SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
{
A Síntese Newtoniana
Centro de Ensino Isaura Amorim
CIDELÂNDIA
2015
Filosofia
por Pedro Gervásio
Os efeitos da Revolução Científica foram incontáveis e
mudaram significativamente a história da humanidade.
Provou-se que a Terra é que girava em torno do Sol, a
física explicou diversos comportamentos da natureza, a
matemática descreveu verdades e o humanismo tornou os
pensamentos mais críticos, por exemplo. Entre os grandes
nomes do período que deram suas contribuições para o
avanço da ciência estão: Isaac Newton, Galileu
Galilei, René Descartes, Francis Bacon, Nicolau
Copérnico, Louis Pasteur e Francesco Redi.
Revolução Científica
Isaac Newton nasceu em
Londres em 31 de
março de 1727, ele foi
um cientista inglês, mais
reconhecido como físico e
matemático, embora tenha sido
também astrônomo, alquimista,
filósofo natural e teólogo.
Isaac Newton
Newton estabeleceu um sistema de leis e princípios, alargado com
as contribuições de outros cientistas e filósofos nos séculos XVIII
e XIX.
Segundo a física newtoniana, o universo é regido por leis
matemáticas imutáveis, que permitem a descrição completa da
evolução de qualquer corpo no espaço e no tempo, conceitos estes
absolutos, independentes do observador.
Este sistema foi posto em causa no início do século XX, com o
aparecimento da teoria da relatividade, que eliminou os conceitos
de tempo e espaço absolutos e da teoria quântica. Estas teorias
incluem a física newtoniana como um caso particular, válida
mediante determinadas aproximações.
Síntese Newtoniana
 Princípio da inércia – Todo corpo tende a manter
seu estado inicial (em movimento constante ou repouso) se
não for aplicado sobre ele nenhuma força externa, ou se essas
forças se equilibrarem;
 Princípio da dinâmica – Quando as forças aplicadas sobre um
corpo não se equilibram, a resultante delas é igual ao produto
da massa deste corpo e do módulo da aceleração adquirida por
ele;
 Lei da ação e reação – Para toda e qualquer força aplicada
existe outra de mesmo módulo, mesma direção e sentido
contrário agindo sobre a fonte originária.
As Principais Leis de Newton
A lei da gravitação universal foi formulada pelo físico Isaac
Newton. Conforme diz a lenda, uma maçã caiu sobre sua cabeça e,
portanto observou que a maçã caiu por algum motivo, e este
motivo seria que alguém estaria “puxando” ela, este alguém seria
a Terra. Mas ele foi mais além desse pensamento, e sugeriu que os
corpos se atraem, ou seja, não somente a Terra atrai a maçã, mas
atrai todos os corpos do universo. E não é somente a Terra que atrai
todos os corpos do universo, mas todos os corpos do universo que
possui massa atraem outros corpos que também possuem massa.
Lei da Gravitação Universal
Portanto Newton concluiu:
“Duas partículas se atraem com forças cuja intensidade é
diretamente proporcional ao produto de suas massas e
inversamente proporcional ao quadrado da distância que as
separa”.
O Iluminismo foi uma corrente de pensamento que
prevaleceu na Europa no século XVIII, denominado
século das luzes. Os filósofos iluministas defendiam
o predomínio da razão sobre a fé e acreditavam que
o progresso e a felicidade seriam o caminho traçado
para a humanidade.
O precursor do pensamento iluminista foi Isaac
Newton (1642-1727), também de origem inglesa. Para
esse pensador iluminista, os fenômenos naturais são
regidos por leis naturais. Ele criou a ‘lei da
gravidade’ e é considerado o pai da Física Moderna.
Iluminismo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Ciência, o ideal científico e a razão instrumental
A Ciência, o ideal científico e a razão instrumentalA Ciência, o ideal científico e a razão instrumental
A Ciência, o ideal científico e a razão instrumental
Felipe Saraiva Nunes de Pinho
 
3ºAno - Soc disciplinar & soc controle
3ºAno - Soc disciplinar & soc controle 3ºAno - Soc disciplinar & soc controle
3ºAno - Soc disciplinar & soc controle
Luis Felipe Carvalho
 
ética aristotélica
ética aristotélicaética aristotélica
ética aristotélica
marifonseca
 
Oque é o estado
Oque é o estadoOque é o estado
Oque é o estado
Filazambuja
 
Platão e a teoria das ideias
Platão e a teoria das ideiasPlatão e a teoria das ideias
Platão e a teoria das ideias
Italo Colares
 

Mais procurados (20)

Filosofia contemporânea
Filosofia contemporâneaFilosofia contemporânea
Filosofia contemporânea
 
Termodinâmica
TermodinâmicaTermodinâmica
Termodinâmica
 
Estética
EstéticaEstética
Estética
 
Aula 19 - O Contratualismo - Thomas Hobbes
Aula 19 - O Contratualismo - Thomas HobbesAula 19 - O Contratualismo - Thomas Hobbes
Aula 19 - O Contratualismo - Thomas Hobbes
 
Os contratualistas
Os contratualistasOs contratualistas
Os contratualistas
 
INTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS
INTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOSINTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS
INTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS
 
Os pré-socráticos
Os pré-socráticosOs pré-socráticos
Os pré-socráticos
 
Filosofia Renascentista
Filosofia  RenascentistaFilosofia  Renascentista
Filosofia Renascentista
 
Poder, Política e Estado.
Poder, Política e Estado.Poder, Política e Estado.
Poder, Política e Estado.
 
A Ciência, o ideal científico e a razão instrumental
A Ciência, o ideal científico e a razão instrumentalA Ciência, o ideal científico e a razão instrumental
A Ciência, o ideal científico e a razão instrumental
 
3ºAno - Soc disciplinar & soc controle
3ºAno - Soc disciplinar & soc controle 3ºAno - Soc disciplinar & soc controle
3ºAno - Soc disciplinar & soc controle
 
Filosofia da Mente
Filosofia da MenteFilosofia da Mente
Filosofia da Mente
 
Partidos políticos e eleições
Partidos políticos e eleiçõesPartidos políticos e eleições
Partidos políticos e eleições
 
Utilitarismo
UtilitarismoUtilitarismo
Utilitarismo
 
ética aristotélica
ética aristotélicaética aristotélica
ética aristotélica
 
Oque é o estado
Oque é o estadoOque é o estado
Oque é o estado
 
7 positivismo comte slide
7 positivismo comte slide7 positivismo comte slide
7 positivismo comte slide
 
Platão e a teoria das ideias
Platão e a teoria das ideiasPlatão e a teoria das ideias
Platão e a teoria das ideias
 
Leis De Newton
Leis De NewtonLeis De Newton
Leis De Newton
 
Sociologia Capítulo 10 - Como surgiu o Estado moderno
Sociologia Capítulo 10 - Como surgiu o Estado modernoSociologia Capítulo 10 - Como surgiu o Estado moderno
Sociologia Capítulo 10 - Como surgiu o Estado moderno
 

Destaque (6)

O método das ciências da natureza
O método das ciências da naturezaO método das ciências da natureza
O método das ciências da natureza
 
Saber tecnologico
Saber tecnologicoSaber tecnologico
Saber tecnologico
 
2ª geração do modernismo brasileiro
2ª geração do modernismo brasileiro2ª geração do modernismo brasileiro
2ª geração do modernismo brasileiro
 
Filosofia De Isaac Newton
Filosofia De Isaac NewtonFilosofia De Isaac Newton
Filosofia De Isaac Newton
 
A evolução tecnológica dos Meios de Transportes
A evolução tecnológica dos Meios de TransportesA evolução tecnológica dos Meios de Transportes
A evolução tecnológica dos Meios de Transportes
 
O método das ciencias da natureza
O método das ciencias da naturezaO método das ciencias da natureza
O método das ciencias da natureza
 

Semelhante a A síntese newtoniana

biografiaisaacnewton-130920130528-phpapp01 (1).pdf
biografiaisaacnewton-130920130528-phpapp01 (1).pdfbiografiaisaacnewton-130920130528-phpapp01 (1).pdf
biografiaisaacnewton-130920130528-phpapp01 (1).pdf
ACDUARDO
 
Newton e o heliocentrismo
Newton e o heliocentrismoNewton e o heliocentrismo
Newton e o heliocentrismo
NeticiaMatos
 
Isaac Newton
Isaac NewtonIsaac Newton
Isaac Newton
edson
 
Isaac newton
Isaac newtonIsaac newton
Isaac newton
nonoano
 
Trabalho de Matemática - Isaac Newton
Trabalho de Matemática - Isaac NewtonTrabalho de Matemática - Isaac Newton
Trabalho de Matemática - Isaac Newton
Emanoel
 

Semelhante a A síntese newtoniana (20)

Biografia - Isaac Newton
Biografia - Isaac NewtonBiografia - Isaac Newton
Biografia - Isaac Newton
 
biografiaisaacnewton-130920130528-phpapp01 (1).pdf
biografiaisaacnewton-130920130528-phpapp01 (1).pdfbiografiaisaacnewton-130920130528-phpapp01 (1).pdf
biografiaisaacnewton-130920130528-phpapp01 (1).pdf
 
Isaac newton1
Isaac newton1Isaac newton1
Isaac newton1
 
Newton e o heliocentrismo
Newton e o heliocentrismoNewton e o heliocentrismo
Newton e o heliocentrismo
 
Isaacnewton 100131090527-phpapp01
Isaacnewton 100131090527-phpapp01Isaacnewton 100131090527-phpapp01
Isaacnewton 100131090527-phpapp01
 
Isaac Newton
Isaac NewtonIsaac Newton
Isaac Newton
 
Omovimento
OmovimentoOmovimento
Omovimento
 
Isaac Newton
Isaac NewtonIsaac Newton
Isaac Newton
 
Leis newton
Leis newtonLeis newton
Leis newton
 
Isaac newton
Isaac newtonIsaac newton
Isaac newton
 
Isaac Newton
Isaac NewtonIsaac Newton
Isaac Newton
 
ISAAC NEWTON SLIDE.pptx
ISAAC NEWTON SLIDE.pptxISAAC NEWTON SLIDE.pptx
ISAAC NEWTON SLIDE.pptx
 
Trabalho de Matemática - Isaac Newton
Trabalho de Matemática - Isaac NewtonTrabalho de Matemática - Isaac Newton
Trabalho de Matemática - Isaac Newton
 
Trabalho de Matemática - Isaac Newton
Trabalho de Matemática - Isaac NewtonTrabalho de Matemática - Isaac Newton
Trabalho de Matemática - Isaac Newton
 
Historia da fisica
Historia da fisica Historia da fisica
Historia da fisica
 
Issac newton 2º plano
Issac newton 2º planoIssac newton 2º plano
Issac newton 2º plano
 
Isaac Newton
Isaac NewtonIsaac Newton
Isaac Newton
 
MINHAS HOMENAGENS A ALBERT EINSTEIN QUE REVOLUCIONOU A CIÊNCIA MODERNA.pdf
MINHAS HOMENAGENS A ALBERT EINSTEIN QUE REVOLUCIONOU A CIÊNCIA MODERNA.pdfMINHAS HOMENAGENS A ALBERT EINSTEIN QUE REVOLUCIONOU A CIÊNCIA MODERNA.pdf
MINHAS HOMENAGENS A ALBERT EINSTEIN QUE REVOLUCIONOU A CIÊNCIA MODERNA.pdf
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 

Mais de Pedro Gervásio

A primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa
A primeira Guerra Mundial e a Revolução RussaA primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa
A primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa
Pedro Gervásio
 

Mais de Pedro Gervásio (18)

Meu Universo
Meu UniversoMeu Universo
Meu Universo
 
Origem de Jesus Cristo
Origem de Jesus CristoOrigem de Jesus Cristo
Origem de Jesus Cristo
 
Buracos na camada de ozônio
Buracos na camada de ozônioBuracos na camada de ozônio
Buracos na camada de ozônio
 
A primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa
A primeira Guerra Mundial e a Revolução RussaA primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa
A primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa
 
ÁLcool
ÁLcoolÁLcool
ÁLcool
 
Tráfico negreiro
Tráfico negreiroTráfico negreiro
Tráfico negreiro
 
Romance regionalista
Romance regionalistaRomance regionalista
Romance regionalista
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
Poluição térmica
Poluição térmicaPoluição térmica
Poluição térmica
 
Ondas
OndasOndas
Ondas
 
Hemofilia
HemofiliaHemofilia
Hemofilia
 
Filo cnidaria
Filo cnidariaFilo cnidaria
Filo cnidaria
 
Feelings - sentimentos
Feelings - sentimentosFeelings - sentimentos
Feelings - sentimentos
 
Constituição histórica do nordeste
Constituição histórica do nordesteConstituição histórica do nordeste
Constituição histórica do nordeste
 
Ciências e valores
Ciências e valoresCiências e valores
Ciências e valores
 
Alimentaçõ e saúde
Alimentaçõ e saúdeAlimentaçõ e saúde
Alimentaçõ e saúde
 
Algas
AlgasAlgas
Algas
 
A independência das treze colônias
A independência das treze colôniasA independência das treze colônias
A independência das treze colônias
 

Último

Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 

Último (20)

Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 

A síntese newtoniana

  • 1. { A Síntese Newtoniana Centro de Ensino Isaura Amorim CIDELÂNDIA 2015 Filosofia por Pedro Gervásio
  • 2. Os efeitos da Revolução Científica foram incontáveis e mudaram significativamente a história da humanidade. Provou-se que a Terra é que girava em torno do Sol, a física explicou diversos comportamentos da natureza, a matemática descreveu verdades e o humanismo tornou os pensamentos mais críticos, por exemplo. Entre os grandes nomes do período que deram suas contribuições para o avanço da ciência estão: Isaac Newton, Galileu Galilei, René Descartes, Francis Bacon, Nicolau Copérnico, Louis Pasteur e Francesco Redi. Revolução Científica
  • 3. Isaac Newton nasceu em Londres em 31 de março de 1727, ele foi um cientista inglês, mais reconhecido como físico e matemático, embora tenha sido também astrônomo, alquimista, filósofo natural e teólogo. Isaac Newton
  • 4. Newton estabeleceu um sistema de leis e princípios, alargado com as contribuições de outros cientistas e filósofos nos séculos XVIII e XIX. Segundo a física newtoniana, o universo é regido por leis matemáticas imutáveis, que permitem a descrição completa da evolução de qualquer corpo no espaço e no tempo, conceitos estes absolutos, independentes do observador. Este sistema foi posto em causa no início do século XX, com o aparecimento da teoria da relatividade, que eliminou os conceitos de tempo e espaço absolutos e da teoria quântica. Estas teorias incluem a física newtoniana como um caso particular, válida mediante determinadas aproximações. Síntese Newtoniana
  • 5.  Princípio da inércia – Todo corpo tende a manter seu estado inicial (em movimento constante ou repouso) se não for aplicado sobre ele nenhuma força externa, ou se essas forças se equilibrarem;  Princípio da dinâmica – Quando as forças aplicadas sobre um corpo não se equilibram, a resultante delas é igual ao produto da massa deste corpo e do módulo da aceleração adquirida por ele;  Lei da ação e reação – Para toda e qualquer força aplicada existe outra de mesmo módulo, mesma direção e sentido contrário agindo sobre a fonte originária. As Principais Leis de Newton
  • 6. A lei da gravitação universal foi formulada pelo físico Isaac Newton. Conforme diz a lenda, uma maçã caiu sobre sua cabeça e, portanto observou que a maçã caiu por algum motivo, e este motivo seria que alguém estaria “puxando” ela, este alguém seria a Terra. Mas ele foi mais além desse pensamento, e sugeriu que os corpos se atraem, ou seja, não somente a Terra atrai a maçã, mas atrai todos os corpos do universo. E não é somente a Terra que atrai todos os corpos do universo, mas todos os corpos do universo que possui massa atraem outros corpos que também possuem massa. Lei da Gravitação Universal Portanto Newton concluiu: “Duas partículas se atraem com forças cuja intensidade é diretamente proporcional ao produto de suas massas e inversamente proporcional ao quadrado da distância que as separa”.
  • 7. O Iluminismo foi uma corrente de pensamento que prevaleceu na Europa no século XVIII, denominado século das luzes. Os filósofos iluministas defendiam o predomínio da razão sobre a fé e acreditavam que o progresso e a felicidade seriam o caminho traçado para a humanidade. O precursor do pensamento iluminista foi Isaac Newton (1642-1727), também de origem inglesa. Para esse pensador iluminista, os fenômenos naturais são regidos por leis naturais. Ele criou a ‘lei da gravidade’ e é considerado o pai da Física Moderna. Iluminismo