SlideShare uma empresa Scribd logo
 Bullying
O que é o Bullying? 	Bullying é um termo inglês utilizado para descrever actos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (bully ou "valentão") ou grupo de indivíduos com o objectivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz(ez) de se defender.
Por que algumas pessoas gostam de intimidar outros? Há muitas razões pelas quais alguns agressores intimidam as pessoas. Podem vê-lo como uma maneira de ser popular. Outros podem estar com ciúmes da pessoa que está a praticar bullying. Alguns agressores não entendem como o seu comportamento é nocivo e como ele faz a pessoa se sentir  intimidada.
O que pode fazer se  estiver a ser intimidado? Lidar com o assédio moral pode ser difícil, mas lembre-se, o que estar a ser intimidado não é o problema, o  comportamento bullying é o problema e tem de ser parado. Se uma criança está a ser intimidada, ele ou ela deve sempre conversar sobre o que fazer com um amigo, um professor , com  sua mãe ou pai ou com um adulto que pode confiar
Qual é a sensação de ser intimidado por alguém? Este comportamento faz que uma pessoa fique assustada e perturbada. Pode fazê-los tão preocupados que não pode funcionar bem na escola. Algumas crianças ir à escola ficar é uma tortura. Pode fazê-los sentir que eles não são boas, que há algo errado com eles. Os agressores podem fazer com que as outras pessoas sintam que a culpa é sua.
Quais são as consequências do Bullying sobre o ambiente escolar? 	Quando não existe uma intervenção efectiva contra o bullying, o ambiente escolar torna-se problemático. Todos os intervenientes no espaço escolar são (sem excepção) afectados de forma negativa, passando a experimentar sentimentos de ansiedade e medo que poderão desencadear outros ainda mais graves para a sociedade, como o abandono escolar, doenças psicossociais...
O bullying tem três termos essenciais: o comportamento é agressivo e negativo; o comportamento é executado repetidamente; o comportamento ocorre num relacionamento onde há um desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas.
O bullying divide-se em duas categorias: e Bullying directo Bullying indirecto
Bullying directo - é a forma mais comum entre os agressores (bullies) masculinos;  Bullying indirecto - conhecido como agressão social, é a forma mais comum em bullies  do sexo feminino e crianças pequenas, caracterizada por forçar a vítima ao isolamento social. Este isolamento é obtido através de várias técnicas (espalhar comentários; intimidar outros que desejam relacionar-se com a vítima; criticar o seu modo de vestir, a sua etnia ou religião, incapacidades…).
Existem  5 tipos de actores co-implicados no bullying: 	1-Agressor – pretende obter força, poder e domínio; ter fama e popularidade na escola amedrontando os outros;  	2-Vítima;  	3-Defenders – alunos que defendem as vítimas e são contra o bullying;  	4-Bystanders – alunos que presenciam a situação e reforçam positivamente a acção do agressor;  	5-Outsiders – alunos que não se manifestam nem de forma positiva nem de forma negativa perante o bullying.
Técnicas de Bullying ,[object Object]
Fazer com que a vítima faça o que ela não quer, ameaçando-a;
Fazer comentários negativos sobre a família da pessoa, sobre a sua aparência pessoal, orientação sexual, religião, raça, nível de vida, nacionalidade…
Levar a vítima ao isolamento social;
Praticar o cyberbullying (criar páginas falsas sobre a vítima em variados sites); ,[object Object]
Utilizar expressões ameaçadoras;
Chamar nomes aos colegas;
Agredir física e/ou verbalmente colegas, de forma sistemática e prolongada no tempo;
Fazer chacota" (cochichar) continuamente sobre a vítima;
Tirar bens aos colegas (dinheiro, objectos pessoais...). ,[object Object]
Efeitos no ambiente escolar: 	-Níveis elevados de abstinência escolar  	-Alta rotatividade do quadro de pessoal  	-Desrespeito pelos professores  	-Número de faltas elevado  	-Porte de arma por parte de crianças com o objectivo de se protegerem

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra sobre bullying
Palestra sobre bullyingPalestra sobre bullying
Violência Na Escola
Violência Na EscolaViolência Na Escola
Violência Na Escola
bethbal
 
O que é bully
O que é bullyO que é bully
O que é bully
yasmin150
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
tatimarana
 
Bullying não é brincadeira! Saiba o que é bullying, quais suas consequências,...
Bullying não é brincadeira! Saiba o que é bullying, quais suas consequências,...Bullying não é brincadeira! Saiba o que é bullying, quais suas consequências,...
Bullying não é brincadeira! Saiba o que é bullying, quais suas consequências,...
Daniela Moreira Ramos
 
Apresentação bullying
Apresentação bullyingApresentação bullying
Apresentação bullying
Parceiros Voluntários
 
Violência na escola
Violência na escolaViolência na escola
Violência na escola
Fabricia Maisa
 
Bullying - Nao e Coisa de Crianca
Bullying - Nao e Coisa de CriancaBullying - Nao e Coisa de Crianca
Bullying - Nao e Coisa de Crianca
flaviamazs
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
elainefpe
 
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
Anderson Hipolito Albuquerque Sousa
 
Bullying: o que é e como combatê-lo?
Bullying: o que é e como combatê-lo?Bullying: o que é e como combatê-lo?
Bullying: o que é e como combatê-lo?
Thiago de Almeida
 
BULLYING E CYBERBULLYING
BULLYING E CYBERBULLYINGBULLYING E CYBERBULLYING
BULLYING E CYBERBULLYING
CÉSAR TAVARES
 
Bullying apresentação
Bullying apresentaçãoBullying apresentação
Bullying apresentação
-
 
O que é violência sexual
O que é violência sexualO que é violência sexual
O que é violência sexual
Alinebrauna Brauna
 
Violência nas escolas palestra para crianças
Violência nas escolas palestra para criançasViolência nas escolas palestra para crianças
Violência nas escolas palestra para crianças
laboratório de informática cef15
 
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentesViolência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Alinebrauna Brauna
 
18 de maio
18 de maio18 de maio
18 de maio
Ivanílson Santos
 
Bullying
Bullying Bullying
Bullying
Cesarina Sousa
 
Trabalho sobre bullying
Trabalho sobre bullyingTrabalho sobre bullying
Trabalho sobre bullying
jackzeus
 
Violência doméstica
Violência domésticaViolência doméstica
Violência doméstica
Carolina Serra
 

Mais procurados (20)

Palestra sobre bullying
Palestra sobre bullyingPalestra sobre bullying
Palestra sobre bullying
 
Violência Na Escola
Violência Na EscolaViolência Na Escola
Violência Na Escola
 
O que é bully
O que é bullyO que é bully
O que é bully
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Bullying não é brincadeira! Saiba o que é bullying, quais suas consequências,...
Bullying não é brincadeira! Saiba o que é bullying, quais suas consequências,...Bullying não é brincadeira! Saiba o que é bullying, quais suas consequências,...
Bullying não é brincadeira! Saiba o que é bullying, quais suas consequências,...
 
Apresentação bullying
Apresentação bullyingApresentação bullying
Apresentação bullying
 
Violência na escola
Violência na escolaViolência na escola
Violência na escola
 
Bullying - Nao e Coisa de Crianca
Bullying - Nao e Coisa de CriancaBullying - Nao e Coisa de Crianca
Bullying - Nao e Coisa de Crianca
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
 
Bullying: o que é e como combatê-lo?
Bullying: o que é e como combatê-lo?Bullying: o que é e como combatê-lo?
Bullying: o que é e como combatê-lo?
 
BULLYING E CYBERBULLYING
BULLYING E CYBERBULLYINGBULLYING E CYBERBULLYING
BULLYING E CYBERBULLYING
 
Bullying apresentação
Bullying apresentaçãoBullying apresentação
Bullying apresentação
 
O que é violência sexual
O que é violência sexualO que é violência sexual
O que é violência sexual
 
Violência nas escolas palestra para crianças
Violência nas escolas palestra para criançasViolência nas escolas palestra para crianças
Violência nas escolas palestra para crianças
 
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentesViolência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentes
 
18 de maio
18 de maio18 de maio
18 de maio
 
Bullying
Bullying Bullying
Bullying
 
Trabalho sobre bullying
Trabalho sobre bullyingTrabalho sobre bullying
Trabalho sobre bullying
 
Violência doméstica
Violência domésticaViolência doméstica
Violência doméstica
 

Destaque

Bullying virtual
Bullying virtualBullying virtual
Bullying virtual
iesfa
 
Bullying verbal
Bullying verbalBullying verbal
Bullying verbal
Segundo Henao
 
Microsoft Power Point Bullying
Microsoft Power Point   BullyingMicrosoft Power Point   Bullying
Microsoft Power Point Bullying
Tito Romeu Gomes de Sousa Maia Mendes
 
Cyberbullying
CyberbullyingCyberbullying
Cyberbullying
bl03cook
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
Renata Sofia
 
Cyberbullying powerpoint
Cyberbullying powerpointCyberbullying powerpoint
Cyberbullying powerpoint
josiebrookeday
 
Research thesis (effects of bullying)
Research thesis (effects of bullying)Research thesis (effects of bullying)
Research thesis (effects of bullying)
frncsm13
 

Destaque (7)

Bullying virtual
Bullying virtualBullying virtual
Bullying virtual
 
Bullying verbal
Bullying verbalBullying verbal
Bullying verbal
 
Microsoft Power Point Bullying
Microsoft Power Point   BullyingMicrosoft Power Point   Bullying
Microsoft Power Point Bullying
 
Cyberbullying
CyberbullyingCyberbullying
Cyberbullying
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Cyberbullying powerpoint
Cyberbullying powerpointCyberbullying powerpoint
Cyberbullying powerpoint
 
Research thesis (effects of bullying)
Research thesis (effects of bullying)Research thesis (effects of bullying)
Research thesis (effects of bullying)
 

Semelhante a Bullying

A para quem ainda não sabe
A para quem ainda não sabeA para quem ainda não sabe
A para quem ainda não sabe
29portugal
 
Violência em Meio Escolar
Violência em Meio EscolarViolência em Meio Escolar
Violência em Meio Escolar
Msaude
 
Violência em Meio Escolar
Violência em Meio EscolarViolência em Meio Escolar
Violência em Meio Escolar
Msaude
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
rfzamith
 
Bullying
BullyingBullying
Palestra gabriel chalita em manaus 210809
Palestra gabriel chalita em manaus 210809Palestra gabriel chalita em manaus 210809
Palestra gabriel chalita em manaus 210809
SimoneHelenDrumond
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
Livres.art.br
 
Textos sobre bullying
Textos sobre bullyingTextos sobre bullying
Textos sobre bullying
Fabio Cruz
 
Bullying apresentação-flávia.
Bullying  apresentação-flávia.Bullying  apresentação-flávia.
Bullying apresentação-flávia.
Flávia Cunha Lima
 
Bullying apresentação-flávia.
Bullying  apresentação-flávia.Bullying  apresentação-flávia.
Bullying apresentação-flávia.
Flávia Cunha Lima
 
Bullying apresentação-flávia.
Bullying  apresentação-flávia.Bullying  apresentação-flávia.
Bullying apresentação-flávia.
Flávia Cunha Lima
 
Bullying
BullyingBullying
Trabalho escrito psicologia
Trabalho escrito psicologiaTrabalho escrito psicologia
Trabalho escrito psicologia
Amanda Jhonys
 
Bullying grupo b
Bullying grupo bBullying grupo b
Bullying grupo b
Ana Lúcia Freilão Água
 
Bullyind e desrespeito: como acabar com essa cultura na escola
Bullyind  e desrespeito: como acabar com essa cultura na escolaBullyind  e desrespeito: como acabar com essa cultura na escola
Bullyind e desrespeito: como acabar com essa cultura na escola
Cristiana de Oliveira
 
Bullyng no ambiente escolar
Bullyng no ambiente escolarBullyng no ambiente escolar
Bullyng no ambiente escolar
Israel Deus
 
Esquema bullying
Esquema bullyingEsquema bullying
Esquema bullying
Laura Reis
 
Jonathan arruda dione_soares_bullyng no ambiente escolar
Jonathan arruda dione_soares_bullyng no ambiente escolarJonathan arruda dione_soares_bullyng no ambiente escolar
Jonathan arruda dione_soares_bullyng no ambiente escolar
Israel Deus
 
Bullyingassedio
BullyingassedioBullyingassedio
Bullyingassedio
Lucas Rauan
 
Projeto Bullying
Projeto BullyingProjeto Bullying
Projeto Bullying
barreto coelho
 

Semelhante a Bullying (20)

A para quem ainda não sabe
A para quem ainda não sabeA para quem ainda não sabe
A para quem ainda não sabe
 
Violência em Meio Escolar
Violência em Meio EscolarViolência em Meio Escolar
Violência em Meio Escolar
 
Violência em Meio Escolar
Violência em Meio EscolarViolência em Meio Escolar
Violência em Meio Escolar
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Palestra gabriel chalita em manaus 210809
Palestra gabriel chalita em manaus 210809Palestra gabriel chalita em manaus 210809
Palestra gabriel chalita em manaus 210809
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Textos sobre bullying
Textos sobre bullyingTextos sobre bullying
Textos sobre bullying
 
Bullying apresentação-flávia.
Bullying  apresentação-flávia.Bullying  apresentação-flávia.
Bullying apresentação-flávia.
 
Bullying apresentação-flávia.
Bullying  apresentação-flávia.Bullying  apresentação-flávia.
Bullying apresentação-flávia.
 
Bullying apresentação-flávia.
Bullying  apresentação-flávia.Bullying  apresentação-flávia.
Bullying apresentação-flávia.
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Trabalho escrito psicologia
Trabalho escrito psicologiaTrabalho escrito psicologia
Trabalho escrito psicologia
 
Bullying grupo b
Bullying grupo bBullying grupo b
Bullying grupo b
 
Bullyind e desrespeito: como acabar com essa cultura na escola
Bullyind  e desrespeito: como acabar com essa cultura na escolaBullyind  e desrespeito: como acabar com essa cultura na escola
Bullyind e desrespeito: como acabar com essa cultura na escola
 
Bullyng no ambiente escolar
Bullyng no ambiente escolarBullyng no ambiente escolar
Bullyng no ambiente escolar
 
Esquema bullying
Esquema bullyingEsquema bullying
Esquema bullying
 
Jonathan arruda dione_soares_bullyng no ambiente escolar
Jonathan arruda dione_soares_bullyng no ambiente escolarJonathan arruda dione_soares_bullyng no ambiente escolar
Jonathan arruda dione_soares_bullyng no ambiente escolar
 
Bullyingassedio
BullyingassedioBullyingassedio
Bullyingassedio
 
Projeto Bullying
Projeto BullyingProjeto Bullying
Projeto Bullying
 

Mais de veronicasilva

Higiene
HigieneHigiene
Higiene
veronicasilva
 
Violência no namoro
Violência no namoroViolência no namoro
Violência no namoro
veronicasilva
 
Regras de segurança no laboratório
Regras de segurança no laboratórioRegras de segurança no laboratório
Regras de segurança no laboratório
veronicasilva
 
Escola ElectãO
Escola  ElectãOEscola  ElectãO
Escola ElectãO
veronicasilva
 
A Sexualidade Na AdolescêNcia
A Sexualidade Na AdolescêNciaA Sexualidade Na AdolescêNcia
A Sexualidade Na AdolescêNcia
veronicasilva
 
Educação Sexual
Educação  SexualEducação  Sexual
Educação Sexual
veronicasilva
 
Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
veronicasilva
 
Educação Ambiental
Educação AmbientalEducação Ambiental
Educação Ambiental
veronicasilva
 
Le Forme Del Dialogo Sociale In Italia Europam3
Le Forme Del Dialogo Sociale In Italia Europam3Le Forme Del Dialogo Sociale In Italia Europam3
Le Forme Del Dialogo Sociale In Italia Europam3veronicasilva
 
Europa
EuropaEuropa
Fidestra M11
Fidestra M11Fidestra M11
Fidestra M11
veronicasilva
 
energias renováveis
energias renováveisenergias renováveis
energias renováveis
veronicasilva
 
Electronica
ElectronicaElectronica
Electronica
veronicasilva
 
AsséDio & Abuso Sexual
AsséDio & Abuso SexualAsséDio & Abuso Sexual
AsséDio & Abuso Sexual
veronicasilva
 
Sexualidade Infantil
Sexualidade InfantilSexualidade Infantil
Sexualidade Infantil
veronicasilva
 
Os Agentes De SocializaçãO Na AdolescêNcia
Os Agentes De SocializaçãO Na AdolescêNciaOs Agentes De SocializaçãO Na AdolescêNcia
Os Agentes De SocializaçãO Na AdolescêNcia
veronicasilva
 
á Descoberta Da Sexualidade
á Descoberta Da Sexualidadeá Descoberta Da Sexualidade
á Descoberta Da Sexualidade
veronicasilva
 
Sexo E Sexualidade
Sexo E SexualidadeSexo E Sexualidade
Sexo E Sexualidade
veronicasilva
 
MéTodos Contraceptivos
MéTodos ContraceptivosMéTodos Contraceptivos
MéTodos Contraceptivos
veronicasilva
 
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPOADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
veronicasilva
 

Mais de veronicasilva (20)

Higiene
HigieneHigiene
Higiene
 
Violência no namoro
Violência no namoroViolência no namoro
Violência no namoro
 
Regras de segurança no laboratório
Regras de segurança no laboratórioRegras de segurança no laboratório
Regras de segurança no laboratório
 
Escola ElectãO
Escola  ElectãOEscola  ElectãO
Escola ElectãO
 
A Sexualidade Na AdolescêNcia
A Sexualidade Na AdolescêNciaA Sexualidade Na AdolescêNcia
A Sexualidade Na AdolescêNcia
 
Educação Sexual
Educação  SexualEducação  Sexual
Educação Sexual
 
Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
 
Educação Ambiental
Educação AmbientalEducação Ambiental
Educação Ambiental
 
Le Forme Del Dialogo Sociale In Italia Europam3
Le Forme Del Dialogo Sociale In Italia Europam3Le Forme Del Dialogo Sociale In Italia Europam3
Le Forme Del Dialogo Sociale In Italia Europam3
 
Europa
EuropaEuropa
Europa
 
Fidestra M11
Fidestra M11Fidestra M11
Fidestra M11
 
energias renováveis
energias renováveisenergias renováveis
energias renováveis
 
Electronica
ElectronicaElectronica
Electronica
 
AsséDio & Abuso Sexual
AsséDio & Abuso SexualAsséDio & Abuso Sexual
AsséDio & Abuso Sexual
 
Sexualidade Infantil
Sexualidade InfantilSexualidade Infantil
Sexualidade Infantil
 
Os Agentes De SocializaçãO Na AdolescêNcia
Os Agentes De SocializaçãO Na AdolescêNciaOs Agentes De SocializaçãO Na AdolescêNcia
Os Agentes De SocializaçãO Na AdolescêNcia
 
á Descoberta Da Sexualidade
á Descoberta Da Sexualidadeá Descoberta Da Sexualidade
á Descoberta Da Sexualidade
 
Sexo E Sexualidade
Sexo E SexualidadeSexo E Sexualidade
Sexo E Sexualidade
 
MéTodos Contraceptivos
MéTodos ContraceptivosMéTodos Contraceptivos
MéTodos Contraceptivos
 
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPOADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
 

Último

Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 

Último (20)

Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 

Bullying

  • 2. O que é o Bullying? Bullying é um termo inglês utilizado para descrever actos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (bully ou "valentão") ou grupo de indivíduos com o objectivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz(ez) de se defender.
  • 3. Por que algumas pessoas gostam de intimidar outros? Há muitas razões pelas quais alguns agressores intimidam as pessoas. Podem vê-lo como uma maneira de ser popular. Outros podem estar com ciúmes da pessoa que está a praticar bullying. Alguns agressores não entendem como o seu comportamento é nocivo e como ele faz a pessoa se sentir intimidada.
  • 4. O que pode fazer se estiver a ser intimidado? Lidar com o assédio moral pode ser difícil, mas lembre-se, o que estar a ser intimidado não é o problema, o comportamento bullying é o problema e tem de ser parado. Se uma criança está a ser intimidada, ele ou ela deve sempre conversar sobre o que fazer com um amigo, um professor , com sua mãe ou pai ou com um adulto que pode confiar
  • 5. Qual é a sensação de ser intimidado por alguém? Este comportamento faz que uma pessoa fique assustada e perturbada. Pode fazê-los tão preocupados que não pode funcionar bem na escola. Algumas crianças ir à escola ficar é uma tortura. Pode fazê-los sentir que eles não são boas, que há algo errado com eles. Os agressores podem fazer com que as outras pessoas sintam que a culpa é sua.
  • 6. Quais são as consequências do Bullying sobre o ambiente escolar? Quando não existe uma intervenção efectiva contra o bullying, o ambiente escolar torna-se problemático. Todos os intervenientes no espaço escolar são (sem excepção) afectados de forma negativa, passando a experimentar sentimentos de ansiedade e medo que poderão desencadear outros ainda mais graves para a sociedade, como o abandono escolar, doenças psicossociais...
  • 7. O bullying tem três termos essenciais: o comportamento é agressivo e negativo; o comportamento é executado repetidamente; o comportamento ocorre num relacionamento onde há um desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas.
  • 8. O bullying divide-se em duas categorias: e Bullying directo Bullying indirecto
  • 9. Bullying directo - é a forma mais comum entre os agressores (bullies) masculinos; Bullying indirecto - conhecido como agressão social, é a forma mais comum em bullies do sexo feminino e crianças pequenas, caracterizada por forçar a vítima ao isolamento social. Este isolamento é obtido através de várias técnicas (espalhar comentários; intimidar outros que desejam relacionar-se com a vítima; criticar o seu modo de vestir, a sua etnia ou religião, incapacidades…).
  • 10. Existem 5 tipos de actores co-implicados no bullying: 1-Agressor – pretende obter força, poder e domínio; ter fama e popularidade na escola amedrontando os outros; 2-Vítima; 3-Defenders – alunos que defendem as vítimas e são contra o bullying; 4-Bystanders – alunos que presenciam a situação e reforçam positivamente a acção do agressor; 5-Outsiders – alunos que não se manifestam nem de forma positiva nem de forma negativa perante o bullying.
  • 11.
  • 12. Fazer com que a vítima faça o que ela não quer, ameaçando-a;
  • 13. Fazer comentários negativos sobre a família da pessoa, sobre a sua aparência pessoal, orientação sexual, religião, raça, nível de vida, nacionalidade…
  • 14. Levar a vítima ao isolamento social;
  • 15.
  • 17. Chamar nomes aos colegas;
  • 18. Agredir física e/ou verbalmente colegas, de forma sistemática e prolongada no tempo;
  • 19. Fazer chacota" (cochichar) continuamente sobre a vítima;
  • 20.
  • 21. Efeitos no ambiente escolar: -Níveis elevados de abstinência escolar -Alta rotatividade do quadro de pessoal -Desrespeito pelos professores -Número de faltas elevado -Porte de arma por parte de crianças com o objectivo de se protegerem
  • 22. Para a eliminação da violência na escola, devem ser criadas e tomadas as medidas necessárias por parte das entidades responsáveis. Quando são bem aplicadas e é envolvida toda a comunidade escolar, contribuem para o convívio saudável e equilibrado, ou seja, para a formação de uma cultura de não-violência na escola, e de uma forma mais geral, na sociedade.  
  • 23. Características dos agressores Os adolescentes agressores têm personalidades autoritárias, combinadas com uma forte necessidade de controlar ou dominar. Os sentimentos como a inveja e o ressentimento são motivos pelos quais os agressores praticam o Bullying. Os comportamentos agressivos dos agressores têm origem na sua infância.
  • 24. Se o comportamento agressivo não é desafiado na infância, há risco de que ele se torne habitual. A prática de bullying durante a infância põe a criança em risco de comportamento criminoso e violência doméstica na idade adulta.
  • 25. O que fazer se vir uma pessoa ser intimidada? Se vir alguém a ser intimidado, a melhor maneira de ajudar é falar com um adulto ou com o seu professor, se está a ocorrer na escola. Se não fizer nada, você está dizer SIM ao bullying.
  • 26. Fontes da internet: http://pt.wikipedia.org/wiki/Bullying http://www.juventude.gov.pt/Portal/SaudeSexualidadeJuvenil/TemaMes/98_bullying.htm http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://www.childsafetyaustralia.com.au/children/bullying/images/bully.gif&imgrefurl=http://www.childsafetyaustralia.com.au/children/bullying/bullying.htm&usg=__BssbkLDp4jtx50Z8MPDQanoyZGE=&h=310&w=300&sz=19&hl=pt-PT&start=2&um=1&itbs=1&tbnid=VRP4moT7GlEyIM:&tbnh=117&tbnw=113&prev=/images%3Fq%3Dbullying%26um%3D1%26hl%3Dpt-PT%26sa%3DN%26tbs%3Disch:1
  • 27. Trabalho realizado por: -João Silva Nº11 -José Pereira Nº13 -Paula Ferreira Nº17 -Paulo Fernandes Nº20