SlideShare uma empresa Scribd logo
Classes Gramaticais
SUBSTANTIVO E ADJETIVO
Níveis de Análise
□ Fonético / Fonológico
□ Morfológico
□ Sintático
□ Semântico
Níveis de Análise
O professor explicou o conteúdo aos alunos.
1. Fonético: palavra trissílaba, oxítona, dígrafo “ss”, enc. cons. “pr”
2. Morfológico: substantivo comum, simples e concreto
3. Sintático: “O professor” – Sujeito Simples
4. Semântico: aquele que ensina uma ciência ou arte, mestre
Classes Gramaticais ou Classes
de Palavras:
1) Substantivo
2) Adjetivo
3) Artigo Grupo Nominal
4) Pronome Ex: As duas meninas inteligentes
5) Numeral
6) Verbo Grupo Verbal
7) Advérbio Ex: Escrevia muito bem
8) Preposição
9) Conjunção Grupo Relacional
10)Interjeição Ex: Ele pensou em você
Grupo Nominal
Adjetivo (interessante)
Artigo SUBSTANTIVO Pronome
(o / um) (livro) (esse)
Numeral (três)
1. Substantivo
✓ Função: nomear seres, qualidades,
ações ou estados.
Como percebemos, dentro da classe dos
substantivos há subclasses
Os substantivos podem ser:
1) Comuns ou Próprios
2) Simples ou Compostos
3) Primitivos ou Derivados
4) Concretos ou Abstratos
5) Coletivos
1.1 Substantivos Comuns X Próprios
Substantivo Comum: não nomeia um ser em
específico, mas sim uma classe. Ex: gato, cachorro,
televisão, pessoa, cidade, país.
Substantivos Comuns > Próprios: O técnico Leão convocou
os jogadores.
Substantivo Próprio: nomeia um ser particular; o
ser é referido pelo nome que é propriamente seu,
por isso, é escrito com letra maiúscula. Ex: Nina
(nome da gata), Totó (nome do cachorro), Sony,
Maria, Catanduva, Brasil.
Substantivos Próprios > Comuns: Era um judas, a cidade o
condenava.
1.2 Substantivos Simples X Compostos
Substantivos Simples: possuem apenas um
radical.
Ex: moleque, pé, beijo, flor.
Substantivos Compostos: possuem mais de um
radical.
Ex: pé-de-moleque, beija-flor.
Podem vir acompanhados de hífen ou não: guarda-chuva,
sambódromo, passatempo, Nossa Senhora (Maria).
1.3 Substantivos Primitivos X Derivados
Substantivos Primitivos: são aqueles que dão
origem a outras palavras.
Ex: pedra, vidro, laranja, livro.
Substantivos Derivados: são aqueles que se
originam de outras palavras (primitivas).
Ex: pedreiro, vidraçaria, laranjada, livraria.
Para derivar palavras, usamos prefixos (rever) e sufixos
(conhecimento), visando à economia, à concisão:
Ex: Local em que se consertam sapatos = sapateiro
Local onde se vendem livros = livraria
1.4 Substantivos Concretos X Abstratos
Substantivos Concretos: são aqueles que não
dependem de outro ser para existirem, têm
existência autônoma. Podem sem imaginados.
Ex: mesa, cadeira, fada, saci.
Substantivo Abstrato: nomeiam ações, estados
ou sentimentos. Dependem de algo para existir.
Ex: pulo, salto, saudade, alegria, tristeza.
A análise do substantivo, todavia, deve ser feita
sempre no contexto, na frase, pois um substantivo
concreto pode assumir valor abstrato e vice-versa:
O governo incentiva a plantação de café.
A plantação de café foi destruída pela tempestade.
O amor é o sentimento mais puro.
Vem, amor, o jantar está na mesa.
Em termos literários, a utilização de concretos no
lugar de abstratos é denominada metonímia:
Quando surgiram os cabelos brancos, fiquei mais
compreensivo, menos faminto, mais atento às espiritualidades.
✓ Não há limites muito rígidos entre substantivos
concretos e abstratos. Há alguns que têm
características de ambos.
Concretos Abstratos
mesa sombra saudade
___________________________________________
+ concreto + abstrato
+ tocar - tocar
+ ver - ver
+ dar forma - dar forma
1.5 Substantivos Coletivos
Substantivos Coletivos: são aqueles que,
mesmo estando no singular, transmitem a ideia
de agrupamento de seres da mesma espécie.
Ex: Elenco: conjunto de artistas
Fauna: conjunto de animais de uma região
Flora: conjunto de plantas de uma região
Flexão tem a ver com:
➢ Dobrar
➢ Curvar
➢ Modificar, alterar ou variar
o estado inicial.
O substantivo é
uma classe variável?
O substantivo é uma classe que sofre flexão ou que é
uma classe variável, ou seja, ela se altera, varia
de seu estado inicial.
2. flexão
□ A flexão do substantivo pode se dar de três
maneiras:
> Flexão de Gênero (Masculino / Feminino)
garoto – garota
> Flexão de Número (Singular / Plural)
garoto – garotos
> Flexão de Grau (Aumentativo / Diminutivo)
garoto – garotinho – garotão
2.1 Gênero
Gênero – Alterações Semânticas
□ o cabeça (líder) – a cabeça (membro)
□ o capital (valor) – a capital (cidade)
□ o grama (unidade) – a grama (vegetação)
□ o moral (ânimo) – a moral (regras de conduta)
IMPORTANTE:
Masculinos: o açúcar, o apêndice, o avestruz, o champanhe,
o dó, o eclipse, o guaraná.
Femininos: a alface, a apendicite, a cal, a cólera, a ênfase, a
sentinela, a mascote.
2.2 Número
A maior parte dos substantivos forma o plural com o acréscimo da
letra -s. Observe: camiseta – camisetas
Entretanto, o modo de formar o plural pode variar, dependendo da
terminação das palavras. Veja:
➢ substantivos terminados em -r, -s ou -z = acrescenta-se -es: colar –
colares
➢ substantivos terminados em -l, precedidos de a, e, o e u = substitui-
se o -l por -is: canal – canais
➢ substantivos terminados em -ão = substitui-se -ão por -ãos, -ães ou
-ões: mão – mãos, alemão – alemães, ação – ações
➢ substantivos paroxítonos terminados em -s e -x = são invariáveis: o
pires – os pires, o tórax – os tórax
Número – Alterações Semânticas
□ vergonha (sentimento) – vergonhas (órgão sexual)
□ cobre (metal) – cobres (moeda)
□ saudade (sentimento) – saudades (lembranças)
IMPORTANTE:os Alpes, as algemas, os Andes, os
óculos, os parabéns, os pêsames, a reticências.
Só são usados no PLURAL
2.1 Grau
3. Adjetivo
✓ Função: atribuir propriedade ao ser,
exprimindo aparência, modo de ser
ou qualidade.
Flexão do Adjetivo
□ A flexão do adjetivo pode se dar de três
maneiras:
> Flexão de Gênero (Masculino / Feminino)
bonito – bonita
> Flexão de Número (Singular / Plural)
regular – regulares
> Flexão de Grau (Comparativo / Superlativo)
João é mais bonito que José.
João é o mais bonito da sala.
3.1 Gênero
□ Uniformes: única forma pra o dois gêneros.
Ex: céu azul – malha azul.
□ Biformes: uma forma para cada gênero.
Ex: homem nu – mulher nua.
Regra geral:
o ∕a: belo∕bela
eu ∕eia: europeu∕europeia (exceção judeu ∕judia)
eu ∕oa: tabaréu ∕tabaroa (caipira)
ão ∕ã: cristão ∕cristã
ão ∕ona: chorão ∕chorona
São invariáveis:
□ Adjetivos terminados em e, l, z, m: forte,
amável, capaz (exceção bom ∕boa).
□ Adjetivos hindu, cortês, melhor, maior, menor,
interior, pior.
□ Adjetivos pátrios terminados em a e ense:
belga, cearense.
3.2 Número
□ As regras dos adjetivos simples
assemelham-se às dos substantivos.
Ex: Meninas ricas.
□ Adjetivos compostos: varia o último
elemento. Ex: poesias luso-brasileiras
Exceção: surdos-mudos, carros verde-abacate,
vermelho-sangue, zul-marinho etc.
3.3 Grau
□ Comparativo: expressa uma comparação de:
Superioridade: mais do que
Igualdade: tão quanto
Inferioridade: menos do que
□ Superlativo: Intensifica uma característica.
Pode ser relativo ou absoluto.
Superlativo Relativo do Superioridade: a
mais∕o mais.
Superlativo Relativo de Inferioridade: a
menos ∕o menos.
Superlativo Absoluto Sintético: sufixos –
íssimo, -érrimo, -ílimo.
Superlativo Absoluto Analítico: advérbio de
intensidade + adjetivo.
Locução Adjetiva
□ Expressão formada de preposição +
substantivo, que tem valor de
adjetivo.
Ex: A blusa é cor de vinho
Aspectos Semânticos
□ Dependendo da posição em relação ao
substantivo, o adjetivo pode mudar o
significado.
Ex: O falso filósofo encontrou um filósofo falso.
não era mentiroso
□ A mudança da classe gramatical provoca
mudança de sentido.
Ex: Nos desfiles de moda, o bonito é caro.
substantivo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
7 de Setembro
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
Cláudia Heloísa
 
Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominal
Flávio Ferreira
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
guest0cbfe
 
Morfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes GramaticaisMorfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes Gramaticais
Portal do Vestibulando
 
Numerais
NumeraisNumerais
Numerais
Diego Prezia
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
Ivana Mayrink
 
Pronomes Pessoais
Pronomes PessoaisPronomes Pessoais
Pronomes Pessoais
LeYa
 
Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos
Professor Rômulo Viana
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
Keu Oliveira
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
Fernanda Câmara
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
guest7174ad
 
Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2
Flávio Ferreira
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
CDIM Daniel
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
Cláudia Heloísa
 
Termos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracaoTermos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracao
Sandra Paula
 
Tempos e modos do verbo
Tempos e modos do verboTempos e modos do verbo
Tempos e modos do verbo
ma.no.el.ne.ves
 
6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística
Angélica Manenti
 
Regência nominal
Regência nominalRegência nominal
Regência nominal
Lilian Hodgson
 
Enem competências para a redação
Enem   competências para a redaçãoEnem   competências para a redação
Enem competências para a redação
Elaine Maia
 

Mais procurados (20)

Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
 
Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominal
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
 
Morfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes GramaticaisMorfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes Gramaticais
 
Numerais
NumeraisNumerais
Numerais
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
 
Pronomes Pessoais
Pronomes PessoaisPronomes Pessoais
Pronomes Pessoais
 
Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
 
Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
 
Termos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracaoTermos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracao
 
Tempos e modos do verbo
Tempos e modos do verboTempos e modos do verbo
Tempos e modos do verbo
 
6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística
 
Regência nominal
Regência nominalRegência nominal
Regência nominal
 
Enem competências para a redação
Enem   competências para a redaçãoEnem   competências para a redação
Enem competências para a redação
 

Semelhante a Aula substantivo x adjetivo - 2º ano do Ensino Médio

aulasubstantivoxadjetivo-140323172436-phpapp02.pptx
aulasubstantivoxadjetivo-140323172436-phpapp02.pptxaulasubstantivoxadjetivo-140323172436-phpapp02.pptx
aulasubstantivoxadjetivo-140323172436-phpapp02.pptx
Vivian Marxreiter
 
aulas-substantivo-e-adjetivo.ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo.pptaulas-substantivo-e-adjetivo.ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo.ppt
Colégio Waldorf Micael
 
aulas-substantivo-e-adjetivo.ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo.pptaulas-substantivo-e-adjetivo.ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo.ppt
Colégio Waldorf Micael
 
aulas-substantivo-e-adjetivo (1).ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo (1).pptaulas-substantivo-e-adjetivo (1).ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo (1).ppt
Eldária Silva
 
aulas-substantivo-e-adjetivo.pptx
aulas-substantivo-e-adjetivo.pptxaulas-substantivo-e-adjetivo.pptx
aulas-substantivo-e-adjetivo.pptx
AnaRosa217950
 
aulas-substantivo-e-adjetivo (1).ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo (1).pptaulas-substantivo-e-adjetivo (1).ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo (1).ppt
LiviaSoares33
 
Mofologia substantivos e adjetivos
Mofologia   substantivos e adjetivosMofologia   substantivos e adjetivos
Mofologia substantivos e adjetivos
iamraphael
 
Aulas substantivo-e-adjetivo ppt
Aulas substantivo-e-adjetivo pptAulas substantivo-e-adjetivo ppt
Aulas substantivo-e-adjetivo ppt
JaildesBrito
 
Substantivo e adjetivo
Substantivo e adjetivoSubstantivo e adjetivo
Substantivo e adjetivo
labrant
 
Classes gramaticais
Classes gramaticaisClasses gramaticais
Classes gramaticais
Federal University of Ceará
 
Resumão de língua portuguesa 2º ano
Resumão de língua portuguesa   2º anoResumão de língua portuguesa   2º ano
Resumão de língua portuguesa 2º ano
Ewerton Gindri
 
Estudo de gramática 6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa
Estudo de gramática   6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa Estudo de gramática   6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa
Estudo de gramática 6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa
Luiza Collet
 
AULA 1
AULA 1 AULA 1
Estudo das Classes de Palavras do Português
Estudo das Classes de Palavras do PortuguêsEstudo das Classes de Palavras do Português
Estudo das Classes de Palavras do Português
Sônia Guedes
 
Revisão (Subst. e adjetivo).ppt
Revisão (Subst. e adjetivo).pptRevisão (Subst. e adjetivo).ppt
Revisão (Subst. e adjetivo).ppt
NathliaAlmeida23
 
Lingua portuguesa pg110
Lingua portuguesa pg110Lingua portuguesa pg110
Lingua portuguesa pg110
kisb1337
 
Portugues 2015
Portugues 2015Portugues 2015
Portugues 2015
Eduardo Araujo
 
Classes gramaticais
Classes gramaticaisClasses gramaticais
Classes gramaticais
LeYa
 
Materia global exame portugues
Materia global exame portuguesMateria global exame portugues
Materia global exame portugues
Carla Fernandes
 
CLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptx
CLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptxCLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptx
CLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptx
Franciely Carvalho
 

Semelhante a Aula substantivo x adjetivo - 2º ano do Ensino Médio (20)

aulasubstantivoxadjetivo-140323172436-phpapp02.pptx
aulasubstantivoxadjetivo-140323172436-phpapp02.pptxaulasubstantivoxadjetivo-140323172436-phpapp02.pptx
aulasubstantivoxadjetivo-140323172436-phpapp02.pptx
 
aulas-substantivo-e-adjetivo.ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo.pptaulas-substantivo-e-adjetivo.ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo.ppt
 
aulas-substantivo-e-adjetivo.ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo.pptaulas-substantivo-e-adjetivo.ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo.ppt
 
aulas-substantivo-e-adjetivo (1).ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo (1).pptaulas-substantivo-e-adjetivo (1).ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo (1).ppt
 
aulas-substantivo-e-adjetivo.pptx
aulas-substantivo-e-adjetivo.pptxaulas-substantivo-e-adjetivo.pptx
aulas-substantivo-e-adjetivo.pptx
 
aulas-substantivo-e-adjetivo (1).ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo (1).pptaulas-substantivo-e-adjetivo (1).ppt
aulas-substantivo-e-adjetivo (1).ppt
 
Mofologia substantivos e adjetivos
Mofologia   substantivos e adjetivosMofologia   substantivos e adjetivos
Mofologia substantivos e adjetivos
 
Aulas substantivo-e-adjetivo ppt
Aulas substantivo-e-adjetivo pptAulas substantivo-e-adjetivo ppt
Aulas substantivo-e-adjetivo ppt
 
Substantivo e adjetivo
Substantivo e adjetivoSubstantivo e adjetivo
Substantivo e adjetivo
 
Classes gramaticais
Classes gramaticaisClasses gramaticais
Classes gramaticais
 
Resumão de língua portuguesa 2º ano
Resumão de língua portuguesa   2º anoResumão de língua portuguesa   2º ano
Resumão de língua portuguesa 2º ano
 
Estudo de gramática 6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa
Estudo de gramática   6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa Estudo de gramática   6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa
Estudo de gramática 6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa
 
AULA 1
AULA 1 AULA 1
AULA 1
 
Estudo das Classes de Palavras do Português
Estudo das Classes de Palavras do PortuguêsEstudo das Classes de Palavras do Português
Estudo das Classes de Palavras do Português
 
Revisão (Subst. e adjetivo).ppt
Revisão (Subst. e adjetivo).pptRevisão (Subst. e adjetivo).ppt
Revisão (Subst. e adjetivo).ppt
 
Lingua portuguesa pg110
Lingua portuguesa pg110Lingua portuguesa pg110
Lingua portuguesa pg110
 
Portugues 2015
Portugues 2015Portugues 2015
Portugues 2015
 
Classes gramaticais
Classes gramaticaisClasses gramaticais
Classes gramaticais
 
Materia global exame portugues
Materia global exame portuguesMateria global exame portugues
Materia global exame portugues
 
CLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptx
CLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptxCLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptx
CLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptx
 

Mais de Prof Palmito Rocha

Quadro Comparativo - Vanguardas Europeias
Quadro Comparativo - Vanguardas Europeias Quadro Comparativo - Vanguardas Europeias
Quadro Comparativo - Vanguardas Europeias
Prof Palmito Rocha
 
Exercício verbo
Exercício verboExercício verbo
Exercício verbo
Prof Palmito Rocha
 
Crase
CraseCrase
Realismo
RealismoRealismo
Verbo
VerboVerbo
Romance romântico
Romance românticoRomance romântico
Romance romântico
Prof Palmito Rocha
 
Roteiro
Roteiro Roteiro
Elementos da comunicação
Elementos da comunicaçãoElementos da comunicação
Elementos da comunicação
Prof Palmito Rocha
 
Lista de exercício - Numeral
Lista de exercício - NumeralLista de exercício - Numeral
Lista de exercício - Numeral
Prof Palmito Rocha
 
Uso do numeral
Uso do numeralUso do numeral
Uso do numeral
Prof Palmito Rocha
 
Lista romantismo
Lista romantismoLista romantismo
Lista romantismo
Prof Palmito Rocha
 
Exercícios colocação pronominal
Exercícios colocação pronominalExercícios colocação pronominal
Exercícios colocação pronominal
Prof Palmito Rocha
 
Exercicio colocação pronominal
Exercicio colocação pronominalExercicio colocação pronominal
Exercicio colocação pronominal
Prof Palmito Rocha
 
Exercicio Coesão
Exercicio CoesãoExercicio Coesão
Exercicio Coesão
Prof Palmito Rocha
 
Exercicio acentuação
Exercicio acentuaçãoExercicio acentuação
Exercicio acentuação
Prof Palmito Rocha
 
Coesão
CoesãoCoesão
Exercicio coesão textual
Exercicio coesão textualExercicio coesão textual
Exercicio coesão textual
Prof Palmito Rocha
 
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-ClassicismoEstudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Prof Palmito Rocha
 
Exercício sobre colocação pronominal
Exercício sobre colocação pronominalExercício sobre colocação pronominal
Exercício sobre colocação pronominal
Prof Palmito Rocha
 
Fonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino MédioFonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino Médio
Prof Palmito Rocha
 

Mais de Prof Palmito Rocha (20)

Quadro Comparativo - Vanguardas Europeias
Quadro Comparativo - Vanguardas Europeias Quadro Comparativo - Vanguardas Europeias
Quadro Comparativo - Vanguardas Europeias
 
Exercício verbo
Exercício verboExercício verbo
Exercício verbo
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
Verbo
VerboVerbo
Verbo
 
Romance romântico
Romance românticoRomance romântico
Romance romântico
 
Roteiro
Roteiro Roteiro
Roteiro
 
Elementos da comunicação
Elementos da comunicaçãoElementos da comunicação
Elementos da comunicação
 
Lista de exercício - Numeral
Lista de exercício - NumeralLista de exercício - Numeral
Lista de exercício - Numeral
 
Uso do numeral
Uso do numeralUso do numeral
Uso do numeral
 
Lista romantismo
Lista romantismoLista romantismo
Lista romantismo
 
Exercícios colocação pronominal
Exercícios colocação pronominalExercícios colocação pronominal
Exercícios colocação pronominal
 
Exercicio colocação pronominal
Exercicio colocação pronominalExercicio colocação pronominal
Exercicio colocação pronominal
 
Exercicio Coesão
Exercicio CoesãoExercicio Coesão
Exercicio Coesão
 
Exercicio acentuação
Exercicio acentuaçãoExercicio acentuação
Exercicio acentuação
 
Coesão
CoesãoCoesão
Coesão
 
Exercicio coesão textual
Exercicio coesão textualExercicio coesão textual
Exercicio coesão textual
 
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-ClassicismoEstudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
 
Exercício sobre colocação pronominal
Exercício sobre colocação pronominalExercício sobre colocação pronominal
Exercício sobre colocação pronominal
 
Fonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino MédioFonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino Médio
 

Último

Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 

Aula substantivo x adjetivo - 2º ano do Ensino Médio

  • 2. Níveis de Análise □ Fonético / Fonológico □ Morfológico □ Sintático □ Semântico
  • 3. Níveis de Análise O professor explicou o conteúdo aos alunos. 1. Fonético: palavra trissílaba, oxítona, dígrafo “ss”, enc. cons. “pr” 2. Morfológico: substantivo comum, simples e concreto 3. Sintático: “O professor” – Sujeito Simples 4. Semântico: aquele que ensina uma ciência ou arte, mestre
  • 4. Classes Gramaticais ou Classes de Palavras: 1) Substantivo 2) Adjetivo 3) Artigo Grupo Nominal 4) Pronome Ex: As duas meninas inteligentes 5) Numeral 6) Verbo Grupo Verbal 7) Advérbio Ex: Escrevia muito bem 8) Preposição 9) Conjunção Grupo Relacional 10)Interjeição Ex: Ele pensou em você
  • 5. Grupo Nominal Adjetivo (interessante) Artigo SUBSTANTIVO Pronome (o / um) (livro) (esse) Numeral (três)
  • 6. 1. Substantivo ✓ Função: nomear seres, qualidades, ações ou estados.
  • 7. Como percebemos, dentro da classe dos substantivos há subclasses Os substantivos podem ser: 1) Comuns ou Próprios 2) Simples ou Compostos 3) Primitivos ou Derivados 4) Concretos ou Abstratos 5) Coletivos
  • 8. 1.1 Substantivos Comuns X Próprios Substantivo Comum: não nomeia um ser em específico, mas sim uma classe. Ex: gato, cachorro, televisão, pessoa, cidade, país. Substantivos Comuns > Próprios: O técnico Leão convocou os jogadores. Substantivo Próprio: nomeia um ser particular; o ser é referido pelo nome que é propriamente seu, por isso, é escrito com letra maiúscula. Ex: Nina (nome da gata), Totó (nome do cachorro), Sony, Maria, Catanduva, Brasil. Substantivos Próprios > Comuns: Era um judas, a cidade o condenava.
  • 9. 1.2 Substantivos Simples X Compostos Substantivos Simples: possuem apenas um radical. Ex: moleque, pé, beijo, flor. Substantivos Compostos: possuem mais de um radical. Ex: pé-de-moleque, beija-flor. Podem vir acompanhados de hífen ou não: guarda-chuva, sambódromo, passatempo, Nossa Senhora (Maria).
  • 10. 1.3 Substantivos Primitivos X Derivados Substantivos Primitivos: são aqueles que dão origem a outras palavras. Ex: pedra, vidro, laranja, livro. Substantivos Derivados: são aqueles que se originam de outras palavras (primitivas). Ex: pedreiro, vidraçaria, laranjada, livraria. Para derivar palavras, usamos prefixos (rever) e sufixos (conhecimento), visando à economia, à concisão: Ex: Local em que se consertam sapatos = sapateiro Local onde se vendem livros = livraria
  • 11. 1.4 Substantivos Concretos X Abstratos Substantivos Concretos: são aqueles que não dependem de outro ser para existirem, têm existência autônoma. Podem sem imaginados. Ex: mesa, cadeira, fada, saci. Substantivo Abstrato: nomeiam ações, estados ou sentimentos. Dependem de algo para existir. Ex: pulo, salto, saudade, alegria, tristeza.
  • 12. A análise do substantivo, todavia, deve ser feita sempre no contexto, na frase, pois um substantivo concreto pode assumir valor abstrato e vice-versa: O governo incentiva a plantação de café. A plantação de café foi destruída pela tempestade. O amor é o sentimento mais puro. Vem, amor, o jantar está na mesa. Em termos literários, a utilização de concretos no lugar de abstratos é denominada metonímia: Quando surgiram os cabelos brancos, fiquei mais compreensivo, menos faminto, mais atento às espiritualidades.
  • 13. ✓ Não há limites muito rígidos entre substantivos concretos e abstratos. Há alguns que têm características de ambos. Concretos Abstratos mesa sombra saudade ___________________________________________ + concreto + abstrato + tocar - tocar + ver - ver + dar forma - dar forma
  • 14. 1.5 Substantivos Coletivos Substantivos Coletivos: são aqueles que, mesmo estando no singular, transmitem a ideia de agrupamento de seres da mesma espécie. Ex: Elenco: conjunto de artistas Fauna: conjunto de animais de uma região Flora: conjunto de plantas de uma região
  • 15. Flexão tem a ver com: ➢ Dobrar ➢ Curvar ➢ Modificar, alterar ou variar o estado inicial. O substantivo é uma classe variável?
  • 16. O substantivo é uma classe que sofre flexão ou que é uma classe variável, ou seja, ela se altera, varia de seu estado inicial. 2. flexão
  • 17. □ A flexão do substantivo pode se dar de três maneiras: > Flexão de Gênero (Masculino / Feminino) garoto – garota > Flexão de Número (Singular / Plural) garoto – garotos > Flexão de Grau (Aumentativo / Diminutivo) garoto – garotinho – garotão
  • 19. Gênero – Alterações Semânticas □ o cabeça (líder) – a cabeça (membro) □ o capital (valor) – a capital (cidade) □ o grama (unidade) – a grama (vegetação) □ o moral (ânimo) – a moral (regras de conduta) IMPORTANTE: Masculinos: o açúcar, o apêndice, o avestruz, o champanhe, o dó, o eclipse, o guaraná. Femininos: a alface, a apendicite, a cal, a cólera, a ênfase, a sentinela, a mascote.
  • 20. 2.2 Número A maior parte dos substantivos forma o plural com o acréscimo da letra -s. Observe: camiseta – camisetas Entretanto, o modo de formar o plural pode variar, dependendo da terminação das palavras. Veja: ➢ substantivos terminados em -r, -s ou -z = acrescenta-se -es: colar – colares ➢ substantivos terminados em -l, precedidos de a, e, o e u = substitui- se o -l por -is: canal – canais ➢ substantivos terminados em -ão = substitui-se -ão por -ãos, -ães ou -ões: mão – mãos, alemão – alemães, ação – ações ➢ substantivos paroxítonos terminados em -s e -x = são invariáveis: o pires – os pires, o tórax – os tórax
  • 21. Número – Alterações Semânticas □ vergonha (sentimento) – vergonhas (órgão sexual) □ cobre (metal) – cobres (moeda) □ saudade (sentimento) – saudades (lembranças) IMPORTANTE:os Alpes, as algemas, os Andes, os óculos, os parabéns, os pêsames, a reticências. Só são usados no PLURAL
  • 23. 3. Adjetivo ✓ Função: atribuir propriedade ao ser, exprimindo aparência, modo de ser ou qualidade.
  • 24. Flexão do Adjetivo □ A flexão do adjetivo pode se dar de três maneiras: > Flexão de Gênero (Masculino / Feminino) bonito – bonita > Flexão de Número (Singular / Plural) regular – regulares > Flexão de Grau (Comparativo / Superlativo) João é mais bonito que José. João é o mais bonito da sala.
  • 25. 3.1 Gênero □ Uniformes: única forma pra o dois gêneros. Ex: céu azul – malha azul. □ Biformes: uma forma para cada gênero. Ex: homem nu – mulher nua. Regra geral: o ∕a: belo∕bela eu ∕eia: europeu∕europeia (exceção judeu ∕judia) eu ∕oa: tabaréu ∕tabaroa (caipira) ão ∕ã: cristão ∕cristã ão ∕ona: chorão ∕chorona
  • 26. São invariáveis: □ Adjetivos terminados em e, l, z, m: forte, amável, capaz (exceção bom ∕boa). □ Adjetivos hindu, cortês, melhor, maior, menor, interior, pior. □ Adjetivos pátrios terminados em a e ense: belga, cearense.
  • 27. 3.2 Número □ As regras dos adjetivos simples assemelham-se às dos substantivos. Ex: Meninas ricas. □ Adjetivos compostos: varia o último elemento. Ex: poesias luso-brasileiras Exceção: surdos-mudos, carros verde-abacate, vermelho-sangue, zul-marinho etc.
  • 28. 3.3 Grau □ Comparativo: expressa uma comparação de: Superioridade: mais do que Igualdade: tão quanto Inferioridade: menos do que □ Superlativo: Intensifica uma característica. Pode ser relativo ou absoluto.
  • 29. Superlativo Relativo do Superioridade: a mais∕o mais. Superlativo Relativo de Inferioridade: a menos ∕o menos. Superlativo Absoluto Sintético: sufixos – íssimo, -érrimo, -ílimo. Superlativo Absoluto Analítico: advérbio de intensidade + adjetivo.
  • 30. Locução Adjetiva □ Expressão formada de preposição + substantivo, que tem valor de adjetivo. Ex: A blusa é cor de vinho
  • 31. Aspectos Semânticos □ Dependendo da posição em relação ao substantivo, o adjetivo pode mudar o significado. Ex: O falso filósofo encontrou um filósofo falso. não era mentiroso □ A mudança da classe gramatical provoca mudança de sentido. Ex: Nos desfiles de moda, o bonito é caro. substantivo