SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
BULLYING
Introdução Este trabalho foi-nos proposto no projecto KIT, cada grupo tinha de escolher um tema e fazer um trabalho escrito e um trabalho criativo sobre esse mesmo tema. O nosso grupo escolheu o tema: bullying. O bullying é um tema recente em Portugal. A nossa escola não é das mais afectadas por este problema mas mesmo assim achamos que todos devemos estar alertas pois o bullying é um grave problema. Tem danos graves na auto-estima da vítima e pode levar à depressão ou pior. Neste trabalho vamos mostrar alguns testemunhos de pessoas que já passaram por esta horrível experiência, vamos também explicar o que é o bullying, como prevenir, entre outras coisas. Queremos com este trabalho dar a entender que todos os alunos têm o direito de se sentir seguros nas suas próprias escolas e que o bullying não é impossível de combater. Espero que gostem!
O que é o bullying ? Bullying é uma violência praticada por um jovem ou grupo, directamente contra um outro jovem que não é capaz de se defender sozinho. Bullying é uma forma de agressão que ocorre nas escolas, caracterizada pelas acções de dominação de um jovem sobre outro, através de um comportamento agressivo. Bullying são actos repetidos de intimidação de um jovem mais forte contra outro mais fraco. Pode ser físico, verbal, emocional, racista ou sexual. Bullying envolve bater, empurrare muito mais. Mas ameaças e agressõessão mais comuns e podem causar grandesdanos.
Escola, pais e professores Pesquisas recentes (2002) divulgadas na Inglaterra demonstraram que o bullying na escola é a maior preocupação dos pais, à frente da qualidade e dos, métodos de ensino. Todas as escolas se devem esforçar para prevenir e controlar o bullying, porque nenhuma escola está imune ao bullying. O primeiro passo deve ser avaliar o entendimento que pais, alunos e professores têm sobre o bullying e a frequência com que ocorre o bullying na visão dos alunos e dos professores. “A escola tem a chave para o sucesso das acções de prevenção e controle do bullying.”
Bullying na escola A escola com uma política de “não bullying” faz a diferença. A política da escola deve ser para prevenir e não apenas para controlar o bullying. Pais, alunos e toda a escola devem sempre estar envolvidos nessa prática. A qualidade da relação professor-aluno, baseada no respeito e confiança, é muito importante. A qualidade de vida dos alunos de cada escola e o tipo de relação  intrafamiliarinfluenciam naincidência do bullying.
O que fazer para combater o bullying nas escolas? Há varias maneiras de combater o bullying, apesar de por vezes, não ser tão fácil como pensamos.Uma das maneiras é implantar política anti-bullying nas escolas, envolvendo professores, funcionários, alunos e pais. Informar e sensibilizar, são também algumas das maneiras de podermos combater o bullying.   Qualquer forma de bullying é inaceitável! Os adultos não são testemunhas de bullying, mas sim os  alunos! Se o seu filho disser que está a ser vitima de bullying na escola não ignore! Defenda o seu filho e acabe comeste pesadelo de muitas crianças! A criança que sofre em silêncio podesofrer a vida toda!
Testemunho de uma vítima de bullying “Hoje tenho 21 anos e estou a acabar a faculdade mas entre os meus 12 e 16 anos fui vitima dos meus colegas de turma.  Agrediam-me com pancadas fortes nas costas, gozavam comigo, chamavam-me de feia por eu usar óculos e por ter borbulhas de acne. Havia outros colegas que gozavam comigo por causa da minha cor de pele, chamavam-me de zombie e outras coisas. Isto tudo era em frente aos professores e eles ouviam e não faziam nada. Um dia um colega disse-me que eu era tão feia que só podia ser "uma tentativa de aborto" fiquei muito magoada e assim que tive oportunidade fui contar esse insulto ao director de turma que voltou a não fazer nada. Bem, alguns colegas quando eu andava de saia tentavam passar a mão nas minhas coxas e diziam coisas indecentes, eu deixei de andar de saia e fugia deles. Entretanto essas pessoas reprovaram oano e na minha nova turma do 10º ano isso nunca mais aconteceu. As pessoas que estão a passar por situações destas não deixem de denunciar quem vos atormenta a vida, falem com os vossos pais, porque hoje olho para trás e sei que se fosse hoje eu nunca deixaria que me tratassem mal. FORÇA PARA TODOS”.
Testemunho de um rapaz que viu colegas a serem vítimas de bullying Manuel Guerra, de 18 anos "Desde sempre fui confrontado com casos de colegas que eram alvo de violência física e psicológica, talvez por ter estudado sempre em escolas problemáticas, mas isso marcou-me muito e sempre que podia, ajudava os meus amigos a contarem tudo aos pais e professores. Era horrível ver os meus próprios amigos a serem vítimas de bullying. Sempre que virem alguém nestas condições, FALEM! Não deixem que os vossos amigos sofram".
POEMA     Bem longe do Mundo Um pensamento me afrontou Luto só contra ele Longe de todos aqueles“Youngpeopledesperate" Imaginando que mais...  Ninguém me socorria Gritei aos ventos e... Ninguém me ouvia! Amanhã não estarei cáO desespero agonia
Conclusão Com este trabalho, esperemos que tenham ficado esclarecidos e mais informados acerca deste tema.  Esperemos também que tenham aprendido que o bullying não é nenhuma brincadeira, mas sim um assunto muito importante, que não devemos esquecer. Devemos sim tentar evitar e resolver. O bullying alimenta-se do silêncio das vítimas e por isso não podemos ficar indiferentes nem calados. Com a força de todos, o bullying vai acabar. Espero que tenham gostado do trabalho assim como nós gostámos de o fazer.
Vamos lutar e dizer NÃO ao bullying! Trabalho realizado pelosseguintes alunos do 8ºBda escola EB 2,3 Luís DeSttau Monteiro: Inês Fernandes Luís Eusébio Mauro Silva Miguel Quintino Bruno Azevedo Igor Garcia João Costa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Bullying - Entre alunos
Bullying - Entre alunosBullying - Entre alunos
Bullying - Entre alunos
 
Bullying não é brincadeira! Saiba o que é bullying, quais suas consequências,...
Bullying não é brincadeira! Saiba o que é bullying, quais suas consequências,...Bullying não é brincadeira! Saiba o que é bullying, quais suas consequências,...
Bullying não é brincadeira! Saiba o que é bullying, quais suas consequências,...
 
O Bullying Nas Escolas
O Bullying Nas EscolasO Bullying Nas Escolas
O Bullying Nas Escolas
 
O que é bully
O que é bullyO que é bully
O que é bully
 
O que é o bullying
O que é o bullyingO que é o bullying
O que é o bullying
 
Bullying em portugues
Bullying em portuguesBullying em portugues
Bullying em portugues
 
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Bullying apresentação
Bullying apresentaçãoBullying apresentação
Bullying apresentação
 
Palestra sobre bullying
Palestra sobre bullyingPalestra sobre bullying
Palestra sobre bullying
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
VIOLÊNCIA ESCOLAR (BULLYING)
VIOLÊNCIA ESCOLAR (BULLYING)VIOLÊNCIA ESCOLAR (BULLYING)
VIOLÊNCIA ESCOLAR (BULLYING)
 
Bullying 5ºano
Bullying 5ºanoBullying 5ºano
Bullying 5ºano
 
Bullying e suas consequências
 Bullying e suas consequências  Bullying e suas consequências
Bullying e suas consequências
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Vitimas de bullying
Vitimas de bullyingVitimas de bullying
Vitimas de bullying
 
Ensinando sobre Bullying
Ensinando sobre BullyingEnsinando sobre Bullying
Ensinando sobre Bullying
 
Bullying
Bullying Bullying
Bullying
 
Bullying psicológico
Bullying   psicológicoBullying   psicológico
Bullying psicológico
 

Destaque

Doshas, fogo digestivo e os alimentos - Mónica Lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos  - Mónica LapaDoshas, fogo digestivo e os alimentos  - Mónica Lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos - Mónica LapaMichele Pó
 
Vantagens dos Veículos Eléctricos
Vantagens dos Veículos EléctricosVantagens dos Veículos Eléctricos
Vantagens dos Veículos EléctricosMichele Pó
 
Os Gunas e a Mente
Os Gunas e a MenteOs Gunas e a Mente
Os Gunas e a MenteMichele Pó
 
Hábitos de Consumo Sustentáveis
Hábitos de Consumo SustentáveisHábitos de Consumo Sustentáveis
Hábitos de Consumo SustentáveisMichele Pó
 
Panchakarma - Rita Quintas
Panchakarma - Rita QuintasPanchakarma - Rita Quintas
Panchakarma - Rita QuintasMichele Pó
 
Os gunas e a mente Diana Silva
Os gunas e a mente Diana SilvaOs gunas e a mente Diana Silva
Os gunas e a mente Diana SilvaMichele Pó
 
Transportes Futuristas
Transportes FuturistasTransportes Futuristas
Transportes FuturistasMichele Pó
 
Agricultura Sustentável
Agricultura SustentávelAgricultura Sustentável
Agricultura SustentávelMichele Pó
 
Astro Nutrição
Astro NutriçãoAstro Nutrição
Astro NutriçãoMichele Pó
 
Doshas, fogo digestivo e os alimentos Mónica lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos   Mónica lapaDoshas, fogo digestivo e os alimentos   Mónica lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos Mónica lapaMichele Pó
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações ClimáticasMichele Pó
 
Kayachikitsa ayurveda andreia baptista
Kayachikitsa ayurveda andreia baptistaKayachikitsa ayurveda andreia baptista
Kayachikitsa ayurveda andreia baptistaMichele Pó
 
Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Toxicologia ayurvédica por Élio LampreiaToxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Toxicologia ayurvédica por Élio LampreiaMichele Pó
 
Design Sustentável
Design SustentávelDesign Sustentável
Design SustentávelMichele Pó
 
Comportamentos Alimentares 8b
Comportamentos Alimentares 8bComportamentos Alimentares 8b
Comportamentos Alimentares 8bMichele Pó
 
Rasayana - Carlos Nunes
Rasayana   - Carlos NunesRasayana   - Carlos Nunes
Rasayana - Carlos NunesMichele Pó
 
A importância dos sub doshas para diagnóstico andreia mealha 2010
A importância dos sub doshas para diagnóstico andreia mealha 2010A importância dos sub doshas para diagnóstico andreia mealha 2010
A importância dos sub doshas para diagnóstico andreia mealha 2010Michele Pó
 
A Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico
A Importância dos Sub-Doshas No DiagnósticoA Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico
A Importância dos Sub-Doshas No DiagnósticoMichele Pó
 

Destaque (20)

Doshas, fogo digestivo e os alimentos - Mónica Lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos  - Mónica LapaDoshas, fogo digestivo e os alimentos  - Mónica Lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos - Mónica Lapa
 
Vantagens dos Veículos Eléctricos
Vantagens dos Veículos EléctricosVantagens dos Veículos Eléctricos
Vantagens dos Veículos Eléctricos
 
Os Gunas e a Mente
Os Gunas e a MenteOs Gunas e a Mente
Os Gunas e a Mente
 
Hábitos de Consumo Sustentáveis
Hábitos de Consumo SustentáveisHábitos de Consumo Sustentáveis
Hábitos de Consumo Sustentáveis
 
Casa do Futuro
Casa do FuturoCasa do Futuro
Casa do Futuro
 
Panchakarma - Rita Quintas
Panchakarma - Rita QuintasPanchakarma - Rita Quintas
Panchakarma - Rita Quintas
 
Os gunas e a mente Diana Silva
Os gunas e a mente Diana SilvaOs gunas e a mente Diana Silva
Os gunas e a mente Diana Silva
 
Transportes Futuristas
Transportes FuturistasTransportes Futuristas
Transportes Futuristas
 
Agricultura Sustentável
Agricultura SustentávelAgricultura Sustentável
Agricultura Sustentável
 
Astro Nutrição
Astro NutriçãoAstro Nutrição
Astro Nutrição
 
Doshas, fogo digestivo e os alimentos Mónica lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos   Mónica lapaDoshas, fogo digestivo e os alimentos   Mónica lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos Mónica lapa
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
 
Kayachikitsa ayurveda andreia baptista
Kayachikitsa ayurveda andreia baptistaKayachikitsa ayurveda andreia baptista
Kayachikitsa ayurveda andreia baptista
 
Ecologia Urbana
Ecologia UrbanaEcologia Urbana
Ecologia Urbana
 
Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Toxicologia ayurvédica por Élio LampreiaToxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
 
Design Sustentável
Design SustentávelDesign Sustentável
Design Sustentável
 
Comportamentos Alimentares 8b
Comportamentos Alimentares 8bComportamentos Alimentares 8b
Comportamentos Alimentares 8b
 
Rasayana - Carlos Nunes
Rasayana   - Carlos NunesRasayana   - Carlos Nunes
Rasayana - Carlos Nunes
 
A importância dos sub doshas para diagnóstico andreia mealha 2010
A importância dos sub doshas para diagnóstico andreia mealha 2010A importância dos sub doshas para diagnóstico andreia mealha 2010
A importância dos sub doshas para diagnóstico andreia mealha 2010
 
A Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico
A Importância dos Sub-Doshas No DiagnósticoA Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico
A Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico
 

Semelhante a Bullying (20)

Palestra bullying filinto
Palestra bullying filintoPalestra bullying filinto
Palestra bullying filinto
 
Palestra Bullying Filinto
Palestra Bullying FilintoPalestra Bullying Filinto
Palestra Bullying Filinto
 
Palestra Bullying filinto
Palestra Bullying filintoPalestra Bullying filinto
Palestra Bullying filinto
 
Violência nas escolas portuguesas
Violência nas escolas portuguesasViolência nas escolas portuguesas
Violência nas escolas portuguesas
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Escola Contra Bullying
Escola Contra BullyingEscola Contra Bullying
Escola Contra Bullying
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Aula sobre bullying observatoriodainfancia
Aula sobre bullying observatoriodainfanciaAula sobre bullying observatoriodainfancia
Aula sobre bullying observatoriodainfancia
 
Doc 157
Doc 157Doc 157
Doc 157
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Buling
BulingBuling
Buling
 
Bullyingassedio
BullyingassedioBullyingassedio
Bullyingassedio
 
Trabalho sobre bullying
Trabalho sobre bullyingTrabalho sobre bullying
Trabalho sobre bullying
 
Trabalho sobre bullying
Trabalho sobre bullyingTrabalho sobre bullying
Trabalho sobre bullying
 
Gabriel e Jessica 7C
Gabriel e Jessica 7CGabriel e Jessica 7C
Gabriel e Jessica 7C
 
Bullying na Escola
Bullying na EscolaBullying na Escola
Bullying na Escola
 
Ppt bullyng
Ppt bullyngPpt bullyng
Ppt bullyng
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Bullingeg
BullingegBullingeg
Bullingeg
 
Resp violência gia
Resp violência giaResp violência gia
Resp violência gia
 

Mais de Michele Pó

Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica SilvestreSapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica SilvestreMichele Pó
 
Kaumara bhritya por Tânia Pires
Kaumara bhritya por Tânia PiresKaumara bhritya por Tânia Pires
Kaumara bhritya por Tânia PiresMichele Pó
 
Vaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro Sequeira
Vaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro SequeiraVaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro Sequeira
Vaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro SequeiraMichele Pó
 
Saúde da mulher por Maria Brito do Rio
Saúde da mulher por Maria Brito do RioSaúde da mulher por Maria Brito do Rio
Saúde da mulher por Maria Brito do RioMichele Pó
 
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria AfonsoOs gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria AfonsoMichele Pó
 
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena CaeiroNadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena CaeiroMichele Pó
 
Salakya Tantra por Joana Nascimento
Salakya Tantra por   Joana NascimentoSalakya Tantra por   Joana Nascimento
Salakya Tantra por Joana NascimentoMichele Pó
 
Bhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca Rebela
Bhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca RebelaBhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca Rebela
Bhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca RebelaMichele Pó
 
Medicina Interna por Filipa Falcão
Medicina Interna por Filipa FalcãoMedicina Interna por Filipa Falcão
Medicina Interna por Filipa FalcãoMichele Pó
 
Rasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela Massochin
Rasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela MassochinRasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela Massochin
Rasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela MassochinMichele Pó
 
Oléos Medicados no Ayurveda por Ana Carvalho
Oléos Medicados no Ayurveda por Ana CarvalhoOléos Medicados no Ayurveda por Ana Carvalho
Oléos Medicados no Ayurveda por Ana CarvalhoMichele Pó
 
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta LongaPrincípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta LongaMichele Pó
 
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...Michele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum lPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum lMichele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida Michele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos CominhosPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos CominhosMichele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do CardamomoPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do CardamomoMichele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela Michele Pó
 
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia AmoreirinhaA importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia AmoreirinhaMichele Pó
 
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia AmoreirinhaA importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia AmoreirinhaMichele Pó
 

Mais de Michele Pó (20)

Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica SilvestreSapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
 
Kaumara bhritya por Tânia Pires
Kaumara bhritya por Tânia PiresKaumara bhritya por Tânia Pires
Kaumara bhritya por Tânia Pires
 
Vaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro Sequeira
Vaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro SequeiraVaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro Sequeira
Vaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro Sequeira
 
Saúde da mulher por Maria Brito do Rio
Saúde da mulher por Maria Brito do RioSaúde da mulher por Maria Brito do Rio
Saúde da mulher por Maria Brito do Rio
 
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria AfonsoOs gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
 
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena CaeiroNadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
 
Salakya Tantra por Joana Nascimento
Salakya Tantra por   Joana NascimentoSalakya Tantra por   Joana Nascimento
Salakya Tantra por Joana Nascimento
 
Bhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca Rebela
Bhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca RebelaBhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca Rebela
Bhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca Rebela
 
Medicina Interna por Filipa Falcão
Medicina Interna por Filipa FalcãoMedicina Interna por Filipa Falcão
Medicina Interna por Filipa Falcão
 
Rasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela Massochin
Rasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela MassochinRasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela Massochin
Rasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela Massochin
 
Oléos Medicados no Ayurveda por Ana Carvalho
Oléos Medicados no Ayurveda por Ana CarvalhoOléos Medicados no Ayurveda por Ana Carvalho
Oléos Medicados no Ayurveda por Ana Carvalho
 
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta LongaPrincípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
 
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum lPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos CominhosPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do CardamomoPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
 
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia AmoreirinhaA importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
 
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia AmoreirinhaA importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
 

Último

Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptElifabio Sobreira Pereira
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioWyngDaFelyzitahLamba
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 

Bullying

  • 2. Introdução Este trabalho foi-nos proposto no projecto KIT, cada grupo tinha de escolher um tema e fazer um trabalho escrito e um trabalho criativo sobre esse mesmo tema. O nosso grupo escolheu o tema: bullying. O bullying é um tema recente em Portugal. A nossa escola não é das mais afectadas por este problema mas mesmo assim achamos que todos devemos estar alertas pois o bullying é um grave problema. Tem danos graves na auto-estima da vítima e pode levar à depressão ou pior. Neste trabalho vamos mostrar alguns testemunhos de pessoas que já passaram por esta horrível experiência, vamos também explicar o que é o bullying, como prevenir, entre outras coisas. Queremos com este trabalho dar a entender que todos os alunos têm o direito de se sentir seguros nas suas próprias escolas e que o bullying não é impossível de combater. Espero que gostem!
  • 3. O que é o bullying ? Bullying é uma violência praticada por um jovem ou grupo, directamente contra um outro jovem que não é capaz de se defender sozinho. Bullying é uma forma de agressão que ocorre nas escolas, caracterizada pelas acções de dominação de um jovem sobre outro, através de um comportamento agressivo. Bullying são actos repetidos de intimidação de um jovem mais forte contra outro mais fraco. Pode ser físico, verbal, emocional, racista ou sexual. Bullying envolve bater, empurrare muito mais. Mas ameaças e agressõessão mais comuns e podem causar grandesdanos.
  • 4. Escola, pais e professores Pesquisas recentes (2002) divulgadas na Inglaterra demonstraram que o bullying na escola é a maior preocupação dos pais, à frente da qualidade e dos, métodos de ensino. Todas as escolas se devem esforçar para prevenir e controlar o bullying, porque nenhuma escola está imune ao bullying. O primeiro passo deve ser avaliar o entendimento que pais, alunos e professores têm sobre o bullying e a frequência com que ocorre o bullying na visão dos alunos e dos professores. “A escola tem a chave para o sucesso das acções de prevenção e controle do bullying.”
  • 5. Bullying na escola A escola com uma política de “não bullying” faz a diferença. A política da escola deve ser para prevenir e não apenas para controlar o bullying. Pais, alunos e toda a escola devem sempre estar envolvidos nessa prática. A qualidade da relação professor-aluno, baseada no respeito e confiança, é muito importante. A qualidade de vida dos alunos de cada escola e o tipo de relação intrafamiliarinfluenciam naincidência do bullying.
  • 6. O que fazer para combater o bullying nas escolas? Há varias maneiras de combater o bullying, apesar de por vezes, não ser tão fácil como pensamos.Uma das maneiras é implantar política anti-bullying nas escolas, envolvendo professores, funcionários, alunos e pais. Informar e sensibilizar, são também algumas das maneiras de podermos combater o bullying.   Qualquer forma de bullying é inaceitável! Os adultos não são testemunhas de bullying, mas sim os alunos! Se o seu filho disser que está a ser vitima de bullying na escola não ignore! Defenda o seu filho e acabe comeste pesadelo de muitas crianças! A criança que sofre em silêncio podesofrer a vida toda!
  • 7. Testemunho de uma vítima de bullying “Hoje tenho 21 anos e estou a acabar a faculdade mas entre os meus 12 e 16 anos fui vitima dos meus colegas de turma. Agrediam-me com pancadas fortes nas costas, gozavam comigo, chamavam-me de feia por eu usar óculos e por ter borbulhas de acne. Havia outros colegas que gozavam comigo por causa da minha cor de pele, chamavam-me de zombie e outras coisas. Isto tudo era em frente aos professores e eles ouviam e não faziam nada. Um dia um colega disse-me que eu era tão feia que só podia ser "uma tentativa de aborto" fiquei muito magoada e assim que tive oportunidade fui contar esse insulto ao director de turma que voltou a não fazer nada. Bem, alguns colegas quando eu andava de saia tentavam passar a mão nas minhas coxas e diziam coisas indecentes, eu deixei de andar de saia e fugia deles. Entretanto essas pessoas reprovaram oano e na minha nova turma do 10º ano isso nunca mais aconteceu. As pessoas que estão a passar por situações destas não deixem de denunciar quem vos atormenta a vida, falem com os vossos pais, porque hoje olho para trás e sei que se fosse hoje eu nunca deixaria que me tratassem mal. FORÇA PARA TODOS”.
  • 8. Testemunho de um rapaz que viu colegas a serem vítimas de bullying Manuel Guerra, de 18 anos "Desde sempre fui confrontado com casos de colegas que eram alvo de violência física e psicológica, talvez por ter estudado sempre em escolas problemáticas, mas isso marcou-me muito e sempre que podia, ajudava os meus amigos a contarem tudo aos pais e professores. Era horrível ver os meus próprios amigos a serem vítimas de bullying. Sempre que virem alguém nestas condições, FALEM! Não deixem que os vossos amigos sofram".
  • 9. POEMA Bem longe do Mundo Um pensamento me afrontou Luto só contra ele Longe de todos aqueles“Youngpeopledesperate" Imaginando que mais...  Ninguém me socorria Gritei aos ventos e... Ninguém me ouvia! Amanhã não estarei cáO desespero agonia
  • 10. Conclusão Com este trabalho, esperemos que tenham ficado esclarecidos e mais informados acerca deste tema. Esperemos também que tenham aprendido que o bullying não é nenhuma brincadeira, mas sim um assunto muito importante, que não devemos esquecer. Devemos sim tentar evitar e resolver. O bullying alimenta-se do silêncio das vítimas e por isso não podemos ficar indiferentes nem calados. Com a força de todos, o bullying vai acabar. Espero que tenham gostado do trabalho assim como nós gostámos de o fazer.
  • 11. Vamos lutar e dizer NÃO ao bullying! Trabalho realizado pelosseguintes alunos do 8ºBda escola EB 2,3 Luís DeSttau Monteiro: Inês Fernandes Luís Eusébio Mauro Silva Miguel Quintino Bruno Azevedo Igor Garcia João Costa