SlideShare uma empresa Scribd logo
4 de junho de 2013
ISO 26000:2010 e a NBR
16001:2012
O nosso estado de mundo
ü  Mais de 1 bilhão de pessoas não
têm água para beber
ü  Os atuais 7 bilhões de habitantes
poderão chegar a 9 bilhões em
2050
ü  2 bilhões de pessoas vivem com
1 ou 2 dólares por dia.
ü  A renda per capita tem caído
muito nos ultimos 30 anos na
maioria dos países pobres.
ü  O abismo social entre ricos e
pobres tem se ampliado.
ü  Doenças infecciosas são a causa
de 30% das mortes no mundo
ü  O crime transnacional é a
indústria que mais cresce no
mundo (500 bilhões de dólares)
ü  O consumo da energia no mundo
irá crescer mais do que 50% nos
próximos 20 anos.
Fonte: Projeto Millenium
Há luz no final do túnel?
Reflexão: O que pode ser
feito no nível:
Dos Estados
Das Organizações
Pessoal
Das 100 maiores economias do mundo, 29 são
empresas
(em valor adicionado)
1 Estados Unidos 9810 65 Siemens 32
2 Japão 4765 68 BP 30
3 Alemanha 1866 69 Wal-Mart Stores 30
4 Reino Unido 1427 70 IBM 27
5 França 1294 71 Volkswagen 24
6 China 1080 72 Cuba 24
7 Itália 1074 73 Hitachi 24
8 Canadá 701 74 Total Fina Elf 23
9 Brasil 595 76 Matsushita Electric Industrial 22
10 México 575 77 Mitsui & Company 20
45 ExxonMobil 63 80 Sony 20
46 Paquistão 62 81 Mitsubishi 20
47 General Motors 56 85 Philip Morris 19
55 Ford Motor 44 90 SBC Communications 19
56 Daimler Chrysler 42 91 Itochu 18
57 Nigéria 41 94 Honda Motor 18
58 General Electric 39 95 Eni 18
59 Toyota Motor 38 96 Nissan Motor 18
60 Kuwait 38 97 Toshiba 17
61 Romênia 37 98 Síria 17
62 Royal Dutch/Shell 36 99 Glaxosmithkline 17
63 Marrocos 33 100 BT 17
Fonte: Agencia Estado – 12/08/2002
Estudo publicado pela Conferência
da ONU
para Comércio e Desenvolvimento
(Unctad)
Valores em US$ bilhões
PIB X Valor adicioando
Fonte: Pesquisa IPEA/DISOC – Ação Social das Empresas DEZ/2004
Por que as empresas fazem ação social ?
Filantropia e Responsabilidade
Social
Filantropia Tradicional Responsabilidade social
Não é aplicada gestão Requer gestão
Base assistencialista Base estratégica
Fraco compromisso com resultados Forte compromisso com resultados
Baixa preocupação com
independência
Grande preocupação com
independência
Ação unilateral Engajamento com partes interessadas
Uma empresa pode perder sendo socialmente
irresponsável?
Empresas como Nike, The Gap e outras tiveram
grandes perdas quando provado seus envolvimentos
com trabalho infantil, trabalho escravo e condições
de trabalho inadequadas
Uma empresa pode lucrar sendo
socialmente responsável?
Fonte: www.ipea.gov.br
Social
Ambiental Econômico
Desenvolvimento sustentável
Interesse pela ISO26K?
Estrutura da ISO 26000
Introdução
1.  Escopo
2.  Termos e definições
3.  Compreensão da responsabilidade social
4.  Princípios da Responsabilidade Social
5.  Reconhecimento da responsabilidade social e engajamento
das partes interessadas
6.  Orientações sobre temas centrais da responsabilidade social
7.  Orientações sobre a integração da responsabilidade social
em toda a organização
§  Anexo A (Informativo) Exemplos de iniciativas e ferramentas voluntárias
relacionadas à responsabilidade social
§  Anexo B (informativo) Abreviaturas
§  Bibliografia
Duas	
  prá)cas	
  fundamentais	
  da	
  responsabilidade	
  social	
  
Reconhecimento	
  da	
  
responsabilidade	
  social	
  
Iden3ficação	
  e	
  engajamento	
  das	
  
partes	
  interessadas	
  
Maximização	
  da	
  contribuição	
  da	
  organização	
  para	
  o	
  
Desenvolvimento	
  sustentável	
  
Temas	
  centrais	
  da	
  	
  
RS	
  
Bibliografia:	
  Fontes	
  com	
  reconhecida	
  
autoridade	
  e	
  orientação	
  adicional	
  
Anexo:	
  Exemplos	
  de	
  inicia3vas	
  voluntárias	
  	
  de	
  
responsabilidade	
  social	
  
Integração	
  da	
  RS	
  	
  
em	
  toda	
  a	
  	
  
organização	
  
Direitos	
  
humanos	
  
Prá3cas	
  
de	
  
trabalho	
  	
  
Meio	
  
ambiente	
  
Prá3cas	
  
leais	
  de	
  
operação	
  
Questões	
  
rela3vas	
  ao	
  
consumidor	
  
Envolv.	
  E	
  
desenvolv.da	
  
comunidade	
  
Prá3cas	
  para	
  
integrar	
  a	
  RS	
  em	
  
toda	
  a	
  
organização	
  
Inicia3vas	
  voluntárias	
  
de	
  RS	
  
Comunicação	
  sobre	
  RS	
  
Fortalecimento	
  da	
  	
  
credibilidade	
  em	
  
relação	
  	
  à	
  RS	
  
Análise	
  e	
  aprimoramento	
  
das	
  ações	
  e	
  prá3cas	
  da	
  
organização	
  rela3vas	
  à	
  RS	
  
Relação	
  das	
  
caracterís3cas	
  da	
  
organização	
  com	
  a	
  RS	
  
Compreensão	
  da	
  RS	
  da	
  
organização	
  
Seção	
  5	
  
Ações	
  e	
  expecta3vas	
  relacionadas	
  
Seção	
  6	
  
Governança	
  organizacional	
  
Seção	
  7	
  
Seção 1
Orientação para
organizações de todo
o tipo, independemente
do seu tamanho ou
localização	
  
Seção 3
Seção 4
Seção 2
Escopo	
  
Termos	
  e	
  
definições	
  
Definição de
termos -chave
Compreensão	
  
da	
  RS	
  
História	
  e	
  caracterís3cas;	
  
Relacionamento	
  entre	
  
RS	
  e	
  desenvolvimento	
  	
  
sustentável	
  
Princípios	
  da	
  	
  
responsabilidade	
  
social	
  
Accountability	
  
Comportamento	
  é3co	
  
Transparência	
  
Respeito	
  pelo	
  interesse	
  
das	
  partes	
  interessadas	
  
Respeito	
  pelo	
  	
  estado	
  
de	
  direito	
  
Respeito	
  pelas	
  	
  normas	
  
Internacionais	
  de	
  	
  
comportamento	
  
Respeito	
  pelos	
  	
  
direitos	
  humanos	
  
Visão Geral da ISO 26000:2010 (retirado da ISO 26000:2010)
Relação entre a organização, suas partes interessadas e a sociedade
Os sete temas centrais
Apresentação da ABNT
NBR 16001:2012
Breve histórico
2003 – Decisão de desenvolver uma Norma nacional
certificável.
2004 – Lançamento da ABNT NBR 16001
2005 – Lançamento da ABNT NBR 16002 (qualificação de
auditores)
2006 - Desenvolvimento dos critérios de certificação e
acreditação de organismos e realização da primeira
certificação
2009 – Lançamento da ABNT NBR 16003 (realização de
auditorias)
2010 – Decisão de revisar a ABNT NBR 16001
2012 – Publicada a nova versão em 2 de agosto de 2012
Certificados SA8000:2008 (junho/2011)
0 100 200 300 400 500 600 700 800 900
Italy
India
China
Romania
Pakistan
Other
Brazil
Vietnam
Portugal
Spain
Czech Republic
Lithuania
Hong Kong
Taiwan
Greece
Sri Lanka
Thailand
Bulgaria
United Kingdom
Israel
2680 certificados mundialmente
79 certificados no Brasil
Cerca de 3% do total
Certificados no Brasil (junho/2011)
0
20
40
60
80
100
120
1996 1998 2000 2002 2004 2006 2008 2010 2012
NBR16001
SA8000
Grandes mudanças desde 2004
3.6 Medição,
análise e
melhoria
3.3
Planejamento
3.4
Implementação
e operação
3.5 Requisitos
de
documentação
Anexos: Bibliografia, Identificação das partes interessadas, Engajamento das partes interessadas,
Comunicação, Questões da RS, Oportunidades de melhoria e inovação, Monitoramento e medição
1.Objetivo
2.Definições
A nova ABNT NBR 16001
3.2 Política da responsabilidade social
•  Identificação das partes
interessadas
•  Temas e questões da RS
•  Due diligence
•  Oportunidades e inovação
•  Requisitos legais e outros
•  Objetivos, metas e programas
•  Recursos, funções,
responsabilidades
•  Monitoramento e medição
•  Avaliação do atendimento à
requisitos legais e outros
•  Não conformidade e ação
corretiva e preventiva
•  Auditoria interna
•  Análise pela Alta Direção
•  Treinamento e conscientização
•  Engajamento das partes interessadas
•  Comunicação
•  Tratamento de conflitos e desavenças
•  Controle operacional
•  Manual do SGRS
•  Controle de documentos
•  Controle de registros
Ressalvas importantes da NBR 16001
“O atendimento aos requisitos da Norma não significa que a
organização é socialmente responsável, mas que possui um
sistema da gestão da responsabilidade social. As
comunicações da organização, tanto internas quanto
externas, deverão respeitar este preceito.”
“A conformidade com esta Norma não implica, por si só, na
conformidade com as diretrizes da ISO 26000. Quaisquer
declarações de que um certificado de conformidade com
esta Norma seria uma evidência do atendimento as
diretrizes da ISO 26000 são incompatíveis com os objetivos
desta Norma. No entanto, a adoção desta Norma pode
auxiliar a organização em seu processo de implementação
de algumas das diretrizes da ISO 26000."
Organizações com desempenho diferentes
podem ser certificadas
Tempo
Melhoriada
responsabilidadesocial
NBR 16001:2012 X ISO 26000:2010
NBR 16001:2012 ISO 26000:2010
Certificação Sim Não
Modelo de gestão PDCA Nenhum
Integração com outras
Normas e iniciativas
Sim Sim
Processo multi-stakeholder ONG, IND, GOV, SSPO
ONG, IND, GOV,
TRAB, CONS, SSPO
Abrangência mais provável América do Sul Internacional
Destaques
Alinhamento com as
diretrizes mais
importantes da ISO
26000, sendo
certificável
Riqueza das diretrizes
Muito Obrigado
José Salvador da Silva Filho
jose.salvador@saiglobal.com
Fone: 11-98117-4948

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Responsabilidade Socioambiental Corporativa
Responsabilidade Socioambiental CorporativaResponsabilidade Socioambiental Corporativa
Responsabilidade Socioambiental Corporativa
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Responsabilidade Social e Ética
Responsabilidade Social e Ética Responsabilidade Social e Ética
Responsabilidade Social e Ética
Adeildo Caboclo
 
ISO 14.000
ISO 14.000ISO 14.000
ISO 14.000
Iago Caldas
 
gestão ambiental
gestão ambientalgestão ambiental
gestão ambiental
Neilany Sousa
 
Norma SA 8000
Norma SA 8000Norma SA 8000
Norma SA 8000
Filipe Tursi
 
Apresentacao mudanças ISO 9001:2015
Apresentacao mudanças ISO 9001:2015Apresentacao mudanças ISO 9001:2015
Apresentacao mudanças ISO 9001:2015
Adeildo Caboclo
 
Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental
sionara14
 
Roteiro auditoria SGA NBR ISO 14001:2015v1
Roteiro auditoria SGA NBR ISO 14001:2015v1Roteiro auditoria SGA NBR ISO 14001:2015v1
Roteiro auditoria SGA NBR ISO 14001:2015v1
Roberto Emery-Trindade
 
Linha do Tempo da Sustentabilidade
Linha do Tempo da SustentabilidadeLinha do Tempo da Sustentabilidade
Linha do Tempo da Sustentabilidade
Carla Stoicov
 
Curso Interpretação e Transição da Norma ISO 45001:2018 - Curso online
Curso Interpretação e Transição da Norma ISO 45001:2018 - Curso onlineCurso Interpretação e Transição da Norma ISO 45001:2018 - Curso online
Curso Interpretação e Transição da Norma ISO 45001:2018 - Curso online
GAC CURSOS ONLINE
 
Introdução a ISO 9001 ISO 20000 e ISO 27001
Introdução a ISO 9001 ISO 20000 e ISO 27001Introdução a ISO 9001 ISO 20000 e ISO 27001
Introdução a ISO 9001 ISO 20000 e ISO 27001
Fernando Palma
 
Sistema de gestão da Qualidade
Sistema de gestão da QualidadeSistema de gestão da Qualidade
Sistema de gestão da Qualidade
Sergio Dias
 
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - NoçõesSGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
Roberto Emery-Trindade
 
gestão ambiental
gestão ambientalgestão ambiental
gestão ambiental
Gisele Fernandes
 
ISO 9001
ISO 9001ISO 9001
Gestão de qualidade (slides)
Gestão de qualidade (slides)Gestão de qualidade (slides)
Gestão de qualidade (slides)
Roberto Luna Mendes Monteiro Filho
 
Sistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambientalSistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambiental
luigicanova
 
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
CICCOPN - Centro de formação Profissional da Industria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte
 
Compliance
ComplianceCompliance
Compliance
Priscila Stuani
 
Responsabilidade Social nas Empresas
Responsabilidade Social nas EmpresasResponsabilidade Social nas Empresas
Responsabilidade Social nas Empresas
Taw Motta
 

Mais procurados (20)

Responsabilidade Socioambiental Corporativa
Responsabilidade Socioambiental CorporativaResponsabilidade Socioambiental Corporativa
Responsabilidade Socioambiental Corporativa
 
Responsabilidade Social e Ética
Responsabilidade Social e Ética Responsabilidade Social e Ética
Responsabilidade Social e Ética
 
ISO 14.000
ISO 14.000ISO 14.000
ISO 14.000
 
gestão ambiental
gestão ambientalgestão ambiental
gestão ambiental
 
Norma SA 8000
Norma SA 8000Norma SA 8000
Norma SA 8000
 
Apresentacao mudanças ISO 9001:2015
Apresentacao mudanças ISO 9001:2015Apresentacao mudanças ISO 9001:2015
Apresentacao mudanças ISO 9001:2015
 
Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental
 
Roteiro auditoria SGA NBR ISO 14001:2015v1
Roteiro auditoria SGA NBR ISO 14001:2015v1Roteiro auditoria SGA NBR ISO 14001:2015v1
Roteiro auditoria SGA NBR ISO 14001:2015v1
 
Linha do Tempo da Sustentabilidade
Linha do Tempo da SustentabilidadeLinha do Tempo da Sustentabilidade
Linha do Tempo da Sustentabilidade
 
Curso Interpretação e Transição da Norma ISO 45001:2018 - Curso online
Curso Interpretação e Transição da Norma ISO 45001:2018 - Curso onlineCurso Interpretação e Transição da Norma ISO 45001:2018 - Curso online
Curso Interpretação e Transição da Norma ISO 45001:2018 - Curso online
 
Introdução a ISO 9001 ISO 20000 e ISO 27001
Introdução a ISO 9001 ISO 20000 e ISO 27001Introdução a ISO 9001 ISO 20000 e ISO 27001
Introdução a ISO 9001 ISO 20000 e ISO 27001
 
Sistema de gestão da Qualidade
Sistema de gestão da QualidadeSistema de gestão da Qualidade
Sistema de gestão da Qualidade
 
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - NoçõesSGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
 
gestão ambiental
gestão ambientalgestão ambiental
gestão ambiental
 
ISO 9001
ISO 9001ISO 9001
ISO 9001
 
Gestão de qualidade (slides)
Gestão de qualidade (slides)Gestão de qualidade (slides)
Gestão de qualidade (slides)
 
Sistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambientalSistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambiental
 
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
 
Compliance
ComplianceCompliance
Compliance
 
Responsabilidade Social nas Empresas
Responsabilidade Social nas EmpresasResponsabilidade Social nas Empresas
Responsabilidade Social nas Empresas
 

Destaque

NBR 16001 Projeto de Revisão
NBR 16001   Projeto de RevisãoNBR 16001   Projeto de Revisão
NBR 16001 Projeto de Revisão
cmoitinho
 
SISTEMA DE GESTÃO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL
SISTEMA DE GESTÃO DE RESPONSABILIDADE SOCIALSISTEMA DE GESTÃO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL
SISTEMA DE GESTÃO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL
Sistema FIEB
 
Apresentação - Governança Organizacional
Apresentação - Governança OrganizacionalApresentação - Governança Organizacional
Apresentação - Governança Organizacional
ciespjacarei
 
O papel dos membros da ISO como parceiros locais estratégicos para fortalecer...
O papel dos membros da ISO como parceiros locais estratégicos para fortalecer...O papel dos membros da ISO como parceiros locais estratégicos para fortalecer...
O papel dos membros da ISO como parceiros locais estratégicos para fortalecer...
Humanidade2012
 
Iso 26000
Iso 26000Iso 26000
Iso 26000
Birendra Raturi
 
Nbr iso 26000
Nbr iso 26000Nbr iso 26000
Nbr iso 26000
J Flávia Sales
 
Tarifas pf bb
Tarifas pf bbTarifas pf bb
Tarifas pf bb
maxytetsu
 
Sustentabilidade - Jorge Cajazeira - Gerente corporativo de Competitividade d...
Sustentabilidade - Jorge Cajazeira - Gerente corporativo de Competitividade d...Sustentabilidade - Jorge Cajazeira - Gerente corporativo de Competitividade d...
Sustentabilidade - Jorge Cajazeira - Gerente corporativo de Competitividade d...
Confederação Nacional da Indústria
 
Odm ods 2015_odilon_faccio_meet_upflorian_2015
Odm ods 2015_odilon_faccio_meet_upflorian_2015Odm ods 2015_odilon_faccio_meet_upflorian_2015
Odm ods 2015_odilon_faccio_meet_upflorian_2015
Movimento Nós Podemos Santa Catarina
 
Introdução a obra de melanie klein (hanna segal) (1)
Introdução a obra de melanie klein (hanna segal) (1)Introdução a obra de melanie klein (hanna segal) (1)
Introdução a obra de melanie klein (hanna segal) (1)
Daniela Euclides
 
Ética e Responsabilidade Social
Ética e Responsabilidade SocialÉtica e Responsabilidade Social
Ética e Responsabilidade Social
Silvia Helena Carvalho Ramos Valladao de CAMARGO
 
Palestra Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - Márcia Magalhães
Palestra Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - Márcia MagalhãesPalestra Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - Márcia Magalhães
Palestra Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - Márcia Magalhães
MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal
 
OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (ODS)
OBJETIVOS DE  DESENVOLVIMENTO  SUSTENTÁVEL  (ODS)OBJETIVOS DE  DESENVOLVIMENTO  SUSTENTÁVEL  (ODS)
OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (ODS)
ObsDrFurb
 
SA 8000
SA 8000 SA 8000
SA 8000
Time Rahul
 
Ética e Responsabilidade Social
Ética e Responsabilidade SocialÉtica e Responsabilidade Social
Ética e Responsabilidade Social
Gerisval Pessoa
 
2014 - CURSO A prática psicanalítica com Lacan – Aula 2: Psicanálise e práxi...
2014 - CURSO A prática psicanalítica com Lacan  – Aula 2: Psicanálise e práxi...2014 - CURSO A prática psicanalítica com Lacan  – Aula 2: Psicanálise e práxi...
2014 - CURSO A prática psicanalítica com Lacan – Aula 2: Psicanálise e práxi...
Alexandre Simoes
 
Responsabilidade Social agrega valor para as organizações?
Responsabilidade Social agrega valor para as organizações?Responsabilidade Social agrega valor para as organizações?
Responsabilidade Social agrega valor para as organizações?
Teresa Dias Toledo Pitombo
 
Apostila de Ética e Responsabilidade Social
Apostila de Ética e Responsabilidade SocialApostila de Ética e Responsabilidade Social
Apostila de Ética e Responsabilidade Social
Cássio Morelli
 
Responsabilidade Social Das Empresas
Responsabilidade Social Das EmpresasResponsabilidade Social Das Empresas
Responsabilidade Social Das Empresas
tecsefa
 
Alfred Adler
Alfred AdlerAlfred Adler
Alfred Adler
Deisiane Cazaroto
 

Destaque (20)

NBR 16001 Projeto de Revisão
NBR 16001   Projeto de RevisãoNBR 16001   Projeto de Revisão
NBR 16001 Projeto de Revisão
 
SISTEMA DE GESTÃO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL
SISTEMA DE GESTÃO DE RESPONSABILIDADE SOCIALSISTEMA DE GESTÃO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL
SISTEMA DE GESTÃO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL
 
Apresentação - Governança Organizacional
Apresentação - Governança OrganizacionalApresentação - Governança Organizacional
Apresentação - Governança Organizacional
 
O papel dos membros da ISO como parceiros locais estratégicos para fortalecer...
O papel dos membros da ISO como parceiros locais estratégicos para fortalecer...O papel dos membros da ISO como parceiros locais estratégicos para fortalecer...
O papel dos membros da ISO como parceiros locais estratégicos para fortalecer...
 
Iso 26000
Iso 26000Iso 26000
Iso 26000
 
Nbr iso 26000
Nbr iso 26000Nbr iso 26000
Nbr iso 26000
 
Tarifas pf bb
Tarifas pf bbTarifas pf bb
Tarifas pf bb
 
Sustentabilidade - Jorge Cajazeira - Gerente corporativo de Competitividade d...
Sustentabilidade - Jorge Cajazeira - Gerente corporativo de Competitividade d...Sustentabilidade - Jorge Cajazeira - Gerente corporativo de Competitividade d...
Sustentabilidade - Jorge Cajazeira - Gerente corporativo de Competitividade d...
 
Odm ods 2015_odilon_faccio_meet_upflorian_2015
Odm ods 2015_odilon_faccio_meet_upflorian_2015Odm ods 2015_odilon_faccio_meet_upflorian_2015
Odm ods 2015_odilon_faccio_meet_upflorian_2015
 
Introdução a obra de melanie klein (hanna segal) (1)
Introdução a obra de melanie klein (hanna segal) (1)Introdução a obra de melanie klein (hanna segal) (1)
Introdução a obra de melanie klein (hanna segal) (1)
 
Ética e Responsabilidade Social
Ética e Responsabilidade SocialÉtica e Responsabilidade Social
Ética e Responsabilidade Social
 
Palestra Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - Márcia Magalhães
Palestra Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - Márcia MagalhãesPalestra Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - Márcia Magalhães
Palestra Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - Márcia Magalhães
 
OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (ODS)
OBJETIVOS DE  DESENVOLVIMENTO  SUSTENTÁVEL  (ODS)OBJETIVOS DE  DESENVOLVIMENTO  SUSTENTÁVEL  (ODS)
OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (ODS)
 
SA 8000
SA 8000 SA 8000
SA 8000
 
Ética e Responsabilidade Social
Ética e Responsabilidade SocialÉtica e Responsabilidade Social
Ética e Responsabilidade Social
 
2014 - CURSO A prática psicanalítica com Lacan – Aula 2: Psicanálise e práxi...
2014 - CURSO A prática psicanalítica com Lacan  – Aula 2: Psicanálise e práxi...2014 - CURSO A prática psicanalítica com Lacan  – Aula 2: Psicanálise e práxi...
2014 - CURSO A prática psicanalítica com Lacan – Aula 2: Psicanálise e práxi...
 
Responsabilidade Social agrega valor para as organizações?
Responsabilidade Social agrega valor para as organizações?Responsabilidade Social agrega valor para as organizações?
Responsabilidade Social agrega valor para as organizações?
 
Apostila de Ética e Responsabilidade Social
Apostila de Ética e Responsabilidade SocialApostila de Ética e Responsabilidade Social
Apostila de Ética e Responsabilidade Social
 
Responsabilidade Social Das Empresas
Responsabilidade Social Das EmpresasResponsabilidade Social Das Empresas
Responsabilidade Social Das Empresas
 
Alfred Adler
Alfred AdlerAlfred Adler
Alfred Adler
 

Semelhante a ISO 26000:2010 e a NBR 16001:2012

020_circuito_sesi_-_oficina_como_tornar-se_socialmente_responsavel-2.ppt
020_circuito_sesi_-_oficina_como_tornar-se_socialmente_responsavel-2.ppt020_circuito_sesi_-_oficina_como_tornar-se_socialmente_responsavel-2.ppt
020_circuito_sesi_-_oficina_como_tornar-se_socialmente_responsavel-2.ppt
MuniqueHolandaAlves1
 
Aneel A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs Livio Giosa
Aneel   A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs Livio GiosaAneel   A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs Livio Giosa
Aneel A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs Livio Giosa
taniamaciel
 
CóPia De Aneel A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs L...
CóPia De Aneel   A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs L...CóPia De Aneel   A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs L...
CóPia De Aneel A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs L...
taniamaciel
 
ApresentaçãO Multiplicadores
ApresentaçãO MultiplicadoresApresentaçãO Multiplicadores
ApresentaçãO Multiplicadores
thaisfantazia
 
ApresentaçãO Multiplicadores
ApresentaçãO MultiplicadoresApresentaçãO Multiplicadores
ApresentaçãO Multiplicadores
thaisfantazia
 
Apresentação Multiplicadores
Apresentação MultiplicadoresApresentação Multiplicadores
Apresentação Multiplicadores
guestcd7b95
 
Responsabilidade Social
Responsabilidade SocialResponsabilidade Social
Responsabilidade Social
Patricia Melero
 
Gestaoda responsabilidadesocial
Gestaoda responsabilidadesocialGestaoda responsabilidadesocial
Gestaoda responsabilidadesocial
Luana Fidelis
 
Material extra -_texto_beat_gruninger
Material extra -_texto_beat_gruningerMaterial extra -_texto_beat_gruninger
Material extra -_texto_beat_gruninger
Ubirajara Cavaco
 
Muito além da filantropia (responsabilidade social)
Muito além da filantropia (responsabilidade social)Muito além da filantropia (responsabilidade social)
Muito além da filantropia (responsabilidade social)
Ronaldo Weigand Jr
 
Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria
Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria
Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria
Dialogus Consultoria
 
Iso 26000...
Iso 26000...Iso 26000...
Investimento Social Privado - Apresentação Encontro de Investidores Sociais d...
Investimento Social Privado - Apresentação Encontro de Investidores Sociais d...Investimento Social Privado - Apresentação Encontro de Investidores Sociais d...
Investimento Social Privado - Apresentação Encontro de Investidores Sociais d...
IDIS
 
Métricas sociais ppt
Métricas sociais   pptMétricas sociais   ppt
Métricas sociais ppt
Deborah Tazima
 
Trabalho pesquisa sobre responsabilidade social e ambiental
Trabalho pesquisa sobre responsabilidade social e ambientalTrabalho pesquisa sobre responsabilidade social e ambiental
Trabalho pesquisa sobre responsabilidade social e ambiental
Joao Moreira
 
Palestra: Responsabilidade Social Corporativa - Georges Blanc
Palestra: Responsabilidade Social Corporativa  - Georges Blanc Palestra: Responsabilidade Social Corporativa  - Georges Blanc
Palestra: Responsabilidade Social Corporativa - Georges Blanc
ExpoGestão
 
ABPS - Saúde e Responsabilidade Social
ABPS - Saúde e Responsabilidade Social ABPS - Saúde e Responsabilidade Social
ABPS - Saúde e Responsabilidade Social
tana bassi
 
Indicadores de Responsabilidade Social nas Empresas
Indicadores de Responsabilidade Social nas EmpresasIndicadores de Responsabilidade Social nas Empresas
Indicadores de Responsabilidade Social nas Empresas
Paulo Tarso
 
LATEC - UFF. INOVARSE - 2014 - PALESTRA COM ANDREA SANTINI HENRIQUES
LATEC - UFF. INOVARSE - 2014 - PALESTRA COM ANDREA SANTINI HENRIQUESLATEC - UFF. INOVARSE - 2014 - PALESTRA COM ANDREA SANTINI HENRIQUES
LATEC - UFF. INOVARSE - 2014 - PALESTRA COM ANDREA SANTINI HENRIQUES
LATEC - UFF
 
Sustentabilidade setor farmaceutico_luiz henrique
Sustentabilidade setor farmaceutico_luiz henriqueSustentabilidade setor farmaceutico_luiz henrique
Sustentabilidade setor farmaceutico_luiz henrique
Ivana da Silveira
 

Semelhante a ISO 26000:2010 e a NBR 16001:2012 (20)

020_circuito_sesi_-_oficina_como_tornar-se_socialmente_responsavel-2.ppt
020_circuito_sesi_-_oficina_como_tornar-se_socialmente_responsavel-2.ppt020_circuito_sesi_-_oficina_como_tornar-se_socialmente_responsavel-2.ppt
020_circuito_sesi_-_oficina_como_tornar-se_socialmente_responsavel-2.ppt
 
Aneel A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs Livio Giosa
Aneel   A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs Livio GiosaAneel   A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs Livio Giosa
Aneel A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs Livio Giosa
 
CóPia De Aneel A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs L...
CóPia De Aneel   A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs L...CóPia De Aneel   A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs L...
CóPia De Aneel A Realidade Brasileira No Caminho Da Sustentabilidade E Rs L...
 
ApresentaçãO Multiplicadores
ApresentaçãO MultiplicadoresApresentaçãO Multiplicadores
ApresentaçãO Multiplicadores
 
ApresentaçãO Multiplicadores
ApresentaçãO MultiplicadoresApresentaçãO Multiplicadores
ApresentaçãO Multiplicadores
 
Apresentação Multiplicadores
Apresentação MultiplicadoresApresentação Multiplicadores
Apresentação Multiplicadores
 
Responsabilidade Social
Responsabilidade SocialResponsabilidade Social
Responsabilidade Social
 
Gestaoda responsabilidadesocial
Gestaoda responsabilidadesocialGestaoda responsabilidadesocial
Gestaoda responsabilidadesocial
 
Material extra -_texto_beat_gruninger
Material extra -_texto_beat_gruningerMaterial extra -_texto_beat_gruninger
Material extra -_texto_beat_gruninger
 
Muito além da filantropia (responsabilidade social)
Muito além da filantropia (responsabilidade social)Muito além da filantropia (responsabilidade social)
Muito além da filantropia (responsabilidade social)
 
Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria
Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria
Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria
 
Iso 26000...
Iso 26000...Iso 26000...
Iso 26000...
 
Investimento Social Privado - Apresentação Encontro de Investidores Sociais d...
Investimento Social Privado - Apresentação Encontro de Investidores Sociais d...Investimento Social Privado - Apresentação Encontro de Investidores Sociais d...
Investimento Social Privado - Apresentação Encontro de Investidores Sociais d...
 
Métricas sociais ppt
Métricas sociais   pptMétricas sociais   ppt
Métricas sociais ppt
 
Trabalho pesquisa sobre responsabilidade social e ambiental
Trabalho pesquisa sobre responsabilidade social e ambientalTrabalho pesquisa sobre responsabilidade social e ambiental
Trabalho pesquisa sobre responsabilidade social e ambiental
 
Palestra: Responsabilidade Social Corporativa - Georges Blanc
Palestra: Responsabilidade Social Corporativa  - Georges Blanc Palestra: Responsabilidade Social Corporativa  - Georges Blanc
Palestra: Responsabilidade Social Corporativa - Georges Blanc
 
ABPS - Saúde e Responsabilidade Social
ABPS - Saúde e Responsabilidade Social ABPS - Saúde e Responsabilidade Social
ABPS - Saúde e Responsabilidade Social
 
Indicadores de Responsabilidade Social nas Empresas
Indicadores de Responsabilidade Social nas EmpresasIndicadores de Responsabilidade Social nas Empresas
Indicadores de Responsabilidade Social nas Empresas
 
LATEC - UFF. INOVARSE - 2014 - PALESTRA COM ANDREA SANTINI HENRIQUES
LATEC - UFF. INOVARSE - 2014 - PALESTRA COM ANDREA SANTINI HENRIQUESLATEC - UFF. INOVARSE - 2014 - PALESTRA COM ANDREA SANTINI HENRIQUES
LATEC - UFF. INOVARSE - 2014 - PALESTRA COM ANDREA SANTINI HENRIQUES
 
Sustentabilidade setor farmaceutico_luiz henrique
Sustentabilidade setor farmaceutico_luiz henriqueSustentabilidade setor farmaceutico_luiz henrique
Sustentabilidade setor farmaceutico_luiz henrique
 

Mais de Sistema FIEB

Apresentação SEFAZ - Nilson Moscon Ribeiro
Apresentação SEFAZ - Nilson Moscon RibeiroApresentação SEFAZ - Nilson Moscon Ribeiro
Apresentação SEFAZ - Nilson Moscon Ribeiro
Sistema FIEB
 
Apresentação - SEFAZ - Joselice de Sousa
Apresentação - SEFAZ - Joselice de SousaApresentação - SEFAZ - Joselice de Sousa
Apresentação - SEFAZ - Joselice de Sousa
Sistema FIEB
 
Tributação para Pequenos Negócios - CAFT e COMPEM - Apresentação rfb joão pujals
Tributação para Pequenos Negócios - CAFT e COMPEM - Apresentação rfb joão pujalsTributação para Pequenos Negócios - CAFT e COMPEM - Apresentação rfb joão pujals
Tributação para Pequenos Negócios - CAFT e COMPEM - Apresentação rfb joão pujals
Sistema FIEB
 
Seminário - Tributação para Pequenos Negócios - Apresentação função social do...
Seminário - Tributação para Pequenos Negócios - Apresentação função social do...Seminário - Tributação para Pequenos Negócios - Apresentação função social do...
Seminário - Tributação para Pequenos Negócios - Apresentação função social do...
Sistema FIEB
 
Apresentação função social do estado mário pithon
Apresentação função social do estado mário pithonApresentação função social do estado mário pithon
Apresentação função social do estado mário pithon
Sistema FIEB
 
Conferência eSocial - José Honorino de Macedo Neto - MTE/SRTE-BA
Conferência eSocial - José Honorino de Macedo Neto - MTE/SRTE-BAConferência eSocial - José Honorino de Macedo Neto - MTE/SRTE-BA
Conferência eSocial - José Honorino de Macedo Neto - MTE/SRTE-BA
Sistema FIEB
 
Conferência eSocial - Jorge Silva Oliver
Conferência eSocial - Jorge Silva Oliver Conferência eSocial - Jorge Silva Oliver
Conferência eSocial - Jorge Silva Oliver
Sistema FIEB
 
Conferência eSocial - José de Oliveira Novais - Receita Federal do Brasil
Conferência eSocial - José de Oliveira Novais - Receita Federal do BrasilConferência eSocial - José de Oliveira Novais - Receita Federal do Brasil
Conferência eSocial - José de Oliveira Novais - Receita Federal do Brasil
Sistema FIEB
 
Conferência eSocial- Jorge Silva Oliver - Caixa Econômica Federal
Conferência eSocial- Jorge Silva Oliver - Caixa Econômica FederalConferência eSocial- Jorge Silva Oliver - Caixa Econômica Federal
Conferência eSocial- Jorge Silva Oliver - Caixa Econômica Federal
Sistema FIEB
 
Principais Normas Regulamentadoras – NRs em revisão & estágio atual - Clóvis...
Principais Normas Regulamentadoras – NRs em revisão & estágio atual -  Clóvis...Principais Normas Regulamentadoras – NRs em revisão & estágio atual -  Clóvis...
Principais Normas Regulamentadoras – NRs em revisão & estágio atual - Clóvis...
Sistema FIEB
 
O desafio empresarial no cenário trabalhista - Rafael E Kieckbusch
O desafio empresarial no cenário trabalhista - Rafael E KieckbuschO desafio empresarial no cenário trabalhista - Rafael E Kieckbusch
O desafio empresarial no cenário trabalhista - Rafael E Kieckbusch
Sistema FIEB
 
Shale Mission to Brazil and Colombia
Shale Mission to Brazil and ColombiaShale Mission to Brazil and Colombia
Shale Mission to Brazil and Colombia
Sistema FIEB
 
Unconventional Drilling in Canada – The Weatherford Way
Unconventional Drilling in Canada – The Weatherford WayUnconventional Drilling in Canada – The Weatherford Way
Unconventional Drilling in Canada – The Weatherford Way
Sistema FIEB
 
Export Development Canada - Overview Of Canadian Capabilities In The Unconven...
Export Development Canada - Overview Of Canadian Capabilities In The Unconven...Export Development Canada - Overview Of Canadian Capabilities In The Unconven...
Export Development Canada - Overview Of Canadian Capabilities In The Unconven...
Sistema FIEB
 
AMEC Training & Development Services - for a competent, confident, and safe w...
AMEC Training & Development Services - for a competent, confident, and safe w...AMEC Training & Development Services - for a competent, confident, and safe w...
AMEC Training & Development Services - for a competent, confident, and safe w...
Sistema FIEB
 
Gas Liquid Engineering - Presentation Brazil
Gas Liquid Engineering - Presentation BrazilGas Liquid Engineering - Presentation Brazil
Gas Liquid Engineering - Presentation Brazil
Sistema FIEB
 
Unconventional Reservoirs Flow modelling challenges
Unconventional Reservoirs Flow modelling challengesUnconventional Reservoirs Flow modelling challenges
Unconventional Reservoirs Flow modelling challenges
Sistema FIEB
 
Trican Well Service - Unconventional Resources Presentation
Trican Well Service - Unconventional Resources PresentationTrican Well Service - Unconventional Resources Presentation
Trican Well Service - Unconventional Resources Presentation
Sistema FIEB
 
Hyduke Corporate Presentation
Hyduke Corporate PresentationHyduke Corporate Presentation
Hyduke Corporate Presentation
Sistema FIEB
 
Technological Innovation Creating Opportunities for Development
Technological Innovation  Creating Opportunities for DevelopmentTechnological Innovation  Creating Opportunities for Development
Technological Innovation Creating Opportunities for Development
Sistema FIEB
 

Mais de Sistema FIEB (20)

Apresentação SEFAZ - Nilson Moscon Ribeiro
Apresentação SEFAZ - Nilson Moscon RibeiroApresentação SEFAZ - Nilson Moscon Ribeiro
Apresentação SEFAZ - Nilson Moscon Ribeiro
 
Apresentação - SEFAZ - Joselice de Sousa
Apresentação - SEFAZ - Joselice de SousaApresentação - SEFAZ - Joselice de Sousa
Apresentação - SEFAZ - Joselice de Sousa
 
Tributação para Pequenos Negócios - CAFT e COMPEM - Apresentação rfb joão pujals
Tributação para Pequenos Negócios - CAFT e COMPEM - Apresentação rfb joão pujalsTributação para Pequenos Negócios - CAFT e COMPEM - Apresentação rfb joão pujals
Tributação para Pequenos Negócios - CAFT e COMPEM - Apresentação rfb joão pujals
 
Seminário - Tributação para Pequenos Negócios - Apresentação função social do...
Seminário - Tributação para Pequenos Negócios - Apresentação função social do...Seminário - Tributação para Pequenos Negócios - Apresentação função social do...
Seminário - Tributação para Pequenos Negócios - Apresentação função social do...
 
Apresentação função social do estado mário pithon
Apresentação função social do estado mário pithonApresentação função social do estado mário pithon
Apresentação função social do estado mário pithon
 
Conferência eSocial - José Honorino de Macedo Neto - MTE/SRTE-BA
Conferência eSocial - José Honorino de Macedo Neto - MTE/SRTE-BAConferência eSocial - José Honorino de Macedo Neto - MTE/SRTE-BA
Conferência eSocial - José Honorino de Macedo Neto - MTE/SRTE-BA
 
Conferência eSocial - Jorge Silva Oliver
Conferência eSocial - Jorge Silva Oliver Conferência eSocial - Jorge Silva Oliver
Conferência eSocial - Jorge Silva Oliver
 
Conferência eSocial - José de Oliveira Novais - Receita Federal do Brasil
Conferência eSocial - José de Oliveira Novais - Receita Federal do BrasilConferência eSocial - José de Oliveira Novais - Receita Federal do Brasil
Conferência eSocial - José de Oliveira Novais - Receita Federal do Brasil
 
Conferência eSocial- Jorge Silva Oliver - Caixa Econômica Federal
Conferência eSocial- Jorge Silva Oliver - Caixa Econômica FederalConferência eSocial- Jorge Silva Oliver - Caixa Econômica Federal
Conferência eSocial- Jorge Silva Oliver - Caixa Econômica Federal
 
Principais Normas Regulamentadoras – NRs em revisão & estágio atual - Clóvis...
Principais Normas Regulamentadoras – NRs em revisão & estágio atual -  Clóvis...Principais Normas Regulamentadoras – NRs em revisão & estágio atual -  Clóvis...
Principais Normas Regulamentadoras – NRs em revisão & estágio atual - Clóvis...
 
O desafio empresarial no cenário trabalhista - Rafael E Kieckbusch
O desafio empresarial no cenário trabalhista - Rafael E KieckbuschO desafio empresarial no cenário trabalhista - Rafael E Kieckbusch
O desafio empresarial no cenário trabalhista - Rafael E Kieckbusch
 
Shale Mission to Brazil and Colombia
Shale Mission to Brazil and ColombiaShale Mission to Brazil and Colombia
Shale Mission to Brazil and Colombia
 
Unconventional Drilling in Canada – The Weatherford Way
Unconventional Drilling in Canada – The Weatherford WayUnconventional Drilling in Canada – The Weatherford Way
Unconventional Drilling in Canada – The Weatherford Way
 
Export Development Canada - Overview Of Canadian Capabilities In The Unconven...
Export Development Canada - Overview Of Canadian Capabilities In The Unconven...Export Development Canada - Overview Of Canadian Capabilities In The Unconven...
Export Development Canada - Overview Of Canadian Capabilities In The Unconven...
 
AMEC Training & Development Services - for a competent, confident, and safe w...
AMEC Training & Development Services - for a competent, confident, and safe w...AMEC Training & Development Services - for a competent, confident, and safe w...
AMEC Training & Development Services - for a competent, confident, and safe w...
 
Gas Liquid Engineering - Presentation Brazil
Gas Liquid Engineering - Presentation BrazilGas Liquid Engineering - Presentation Brazil
Gas Liquid Engineering - Presentation Brazil
 
Unconventional Reservoirs Flow modelling challenges
Unconventional Reservoirs Flow modelling challengesUnconventional Reservoirs Flow modelling challenges
Unconventional Reservoirs Flow modelling challenges
 
Trican Well Service - Unconventional Resources Presentation
Trican Well Service - Unconventional Resources PresentationTrican Well Service - Unconventional Resources Presentation
Trican Well Service - Unconventional Resources Presentation
 
Hyduke Corporate Presentation
Hyduke Corporate PresentationHyduke Corporate Presentation
Hyduke Corporate Presentation
 
Technological Innovation Creating Opportunities for Development
Technological Innovation  Creating Opportunities for DevelopmentTechnological Innovation  Creating Opportunities for Development
Technological Innovation Creating Opportunities for Development
 

ISO 26000:2010 e a NBR 16001:2012

  • 1. 4 de junho de 2013 ISO 26000:2010 e a NBR 16001:2012
  • 2. O nosso estado de mundo ü  Mais de 1 bilhão de pessoas não têm água para beber ü  Os atuais 7 bilhões de habitantes poderão chegar a 9 bilhões em 2050 ü  2 bilhões de pessoas vivem com 1 ou 2 dólares por dia. ü  A renda per capita tem caído muito nos ultimos 30 anos na maioria dos países pobres. ü  O abismo social entre ricos e pobres tem se ampliado. ü  Doenças infecciosas são a causa de 30% das mortes no mundo ü  O crime transnacional é a indústria que mais cresce no mundo (500 bilhões de dólares) ü  O consumo da energia no mundo irá crescer mais do que 50% nos próximos 20 anos. Fonte: Projeto Millenium
  • 3. Há luz no final do túnel? Reflexão: O que pode ser feito no nível: Dos Estados Das Organizações Pessoal
  • 4. Das 100 maiores economias do mundo, 29 são empresas (em valor adicionado) 1 Estados Unidos 9810 65 Siemens 32 2 Japão 4765 68 BP 30 3 Alemanha 1866 69 Wal-Mart Stores 30 4 Reino Unido 1427 70 IBM 27 5 França 1294 71 Volkswagen 24 6 China 1080 72 Cuba 24 7 Itália 1074 73 Hitachi 24 8 Canadá 701 74 Total Fina Elf 23 9 Brasil 595 76 Matsushita Electric Industrial 22 10 México 575 77 Mitsui & Company 20 45 ExxonMobil 63 80 Sony 20 46 Paquistão 62 81 Mitsubishi 20 47 General Motors 56 85 Philip Morris 19 55 Ford Motor 44 90 SBC Communications 19 56 Daimler Chrysler 42 91 Itochu 18 57 Nigéria 41 94 Honda Motor 18 58 General Electric 39 95 Eni 18 59 Toyota Motor 38 96 Nissan Motor 18 60 Kuwait 38 97 Toshiba 17 61 Romênia 37 98 Síria 17 62 Royal Dutch/Shell 36 99 Glaxosmithkline 17 63 Marrocos 33 100 BT 17 Fonte: Agencia Estado – 12/08/2002 Estudo publicado pela Conferência da ONU para Comércio e Desenvolvimento (Unctad) Valores em US$ bilhões PIB X Valor adicioando
  • 5. Fonte: Pesquisa IPEA/DISOC – Ação Social das Empresas DEZ/2004 Por que as empresas fazem ação social ?
  • 6. Filantropia e Responsabilidade Social Filantropia Tradicional Responsabilidade social Não é aplicada gestão Requer gestão Base assistencialista Base estratégica Fraco compromisso com resultados Forte compromisso com resultados Baixa preocupação com independência Grande preocupação com independência Ação unilateral Engajamento com partes interessadas
  • 7. Uma empresa pode perder sendo socialmente irresponsável? Empresas como Nike, The Gap e outras tiveram grandes perdas quando provado seus envolvimentos com trabalho infantil, trabalho escravo e condições de trabalho inadequadas
  • 8. Uma empresa pode lucrar sendo socialmente responsável? Fonte: www.ipea.gov.br
  • 11. Estrutura da ISO 26000 Introdução 1.  Escopo 2.  Termos e definições 3.  Compreensão da responsabilidade social 4.  Princípios da Responsabilidade Social 5.  Reconhecimento da responsabilidade social e engajamento das partes interessadas 6.  Orientações sobre temas centrais da responsabilidade social 7.  Orientações sobre a integração da responsabilidade social em toda a organização §  Anexo A (Informativo) Exemplos de iniciativas e ferramentas voluntárias relacionadas à responsabilidade social §  Anexo B (informativo) Abreviaturas §  Bibliografia
  • 12. Duas  prá)cas  fundamentais  da  responsabilidade  social   Reconhecimento  da   responsabilidade  social   Iden3ficação  e  engajamento  das   partes  interessadas   Maximização  da  contribuição  da  organização  para  o   Desenvolvimento  sustentável   Temas  centrais  da     RS   Bibliografia:  Fontes  com  reconhecida   autoridade  e  orientação  adicional   Anexo:  Exemplos  de  inicia3vas  voluntárias    de   responsabilidade  social   Integração  da  RS     em  toda  a     organização   Direitos   humanos   Prá3cas   de   trabalho     Meio   ambiente   Prá3cas   leais  de   operação   Questões   rela3vas  ao   consumidor   Envolv.  E   desenvolv.da   comunidade   Prá3cas  para   integrar  a  RS  em   toda  a   organização   Inicia3vas  voluntárias   de  RS   Comunicação  sobre  RS   Fortalecimento  da     credibilidade  em   relação    à  RS   Análise  e  aprimoramento   das  ações  e  prá3cas  da   organização  rela3vas  à  RS   Relação  das   caracterís3cas  da   organização  com  a  RS   Compreensão  da  RS  da   organização   Seção  5   Ações  e  expecta3vas  relacionadas   Seção  6   Governança  organizacional   Seção  7   Seção 1 Orientação para organizações de todo o tipo, independemente do seu tamanho ou localização   Seção 3 Seção 4 Seção 2 Escopo   Termos  e   definições   Definição de termos -chave Compreensão   da  RS   História  e  caracterís3cas;   Relacionamento  entre   RS  e  desenvolvimento     sustentável   Princípios  da     responsabilidade   social   Accountability   Comportamento  é3co   Transparência   Respeito  pelo  interesse   das  partes  interessadas   Respeito  pelo    estado   de  direito   Respeito  pelas    normas   Internacionais  de     comportamento   Respeito  pelos     direitos  humanos   Visão Geral da ISO 26000:2010 (retirado da ISO 26000:2010)
  • 13. Relação entre a organização, suas partes interessadas e a sociedade
  • 14. Os sete temas centrais
  • 16. Breve histórico 2003 – Decisão de desenvolver uma Norma nacional certificável. 2004 – Lançamento da ABNT NBR 16001 2005 – Lançamento da ABNT NBR 16002 (qualificação de auditores) 2006 - Desenvolvimento dos critérios de certificação e acreditação de organismos e realização da primeira certificação 2009 – Lançamento da ABNT NBR 16003 (realização de auditorias) 2010 – Decisão de revisar a ABNT NBR 16001 2012 – Publicada a nova versão em 2 de agosto de 2012
  • 17. Certificados SA8000:2008 (junho/2011) 0 100 200 300 400 500 600 700 800 900 Italy India China Romania Pakistan Other Brazil Vietnam Portugal Spain Czech Republic Lithuania Hong Kong Taiwan Greece Sri Lanka Thailand Bulgaria United Kingdom Israel 2680 certificados mundialmente 79 certificados no Brasil Cerca de 3% do total
  • 18. Certificados no Brasil (junho/2011) 0 20 40 60 80 100 120 1996 1998 2000 2002 2004 2006 2008 2010 2012 NBR16001 SA8000
  • 20. 3.6 Medição, análise e melhoria 3.3 Planejamento 3.4 Implementação e operação 3.5 Requisitos de documentação Anexos: Bibliografia, Identificação das partes interessadas, Engajamento das partes interessadas, Comunicação, Questões da RS, Oportunidades de melhoria e inovação, Monitoramento e medição 1.Objetivo 2.Definições A nova ABNT NBR 16001 3.2 Política da responsabilidade social •  Identificação das partes interessadas •  Temas e questões da RS •  Due diligence •  Oportunidades e inovação •  Requisitos legais e outros •  Objetivos, metas e programas •  Recursos, funções, responsabilidades •  Monitoramento e medição •  Avaliação do atendimento à requisitos legais e outros •  Não conformidade e ação corretiva e preventiva •  Auditoria interna •  Análise pela Alta Direção •  Treinamento e conscientização •  Engajamento das partes interessadas •  Comunicação •  Tratamento de conflitos e desavenças •  Controle operacional •  Manual do SGRS •  Controle de documentos •  Controle de registros
  • 21. Ressalvas importantes da NBR 16001 “O atendimento aos requisitos da Norma não significa que a organização é socialmente responsável, mas que possui um sistema da gestão da responsabilidade social. As comunicações da organização, tanto internas quanto externas, deverão respeitar este preceito.” “A conformidade com esta Norma não implica, por si só, na conformidade com as diretrizes da ISO 26000. Quaisquer declarações de que um certificado de conformidade com esta Norma seria uma evidência do atendimento as diretrizes da ISO 26000 são incompatíveis com os objetivos desta Norma. No entanto, a adoção desta Norma pode auxiliar a organização em seu processo de implementação de algumas das diretrizes da ISO 26000."
  • 22. Organizações com desempenho diferentes podem ser certificadas Tempo Melhoriada responsabilidadesocial
  • 23. NBR 16001:2012 X ISO 26000:2010 NBR 16001:2012 ISO 26000:2010 Certificação Sim Não Modelo de gestão PDCA Nenhum Integração com outras Normas e iniciativas Sim Sim Processo multi-stakeholder ONG, IND, GOV, SSPO ONG, IND, GOV, TRAB, CONS, SSPO Abrangência mais provável América do Sul Internacional Destaques Alinhamento com as diretrizes mais importantes da ISO 26000, sendo certificável Riqueza das diretrizes
  • 24. Muito Obrigado José Salvador da Silva Filho jose.salvador@saiglobal.com Fone: 11-98117-4948