SlideShare uma empresa Scribd logo
A DEFESA NO JOGO
DE HANDEBOL
Apresentado por
Ivan Carvalho da Rosa
Introdução
 O resultado final de um jogo de handebol depende diretamente do
êxito do jogador de defesa.
 Os defensores dependem da iniciativa dos atacantes para poderem
agir.
 Ao primeiro movimento ofensivo, deverão os defensores partir com
decisão para neutralizar o adversário.
 Para que isso aconteça a defesa tem de agir em bloco, pois desta
forma, se um falhar sempre terá cobertura.
 Um bom trabalho defensivo permitirá sempre, bons contra-ataques.
 Uma boa defesa, forte e vibrante, constitui um suporte moral,
favorecendo psicologicamente, estimulando a equipe a ter
confiança nas suas próprias forças.
Defesa
Defender significa
cooperação
Caracterização
 Técnica Defensiva Handebol:
 São os gestos individuais específicos do handebol que são
utilizados para o desenvolvimento do jogo, na defesa.
 Tática Defensiva Handebol:
 É a ação conjunta ou individual, que se realiza com o
intuito de não permitir que o ataque adversário finaliza com
sucesso.
 É a distribuição, de forma organizada, dos jogadores da
equipe, na zona de defesa, com o intuito de não permitir
que o ataque adversário finalize com sucesso.
ZAMBERLAN, 1997
Técnicas Defensivas Handebol
 1. Posição básica defensiva:
 É a postura que deve adotar os jogadores,
posicionando-se para intervir na próxima ação
defensiva com rapidez.
 O objetivo principal da posição básica defensiva é
buscar uma posição ideal para intervir na ação
posterior de maneira eficiente e rápida.
ZAMBERLAN, 1997
Técnicas Defensivas Handebol
 Braço/antebraço:
estendido para a lateral,
cotovelo semi-flexionados,
com a borda radial para
cima.
 Mãos: espalmadas,
voltadas p/ frente e á altura
do obro.
 Tronco: com leve
inclinação á frente.
 Pernas: com abertura
lateral, paralelas, joelhos
levemente flexionados.
Técnicas Defensivas Handebol
 2. Deslocamento defensivo:
 É a ação de mudar de um lugar para outro, na
zona de defesa, buscando um melhor
posicionamento defensivo.
 É utilizado na zona de defesa, quando o
adversário prepara a finalização com os
seguintes objetivos: acompanhar a trajetória da
bola; posicionar frente o adversário com bola; dar
cobertura ao companheiro; fazer a marcação;
efetuar o bloqueio.
ZAMBERLAN, 1997
Técnicas Defensivas Handebol
 Deslocamento
defensivo
 Divisão em função da
execução:
 Na corrida: suspensão
alternada das pernas.
 Deslizamento:
progressão, mantendo-
se o contato com o solo
(sem saltar), pelo menos
com um pé, movendo-se
na horizontal.
Técnicas Defensivas Handebol
 3. Bloqueio defensivo:
 É a ação de cortar a trajetória da bola, após ser
lançada pelo adversário na direção á baliza, além
de evitar, em alguns casos o próprio lançamento.
 Tipos:
 a) Alto com apoio
 b) Baixo com apoio
 c) Em suspensão
ZAMBERLAN, 1997
Técnicas Defensivas Handebol
 a) Bloqueio alto com
apoio:
 O defensor fica na frente
do atacante;
 Ao momento do
lançamento elevará os
braços na vertical em
direção a bola;
 As mãos deverão estar
espalmadas oferecendo
uma maior superfície de
bloqueio.
Técnicas Defensivas Handebol
 b) Bloqueio baixo com apoio:
 O defensor fica situado entre o
ombro de lançamento do
atacante e a baliza;
 Adiantará ligeiramente a perna
correspondente ao mesmo
lado e coincidindo com o
atacante;
 Inclinará o tronco e estenderá
o braço para atacar a bola;
 No último instante, com a mão
aberta.

Técnicas Defensivas Handebol
 c) Bloqueio em suspensão:
 Partindo da posição de
frente para o adversário;
 O defensor tomará impulso,
após o atacante ter saltado;
 Para no momento do
lançamento elevar os
braços;
 Dirigindo as mãos abertas
para a bola no intuito de
atacá-la de forma decisiva
no último instante.
Técnicas Defensivas Handebol
 4. Marcação:
 É a ação de fixar o adversário com o fim de neutralizar
seus movimentos, gestos ou jogadas, evitando assim que
penetre ou lance a bola em direção à baliza.
 Objetivos:
 Controlar o adversário
 Impedir a progressão e penetração
 Interceptar a bola
 Evitar o arremesso
 Divisão quanto a execução:
 a) Controle visual
 b) Controle próximo
 c) De impedimento
ZAMBERLAN, 1997
Técnicas Defensivas Handebol
 a) Marcação por controle visual:
 É quando o adversário estiver a
distância, preparando a finalização
mas não oferecendo perigo de
lançamento ou penetração.
 O defensor deverá posicionar-se
entre o atacante e a baliza, sem
deixar espaço para o lançamento
ou a penetração.
 A partir da posição básica deverá
se deslocar acompanhando o
adversário, observando suas
ações ofensivas.
 O deslocamento deverá ser,
normalmente para a lateral e
deslizante.
 Além de observar o atacante ,
deverá também, controlar a bola e
ter uma visão geral do jogo para
evitar surpresa.
Técnicas Defensivas Handebol
 b) Marcação por controle próximo:
 O defensor se posiciona próximo
ao atacante, para evitar a
recepção da bola.
 O defensor deverá estar entre o
atacante que está marcando, e a
baliza, em posição básica de
defesa.
 O deslocamento deverá ser em
direção ao adversário com
velocidade em momento oportuno,
ou seja, antes da recepção da bola
pelo seu correspondente.
 O deslocamento deverá ser feito
na corrida, seguido de parada
brusca diante e próximo ao
adversário, não dando espaço
para a recepção.
Técnicas Defensivas Handebol
 c) Marcação de impedimento:
 O defensor deverá evitar a penetração
do adversário e, conseqüentemente, o
lançamento da bola em direção ao gol.
 O defensor deverá estar posicionado
entre o atacante e o gol, ligeiramente
para o lado da bola.
 A ação deve ser no momento que o
atacante pega na bola.
 As pernas devem estar á frente,
correspondente ao braço de
lançamento do atacante.
 Os braços deverão estar entre o braço
da bola e a cabeça do atacante, com a
palma da mão voltada para fora.
 O outro braço deverá estar na cintura
ou quadril do lado posterior do
atacante.
 As pernas deverão estar
semiflexionadas.
 Se o adversário tentar a saída, deverá
ser travado (imobilizado).
Tática Defensiva Handebol
 Utiliza-se das técnicas defensivas do handebol para compor a
tática.
 Posição básica defensiva, deslocamento defensivo, bloqueio e
marcação.
 Regras básicas para o defensor:
 Posicionar entre o gol e o atacante;
 Observar e marcar o braço de arremesso;
 Manter-se na posição básica em equilíbrio;
 Observar seu constantemente seu oponente;
 Evitar a penetração;
 Observar e acompanhar a trajetória da bola;
 Evitar o bloqueio ofensivo;
 Marcar o pivô;
 Sair no momento oportuno para a marcação ou bloqueio.
Tática Defensiva Handebol
 Fases da defesa:
 Retorno:
 após perder aposse de bola no ataque, os jogadores
deverão retornar o mais rápido possível e pelo caminho
mais curto.
 A corrida deverá ser de frente até o centro da quadra, para
observar o possível lançamento do contra ataque, de
costas após passar o centro da quadra até a linha dos seis
metros.
 Defesa temporária:
 É o prolongamento da situação anterior.
 O defensor deverá, as vezes atuar fora de sua posição.
Tática Defensiva Handebol
 Fases da defesa:
 Organização da defesa:
 Após a defesa temporária, devem voltar a posição de
origem.
 Isso ocorrerá: com uma paralisação do jogo por falta, pelo
árbitro ou contusão de jogador; quando a bola estiver no
lado oposto ao do jogador.
 Defesa em sistemas:
 É a aplicação do sistema defensivo estabelecido no
momento, de acordo com o ataque adversário.
 Isso dependerá das características do ataque adversário:
equipe que só infiltra; equipe que tem jogador com
arremesso de fora; com jogador bom na finta; com
excelente jogador no arremesso e na finta, além de ser um
bom organizador do jogo.
Tática Defensiva Handebol
Tipos de Sistemas Defesa
 a) Defesa Individual:
 Cada defensor tem um adversário específico definido para
marcar e o acompanha de perto durante todo o tempo em
que a equipe estiver atuando neste tipo de defesa,
procurando não dar ao atacante oportunidade para receber
a bola.
 Situações especiais: adversário em inferioridade numérica;
contra uma equipe mal preparada fisicamente ou
tecnicamente; final do jogo e inferiorizado no placar; como
fator surpresa.
 Tipos de defesa: quadra toda; meia quadra e 1/3 da
quadra.
Tática Defensiva Handebol
Tipos de Sistemas Defesa
 a) Defesa Individual:
 Vantagens:
 Poderá recuperar a bola mais rápido do que a marcação
por zona.
 Pode ser empregado diante de qualquer sistema de
ataque.
 Quebra uma jogada combinada.
 Dificulta passes e arremessos.
 Desvantagens:
 Enorme desgaste físico.
 Favorece a realização de bloqueios ofensivos.
 Dificulta a cobertura de outro defensor.
 Dificulta a saída para os contra ataques.
Tática Defensiva Handebol
Tipos de Sistemas Defesa
 b) Defesa por Zona:
 Cada defensor é responsável por uma determinada faixa de
área nos seis ou nome metros.
 Preferencialmente os mais altos ocupam as posições centrais.
 Características:
 É considerado o sistema de defesa básica;
 Posições são fixas;
 Não é tão exaustiva como a individual;
 Da sentido de responsabilidade coletiva;
 Possibilita ajuda a um companheiro;
 Reduz os arremessos a gol;
 Dificulta a movimentação do adversário;
 Obriga o adversário a arremessar de meia distância, facilitando a
ação da defesa e do goleiro.
Tática Defensiva Handebol
Tipos de Sistemas Defesa
 As Defesas por Zona dividi-se em:
 b) Defesa por Zona
 b1) 6 x 0
 b1a) Sem flutuação
 b1b) Com flutuação
 b2) 5 x 1
 b3) Combinada 5 x 0 + 1
 b4) 4 x 2
 b5) 3 x 3
 b6) 3 x 2 x 1
Tática Defensiva Handebol
Tipos de Sistemas Defesa
 b1) Defesa por Zona 6 x 0:
 Cada jogador é responsável por uma determinada área na
zona de defesa na linha de seis metros.
 Este é a base de todos os demais sistemas.
 Os seis jogadores da equipe estão distribuídos ao longo da
linha de seis metros.
 Desloca-se para direita, para a esquerda, para frente e
para trás, de acordo com a trajetória da bola e intenção
dos atacantes.
 Pode ocorrer o 6 x 0 avançado, onde os jogadores ficam
passo a frente da linha de 6m.
 A defesa 6 x 0 pode ser executada de duas formas:
 a) Sem flutuação
 b) Com flutuação
Tática Defensiva Handebol
Tipos de Sistemas Defesa
 b1a) Defesa por Zona 6 x 0 Sem flutuação:
Tática Defensiva Handebol
Tipos de Sistemas Defesa
 b1b) Defesa por Zona 6 x 0 Com flutuação:
Tática Defensiva Handebol
Tipos de Sistemas Defesa
 b2) Defesa por Zona 5 x 1:
 Cada defensor é responsável
por uma determinada área na
zona de defesa nos seis e nos
nove metros.
 Temo o objetivo de neutralizar
os arremessos de meia
distância e evitar a penetração
do adversário.
 Se a defesa por zona com
flutuação não estiver
impedindo os arremessos de
meia distância, então faz-se 5
x 1.
 Os jogadores ocupam a linha
de 6 metros e um coloca-se na
linha de 9 metros.
Tática Defensiva Handebol
Tipos de Sistemas Defesa
 b3) Defesa por Zona
Combinada 5 x 0 + 1:
 É a combinação dos
sistemas por zona e
individual.
 Quando há um jogador que
desequilibra, marca-se
esse individualmente e os
outros são marcados por
zona.
 Tem o objetivo de
neutralizar o melhor
jogador adversário.
 Cinco jogadores estarão na
linha de 6 metros enquanto
que um jogador assume a
marcação individual.
Tática Defensiva Handebol
Tipos de Sistemas Defesa
 b4) Defesa por Zona 4 x 2:
 Deve ser usada pela
necessidade de anular dois
atacantes eficientes.
 Os defensores escolhidos
devem ter cuidado com as
escapadas e bloqueios que
possam favorecerem.
 Deve-se ter cuidado com
este sistema, pois a defesa
nos 6m fica frágil.
Tática Defensiva Handebol
Tipos de Sistemas Defesa
 b5) Defesa por Zona 3 x 3:
 É uma marcação por zona
usada para evitar os
arremessos de meia e
longa distância.
 Dificulta também a
infiltração.
 A equipe tem que ter um
excelente preparo físico.
 Três jogadores ficam nos 6
metros e três jogadores
ficam nos 9 metros.
Tática Defensiva Handebol
Tipos de Sistemas Defesa
 b6) Defesa por Zona 3x2x1:
 É de complexa execução.
 É uma defesa por zona,
formada por três linhas
defensivas, formando um
triângulo.
 É utilizado para dificultar a
penetração frontal, e os
arremessadores de média
distância.
 Sua vulnerabilidade está
nas extremidades.
Vantagens e Desvantagens
dos Sistemas
SISTEMA VANTAGENS DESVANTAGENS
a) Defesa Individual Necessária em momentos de recuperação imediata
da bola sem falta; quando o adversário é inferior
tecnicamente ou fisicamente;
Bloqueios e cruzamentos vão ocorrer; ocorrera
desgaste físico e a marcação cairá rendimento.
b1) Defesa Zona 6x0 Distribui tarefas aos defensores; forte bloqueio
defensivo; fácil troca de marcação; deslocamentos
curtos; menor desgaste físico.
Armação das jogadas adversárias sobre pouca
interferência; facilita os arremessos de longa
distância; saída p/ contra ataques lenta.
b2) Defesa Zona 5x1 Interferência na armação jogadas; antecipação nos
arremessos de média e longa distância;
possibilidade de contra ataques simples; controle da
troca de passes.
Permite bloqueio mais eficientes; desgaste físico
do jogador adiantado; aumenta a possibilidade de
entradas (2º. pivô e infiltrações); erros de troca de
marcação.
b3) Defesa Zona 5x0+1 Interfere na marcação das jogadas; anula o melhor
jogador.
Podem ocorrer bloqueios; facilidade com
infiltrações.
b4) Defesa Zona 4x2 Interferência maior na marcação das jogadas;
impede arremessos médios e longos; facilita contra
ataque; controle da troca de passe.
Permite variedade de bloqueios; desgaste físico;
possibilidades de entradas (2º. Pivô e infiltrações);
erros da troca de marcação; espaços na defesa
(fintas).
b5) Defesa Zona 3x3 Anula os arremessos médios e longos; facilita saída
para contra ataque; total interferência na armação
jogadas; grande mobilidade dos armadores.
Infiltração do 2º. Pivô e bloqueios ofensivos;
desgaste físico; erros na troca de marcação e
marcação do pivô; todos devem defender muito
bem.
b6) Defesa Zona 3x2x1 Anula arremesso médios e longos; facilita saída
organizada para contra ataque; grande interferência
na armação jogadas; exige grande mobilidade dos
atacantes.
Infiltração do 2º. Pivô e bloqueios ofensivos,
desgaste físico acentuado; erros na troca de
marcação.
Jogos de Cooperação Defesa
2 x 2 na largura
Jogos de Cooperação Defesa
2 x 2 na profundidade
Jogos de Cooperação Defesa
3 x 3 na combinação de
Largura e profundidade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Voleibol trabalho
Voleibol trabalhoVoleibol trabalho
Voleibol trabalho
Historiando
 
Trabalho de volei
Trabalho de voleiTrabalho de volei
Trabalho de volei
Harrison Sodre Melônio
 
Aula sobre futsal
Aula sobre futsal Aula sobre futsal
Aula sobre futsal
Mateus Pacheco
 
Voleibol, regras e fundamentos
Voleibol, regras e fundamentosVoleibol, regras e fundamentos
Voleibol, regras e fundamentos
Prof. Saulo Bezerra
 
Apresentação basquetebol
Apresentação basquetebol Apresentação basquetebol
Apresentação basquetebol
Paula Silva Silva
 
Futsal - Profª Carol
Futsal - Profª CarolFutsal - Profª Carol
Futsal - Profª Carol
Carol Zazeri
 
BASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdf
BASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdfBASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdf
BASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdf
Sílvio Cardoso
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Handebol na escola
Handebol na escolaHandebol na escola
Handebol na escola
evandrolhp
 
Andebol avancado
Andebol  avancadoAndebol  avancado
Andebol avancado
Maria João Vasconcelos
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
aluisiobraga
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
Luis Duarte
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
Pedro R Pires
 
Voleibol: História, regras e fundamentos
Voleibol: História, regras e fundamentosVoleibol: História, regras e fundamentos
Voleibol: História, regras e fundamentos
Prof. Saulo Bezerra
 
Futsal teórica
Futsal   teóricaFutsal   teórica
Futsal teórica
NetKids
 
Futsal exercicios treinamento
Futsal   exercicios treinamentoFutsal   exercicios treinamento
Futsal exercicios treinamento
Alessandro Martins Nogueira
 
Progressoes rolamentos
Progressoes rolamentos Progressoes rolamentos
Progressoes rolamentos
Vivianne Oliveira
 
Voleibol na escola
Voleibol na escolaVoleibol na escola
Voleibol na escola
evandrolhp
 
Andebol regras
Andebol regras Andebol regras
Andebol regras
Maria Sequeira
 
Badminton
BadmintonBadminton
Badminton
Jecamel
 

Mais procurados (20)

Voleibol trabalho
Voleibol trabalhoVoleibol trabalho
Voleibol trabalho
 
Trabalho de volei
Trabalho de voleiTrabalho de volei
Trabalho de volei
 
Aula sobre futsal
Aula sobre futsal Aula sobre futsal
Aula sobre futsal
 
Voleibol, regras e fundamentos
Voleibol, regras e fundamentosVoleibol, regras e fundamentos
Voleibol, regras e fundamentos
 
Apresentação basquetebol
Apresentação basquetebol Apresentação basquetebol
Apresentação basquetebol
 
Futsal - Profª Carol
Futsal - Profª CarolFutsal - Profª Carol
Futsal - Profª Carol
 
BASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdf
BASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdfBASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdf
BASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdf
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Handebol na escola
Handebol na escolaHandebol na escola
Handebol na escola
 
Andebol avancado
Andebol  avancadoAndebol  avancado
Andebol avancado
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
 
Voleibol: História, regras e fundamentos
Voleibol: História, regras e fundamentosVoleibol: História, regras e fundamentos
Voleibol: História, regras e fundamentos
 
Futsal teórica
Futsal   teóricaFutsal   teórica
Futsal teórica
 
Futsal exercicios treinamento
Futsal   exercicios treinamentoFutsal   exercicios treinamento
Futsal exercicios treinamento
 
Progressoes rolamentos
Progressoes rolamentos Progressoes rolamentos
Progressoes rolamentos
 
Voleibol na escola
Voleibol na escolaVoleibol na escola
Voleibol na escola
 
Andebol regras
Andebol regras Andebol regras
Andebol regras
 
Badminton
BadmintonBadminton
Badminton
 

Destaque

Handebol Aula
Handebol  AulaHandebol  Aula
Handebol Aula
Flavio Land
 
Segunda Aula De Handebol
Segunda Aula De HandebolSegunda Aula De Handebol
Segunda Aula De Handebol
caduroots
 
Handebol 2010
Handebol 2010Handebol 2010
Handebol 2010
aluisiobraga
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
evandrolhp
 
Regras básicas do handebol
Regras básicas do handebolRegras básicas do handebol
Regras básicas do handebol
haroldo57
 
Handebol
HandebolHandebol
Processos de iniciação do handebol
Processos de iniciação do handebolProcessos de iniciação do handebol
Processos de iniciação do handebol
coordenadoria02
 
Handebol teórica
Handebol   teóricaHandebol   teórica
Handebol teórica
NetKids
 
Handebol apresentação
Handebol apresentaçãoHandebol apresentação
Handebol apresentação
joaovitorufjf
 
Slide handebol
Slide handebolSlide handebol
Slide handebol
Gelcimar Educ Física
 

Destaque (10)

Handebol Aula
Handebol  AulaHandebol  Aula
Handebol Aula
 
Segunda Aula De Handebol
Segunda Aula De HandebolSegunda Aula De Handebol
Segunda Aula De Handebol
 
Handebol 2010
Handebol 2010Handebol 2010
Handebol 2010
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Regras básicas do handebol
Regras básicas do handebolRegras básicas do handebol
Regras básicas do handebol
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Processos de iniciação do handebol
Processos de iniciação do handebolProcessos de iniciação do handebol
Processos de iniciação do handebol
 
Handebol teórica
Handebol   teóricaHandebol   teórica
Handebol teórica
 
Handebol apresentação
Handebol apresentaçãoHandebol apresentação
Handebol apresentação
 
Slide handebol
Slide handebolSlide handebol
Slide handebol
 

Semelhante a A defesa no jogo de handebol

Táticas básicas de basquetebol
Táticas básicas de basquetebolTáticas básicas de basquetebol
Táticas básicas de basquetebol
Elaine Lima
 
Basquete 1
Basquete 1Basquete 1
Basquete 1
Nilceia Sc
 
Artigo defesa do bloqueio directo por Ruben Aguiar
Artigo defesa do bloqueio directo por Ruben AguiarArtigo defesa do bloqueio directo por Ruben Aguiar
Artigo defesa do bloqueio directo por Ruben Aguiar
Ruben Aguiar
 
Aspectos taticos do futebol
Aspectos taticos do futebolAspectos taticos do futebol
Aspectos taticos do futebol
Marcos Pereira
 
SLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptx
SLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptxSLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptx
SLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptx
sayonara39
 
aula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptx
aula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptxaula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptx
aula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptx
ViniciusLopesFaria
 
Aula 03.pptx ensino pedagógico do rugby tradicional
Aula 03.pptx ensino pedagógico do rugby tradicionalAula 03.pptx ensino pedagógico do rugby tradicional
Aula 03.pptx ensino pedagógico do rugby tradicional
TavaresJana
 
EJA IV EDUCAÇÃO FÍSICA 14 09 2023 ESPORTES DE INVASÃO FUTEBOL.pdf
EJA IV EDUCAÇÃO FÍSICA 14 09 2023 ESPORTES DE INVASÃO FUTEBOL.pdfEJA IV EDUCAÇÃO FÍSICA 14 09 2023 ESPORTES DE INVASÃO FUTEBOL.pdf
EJA IV EDUCAÇÃO FÍSICA 14 09 2023 ESPORTES DE INVASÃO FUTEBOL.pdf
DeosdeteLino
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
bbpn
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
bbpn
 
Treinamento de goleiros de handebol
Treinamento de goleiros de handebolTreinamento de goleiros de handebol
Treinamento de goleiros de handebol
Everton Januário de Sousa
 
Andebol - tudo
Andebol - tudoAndebol - tudo
Andebol - tudo
HugoSousa93
 
Handebol Defesa Individual
Handebol Defesa IndividualHandebol Defesa Individual
Handebol Defesa Individual
pathylinda
 
Apostila futsal
Apostila futsalApostila futsal
Apostila futsal
proinfoalda
 
3º ano prova bimestral 4º bim.
3º ano prova bimestral 4º bim.3º ano prova bimestral 4º bim.
3º ano prova bimestral 4º bim.
Tony
 
Jornadas tecnicas
Jornadas tecnicasJornadas tecnicas
Jornadas tecnicas
Rogerioserrador
 
Etapas no ensino
Etapas no ensinoEtapas no ensino
Etapas no ensino
Nuno Coelho
 
Protocolo Guia para a Observação dos Adversários
Protocolo Guia para a Observação dos AdversáriosProtocolo Guia para a Observação dos Adversários
Protocolo Guia para a Observação dos Adversários
Fundação Real Madrid
 
Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do Jogo
Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do JogoSimplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do Jogo
Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do Jogo
Fundação Real Madrid
 
Andebol introducao
Andebol introducaoAndebol introducao
Andebol introducao
Maria Sequeira
 

Semelhante a A defesa no jogo de handebol (20)

Táticas básicas de basquetebol
Táticas básicas de basquetebolTáticas básicas de basquetebol
Táticas básicas de basquetebol
 
Basquete 1
Basquete 1Basquete 1
Basquete 1
 
Artigo defesa do bloqueio directo por Ruben Aguiar
Artigo defesa do bloqueio directo por Ruben AguiarArtigo defesa do bloqueio directo por Ruben Aguiar
Artigo defesa do bloqueio directo por Ruben Aguiar
 
Aspectos taticos do futebol
Aspectos taticos do futebolAspectos taticos do futebol
Aspectos taticos do futebol
 
SLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptx
SLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptxSLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptx
SLIDE DE HANDEBOL PARA ED. FÍSICA.pptx
 
aula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptx
aula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptxaula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptx
aula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptx
 
Aula 03.pptx ensino pedagógico do rugby tradicional
Aula 03.pptx ensino pedagógico do rugby tradicionalAula 03.pptx ensino pedagógico do rugby tradicional
Aula 03.pptx ensino pedagógico do rugby tradicional
 
EJA IV EDUCAÇÃO FÍSICA 14 09 2023 ESPORTES DE INVASÃO FUTEBOL.pdf
EJA IV EDUCAÇÃO FÍSICA 14 09 2023 ESPORTES DE INVASÃO FUTEBOL.pdfEJA IV EDUCAÇÃO FÍSICA 14 09 2023 ESPORTES DE INVASÃO FUTEBOL.pdf
EJA IV EDUCAÇÃO FÍSICA 14 09 2023 ESPORTES DE INVASÃO FUTEBOL.pdf
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
 
Treinamento de goleiros de handebol
Treinamento de goleiros de handebolTreinamento de goleiros de handebol
Treinamento de goleiros de handebol
 
Andebol - tudo
Andebol - tudoAndebol - tudo
Andebol - tudo
 
Handebol Defesa Individual
Handebol Defesa IndividualHandebol Defesa Individual
Handebol Defesa Individual
 
Apostila futsal
Apostila futsalApostila futsal
Apostila futsal
 
3º ano prova bimestral 4º bim.
3º ano prova bimestral 4º bim.3º ano prova bimestral 4º bim.
3º ano prova bimestral 4º bim.
 
Jornadas tecnicas
Jornadas tecnicasJornadas tecnicas
Jornadas tecnicas
 
Etapas no ensino
Etapas no ensinoEtapas no ensino
Etapas no ensino
 
Protocolo Guia para a Observação dos Adversários
Protocolo Guia para a Observação dos AdversáriosProtocolo Guia para a Observação dos Adversários
Protocolo Guia para a Observação dos Adversários
 
Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do Jogo
Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do JogoSimplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do Jogo
Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo - Fases do Jogo
 
Andebol introducao
Andebol introducaoAndebol introducao
Andebol introducao
 

Mais de Balonmano

Iniciação goleiro handebol
Iniciação goleiro handebolIniciação goleiro handebol
Iniciação goleiro handebol
Balonmano
 
Preparação física curso nacional de treinadores
Preparação física curso nacional de treinadoresPreparação física curso nacional de treinadores
Preparação física curso nacional de treinadores
Balonmano
 
Como montar um slackline
Como montar um slacklineComo montar um slackline
Como montar um slackline
Balonmano
 
Classificação dos sólidos geométricos
Classificação dos sólidos geométricosClassificação dos sólidos geométricos
Classificação dos sólidos geométricos
Balonmano
 
Educação física escolar e diversidade
Educação física escolar e diversidadeEducação física escolar e diversidade
Educação física escolar e diversidade
Balonmano
 
Jogo do caos
Jogo do caosJogo do caos
Jogo do caos
Balonmano
 

Mais de Balonmano (6)

Iniciação goleiro handebol
Iniciação goleiro handebolIniciação goleiro handebol
Iniciação goleiro handebol
 
Preparação física curso nacional de treinadores
Preparação física curso nacional de treinadoresPreparação física curso nacional de treinadores
Preparação física curso nacional de treinadores
 
Como montar um slackline
Como montar um slacklineComo montar um slackline
Como montar um slackline
 
Classificação dos sólidos geométricos
Classificação dos sólidos geométricosClassificação dos sólidos geométricos
Classificação dos sólidos geométricos
 
Educação física escolar e diversidade
Educação física escolar e diversidadeEducação física escolar e diversidade
Educação física escolar e diversidade
 
Jogo do caos
Jogo do caosJogo do caos
Jogo do caos
 

A defesa no jogo de handebol

  • 1. A DEFESA NO JOGO DE HANDEBOL Apresentado por Ivan Carvalho da Rosa
  • 2. Introdução  O resultado final de um jogo de handebol depende diretamente do êxito do jogador de defesa.  Os defensores dependem da iniciativa dos atacantes para poderem agir.  Ao primeiro movimento ofensivo, deverão os defensores partir com decisão para neutralizar o adversário.  Para que isso aconteça a defesa tem de agir em bloco, pois desta forma, se um falhar sempre terá cobertura.  Um bom trabalho defensivo permitirá sempre, bons contra-ataques.  Uma boa defesa, forte e vibrante, constitui um suporte moral, favorecendo psicologicamente, estimulando a equipe a ter confiança nas suas próprias forças.
  • 4. Caracterização  Técnica Defensiva Handebol:  São os gestos individuais específicos do handebol que são utilizados para o desenvolvimento do jogo, na defesa.  Tática Defensiva Handebol:  É a ação conjunta ou individual, que se realiza com o intuito de não permitir que o ataque adversário finaliza com sucesso.  É a distribuição, de forma organizada, dos jogadores da equipe, na zona de defesa, com o intuito de não permitir que o ataque adversário finalize com sucesso. ZAMBERLAN, 1997
  • 5. Técnicas Defensivas Handebol  1. Posição básica defensiva:  É a postura que deve adotar os jogadores, posicionando-se para intervir na próxima ação defensiva com rapidez.  O objetivo principal da posição básica defensiva é buscar uma posição ideal para intervir na ação posterior de maneira eficiente e rápida. ZAMBERLAN, 1997
  • 6. Técnicas Defensivas Handebol  Braço/antebraço: estendido para a lateral, cotovelo semi-flexionados, com a borda radial para cima.  Mãos: espalmadas, voltadas p/ frente e á altura do obro.  Tronco: com leve inclinação á frente.  Pernas: com abertura lateral, paralelas, joelhos levemente flexionados.
  • 7. Técnicas Defensivas Handebol  2. Deslocamento defensivo:  É a ação de mudar de um lugar para outro, na zona de defesa, buscando um melhor posicionamento defensivo.  É utilizado na zona de defesa, quando o adversário prepara a finalização com os seguintes objetivos: acompanhar a trajetória da bola; posicionar frente o adversário com bola; dar cobertura ao companheiro; fazer a marcação; efetuar o bloqueio. ZAMBERLAN, 1997
  • 8. Técnicas Defensivas Handebol  Deslocamento defensivo  Divisão em função da execução:  Na corrida: suspensão alternada das pernas.  Deslizamento: progressão, mantendo- se o contato com o solo (sem saltar), pelo menos com um pé, movendo-se na horizontal.
  • 9. Técnicas Defensivas Handebol  3. Bloqueio defensivo:  É a ação de cortar a trajetória da bola, após ser lançada pelo adversário na direção á baliza, além de evitar, em alguns casos o próprio lançamento.  Tipos:  a) Alto com apoio  b) Baixo com apoio  c) Em suspensão ZAMBERLAN, 1997
  • 10. Técnicas Defensivas Handebol  a) Bloqueio alto com apoio:  O defensor fica na frente do atacante;  Ao momento do lançamento elevará os braços na vertical em direção a bola;  As mãos deverão estar espalmadas oferecendo uma maior superfície de bloqueio.
  • 11. Técnicas Defensivas Handebol  b) Bloqueio baixo com apoio:  O defensor fica situado entre o ombro de lançamento do atacante e a baliza;  Adiantará ligeiramente a perna correspondente ao mesmo lado e coincidindo com o atacante;  Inclinará o tronco e estenderá o braço para atacar a bola;  No último instante, com a mão aberta. 
  • 12. Técnicas Defensivas Handebol  c) Bloqueio em suspensão:  Partindo da posição de frente para o adversário;  O defensor tomará impulso, após o atacante ter saltado;  Para no momento do lançamento elevar os braços;  Dirigindo as mãos abertas para a bola no intuito de atacá-la de forma decisiva no último instante.
  • 13. Técnicas Defensivas Handebol  4. Marcação:  É a ação de fixar o adversário com o fim de neutralizar seus movimentos, gestos ou jogadas, evitando assim que penetre ou lance a bola em direção à baliza.  Objetivos:  Controlar o adversário  Impedir a progressão e penetração  Interceptar a bola  Evitar o arremesso  Divisão quanto a execução:  a) Controle visual  b) Controle próximo  c) De impedimento ZAMBERLAN, 1997
  • 14. Técnicas Defensivas Handebol  a) Marcação por controle visual:  É quando o adversário estiver a distância, preparando a finalização mas não oferecendo perigo de lançamento ou penetração.  O defensor deverá posicionar-se entre o atacante e a baliza, sem deixar espaço para o lançamento ou a penetração.  A partir da posição básica deverá se deslocar acompanhando o adversário, observando suas ações ofensivas.  O deslocamento deverá ser, normalmente para a lateral e deslizante.  Além de observar o atacante , deverá também, controlar a bola e ter uma visão geral do jogo para evitar surpresa.
  • 15. Técnicas Defensivas Handebol  b) Marcação por controle próximo:  O defensor se posiciona próximo ao atacante, para evitar a recepção da bola.  O defensor deverá estar entre o atacante que está marcando, e a baliza, em posição básica de defesa.  O deslocamento deverá ser em direção ao adversário com velocidade em momento oportuno, ou seja, antes da recepção da bola pelo seu correspondente.  O deslocamento deverá ser feito na corrida, seguido de parada brusca diante e próximo ao adversário, não dando espaço para a recepção.
  • 16. Técnicas Defensivas Handebol  c) Marcação de impedimento:  O defensor deverá evitar a penetração do adversário e, conseqüentemente, o lançamento da bola em direção ao gol.  O defensor deverá estar posicionado entre o atacante e o gol, ligeiramente para o lado da bola.  A ação deve ser no momento que o atacante pega na bola.  As pernas devem estar á frente, correspondente ao braço de lançamento do atacante.  Os braços deverão estar entre o braço da bola e a cabeça do atacante, com a palma da mão voltada para fora.  O outro braço deverá estar na cintura ou quadril do lado posterior do atacante.  As pernas deverão estar semiflexionadas.  Se o adversário tentar a saída, deverá ser travado (imobilizado).
  • 17. Tática Defensiva Handebol  Utiliza-se das técnicas defensivas do handebol para compor a tática.  Posição básica defensiva, deslocamento defensivo, bloqueio e marcação.  Regras básicas para o defensor:  Posicionar entre o gol e o atacante;  Observar e marcar o braço de arremesso;  Manter-se na posição básica em equilíbrio;  Observar seu constantemente seu oponente;  Evitar a penetração;  Observar e acompanhar a trajetória da bola;  Evitar o bloqueio ofensivo;  Marcar o pivô;  Sair no momento oportuno para a marcação ou bloqueio.
  • 18. Tática Defensiva Handebol  Fases da defesa:  Retorno:  após perder aposse de bola no ataque, os jogadores deverão retornar o mais rápido possível e pelo caminho mais curto.  A corrida deverá ser de frente até o centro da quadra, para observar o possível lançamento do contra ataque, de costas após passar o centro da quadra até a linha dos seis metros.  Defesa temporária:  É o prolongamento da situação anterior.  O defensor deverá, as vezes atuar fora de sua posição.
  • 19. Tática Defensiva Handebol  Fases da defesa:  Organização da defesa:  Após a defesa temporária, devem voltar a posição de origem.  Isso ocorrerá: com uma paralisação do jogo por falta, pelo árbitro ou contusão de jogador; quando a bola estiver no lado oposto ao do jogador.  Defesa em sistemas:  É a aplicação do sistema defensivo estabelecido no momento, de acordo com o ataque adversário.  Isso dependerá das características do ataque adversário: equipe que só infiltra; equipe que tem jogador com arremesso de fora; com jogador bom na finta; com excelente jogador no arremesso e na finta, além de ser um bom organizador do jogo.
  • 20. Tática Defensiva Handebol Tipos de Sistemas Defesa  a) Defesa Individual:  Cada defensor tem um adversário específico definido para marcar e o acompanha de perto durante todo o tempo em que a equipe estiver atuando neste tipo de defesa, procurando não dar ao atacante oportunidade para receber a bola.  Situações especiais: adversário em inferioridade numérica; contra uma equipe mal preparada fisicamente ou tecnicamente; final do jogo e inferiorizado no placar; como fator surpresa.  Tipos de defesa: quadra toda; meia quadra e 1/3 da quadra.
  • 21. Tática Defensiva Handebol Tipos de Sistemas Defesa  a) Defesa Individual:  Vantagens:  Poderá recuperar a bola mais rápido do que a marcação por zona.  Pode ser empregado diante de qualquer sistema de ataque.  Quebra uma jogada combinada.  Dificulta passes e arremessos.  Desvantagens:  Enorme desgaste físico.  Favorece a realização de bloqueios ofensivos.  Dificulta a cobertura de outro defensor.  Dificulta a saída para os contra ataques.
  • 22. Tática Defensiva Handebol Tipos de Sistemas Defesa  b) Defesa por Zona:  Cada defensor é responsável por uma determinada faixa de área nos seis ou nome metros.  Preferencialmente os mais altos ocupam as posições centrais.  Características:  É considerado o sistema de defesa básica;  Posições são fixas;  Não é tão exaustiva como a individual;  Da sentido de responsabilidade coletiva;  Possibilita ajuda a um companheiro;  Reduz os arremessos a gol;  Dificulta a movimentação do adversário;  Obriga o adversário a arremessar de meia distância, facilitando a ação da defesa e do goleiro.
  • 23. Tática Defensiva Handebol Tipos de Sistemas Defesa  As Defesas por Zona dividi-se em:  b) Defesa por Zona  b1) 6 x 0  b1a) Sem flutuação  b1b) Com flutuação  b2) 5 x 1  b3) Combinada 5 x 0 + 1  b4) 4 x 2  b5) 3 x 3  b6) 3 x 2 x 1
  • 24. Tática Defensiva Handebol Tipos de Sistemas Defesa  b1) Defesa por Zona 6 x 0:  Cada jogador é responsável por uma determinada área na zona de defesa na linha de seis metros.  Este é a base de todos os demais sistemas.  Os seis jogadores da equipe estão distribuídos ao longo da linha de seis metros.  Desloca-se para direita, para a esquerda, para frente e para trás, de acordo com a trajetória da bola e intenção dos atacantes.  Pode ocorrer o 6 x 0 avançado, onde os jogadores ficam passo a frente da linha de 6m.  A defesa 6 x 0 pode ser executada de duas formas:  a) Sem flutuação  b) Com flutuação
  • 25. Tática Defensiva Handebol Tipos de Sistemas Defesa  b1a) Defesa por Zona 6 x 0 Sem flutuação:
  • 26. Tática Defensiva Handebol Tipos de Sistemas Defesa  b1b) Defesa por Zona 6 x 0 Com flutuação:
  • 27. Tática Defensiva Handebol Tipos de Sistemas Defesa  b2) Defesa por Zona 5 x 1:  Cada defensor é responsável por uma determinada área na zona de defesa nos seis e nos nove metros.  Temo o objetivo de neutralizar os arremessos de meia distância e evitar a penetração do adversário.  Se a defesa por zona com flutuação não estiver impedindo os arremessos de meia distância, então faz-se 5 x 1.  Os jogadores ocupam a linha de 6 metros e um coloca-se na linha de 9 metros.
  • 28. Tática Defensiva Handebol Tipos de Sistemas Defesa  b3) Defesa por Zona Combinada 5 x 0 + 1:  É a combinação dos sistemas por zona e individual.  Quando há um jogador que desequilibra, marca-se esse individualmente e os outros são marcados por zona.  Tem o objetivo de neutralizar o melhor jogador adversário.  Cinco jogadores estarão na linha de 6 metros enquanto que um jogador assume a marcação individual.
  • 29. Tática Defensiva Handebol Tipos de Sistemas Defesa  b4) Defesa por Zona 4 x 2:  Deve ser usada pela necessidade de anular dois atacantes eficientes.  Os defensores escolhidos devem ter cuidado com as escapadas e bloqueios que possam favorecerem.  Deve-se ter cuidado com este sistema, pois a defesa nos 6m fica frágil.
  • 30. Tática Defensiva Handebol Tipos de Sistemas Defesa  b5) Defesa por Zona 3 x 3:  É uma marcação por zona usada para evitar os arremessos de meia e longa distância.  Dificulta também a infiltração.  A equipe tem que ter um excelente preparo físico.  Três jogadores ficam nos 6 metros e três jogadores ficam nos 9 metros.
  • 31. Tática Defensiva Handebol Tipos de Sistemas Defesa  b6) Defesa por Zona 3x2x1:  É de complexa execução.  É uma defesa por zona, formada por três linhas defensivas, formando um triângulo.  É utilizado para dificultar a penetração frontal, e os arremessadores de média distância.  Sua vulnerabilidade está nas extremidades.
  • 32. Vantagens e Desvantagens dos Sistemas SISTEMA VANTAGENS DESVANTAGENS a) Defesa Individual Necessária em momentos de recuperação imediata da bola sem falta; quando o adversário é inferior tecnicamente ou fisicamente; Bloqueios e cruzamentos vão ocorrer; ocorrera desgaste físico e a marcação cairá rendimento. b1) Defesa Zona 6x0 Distribui tarefas aos defensores; forte bloqueio defensivo; fácil troca de marcação; deslocamentos curtos; menor desgaste físico. Armação das jogadas adversárias sobre pouca interferência; facilita os arremessos de longa distância; saída p/ contra ataques lenta. b2) Defesa Zona 5x1 Interferência na armação jogadas; antecipação nos arremessos de média e longa distância; possibilidade de contra ataques simples; controle da troca de passes. Permite bloqueio mais eficientes; desgaste físico do jogador adiantado; aumenta a possibilidade de entradas (2º. pivô e infiltrações); erros de troca de marcação. b3) Defesa Zona 5x0+1 Interfere na marcação das jogadas; anula o melhor jogador. Podem ocorrer bloqueios; facilidade com infiltrações. b4) Defesa Zona 4x2 Interferência maior na marcação das jogadas; impede arremessos médios e longos; facilita contra ataque; controle da troca de passe. Permite variedade de bloqueios; desgaste físico; possibilidades de entradas (2º. Pivô e infiltrações); erros da troca de marcação; espaços na defesa (fintas). b5) Defesa Zona 3x3 Anula os arremessos médios e longos; facilita saída para contra ataque; total interferência na armação jogadas; grande mobilidade dos armadores. Infiltração do 2º. Pivô e bloqueios ofensivos; desgaste físico; erros na troca de marcação e marcação do pivô; todos devem defender muito bem. b6) Defesa Zona 3x2x1 Anula arremesso médios e longos; facilita saída organizada para contra ataque; grande interferência na armação jogadas; exige grande mobilidade dos atacantes. Infiltração do 2º. Pivô e bloqueios ofensivos, desgaste físico acentuado; erros na troca de marcação.
  • 33. Jogos de Cooperação Defesa 2 x 2 na largura
  • 34. Jogos de Cooperação Defesa 2 x 2 na profundidade
  • 35. Jogos de Cooperação Defesa 3 x 3 na combinação de Largura e profundidade

Notas do Editor

  1. Clique para adicionar notas
  2. Como a apresentação beneficiará os participantes: os adultos se interessam mais sobre um assunto se souberem como ou por que ele é importante. Nível de especialização do apresentador no assunto: relate brevemente a experiência profissional ou diga o motivo pelo qual as pessoas devem ouvi-lo.