SlideShare uma empresa Scribd logo
CRASE
O QUE É A CRASE?
Crase é a união, a fusão de duas vogais iguais.
A crase é representada pelo acento grave (`).
Observe com atenção as construções abaixo:
Ex.: Hoje você irá A + A cidade.
(preposição exigida pelo verbo ir + artigo acompanha o
substantivo cidade)
Portanto, não confunda crase (A + A) com acento grave (`).
Observe que alguns termos pedem o uso da preposição A:
Estou apto a ... Sou favorável a...
Assisti a... Quero ir a...
Se a palavra posterior for feminina, utilizaremos o artigo
feminino A.
Estou apto a + a função. Sou favorável a + a reeleição.
Assisti a + a novela. Quero ir a + a praia.
Se a palavra posterior for masculina, utilizaremos o artigo
masculino “o”.
Estou apto a + o trabalho. Sou favorável a + o pleito.
Assisti a + o filme. Quero ir a + o clube.
Regras práticas:
A crase só pode ocorrer antes de palavras femininas,
porque só antes de palavras femininas é que pode
existir artigo A(s).
Para saber se ocorre ou não crase,
pode-se usar o seguinte recurso prático:
Troca-se a palavra feminina por uma masculina
equivalente.
Se, antes da palavra masculina aparecer
ao(s), isso indica que se deve usar o sinal de crase
antes da palavra feminina.
Ex.: Ele se refere à festa de hoje.
Ele se refere ao baile de hoje.
Crase Proibida
A crase será proibida sempre que a palavra que vem
após o A não apresentar artigo.
1. Antes de nomes masculinos, porque antes de masculino
não ocorre artigo feminino
Ex.: Os soldados voltaram a pé
2. Antes de verbos, porque antes de verbos nunca ocorre
artigo.
Ex.: Ela começou a chorar
3. Em expressões com palavras repetidas, porque nesse tipo
de expressão não ocorre artigo A(s).
Ex.: Os inimigos ficaram frente a frente.
4. Quando o A (sem S) estiver antes de uma palavra
no plural.
Ex.: Ela nunca vai a festas
Nessa mesma frase, se o A estiver no plural, passa a
haver crase:
Ex.: Ela nunca vai ÀS festas.
5. Antes de pronomes pessoais, inclusive os de
tratamento, porque antes de pronomes pessoais não
ocorre artigo.
Ex.: Nada pedi a ela nem a Vossa Majestade
6. Antes dos pronomes esta(s), quem e cuja(s),
porque antes desses pronomes não ocorre artigo.
Ex.: Quantas pessoas irão a esta festa
7. Antes de nomes de cidades, porque, normalmente,
antes de nomes de cidade não ocorre artigo. Se, no
entanto, o nome da cidade tiver um especificativo,
passa a ocorrer o artigo.
Ex.: Todos se dirigiam A Brasília.
Todos se dirigiam À bela Brasília.
Cuidado para não confundir nome de cidade, com
outros topônimos como nomes de continentes, países
ou estados.
Ex.: Iremos à Europa, à Venezuela e depois às Minas
Gerais.
Crase obrigatória
A crase é obrigatória nos seguintes casos:
1. Na indicação do número de horas
Ex.: O trem chegou às duas horas e saiu às seis.
2. Nas locuções adverbiais femininas indicativas de
tempo: à noite, à tarde;modo: às pressas, às ocultas,
às escondidas;lugar: à cidade, à rua etc.
Ex.: Às vezes ele vem aqui, mas volta às pressas à
cidade
3. Nas locuções prepositivas (À + palavra feminina +
De).
Ex.: Ele ficou à espera de ajuda por muito tempo.
Todos bebiam À saúde do campeão.
4. Nas locuções conjuntivas(À + palavra feminina + Que).
Ex.: À proporção que o tempo passa, ele fica mais calmo
Crase facultativa
A crase facultativa, isto é, pode ou não ser usada
nos seguintes casos:
1. Antes de pronomes possessivos femininos
Ex.: Contarei esse fato à minha mãe.
Contarei esse fato a minha mãe.
2. Antes de nomes de mulheres
Ex.: Ele se refere à Márcia.
Ele se refere A Márcia.
3. Com a preposição ATÉ
Ex.: Fui até à praça.
Fui até a praça.
Casos especiais de crase
Palavra casa
Com o sentido de “próprio lar” - sem crase.
Ex.: Voltei a casa depois de um mês. Voltei ao meu lar
Se a palavra “casa” for acompanhada de um termo
qualificativo, deve-se utilizar a crase.
Ex.: Nós chegamos cedo à casa de Marcos (residência
de outra pessoa)
Palavra terra: Quando empregada no sentido de
terra firme – sem crase.
Ex.: Os marinheiros voltaram a terra. (a terra firme)
Ex.:Depois de viajar, chegamos finalmente à terra dos nossos
sonhos. (Lugar específico)
Emprego de HÁ e A (em relação a tempo)
A é empregado para indicar tempo futuro, fatos que
ainda irão acontecer.
Ex.: O navio chegará daqui A dois dias.
De hoje A dois meses ele virá visitar-nos
HÁ é empregado para indicar tempo passado, fatos
que já aconteceram. Nesse caso, HÁ pode ser trocado
por faz.
Ex.: O navio chegou HÁ três dias (faz)
HÁ alguns anos ele vive lá (faz)
A forma HÁ tem, é claro, outros empregos além do
citado e o mais comum é no sentido de existir.
Não há mais pessoas na fila.
Para finalizar, proponho preencher as lacunas
abaixo com à(s) ou ao(s), conforme o caso:
1. Foi fechado o acesso ___ ponte / ___ túnel.
2. Foi solicitado a dar parecer favorável ___ cobrança / ___
pagamento das alíquotas antes do prazo.
3. Faremos a convocação em cumprimento ___ alínea / ___
item 9.6 do edital.
4. O governo liberou verbas destinadas ___ restauro / ___
recuperação do patrimônio atingido pelas cheias.
5. Vinha anunciando incursões bem-sucedidas em
redutos tradicionalmente ligados ___ nobreza / ___
clero.
6. É necessária sua filiação ___ sindicato / ___
associação de funcionários.
7. A venda de "best-sellers" está restrita ___ supermercados /
___ bancas de revistas.
8. Não impôs nenhuma sanção ___ obras / ___ artefatos
estrangeiros.
9. O amor __ belo / __ arte se aprende desde
pequeno.
10. As demissões estão sujeitas ___ aprovação / ___
consentimento do Conselho.
11. Fez sua adesão ___ greve / ___ motim um pouco tarde.
12. A Polícia Federal está fazendo um cerco ___
contrabandos / ___ fraudes.
13. Nota-se uma tendência geral ___ loucura / ___ desvario.
14. Nota-se uma fuga ___ deveres / ___ responsabilidades
sociais.
15. Diga adeus ___ velho casarão / ___ velha escola.
Confira as respostas:
1. acesso à ponte/ao túnel
2. parecer favorável à cobrança /ao pagamento
3. em cumprimento à alínea/ao item
4. destinadas ao restauro/à recuperação
5. ligados à nobreza/ao clero
6. filiação ao sindicato/à associação
7. restrita aos supermercados / às bancas de revistas
8. sanção às obras /aos artefatos
9. amor ao belo/à arte
10. sujeitas à aprovação/ao consentimento
11. adesão à greve/ao motim
12. um cerco aos contrabandos/às fraudes
13. tendência geral à loucura/ao desvario
14. fuga aos deveres/às responsabilidades sociais
15. adeus ao velho casarão / à velha escola.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

7.7 preposições
7.7   preposições7.7   preposições
7.7 preposições
Ivana Mayrink
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
Isabel Sousa
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
IedaSantana
 
Adjunto
AdjuntoAdjunto
Adjunto
Katia Sena
 
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
Fernando Vieira
 
A progressão textual
A progressão textualA progressão textual
A progressão textual
ma.no.el.ne.ves
 
BIOGRAFIA ROMANCEADA..pptx
BIOGRAFIA ROMANCEADA..pptxBIOGRAFIA ROMANCEADA..pptx
BIOGRAFIA ROMANCEADA..pptx
Mariany Dutra
 
Determinantes do substantivos
Determinantes do substantivosDeterminantes do substantivos
Determinantes do substantivos
Andressa Siqueira
 
Transitividade verbal e período simples na idecan
Transitividade verbal e período simples na idecanTransitividade verbal e período simples na idecan
Transitividade verbal e período simples na idecan
ma.no.el.ne.ves
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Angela Santos
 
USO DA CRASE
USO DA CRASEUSO DA CRASE
USO DA CRASE
claudianavegante
 
Concordância nominal slides
Concordância nominal slidesConcordância nominal slides
Concordância nominal slides
ADRIANA BORDINHÃO VICIOLI
 
Revisão 4 regência
Revisão 4  regênciaRevisão 4  regência
Revisão 4 regência
Cláudia Heloísa
 
Prova de língua portuguesa coesão referencial e sequencial
Prova de língua portuguesa   coesão referencial e sequencialProva de língua portuguesa   coesão referencial e sequencial
Prova de língua portuguesa coesão referencial e sequencial
Miriam599424
 
Exercícios vocativo com gabarito
Exercícios vocativo com gabaritoExercícios vocativo com gabarito
Exercícios vocativo com gabarito
Carolina Souza
 
Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo
Guilherme Cardozo
 
Concordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certoConcordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certo
Ana Paula Dos Santos
 
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médioOrações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
blogdoalunocefa
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
Rebeca Kaus
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
Lucilene Barcelos
 

Mais procurados (20)

7.7 preposições
7.7   preposições7.7   preposições
7.7 preposições
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Adjunto
AdjuntoAdjunto
Adjunto
 
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
 
A progressão textual
A progressão textualA progressão textual
A progressão textual
 
BIOGRAFIA ROMANCEADA..pptx
BIOGRAFIA ROMANCEADA..pptxBIOGRAFIA ROMANCEADA..pptx
BIOGRAFIA ROMANCEADA..pptx
 
Determinantes do substantivos
Determinantes do substantivosDeterminantes do substantivos
Determinantes do substantivos
 
Transitividade verbal e período simples na idecan
Transitividade verbal e período simples na idecanTransitividade verbal e período simples na idecan
Transitividade verbal e período simples na idecan
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
USO DA CRASE
USO DA CRASEUSO DA CRASE
USO DA CRASE
 
Concordância nominal slides
Concordância nominal slidesConcordância nominal slides
Concordância nominal slides
 
Revisão 4 regência
Revisão 4  regênciaRevisão 4  regência
Revisão 4 regência
 
Prova de língua portuguesa coesão referencial e sequencial
Prova de língua portuguesa   coesão referencial e sequencialProva de língua portuguesa   coesão referencial e sequencial
Prova de língua portuguesa coesão referencial e sequencial
 
Exercícios vocativo com gabarito
Exercícios vocativo com gabaritoExercícios vocativo com gabarito
Exercícios vocativo com gabarito
 
Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo
 
Concordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certoConcordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certo
 
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médioOrações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
 

Destaque

сагитов азамат + 14 + идея
сагитов азамат + 14 + идеясагитов азамат + 14 + идея
сагитов азамат + 14 + идея
Азамат Сагитов
 
BabyApp pitch deck
BabyApp pitch deckBabyApp pitch deck
BabyApp pitch deck
Takahito Iguchi
 
Es una Locura
Es una LocuraEs una Locura
Es una Locura
erickeduproducciones
 
Recommandation Cjcom
Recommandation CjcomRecommandation Cjcom
Recommandation Cjcom
Nora Saviane
 
Jardins de Londres
Jardins de LondresJardins de Londres
Jardins de Londres
SuporteaoCorretor
 
Unit 1
Unit 1Unit 1
Unit 1
Daiane Leite
 
Africa Market Update - August 2016
Africa Market Update - August 2016Africa Market Update - August 2016
Africa Market Update - August 2016
Konstantin Makarov
 
The Main Reason Why Most People Are Writing About Programa de Facturas
The Main Reason Why Most People Are Writing About Programa de FacturasThe Main Reason Why Most People Are Writing About Programa de Facturas
The Main Reason Why Most People Are Writing About Programa de Facturas
spadelier84
 
Verão do Morro 2011 - Loja Comunicação - Cenografia
Verão do Morro 2011 - Loja Comunicação - CenografiaVerão do Morro 2011 - Loja Comunicação - Cenografia
Verão do Morro 2011 - Loja Comunicação - Cenografia
Loja_Comunicacao
 
Pc power point
Pc power pointPc power point
Pc power point
robertodgz20799
 
Digitální marketing pro HR
Digitální marketing pro HRDigitální marketing pro HR
Digitální marketing pro HR
Profinit
 
World Think Tank Monitors l มิถุนายน 2559
World Think Tank Monitors l มิถุนายน 2559World Think Tank Monitors l มิถุนายน 2559
World Think Tank Monitors l มิถุนายน 2559
Klangpanya
 
The Relationship Between Physical Activity and Academic Achievement
The Relationship Between Physical Activity and Academic AchievementThe Relationship Between Physical Activity and Academic Achievement
The Relationship Between Physical Activity and Academic Achievement
Kristen Hurley
 
Africa Market Update - February 2017
Africa Market Update - February 2017Africa Market Update - February 2017
Africa Market Update - February 2017
Konstantin Makarov
 
Por que as mulheres poderosas podem vestir sempre a mesma roupa
Por que as mulheres poderosas podem vestir sempre a mesma roupaPor que as mulheres poderosas podem vestir sempre a mesma roupa
Por que as mulheres poderosas podem vestir sempre a mesma roupa
Gloria Tellez
 
SANTIFICAÇÃO
SANTIFICAÇÃOSANTIFICAÇÃO
SANTIFICAÇÃO
Diaconisa Cris Silva
 
Palestra motivacional arte_imagem_
Palestra motivacional arte_imagem_Palestra motivacional arte_imagem_
Palestra motivacional arte_imagem_
Mario Lopes
 
Español 1
Español 1Español 1
Español 1
Arturo Ricardi
 

Destaque (19)

сагитов азамат + 14 + идея
сагитов азамат + 14 + идеясагитов азамат + 14 + идея
сагитов азамат + 14 + идея
 
Retoc fotogràfic
Retoc fotogràficRetoc fotogràfic
Retoc fotogràfic
 
BabyApp pitch deck
BabyApp pitch deckBabyApp pitch deck
BabyApp pitch deck
 
Es una Locura
Es una LocuraEs una Locura
Es una Locura
 
Recommandation Cjcom
Recommandation CjcomRecommandation Cjcom
Recommandation Cjcom
 
Jardins de Londres
Jardins de LondresJardins de Londres
Jardins de Londres
 
Unit 1
Unit 1Unit 1
Unit 1
 
Africa Market Update - August 2016
Africa Market Update - August 2016Africa Market Update - August 2016
Africa Market Update - August 2016
 
The Main Reason Why Most People Are Writing About Programa de Facturas
The Main Reason Why Most People Are Writing About Programa de FacturasThe Main Reason Why Most People Are Writing About Programa de Facturas
The Main Reason Why Most People Are Writing About Programa de Facturas
 
Verão do Morro 2011 - Loja Comunicação - Cenografia
Verão do Morro 2011 - Loja Comunicação - CenografiaVerão do Morro 2011 - Loja Comunicação - Cenografia
Verão do Morro 2011 - Loja Comunicação - Cenografia
 
Pc power point
Pc power pointPc power point
Pc power point
 
Digitální marketing pro HR
Digitální marketing pro HRDigitální marketing pro HR
Digitální marketing pro HR
 
World Think Tank Monitors l มิถุนายน 2559
World Think Tank Monitors l มิถุนายน 2559World Think Tank Monitors l มิถุนายน 2559
World Think Tank Monitors l มิถุนายน 2559
 
The Relationship Between Physical Activity and Academic Achievement
The Relationship Between Physical Activity and Academic AchievementThe Relationship Between Physical Activity and Academic Achievement
The Relationship Between Physical Activity and Academic Achievement
 
Africa Market Update - February 2017
Africa Market Update - February 2017Africa Market Update - February 2017
Africa Market Update - February 2017
 
Por que as mulheres poderosas podem vestir sempre a mesma roupa
Por que as mulheres poderosas podem vestir sempre a mesma roupaPor que as mulheres poderosas podem vestir sempre a mesma roupa
Por que as mulheres poderosas podem vestir sempre a mesma roupa
 
SANTIFICAÇÃO
SANTIFICAÇÃOSANTIFICAÇÃO
SANTIFICAÇÃO
 
Palestra motivacional arte_imagem_
Palestra motivacional arte_imagem_Palestra motivacional arte_imagem_
Palestra motivacional arte_imagem_
 
Español 1
Español 1Español 1
Español 1
 

Semelhante a 1.2.2 crase

Crase
CraseCrase
Crase
weldame
 
Crase
CraseCrase
Camões crase
Camões   craseCamões   crase
Camões crase
Christiane Queiroz
 
Crase
CraseCrase
Crase 3
Crase 3Crase 3
Camões crase - 2013
Camões   crase - 2013Camões   crase - 2013
Camões crase - 2013
Christiane Queiroz
 
Crase
CraseCrase
Crase
letieri11
 
O uso da crase
O uso da craseO uso da crase
O uso da crase
nixsonmachado
 
Crase2
Crase2Crase2
Crase2
Damisa
 
A Crase
 A Crase   A Crase
Crase
CraseCrase
Crase
CraseCrase
Curso de português erros mais comuns - aula 3
Curso de português   erros mais comuns - aula 3Curso de português   erros mais comuns - aula 3
Curso de português erros mais comuns - aula 3
Ricardo Fidelis
 
Trabalho da deza
Trabalho da dezaTrabalho da deza
Trabalho da deza
Lucas Lemos
 
Crase
CraseCrase
CRASE.ppt
CRASE.pptCRASE.ppt
CRASE.ppt
Carla Zampieri
 
Crase: Como Usar?
Crase: Como Usar?Crase: Como Usar?
Crase: Como Usar?
Jaiza Nobre
 
10 dicas para entender a crase aula I
10 dicas para entender a crase   aula I10 dicas para entender a crase   aula I
10 dicas para entender a crase aula I
Ayla De Sá Marques
 
crases-130528213521-phpapp01 (1).pptx
crases-130528213521-phpapp01 (1).pptxcrases-130528213521-phpapp01 (1).pptx
crases-130528213521-phpapp01 (1).pptx
sheyllafeitosa1
 
Crase
CraseCrase
Crase
letieri11
 

Semelhante a 1.2.2 crase (20)

Crase
CraseCrase
Crase
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Camões crase
Camões   craseCamões   crase
Camões crase
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Crase 3
Crase 3Crase 3
Crase 3
 
Camões crase - 2013
Camões   crase - 2013Camões   crase - 2013
Camões crase - 2013
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
O uso da crase
O uso da craseO uso da crase
O uso da crase
 
Crase2
Crase2Crase2
Crase2
 
A Crase
 A Crase   A Crase
A Crase
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Curso de português erros mais comuns - aula 3
Curso de português   erros mais comuns - aula 3Curso de português   erros mais comuns - aula 3
Curso de português erros mais comuns - aula 3
 
Trabalho da deza
Trabalho da dezaTrabalho da deza
Trabalho da deza
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
CRASE.ppt
CRASE.pptCRASE.ppt
CRASE.ppt
 
Crase: Como Usar?
Crase: Como Usar?Crase: Como Usar?
Crase: Como Usar?
 
10 dicas para entender a crase aula I
10 dicas para entender a crase   aula I10 dicas para entender a crase   aula I
10 dicas para entender a crase aula I
 
crases-130528213521-phpapp01 (1).pptx
crases-130528213521-phpapp01 (1).pptxcrases-130528213521-phpapp01 (1).pptx
crases-130528213521-phpapp01 (1).pptx
 
Crase
CraseCrase
Crase
 

Mais de Ivana Mayrink

Interpretação e semântica
Interpretação e semânticaInterpretação e semântica
Interpretação e semântica
Ivana Mayrink
 
Prova de portugues SET. 2014
Prova de portugues SET. 2014Prova de portugues SET. 2014
Prova de portugues SET. 2014
Ivana Mayrink
 
Prova de portugues 06. 2015
Prova de portugues 06. 2015Prova de portugues 06. 2015
Prova de portugues 06. 2015
Ivana Mayrink
 
Prova de portugues 02. 2015
Prova de portugues 02. 2015Prova de portugues 02. 2015
Prova de portugues 02. 2015
Ivana Mayrink
 
Prova de portugues 02. 2014
Prova de portugues 02. 2014Prova de portugues 02. 2014
Prova de portugues 02. 2014
Ivana Mayrink
 
Portugues, setembro 2013
Portugues, setembro 2013Portugues, setembro 2013
Portugues, setembro 2013
Ivana Mayrink
 
Junho 2013 português
Junho 2013   portuguêsJunho 2013   português
Junho 2013 português
Ivana Mayrink
 
Provas português fevereiro 2013
Provas português  fevereiro 2013Provas português  fevereiro 2013
Provas português fevereiro 2013
Ivana Mayrink
 
600 Questões CESPE - Português
600 Questões CESPE - Português600 Questões CESPE - Português
600 Questões CESPE - Português
Ivana Mayrink
 
Prova de Rac. Analítico Jul/.2015
Prova de Rac. Analítico Jul/.2015Prova de Rac. Analítico Jul/.2015
Prova de Rac. Analítico Jul/.2015
Ivana Mayrink
 
Prova de rac. analitico Jul/2014
Prova de rac. analitico Jul/2014Prova de rac. analitico Jul/2014
Prova de rac. analitico Jul/2014
Ivana Mayrink
 
Prova de rac. analitico 02.2015
Prova de rac. analitico 02.2015Prova de rac. analitico 02.2015
Prova de rac. analitico 02.2015
Ivana Mayrink
 
Prova de rac. analitico 02.2014
Prova de rac. analitico 02.2014Prova de rac. analitico 02.2014
Prova de rac. analitico 02.2014
Ivana Mayrink
 
Prova de português 02. 2014
Prova de português 02. 2014Prova de português 02. 2014
Prova de português 02. 2014
Ivana Mayrink
 
Analitico setembro-2013
Analitico setembro-2013Analitico setembro-2013
Analitico setembro-2013
Ivana Mayrink
 
Julho 2013 raciocínio analítico
Julho 2013   raciocínio analíticoJulho 2013   raciocínio analítico
Julho 2013 raciocínio analítico
Ivana Mayrink
 
Provas português fevereiro 2013
Provas português  fevereiro 2013Provas português  fevereiro 2013
Provas português fevereiro 2013
Ivana Mayrink
 
Revisão realismo e naturalismo
Revisão realismo e naturalismoRevisão realismo e naturalismo
Revisão realismo e naturalismo
Ivana Mayrink
 
5. Romantismo
5. Romantismo5. Romantismo
5. Romantismo
Ivana Mayrink
 
2. Quinhentismo no brasil
2. Quinhentismo no brasil2. Quinhentismo no brasil
2. Quinhentismo no brasil
Ivana Mayrink
 

Mais de Ivana Mayrink (20)

Interpretação e semântica
Interpretação e semânticaInterpretação e semântica
Interpretação e semântica
 
Prova de portugues SET. 2014
Prova de portugues SET. 2014Prova de portugues SET. 2014
Prova de portugues SET. 2014
 
Prova de portugues 06. 2015
Prova de portugues 06. 2015Prova de portugues 06. 2015
Prova de portugues 06. 2015
 
Prova de portugues 02. 2015
Prova de portugues 02. 2015Prova de portugues 02. 2015
Prova de portugues 02. 2015
 
Prova de portugues 02. 2014
Prova de portugues 02. 2014Prova de portugues 02. 2014
Prova de portugues 02. 2014
 
Portugues, setembro 2013
Portugues, setembro 2013Portugues, setembro 2013
Portugues, setembro 2013
 
Junho 2013 português
Junho 2013   portuguêsJunho 2013   português
Junho 2013 português
 
Provas português fevereiro 2013
Provas português  fevereiro 2013Provas português  fevereiro 2013
Provas português fevereiro 2013
 
600 Questões CESPE - Português
600 Questões CESPE - Português600 Questões CESPE - Português
600 Questões CESPE - Português
 
Prova de Rac. Analítico Jul/.2015
Prova de Rac. Analítico Jul/.2015Prova de Rac. Analítico Jul/.2015
Prova de Rac. Analítico Jul/.2015
 
Prova de rac. analitico Jul/2014
Prova de rac. analitico Jul/2014Prova de rac. analitico Jul/2014
Prova de rac. analitico Jul/2014
 
Prova de rac. analitico 02.2015
Prova de rac. analitico 02.2015Prova de rac. analitico 02.2015
Prova de rac. analitico 02.2015
 
Prova de rac. analitico 02.2014
Prova de rac. analitico 02.2014Prova de rac. analitico 02.2014
Prova de rac. analitico 02.2014
 
Prova de português 02. 2014
Prova de português 02. 2014Prova de português 02. 2014
Prova de português 02. 2014
 
Analitico setembro-2013
Analitico setembro-2013Analitico setembro-2013
Analitico setembro-2013
 
Julho 2013 raciocínio analítico
Julho 2013   raciocínio analíticoJulho 2013   raciocínio analítico
Julho 2013 raciocínio analítico
 
Provas português fevereiro 2013
Provas português  fevereiro 2013Provas português  fevereiro 2013
Provas português fevereiro 2013
 
Revisão realismo e naturalismo
Revisão realismo e naturalismoRevisão realismo e naturalismo
Revisão realismo e naturalismo
 
5. Romantismo
5. Romantismo5. Romantismo
5. Romantismo
 
2. Quinhentismo no brasil
2. Quinhentismo no brasil2. Quinhentismo no brasil
2. Quinhentismo no brasil
 

Último

Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 

Último (20)

Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 

1.2.2 crase

  • 2. O QUE É A CRASE? Crase é a união, a fusão de duas vogais iguais. A crase é representada pelo acento grave (`). Observe com atenção as construções abaixo: Ex.: Hoje você irá A + A cidade. (preposição exigida pelo verbo ir + artigo acompanha o substantivo cidade) Portanto, não confunda crase (A + A) com acento grave (`).
  • 3. Observe que alguns termos pedem o uso da preposição A: Estou apto a ... Sou favorável a... Assisti a... Quero ir a... Se a palavra posterior for feminina, utilizaremos o artigo feminino A. Estou apto a + a função. Sou favorável a + a reeleição. Assisti a + a novela. Quero ir a + a praia. Se a palavra posterior for masculina, utilizaremos o artigo masculino “o”. Estou apto a + o trabalho. Sou favorável a + o pleito. Assisti a + o filme. Quero ir a + o clube.
  • 4. Regras práticas: A crase só pode ocorrer antes de palavras femininas, porque só antes de palavras femininas é que pode existir artigo A(s). Para saber se ocorre ou não crase, pode-se usar o seguinte recurso prático: Troca-se a palavra feminina por uma masculina equivalente. Se, antes da palavra masculina aparecer ao(s), isso indica que se deve usar o sinal de crase antes da palavra feminina. Ex.: Ele se refere à festa de hoje. Ele se refere ao baile de hoje.
  • 5. Crase Proibida A crase será proibida sempre que a palavra que vem após o A não apresentar artigo. 1. Antes de nomes masculinos, porque antes de masculino não ocorre artigo feminino Ex.: Os soldados voltaram a pé 2. Antes de verbos, porque antes de verbos nunca ocorre artigo. Ex.: Ela começou a chorar 3. Em expressões com palavras repetidas, porque nesse tipo de expressão não ocorre artigo A(s). Ex.: Os inimigos ficaram frente a frente.
  • 6. 4. Quando o A (sem S) estiver antes de uma palavra no plural. Ex.: Ela nunca vai a festas Nessa mesma frase, se o A estiver no plural, passa a haver crase: Ex.: Ela nunca vai ÀS festas. 5. Antes de pronomes pessoais, inclusive os de tratamento, porque antes de pronomes pessoais não ocorre artigo. Ex.: Nada pedi a ela nem a Vossa Majestade 6. Antes dos pronomes esta(s), quem e cuja(s), porque antes desses pronomes não ocorre artigo. Ex.: Quantas pessoas irão a esta festa
  • 7. 7. Antes de nomes de cidades, porque, normalmente, antes de nomes de cidade não ocorre artigo. Se, no entanto, o nome da cidade tiver um especificativo, passa a ocorrer o artigo. Ex.: Todos se dirigiam A Brasília. Todos se dirigiam À bela Brasília. Cuidado para não confundir nome de cidade, com outros topônimos como nomes de continentes, países ou estados. Ex.: Iremos à Europa, à Venezuela e depois às Minas Gerais.
  • 8. Crase obrigatória A crase é obrigatória nos seguintes casos: 1. Na indicação do número de horas Ex.: O trem chegou às duas horas e saiu às seis. 2. Nas locuções adverbiais femininas indicativas de tempo: à noite, à tarde;modo: às pressas, às ocultas, às escondidas;lugar: à cidade, à rua etc. Ex.: Às vezes ele vem aqui, mas volta às pressas à cidade 3. Nas locuções prepositivas (À + palavra feminina + De). Ex.: Ele ficou à espera de ajuda por muito tempo. Todos bebiam À saúde do campeão. 4. Nas locuções conjuntivas(À + palavra feminina + Que). Ex.: À proporção que o tempo passa, ele fica mais calmo
  • 9. Crase facultativa A crase facultativa, isto é, pode ou não ser usada nos seguintes casos: 1. Antes de pronomes possessivos femininos Ex.: Contarei esse fato à minha mãe. Contarei esse fato a minha mãe. 2. Antes de nomes de mulheres Ex.: Ele se refere à Márcia. Ele se refere A Márcia. 3. Com a preposição ATÉ Ex.: Fui até à praça. Fui até a praça.
  • 10. Casos especiais de crase Palavra casa Com o sentido de “próprio lar” - sem crase. Ex.: Voltei a casa depois de um mês. Voltei ao meu lar Se a palavra “casa” for acompanhada de um termo qualificativo, deve-se utilizar a crase. Ex.: Nós chegamos cedo à casa de Marcos (residência de outra pessoa) Palavra terra: Quando empregada no sentido de terra firme – sem crase. Ex.: Os marinheiros voltaram a terra. (a terra firme) Ex.:Depois de viajar, chegamos finalmente à terra dos nossos sonhos. (Lugar específico)
  • 11. Emprego de HÁ e A (em relação a tempo) A é empregado para indicar tempo futuro, fatos que ainda irão acontecer. Ex.: O navio chegará daqui A dois dias. De hoje A dois meses ele virá visitar-nos HÁ é empregado para indicar tempo passado, fatos que já aconteceram. Nesse caso, HÁ pode ser trocado por faz. Ex.: O navio chegou HÁ três dias (faz) HÁ alguns anos ele vive lá (faz) A forma HÁ tem, é claro, outros empregos além do citado e o mais comum é no sentido de existir. Não há mais pessoas na fila.
  • 12. Para finalizar, proponho preencher as lacunas abaixo com à(s) ou ao(s), conforme o caso: 1. Foi fechado o acesso ___ ponte / ___ túnel. 2. Foi solicitado a dar parecer favorável ___ cobrança / ___ pagamento das alíquotas antes do prazo. 3. Faremos a convocação em cumprimento ___ alínea / ___ item 9.6 do edital. 4. O governo liberou verbas destinadas ___ restauro / ___ recuperação do patrimônio atingido pelas cheias. 5. Vinha anunciando incursões bem-sucedidas em redutos tradicionalmente ligados ___ nobreza / ___ clero. 6. É necessária sua filiação ___ sindicato / ___ associação de funcionários.
  • 13. 7. A venda de "best-sellers" está restrita ___ supermercados / ___ bancas de revistas. 8. Não impôs nenhuma sanção ___ obras / ___ artefatos estrangeiros. 9. O amor __ belo / __ arte se aprende desde pequeno. 10. As demissões estão sujeitas ___ aprovação / ___ consentimento do Conselho. 11. Fez sua adesão ___ greve / ___ motim um pouco tarde. 12. A Polícia Federal está fazendo um cerco ___ contrabandos / ___ fraudes. 13. Nota-se uma tendência geral ___ loucura / ___ desvario. 14. Nota-se uma fuga ___ deveres / ___ responsabilidades sociais. 15. Diga adeus ___ velho casarão / ___ velha escola.
  • 14. Confira as respostas: 1. acesso à ponte/ao túnel 2. parecer favorável à cobrança /ao pagamento 3. em cumprimento à alínea/ao item 4. destinadas ao restauro/à recuperação 5. ligados à nobreza/ao clero 6. filiação ao sindicato/à associação 7. restrita aos supermercados / às bancas de revistas 8. sanção às obras /aos artefatos 9. amor ao belo/à arte 10. sujeitas à aprovação/ao consentimento 11. adesão à greve/ao motim 12. um cerco aos contrabandos/às fraudes 13. tendência geral à loucura/ao desvario 14. fuga aos deveres/às responsabilidades sociais 15. adeus ao velho casarão / à velha escola.