SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
Teoria daTeoria da
Agenda SettingAgenda Setting
Jefferson Cândido Sampaio
Matrícula: 201101172975
Comunicação Comunitária
O que é Agenda Setting?O que é Agenda Setting?
• A hipótese do agenda setting é um tipo de
efeito social da mídia que compreende a
seleção, disposição e incidência de
notícias sobre os temas que o público
falará e discutirá.
O que é Agenda Setting?O que é Agenda Setting?
• Maxwell McCombs e Donald Shaw (1972), pioneiros na
apresentação da hipótese do agendamento.
• "Na maior parte do tempo, a mídia pode não ter êxito
em dizer aos leitores o que pensar, mas é
espantosamente exitosa em dizer aos
leitores sobre o que pensar“.
• A pauta das conversas interpessoais é sugerida
pelos jornais, televisão, rádio e internet, propiciando
aos receptores a hierarquização dos assuntos que
devem ser pensados/falados. A realidade social
passa a ser representada por um cenário montado a
partir dos meios de comunicação de massa.
O que é Agenda Setting?O que é Agenda Setting?
• A curiosidade pelos efeitos dos meios de comunicação na opinião
pública produziu uma vasta literatura sobre o agenda setting. Os
estudos são aplicados, em sua maioria, em períodos de campanhas
eleitorais. Entende-se que uma eleição fornece subsídios
suficientes para uma análise de influência dos meios de
comunicação sobre a opinião pública, pois são produzidas muitas
informações que serão assimiladas pelo público.
• As pessoas têm tendência para incluir ou excluir dos seus próprios
conhecimentos aquilo que os mass media incluem ou excluem do
seu próprio conteúdo. Além disso, o público tende a atribuir àquilo
que esse conteúdo inclui uma importância que reflete de perto a
ênfase atribuída pelos mass media aos acontecimentos, aos
problemas, às pessoas (Shaw, E. apud Wolf, 2001, p.144).
O que é Agenda Setting?O que é Agenda Setting?
• Em 1968 nos Estados Unidos, além de confrontar o que os eleitores
de Chapel Hill (local escolhido para a realização da pesquisa)
achavam, este estudo tinha o propósito de investigar a capacidade
de agendamento dos media na campanha presidencial de
afirmarem serem as questões chaves da campanha com o
conteúdo expresso pelos medias (McCOMBS e SHAW, 1972 In:
TRAQUINA, 2000, p. 49).
• Paralelamente à realização das entrevistas, foi feita uma análise de
conteúdo nos meios de comunicação local, regional e nacional. O
material analisado foi codificado entre mais importante e menos
importante. Os itens menos importantes eram notícias de natureza
política, mais reduzidas em termos de espaço, tempo ou
divulgação. Na codificação de conteúdos mais importantes,
McCombs e Shaw (1972, pp. 50-51) classificaram como segue
abaixo:
O que é Agenda Setting?O que é Agenda Setting?
• Televisão: qualquer notícia de 45 segundos ou mais e/ou uma das
três notícias de abertura.
• Jornais: qualquer notícia que surgisse como manchete na primeira
página ou em qualquer página sob um cabeçalho a três colunas em
que pelo menos um terço da notícia (num mínimo de cinco
parágrafos) fosse dedicado à cobertura de caráter político.
• Revistas informativas: qualquer notícia com mais de uma coluna ou
qualquer item que surgisse no cabeçalho no início da seção
noticiosa da revista.
• Cobertura da Página Editorial de jornais e revistas: qualquer item
na posição do editorial principal (o canto superior esquerdo da
página editorial), mais todos os itens em que um terço (pelo menos
cinco parágrafos) de um comentário editorial ou de um colunista era
dedicado à cobertura de campanha política.
Desenvolvimento da AgendaDesenvolvimento da Agenda
SettingSetting
Em relação aos tipos de agendas:
• A) agenda da mídia - é o elenco temático selecionado pelos meios
de comunicação;
• B) agenda pública - é o conjunto de temas que a sociedade como
um todo estabelece como relevante e lhes dá atenção;
• C) agenda de conteúdo - são as prioridades temáticas da agenda
da mídia e a agenda pública (Barros Filho, 2001, p. 179).
Limitações da Agenda Setting?Limitações da Agenda Setting?
A limitação se dar no lapso de tempo (Gandy, 1982).
Quanto tempo demora para o conteúdo da mídia ter um efeito na
posição subjetiva do público?
A base teórica de pesquisa de Agenda Setting é incapaz de prever
qual deveria ser o lapso ideal, porque esse próprio lapso é relativo.
A questão do espaço de tempo é importante para profissionais da
mídia.
Porém as notícias que são mostradas com freqüência, nem sempre
correspondem aos eventos na realidade.
FontesFontes
A Hipótese do Agenda Setting: Estudos e Perspectivas
http://www.razonypalabra.org.mx/anteriores/n35/jbrum.html
Teoria da Agenda Setting ou teoria do agendamento
http://www.youblisher.com/files/publications/5/28783/pdf.pdf
Profa. Maria Sanches
Teoria daTeoria da
Agenda SettingAgenda Setting
Jefferson Cândido Sampaio
Matrícula: 201101172975
Comunicação Comunitária
ObrigadoObrigado

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E Gatekeeper
Aula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E GatekeeperAula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E Gatekeeper
Aula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E GatekeeperRTimponi
 
Teoria Organizacional do Jornalismo
Teoria Organizacional do JornalismoTeoria Organizacional do Jornalismo
Teoria Organizacional do Jornalismohigginha
 
Teoria funcionalista
Teoria funcionalistaTeoria funcionalista
Teoria funcionalistarodcassio
 
Teoria da comunicação (quadro-resumo)
Teoria da comunicação (quadro-resumo)Teoria da comunicação (quadro-resumo)
Teoria da comunicação (quadro-resumo)Ana Dall'Agnol
 
Aula 3 paradigma funcionalista
Aula 3   paradigma funcionalistaAula 3   paradigma funcionalista
Aula 3 paradigma funcionalistaEd Marcos
 
Abordagem Empírica De Campo Efeitos Limitados
Abordagem Empírica De Campo Efeitos LimitadosAbordagem Empírica De Campo Efeitos Limitados
Abordagem Empírica De Campo Efeitos LimitadosValéria da Costa
 
Teorias do Jornalismo
Teorias do JornalismoTeorias do Jornalismo
Teorias do JornalismoEjavorski
 
Teorias do Jornalismo (4).ppt
Teorias do Jornalismo (4).pptTeorias do Jornalismo (4).ppt
Teorias do Jornalismo (4).pptGabrielFcchio
 
Aula 03 – Teorias do Jornalismo_Gatekeeping
Aula 03 – Teorias do Jornalismo_GatekeepingAula 03 – Teorias do Jornalismo_Gatekeeping
Aula 03 – Teorias do Jornalismo_GatekeepingElizeu Nascimento Silva
 
Aula 06 teorias do jornalismo hipóteses contemporâneas
Aula 06   teorias do jornalismo hipóteses contemporâneasAula 06   teorias do jornalismo hipóteses contemporâneas
Aula 06 teorias do jornalismo hipóteses contemporâneasElizeu Nascimento Silva
 
Aula 04 - Teorias do Jornalismo - Newsmaking
Aula 04 - Teorias do Jornalismo - NewsmakingAula 04 - Teorias do Jornalismo - Newsmaking
Aula 04 - Teorias do Jornalismo - NewsmakingElizeu Nascimento Silva
 
A Sociologia Funcionalista da Mídia Segundo Lasswell e o Processo de Comunica...
A Sociologia Funcionalista da Mídia Segundo Lasswell e o Processo de Comunica...A Sociologia Funcionalista da Mídia Segundo Lasswell e o Processo de Comunica...
A Sociologia Funcionalista da Mídia Segundo Lasswell e o Processo de Comunica...HUMBERTO COSTA
 
Modelos de negócio no jornalismo digital
Modelos de negócio no jornalismo digitalModelos de negócio no jornalismo digital
Modelos de negócio no jornalismo digitalLaércio Góes
 
Redação jornalística
Redação jornalísticaRedação jornalística
Redação jornalísticaLaércio Góes
 
Redação jornalística como funciona pdf
Redação jornalística como funciona pdfRedação jornalística como funciona pdf
Redação jornalística como funciona pdfThais De Mendonça Jorge
 
Teoria Culturológica
Teoria CulturológicaTeoria Culturológica
Teoria Culturológicananasimao
 

Mais procurados (20)

Aula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E Gatekeeper
Aula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E GatekeeperAula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E Gatekeeper
Aula 3 Teoria Ii Agenda, Newsmaking E Gatekeeper
 
Paradigma culturológico
Paradigma culturológicoParadigma culturológico
Paradigma culturológico
 
Teoria Organizacional do Jornalismo
Teoria Organizacional do JornalismoTeoria Organizacional do Jornalismo
Teoria Organizacional do Jornalismo
 
Teoria funcionalista
Teoria funcionalistaTeoria funcionalista
Teoria funcionalista
 
Teoria da comunicação (quadro-resumo)
Teoria da comunicação (quadro-resumo)Teoria da comunicação (quadro-resumo)
Teoria da comunicação (quadro-resumo)
 
Aula 3 paradigma funcionalista
Aula 3   paradigma funcionalistaAula 3   paradigma funcionalista
Aula 3 paradigma funcionalista
 
Abordagem Empírica De Campo Efeitos Limitados
Abordagem Empírica De Campo Efeitos LimitadosAbordagem Empírica De Campo Efeitos Limitados
Abordagem Empírica De Campo Efeitos Limitados
 
Teorias do Jornalismo
Teorias do JornalismoTeorias do Jornalismo
Teorias do Jornalismo
 
Teorias do Jornalismo (4).ppt
Teorias do Jornalismo (4).pptTeorias do Jornalismo (4).ppt
Teorias do Jornalismo (4).ppt
 
Aula 03 – Teorias do Jornalismo_Gatekeeping
Aula 03 – Teorias do Jornalismo_GatekeepingAula 03 – Teorias do Jornalismo_Gatekeeping
Aula 03 – Teorias do Jornalismo_Gatekeeping
 
Aula 06 teorias do jornalismo hipóteses contemporâneas
Aula 06   teorias do jornalismo hipóteses contemporâneasAula 06   teorias do jornalismo hipóteses contemporâneas
Aula 06 teorias do jornalismo hipóteses contemporâneas
 
Aula 04 - Teorias do Jornalismo - Newsmaking
Aula 04 - Teorias do Jornalismo - NewsmakingAula 04 - Teorias do Jornalismo - Newsmaking
Aula 04 - Teorias do Jornalismo - Newsmaking
 
A Sociologia Funcionalista da Mídia Segundo Lasswell e o Processo de Comunica...
A Sociologia Funcionalista da Mídia Segundo Lasswell e o Processo de Comunica...A Sociologia Funcionalista da Mídia Segundo Lasswell e o Processo de Comunica...
A Sociologia Funcionalista da Mídia Segundo Lasswell e o Processo de Comunica...
 
Modelos de negócio no jornalismo digital
Modelos de negócio no jornalismo digitalModelos de negócio no jornalismo digital
Modelos de negócio no jornalismo digital
 
Newsmaking
NewsmakingNewsmaking
Newsmaking
 
Aula 04 - Teoria Funcionalista
Aula 04 - Teoria FuncionalistaAula 04 - Teoria Funcionalista
Aula 04 - Teoria Funcionalista
 
Redação jornalística
Redação jornalísticaRedação jornalística
Redação jornalística
 
Redação jornalística como funciona pdf
Redação jornalística como funciona pdfRedação jornalística como funciona pdf
Redação jornalística como funciona pdf
 
Teoria Culturológica
Teoria CulturológicaTeoria Culturológica
Teoria Culturológica
 
Aula 03 - Modelo de Lasswell
Aula 03 - Modelo de LasswellAula 03 - Modelo de Lasswell
Aula 03 - Modelo de Lasswell
 

Destaque

Tc agendamento fernando_ilharco (2)
Tc agendamento fernando_ilharco (2)Tc agendamento fernando_ilharco (2)
Tc agendamento fernando_ilharco (2)afonso rosario ason
 
Agenda setting e estudos cognitivos
Agenda setting e estudos cognitivosAgenda setting e estudos cognitivos
Agenda setting e estudos cognitivosPedro Souza
 
Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01
Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01
Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01Fernando Fontanella
 
Agenda Setting Theory
Agenda Setting TheoryAgenda Setting Theory
Agenda Setting TheoryTaylerEaston
 

Destaque (8)

Tc agendamento fernando_ilharco (2)
Tc agendamento fernando_ilharco (2)Tc agendamento fernando_ilharco (2)
Tc agendamento fernando_ilharco (2)
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Agenda setting e estudos cognitivos
Agenda setting e estudos cognitivosAgenda setting e estudos cognitivos
Agenda setting e estudos cognitivos
 
Teorias da comunição e book
Teorias da comunição   e bookTeorias da comunição   e book
Teorias da comunição e book
 
AGENDA SETTING
AGENDA SETTINGAGENDA SETTING
AGENDA SETTING
 
Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01
Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01
Teoria da Comunicação 2 - Tópico 01
 
Agenda setting theory ppt
Agenda setting theory pptAgenda setting theory ppt
Agenda setting theory ppt
 
Agenda Setting Theory
Agenda Setting TheoryAgenda Setting Theory
Agenda Setting Theory
 

Semelhante a Teoria da Agenda Setting - Jeffcoult

1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx
1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx
1 Agenda-setting mccombs e shall.pptxLarissaMolina4
 
Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...
Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...
Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...Samuel Barros
 
Agendamento e Twitter: um estudo exploratório
Agendamento e Twitter: um estudo exploratórioAgendamento e Twitter: um estudo exploratório
Agendamento e Twitter: um estudo exploratórioNina Santos
 
Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?
Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?
Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?Nina Santos
 
Aula5 Teoria da Comunicação
Aula5 Teoria da ComunicaçãoAula5 Teoria da Comunicação
Aula5 Teoria da ComunicaçãoLuciana Ferreira
 
Does the media agenda reflect the candidate´s agenda?
Does the media agenda reflect  the candidate´s agenda?Does the media agenda reflect  the candidate´s agenda?
Does the media agenda reflect the candidate´s agenda?Thiago Assumpção
 
João Domingo - Comunicação Instititucional nos Dias de Hoje, 28/03/2014
João Domingo - Comunicação Instititucional nos Dias de Hoje, 28/03/2014João Domingo - Comunicação Instititucional nos Dias de Hoje, 28/03/2014
João Domingo - Comunicação Instititucional nos Dias de Hoje, 28/03/2014Development Workshop Angola
 
As múltiplas alfabetizações midiáticas
As múltiplas alfabetizações midiáticasAs múltiplas alfabetizações midiáticas
As múltiplas alfabetizações midiáticasDaniela Carvalho
 
Profº Uilson - 3ª Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Profº Uilson - 3ª Aula - Planejamento Comunicação IntegradaProfº Uilson - 3ª Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Profº Uilson - 3ª Aula - Planejamento Comunicação IntegradaRubens Fructuoso
 
Think about It This Way: Attribute Agenda-Setting Function of the Press and t...
Think about It This Way: Attribute Agenda-Setting Function of the Press and t...Think about It This Way: Attribute Agenda-Setting Function of the Press and t...
Think about It This Way: Attribute Agenda-Setting Function of the Press and t...Thiago Assumpção
 
00 tecnicas de pesquisa de factos politicos
00 tecnicas de pesquisa de factos politicos00 tecnicas de pesquisa de factos politicos
00 tecnicas de pesquisa de factos politicosAlírio Alcâncer Rungo
 
Jornalismo Político e Imagem Pública: Dilma Rousseff nos editoriais do jornal...
Jornalismo Político e Imagem Pública: Dilma Rousseff nos editoriais do jornal...Jornalismo Político e Imagem Pública: Dilma Rousseff nos editoriais do jornal...
Jornalismo Político e Imagem Pública: Dilma Rousseff nos editoriais do jornal...Universidade Federal do Paraná
 
A Escola Canadiana: Innis e McLuhan
A Escola Canadiana: Innis e McLuhanA Escola Canadiana: Innis e McLuhan
A Escola Canadiana: Innis e McLuhanLívia Priscilla
 
Trabalho de teorias das relaes pblicas (2)
Trabalho de teorias das relaes pblicas (2)Trabalho de teorias das relaes pblicas (2)
Trabalho de teorias das relaes pblicas (2)andreiafcarvalho
 
050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV
050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV
050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRVLucidalva Lopes Dos Anjos
 

Semelhante a Teoria da Agenda Setting - Jeffcoult (20)

1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx
1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx
1 Agenda-setting mccombs e shall.pptx
 
Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...
Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...
Telejornalismo, Agenda-Setting e Twitter: possibilidade metodológica para o t...
 
Agendamento e Twitter: um estudo exploratório
Agendamento e Twitter: um estudo exploratórioAgendamento e Twitter: um estudo exploratório
Agendamento e Twitter: um estudo exploratório
 
Capítulo 20 international applications of agenda setting theory
Capítulo 20 international applications of agenda setting theoryCapítulo 20 international applications of agenda setting theory
Capítulo 20 international applications of agenda setting theory
 
Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?
Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?
Agendamento e sites de redes sociais: um novo lugar para o cidadão?
 
Aula5 Teoria da Comunicação
Aula5 Teoria da ComunicaçãoAula5 Teoria da Comunicação
Aula5 Teoria da Comunicação
 
Does the media agenda reflect the candidate´s agenda?
Does the media agenda reflect  the candidate´s agenda?Does the media agenda reflect  the candidate´s agenda?
Does the media agenda reflect the candidate´s agenda?
 
João Domingo - Comunicação Instititucional nos Dias de Hoje, 28/03/2014
João Domingo - Comunicação Instititucional nos Dias de Hoje, 28/03/2014João Domingo - Comunicação Instititucional nos Dias de Hoje, 28/03/2014
João Domingo - Comunicação Instititucional nos Dias de Hoje, 28/03/2014
 
As múltiplas alfabetizações midiáticas
As múltiplas alfabetizações midiáticasAs múltiplas alfabetizações midiáticas
As múltiplas alfabetizações midiáticas
 
Aula 8
Aula 8Aula 8
Aula 8
 
Profº Uilson - 3ª Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Profº Uilson - 3ª Aula - Planejamento Comunicação IntegradaProfº Uilson - 3ª Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Profº Uilson - 3ª Aula - Planejamento Comunicação Integrada
 
Think about It This Way: Attribute Agenda-Setting Function of the Press and t...
Think about It This Way: Attribute Agenda-Setting Function of the Press and t...Think about It This Way: Attribute Agenda-Setting Function of the Press and t...
Think about It This Way: Attribute Agenda-Setting Function of the Press and t...
 
00 tecnicas de pesquisa de factos politicos
00 tecnicas de pesquisa de factos politicos00 tecnicas de pesquisa de factos politicos
00 tecnicas de pesquisa de factos politicos
 
Cartilha educomunicacao
Cartilha educomunicacaoCartilha educomunicacao
Cartilha educomunicacao
 
Jornalismo Político e Imagem Pública: Dilma Rousseff nos editoriais do jornal...
Jornalismo Político e Imagem Pública: Dilma Rousseff nos editoriais do jornal...Jornalismo Político e Imagem Pública: Dilma Rousseff nos editoriais do jornal...
Jornalismo Político e Imagem Pública: Dilma Rousseff nos editoriais do jornal...
 
GATE KEEPER
GATE KEEPERGATE KEEPER
GATE KEEPER
 
A Escola Canadiana: Innis e McLuhan
A Escola Canadiana: Innis e McLuhanA Escola Canadiana: Innis e McLuhan
A Escola Canadiana: Innis e McLuhan
 
BUCY_HOLBERT_Conclusao
BUCY_HOLBERT_ConclusaoBUCY_HOLBERT_Conclusao
BUCY_HOLBERT_Conclusao
 
Trabalho de teorias das relaes pblicas (2)
Trabalho de teorias das relaes pblicas (2)Trabalho de teorias das relaes pblicas (2)
Trabalho de teorias das relaes pblicas (2)
 
050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV
050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV
050420111147 cadernonovasaliancas.capitulo3 (1) CRV
 

Mais de Jefferson Sampaio

CASAMENTO HOMOAFETIVO EM FORTALEZA: PRINCÍPIOS SOCIAIS E PESQUISA REGIONAL
CASAMENTO HOMOAFETIVO EM FORTALEZA: PRINCÍPIOS SOCIAIS E PESQUISA REGIONALCASAMENTO HOMOAFETIVO EM FORTALEZA: PRINCÍPIOS SOCIAIS E PESQUISA REGIONAL
CASAMENTO HOMOAFETIVO EM FORTALEZA: PRINCÍPIOS SOCIAIS E PESQUISA REGIONALJefferson Sampaio
 
Tempos de elegância: memória e história nas páginas da revista Rio
Tempos de elegância: memória e história nas páginas da revista RioTempos de elegância: memória e história nas páginas da revista Rio
Tempos de elegância: memória e história nas páginas da revista RioJefferson Sampaio
 
'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.
'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.
'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.Jefferson Sampaio
 
'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.
'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.
'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.Jefferson Sampaio
 
Direito à comunicação comunitária
Direito à comunicação comunitáriaDireito à comunicação comunitária
Direito à comunicação comunitáriaJefferson Sampaio
 
Aparecida 2014 - AMA TURISMO
Aparecida 2014 - AMA TURISMO Aparecida 2014 - AMA TURISMO
Aparecida 2014 - AMA TURISMO Jefferson Sampaio
 

Mais de Jefferson Sampaio (8)

CASAMENTO HOMOAFETIVO EM FORTALEZA: PRINCÍPIOS SOCIAIS E PESQUISA REGIONAL
CASAMENTO HOMOAFETIVO EM FORTALEZA: PRINCÍPIOS SOCIAIS E PESQUISA REGIONALCASAMENTO HOMOAFETIVO EM FORTALEZA: PRINCÍPIOS SOCIAIS E PESQUISA REGIONAL
CASAMENTO HOMOAFETIVO EM FORTALEZA: PRINCÍPIOS SOCIAIS E PESQUISA REGIONAL
 
Tempos de elegância: memória e história nas páginas da revista Rio
Tempos de elegância: memória e história nas páginas da revista RioTempos de elegância: memória e história nas páginas da revista Rio
Tempos de elegância: memória e história nas páginas da revista Rio
 
'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.
'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.
'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.
 
'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.
'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.
'Troca de Família': espiando as famílias, enxergando a sociedade.
 
Direito à comunicação comunitária
Direito à comunicação comunitáriaDireito à comunicação comunitária
Direito à comunicação comunitária
 
Aparecida 2014 - AMA TURISMO
Aparecida 2014 - AMA TURISMO Aparecida 2014 - AMA TURISMO
Aparecida 2014 - AMA TURISMO
 
Idh economia
Idh   economiaIdh   economia
Idh economia
 
Andy warhol
Andy warholAndy warhol
Andy warhol
 

Último

EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.pptDaniloConceiodaSilva
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfWALDIRENEPINTODEMACE
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 

Último (20)

EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 

Teoria da Agenda Setting - Jeffcoult

  • 1. Teoria daTeoria da Agenda SettingAgenda Setting Jefferson Cândido Sampaio Matrícula: 201101172975 Comunicação Comunitária
  • 2. O que é Agenda Setting?O que é Agenda Setting? • A hipótese do agenda setting é um tipo de efeito social da mídia que compreende a seleção, disposição e incidência de notícias sobre os temas que o público falará e discutirá.
  • 3. O que é Agenda Setting?O que é Agenda Setting? • Maxwell McCombs e Donald Shaw (1972), pioneiros na apresentação da hipótese do agendamento. • "Na maior parte do tempo, a mídia pode não ter êxito em dizer aos leitores o que pensar, mas é espantosamente exitosa em dizer aos leitores sobre o que pensar“. • A pauta das conversas interpessoais é sugerida pelos jornais, televisão, rádio e internet, propiciando aos receptores a hierarquização dos assuntos que devem ser pensados/falados. A realidade social passa a ser representada por um cenário montado a partir dos meios de comunicação de massa.
  • 4. O que é Agenda Setting?O que é Agenda Setting? • A curiosidade pelos efeitos dos meios de comunicação na opinião pública produziu uma vasta literatura sobre o agenda setting. Os estudos são aplicados, em sua maioria, em períodos de campanhas eleitorais. Entende-se que uma eleição fornece subsídios suficientes para uma análise de influência dos meios de comunicação sobre a opinião pública, pois são produzidas muitas informações que serão assimiladas pelo público. • As pessoas têm tendência para incluir ou excluir dos seus próprios conhecimentos aquilo que os mass media incluem ou excluem do seu próprio conteúdo. Além disso, o público tende a atribuir àquilo que esse conteúdo inclui uma importância que reflete de perto a ênfase atribuída pelos mass media aos acontecimentos, aos problemas, às pessoas (Shaw, E. apud Wolf, 2001, p.144).
  • 5. O que é Agenda Setting?O que é Agenda Setting? • Em 1968 nos Estados Unidos, além de confrontar o que os eleitores de Chapel Hill (local escolhido para a realização da pesquisa) achavam, este estudo tinha o propósito de investigar a capacidade de agendamento dos media na campanha presidencial de afirmarem serem as questões chaves da campanha com o conteúdo expresso pelos medias (McCOMBS e SHAW, 1972 In: TRAQUINA, 2000, p. 49). • Paralelamente à realização das entrevistas, foi feita uma análise de conteúdo nos meios de comunicação local, regional e nacional. O material analisado foi codificado entre mais importante e menos importante. Os itens menos importantes eram notícias de natureza política, mais reduzidas em termos de espaço, tempo ou divulgação. Na codificação de conteúdos mais importantes, McCombs e Shaw (1972, pp. 50-51) classificaram como segue abaixo:
  • 6. O que é Agenda Setting?O que é Agenda Setting? • Televisão: qualquer notícia de 45 segundos ou mais e/ou uma das três notícias de abertura. • Jornais: qualquer notícia que surgisse como manchete na primeira página ou em qualquer página sob um cabeçalho a três colunas em que pelo menos um terço da notícia (num mínimo de cinco parágrafos) fosse dedicado à cobertura de caráter político. • Revistas informativas: qualquer notícia com mais de uma coluna ou qualquer item que surgisse no cabeçalho no início da seção noticiosa da revista. • Cobertura da Página Editorial de jornais e revistas: qualquer item na posição do editorial principal (o canto superior esquerdo da página editorial), mais todos os itens em que um terço (pelo menos cinco parágrafos) de um comentário editorial ou de um colunista era dedicado à cobertura de campanha política.
  • 7. Desenvolvimento da AgendaDesenvolvimento da Agenda SettingSetting Em relação aos tipos de agendas: • A) agenda da mídia - é o elenco temático selecionado pelos meios de comunicação; • B) agenda pública - é o conjunto de temas que a sociedade como um todo estabelece como relevante e lhes dá atenção; • C) agenda de conteúdo - são as prioridades temáticas da agenda da mídia e a agenda pública (Barros Filho, 2001, p. 179).
  • 8. Limitações da Agenda Setting?Limitações da Agenda Setting? A limitação se dar no lapso de tempo (Gandy, 1982). Quanto tempo demora para o conteúdo da mídia ter um efeito na posição subjetiva do público? A base teórica de pesquisa de Agenda Setting é incapaz de prever qual deveria ser o lapso ideal, porque esse próprio lapso é relativo. A questão do espaço de tempo é importante para profissionais da mídia. Porém as notícias que são mostradas com freqüência, nem sempre correspondem aos eventos na realidade.
  • 9. FontesFontes A Hipótese do Agenda Setting: Estudos e Perspectivas http://www.razonypalabra.org.mx/anteriores/n35/jbrum.html Teoria da Agenda Setting ou teoria do agendamento http://www.youblisher.com/files/publications/5/28783/pdf.pdf Profa. Maria Sanches
  • 10. Teoria daTeoria da Agenda SettingAgenda Setting Jefferson Cândido Sampaio Matrícula: 201101172975 Comunicação Comunitária ObrigadoObrigado