SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
Texto 1
Texto 2
O professor, a tecnologia e a sala de aula
Paula Doirado Marcelo
O professor de hoje convive com mais um recurso que pode contribuir para suas aulas, a
tecnologia. E dentre elas podemos destacar a televisão, o rádio, o retroprojetor, a câmera
fotográfica e o computador com suas diversas ferramentas.
O uso da tecnologia da informação e da comunicação se transformou numa importante
ferramenta para o aprendizado. Mas é preciso ter cuidado, pois seu uso não deve (nem pode) ser
usado de forma aleatória, mas sim com um objetivo pedagógico para que o aprendizado seja rico e
tenha um foco, ensinar.
E como diz Pedro Demo: “As tecnologias não são apenas instrumentos de alfabetização. São
elas mesmas a alfabetização, desde que sejam usadas de maneira correta”.
Pedro Demo afirma também que “o melhor caminho para promover a inclusão digital dos
docentes é uma nova pedagogia, tecnologicamente correta, que tenha como objetivo inserir,
definitivamente, a aprendizagem virtual na vida do professor”, algo que, infelizmente, ainda não é
comum acontecer.
Alguns professores usam a tecnologia com a expectativa dos benefícios que ela pode trazer.
Outros, porém, evitam fazer seu uso, muitas vezes pelo medo de não a dominar.
Uma pesquisa encomendada pela Fundação Victor Civita e disponibilizada pela revista Nova
Escola (Edição especial, dezembro de 2009) revela que dentre os professores entrevistados, 72%
não se consideram preparados para utilizar o computador na sala de aula.
É fundamental que esses instrumentos sejam usados a serviço da aprendizagem, mas para isso
é preciso aprender a lidar com esses saberes que são produzidos por essas novas tecnologias.
Por esse motivo, o educador precisa de orientação para adquirir um conhecimento básico que
pode ser conquistado por meio de cursos, os quais são, muitas vezes, oferecidos pelos municípios
RedaCEM
20.31
Ano/Série: 2ª Ensino Médio Entrega: 06/11/2017
Tema: Qual o papel do educador na era digital?
em que o professor atua.
É o caso, por exemplo, de Osasco/SP, no qual, em parceria com a empresa Planeta Educação
desde 2010, é oferecida formação continuada aos professores da educação infantil, os quais
participam do Programa de Informática Educacional.
Há também instituições que disponibilizam diversos cursos gratuitos para a comunidade, tanto
em encontros presenciais como a distância.
O professor também pode apostar na sua capacidade autodidata e explorar recursos básicos
como os editores de texto e de desenho, correio eletrônico e mecanismos de busca na internet.
Afinal, o educador precisa ser aquele que pesquisa, pois ele é “construtor de si mesmo e da
sua história”, diz Claudia da Silva Brito e Ivonéia da Purificação, autoras do livro Educação e novas
tecnologias.
As autoras afirmam também que o professor “é criador e criatura ao mesmo tempo: sofre as
influências do meio em que vive e com as quais deve autoconstruir”.
É preciso, então, que esse profissional firme um compromisso de ser um eterno e persistente
pesquisador, de modo que ele consiga utilizar os diversos recursos que circundam a sala de aula.
http://www.planetaeducacao.com.br/portal/artigo.asp?artigo=2054
Texto 3
Texto 4
Professor deve se transformar em 'promotor de interações'
Se os alunos estão conectados em rede e ganham maior autonomia, qual é o papel do
professor? Está superado? Não, de acordo com os especialistas e professores ouvidos pela
reportagem. Mas aquela figura do docente dono da informação e que ditava o que os alunos
deveriam aprender, essa sim deve sumir com a popularização das redes sociais nas escolas.
Para o especialista em redes sociais na educação Augusto de Franco, da forma como estão
tanto o professor como a escola estão defasados. "A escola é uma estrutura extremamente
burocrática. O professor tem uma quantidade rígida de conteúdos para ensinar. Ela ainda se baseia
em fazer o aluno decorar uma série de conceitos."
Para ele, a dinâmica da internet fez com que fosse mais importante saber buscar a informação
do que decorá-la. É assim, diz, que os alunos irão aprender quando adultos. "E essa busca hoje é
colaborativa. Alguns alunos e professores já entenderam. Mesmo que de forma clandestina, as
redes vão entrando na educação. Seja por alunos que buscam por si só - e acabam destacando-se -
ou por professores que já entenderam a mudança. Mas a escola continua no passado."
Em muitas escolas privadas e públicas, a tecnologia ainda se resume a aulas na sala de
informática, lembra Camila Santana, pesquisadora em pedagogia da Universidade Estadual da
Bahia. "Há quem pense que é preciso ensinar Word, Excel. Mesmo alunos das públicas vão a lan
houses. A web e as redes devem estar presentes em todas as disciplinas, como complemento do
que é passado em aula."
Essa metodologia, diz a coordenadora de tecnologia do Colégio Dante Alighieri, Valdenice
Cerqueira, também torna o ensino mais atraente aos alunos, acostumados ao dinamismo da
internet. O colégio possui a sua rede - ou ambiente virtual de aprendizado. "Os alunos não têm
mais paciência só para aulas expositivas. Colocá-los em rede é uma forma de atraí-los para o
conteúdo, para que eles busquem o conhecimento."
A nova realidade faz com que o professor precise sair da posição de "enciclopédia humana"
para tornar-se um "promotor de interações", diz Ana Vilma Tijiboy, pesquisadora em educação da
Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. "Na web, o conhecimento está na mão de todos. Ao
invés de ‘repassador de informações’, o professor deve preparar o aluno para escutar e respeitar a
opinião do outro, de forma que, em conjunto, eles formulem dúvidas e obtenham informações."
Isso significa, diz, não se deixar levar só pelo currículo engessado. "Uma vez que o ensino seja
direcionado não para a ‘decoreba’, mas para a pesquisa e o compartilhamento, surgem dúvidas
nos alunos que vão além do planejado e que, muitas vezes, não incluem uma só disciplina. O
professor tem de estar pronto para, inclusive, juntar-se a outros professores."
Uma experiência no Colégio Vera Cruz, onde será inaugurada uma rede social neste ano,
mostrou justamente isso. Em 2008, foi feito um balão de ensaio em que os alunos do 3º ano do
ensino médio, com informações mínimas passadas pela professora de química, deveriam se
aprofundar sobre o assunto entropia por meio de um fórum, pesquisando e compartilhando
informações. No final, entregariam um trabalho.
Cerca de cem alunos trabalharam juntos. E não deu outra: "Os alunos se sentiram instigados e
foram muito além do proposto. Um trabalho que seria de química, fez com que surgissem
hipóteses que também se relacionavam à física", explica a professora Lilian Starobinas.
Às vezes surgem hipóteses que nem o professor sabe responder. "As discussões fazem com
que o aluno até chegue com informações que desafiam o professor. E é positivo. Não somos os
donos da verdade. O professor precisa ir atrás. A internet acaba por deixar todos no mesmo nível,
o de aprendizes, tanto o professor como o aluno", justifica Davi Fazzolari, professor de literatura
da Escola Nossa Senhora das Graças.
Para chegar a tal ponto, entretanto, aí entra a parte mais importante do processo: o de guiar o
aluno. É esse papel, o de mediador, que o docente deve desempenhar, afirma George Hirata,
professor de física do I.L. Peretz. "Na web é preciso provocar discussões, estimular os alunos a
interagirem, alertar para que não acreditem em tudo na internet. Para engajá-los, dou pontos para
quem responder corretamente às dúvidas dos colegas. Fico de olho em tudo o que acontece, mas
só intervenho quando vejo que eles não conseguem resolver alguma questão. Eles precisam de
autonomia."
Outro ponto necessário para que o objetivo seja alcançado é a própria estrutura da escola.
"Depende que a escola motive os professores, que os docentes tenham treinamento, que os
alunos estejam motivados. Há muitos professores com dificuldades. Alguns nunca irão querer. As
redes crescem, mas não acho que irão virar regra", diz Fernanda Freire, pesquisadora em
pedagogia da Unicamp e uma das responsáveis pelo ambiente de aprendizagem Teleduc.
http://rizomas.net/educacao/o-educador/258-qual-e-o-papel-do-professor-na-era-da-internet.html
Proposta de Redação
Com base na leitura dos textos motivadores e nos conhecimentos construídos ao longo de sua
formação, redija um texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa
sobre o tema: “QUAL O PAPEL DO EDUCADOR NA ERA DIGITAL?”Apresente uma proposta de
intervenção e/ou conscientização social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e
relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defender o seu ponto de vista.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Comunicação mediada pela tecnologia
Comunicação mediada pela tecnologiaComunicação mediada pela tecnologia
Comunicação mediada pela tecnologiaVanessa Bartoski
 
Princípios da educação 3 0
Princípios da educação 3 0Princípios da educação 3 0
Princípios da educação 3 0Rafael Parente
 
Santana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da Silva
Santana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da SilvaSantana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da Silva
Santana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da SilvaCursoTICs
 
Educação e Redes Sociais
Educação e Redes SociaisEducação e Redes Sociais
Educação e Redes SociaisSinara Lustosa
 
A importância das tecnologias digitais em sala de aula2
A importância das tecnologias digitais em sala de aula2A importância das tecnologias digitais em sala de aula2
A importância das tecnologias digitais em sala de aula2marta santos
 
Informática na educação - 5
Informática na educação - 5Informática na educação - 5
Informática na educação - 5rafael_neves
 
05 11 2011 atividade de leitura analise e producao escrita internet e inclusão
05 11 2011 atividade de leitura analise e producao escrita internet e inclusão05 11 2011 atividade de leitura analise e producao escrita internet e inclusão
05 11 2011 atividade de leitura analise e producao escrita internet e inclusãobetejorgino
 
Redes de aprendizagem
Redes de aprendizagemRedes de aprendizagem
Redes de aprendizagemgisrayzel
 
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar   eliana, alexsandra, humbertoTexto preliminar   eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar eliana, alexsandra, humbertoelianabraungorl
 
Educação e Tecnologia - parcerias 3.0
Educação e Tecnologia - parcerias 3.0Educação e Tecnologia - parcerias 3.0
Educação e Tecnologia - parcerias 3.0Elizabeth Fantauzzi
 
Atividade3pedroivogaudenciodeoliveira
Atividade3pedroivogaudenciodeoliveiraAtividade3pedroivogaudenciodeoliveira
Atividade3pedroivogaudenciodeoliveirapedro oliveira
 
O Uso Da Internet Na EducaçãO
O Uso Da Internet Na EducaçãOO Uso Da Internet Na EducaçãO
O Uso Da Internet Na EducaçãOguestbf0b0e
 
Possibilidades e perspectivas do uso das mídias sociais na aprendizagem
Possibilidades e perspectivas do uso das mídias sociais na aprendizagemPossibilidades e perspectivas do uso das mídias sociais na aprendizagem
Possibilidades e perspectivas do uso das mídias sociais na aprendizagemGiorgia Barreto Lima Parrião
 
Formação continuada de pedagogos por meio de blog
Formação continuada de pedagogos por meio de blogFormação continuada de pedagogos por meio de blog
Formação continuada de pedagogos por meio de blogLidice Reis Pereira
 
Educação e Internet
Educação e InternetEducação e Internet
Educação e Internetquinitaf
 
A importância das tecnologias digitais em sala de aula
A importância das tecnologias digitais em sala de aulaA importância das tecnologias digitais em sala de aula
A importância das tecnologias digitais em sala de aulamarta santos
 
Redes socias orkut, facebook e twiter
Redes socias   orkut, facebook e twiterRedes socias   orkut, facebook e twiter
Redes socias orkut, facebook e twiterFrancisco Carlos
 

Mais procurados (20)

Trabalho 4
Trabalho 4Trabalho 4
Trabalho 4
 
Comunicação mediada pela tecnologia
Comunicação mediada pela tecnologiaComunicação mediada pela tecnologia
Comunicação mediada pela tecnologia
 
Princípios da educação 3 0
Princípios da educação 3 0Princípios da educação 3 0
Princípios da educação 3 0
 
Santana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da Silva
Santana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da SilvaSantana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da Silva
Santana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da Silva
 
Educação e Redes Sociais
Educação e Redes SociaisEducação e Redes Sociais
Educação e Redes Sociais
 
A importância das tecnologias digitais em sala de aula2
A importância das tecnologias digitais em sala de aula2A importância das tecnologias digitais em sala de aula2
A importância das tecnologias digitais em sala de aula2
 
Informática na educação - 5
Informática na educação - 5Informática na educação - 5
Informática na educação - 5
 
ALFABETIZAÇÃO E INCLUSÃO DIGITAL NA EJA
ALFABETIZAÇÃO E INCLUSÃO DIGITAL NA EJAALFABETIZAÇÃO E INCLUSÃO DIGITAL NA EJA
ALFABETIZAÇÃO E INCLUSÃO DIGITAL NA EJA
 
05 11 2011 atividade de leitura analise e producao escrita internet e inclusão
05 11 2011 atividade de leitura analise e producao escrita internet e inclusão05 11 2011 atividade de leitura analise e producao escrita internet e inclusão
05 11 2011 atividade de leitura analise e producao escrita internet e inclusão
 
Redes de aprendizagem
Redes de aprendizagemRedes de aprendizagem
Redes de aprendizagem
 
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar   eliana, alexsandra, humbertoTexto preliminar   eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
 
Inclusão digital
Inclusão digitalInclusão digital
Inclusão digital
 
Educação e Tecnologia - parcerias 3.0
Educação e Tecnologia - parcerias 3.0Educação e Tecnologia - parcerias 3.0
Educação e Tecnologia - parcerias 3.0
 
Atividade3pedroivogaudenciodeoliveira
Atividade3pedroivogaudenciodeoliveiraAtividade3pedroivogaudenciodeoliveira
Atividade3pedroivogaudenciodeoliveira
 
O Uso Da Internet Na EducaçãO
O Uso Da Internet Na EducaçãOO Uso Da Internet Na EducaçãO
O Uso Da Internet Na EducaçãO
 
Possibilidades e perspectivas do uso das mídias sociais na aprendizagem
Possibilidades e perspectivas do uso das mídias sociais na aprendizagemPossibilidades e perspectivas do uso das mídias sociais na aprendizagem
Possibilidades e perspectivas do uso das mídias sociais na aprendizagem
 
Formação continuada de pedagogos por meio de blog
Formação continuada de pedagogos por meio de blogFormação continuada de pedagogos por meio de blog
Formação continuada de pedagogos por meio de blog
 
Educação e Internet
Educação e InternetEducação e Internet
Educação e Internet
 
A importância das tecnologias digitais em sala de aula
A importância das tecnologias digitais em sala de aulaA importância das tecnologias digitais em sala de aula
A importância das tecnologias digitais em sala de aula
 
Redes socias orkut, facebook e twiter
Redes socias   orkut, facebook e twiterRedes socias   orkut, facebook e twiter
Redes socias orkut, facebook e twiter
 

Semelhante a 2º série reda cem - 20.31

Introdução à educação digital eu fiz
Introdução à educação digital   eu fizIntrodução à educação digital   eu fiz
Introdução à educação digital eu fizClaudinhan2
 
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoO uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoClaudinhan2
 
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoO uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoClaudinhan2
 
A construção do conhecimento na escola contemporânea por meio dos recursos te...
A construção do conhecimento na escola contemporânea por meio dos recursos te...A construção do conhecimento na escola contemporânea por meio dos recursos te...
A construção do conhecimento na escola contemporânea por meio dos recursos te...aninhaw2
 
Internet e escola!
Internet e escola!Internet e escola!
Internet e escola!FerCarla
 
Internet e escola!
Internet e escola!Internet e escola!
Internet e escola!FerCaah
 
Internet e escola!
Internet e escola!Internet e escola!
Internet e escola!FerCarla
 
A mediação pedagógica no uso da web 2.0 que possibilite a aprendizagem por me...
A mediação pedagógica no uso da web 2.0 que possibilite a aprendizagem por me...A mediação pedagógica no uso da web 2.0 que possibilite a aprendizagem por me...
A mediação pedagógica no uso da web 2.0 que possibilite a aprendizagem por me...aninhaw2
 
Superando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissãoSuperando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissãoLídia Marinho
 
Gêneros Digitais. A importância do seu uso no contexto escolar.
Gêneros Digitais. A importância  do seu uso no contexto escolar.Gêneros Digitais. A importância  do seu uso no contexto escolar.
Gêneros Digitais. A importância do seu uso no contexto escolar.Seduc MT
 
Slaide ead 2011 ad1
Slaide ead 2011 ad1Slaide ead 2011 ad1
Slaide ead 2011 ad1cederjbueno
 
Slaide ead 2011 ad1
Slaide ead 2011 ad1Slaide ead 2011 ad1
Slaide ead 2011 ad1cederjbueno
 
Slaide ead 2011ad1
Slaide ead 2011ad1Slaide ead 2011ad1
Slaide ead 2011ad1cederjbueno
 
Desafios da educação guilherme e gabriel.pptx.pptx
Desafios da educação guilherme e gabriel.pptx.pptxDesafios da educação guilherme e gabriel.pptx.pptx
Desafios da educação guilherme e gabriel.pptx.pptxGuilhermeLucas1992
 
Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...
Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...
Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...Antonio Donizete Souza
 
Gilciane de q. flôres
Gilciane de q. flôresGilciane de q. flôres
Gilciane de q. flôresequipetics
 

Semelhante a 2º série reda cem - 20.31 (20)

Introdução à educação digital eu fiz
Introdução à educação digital   eu fizIntrodução à educação digital   eu fiz
Introdução à educação digital eu fiz
 
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoO uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
 
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoO uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
 
Trabalho 4
Trabalho 4Trabalho 4
Trabalho 4
 
A construção do conhecimento na escola contemporânea por meio dos recursos te...
A construção do conhecimento na escola contemporânea por meio dos recursos te...A construção do conhecimento na escola contemporânea por meio dos recursos te...
A construção do conhecimento na escola contemporânea por meio dos recursos te...
 
Internet e escola!
Internet e escola!Internet e escola!
Internet e escola!
 
Internet e escola!
Internet e escola!Internet e escola!
Internet e escola!
 
Internet e escola!
Internet e escola!Internet e escola!
Internet e escola!
 
A mediação pedagógica no uso da web 2.0 que possibilite a aprendizagem por me...
A mediação pedagógica no uso da web 2.0 que possibilite a aprendizagem por me...A mediação pedagógica no uso da web 2.0 que possibilite a aprendizagem por me...
A mediação pedagógica no uso da web 2.0 que possibilite a aprendizagem por me...
 
Teste cederj
Teste cederjTeste cederj
Teste cederj
 
Superando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissãoSuperando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissão
 
Gêneros Digitais. A importância do seu uso no contexto escolar.
Gêneros Digitais. A importância  do seu uso no contexto escolar.Gêneros Digitais. A importância  do seu uso no contexto escolar.
Gêneros Digitais. A importância do seu uso no contexto escolar.
 
Slaide ead 2011 ad1
Slaide ead 2011 ad1Slaide ead 2011 ad1
Slaide ead 2011 ad1
 
Slaide ead 2011 ad1
Slaide ead 2011 ad1Slaide ead 2011 ad1
Slaide ead 2011 ad1
 
Slaide ead 2011ad1
Slaide ead 2011ad1Slaide ead 2011ad1
Slaide ead 2011ad1
 
Desafios da educação guilherme e gabriel.pptx.pptx
Desafios da educação guilherme e gabriel.pptx.pptxDesafios da educação guilherme e gabriel.pptx.pptx
Desafios da educação guilherme e gabriel.pptx.pptx
 
I
II
I
 
Amanda isabel marianna 2
Amanda isabel marianna 2Amanda isabel marianna 2
Amanda isabel marianna 2
 
Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...
Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...
Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...
 
Gilciane de q. flôres
Gilciane de q. flôresGilciane de q. flôres
Gilciane de q. flôres
 

Mais de MatheusMesquitaMelo

9º ano reda cem - 9.32-arena e barra
9º ano   reda cem - 9.32-arena e barra9º ano   reda cem - 9.32-arena e barra
9º ano reda cem - 9.32-arena e barraMatheusMesquitaMelo
 
9º ano reda cem - 9.32-arena e barra
9º ano   reda cem - 9.32-arena e barra9º ano   reda cem - 9.32-arena e barra
9º ano reda cem - 9.32-arena e barraMatheusMesquitaMelo
 
8º ano reda cem - 8.32-todas as unidades
8º ano   reda cem - 8.32-todas as unidades8º ano   reda cem - 8.32-todas as unidades
8º ano reda cem - 8.32-todas as unidadesMatheusMesquitaMelo
 
7º ano reda cem - 7.32-barra e jpa
7º ano   reda cem - 7.32-barra e jpa7º ano   reda cem - 7.32-barra e jpa
7º ano reda cem - 7.32-barra e jpaMatheusMesquitaMelo
 
6º ano reda cem - 6.32-arena e barra
6º ano   reda cem - 6.32-arena e barra6º ano   reda cem - 6.32-arena e barra
6º ano reda cem - 6.32-arena e barraMatheusMesquitaMelo
 
2º série reda cem - 20.32-barra
2º série   reda cem -  20.32-barra2º série   reda cem -  20.32-barra
2º série reda cem - 20.32-barraMatheusMesquitaMelo
 
1ª serie reda cem - 10.32-arena
1ª serie   reda cem -  10.32-arena1ª serie   reda cem -  10.32-arena
1ª serie reda cem - 10.32-arenaMatheusMesquitaMelo
 
English cem high school 2nd grade - 20.15
English cem   high school 2nd grade - 20.15English cem   high school 2nd grade - 20.15
English cem high school 2nd grade - 20.15MatheusMesquitaMelo
 
English cem high school 1st grade - 10.15
English cem   high school 1st grade - 10.15English cem   high school 1st grade - 10.15
English cem high school 1st grade - 10.15MatheusMesquitaMelo
 
English cem 9th grade more 4 - 9.15
English cem   9th grade more 4 - 9.15English cem   9th grade more 4 - 9.15
English cem 9th grade more 4 - 9.15MatheusMesquitaMelo
 
English cem 8th grade m3.p2- 8.15
English cem   8th grade m3.p2- 8.15English cem   8th grade m3.p2- 8.15
English cem 8th grade m3.p2- 8.15MatheusMesquitaMelo
 

Mais de MatheusMesquitaMelo (20)

9º ano reda cem - 9.32-arena e barra
9º ano   reda cem - 9.32-arena e barra9º ano   reda cem - 9.32-arena e barra
9º ano reda cem - 9.32-arena e barra
 
9º ano reda cem - 9.32-arena e barra
9º ano   reda cem - 9.32-arena e barra9º ano   reda cem - 9.32-arena e barra
9º ano reda cem - 9.32-arena e barra
 
8º ano reda cem - 8.32-todas as unidades
8º ano   reda cem - 8.32-todas as unidades8º ano   reda cem - 8.32-todas as unidades
8º ano reda cem - 8.32-todas as unidades
 
7º ano reda cem - 7.32-barra e jpa
7º ano   reda cem - 7.32-barra e jpa7º ano   reda cem - 7.32-barra e jpa
7º ano reda cem - 7.32-barra e jpa
 
6º ano reda cem - 6.32-jpa
6º ano   reda cem - 6.32-jpa6º ano   reda cem - 6.32-jpa
6º ano reda cem - 6.32-jpa
 
6º ano reda cem - 6.32-arena e barra
6º ano   reda cem - 6.32-arena e barra6º ano   reda cem - 6.32-arena e barra
6º ano reda cem - 6.32-arena e barra
 
2º série reda cem - 20.32-jpa
2º série   reda cem -  20.32-jpa2º série   reda cem -  20.32-jpa
2º série reda cem - 20.32-jpa
 
2º série reda cem - 20.32-barra
2º série   reda cem -  20.32-barra2º série   reda cem -  20.32-barra
2º série reda cem - 20.32-barra
 
1º série reda cem - 10.32-jpa
1º série   reda cem -  10.32-jpa1º série   reda cem -  10.32-jpa
1º série reda cem - 10.32-jpa
 
1ª serie reda cem - 10.32-arena
1ª serie   reda cem -  10.32-arena1ª serie   reda cem -  10.32-arena
1ª serie reda cem - 10.32-arena
 
9º ano reda cem - 9.32-jpa
9º ano   reda cem - 9.32-jpa9º ano   reda cem - 9.32-jpa
9º ano reda cem - 9.32-jpa
 
1º série reda cem - 10.31
1º série   reda cem -  10.311º série   reda cem -  10.31
1º série reda cem - 10.31
 
9º ano reda cem - 9.31
9º ano   reda cem - 9.319º ano   reda cem - 9.31
9º ano reda cem - 9.31
 
8º ano reda cem - 8.31
8º ano   reda cem - 8.318º ano   reda cem - 8.31
8º ano reda cem - 8.31
 
7º ano reda cem - 7.31
7º ano   reda cem - 7.317º ano   reda cem - 7.31
7º ano reda cem - 7.31
 
6º ano reda cem - 6.31
6º ano   reda cem - 6.316º ano   reda cem - 6.31
6º ano reda cem - 6.31
 
English cem high school 2nd grade - 20.15
English cem   high school 2nd grade - 20.15English cem   high school 2nd grade - 20.15
English cem high school 2nd grade - 20.15
 
English cem high school 1st grade - 10.15
English cem   high school 1st grade - 10.15English cem   high school 1st grade - 10.15
English cem high school 1st grade - 10.15
 
English cem 9th grade more 4 - 9.15
English cem   9th grade more 4 - 9.15English cem   9th grade more 4 - 9.15
English cem 9th grade more 4 - 9.15
 
English cem 8th grade m3.p2- 8.15
English cem   8th grade m3.p2- 8.15English cem   8th grade m3.p2- 8.15
English cem 8th grade m3.p2- 8.15
 

Último

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 

Último (20)

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 

2º série reda cem - 20.31

  • 1. Texto 1 Texto 2 O professor, a tecnologia e a sala de aula Paula Doirado Marcelo O professor de hoje convive com mais um recurso que pode contribuir para suas aulas, a tecnologia. E dentre elas podemos destacar a televisão, o rádio, o retroprojetor, a câmera fotográfica e o computador com suas diversas ferramentas. O uso da tecnologia da informação e da comunicação se transformou numa importante ferramenta para o aprendizado. Mas é preciso ter cuidado, pois seu uso não deve (nem pode) ser usado de forma aleatória, mas sim com um objetivo pedagógico para que o aprendizado seja rico e tenha um foco, ensinar. E como diz Pedro Demo: “As tecnologias não são apenas instrumentos de alfabetização. São elas mesmas a alfabetização, desde que sejam usadas de maneira correta”. Pedro Demo afirma também que “o melhor caminho para promover a inclusão digital dos docentes é uma nova pedagogia, tecnologicamente correta, que tenha como objetivo inserir, definitivamente, a aprendizagem virtual na vida do professor”, algo que, infelizmente, ainda não é comum acontecer. Alguns professores usam a tecnologia com a expectativa dos benefícios que ela pode trazer. Outros, porém, evitam fazer seu uso, muitas vezes pelo medo de não a dominar. Uma pesquisa encomendada pela Fundação Victor Civita e disponibilizada pela revista Nova Escola (Edição especial, dezembro de 2009) revela que dentre os professores entrevistados, 72% não se consideram preparados para utilizar o computador na sala de aula. É fundamental que esses instrumentos sejam usados a serviço da aprendizagem, mas para isso é preciso aprender a lidar com esses saberes que são produzidos por essas novas tecnologias. Por esse motivo, o educador precisa de orientação para adquirir um conhecimento básico que pode ser conquistado por meio de cursos, os quais são, muitas vezes, oferecidos pelos municípios RedaCEM 20.31 Ano/Série: 2ª Ensino Médio Entrega: 06/11/2017 Tema: Qual o papel do educador na era digital?
  • 2. em que o professor atua. É o caso, por exemplo, de Osasco/SP, no qual, em parceria com a empresa Planeta Educação desde 2010, é oferecida formação continuada aos professores da educação infantil, os quais participam do Programa de Informática Educacional. Há também instituições que disponibilizam diversos cursos gratuitos para a comunidade, tanto em encontros presenciais como a distância. O professor também pode apostar na sua capacidade autodidata e explorar recursos básicos como os editores de texto e de desenho, correio eletrônico e mecanismos de busca na internet. Afinal, o educador precisa ser aquele que pesquisa, pois ele é “construtor de si mesmo e da sua história”, diz Claudia da Silva Brito e Ivonéia da Purificação, autoras do livro Educação e novas tecnologias. As autoras afirmam também que o professor “é criador e criatura ao mesmo tempo: sofre as influências do meio em que vive e com as quais deve autoconstruir”. É preciso, então, que esse profissional firme um compromisso de ser um eterno e persistente pesquisador, de modo que ele consiga utilizar os diversos recursos que circundam a sala de aula. http://www.planetaeducacao.com.br/portal/artigo.asp?artigo=2054 Texto 3 Texto 4 Professor deve se transformar em 'promotor de interações' Se os alunos estão conectados em rede e ganham maior autonomia, qual é o papel do professor? Está superado? Não, de acordo com os especialistas e professores ouvidos pela reportagem. Mas aquela figura do docente dono da informação e que ditava o que os alunos deveriam aprender, essa sim deve sumir com a popularização das redes sociais nas escolas. Para o especialista em redes sociais na educação Augusto de Franco, da forma como estão tanto o professor como a escola estão defasados. "A escola é uma estrutura extremamente burocrática. O professor tem uma quantidade rígida de conteúdos para ensinar. Ela ainda se baseia em fazer o aluno decorar uma série de conceitos." Para ele, a dinâmica da internet fez com que fosse mais importante saber buscar a informação do que decorá-la. É assim, diz, que os alunos irão aprender quando adultos. "E essa busca hoje é colaborativa. Alguns alunos e professores já entenderam. Mesmo que de forma clandestina, as redes vão entrando na educação. Seja por alunos que buscam por si só - e acabam destacando-se - ou por professores que já entenderam a mudança. Mas a escola continua no passado." Em muitas escolas privadas e públicas, a tecnologia ainda se resume a aulas na sala de
  • 3. informática, lembra Camila Santana, pesquisadora em pedagogia da Universidade Estadual da Bahia. "Há quem pense que é preciso ensinar Word, Excel. Mesmo alunos das públicas vão a lan houses. A web e as redes devem estar presentes em todas as disciplinas, como complemento do que é passado em aula." Essa metodologia, diz a coordenadora de tecnologia do Colégio Dante Alighieri, Valdenice Cerqueira, também torna o ensino mais atraente aos alunos, acostumados ao dinamismo da internet. O colégio possui a sua rede - ou ambiente virtual de aprendizado. "Os alunos não têm mais paciência só para aulas expositivas. Colocá-los em rede é uma forma de atraí-los para o conteúdo, para que eles busquem o conhecimento." A nova realidade faz com que o professor precise sair da posição de "enciclopédia humana" para tornar-se um "promotor de interações", diz Ana Vilma Tijiboy, pesquisadora em educação da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. "Na web, o conhecimento está na mão de todos. Ao invés de ‘repassador de informações’, o professor deve preparar o aluno para escutar e respeitar a opinião do outro, de forma que, em conjunto, eles formulem dúvidas e obtenham informações." Isso significa, diz, não se deixar levar só pelo currículo engessado. "Uma vez que o ensino seja direcionado não para a ‘decoreba’, mas para a pesquisa e o compartilhamento, surgem dúvidas nos alunos que vão além do planejado e que, muitas vezes, não incluem uma só disciplina. O professor tem de estar pronto para, inclusive, juntar-se a outros professores." Uma experiência no Colégio Vera Cruz, onde será inaugurada uma rede social neste ano, mostrou justamente isso. Em 2008, foi feito um balão de ensaio em que os alunos do 3º ano do ensino médio, com informações mínimas passadas pela professora de química, deveriam se aprofundar sobre o assunto entropia por meio de um fórum, pesquisando e compartilhando informações. No final, entregariam um trabalho. Cerca de cem alunos trabalharam juntos. E não deu outra: "Os alunos se sentiram instigados e foram muito além do proposto. Um trabalho que seria de química, fez com que surgissem hipóteses que também se relacionavam à física", explica a professora Lilian Starobinas. Às vezes surgem hipóteses que nem o professor sabe responder. "As discussões fazem com que o aluno até chegue com informações que desafiam o professor. E é positivo. Não somos os donos da verdade. O professor precisa ir atrás. A internet acaba por deixar todos no mesmo nível, o de aprendizes, tanto o professor como o aluno", justifica Davi Fazzolari, professor de literatura da Escola Nossa Senhora das Graças. Para chegar a tal ponto, entretanto, aí entra a parte mais importante do processo: o de guiar o aluno. É esse papel, o de mediador, que o docente deve desempenhar, afirma George Hirata, professor de física do I.L. Peretz. "Na web é preciso provocar discussões, estimular os alunos a interagirem, alertar para que não acreditem em tudo na internet. Para engajá-los, dou pontos para quem responder corretamente às dúvidas dos colegas. Fico de olho em tudo o que acontece, mas só intervenho quando vejo que eles não conseguem resolver alguma questão. Eles precisam de autonomia." Outro ponto necessário para que o objetivo seja alcançado é a própria estrutura da escola. "Depende que a escola motive os professores, que os docentes tenham treinamento, que os alunos estejam motivados. Há muitos professores com dificuldades. Alguns nunca irão querer. As redes crescem, mas não acho que irão virar regra", diz Fernanda Freire, pesquisadora em pedagogia da Unicamp e uma das responsáveis pelo ambiente de aprendizagem Teleduc. http://rizomas.net/educacao/o-educador/258-qual-e-o-papel-do-professor-na-era-da-internet.html
  • 4. Proposta de Redação Com base na leitura dos textos motivadores e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema: “QUAL O PAPEL DO EDUCADOR NA ERA DIGITAL?”Apresente uma proposta de intervenção e/ou conscientização social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defender o seu ponto de vista.