Filo cnidaria

673 visualizações

Publicada em

Slide apresentado no Centro de Ensino Isaura Amorim

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
673
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Filo cnidaria

  1. 1. Filo Cnidaria Biologia CIDELÂNDIA 2015 (Cnidários) C.E.I.A por Pedro Gervásio
  2. 2. As Características Gerais Os cnidários são animais aquáticos, na maioria marinha, fixos ou da vida livre, isolados ou coloniais. O filo é representado por cerca de 11 mil espécies. O nome "cinidários" (cnido=urtiga). Refere-se à presença de células especiais, os cnidócitos, cujo conteúdo, uma substância tóxica e prazer paralisante, pode ser eliminado através de um longo filamento.
  3. 3. Organização Corporal dos Cnidários Quanto à forma, os cnidarios podem se apresentar como pólipos são fixas, na extremidade livre. São exemplos os hidros, anêmonos e os corais. E medusas são livres e nadam ativamente; em forma de colata esférica, com muitos tentáculos nas bordas. A parede corporal de pólipos e medusas tem uma camada epiderme externa, com cnidócitos, células contrateis, pequenas células intersticiais diferenciadas e células sensoriais. A camada interna, a gastroderme apresenta células secretoras de enzimas digestivas, o que capacitam esses animais a realizar a digestão externa do alimento.
  4. 4. Alimentação dos Cnidários Os cnidários são carnívoros que se alimentam de diversos tipos de animais; crustáceos, peixes, larvas de insetos etc. Essas presas são capturadas pelos tentáculos elevadas a boca através da qual atinge a cavidade gastrovascular.
  5. 5. Classificação nos Cnidários A classe dos hidrozoários possui inúmeros representantes, além da hidra. Todos os demais componentes dessa classe são marinhos. Dentre eles, podemos citar como exemplo a Obelia e a caravela (Physalia), este um indivíduo colonial muito comum nos mares tropicais e temperados. Na classe dos cifozoários, as formas predominantes e sexuadas são bonitas medusas de cores variadas, as verdadeiras "águas-vivas", frequentemente vistas em nosso litoral. Os pólipos são pequenos e correspondem a fase assexuada, pouco duradoura. Na classe anthozoa, anêmonas e corais são os representantes mais conhecidos dessa classe. As anêmonas são facilmente vistas no nosso litoral, principalmente na maré baixa, sobre rochas emersas ou enterradas na areia por ente as rochas.
  6. 6. Classificação nos Cnidários A classe Cubozoa é um grupo pouco estudado do filo Cnidaria, que inclui os animais vulgarmente chamados de cubozoários. Apesar das semelhanças morfológicas do corpo, constituido por um sifão e numerosos tentáculos, os cubozoários não são estritamente medusas. O grupo é típico do Oceano Pacífico e inclui alguns dos mais venenosos animais existentes na atualidade, responsáveis pelo que se designa em medicina como síndrome de Irukandji. Staurozoa é a classe mais recente de cnidários. Devido a diferenças em sua morfologia externa, sua anatomia característica e hábito de vida peculiar, aliados à um ciclo de vida diferenciado os autores sugerem que o grupo deve receber o status de classe. Dessa forma, a ordem Stauromedusae foi elevada ao status de classe.
  7. 7. Reprodução • Assexuada A reprodução assexuada em hidras pardas ou verdes é, em geral, feita por brotamento. Brotos laterais, em várias fases de crescimento, são comumente vistos ligados à hidra-mãe e dela logo se destacam. Esse processo de multiplicação, em que não ocorre variabilidade genética, é propício nos ambientes estáveis e em épocas favoráveis do ano, em que as hidras estão bem alimentadas.
  8. 8. Reprodução • Sexuada A hidra é hermafrodita. Alguns testículos e apenas um ovário são formados, principalmente em épocas desfavoráveis do ano, a partir de células indiferenciadas existentes no corpo.

×