SlideShare uma empresa Scribd logo
O ANDEBOL
O que é o Andebol?
O Andebol é um deporto com bola
no qual se enfrentam duas equi-
pas, cada uma com sete jogado-
res (seis são jogadores de campo
e um é guarda-redes).
Qual é o objectivo do Jogo?
 O objectivo do jogo é conseguir marcar golo com a bola na mão
na baliza da equipa adversária. A equipa que depois da partida,
tenha conseguido mais golos é a que ganha, podendo dar-se
também um empate.
 Cada jogo dura 30 + 30 minutos + 10’ intervalo – categoria
sénior.
 Cada jogo dura 25 + 25 minutos + 10’ intervalo – categoria
12-16 anos.
RESUMO HISTÓRICO
 Max Heiser foi o pai do Andebol chamando-lhe
“Torball” (1907);
 Dois anos mais tarde, Carl Schelenz, inventa um
novo jogo ao que pôs o nome de “Handball”;
 11 contra 11 em campo de futebol;
 Destacaram-se Áustria, Alemanha e a Dinamarca;
 Olimpíada Berlim 1936 momento importante para o
seu desenvolvimento;
 Nos anos 50, constante desenvolvimento do Andebol
de 7;
 Olimpíada Munich 1972 consolida-se na Europa o
Andebol de 7.
Onde se pratica mais este desporto?
Este deporto goza de certa popularidade nos países
europeus da antiga República da Jugoslávia, para
além da Alemanha, Dinamarca, Espanha, França,
Islândia, Polónia e Suécia.
No continente americano, podemos encontrá-lo na
Argentina, Brasil, Chile e ultimamente está-se fazendo
popular na República Dominicana.
Quais são as suas posições?
Posições dos jogadores
 0. - Guarda-Redes - Não pode
sair da área de seis metros
com a bola na mão, mas pode
tocar a mesma, fora da área,
se ela for passada por um
companheiro.
 2. - Central: Dirige o jogo e
está na primeira línea – 9 m.
 1-3. - Laterais: Costumam ser
altos e corpulentos com
remate potente e situam-se na
primeira linha.
 6-4. - Extremos: São rápidos,
ágeis e com grande poder de
salto. Jogam na segunda linha.
 5. - Pivot: Colocam-se na
muralha defensiva e são muito
corpulentos. Situam-se na
segunda línea – 6 m.
0 – G.R.
Ataque
 Pode definir-se em duas fases:
 uma de iniciação – ORGANIZAÇÃO
DO ATAQUE
 e outro de execução – ATAQUE
ORGANIZADO.
 Uma e outra devem ser diferencia-
das, sobretudo no que respeita à
velocidade de movimentação da bola
e dos jogadores..
Ataque
 Os atacantes devem estar, em todo o
momento, dependentes da circulação
da bola.
 É fundamental que em qualquer
organização do ataque intervenham
todos os jogadores.
 Convém iniciar o ataque pelo lugar
oposto ao que queremos que ele
termine.
 Há que ter em atenção a segurança
do passe e a velocidade de circula-
ção da bola.
Defesa
É fundamental uma grande movimen-
tação de pernas - “defender com as
pernas”-, antecipando-se assim às
acções atacantes.
É fundamental para o defesa em inicia-
ção o tipo de contacto com o jogador
atacante. Deve-se defender com
movimentação das
pernas (deslocamen-tos).
Esta atitude é muito importante no futuro
do jogador com esta função.
Defesa
O jogador que defende deverá estar
sempre situado entre linha de passe do
jogador com bola e o jogador-receptor
da equipa contrária.
O defesa deve insistir na utilização e
movimentos dos braços para aumentar
as possibilidades de interceptar a bola.
Guarda-Redes
O GUARDA-REDES é o último
jogador que, dentro da área
dos 6 metros, pode dar os
passos que queira com a
bola nas mãos, sem
necessidade de bater a bola no
chão (drible). Também é o
único que pode tocar a bola
com as pernas, ainda que só
para parar os remates.
Contudo, não pode pisá-la nem
fazer passes com as pernas.
Guarda-Redes
 Fora da área (6 m.) pode
comportar-se como qualquer
outro jogador de campo.
 Usualmente têm uma protec-
ção entre pernas e calções
largos para se protegerem dos
remates.
Extremos
 Os EXTREMOS colocam-se
um de cada lado dos laterais.
Costumam ser jogadores rápi-
dos, ágeis, pouco pesados e com
grande capacidade de salto.
 Aproveitam ao máximo o
terreno de jogo para “abrir
buracos” nas defensas. São eles
também que começam as
jogadas de ataque estático desde
a sua posição. Podem converter-
se numa fonte constante de golos
quando se joga contra defensas
abertas – (Exp.º: o sistema
defensivo: 3-2-1).
Os LateraisOs LATERAIS situam-
se um de a cada lado
do Central. Costumam
ser jogadores altos e
corpulentos com um po-
tente remate. Utilizam-
se para romper as de-
fesas fechadas desde a
linha de 9 metros.
São eles os que, pela
sua proximidade “assis-
tem”, na maioria das
ocasiões, os Extremos.
O Central
O CENTRAL é o “cére-
bro” da equipa.
É ele que manda no
ataque e na defesa: mar-
ca as jogadas, coloca/
(organiza) os jogadores e
indica de onde devem
começar os ataques está-
ticos.
Para além disto, costu-
mam ser jogadores de
rápidos reflexos tacti-
camente muito cultos.
Pivot
 Finalmente, o PIVOT é o
encarregado de penetrar na
muralha defensiva e abrir
buracos onde seja possível.
São jogadores robustos, que
funcionam bem no “corpo a
corpo”.
 Os seus movimentos podem
deixar espaço livre aos
laterais, mas também se con-
vertem em goleadores quando
recebem um bom passe e se
voltam com velocidade para a
baliza adversária.
ANDEBOL
REGULAMENTOS
Quando se criaram as regras?
 As regras do Andebol definiram-se em 1926, ainda que estas tenham sido
escritas para um jogo entre equipas de 11 jogadores cada uma e ao ar
livre.
 Esta modalidade, chegou a participar nos Jogos Olímpicos de Berlín -
1936, ainda que com escassa presença. Com o passar dos anos, o Andebol
começou a praticar-se em recinto coberto, o que fez com que o n.º de
jogadores se reduzisse a sete, ainda que, durante algum tempo
conviveram o Andebol de 11 e o de 7, sobrevivendo depois apenas este
último. Esta modalidade, debutou nos
Jogos Olímpicos de Munique - 1972.
1. - LEGENDA
OS SISTEMAS DE
JOGO
1. - SISTEMAS DE ATAQUE
 
2. - SISTEMAS DEFENSIVOS
1. - SISTEMAS DE ATAQUE
1. - Sistema 3:31. - Sistema 3:3 2. - Sistema 2:42. - Sistema 2:4
2. - SISTEMAS
DEFENSIVOS
1. - Sistema 6:0 2. Sistema 3:3
6.2. SISTEMAS DEFENSIVOS
3. - Sistema:
5:1
4. - Sistema 5:1
(misto)
ELEMENTOS DE JOGO
1. - O TERRENO DE JOGO
2. - AS BALIZAS
3. - A BOLA
 
O TERRENO DE JOGO
Medidas do Campo
Linha de penalti – 7 m.
Linha de livre 9 m.
Linha central
Linha de lateral
Área do Guarda-Redes
Linha de fundo
15m-
25m
6m
7m
2m
30m
-
50m
3m 3m
AS BALIZAS
A BOLA
1. Mulheres - 54-56 cm de diâmetro
2. Homens - 58-60 cm de diâmetro
A BOLA
A bola é feita de couro ou material sintético.
Deve ser esférico. A superfície no pode ser
brilhante o resvaladiça.
A bola usada início da partida, numa partida
masculina deve medir de 58 a 60 cm. de
circunferência/ diâmetro e ter um peso de 425 a
475 gramas.
Para os “infantis” a circunferência da bola, no
início deve ser de 48 cm. e o peso de, pelo
menos, 290 gr.
 Em cada partida deve haver duas bolas
disponíveis que cumpram as regras.
 Durante a partida a bola só poderá ser
trocada em caso de absoluta necessidade.
Nas partidas internacionais é obrigatória a
utilização de uma bola oficial com a marca IHF
AS REGRAS
DO ANDEBOL
AS REGRAS
DO ANDEBOL
 É um jogo desportivo colectivo, praticado por duas equipas
de 7 jogadores. (1 guarda-redes + 6 jogadores de campo).
Fazem ainda parte da equipa mais 5 suplentes (1 guarda-redes
+ 4 jogadores de campo).
DEFINIÇÃO:
AS REGRAS
DO ANDEBOL
Procurar introduzir a bola na baliza contrária e evitar que
ela seja intro-duzida na nossa.
No Andebol ao contrário do Basquetebol é admitido o
empate.
OBJECTIVO:
AS REGRAS
DO ANDEBOL
 Começa ao som do apito do árbitro, com um lançamento
de saída, no centro do campo.
 O jogador que segura a bola terá que pisar a zona
central da linha de meio-campo.
 Na altura do passe, todos os jogadores têm de se encontrar
dentro do seu meio campo e os jogadores contrários terão
que estar, pelo menos, a uma distância de três metros.
 Do lançamento de saída pode-se marcar golo directamente.
COMEÇO DO JOGO:
AS REGRAS
DO ANDEBOL
 Igual ao começo do jogo.
 Quando uma equipa sofre um golo a bola é reposta em
jogo como no início do jogo.
RECOMEÇO DO JOGO:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Andebol.ppt
Andebol.pptAndebol.ppt
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
Ana Dias
 
Andebol - tudo
Andebol - tudoAndebol - tudo
Andebol - tudo
HugoSousa93
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
smigano
 
Regras do futebol 2
Regras do futebol 2Regras do futebol 2
Regras do futebol 2
Estêvão Lima
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
ana pinho
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
Pedro R Pires
 
Andebol 101209122214-phpapp01 2
Andebol 101209122214-phpapp01 2Andebol 101209122214-phpapp01 2
Andebol 101209122214-phpapp01 2
Maria Sequeira
 
Trabalho de volei
Trabalho de voleiTrabalho de volei
Trabalho de volei
Harrison Sodre Melônio
 
Andebol2
Andebol2Andebol2
Andebol2
Albino217
 
Regras do Andebol
Regras do AndebolRegras do Andebol
Regras do Andebol
João Machado
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
Luis
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
sextoD
 
Resumo das regras alteradas de Andebol
Resumo das  regras alteradas de AndebolResumo das  regras alteradas de Andebol
Resumo das regras alteradas de Andebol
Maria João Vasconcelos
 
Apresentação andebol
Apresentação andebol Apresentação andebol
Apresentação andebol
Debora Tavares
 
Regras básicas de handebol
Regras básicas de handebolRegras básicas de handebol
Regras básicas de handebol
Deise Gomes
 
Apresentação futebol.pdf
Apresentação futebol.pdfApresentação futebol.pdf
Apresentação futebol.pdf
JOÃO PEREIRA
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
Nicollas Villar
 
Sesi questões sobre handebol
Sesi questões sobre handebolSesi questões sobre handebol
Sesi questões sobre handebol
Elaine Lima
 
Voleibol
Voleibol Voleibol
Voleibol
Sara Pereira
 

Mais procurados (20)

Andebol.ppt
Andebol.pptAndebol.ppt
Andebol.ppt
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
 
Andebol - tudo
Andebol - tudoAndebol - tudo
Andebol - tudo
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Regras do futebol 2
Regras do futebol 2Regras do futebol 2
Regras do futebol 2
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
 
Andebol 101209122214-phpapp01 2
Andebol 101209122214-phpapp01 2Andebol 101209122214-phpapp01 2
Andebol 101209122214-phpapp01 2
 
Trabalho de volei
Trabalho de voleiTrabalho de volei
Trabalho de volei
 
Andebol2
Andebol2Andebol2
Andebol2
 
Regras do Andebol
Regras do AndebolRegras do Andebol
Regras do Andebol
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
 
Resumo das regras alteradas de Andebol
Resumo das  regras alteradas de AndebolResumo das  regras alteradas de Andebol
Resumo das regras alteradas de Andebol
 
Apresentação andebol
Apresentação andebol Apresentação andebol
Apresentação andebol
 
Regras básicas de handebol
Regras básicas de handebolRegras básicas de handebol
Regras básicas de handebol
 
Apresentação futebol.pdf
Apresentação futebol.pdfApresentação futebol.pdf
Apresentação futebol.pdf
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
 
Sesi questões sobre handebol
Sesi questões sobre handebolSesi questões sobre handebol
Sesi questões sobre handebol
 
Voleibol
Voleibol Voleibol
Voleibol
 

Semelhante a Andebol a 32_slides

Trabalho Completo Sobre handebol
Trabalho Completo Sobre handebolTrabalho Completo Sobre handebol
Trabalho Completo Sobre handebol
Vinicius Bueno
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
Hugo Fialho
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
Andebol Andebol
SLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptx
SLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptxSLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptx
SLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptx
sayonara39
 
Apostila handebol
Apostila handebolApostila handebol
Apostila handebol
marcelosilveirazero1
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
evandrolhp
 
Handebol
Handebol Handebol
Handebol
Daniele Gomes
 
Voleibol&futebol&atletismo 18 valores
Voleibol&futebol&atletismo 18 valoresVoleibol&futebol&atletismo 18 valores
Voleibol&futebol&atletismo 18 valores
Diogo Malafaia
 
Andebol ou Handebol (historico, regras e fundamentos)
Andebol ou Handebol (historico, regras e fundamentos) Andebol ou Handebol (historico, regras e fundamentos)
Andebol ou Handebol (historico, regras e fundamentos)
jessica Nogueira
 
Basquete 1
Basquete 1Basquete 1
Basquete 1
Nilceia Sc
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
Rayana Fialho
 
Apostila futsal
Apostila futsalApostila futsal
Apostila futsal
proinfoalda
 
Basquetebol material de basquetebol (1)
Basquetebol   material de basquetebol (1)Basquetebol   material de basquetebol (1)
Basquetebol material de basquetebol (1)
Andre Souza
 
Slide handebol
Slide handebolSlide handebol
Slide handebol
Gelcimar Educ Física
 
O basquete
O basquete O basquete
O basquete
Anna Ramos
 
Handebol
HandebolHandebol
Andebol regras
Andebol regras Andebol regras
Andebol regras
Maria Sequeira
 
Andebol, joão s
Andebol, joão sAndebol, joão s
Andebol, joão s
joaosantosterrivel
 

Semelhante a Andebol a 32_slides (20)

Trabalho Completo Sobre handebol
Trabalho Completo Sobre handebolTrabalho Completo Sobre handebol
Trabalho Completo Sobre handebol
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
 
Andebol
Andebol Andebol
Andebol
 
SLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptx
SLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptxSLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptx
SLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptx
 
Apostila handebol
Apostila handebolApostila handebol
Apostila handebol
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Handebol
Handebol Handebol
Handebol
 
Voleibol&futebol&atletismo 18 valores
Voleibol&futebol&atletismo 18 valoresVoleibol&futebol&atletismo 18 valores
Voleibol&futebol&atletismo 18 valores
 
Andebol ou Handebol (historico, regras e fundamentos)
Andebol ou Handebol (historico, regras e fundamentos) Andebol ou Handebol (historico, regras e fundamentos)
Andebol ou Handebol (historico, regras e fundamentos)
 
Basquete 1
Basquete 1Basquete 1
Basquete 1
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Apostila futsal
Apostila futsalApostila futsal
Apostila futsal
 
Basquetebol material de basquetebol (1)
Basquetebol   material de basquetebol (1)Basquetebol   material de basquetebol (1)
Basquetebol material de basquetebol (1)
 
Slide handebol
Slide handebolSlide handebol
Slide handebol
 
O basquete
O basquete O basquete
O basquete
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Andebol regras
Andebol regras Andebol regras
Andebol regras
 
Andebol, joão s
Andebol, joão sAndebol, joão s
Andebol, joão s
 

Mais de Escola Secundaria Moura

Rappel
RappelRappel
Escalada esmoura
Escalada esmouraEscalada esmoura
Escalada esmoura
Escola Secundaria Moura
 
Caminhada beneficios
Caminhada beneficiosCaminhada beneficios
Caminhada beneficios
Escola Secundaria Moura
 
Badminton
Badminton Badminton
Atletismo corrida de estafetas
Atletismo corrida de estafetasAtletismo corrida de estafetas
Atletismo corrida de estafetas
Escola Secundaria Moura
 
Atletismo saltos altura_comprimento
Atletismo saltos altura_comprimentoAtletismo saltos altura_comprimento
Atletismo saltos altura_comprimento
Escola Secundaria Moura
 
Atletismo corrida de estafetas
Atletismo corrida de estafetasAtletismo corrida de estafetas
Atletismo corrida de estafetas
Escola Secundaria Moura
 
Atletismo classificacao corridas
Atletismo classificacao corridasAtletismo classificacao corridas
Atletismo classificacao corridas
Escola Secundaria Moura
 
Atletismo 110 m_barreiras
Atletismo 110 m_barreirasAtletismo 110 m_barreiras
Atletismo 110 m_barreiras
Escola Secundaria Moura
 
Aquecimento e a sua importancia
Aquecimento e a sua importanciaAquecimento e a sua importancia
Aquecimento e a sua importancia
Escola Secundaria Moura
 
Atletismo saltos comprimento_altura_triplo
Atletismo saltos comprimento_altura_triploAtletismo saltos comprimento_altura_triplo
Atletismo saltos comprimento_altura_triplo
Escola Secundaria Moura
 
Principios de jogo
Principios de jogoPrincipios de jogo
Principios de jogo
Escola Secundaria Moura
 
Orientação es moura
Orientação es mouraOrientação es moura
Orientação es moura
Escola Secundaria Moura
 
Ginastica acrobatica [modo de compatibilidade]
Ginastica acrobatica [modo de compatibilidade]Ginastica acrobatica [modo de compatibilidade]
Ginastica acrobatica [modo de compatibilidade]
Escola Secundaria Moura
 
Caminhada beneficios
Caminhada beneficiosCaminhada beneficios
Caminhada beneficios
Escola Secundaria Moura
 
Escalada esmoura
Escalada esmouraEscalada esmoura
Escalada esmoura
Escola Secundaria Moura
 

Mais de Escola Secundaria Moura (16)

Rappel
RappelRappel
Rappel
 
Escalada esmoura
Escalada esmouraEscalada esmoura
Escalada esmoura
 
Caminhada beneficios
Caminhada beneficiosCaminhada beneficios
Caminhada beneficios
 
Badminton
Badminton Badminton
Badminton
 
Atletismo corrida de estafetas
Atletismo corrida de estafetasAtletismo corrida de estafetas
Atletismo corrida de estafetas
 
Atletismo saltos altura_comprimento
Atletismo saltos altura_comprimentoAtletismo saltos altura_comprimento
Atletismo saltos altura_comprimento
 
Atletismo corrida de estafetas
Atletismo corrida de estafetasAtletismo corrida de estafetas
Atletismo corrida de estafetas
 
Atletismo classificacao corridas
Atletismo classificacao corridasAtletismo classificacao corridas
Atletismo classificacao corridas
 
Atletismo 110 m_barreiras
Atletismo 110 m_barreirasAtletismo 110 m_barreiras
Atletismo 110 m_barreiras
 
Aquecimento e a sua importancia
Aquecimento e a sua importanciaAquecimento e a sua importancia
Aquecimento e a sua importancia
 
Atletismo saltos comprimento_altura_triplo
Atletismo saltos comprimento_altura_triploAtletismo saltos comprimento_altura_triplo
Atletismo saltos comprimento_altura_triplo
 
Principios de jogo
Principios de jogoPrincipios de jogo
Principios de jogo
 
Orientação es moura
Orientação es mouraOrientação es moura
Orientação es moura
 
Ginastica acrobatica [modo de compatibilidade]
Ginastica acrobatica [modo de compatibilidade]Ginastica acrobatica [modo de compatibilidade]
Ginastica acrobatica [modo de compatibilidade]
 
Caminhada beneficios
Caminhada beneficiosCaminhada beneficios
Caminhada beneficios
 
Escalada esmoura
Escalada esmouraEscalada esmoura
Escalada esmoura
 

Último

Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 

Último (20)

Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 

Andebol a 32_slides

  • 2. O que é o Andebol? O Andebol é um deporto com bola no qual se enfrentam duas equi- pas, cada uma com sete jogado- res (seis são jogadores de campo e um é guarda-redes).
  • 3. Qual é o objectivo do Jogo?  O objectivo do jogo é conseguir marcar golo com a bola na mão na baliza da equipa adversária. A equipa que depois da partida, tenha conseguido mais golos é a que ganha, podendo dar-se também um empate.  Cada jogo dura 30 + 30 minutos + 10’ intervalo – categoria sénior.  Cada jogo dura 25 + 25 minutos + 10’ intervalo – categoria 12-16 anos.
  • 4. RESUMO HISTÓRICO  Max Heiser foi o pai do Andebol chamando-lhe “Torball” (1907);  Dois anos mais tarde, Carl Schelenz, inventa um novo jogo ao que pôs o nome de “Handball”;  11 contra 11 em campo de futebol;  Destacaram-se Áustria, Alemanha e a Dinamarca;  Olimpíada Berlim 1936 momento importante para o seu desenvolvimento;  Nos anos 50, constante desenvolvimento do Andebol de 7;  Olimpíada Munich 1972 consolida-se na Europa o Andebol de 7.
  • 5. Onde se pratica mais este desporto? Este deporto goza de certa popularidade nos países europeus da antiga República da Jugoslávia, para além da Alemanha, Dinamarca, Espanha, França, Islândia, Polónia e Suécia. No continente americano, podemos encontrá-lo na Argentina, Brasil, Chile e ultimamente está-se fazendo popular na República Dominicana.
  • 6. Quais são as suas posições?
  • 7. Posições dos jogadores  0. - Guarda-Redes - Não pode sair da área de seis metros com a bola na mão, mas pode tocar a mesma, fora da área, se ela for passada por um companheiro.  2. - Central: Dirige o jogo e está na primeira línea – 9 m.  1-3. - Laterais: Costumam ser altos e corpulentos com remate potente e situam-se na primeira linha.  6-4. - Extremos: São rápidos, ágeis e com grande poder de salto. Jogam na segunda linha.  5. - Pivot: Colocam-se na muralha defensiva e são muito corpulentos. Situam-se na segunda línea – 6 m. 0 – G.R.
  • 8. Ataque  Pode definir-se em duas fases:  uma de iniciação – ORGANIZAÇÃO DO ATAQUE  e outro de execução – ATAQUE ORGANIZADO.  Uma e outra devem ser diferencia- das, sobretudo no que respeita à velocidade de movimentação da bola e dos jogadores..
  • 9. Ataque  Os atacantes devem estar, em todo o momento, dependentes da circulação da bola.  É fundamental que em qualquer organização do ataque intervenham todos os jogadores.  Convém iniciar o ataque pelo lugar oposto ao que queremos que ele termine.  Há que ter em atenção a segurança do passe e a velocidade de circula- ção da bola.
  • 10. Defesa É fundamental uma grande movimen- tação de pernas - “defender com as pernas”-, antecipando-se assim às acções atacantes. É fundamental para o defesa em inicia- ção o tipo de contacto com o jogador atacante. Deve-se defender com movimentação das pernas (deslocamen-tos). Esta atitude é muito importante no futuro do jogador com esta função.
  • 11. Defesa O jogador que defende deverá estar sempre situado entre linha de passe do jogador com bola e o jogador-receptor da equipa contrária. O defesa deve insistir na utilização e movimentos dos braços para aumentar as possibilidades de interceptar a bola.
  • 12. Guarda-Redes O GUARDA-REDES é o último jogador que, dentro da área dos 6 metros, pode dar os passos que queira com a bola nas mãos, sem necessidade de bater a bola no chão (drible). Também é o único que pode tocar a bola com as pernas, ainda que só para parar os remates. Contudo, não pode pisá-la nem fazer passes com as pernas.
  • 13. Guarda-Redes  Fora da área (6 m.) pode comportar-se como qualquer outro jogador de campo.  Usualmente têm uma protec- ção entre pernas e calções largos para se protegerem dos remates.
  • 14. Extremos  Os EXTREMOS colocam-se um de cada lado dos laterais. Costumam ser jogadores rápi- dos, ágeis, pouco pesados e com grande capacidade de salto.  Aproveitam ao máximo o terreno de jogo para “abrir buracos” nas defensas. São eles também que começam as jogadas de ataque estático desde a sua posição. Podem converter- se numa fonte constante de golos quando se joga contra defensas abertas – (Exp.º: o sistema defensivo: 3-2-1).
  • 15. Os LateraisOs LATERAIS situam- se um de a cada lado do Central. Costumam ser jogadores altos e corpulentos com um po- tente remate. Utilizam- se para romper as de- fesas fechadas desde a linha de 9 metros. São eles os que, pela sua proximidade “assis- tem”, na maioria das ocasiões, os Extremos.
  • 16. O Central O CENTRAL é o “cére- bro” da equipa. É ele que manda no ataque e na defesa: mar- ca as jogadas, coloca/ (organiza) os jogadores e indica de onde devem começar os ataques está- ticos. Para além disto, costu- mam ser jogadores de rápidos reflexos tacti- camente muito cultos.
  • 17. Pivot  Finalmente, o PIVOT é o encarregado de penetrar na muralha defensiva e abrir buracos onde seja possível. São jogadores robustos, que funcionam bem no “corpo a corpo”.  Os seus movimentos podem deixar espaço livre aos laterais, mas também se con- vertem em goleadores quando recebem um bom passe e se voltam com velocidade para a baliza adversária.
  • 19. Quando se criaram as regras?  As regras do Andebol definiram-se em 1926, ainda que estas tenham sido escritas para um jogo entre equipas de 11 jogadores cada uma e ao ar livre.  Esta modalidade, chegou a participar nos Jogos Olímpicos de Berlín - 1936, ainda que com escassa presença. Com o passar dos anos, o Andebol começou a praticar-se em recinto coberto, o que fez com que o n.º de jogadores se reduzisse a sete, ainda que, durante algum tempo conviveram o Andebol de 11 e o de 7, sobrevivendo depois apenas este último. Esta modalidade, debutou nos Jogos Olímpicos de Munique - 1972.
  • 21. OS SISTEMAS DE JOGO 1. - SISTEMAS DE ATAQUE   2. - SISTEMAS DEFENSIVOS
  • 22. 1. - SISTEMAS DE ATAQUE 1. - Sistema 3:31. - Sistema 3:3 2. - Sistema 2:42. - Sistema 2:4
  • 23. 2. - SISTEMAS DEFENSIVOS 1. - Sistema 6:0 2. Sistema 3:3
  • 24. 6.2. SISTEMAS DEFENSIVOS 3. - Sistema: 5:1 4. - Sistema 5:1 (misto)
  • 25. ELEMENTOS DE JOGO 1. - O TERRENO DE JOGO 2. - AS BALIZAS 3. - A BOLA  
  • 26. O TERRENO DE JOGO
  • 27. Medidas do Campo Linha de penalti – 7 m. Linha de livre 9 m. Linha central Linha de lateral Área do Guarda-Redes Linha de fundo 15m- 25m 6m 7m 2m 30m - 50m 3m 3m
  • 29. A BOLA 1. Mulheres - 54-56 cm de diâmetro 2. Homens - 58-60 cm de diâmetro
  • 30. A BOLA A bola é feita de couro ou material sintético. Deve ser esférico. A superfície no pode ser brilhante o resvaladiça. A bola usada início da partida, numa partida masculina deve medir de 58 a 60 cm. de circunferência/ diâmetro e ter um peso de 425 a 475 gramas. Para os “infantis” a circunferência da bola, no início deve ser de 48 cm. e o peso de, pelo menos, 290 gr.  Em cada partida deve haver duas bolas disponíveis que cumpram as regras.  Durante a partida a bola só poderá ser trocada em caso de absoluta necessidade. Nas partidas internacionais é obrigatória a utilização de uma bola oficial com a marca IHF
  • 32. AS REGRAS DO ANDEBOL  É um jogo desportivo colectivo, praticado por duas equipas de 7 jogadores. (1 guarda-redes + 6 jogadores de campo). Fazem ainda parte da equipa mais 5 suplentes (1 guarda-redes + 4 jogadores de campo). DEFINIÇÃO:
  • 33. AS REGRAS DO ANDEBOL Procurar introduzir a bola na baliza contrária e evitar que ela seja intro-duzida na nossa. No Andebol ao contrário do Basquetebol é admitido o empate. OBJECTIVO:
  • 34. AS REGRAS DO ANDEBOL  Começa ao som do apito do árbitro, com um lançamento de saída, no centro do campo.  O jogador que segura a bola terá que pisar a zona central da linha de meio-campo.  Na altura do passe, todos os jogadores têm de se encontrar dentro do seu meio campo e os jogadores contrários terão que estar, pelo menos, a uma distância de três metros.  Do lançamento de saída pode-se marcar golo directamente. COMEÇO DO JOGO:
  • 35. AS REGRAS DO ANDEBOL  Igual ao começo do jogo.  Quando uma equipa sofre um golo a bola é reposta em jogo como no início do jogo. RECOMEÇO DO JOGO: