SlideShare uma empresa Scribd logo
Teoria do Agenda Setting
Origem
 Também conhecida por Agendamento, a Teoria do
Agenda Setting é uma teoria de Comunicação formulada
por Maxwell McCombs e Donald Shaw na década de
1970;
 De acordo com este pensamento, os media determinam a
agenda para a opinião pública, ao destacar determinados
temas e preterir, ofuscar ou ignorar outros tantos;
Teoria do Agenda Setting
Origem
 As ideias básicas da Hipótese do Agendamento podem ser
atribuídas ao trabalho de Walter Lippmann, pois este propôs a
tese de que as pessoas não respondiam diretamente aos factos
do mundo real, mas que viviam num pseudo-ambiente
composto pelas “imagens das nossas cabeças”;
 Os media tiveram um papel importante no fornecimento
destas imagens e na configuração deste pseudo-ambiente.
Teoria do Agenda Setting
Conceito
 Explica a correspondência entre a intensidade de
cobertura de um facto pelos media e a relevância
desse facto para o público (esta correspondência
ocorre repetidamente);
 O agendamento ocorre porque a imprensa deve ser
seletiva ao noticiar os factos;
Teoria do Agenda Setting
Conceito
 Os profissionais de notícias atuam como gatekeepers
(porteiros) da informação, deixando passar algumas e
barrando outras, na medida em que escolhem o que
noticiar e o que ignorar.
 O que o público sabe e com o que se importa em dado
momento é, em grande parte, um produto do gatekeep
ingmidiático
Teoria do Agenda Setting
Conceito
 Conclusão: O termo “agenda setting” significa
pauta de fixação, uma forma de direcionar a atenção
que os leitores e telespectadores de uma reportagem
seguirão, ou seja, a media direciona-nos para os
temas que serão considerados do interesse coletivo.
Teoria do Agenda Setting
Conceito
 Segundo Walter Lippmann, o conhecimento que as
pessoas têm do mundo exterior é formado pela
seleção mediática de símbolos presentes no mundo
real, criando uma relação entre a agenda mediática e
a agenda pública!
Teoria do Agenda Setting
Função
 A Função do Agenda Setting é um
processo de três níveis:
 Media Agenda;
 Public Agenda;
 Policy Agenda.
Teoria do Agenda Setting
Função – Níveis
 Media Agenda (Agenda Mediática) – questões discutidas
na media;
 Public Agenda (Agenda Pública ou da Sociedade Civil) –
questões discutidas e pessoalmente relevantes para o
público;
 Policy Agenda (Agenda de Políticas Públicas) – questões
que gestores públicos consideram importantes.
Conceitos Relacionados
 Gatekeeping: controlo sobre a seleção do
conteúdo exercido pela media e pela
imprensa;
 Priming: no agendamento, a ideia de que
a media atrai a atenção para alguns aspetos
da vida política em detrimento de outros.
Conceitos Relacionados
 Framing ou enquadramento:
apresentação de conteúdo de forma a orientar
a sua interpretação em certas linhas
predeterminadas;
 Time-lag: período que decorre entre a
cobertura informativa dos meios de
comunicação de massa e a agenda do público.
Teoria do Agenda Setting

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E Gatekeeper
Aula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E GatekeeperAula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E Gatekeeper
Aula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E Gatekeeper
RTimponi
 
Aula 02 Teorias do Jornalismo_Agenda Setting
Aula 02 Teorias do Jornalismo_Agenda SettingAula 02 Teorias do Jornalismo_Agenda Setting
Aula 02 Teorias do Jornalismo_Agenda Setting
Elizeu Nascimento Silva
 
GATE KEEPER
GATE KEEPERGATE KEEPER
GATE KEEPER
Carla Ferreira
 
A Teoria do Agendamento na Atuação da Imprensa Sergipana_Artigo
A Teoria do Agendamento na Atuação da Imprensa Sergipana_ArtigoA Teoria do Agendamento na Atuação da Imprensa Sergipana_Artigo
A Teoria do Agendamento na Atuação da Imprensa Sergipana_Artigo
Janete Cahet
 
A mensagem na comunicação pública
A mensagem na comunicação públicaA mensagem na comunicação pública
A mensagem na comunicação pública
Murilo Pinto
 
Comunicação pública
Comunicação públicaComunicação pública
Comunicação pública
Marcelo Freire
 
Comunicação política
Comunicação políticaComunicação política
Comunicação política
Marcelo Freire
 
Oficina Mídias Sociais e Opinião Pública
Oficina Mídias Sociais e Opinião PúblicaOficina Mídias Sociais e Opinião Pública
Oficina Mídias Sociais e Opinião Pública
Gustavo Ferreira
 
Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?
Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?
Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?
Nina Santos
 
O Papel Da Imprensa Na FormaçãO Da OpiniãO PúBlica
O Papel Da Imprensa Na FormaçãO Da OpiniãO PúBlicaO Papel Da Imprensa Na FormaçãO Da OpiniãO PúBlica
O Papel Da Imprensa Na FormaçãO Da OpiniãO PúBlica
crisviudes
 
Comunicação pública
Comunicação públicaComunicação pública
Comunicação pública
Jaqueline de Carvalho Motter
 
Comunicação Pública em Mídias Dinâmicas
Comunicação Pública em Mídias DinâmicasComunicação Pública em Mídias Dinâmicas
Comunicação Pública em Mídias Dinâmicas
Murilo Pinto
 
Opinião publica
Opinião publicaOpinião publica
Opinião publica
Lorredana Pereira
 
Blogs, esfera pública e política na sociedade contemporânea
Blogs, esfera pública e política na sociedade contemporâneaBlogs, esfera pública e política na sociedade contemporânea
Blogs, esfera pública e política na sociedade contemporânea
Fábio Fonseca de Castro
 
Dossiê “mídia e política”
Dossiê “mídia e política”Dossiê “mídia e política”
Dossiê “mídia e política”
Heron Carvalho
 
Princípios e conceitos para a comunicação pública em mídias sociais
Princípios e conceitos para a comunicação pública em mídias sociaisPrincípios e conceitos para a comunicação pública em mídias sociais
Princípios e conceitos para a comunicação pública em mídias sociais
Murilo Pinto
 
5 livro deslumbramento coletivo (seleção)
5   livro deslumbramento coletivo (seleção)5   livro deslumbramento coletivo (seleção)
5 livro deslumbramento coletivo (seleção)
viniciusbraga01
 
Discurso e redes sociais: o caso “Voz da comunidade
Discurso e redes sociais: o caso “Voz da  comunidadeDiscurso e redes sociais: o caso “Voz da  comunidade
Discurso e redes sociais: o caso “Voz da comunidade
Flávia Lopes
 
Mídia e opinião pública
Mídia e opinião públicaMídia e opinião pública
Mídia e opinião pública
Murilo Cisalpino
 

Mais procurados (19)

Aula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E Gatekeeper
Aula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E GatekeeperAula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E Gatekeeper
Aula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E Gatekeeper
 
Aula 02 Teorias do Jornalismo_Agenda Setting
Aula 02 Teorias do Jornalismo_Agenda SettingAula 02 Teorias do Jornalismo_Agenda Setting
Aula 02 Teorias do Jornalismo_Agenda Setting
 
GATE KEEPER
GATE KEEPERGATE KEEPER
GATE KEEPER
 
A Teoria do Agendamento na Atuação da Imprensa Sergipana_Artigo
A Teoria do Agendamento na Atuação da Imprensa Sergipana_ArtigoA Teoria do Agendamento na Atuação da Imprensa Sergipana_Artigo
A Teoria do Agendamento na Atuação da Imprensa Sergipana_Artigo
 
A mensagem na comunicação pública
A mensagem na comunicação públicaA mensagem na comunicação pública
A mensagem na comunicação pública
 
Comunicação pública
Comunicação públicaComunicação pública
Comunicação pública
 
Comunicação política
Comunicação políticaComunicação política
Comunicação política
 
Oficina Mídias Sociais e Opinião Pública
Oficina Mídias Sociais e Opinião PúblicaOficina Mídias Sociais e Opinião Pública
Oficina Mídias Sociais e Opinião Pública
 
Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?
Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?
Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?
 
O Papel Da Imprensa Na FormaçãO Da OpiniãO PúBlica
O Papel Da Imprensa Na FormaçãO Da OpiniãO PúBlicaO Papel Da Imprensa Na FormaçãO Da OpiniãO PúBlica
O Papel Da Imprensa Na FormaçãO Da OpiniãO PúBlica
 
Comunicação pública
Comunicação públicaComunicação pública
Comunicação pública
 
Comunicação Pública em Mídias Dinâmicas
Comunicação Pública em Mídias DinâmicasComunicação Pública em Mídias Dinâmicas
Comunicação Pública em Mídias Dinâmicas
 
Opinião publica
Opinião publicaOpinião publica
Opinião publica
 
Blogs, esfera pública e política na sociedade contemporânea
Blogs, esfera pública e política na sociedade contemporâneaBlogs, esfera pública e política na sociedade contemporânea
Blogs, esfera pública e política na sociedade contemporânea
 
Dossiê “mídia e política”
Dossiê “mídia e política”Dossiê “mídia e política”
Dossiê “mídia e política”
 
Princípios e conceitos para a comunicação pública em mídias sociais
Princípios e conceitos para a comunicação pública em mídias sociaisPrincípios e conceitos para a comunicação pública em mídias sociais
Princípios e conceitos para a comunicação pública em mídias sociais
 
5 livro deslumbramento coletivo (seleção)
5   livro deslumbramento coletivo (seleção)5   livro deslumbramento coletivo (seleção)
5 livro deslumbramento coletivo (seleção)
 
Discurso e redes sociais: o caso “Voz da comunidade
Discurso e redes sociais: o caso “Voz da  comunidadeDiscurso e redes sociais: o caso “Voz da  comunidade
Discurso e redes sociais: o caso “Voz da comunidade
 
Mídia e opinião pública
Mídia e opinião públicaMídia e opinião pública
Mídia e opinião pública
 

Destaque

Teorias da comunição e book
Teorias da comunição   e bookTeorias da comunição   e book
Teorias da comunição e book
Professor Sérgio Duarte
 
Tc agendamento fernando_ilharco (2)
Tc agendamento fernando_ilharco (2)Tc agendamento fernando_ilharco (2)
Tc agendamento fernando_ilharco (2)
afonso rosario ason
 
AGENDA SETTING
AGENDA SETTINGAGENDA SETTING
AGENDA SETTING
TeteuLincoln
 
Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01
Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01
Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01
Fernando Fontanella
 
Agenda setting theory ppt
Agenda setting theory pptAgenda setting theory ppt
Agenda setting theory ppt
Umair Iftikhar Natt
 
Agenda Setting Theory
Agenda Setting TheoryAgenda Setting Theory
Agenda Setting Theory
TaylerEaston
 

Destaque (6)

Teorias da comunição e book
Teorias da comunição   e bookTeorias da comunição   e book
Teorias da comunição e book
 
Tc agendamento fernando_ilharco (2)
Tc agendamento fernando_ilharco (2)Tc agendamento fernando_ilharco (2)
Tc agendamento fernando_ilharco (2)
 
AGENDA SETTING
AGENDA SETTINGAGENDA SETTING
AGENDA SETTING
 
Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01
Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01
Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01
 
Agenda setting theory ppt
Agenda setting theory pptAgenda setting theory ppt
Agenda setting theory ppt
 
Agenda Setting Theory
Agenda Setting TheoryAgenda Setting Theory
Agenda Setting Theory
 

Semelhante a Apresentação1

Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...
Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...
Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...
Samuel Barros
 
Agendamento e Twitter: um estudo exploratório
Agendamento e Twitter: um estudo exploratórioAgendamento e Twitter: um estudo exploratório
Agendamento e Twitter: um estudo exploratório
Nina Santos
 
Teorias do Jornalismo (4).ppt
Teorias do Jornalismo (4).pptTeorias do Jornalismo (4).ppt
Teorias do Jornalismo (4).ppt
GabrielFcchio
 
20042010 grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte[1]
20042010 grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte[1]20042010 grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte[1]
20042010 grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte[1]
videoparatodos
 
A importância dos Estudos Culturais e Teorias Jornalísticas
A importância dos Estudos Culturais e Teorias JornalísticasA importância dos Estudos Culturais e Teorias Jornalísticas
A importância dos Estudos Culturais e Teorias Jornalísticas
Paula Calixto
 
Aula5 Teoria da Comunicação
Aula5 Teoria da ComunicaçãoAula5 Teoria da Comunicação
Aula5 Teoria da Comunicação
Luciana Ferreira
 
Grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte
Grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinteGrupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte
Grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte
guestdd96fad
 
Políticas Públicas - Revisão Bibliográfica
Políticas Públicas - Revisão BibliográficaPolíticas Públicas - Revisão Bibliográfica
Políticas Públicas - Revisão Bibliográfica
Rafael Lisboa
 
A pirâmide e o Agendamento
A pirâmide  e o AgendamentoA pirâmide  e o Agendamento
A pirâmide e o Agendamento
Carlos Figueiredo
 
Ciclo de políticas públicas.pdf
Ciclo de políticas públicas.pdfCiclo de políticas públicas.pdf
Ciclo de políticas públicas.pdf
Anacarolgarcia
 
Aula 8
Aula 8Aula 8
Aula 8
Comunidados
 
1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx
1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx
1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx
LarissaMolina4
 
Celina souza políticas públicas aula 2
Celina souza políticas públicas aula 2Celina souza políticas públicas aula 2
Celina souza políticas públicas aula 2
Briggida Azevedo
 
Tcc uniara (2)
Tcc uniara (2)Tcc uniara (2)
Tcc uniara (2)
Paulo Santucci
 
Capítulo 20 international applications of agenda setting theory
Capítulo 20 international applications of agenda setting theoryCapítulo 20 international applications of agenda setting theory
Capítulo 20 international applications of agenda setting theory
COMPOL - Grupo de Pesquisa Comunicação Pública e Política
 
Relações com a Imprensa
Relações com a ImprensaRelações com a Imprensa
Relações com a Imprensa
weca.lab
 
Teorias Jornalísticas
Teorias JornalísticasTeorias Jornalísticas
Teorias Jornalísticas
Henrique Nunes
 
Prova 1 – teorias da comunicação II
Prova 1 – teorias da comunicação IIProva 1 – teorias da comunicação II
Prova 1 – teorias da comunicação II
Inah Tanikawa
 
A Teoria Organizacional Adaptada ao Jornalismo
A Teoria Organizacional Adaptada ao JornalismoA Teoria Organizacional Adaptada ao Jornalismo
A Teoria Organizacional Adaptada ao Jornalismo
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV
050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV
050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV
Lucidalva Lopes Dos Anjos
 

Semelhante a Apresentação1 (20)

Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...
Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...
Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...
 
Agendamento e Twitter: um estudo exploratório
Agendamento e Twitter: um estudo exploratórioAgendamento e Twitter: um estudo exploratório
Agendamento e Twitter: um estudo exploratório
 
Teorias do Jornalismo (4).ppt
Teorias do Jornalismo (4).pptTeorias do Jornalismo (4).ppt
Teorias do Jornalismo (4).ppt
 
20042010 grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte[1]
20042010 grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte[1]20042010 grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte[1]
20042010 grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte[1]
 
A importância dos Estudos Culturais e Teorias Jornalísticas
A importância dos Estudos Culturais e Teorias JornalísticasA importância dos Estudos Culturais e Teorias Jornalísticas
A importância dos Estudos Culturais e Teorias Jornalísticas
 
Aula5 Teoria da Comunicação
Aula5 Teoria da ComunicaçãoAula5 Teoria da Comunicação
Aula5 Teoria da Comunicação
 
Grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte
Grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinteGrupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte
Grupo 01 tr14 maurício da silva mauricio silva aluno_ouvinte
 
Políticas Públicas - Revisão Bibliográfica
Políticas Públicas - Revisão BibliográficaPolíticas Públicas - Revisão Bibliográfica
Políticas Públicas - Revisão Bibliográfica
 
A pirâmide e o Agendamento
A pirâmide  e o AgendamentoA pirâmide  e o Agendamento
A pirâmide e o Agendamento
 
Ciclo de políticas públicas.pdf
Ciclo de políticas públicas.pdfCiclo de políticas públicas.pdf
Ciclo de políticas públicas.pdf
 
Aula 8
Aula 8Aula 8
Aula 8
 
1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx
1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx
1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx
 
Celina souza políticas públicas aula 2
Celina souza políticas públicas aula 2Celina souza políticas públicas aula 2
Celina souza políticas públicas aula 2
 
Tcc uniara (2)
Tcc uniara (2)Tcc uniara (2)
Tcc uniara (2)
 
Capítulo 20 international applications of agenda setting theory
Capítulo 20 international applications of agenda setting theoryCapítulo 20 international applications of agenda setting theory
Capítulo 20 international applications of agenda setting theory
 
Relações com a Imprensa
Relações com a ImprensaRelações com a Imprensa
Relações com a Imprensa
 
Teorias Jornalísticas
Teorias JornalísticasTeorias Jornalísticas
Teorias Jornalísticas
 
Prova 1 – teorias da comunicação II
Prova 1 – teorias da comunicação IIProva 1 – teorias da comunicação II
Prova 1 – teorias da comunicação II
 
A Teoria Organizacional Adaptada ao Jornalismo
A Teoria Organizacional Adaptada ao JornalismoA Teoria Organizacional Adaptada ao Jornalismo
A Teoria Organizacional Adaptada ao Jornalismo
 
050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV
050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV
050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV
 

Último

Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 

Último (20)

Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 

Apresentação1

  • 1.
  • 2. Teoria do Agenda Setting Origem  Também conhecida por Agendamento, a Teoria do Agenda Setting é uma teoria de Comunicação formulada por Maxwell McCombs e Donald Shaw na década de 1970;  De acordo com este pensamento, os media determinam a agenda para a opinião pública, ao destacar determinados temas e preterir, ofuscar ou ignorar outros tantos;
  • 3. Teoria do Agenda Setting Origem  As ideias básicas da Hipótese do Agendamento podem ser atribuídas ao trabalho de Walter Lippmann, pois este propôs a tese de que as pessoas não respondiam diretamente aos factos do mundo real, mas que viviam num pseudo-ambiente composto pelas “imagens das nossas cabeças”;  Os media tiveram um papel importante no fornecimento destas imagens e na configuração deste pseudo-ambiente.
  • 4. Teoria do Agenda Setting Conceito  Explica a correspondência entre a intensidade de cobertura de um facto pelos media e a relevância desse facto para o público (esta correspondência ocorre repetidamente);  O agendamento ocorre porque a imprensa deve ser seletiva ao noticiar os factos;
  • 5. Teoria do Agenda Setting Conceito  Os profissionais de notícias atuam como gatekeepers (porteiros) da informação, deixando passar algumas e barrando outras, na medida em que escolhem o que noticiar e o que ignorar.  O que o público sabe e com o que se importa em dado momento é, em grande parte, um produto do gatekeep ingmidiático
  • 6. Teoria do Agenda Setting Conceito  Conclusão: O termo “agenda setting” significa pauta de fixação, uma forma de direcionar a atenção que os leitores e telespectadores de uma reportagem seguirão, ou seja, a media direciona-nos para os temas que serão considerados do interesse coletivo.
  • 7. Teoria do Agenda Setting Conceito  Segundo Walter Lippmann, o conhecimento que as pessoas têm do mundo exterior é formado pela seleção mediática de símbolos presentes no mundo real, criando uma relação entre a agenda mediática e a agenda pública!
  • 8. Teoria do Agenda Setting Função  A Função do Agenda Setting é um processo de três níveis:  Media Agenda;  Public Agenda;  Policy Agenda.
  • 9. Teoria do Agenda Setting Função – Níveis  Media Agenda (Agenda Mediática) – questões discutidas na media;  Public Agenda (Agenda Pública ou da Sociedade Civil) – questões discutidas e pessoalmente relevantes para o público;  Policy Agenda (Agenda de Políticas Públicas) – questões que gestores públicos consideram importantes.
  • 10. Conceitos Relacionados  Gatekeeping: controlo sobre a seleção do conteúdo exercido pela media e pela imprensa;  Priming: no agendamento, a ideia de que a media atrai a atenção para alguns aspetos da vida política em detrimento de outros.
  • 11. Conceitos Relacionados  Framing ou enquadramento: apresentação de conteúdo de forma a orientar a sua interpretação em certas linhas predeterminadas;  Time-lag: período que decorre entre a cobertura informativa dos meios de comunicação de massa e a agenda do público.
  • 12. Teoria do Agenda Setting