SlideShare uma empresa Scribd logo
Concordância Nominal Profª.: Célia Trindade de Araújo e Silva
Concordância Nominal Regra Geral O   artigo,  o  pronome,  o  numeral  e o   adjetivo   devem concordar em gênero e número com o substantivo ao qual se referem. Ex.: Os  nossos  dois  brinquedos   preferidos  estão quebrados. artigo (masc.pl.) pronome (masc.pl.) numeral (masc.pl.) substantivo  ( masc.pl .) adjetivo ( masc.pl .) Observe que o artigo  os , o pronome  nossos , o numeral  dois  e o adjetivo  preferidos  referem-se ao substantivo (masculino/plural)  brinquedos . Por isso é que eles estão todos no masculino plural.
Casos especiais de Concordância Nominal I. Adjetivo referente a vários substantivos: 1. Quando o adjetivo vier depois de dois ou mais substantivos do  mesmo gênero , há duas possibilidades de concordância:    O adjetivo assume o gênero do substantivo e  vai para o plural , ou  concorda  em gênero e número  com o mais próximo . Ex.: O governador recebeu ministro e secretário  espanhol. concordou apenas com o mais próximo Ex.: O governador recebeu ministro e secretário  espanhóis . masculino/plural
2.  Quando o adjetivo vier posposto a dois ou mais substantivos de  gêneros diferentes , também há duas possibilidades de concordância:    O adjetivo vai para o masculino plural ou concorda em gênero e número com o substantivo mais próximo.  Ex.: Ele apresentou argumento e razão  justos. masculino/plural Ex.: Ele apresentou argumento e razão  justa . concordou com o substantivo mais próximo Ex.: Ele apresentou razão e argumento  justo . concordou com o substantivo  mais próximo.
3. Quando o adjetivo vier  anteposto  a dois ou mais substantivos, concordará com o mais próximo, se funcionar como adjunto adnominal; entretanto se funcionar como predicativo, haverá duas possibilidades: poderá ir para o plural ou concordar com o mais próximo. Ex.: Nunca vi  tamanho  desrespeito e ingratidão. adjetivo substantivo substantivo adjunto adnominal Ex.: Permaneceu  fechada  a porta e o portão. predicativo do sujeito (concorda com o mais próximo) Ex.: Permaneceram  fechados  a porta e o portão. predicativo do sujeito (masculino plural)
II.   Dois ou mais adjetivos referentes a um substantivo determinado por artigo:  Admitem duas possibilidades: a) O substantivo fica no singular e põe-se o artigo também antes do segundo adjetivo. Ex.: Meu professor ensina  a  língua inglesa e  a  francesa. b) O substantivo fica no plural e omite-se o artigo antes do segundo adjetivo: Ex.: Meu professor ensina  as  línguas inglesa e francesa.
Casos particulares de Concordância Nominal 1. As palavras  menos ,  alerta  e  pseudo  são advérbios e ficam invariáveis. Ex.: Os soldados estavam  alerta . Há  menos  pessoas do que prevíamos. 2. As expressões  é proibido ,  é necessário ,  é bom ,  é preciso  quando se referem a palavras desacompanhadas de determinantes, tomadas, portanto, em sua generalidade, ficam  invariáveis . Ex.:  É proibido  entrada. Cerveja  é bom . Coragem  é necessário . Porém, se a palavra estiver acompanhada de determinante, com ela devem concordar. Ex.:  É proibida   a  entrada. A  cerveja  é boa . A  coragem  é necessária .
3. As palavras  bastante ,  meio ,  pouco ,  muito ,  caro ,  barato   a) Quando têm valor de  adjetivo , concordam com o substantivo. Ex.: Serviu-nos  meia  porção de arroz. Conversamos  bastantes  vezes a esse respeito. Os automóveis estão  caros . As frutas estão  baratas . Já é meio-dia e  meia . b) Quando têm valor de  advérbio  ficam invariáveis. Ex.: Maria está  meio  aborrecida. Os alunos são  bastante  estudiosos. Esses automóveis custam  caro . As laranjas custam  barato . Estamos  muito  cansadas.
4. Os adjetivos  anexo ,  obrigado ,  incluso ,  mesmo ,  próprio ,  só ,  leso ,  quite  concordam com o substantivo a que se referem. Ex.: Seguem  anexos  os documentos da partilha de bens. A carta segue  anexa . Os documentos estão  inclusos . Ela  mesma  redigiu a carta. Eles estão  sós . Estou  quite  com você. Muito  obrigada  – disse ela. Observação: Os advérbios  só  (equivalente a somente),  menos  e  alerta  e as expressões  em anexo  e  a sós  são invariáveis. Ex.: Elas  só  esperam uma nova oportunidade. Leia a carta e veja as fotografias  em anexo . As meninas ficaram  a sós  no quarto.
Dicas : 1. Quando a palavra  só  equivaler a  sozinho  ela será  adjetivo  e, portanto, concordará com o substantivo. 2. Quando a palavra  só  equivaler a  somente  ela será  advérbio  e ficará invariável. 3. Quando a palavra  bastante  equivaler a  muitos/ muitas  ela será  adjetivo  e, portanto, concordará com o substantivo. 4.  A palavra  meio  equivalente a  metade  é  adjetivo  e concorda com o substantivo. 5. A palavra  meio  equivalendo a  um pouco  é advérbio e não varia.
Referências bibliográficas FERREIRA, Mauro.  Aprender e praticar gramática : teoria, sínteses das unidades, atividades práticas, exercícios de vestibulares: 2º Grau .  São Paulo: FTD, 1992. p. 343-352. SARMENTO, Leila L.  Gramática em texto .  1. ed. São Paulo: Moderna, 2000. p.470-475.  CEREJA, William Roberto & MAGALHÃES, Tereza C.  Gramática Reflexiva .  São Paulo: Atual, 1999. p. 334-336. MAIA, João D.  Português: Série Novo Ensino Médio .  São Paulo: Editora Ática, 2003. CIPRO NETO, Pasquale & INFANTE, Ulisses.  Gramática da Língua Portuguesa .  São Paulo: Scipione, 1997.  GIACOMOZZI, Gilio & VALÉRIO, Gildete & FENGA, Cláudia R.  Estudos de Gramática .  São Paulo: FTD, 1999.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Concordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e NominalConcordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e Nominal
Daniele Silva
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
Rebeca Kaus
 
Tonicidade
TonicidadeTonicidade
Tonicidade
jaquemarcondes
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
Fábio Guimarães
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
ISJ
 
Sujeito. Predicado
Sujeito. PredicadoSujeito. Predicado
Sujeito. Predicado
Rosalina Simão Nunes
 
Aula semântica
Aula   semânticaAula   semântica
Aula semântica
Mairus Prete
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
Rita Tramonte
 
Crase
CraseCrase
Adjunto adverbial
Adjunto adverbialAdjunto adverbial
Adjunto adverbial
Flávio Ferreira
 
Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominal
Flávio Ferreira
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
Lucilene Barcelos
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Angela Santos
 
Vozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 anoVozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 ano
Flávio Ferreira
 
Letra e fonema
Letra e fonemaLetra e fonema
Letra e fonema
Cassandra Cruz
 
Processos de formação de palavras
Processos de formação de palavrasProcessos de formação de palavras
Processos de formação de palavras
Cláudia Heloísa
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
Péricles Penuel
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
Fábio Guimarães
 
Aula de Morfossintaxe
Aula de MorfossintaxeAula de Morfossintaxe
Aula de Morfossintaxe
Gustavo Bretas
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
Jaciara Mota
 

Mais procurados (20)

Concordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e NominalConcordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e Nominal
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
 
Tonicidade
TonicidadeTonicidade
Tonicidade
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 
Sujeito. Predicado
Sujeito. PredicadoSujeito. Predicado
Sujeito. Predicado
 
Aula semântica
Aula   semânticaAula   semântica
Aula semântica
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Adjunto adverbial
Adjunto adverbialAdjunto adverbial
Adjunto adverbial
 
Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominal
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Vozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 anoVozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 ano
 
Letra e fonema
Letra e fonemaLetra e fonema
Letra e fonema
 
Processos de formação de palavras
Processos de formação de palavrasProcessos de formação de palavras
Processos de formação de palavras
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
 
Aula de Morfossintaxe
Aula de MorfossintaxeAula de Morfossintaxe
Aula de Morfossintaxe
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
 

Destaque

Regência
RegênciaRegência
Regência
Angela Santos
 
Cegueira Total
Cegueira TotalCegueira Total
Cegueira Total
Angela Santos
 
Bordados
BordadosBordados
Bordados
Angela Santos
 
Acordo Ortográfico
Acordo OrtográficoAcordo Ortográfico
Acordo Ortográfico
Angela Santos
 
Os lusíadas
Os lusíadasOs lusíadas
Os lusíadas
Angela Santos
 
Orações Coordenadas
Orações CoordenadasOrações Coordenadas
Orações Coordenadas
Angela Santos
 
FormaçãO Das Palavras2
FormaçãO Das Palavras2FormaçãO Das Palavras2
FormaçãO Das Palavras2
Angela Santos
 
FIGURAS DE LINGUAGEM
FIGURAS DE LINGUAGEMFIGURAS DE LINGUAGEM
FIGURAS DE LINGUAGEM
Angela Santos
 
Mato grosso do sul
Mato grosso do sul Mato grosso do sul
Mato grosso do sul
Angela Santos
 
Blocos Econômicos
Blocos EconômicosBlocos Econômicos
Blocos Econômicos
Angela Santos
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
Angela Santos
 

Destaque (11)

Regência
RegênciaRegência
Regência
 
Cegueira Total
Cegueira TotalCegueira Total
Cegueira Total
 
Bordados
BordadosBordados
Bordados
 
Acordo Ortográfico
Acordo OrtográficoAcordo Ortográfico
Acordo Ortográfico
 
Os lusíadas
Os lusíadasOs lusíadas
Os lusíadas
 
Orações Coordenadas
Orações CoordenadasOrações Coordenadas
Orações Coordenadas
 
FormaçãO Das Palavras2
FormaçãO Das Palavras2FormaçãO Das Palavras2
FormaçãO Das Palavras2
 
FIGURAS DE LINGUAGEM
FIGURAS DE LINGUAGEMFIGURAS DE LINGUAGEM
FIGURAS DE LINGUAGEM
 
Mato grosso do sul
Mato grosso do sul Mato grosso do sul
Mato grosso do sul
 
Blocos Econômicos
Blocos EconômicosBlocos Econômicos
Blocos Econômicos
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
 

Semelhante a Concordância Nominal

72079 20050917090909
72079 2005091709090972079 20050917090909
72079 20050917090909
Ethernella
 
Concordância nominal_9º ano
Concordância nominal_9º anoConcordância nominal_9º ano
Concordância nominal_9º ano
Lidiane Rodrigues
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Lidiane Rodrigues
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
Juline Rodrigues da Conceição
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Blog Estudo
 
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância NominalCefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
ProfFernandaBraga
 
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16 Concordância nominal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16   Concordância nominalCefet/Coltec Intensivo Aula 16   Concordância nominal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16 Concordância nominal
ProfFernandaBraga
 
Concordncia nominal
Concordncia nominalConcordncia nominal
Concordncia nominal
RedeConcurso
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
Elaine Andreatta
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL
CONCORDÂNCIA NOMINALCONCORDÂNCIA NOMINAL
CONCORDÂNCIA NOMINAL
guestcc4296e
 
Apresentação francinete
Apresentação francineteApresentação francinete
Apresentação francinete
Francinete Matias de Abreu
 
Concordância nominal i
Concordância nominal iConcordância nominal i
Concordância nominal i
Nádia França
 
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptxSlides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Rosy Almeida
 
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine LimaConcordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
Karine Lima
 
concordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptxconcordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptx
Karine Lima
 
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbal
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbalEstudo de regras de Concordancia nominal e verbal
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbal
COLEGIO ESTADUAL HERCULANO FARIA
 
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptxAula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
EdianedaSilvaMadeiro
 
Gramática e Ortografia
Gramática e OrtografiaGramática e Ortografia
Gramática e Ortografia
Adriana Ramirez Meira
 
Apostila concordancia
Apostila concordanciaApostila concordancia
Apostila concordancia
sandra
 
Thayssa
ThayssaThayssa

Semelhante a Concordância Nominal (20)

72079 20050917090909
72079 2005091709090972079 20050917090909
72079 20050917090909
 
Concordância nominal_9º ano
Concordância nominal_9º anoConcordância nominal_9º ano
Concordância nominal_9º ano
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância NominalCefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
 
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16 Concordância nominal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16   Concordância nominalCefet/Coltec Intensivo Aula 16   Concordância nominal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16 Concordância nominal
 
Concordncia nominal
Concordncia nominalConcordncia nominal
Concordncia nominal
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL
CONCORDÂNCIA NOMINALCONCORDÂNCIA NOMINAL
CONCORDÂNCIA NOMINAL
 
Apresentação francinete
Apresentação francineteApresentação francinete
Apresentação francinete
 
Concordância nominal i
Concordância nominal iConcordância nominal i
Concordância nominal i
 
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptxSlides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
 
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine LimaConcordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
 
concordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptxconcordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptx
 
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbal
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbalEstudo de regras de Concordancia nominal e verbal
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbal
 
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptxAula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
 
Gramática e Ortografia
Gramática e OrtografiaGramática e Ortografia
Gramática e Ortografia
 
Apostila concordancia
Apostila concordanciaApostila concordancia
Apostila concordancia
 
Thayssa
ThayssaThayssa
Thayssa
 

Mais de Angela Santos

Arte Renascentista
Arte RenascentistaArte Renascentista
Arte Renascentista
Angela Santos
 
Arte Renascentista
Arte RenascentistaArte Renascentista
Arte Renascentista
Angela Santos
 
Historia social do classicismo
Historia social do classicismoHistoria social do classicismo
Historia social do classicismo
Angela Santos
 
Apresentacao
ApresentacaoApresentacao
Apresentacao
Angela Santos
 
Feliz Metade do Ano
Feliz Metade do AnoFeliz Metade do Ano
Feliz Metade do Ano
Angela Santos
 
A reforma ortografica
A reforma ortograficaA reforma ortografica
A reforma ortografica
Angela Santos
 
O Cachorro e o Coelho
O Cachorro e o CoelhoO Cachorro e o Coelho
O Cachorro e o Coelho
Angela Santos
 
Colocação Pronominal
Colocação PronominalColocação Pronominal
Colocação Pronominal
Angela Santos
 
Revisão
RevisãoRevisão
Revisão
Angela Santos
 
Arte Românica
Arte RomânicaArte Românica
Arte Românica
Angela Santos
 
Estrutura Das Palavras2
Estrutura Das Palavras2Estrutura Das Palavras2
Estrutura Das Palavras2
Angela Santos
 
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Angela Santos
 
Regência
RegênciaRegência
Regência
Angela Santos
 
Crase
CraseCrase
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Angela Santos
 
Classes Gramaticais
Classes GramaticaisClasses Gramaticais
Classes Gramaticais
Angela Santos
 
Hq Reduzido
Hq ReduzidoHq Reduzido
Hq Reduzido
Angela Santos
 
Feliz Metade Do Ano
Feliz Metade Do AnoFeliz Metade Do Ano
Feliz Metade Do Ano
Angela Santos
 

Mais de Angela Santos (18)

Arte Renascentista
Arte RenascentistaArte Renascentista
Arte Renascentista
 
Arte Renascentista
Arte RenascentistaArte Renascentista
Arte Renascentista
 
Historia social do classicismo
Historia social do classicismoHistoria social do classicismo
Historia social do classicismo
 
Apresentacao
ApresentacaoApresentacao
Apresentacao
 
Feliz Metade do Ano
Feliz Metade do AnoFeliz Metade do Ano
Feliz Metade do Ano
 
A reforma ortografica
A reforma ortograficaA reforma ortografica
A reforma ortografica
 
O Cachorro e o Coelho
O Cachorro e o CoelhoO Cachorro e o Coelho
O Cachorro e o Coelho
 
Colocação Pronominal
Colocação PronominalColocação Pronominal
Colocação Pronominal
 
Revisão
RevisãoRevisão
Revisão
 
Arte Românica
Arte RomânicaArte Românica
Arte Românica
 
Estrutura Das Palavras2
Estrutura Das Palavras2Estrutura Das Palavras2
Estrutura Das Palavras2
 
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
 
Regência
RegênciaRegência
Regência
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
 
Classes Gramaticais
Classes GramaticaisClasses Gramaticais
Classes Gramaticais
 
Hq Reduzido
Hq ReduzidoHq Reduzido
Hq Reduzido
 
Feliz Metade Do Ano
Feliz Metade Do AnoFeliz Metade Do Ano
Feliz Metade Do Ano
 

Último

Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
IslanderAndrade
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
ILDISONRAFAELBARBOSA
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 

Concordância Nominal

  • 1. Concordância Nominal Profª.: Célia Trindade de Araújo e Silva
  • 2. Concordância Nominal Regra Geral O artigo, o pronome, o numeral e o adjetivo devem concordar em gênero e número com o substantivo ao qual se referem. Ex.: Os nossos dois brinquedos preferidos estão quebrados. artigo (masc.pl.) pronome (masc.pl.) numeral (masc.pl.) substantivo ( masc.pl .) adjetivo ( masc.pl .) Observe que o artigo os , o pronome nossos , o numeral dois e o adjetivo preferidos referem-se ao substantivo (masculino/plural) brinquedos . Por isso é que eles estão todos no masculino plural.
  • 3. Casos especiais de Concordância Nominal I. Adjetivo referente a vários substantivos: 1. Quando o adjetivo vier depois de dois ou mais substantivos do mesmo gênero , há duas possibilidades de concordância:  O adjetivo assume o gênero do substantivo e vai para o plural , ou concorda em gênero e número com o mais próximo . Ex.: O governador recebeu ministro e secretário espanhol. concordou apenas com o mais próximo Ex.: O governador recebeu ministro e secretário espanhóis . masculino/plural
  • 4. 2. Quando o adjetivo vier posposto a dois ou mais substantivos de gêneros diferentes , também há duas possibilidades de concordância:  O adjetivo vai para o masculino plural ou concorda em gênero e número com o substantivo mais próximo. Ex.: Ele apresentou argumento e razão justos. masculino/plural Ex.: Ele apresentou argumento e razão justa . concordou com o substantivo mais próximo Ex.: Ele apresentou razão e argumento justo . concordou com o substantivo mais próximo.
  • 5. 3. Quando o adjetivo vier anteposto a dois ou mais substantivos, concordará com o mais próximo, se funcionar como adjunto adnominal; entretanto se funcionar como predicativo, haverá duas possibilidades: poderá ir para o plural ou concordar com o mais próximo. Ex.: Nunca vi tamanho desrespeito e ingratidão. adjetivo substantivo substantivo adjunto adnominal Ex.: Permaneceu fechada a porta e o portão. predicativo do sujeito (concorda com o mais próximo) Ex.: Permaneceram fechados a porta e o portão. predicativo do sujeito (masculino plural)
  • 6. II. Dois ou mais adjetivos referentes a um substantivo determinado por artigo:  Admitem duas possibilidades: a) O substantivo fica no singular e põe-se o artigo também antes do segundo adjetivo. Ex.: Meu professor ensina a língua inglesa e a francesa. b) O substantivo fica no plural e omite-se o artigo antes do segundo adjetivo: Ex.: Meu professor ensina as línguas inglesa e francesa.
  • 7. Casos particulares de Concordância Nominal 1. As palavras menos , alerta e pseudo são advérbios e ficam invariáveis. Ex.: Os soldados estavam alerta . Há menos pessoas do que prevíamos. 2. As expressões é proibido , é necessário , é bom , é preciso quando se referem a palavras desacompanhadas de determinantes, tomadas, portanto, em sua generalidade, ficam invariáveis . Ex.: É proibido entrada. Cerveja é bom . Coragem é necessário . Porém, se a palavra estiver acompanhada de determinante, com ela devem concordar. Ex.: É proibida a entrada. A cerveja é boa . A coragem é necessária .
  • 8. 3. As palavras bastante , meio , pouco , muito , caro , barato a) Quando têm valor de adjetivo , concordam com o substantivo. Ex.: Serviu-nos meia porção de arroz. Conversamos bastantes vezes a esse respeito. Os automóveis estão caros . As frutas estão baratas . Já é meio-dia e meia . b) Quando têm valor de advérbio ficam invariáveis. Ex.: Maria está meio aborrecida. Os alunos são bastante estudiosos. Esses automóveis custam caro . As laranjas custam barato . Estamos muito cansadas.
  • 9. 4. Os adjetivos anexo , obrigado , incluso , mesmo , próprio , só , leso , quite concordam com o substantivo a que se referem. Ex.: Seguem anexos os documentos da partilha de bens. A carta segue anexa . Os documentos estão inclusos . Ela mesma redigiu a carta. Eles estão sós . Estou quite com você. Muito obrigada – disse ela. Observação: Os advérbios só (equivalente a somente), menos e alerta e as expressões em anexo e a sós são invariáveis. Ex.: Elas só esperam uma nova oportunidade. Leia a carta e veja as fotografias em anexo . As meninas ficaram a sós no quarto.
  • 10. Dicas : 1. Quando a palavra só equivaler a sozinho ela será adjetivo e, portanto, concordará com o substantivo. 2. Quando a palavra só equivaler a somente ela será advérbio e ficará invariável. 3. Quando a palavra bastante equivaler a muitos/ muitas ela será adjetivo e, portanto, concordará com o substantivo. 4. A palavra meio equivalente a metade é adjetivo e concorda com o substantivo. 5. A palavra meio equivalendo a um pouco é advérbio e não varia.
  • 11. Referências bibliográficas FERREIRA, Mauro. Aprender e praticar gramática : teoria, sínteses das unidades, atividades práticas, exercícios de vestibulares: 2º Grau . São Paulo: FTD, 1992. p. 343-352. SARMENTO, Leila L. Gramática em texto . 1. ed. São Paulo: Moderna, 2000. p.470-475. CEREJA, William Roberto & MAGALHÃES, Tereza C. Gramática Reflexiva . São Paulo: Atual, 1999. p. 334-336. MAIA, João D. Português: Série Novo Ensino Médio . São Paulo: Editora Ática, 2003. CIPRO NETO, Pasquale & INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa . São Paulo: Scipione, 1997. GIACOMOZZI, Gilio & VALÉRIO, Gildete & FENGA, Cláudia R. Estudos de Gramática . São Paulo: FTD, 1999.