SlideShare uma empresa Scribd logo
Medicina Ayurvédica
       Rita Quintas
Ama – “cru”, “não
                                     Mala –
 digerido”; subproduto
                           substância/residuos que
   tóxico gerado pela
                           necessitam sair do corpo
     inadequada ou
                              (suor, fezes, urina)
  incompleta digestão


Dhatu – tecidos do corpo
 que são responsáveis
                           Agni – fogo biológico do
pelo funcionamento dos
                                    corpo
   sistemas, orgãos e
  estrutura do corpo.
   Shamana significa suprimir,     reduzir   ou
    eliminar os sintomas.

   Shodana significa ir embora, nesta terapia a
    origem do processo da doença é erradicado.
    Controla o ama e mala do corpo e restabelece
    o equilibrio dos doshas.
 Purvakarma;


 Pradhanakarma;


 Paschatkarma
   Purva significa “antes” e karma significa “acção”.
    Estes tratamentos auxiliam a perder o ama e a
    movê-lo das estruturas mais internas dos tecidos
    para o tracto gastrointestinal.
   Sem uma preparação especial apenas expelimos
    o ama que se encontra no tracto gastro-
    intestinal não havendo libertação do ama alojado
    no dhatus.
   O Poorvakarma inclui um processo de oleação
    interna      (sneahana),      oleação     externa
    (abhyanga, shyrodhara, etc.), e um tipo de sauna
    terapêutica (swedana).
   Meios de lubrificação interna (Snehana):
   Basti (aplicação de óleo medicado no recto);
   Nasya (óleo medicado aplicado nas narinas);
   Snehapana (ingestão de óleo ou ghee
    medicado).
                                   Snehana usa quatro tipos
                                   de subtância oleaginosas:
                                   óleos vegetais
                                   (taila), manteiga
                                   purificada (ghee), gordura
                                   animal (vasa) e medula
                                   óssea (majja).
   Abhyanga (massagem);
   Parisheka (Banho de Óleo pelo corpo);
   Shyrodhara (fluxo de óleo medicado sobre o
    Ajna Chakra) e outros dharas em outros
    locais;
   Shyro Basti (reter óleo medicado na cabeça);
   Kati Basti (retenção de óleo medicado sobre a
    lombar);
   Netra Basti (retenção de ghee medicado sobre
    os olhos).
   Estimula       o      fogo      É sempre realizado após
    sistemico (agni) do corpo        o abhyanga (massagem)
    para retirar toxinas (ama)       e nunca como uma
    e expulsa-las pela pele          prática isolada, além de
    através do suor.                 preconizar o uso de
                                     ervas e óleos essenciais
                                     específicos para cada
                                     pessoa não permitindo
                                     que a cabeça receba o
                                     calor ao mesmo tempo
                                     que o corpo - apenas
                                     uma           modalidade
                                     permite a cabeça dentro
                                     da sauna.
                                    Ver contra-indicações
   Uma utilização correcta do Snehana e
    Swedana são essenciais para o sucesso da
    terapia panchakarma. Sem a oleação e o
    aquecimento do corpo os procedimentos
    principais da panchakarma não atingirão uma
    limpeza profunda.
   Panchakarma significa “cinco processos de
    limpeza” onde, (pancha, significa – cinco e
    karma, significa – processo). Panchakarma
    significa apenas uma das fases da terapia
    radical, chamada Shodana Chiktisa – que tem
    a tradução literal de “Terapia radical de
    eliminação do dosha do corpo”.
   Os cinco meios terapêuticos de eliminar as
    toxinas do corpo, que constituem o
    Panchakarma,                             são
    Vamana,     Virechana,   Nasya,    Basti   e
    Raktamoskshana
   O vamana, ou vomito terapêutico remove o excesso
    de kapha acumulado presente no estômago e no
    tracto respiratório. O tratamento leva em média sete
    dias para ser efectuado, sendo necessário que o
    paciente se prepare para o momento da emesis.
   Para a indução do vomito são utilizadas ervas com
    características       potentes,       penetrantes  e
    aquecedoras, que penetrem profundamente nos
    canais para facilitar a fluidificação do muco:
   Cálamo (achorus calamus);
   Cardamomo;
   Ervas eméticas (com capacidade de produzir vómito)
    como o Yashtimadhu ou Alcaçuz (glycyrrhiza glabra)
   Madan phal (radia dymotorum) entre outras.
doenças crónicas como
 indigestão cronica;                   tosse,
                                                                   diabetes;
alergias respiratórias;      resfriados frequentes,
                                                                      edema;
  sinusite e renite;               bronquite
                                                                     obesidade


                obstrução linfática;               lentidão e sono
                                                      excessivo;
              amigdalites repetitivas;
                                                   hipotiroidismo;
              leucorréias de natureza
                   Pitta e kapha                apego e vontade fraca;
   É um tratamento de desintoxicação profundo
    utilizado pela Medicina Ayurvédica para eliminar
    impurezas               do             intestino
    delgado, estômago, fígado, vesícula biliar e
    pâncreas através de uma purgação terapêutica
    induzida por ervas.
   É uma prática especialmente indicada para
    eliminar o excesso do dosha Pitta – que tem
    como órgão de acúmulação o intestino delgado e
    secundariamente o fígado.
   Também é indicado para kapha pois também
    limpa o pâncreas e estômago, órgãos de
    acumulação deste dosha.
febre crónica,
                                                doenças de pele:
                                                                                                  comichão e ardência nos olhos e doenças oculares em
                           psoríase, acne, dermatites, lepra, coceiras, descoloração da
                                                                                                                    geral; diarreia;
                                                   pele, vitiligo
                                                                                                                      fistula anal;




                                                                                                                                        asma; anemia;
dores de cabeça de origem digestiva e enxaquecas;
        doenças cardíacas e inflamatórias;
                                                                         parasitose intestinal e eripisela
                                                                           síndrome do cólon irritável;
                                                                                                                                             icteríricia;
     hipertiroidismo;desordens glandulares;                            estomatite e hiperacidez estomacal;
             sangue tóxico e edema;                                                                                                   sudorese excessiva;
                                                                                                                                        diabetes; gota
   Ervas para o virechana, mais utilizadas são a triphala
    (composto         à      base      de   três     ervas
    indianas: amalaki, haritaki e bibitaki), o óleo de
    rícino, o trivrut e a raiz do ruibarbo.
   Mais do que uma limpeza física profunda, o virechana
    –    e   todas      as   terapias   que  envolvem    o
    panchakarma, promove a desintoxicação da mente e
    dos sentidos, promovendo clareza de pensamentos
    sentimentos e sensação de pureza e conexão interna.
   A melhor época do ano para fazer o virechana é na
    primavera e secundariamente no outono.

   Ver contra-indicações
   O Nasya é a administração de medicamento
    em forma de pó ou óleo na cavidade nasal. É
    indicado para desequilíbrios no subdosha
    prana, responsável principalmente pela
    clareza mental e pelas funções sensoriais.

   A sua aplicação ajuda a corrigir disturbios
    ligados à mente, criatividade, desorganização
    e embotamento enegético na região da
    cabeça.
Renites,          Alergias,
   sinusites      dores de cabeça


                    Excesso de
Insonia ou sono
                  muco e secagem
 agitado e leve
                     na região
   Basti é o nome do tratamento ayurvédico de
    limpeza e nutrição do intestino grosso (cólon).
   Para o ayurveda, o intestino grosso é a sede
    do dosha vata e todo desequilíbrio inicia em vata:
    ele governa os outros doshas. Por esta
    razão, o basti é considerado o tratamento
    ayurvédico mais importante, não apenas para
    reduzir vata, mas para equilibrar os outros dois
    doshas – Pitta e Kapha.
   O objectivo de um tratamento com basti não é
    unicamente lavar o cólon, mas também nutri-lo.
   Os de limpeza chamado de niruha ou asthapan basti;
   Os de nutrição chamado de anuvasana ou sneha basti
    tem como principal função a redução e tonificação
    de vata e o fortalecimento de apana-vayu.
                           
    Função terapêutica a que se destina:
   snehana: nutrição
   shodhana: purificação
   lekhara: para reduzir algum tecido em excesso
   brimhana: para aumentar algum tecido com
    deficiência
    doshahara: para reduzir ou remover algum dosha
    shamana: para pacificação de algum dosha em
    desequilíbrio
   É usado para eliminar         A sangria também
    toxinas     que      são       estimula o baço para
    absorvidas     para    a       produzir substâncias
    corrente      sanguínea        antitóxicas que ajudam
    através     do     trato       a estimular o sistema
    gastrointestinal.   Este       imunológico.
    processo purifica o
    sangue.

   Extrair uma pequena
    quantidade de sangue
    de uma veia alivia a
    tensão criada pelas
    toxinas no sangue.
Urticária,              Acne,           comichão crónica,
erupções cutâneas,          sarna,      aumento do fígado
     eczema           leucoderma           e do baço




            Hemocromatose            Gota
   Paschat significa "depois". Esta terapia é
    administrada dentro do panchakarma após os
    pré-procedimentos e as cinco principais
    terapias de desintoxicação. (Pradhankarma)
   Esta terapia restaura o equilíbrio dos
    doshas, concluindo o panchakarma. Trata-se
    de um re-estabelecimento das enzimas
    digestivas e reposição dos tecidos do corpo
    que foram desentoxicados.
   É indicada uma dieta especial para o
    paciente, mediante o seu prakruti.
 Obesidade
A obesidade responde bem à terapia do panchakarma.
Removendo o ama e a gordura excessiva do meda dhatu
aumentando também o metabolismo da gordura.

A um homem de 32 anos com um caso grave de obesidade usou-se
  o tratamento prescrito em textos antigos chamado udvartana.
  Neste processo pó de ervas seco é massajado vigorosamente na
  pele em vez do óleo, durante a snehana, para animar o
  metabolismo meda dhatus.

Em complemento foi usado um tipo especial de basti chamado
 lekhana basti para activar e eliminar o excesso de gordura. Foram
 também medicados nasyas especiais para remover o ama
 relacionado com o kapha da região da cabeça, o que ajudou a
 restaurar as funcões endócrinas do paciente.
Menstruação irregular
Dra. Shalmani Joshi, médica ayurvedica, especializada
 em saúde feminina e ginecológica, aplicou o
 panchakarma em diversos tipos de problemas
 ginecológicos. Uma mulher que foi ter com ela por
 causa da obesidade, recebeu o diagnóstico que a
 obesidade estava relacionada com amenorreia
 secundária – cessação subita do ciclo menstrual
 causada pela insuficiência do rasa dhatu agni – o que
 naturalmente provoca uma acumulação de kapha. A
 mulher recebeu vamana, virechana e basti que
 reacendeu o seu agni; o seu ciclo menstrual retornou
 à normalidade e o problema com o peso
 desapareceu.
   Artrite

   A Artrite é considerada como uma doença auto-imune, mas a
    medicina ocidental não descobriu ainda a sua causa. Como resultado
    apenas são possíveis alguns tratamentos amenizantes.

   No entanto quando os textos da medicina ayurvédica foram
    escritos, há milhares de anos, descreviam uma doença chamada
    amavat, na qual o ama bloqueava os shrotas ou canais do corpo e
    restringia os movimentos do vata. Isso provocava perda de
    mobilidade nos ligamentos, resultando em dores e inchaço ou no
    que nós actualmente chamamos - artrite reumatóide. A terapia
    Panchakarma pode controlar esta doença e se a tratarmos no estádio
    inicial podemos revertê-la. Ela limpa as toxinas dos shrotas para que
    o vata possa novamente transportar prana e nutrição para ashti
    dhatu ou ossos.

   A primeira abordagem a um paciente com reumático é sempre
    reforçar o seu agni digestivo e incrementar a digestão, assimilação e
    eliminação; e em segundo lugar reforçar o sistema imunitário.
   Doença de Parkinson
   Um homem de 58 anos que sofria de parkinson há 17. Só
    conseguia andar com a ajuda de duas pessoas. Ele já
    estava a tomar a dose máxima de dopamina de forma a
    reduzir os tremores e aumentar a coordenação muscular.
   Este tipo de doença tem a haver com uma desordem do
    vata envolvendo uma degeneração do majja dhatu (medula
    óssea) e o tratamento foca-se na apaziguação do vata.
    Inicialmente, efectua-se snehana, nasya e bastis para
    limpar e acalmar a zona vata e depois altera-se para o
    tratamento de nutrição e rejuvenescimento com pinda
    swedana, Pishinchhali e ksheer bastis para nutrir o mamsa
    (músculo) e a majja dhatus (medula óssea). Em três meses
    ele andava sem apoios e conseguiu diminuir a dopamina
    para metade. Ainda sem estar totalmente curado, sentia-se
    tão melhor que fez uma longa viagem, sózinho, ao norte
    da India.
   Cancro
   O cancro pode responder bem à shodhana
    embora a maioria dos doentes com cancro só
    procurem ajuda num estado muito avançado, ou
    seja, praticamente incurável. Pelo ponto de vista
    Ayurvédico, o cancro é resultado de um agni ou
    força vital esgotados o que ocorre porque o
    funcionamento do vata está seriamente
    danificado. Um dos principais efeitos da
    panchakarma é restaurar o funcionamento
    normal do vara e aumentar a força vital. A chave
    é tratar esta doença mesmo no inicio.
   www.ibrata.com.br/ibrata/ps/terapias/panchakar
    ma.html
   www.ayurvedatravelmall.com/ayurvedatrearment
    s.html
   www.panchakarma.com/
   www.ayurindus.com/treatments/panchakarma.ht
    ml
   http://www.saladeayurveda.com/p/terapias-
    ayurvedicas.html
   Swami SADA SHIVA TIRTHA; “The Ayurvedic
    Encyclopedia”
   Sunil Joshi V. ; “Ayurveda e Panchakarma”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Massagem ayurveda
Massagem ayurvedaMassagem ayurveda
Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Toxicologia ayurvédica por Élio LampreiaToxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Michele Pó
 
Rasayana - Carlos Nunes
Rasayana   - Carlos NunesRasayana   - Carlos Nunes
Rasayana - Carlos Nunes
Michele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Michele Pó
 
Princípios Filosóficos do Ayurveda
Princípios Filosóficos do AyurvedaPrincípios Filosóficos do Ayurveda
Princípios Filosóficos do Ayurveda
Michele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do CardamomoPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Michele Pó
 
Introdução ao Ayurveda - Ayurvedese
Introdução ao Ayurveda - AyurvedeseIntrodução ao Ayurveda - Ayurvedese
Introdução ao Ayurveda - Ayurvedese
Ayurvedese
 
Gunas e a Mente
Gunas e a MenteGunas e a Mente
Gunas e a Mente
Michele Pó
 
Astro Nutrição
Astro NutriçãoAstro Nutrição
Astro Nutrição
Michele Pó
 
81931116 massagem-ayurveda
81931116 massagem-ayurveda81931116 massagem-ayurveda
81931116 massagem-ayurveda
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Alimentação na Visão Chinesa
Alimentação na Visão ChinesaAlimentação na Visão Chinesa
Alimentação na Visão Chinesa
Rogério Versolatto
 
Salakya Tantra por Joana Nascimento
Salakya Tantra por   Joana NascimentoSalakya Tantra por   Joana Nascimento
Salakya Tantra por Joana Nascimento
Michele Pó
 
Moxabustao apostila
Moxabustao apostilaMoxabustao apostila
Moxabustao apostila
Fisio Júnias
 
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria AfonsoOs gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Michele Pó
 
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia AmoreirinhaA importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
Michele Pó
 
Dietoterapia chinesa no tratamento da insônia
Dietoterapia chinesa no tratamento da insônia Dietoterapia chinesa no tratamento da insônia
Dietoterapia chinesa no tratamento da insônia
Adriana Tristão
 
Dietoterapia Chinesa - Dores de cabeça
Dietoterapia Chinesa - Dores de cabeçaDietoterapia Chinesa - Dores de cabeça
Dietoterapia Chinesa - Dores de cabeça
Adriana Tristão
 
Plantas brasileiras na mtc
Plantas brasileiras na mtcPlantas brasileiras na mtc
Plantas brasileiras na mtc
CENTRO DE ESTUDOS DA MEDICINA CHINESA
 
As Oito Divisões do Ayurveda
As Oito Divisões do AyurvedaAs Oito Divisões do Ayurveda
As Oito Divisões do Ayurveda
Michele Pó
 
Ayurveda como ponte salutar entre Portugal e a India
Ayurveda como ponte salutar entre Portugal e a IndiaAyurveda como ponte salutar entre Portugal e a India
Ayurveda como ponte salutar entre Portugal e a India
Unusforlife
 

Mais procurados (20)

Massagem ayurveda
Massagem ayurvedaMassagem ayurveda
Massagem ayurveda
 
Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Toxicologia ayurvédica por Élio LampreiaToxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
 
Rasayana - Carlos Nunes
Rasayana   - Carlos NunesRasayana   - Carlos Nunes
Rasayana - Carlos Nunes
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
 
Princípios Filosóficos do Ayurveda
Princípios Filosóficos do AyurvedaPrincípios Filosóficos do Ayurveda
Princípios Filosóficos do Ayurveda
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do CardamomoPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
 
Introdução ao Ayurveda - Ayurvedese
Introdução ao Ayurveda - AyurvedeseIntrodução ao Ayurveda - Ayurvedese
Introdução ao Ayurveda - Ayurvedese
 
Gunas e a Mente
Gunas e a MenteGunas e a Mente
Gunas e a Mente
 
Astro Nutrição
Astro NutriçãoAstro Nutrição
Astro Nutrição
 
81931116 massagem-ayurveda
81931116 massagem-ayurveda81931116 massagem-ayurveda
81931116 massagem-ayurveda
 
Alimentação na Visão Chinesa
Alimentação na Visão ChinesaAlimentação na Visão Chinesa
Alimentação na Visão Chinesa
 
Salakya Tantra por Joana Nascimento
Salakya Tantra por   Joana NascimentoSalakya Tantra por   Joana Nascimento
Salakya Tantra por Joana Nascimento
 
Moxabustao apostila
Moxabustao apostilaMoxabustao apostila
Moxabustao apostila
 
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria AfonsoOs gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
 
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia AmoreirinhaA importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
 
Dietoterapia chinesa no tratamento da insônia
Dietoterapia chinesa no tratamento da insônia Dietoterapia chinesa no tratamento da insônia
Dietoterapia chinesa no tratamento da insônia
 
Dietoterapia Chinesa - Dores de cabeça
Dietoterapia Chinesa - Dores de cabeçaDietoterapia Chinesa - Dores de cabeça
Dietoterapia Chinesa - Dores de cabeça
 
Plantas brasileiras na mtc
Plantas brasileiras na mtcPlantas brasileiras na mtc
Plantas brasileiras na mtc
 
As Oito Divisões do Ayurveda
As Oito Divisões do AyurvedaAs Oito Divisões do Ayurveda
As Oito Divisões do Ayurveda
 
Ayurveda como ponte salutar entre Portugal e a India
Ayurveda como ponte salutar entre Portugal e a IndiaAyurveda como ponte salutar entre Portugal e a India
Ayurveda como ponte salutar entre Portugal e a India
 

Destaque

Sub-Doshas
Sub-DoshasSub-Doshas
Sub-Doshas
Michele Pó
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
Michele Pó
 
Doshas, fogo digestivo e os alimentos Mónica lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos   Mónica lapaDoshas, fogo digestivo e os alimentos   Mónica lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos Mónica lapa
Michele Pó
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
Michele Pó
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
Michele Pó
 
Casa do Futuro
Casa do FuturoCasa do Futuro
Casa do Futuro
Michele Pó
 
Os gunas e a mente Diana Silva
Os gunas e a mente Diana SilvaOs gunas e a mente Diana Silva
Os gunas e a mente Diana Silva
Michele Pó
 
Agricultura Sustentável
Agricultura SustentávelAgricultura Sustentável
Agricultura Sustentável
Michele Pó
 
Ecologia Urbana
Ecologia UrbanaEcologia Urbana
Ecologia Urbana
Michele Pó
 
O Aquecimento Global
O Aquecimento GlobalO Aquecimento Global
O Aquecimento Global
Michele Pó
 
Transportes Futuristas
Transportes FuturistasTransportes Futuristas
Transportes Futuristas
Michele Pó
 
Kaumara bhritya por Tânia Pires
Kaumara bhritya por Tânia PiresKaumara bhritya por Tânia Pires
Kaumara bhritya por Tânia Pires
Michele Pó
 
Doshas, fogo digestivo e os alimentos - Mónica Lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos  - Mónica LapaDoshas, fogo digestivo e os alimentos  - Mónica Lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos - Mónica Lapa
Michele Pó
 
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia AmoreirinhaA importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
Michele Pó
 
Nadi pariksha pulsologia ayurvédica
Nadi pariksha pulsologia ayurvédica Nadi pariksha pulsologia ayurvédica
Nadi pariksha pulsologia ayurvédica
Michele Pó
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
Michele Pó
 
Astrologia Médica e Védica aplicada ao Diagnóstico
Astrologia Médica e Védica aplicada ao DiagnósticoAstrologia Médica e Védica aplicada ao Diagnóstico
Astrologia Médica e Védica aplicada ao Diagnóstico
Michele Pó
 
Consumismo 8 B
Consumismo 8 BConsumismo 8 B
Consumismo 8 B
Michele Pó
 
A Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico
A Importância dos Sub-Doshas No DiagnósticoA Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico
A Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico
Michele Pó
 
Design Sustentável
Design SustentávelDesign Sustentável
Design Sustentável
Michele Pó
 

Destaque (20)

Sub-Doshas
Sub-DoshasSub-Doshas
Sub-Doshas
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Doshas, fogo digestivo e os alimentos Mónica lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos   Mónica lapaDoshas, fogo digestivo e os alimentos   Mónica lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos Mónica lapa
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
 
Casa do Futuro
Casa do FuturoCasa do Futuro
Casa do Futuro
 
Os gunas e a mente Diana Silva
Os gunas e a mente Diana SilvaOs gunas e a mente Diana Silva
Os gunas e a mente Diana Silva
 
Agricultura Sustentável
Agricultura SustentávelAgricultura Sustentável
Agricultura Sustentável
 
Ecologia Urbana
Ecologia UrbanaEcologia Urbana
Ecologia Urbana
 
O Aquecimento Global
O Aquecimento GlobalO Aquecimento Global
O Aquecimento Global
 
Transportes Futuristas
Transportes FuturistasTransportes Futuristas
Transportes Futuristas
 
Kaumara bhritya por Tânia Pires
Kaumara bhritya por Tânia PiresKaumara bhritya por Tânia Pires
Kaumara bhritya por Tânia Pires
 
Doshas, fogo digestivo e os alimentos - Mónica Lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos  - Mónica LapaDoshas, fogo digestivo e os alimentos  - Mónica Lapa
Doshas, fogo digestivo e os alimentos - Mónica Lapa
 
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia AmoreirinhaA importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
A importância dos sub doshas no diagnóstico - Cátia Amoreirinha
 
Nadi pariksha pulsologia ayurvédica
Nadi pariksha pulsologia ayurvédica Nadi pariksha pulsologia ayurvédica
Nadi pariksha pulsologia ayurvédica
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
 
Astrologia Médica e Védica aplicada ao Diagnóstico
Astrologia Médica e Védica aplicada ao DiagnósticoAstrologia Médica e Védica aplicada ao Diagnóstico
Astrologia Médica e Védica aplicada ao Diagnóstico
 
Consumismo 8 B
Consumismo 8 BConsumismo 8 B
Consumismo 8 B
 
A Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico
A Importância dos Sub-Doshas No DiagnósticoA Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico
A Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico
 
Design Sustentável
Design SustentávelDesign Sustentável
Design Sustentável
 

Mais de Michele Pó

Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica SilvestreSapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Michele Pó
 
Saúde da mulher por Maria Brito do Rio
Saúde da mulher por Maria Brito do RioSaúde da mulher por Maria Brito do Rio
Saúde da mulher por Maria Brito do Rio
Michele Pó
 
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena CaeiroNadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Michele Pó
 
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta LongaPrincípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Michele Pó
 
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Michele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum lPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Michele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos CominhosPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Michele Pó
 
Nadis e marmas corporificação da energia e entrada do self
Nadis e marmas  corporificação da energia e entrada do self Nadis e marmas  corporificação da energia e entrada do self
Nadis e marmas corporificação da energia e entrada do self
Michele Pó
 
Astrologia aplicada ao diagnóstico
Astrologia aplicada ao diagnóstico Astrologia aplicada ao diagnóstico
Astrologia aplicada ao diagnóstico
Michele Pó
 
História da medicina ayurvédica
História da medicina ayurvédicaHistória da medicina ayurvédica
História da medicina ayurvédica
Michele Pó
 

Mais de Michele Pó (10)

Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica SilvestreSapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
 
Saúde da mulher por Maria Brito do Rio
Saúde da mulher por Maria Brito do RioSaúde da mulher por Maria Brito do Rio
Saúde da mulher por Maria Brito do Rio
 
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena CaeiroNadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
 
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta LongaPrincípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
 
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum lPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos CominhosPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
 
Nadis e marmas corporificação da energia e entrada do self
Nadis e marmas  corporificação da energia e entrada do self Nadis e marmas  corporificação da energia e entrada do self
Nadis e marmas corporificação da energia e entrada do self
 
Astrologia aplicada ao diagnóstico
Astrologia aplicada ao diagnóstico Astrologia aplicada ao diagnóstico
Astrologia aplicada ao diagnóstico
 
História da medicina ayurvédica
História da medicina ayurvédicaHistória da medicina ayurvédica
História da medicina ayurvédica
 

Último

Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
ssuser701e2b
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
GiselaAlves15
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
kdn15710
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 

Último (20)

Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 

Panchakarma - Rita Quintas

  • 1. Medicina Ayurvédica Rita Quintas
  • 2. Ama – “cru”, “não Mala – digerido”; subproduto substância/residuos que tóxico gerado pela necessitam sair do corpo inadequada ou (suor, fezes, urina) incompleta digestão Dhatu – tecidos do corpo que são responsáveis Agni – fogo biológico do pelo funcionamento dos corpo sistemas, orgãos e estrutura do corpo.
  • 3. Shamana significa suprimir, reduzir ou eliminar os sintomas.  Shodana significa ir embora, nesta terapia a origem do processo da doença é erradicado. Controla o ama e mala do corpo e restabelece o equilibrio dos doshas.
  • 5. Purva significa “antes” e karma significa “acção”. Estes tratamentos auxiliam a perder o ama e a movê-lo das estruturas mais internas dos tecidos para o tracto gastrointestinal.  Sem uma preparação especial apenas expelimos o ama que se encontra no tracto gastro- intestinal não havendo libertação do ama alojado no dhatus.  O Poorvakarma inclui um processo de oleação interna (sneahana), oleação externa (abhyanga, shyrodhara, etc.), e um tipo de sauna terapêutica (swedana).
  • 6. Meios de lubrificação interna (Snehana):  Basti (aplicação de óleo medicado no recto);  Nasya (óleo medicado aplicado nas narinas);  Snehapana (ingestão de óleo ou ghee medicado). Snehana usa quatro tipos de subtância oleaginosas: óleos vegetais (taila), manteiga purificada (ghee), gordura animal (vasa) e medula óssea (majja).
  • 7. Abhyanga (massagem);  Parisheka (Banho de Óleo pelo corpo);  Shyrodhara (fluxo de óleo medicado sobre o Ajna Chakra) e outros dharas em outros locais;
  • 8. Shyro Basti (reter óleo medicado na cabeça);  Kati Basti (retenção de óleo medicado sobre a lombar);  Netra Basti (retenção de ghee medicado sobre os olhos).
  • 9. Estimula o fogo  É sempre realizado após sistemico (agni) do corpo o abhyanga (massagem) para retirar toxinas (ama) e nunca como uma e expulsa-las pela pele prática isolada, além de através do suor. preconizar o uso de ervas e óleos essenciais específicos para cada pessoa não permitindo que a cabeça receba o calor ao mesmo tempo que o corpo - apenas uma modalidade permite a cabeça dentro da sauna.  Ver contra-indicações
  • 10. Uma utilização correcta do Snehana e Swedana são essenciais para o sucesso da terapia panchakarma. Sem a oleação e o aquecimento do corpo os procedimentos principais da panchakarma não atingirão uma limpeza profunda.
  • 11. Panchakarma significa “cinco processos de limpeza” onde, (pancha, significa – cinco e karma, significa – processo). Panchakarma significa apenas uma das fases da terapia radical, chamada Shodana Chiktisa – que tem a tradução literal de “Terapia radical de eliminação do dosha do corpo”.  Os cinco meios terapêuticos de eliminar as toxinas do corpo, que constituem o Panchakarma, são Vamana, Virechana, Nasya, Basti e Raktamoskshana
  • 12. O vamana, ou vomito terapêutico remove o excesso de kapha acumulado presente no estômago e no tracto respiratório. O tratamento leva em média sete dias para ser efectuado, sendo necessário que o paciente se prepare para o momento da emesis.  Para a indução do vomito são utilizadas ervas com características potentes, penetrantes e aquecedoras, que penetrem profundamente nos canais para facilitar a fluidificação do muco:  Cálamo (achorus calamus);  Cardamomo;  Ervas eméticas (com capacidade de produzir vómito) como o Yashtimadhu ou Alcaçuz (glycyrrhiza glabra)  Madan phal (radia dymotorum) entre outras.
  • 13. doenças crónicas como indigestão cronica; tosse, diabetes; alergias respiratórias; resfriados frequentes, edema; sinusite e renite; bronquite obesidade obstrução linfática; lentidão e sono excessivo; amigdalites repetitivas; hipotiroidismo; leucorréias de natureza Pitta e kapha apego e vontade fraca;
  • 14. É um tratamento de desintoxicação profundo utilizado pela Medicina Ayurvédica para eliminar impurezas do intestino delgado, estômago, fígado, vesícula biliar e pâncreas através de uma purgação terapêutica induzida por ervas.  É uma prática especialmente indicada para eliminar o excesso do dosha Pitta – que tem como órgão de acúmulação o intestino delgado e secundariamente o fígado.  Também é indicado para kapha pois também limpa o pâncreas e estômago, órgãos de acumulação deste dosha.
  • 15. febre crónica, doenças de pele: comichão e ardência nos olhos e doenças oculares em psoríase, acne, dermatites, lepra, coceiras, descoloração da geral; diarreia; pele, vitiligo fistula anal; asma; anemia; dores de cabeça de origem digestiva e enxaquecas; doenças cardíacas e inflamatórias; parasitose intestinal e eripisela síndrome do cólon irritável; icteríricia; hipertiroidismo;desordens glandulares; estomatite e hiperacidez estomacal; sangue tóxico e edema; sudorese excessiva; diabetes; gota
  • 16. Ervas para o virechana, mais utilizadas são a triphala (composto à base de três ervas indianas: amalaki, haritaki e bibitaki), o óleo de rícino, o trivrut e a raiz do ruibarbo.  Mais do que uma limpeza física profunda, o virechana – e todas as terapias que envolvem o panchakarma, promove a desintoxicação da mente e dos sentidos, promovendo clareza de pensamentos sentimentos e sensação de pureza e conexão interna.  A melhor época do ano para fazer o virechana é na primavera e secundariamente no outono.  Ver contra-indicações
  • 17. O Nasya é a administração de medicamento em forma de pó ou óleo na cavidade nasal. É indicado para desequilíbrios no subdosha prana, responsável principalmente pela clareza mental e pelas funções sensoriais.  A sua aplicação ajuda a corrigir disturbios ligados à mente, criatividade, desorganização e embotamento enegético na região da cabeça.
  • 18. Renites, Alergias, sinusites dores de cabeça Excesso de Insonia ou sono muco e secagem agitado e leve na região
  • 19. Basti é o nome do tratamento ayurvédico de limpeza e nutrição do intestino grosso (cólon).  Para o ayurveda, o intestino grosso é a sede do dosha vata e todo desequilíbrio inicia em vata: ele governa os outros doshas. Por esta razão, o basti é considerado o tratamento ayurvédico mais importante, não apenas para reduzir vata, mas para equilibrar os outros dois doshas – Pitta e Kapha.  O objectivo de um tratamento com basti não é unicamente lavar o cólon, mas também nutri-lo.
  • 20. Os de limpeza chamado de niruha ou asthapan basti;  Os de nutrição chamado de anuvasana ou sneha basti tem como principal função a redução e tonificação de vata e o fortalecimento de apana-vayu.  Função terapêutica a que se destina:  snehana: nutrição  shodhana: purificação  lekhara: para reduzir algum tecido em excesso  brimhana: para aumentar algum tecido com deficiência  doshahara: para reduzir ou remover algum dosha  shamana: para pacificação de algum dosha em desequilíbrio
  • 21. É usado para eliminar  A sangria também toxinas que são estimula o baço para absorvidas para a produzir substâncias corrente sanguínea antitóxicas que ajudam através do trato a estimular o sistema gastrointestinal. Este imunológico. processo purifica o sangue.  Extrair uma pequena quantidade de sangue de uma veia alivia a tensão criada pelas toxinas no sangue.
  • 22. Urticária, Acne, comichão crónica, erupções cutâneas, sarna, aumento do fígado eczema leucoderma e do baço Hemocromatose Gota
  • 23. Paschat significa "depois". Esta terapia é administrada dentro do panchakarma após os pré-procedimentos e as cinco principais terapias de desintoxicação. (Pradhankarma)  Esta terapia restaura o equilíbrio dos doshas, concluindo o panchakarma. Trata-se de um re-estabelecimento das enzimas digestivas e reposição dos tecidos do corpo que foram desentoxicados.  É indicada uma dieta especial para o paciente, mediante o seu prakruti.
  • 24.  Obesidade A obesidade responde bem à terapia do panchakarma. Removendo o ama e a gordura excessiva do meda dhatu aumentando também o metabolismo da gordura. A um homem de 32 anos com um caso grave de obesidade usou-se o tratamento prescrito em textos antigos chamado udvartana. Neste processo pó de ervas seco é massajado vigorosamente na pele em vez do óleo, durante a snehana, para animar o metabolismo meda dhatus. Em complemento foi usado um tipo especial de basti chamado lekhana basti para activar e eliminar o excesso de gordura. Foram também medicados nasyas especiais para remover o ama relacionado com o kapha da região da cabeça, o que ajudou a restaurar as funcões endócrinas do paciente.
  • 25. Menstruação irregular Dra. Shalmani Joshi, médica ayurvedica, especializada em saúde feminina e ginecológica, aplicou o panchakarma em diversos tipos de problemas ginecológicos. Uma mulher que foi ter com ela por causa da obesidade, recebeu o diagnóstico que a obesidade estava relacionada com amenorreia secundária – cessação subita do ciclo menstrual causada pela insuficiência do rasa dhatu agni – o que naturalmente provoca uma acumulação de kapha. A mulher recebeu vamana, virechana e basti que reacendeu o seu agni; o seu ciclo menstrual retornou à normalidade e o problema com o peso desapareceu.
  • 26. Artrite  A Artrite é considerada como uma doença auto-imune, mas a medicina ocidental não descobriu ainda a sua causa. Como resultado apenas são possíveis alguns tratamentos amenizantes.  No entanto quando os textos da medicina ayurvédica foram escritos, há milhares de anos, descreviam uma doença chamada amavat, na qual o ama bloqueava os shrotas ou canais do corpo e restringia os movimentos do vata. Isso provocava perda de mobilidade nos ligamentos, resultando em dores e inchaço ou no que nós actualmente chamamos - artrite reumatóide. A terapia Panchakarma pode controlar esta doença e se a tratarmos no estádio inicial podemos revertê-la. Ela limpa as toxinas dos shrotas para que o vata possa novamente transportar prana e nutrição para ashti dhatu ou ossos.  A primeira abordagem a um paciente com reumático é sempre reforçar o seu agni digestivo e incrementar a digestão, assimilação e eliminação; e em segundo lugar reforçar o sistema imunitário.
  • 27. Doença de Parkinson  Um homem de 58 anos que sofria de parkinson há 17. Só conseguia andar com a ajuda de duas pessoas. Ele já estava a tomar a dose máxima de dopamina de forma a reduzir os tremores e aumentar a coordenação muscular.  Este tipo de doença tem a haver com uma desordem do vata envolvendo uma degeneração do majja dhatu (medula óssea) e o tratamento foca-se na apaziguação do vata. Inicialmente, efectua-se snehana, nasya e bastis para limpar e acalmar a zona vata e depois altera-se para o tratamento de nutrição e rejuvenescimento com pinda swedana, Pishinchhali e ksheer bastis para nutrir o mamsa (músculo) e a majja dhatus (medula óssea). Em três meses ele andava sem apoios e conseguiu diminuir a dopamina para metade. Ainda sem estar totalmente curado, sentia-se tão melhor que fez uma longa viagem, sózinho, ao norte da India.
  • 28. Cancro  O cancro pode responder bem à shodhana embora a maioria dos doentes com cancro só procurem ajuda num estado muito avançado, ou seja, praticamente incurável. Pelo ponto de vista Ayurvédico, o cancro é resultado de um agni ou força vital esgotados o que ocorre porque o funcionamento do vata está seriamente danificado. Um dos principais efeitos da panchakarma é restaurar o funcionamento normal do vara e aumentar a força vital. A chave é tratar esta doença mesmo no inicio.
  • 29. www.ibrata.com.br/ibrata/ps/terapias/panchakar ma.html  www.ayurvedatravelmall.com/ayurvedatrearment s.html  www.panchakarma.com/  www.ayurindus.com/treatments/panchakarma.ht ml  http://www.saladeayurveda.com/p/terapias- ayurvedicas.html  Swami SADA SHIVA TIRTHA; “The Ayurvedic Encyclopedia”  Sunil Joshi V. ; “Ayurveda e Panchakarma”