pai sabia disso e era um dos motivos dele querer a guarda dos filhos. Ela era minha paciente e quebrei o sigilo, mas e as crianças?’’ – Psiquiatra Cilene Denise de Lima Garcia.  A profissional, que atua como psiquiatra há 14 anos, relata que já havia presenciado as agressões antes de comentar o caso com o pai das crianças, menores de 10 anos.  Com os dados o responsável entrou na Justiça e obteve o direito de tutela. 7 Fonte: https://www.cremesp.org.br/?siteAcao=CentroDados&acao=livro&pg=48
  • 8.  Andreas Lubitz, copiloto de 27 anos.  Queria ter entrado na cabine da aeronave e precipitado o avião.  Pretendia manter um atestado médico em segredo. Ele chegou a receber tratamento para tendências suicidas no passado.  União Federal dos Médicos Aviação (DFV): Esses profissionais devem ser liberados da obrigação do sigilo médico em comunicação com o empregador e as autoridades da aviação civil.  O médico informou o empregador da incapacidade do funcionário para trabalhar.  Impediu que o copiloto atirasse o avião contra os Alpes franceses, impedindo a morte das pessoas presentes no avião da empresa alemã. 8 Fonte: http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/03/sigilo-medico-e-debatido-na-alemanha-apos-tragedia-aerea- 4729412.html
  • 9.  Casos de imoralidade na mídia  Sigilo médico: direito ou defesa?  Quais são as limitações da ética em cada caso?  Como conciliar?  Qual é a sua posição? O que você faria?  Moral: Imoral x Amoral 9