SlideShare uma empresa Scribd logo
AS CARTAS DE
PAULO
@Egmon
www.egmon.com.br
AS CARTAS DE PAULO
O Romanos
O I e II Coríntios
O Gálatas
O Efésios
O Filipenses
O Colossenses
O I e II Tessalonicenses
O I e II Timóteo
O Tito
O Filemon
AS CARTAS DE PAULO
O Romanos
O Divisão das Cartas
O Maiores
O Romanos
O I e II Coríntios
O Gálatas
O I e II Tessalonicenses
AS CARTAS DE PAULO
O Romanos
O Divisão das Cartas
O Da Prisão
O Efésios
O Filipenses
O Colossenses
O Filemon
O Pastorais
O I e II Timóteo
O Tito
AS CARTAS DE PAULO
O Romanos
O Enviada aos Cristãos Romanos
O Tema principal: O Plano da Salvação
O Tema secundário: A importância de levar
esse Plano aos Gentios
O Pode ser dividida em:
O Doutrinária caps 1-11
O Prática caps 12-16
AS CARTAS DE PAULO
O Romanos
O Na primeira parte, Paulo prova que:
1. Todo ser humano possui a culpabilidade
universal – 1.18-3.20
2. Todo ser humano possui tendências
pecaminosas – 7.15-24
3. Tudo que existe, tanto em nosso
universo, quanto em outro plano, está
debaixo da Soberania de Deus. – 9.7-18
AS CARTAS DE PAULO
O Romanos
1. Culpabilidade X Justificação pela Fé –
5.1
2. Tendência Pecaminosa X Regeneração
– 8.1-4
3. Eleição Soberana X – Oportunidade
Universal – 10.13
AS CARTAS DE PAULO
O Romanos
O Porções Seletas:
O A Justificação pela Fé – 1.16-17
O A Idolatria e a depravação da
humanindade – 1.18-32
O Mais que vencedores – 8.28
O Quem nos separará? 8.35-36
O A escolha soberana de Deus – cap 9
AS CARTAS DE PAULO
O Romanos
O Porções Seletas:
O A importância das missões cap 10
O Hino de Adoração – 10.33-36
O A não conformidade com este mundo –
12.2
O Submissão às autoridades – 13.1-2
AS CARTAS DE PAULO
O I Coríntios
O O desejo de Paulo de purificar a igreja
das facções espirituais e da
imoralidade, foi a causa primordial da
escritura da carta.
O Pode ser dividida em duas partes:
O A purificação da Igreja
O Instruções doutrinárias e conselhos
AS CARTAS DE PAULO
O I Coríntios
O Porções Seletas:
O Imoralidade Sexual – 6.12-20
O Casamento – cap 7
O As coisas sacrificadas aos ídolos – cap 8
O A Ceia do Senhor – cap 11
O Os Dons Espirituais – cap 12
O O Amor – cap 13
O A ressurreição – cap 15
AS CARTAS DE PAULO
O II Coríntios
O Ambas as cartas aos coríntios indicam a
existência nesta igreja de um elemento
que pretendia desacreditar o ministério e
a autoridade de Paulo.
O Esta é uma das cartas mais pessoais de
Paulo. Nela ele fala principalmente de seu
próprio ministério. Abre seu coração e
revela seus motivos, sua paixão
espiritual, e seu entranhável amor pela
igreja.
AS CARTAS DE PAULO
O Gálatas
O Temas Principais: Uma defesa da doutrina
da justificação pela fé, advertências
contra a reversão ao judaísmo, e a
vindicação do apostolado de Paulo.
O Chamada a Carta Magna da Igreja
O Pode ser dividida em quatro partes:
AS CARTAS DE PAULO
O Gálatas
1. Saudações e Introduções
2. Narrativas das experiências de Paulo
3. A doutrina da Justificação pela fé
4. Advertências, Instruções e exortações
AS CARTAS DE PAULO
O Gálatas
O Porções Seletas:
O O Fruto do Espírito – 5.22-23
AS CARTAS DE PAULO
O Efésios
O Os judeus convertidos nas igrejas
primitivas se inclinavam a ser exclusivos e
a separar-se de seus irmãos gentios.
1. A igreja e o Plano da Salvação
2. Aplicação Prática do Plano da Salvação
AS CARTAS DE PAULO
O Efésios
O Porções Seletas:
O A função da Trindade na Salvação – cap 1
O A salvação pela Graça – 2.8-10
O O Corpo de Cristo – 4.11
O Enchei-vos do Espírito – 5.18
O Os deveres domésticos – 5.22-6.9
O A armadura de Deus – 6.11-17
AS CARTAS DE PAULO
O Filipenses
O A igreja filipense era uma igreja ideal em
muitos sentidos.
O Era agradecida e bondosa.
O Foi fundada por Paulo em sua segunda
viagem missionária, em meio a uma
tempestade de perseguições.
O No começo, a obra se limitava a umas
poucas mulheres
AS CARTAS DE PAULO
O Filipenses
O Porções Seletas
O Cristo, o Servo sofredor – 2.5-11
AS CARTAS DE PAULO
O Colossenses
O A carta tem uma aparência considerável
com Efésios, tanto nos conceitos como na
linguagem.
O Em Efésios, Paulo enfatiza a igreja como
o corpo de Cristo, enquanto que em
Colossenses ele ressalta a Cristo como
cabeça da igreja.
AS CARTAS DE PAULO
O Colossenses
O A advertência contra a confiança na
sabedoria mundana que aparece em 1
Coríntios também aparece em
Colossenses.
AS CARTAS DE PAULO
O I Tessalonicenses
O A Igreja: Foi fundada por Paulo em sua
segunda viagem missionária.
O Ali encontrou uma oposição violenta à sua
obra, mas teve êxito em ganhar alguns
judeus e numerosos gregos, o que lhe
permitiu estabelecer uma igreja fiel.
AS CARTAS DE PAULO
O I Tessalonicenses
O O corpo da carta consiste principalmente
de recomendações, reminiscências
pessoais, conselhos e exortações.
O Porções Seletas:
O A vinda do Senhor – 4.13-18
O Orai sem cessar – 5.17
AS CARTAS DE PAULO
O II Tessalonicenses
O É evidente que certas expressões da
primeira carta de Paulo a esta igreja
haviam sido mal interpretadas. Quando se
referiu à incerteza do dia da vinda de
Cristo, suas palavras haviam sido
entendidas como se houvesse ensinado
que o dia do Senhor estava perto.
O Tema Principal: A Segunda Vinda de
Cristo
AS CARTAS DE PAULO
O I Timóteo
O Temas Principais: Conselhos e
exortações a um jovem evangelista
acerca de sua conduta pessoal e de seu
trabalho ministerial.
O Porções Seletas:
O O Amor ao dinheiro – 6.3-10
AS CARTAS DE PAULO
O II Timóteo
O Esta carta contém as últimas palavras de
Paulo
O Proposta Geral: animar e instruir o
evangelista Timóteo
O Proposta Especial: pedir a Timóteo que vá
logo a Roma para consolar a Paulo e lhe
fazer companhia – 1.4, 4.9, 21
AS CARTAS DE PAULO
O II Timóteo
O Particularidades:
O As 2 cartas contém exortações urgentes
O É possível que Timóteo estivesse doente –
5.23
O Mostra que Timóteo era tímido – 1.6-7
O Porções Seletas:
O As Escrituras – 3.16-17
AS CARTAS DE PAULO
O Tito
O Era gentil, Gl 2:3;
O Amigo amado e ajudante de Paulo, II Co
2:13; 7:6,13; 8:23;
O Mensageiro da igreja de Corinto, II Co
8:16-18;
O Era absolutamente confiável e
abnegado, II Co 12:18;
AS CARTAS DE PAULO
O Tito
O Foi companheiro de Paulo e Barnabé
numa viagem a Jerusalém, Gl 2:1;
O Paulo deixou-o em Creta como supervisor
das igrejas, Tt 1:5;
O Esteve em Roma com Paulo durante seu
encarceramento II Tm 4:10;
O Parece que possuía melhor saúde e mais
maturidade que Timóteo.
AS CARTAS DE PAULO
O Tito
O Tema Principal: Conselhos e exortações
acerca dos deveres e das doutrinas
ministeriais, com ênfase especial sobre as
boas obras – 3:8.
O Sem porém ensinar a Salvação pelas
Obras – 3.4-7
AS CARTAS DE PAULO
O Filemon
O É uma carta particular de intercessão
escrita por Paulo provavelmente em
Roma, e enviada a Filemom.
O Filemon: Aparentemente era membro da
igreja de Colossos, a qual parece que se
reunia em sua casa – 1.2
AS CARTAS DE PAULO
O Filemon
O História De Onésimo: Era um escravo que
havia fugido de Filemom.
O Teria possivelmente roubado ao seu amo e
fugido para Roma, onde esteve sob a
influência de Paulo e se converteu.
O Paulo queria tê-lo em Roma como seu
ajudante, mas por não ter o consentimento de
Filemom, sentiu-se no dever de enviar o
escravo a seu amo.
O Desta maneira, o apóstolo escreve, pedindo a
Filemom que perdoe a Onésimo e lhe devolva
a confiança.
AS CARTAS DE PAULO
O Filemon
O Lições Espirituais:
1. A importância do interesse pelos
desafortunados.
2. O dever dos crentes de obedecer à lei:
Onésimo tem que regressar ao seu amo.
3. A irmandade cristã está acima de todas
as distinções sociais e de classes.
PRÓXIMA SEMANA
OCARTAS
GERAIS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apocalipse Esboço Completo EBOOK GRATIS
Apocalipse Esboço Completo EBOOK GRATISApocalipse Esboço Completo EBOOK GRATIS
Apocalipse Esboço Completo EBOOK GRATIS
PrFelipeMiranda
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Filipenses (Estudo 1)
Filipenses (Estudo 1)Filipenses (Estudo 1)
Filipenses (Estudo 1)
Daniel Junior
 
Lição 2 A disciplina na vida do obreiro
Lição 2   A disciplina na vida do obreiroLição 2   A disciplina na vida do obreiro
Lição 2 A disciplina na vida do obreiro
Wander Sousa
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Respirando Deus
 
A armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completaA armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completa
Anderson Silvério
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Erberson Pinheiro
 
2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)
2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)
2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)
Ilton Goncalves
 
Escatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutórioEscatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutório
Viva a Igreja
 
Epistolas paulinas
Epistolas paulinasEpistolas paulinas
Epistolas paulinas
Marcos Mendes
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidadeDiscipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Christian Lepelletier
 
Cristologia aula01
Cristologia aula01Cristologia aula01
Cristologia aula01
Pastor W. Costa
 
Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado
Geversom Sousa
 
Carta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos FilipensesCarta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos Filipenses
UEPB
 
Introdução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo TestamentoIntrodução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo Testamento
Viva a Igreja
 
Panorama do antigo testamento aula1
Panorama do antigo testamento aula1Panorama do antigo testamento aula1
Panorama do antigo testamento aula1
Kairosphb
 
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de CristoLição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
Éder Tomé
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
Márcio Martins
 
38 1 e 2 timoteo=
38   1 e 2 timoteo=38   1 e 2 timoteo=
38 1 e 2 timoteo=
PIB Penha
 

Mais procurados (20)

Apocalipse Esboço Completo EBOOK GRATIS
Apocalipse Esboço Completo EBOOK GRATISApocalipse Esboço Completo EBOOK GRATIS
Apocalipse Esboço Completo EBOOK GRATIS
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
 
Filipenses (Estudo 1)
Filipenses (Estudo 1)Filipenses (Estudo 1)
Filipenses (Estudo 1)
 
Lição 2 A disciplina na vida do obreiro
Lição 2   A disciplina na vida do obreiroLição 2   A disciplina na vida do obreiro
Lição 2 A disciplina na vida do obreiro
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
 
A armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completaA armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completa
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
 
2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)
2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)
2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)
 
Escatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutórioEscatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutório
 
Epistolas paulinas
Epistolas paulinasEpistolas paulinas
Epistolas paulinas
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidadeDiscipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
 
Cristologia aula01
Cristologia aula01Cristologia aula01
Cristologia aula01
 
Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado
 
Carta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos FilipensesCarta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos Filipenses
 
Introdução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo TestamentoIntrodução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo Testamento
 
Panorama do antigo testamento aula1
Panorama do antigo testamento aula1Panorama do antigo testamento aula1
Panorama do antigo testamento aula1
 
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de CristoLição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
 
38 1 e 2 timoteo=
38   1 e 2 timoteo=38   1 e 2 timoteo=
38 1 e 2 timoteo=
 

Destaque

Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Natalino das Neves Neves
 
Cartas paulinas
Cartas paulinasCartas paulinas
Cartas paulinas
roneydecarvalho
 
Cartas paulinas
Cartas paulinasCartas paulinas
Cartas paulinas
varp86
 
4º Aula de Epístolas Paulinas I
4º Aula de Epístolas Paulinas I4º Aula de Epístolas Paulinas I
4º Aula de Epístolas Paulinas I
Jefferson Evangelista
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1
Moisés Sampaio
 
Cartas Gerais
Cartas GeraisCartas Gerais
Cartas Gerais
Egmon Pereira
 
As cartas pastorais
As cartas pastoraisAs cartas pastorais
As cartas pastorais
guest1671d3
 
Cartas paulinas
Cartas paulinasCartas paulinas
Cartas paulinas
Carmen Calpe
 
Epístolas gerais aula 2
Epístolas gerais aula 2Epístolas gerais aula 2
Epístolas gerais aula 2
Moisés Sampaio
 
Cartas De Pablo
Cartas De PabloCartas De Pablo
Cartas De Pablo
antso
 
A teologia do apóstolo paulo
A teologia do apóstolo pauloA teologia do apóstolo paulo
A teologia do apóstolo paulo
THiago Bit
 
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo TestamentoDisciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
faculdadeteologica
 
6 epístolas gerais pedro
6 epístolas gerais pedro6 epístolas gerais pedro
6 epístolas gerais pedro
José Santos
 
2 epístolas paulinas
2 epístolas paulinas2 epístolas paulinas
2 epístolas paulinas
José Santos
 
4º trimestre 2015 adolescentes lição 05
4º trimestre 2015 adolescentes lição 054º trimestre 2015 adolescentes lição 05
4º trimestre 2015 adolescentes lição 05
Joel Silva
 
Timoteo
TimoteoTimoteo
1º Aula - Epístolas Paulinas I
1º Aula - Epístolas Paulinas I1º Aula - Epístolas Paulinas I
1º Aula - Epístolas Paulinas I
Jefferson Evangelista
 
Epistolas Paulinas Clase de hoy 5/7/2011
Epistolas Paulinas Clase de hoy 5/7/2011Epistolas Paulinas Clase de hoy 5/7/2011
Epistolas Paulinas Clase de hoy 5/7/2011
agape instituto biblico
 
Carta de paulo aos colossenses
Carta de paulo aos colossensesCarta de paulo aos colossenses
Carta de paulo aos colossenses
UEPB
 
7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 

Destaque (20)

Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
 
Cartas paulinas
Cartas paulinasCartas paulinas
Cartas paulinas
 
Cartas paulinas
Cartas paulinasCartas paulinas
Cartas paulinas
 
4º Aula de Epístolas Paulinas I
4º Aula de Epístolas Paulinas I4º Aula de Epístolas Paulinas I
4º Aula de Epístolas Paulinas I
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1
 
Cartas Gerais
Cartas GeraisCartas Gerais
Cartas Gerais
 
As cartas pastorais
As cartas pastoraisAs cartas pastorais
As cartas pastorais
 
Cartas paulinas
Cartas paulinasCartas paulinas
Cartas paulinas
 
Epístolas gerais aula 2
Epístolas gerais aula 2Epístolas gerais aula 2
Epístolas gerais aula 2
 
Cartas De Pablo
Cartas De PabloCartas De Pablo
Cartas De Pablo
 
A teologia do apóstolo paulo
A teologia do apóstolo pauloA teologia do apóstolo paulo
A teologia do apóstolo paulo
 
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo TestamentoDisciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
 
6 epístolas gerais pedro
6 epístolas gerais pedro6 epístolas gerais pedro
6 epístolas gerais pedro
 
2 epístolas paulinas
2 epístolas paulinas2 epístolas paulinas
2 epístolas paulinas
 
4º trimestre 2015 adolescentes lição 05
4º trimestre 2015 adolescentes lição 054º trimestre 2015 adolescentes lição 05
4º trimestre 2015 adolescentes lição 05
 
Timoteo
TimoteoTimoteo
Timoteo
 
1º Aula - Epístolas Paulinas I
1º Aula - Epístolas Paulinas I1º Aula - Epístolas Paulinas I
1º Aula - Epístolas Paulinas I
 
Epistolas Paulinas Clase de hoy 5/7/2011
Epistolas Paulinas Clase de hoy 5/7/2011Epistolas Paulinas Clase de hoy 5/7/2011
Epistolas Paulinas Clase de hoy 5/7/2011
 
Carta de paulo aos colossenses
Carta de paulo aos colossensesCarta de paulo aos colossenses
Carta de paulo aos colossenses
 
7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos
 

Semelhante a As Cartas de Paulo

Panorama do nt 2
Panorama do nt 2Panorama do nt 2
Panorama do nt 2
Lisanro Cronje
 
STNB-NT2-M2
STNB-NT2-M2STNB-NT2-M2
STNB-NT2-M2
Milton JB Sobreiro
 
Panorama do nt 3
Panorama do nt 3Panorama do nt 3
Panorama do nt 3
Lisanro Cronje
 
Introdução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamentoIntrodução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamento
João Áquila Lima Dos Santos
 
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
leniogravacoes
 
Estudo da 1ª carta de paulo a corintios
Estudo da 1ª carta de paulo a corintiosEstudo da 1ª carta de paulo a corintios
Estudo da 1ª carta de paulo a corintios
Jose Emerson Barbosa da Silva
 
Lição 9 - Filipenses, Colossenses, 1 e 2 Tessalonicenses.
Lição 9 - Filipenses, Colossenses, 1 e 2 Tessalonicenses.Lição 9 - Filipenses, Colossenses, 1 e 2 Tessalonicenses.
Lição 9 - Filipenses, Colossenses, 1 e 2 Tessalonicenses.
Nehemias Santos
 
Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )
Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )
Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )
ibpcursos
 
Paulo e a igreja em filipos lição 1
Paulo e a igreja em filipos   lição 1Paulo e a igreja em filipos   lição 1
Paulo e a igreja em filipos lição 1
yosseph2013
 
Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013
Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013
Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013
Pré Cursilho Taguatinga
 
39 tito e filemom
39 tito e filemom39 tito e filemom
39 tito e filemom
PIB Penha
 
Lição 01 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
Lição 01 -  Uma mensagem à igreja local e à liderançaLição 01 -  Uma mensagem à igreja local e à liderança
Lição 01 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
Regio Davis
 
Lição 17- A Unidade no Trabalho na Igreja
Lição 17- A Unidade no Trabalho na IgrejaLição 17- A Unidade no Trabalho na Igreja
Lição 17- A Unidade no Trabalho na Igreja
Márcio Pereira
 
A Bíblia (Aula 10): Epístolas as Igrejas (part. 1)
A Bíblia (Aula 10): Epístolas as Igrejas (part. 1)A Bíblia (Aula 10): Epístolas as Igrejas (part. 1)
A Bíblia (Aula 10): Epístolas as Igrejas (part. 1)
Gustavo Zimmermann
 
I e ii_tessalonicenses.b
I e ii_tessalonicenses.bI e ii_tessalonicenses.b
I e ii_tessalonicenses.b
ricardosantista
 
I e ii_tessalonicenses
I e ii_tessalonicensesI e ii_tessalonicenses
I e ii_tessalonicenses
ricardosantista
 
2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
Natalino das Neves Neves
 
2013_3 tri_Lição 1 - Paulo e a igreja de filipos
2013_3 tri_Lição 1 - Paulo e a igreja de filipos2013_3 tri_Lição 1 - Paulo e a igreja de filipos
2013_3 tri_Lição 1 - Paulo e a igreja de filipos
Natalino das Neves Neves
 
Aula nº 1 introdução
Aula nº 1   introduçãoAula nº 1   introdução
Aula nº 1 introdução
Welton Dias
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - Filipenses
Respirando Deus
 

Semelhante a As Cartas de Paulo (20)

Panorama do nt 2
Panorama do nt 2Panorama do nt 2
Panorama do nt 2
 
STNB-NT2-M2
STNB-NT2-M2STNB-NT2-M2
STNB-NT2-M2
 
Panorama do nt 3
Panorama do nt 3Panorama do nt 3
Panorama do nt 3
 
Introdução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamentoIntrodução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamento
 
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
 
Estudo da 1ª carta de paulo a corintios
Estudo da 1ª carta de paulo a corintiosEstudo da 1ª carta de paulo a corintios
Estudo da 1ª carta de paulo a corintios
 
Lição 9 - Filipenses, Colossenses, 1 e 2 Tessalonicenses.
Lição 9 - Filipenses, Colossenses, 1 e 2 Tessalonicenses.Lição 9 - Filipenses, Colossenses, 1 e 2 Tessalonicenses.
Lição 9 - Filipenses, Colossenses, 1 e 2 Tessalonicenses.
 
Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )
Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )
Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )
 
Paulo e a igreja em filipos lição 1
Paulo e a igreja em filipos   lição 1Paulo e a igreja em filipos   lição 1
Paulo e a igreja em filipos lição 1
 
Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013
Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013
Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013
 
39 tito e filemom
39 tito e filemom39 tito e filemom
39 tito e filemom
 
Lição 01 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
Lição 01 -  Uma mensagem à igreja local e à liderançaLição 01 -  Uma mensagem à igreja local e à liderança
Lição 01 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
 
Lição 17- A Unidade no Trabalho na Igreja
Lição 17- A Unidade no Trabalho na IgrejaLição 17- A Unidade no Trabalho na Igreja
Lição 17- A Unidade no Trabalho na Igreja
 
A Bíblia (Aula 10): Epístolas as Igrejas (part. 1)
A Bíblia (Aula 10): Epístolas as Igrejas (part. 1)A Bíblia (Aula 10): Epístolas as Igrejas (part. 1)
A Bíblia (Aula 10): Epístolas as Igrejas (part. 1)
 
I e ii_tessalonicenses.b
I e ii_tessalonicenses.bI e ii_tessalonicenses.b
I e ii_tessalonicenses.b
 
I e ii_tessalonicenses
I e ii_tessalonicensesI e ii_tessalonicenses
I e ii_tessalonicenses
 
2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
 
2013_3 tri_Lição 1 - Paulo e a igreja de filipos
2013_3 tri_Lição 1 - Paulo e a igreja de filipos2013_3 tri_Lição 1 - Paulo e a igreja de filipos
2013_3 tri_Lição 1 - Paulo e a igreja de filipos
 
Aula nº 1 introdução
Aula nº 1   introduçãoAula nº 1   introdução
Aula nº 1 introdução
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - Filipenses
 

Mais de Egmon Pereira

Os seres, os humanos e a queda
Os seres, os humanos e a quedaOs seres, os humanos e a queda
Os seres, os humanos e a queda
Egmon Pereira
 
Uma Vida de Rendição
Uma Vida de RendiçãoUma Vida de Rendição
Uma Vida de Rendição
Egmon Pereira
 
Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
Egmon Pereira
 
Os Mandamentos de Jesus
Os Mandamentos de JesusOs Mandamentos de Jesus
Os Mandamentos de Jesus
Egmon Pereira
 
Salvo, pela Graça
Salvo, pela GraçaSalvo, pela Graça
Salvo, pela Graça
Egmon Pereira
 
Os Profetas
Os ProfetasOs Profetas
Os Profetas
Egmon Pereira
 
Os Poéticos
Os PoéticosOs Poéticos
Os Poéticos
Egmon Pereira
 
Os Históricos
Os HistóricosOs Históricos
Os Históricos
Egmon Pereira
 
Os 5 Evangelhos
Os 5 EvangelhosOs 5 Evangelhos
Os 5 Evangelhos
Egmon Pereira
 
Oração de Rua
Oração de RuaOração de Rua
Oração de Rua
Egmon Pereira
 
O Discípulo Radical
O Discípulo RadicalO Discípulo Radical
O Discípulo Radical
Egmon Pereira
 
Espiritismo visto através de uma análise bíblica
Espiritismo visto através de uma análise bíblicaEspiritismo visto através de uma análise bíblica
Espiritismo visto através de uma análise bíblica
Egmon Pereira
 
Discipulado Prático
Discipulado PráticoDiscipulado Prático
Discipulado Prático
Egmon Pereira
 
Deus, por Ele mesmo
Deus, por Ele mesmoDeus, por Ele mesmo
Deus, por Ele mesmo
Egmon Pereira
 
Conflitos Entre Gerações
Conflitos Entre GeraçõesConflitos Entre Gerações
Conflitos Entre Gerações
Egmon Pereira
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
Egmon Pereira
 
A Graça de Deus
A Graça de DeusA Graça de Deus
A Graça de Deus
Egmon Pereira
 
Vale de Ossos Secos
Vale de Ossos SecosVale de Ossos Secos
Vale de Ossos Secos
Egmon Pereira
 

Mais de Egmon Pereira (18)

Os seres, os humanos e a queda
Os seres, os humanos e a quedaOs seres, os humanos e a queda
Os seres, os humanos e a queda
 
Uma Vida de Rendição
Uma Vida de RendiçãoUma Vida de Rendição
Uma Vida de Rendição
 
Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
 
Os Mandamentos de Jesus
Os Mandamentos de JesusOs Mandamentos de Jesus
Os Mandamentos de Jesus
 
Salvo, pela Graça
Salvo, pela GraçaSalvo, pela Graça
Salvo, pela Graça
 
Os Profetas
Os ProfetasOs Profetas
Os Profetas
 
Os Poéticos
Os PoéticosOs Poéticos
Os Poéticos
 
Os Históricos
Os HistóricosOs Históricos
Os Históricos
 
Os 5 Evangelhos
Os 5 EvangelhosOs 5 Evangelhos
Os 5 Evangelhos
 
Oração de Rua
Oração de RuaOração de Rua
Oração de Rua
 
O Discípulo Radical
O Discípulo RadicalO Discípulo Radical
O Discípulo Radical
 
Espiritismo visto através de uma análise bíblica
Espiritismo visto através de uma análise bíblicaEspiritismo visto através de uma análise bíblica
Espiritismo visto através de uma análise bíblica
 
Discipulado Prático
Discipulado PráticoDiscipulado Prático
Discipulado Prático
 
Deus, por Ele mesmo
Deus, por Ele mesmoDeus, por Ele mesmo
Deus, por Ele mesmo
 
Conflitos Entre Gerações
Conflitos Entre GeraçõesConflitos Entre Gerações
Conflitos Entre Gerações
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
 
A Graça de Deus
A Graça de DeusA Graça de Deus
A Graça de Deus
 
Vale de Ossos Secos
Vale de Ossos SecosVale de Ossos Secos
Vale de Ossos Secos
 

Último

Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 

Último (16)

Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 

As Cartas de Paulo

  • 2. AS CARTAS DE PAULO O Romanos O I e II Coríntios O Gálatas O Efésios O Filipenses O Colossenses O I e II Tessalonicenses O I e II Timóteo O Tito O Filemon
  • 3. AS CARTAS DE PAULO O Romanos O Divisão das Cartas O Maiores O Romanos O I e II Coríntios O Gálatas O I e II Tessalonicenses
  • 4. AS CARTAS DE PAULO O Romanos O Divisão das Cartas O Da Prisão O Efésios O Filipenses O Colossenses O Filemon O Pastorais O I e II Timóteo O Tito
  • 5. AS CARTAS DE PAULO O Romanos O Enviada aos Cristãos Romanos O Tema principal: O Plano da Salvação O Tema secundário: A importância de levar esse Plano aos Gentios O Pode ser dividida em: O Doutrinária caps 1-11 O Prática caps 12-16
  • 6. AS CARTAS DE PAULO O Romanos O Na primeira parte, Paulo prova que: 1. Todo ser humano possui a culpabilidade universal – 1.18-3.20 2. Todo ser humano possui tendências pecaminosas – 7.15-24 3. Tudo que existe, tanto em nosso universo, quanto em outro plano, está debaixo da Soberania de Deus. – 9.7-18
  • 7. AS CARTAS DE PAULO O Romanos 1. Culpabilidade X Justificação pela Fé – 5.1 2. Tendência Pecaminosa X Regeneração – 8.1-4 3. Eleição Soberana X – Oportunidade Universal – 10.13
  • 8. AS CARTAS DE PAULO O Romanos O Porções Seletas: O A Justificação pela Fé – 1.16-17 O A Idolatria e a depravação da humanindade – 1.18-32 O Mais que vencedores – 8.28 O Quem nos separará? 8.35-36 O A escolha soberana de Deus – cap 9
  • 9. AS CARTAS DE PAULO O Romanos O Porções Seletas: O A importância das missões cap 10 O Hino de Adoração – 10.33-36 O A não conformidade com este mundo – 12.2 O Submissão às autoridades – 13.1-2
  • 10. AS CARTAS DE PAULO O I Coríntios O O desejo de Paulo de purificar a igreja das facções espirituais e da imoralidade, foi a causa primordial da escritura da carta. O Pode ser dividida em duas partes: O A purificação da Igreja O Instruções doutrinárias e conselhos
  • 11. AS CARTAS DE PAULO O I Coríntios O Porções Seletas: O Imoralidade Sexual – 6.12-20 O Casamento – cap 7 O As coisas sacrificadas aos ídolos – cap 8 O A Ceia do Senhor – cap 11 O Os Dons Espirituais – cap 12 O O Amor – cap 13 O A ressurreição – cap 15
  • 12. AS CARTAS DE PAULO O II Coríntios O Ambas as cartas aos coríntios indicam a existência nesta igreja de um elemento que pretendia desacreditar o ministério e a autoridade de Paulo. O Esta é uma das cartas mais pessoais de Paulo. Nela ele fala principalmente de seu próprio ministério. Abre seu coração e revela seus motivos, sua paixão espiritual, e seu entranhável amor pela igreja.
  • 13. AS CARTAS DE PAULO O Gálatas O Temas Principais: Uma defesa da doutrina da justificação pela fé, advertências contra a reversão ao judaísmo, e a vindicação do apostolado de Paulo. O Chamada a Carta Magna da Igreja O Pode ser dividida em quatro partes:
  • 14. AS CARTAS DE PAULO O Gálatas 1. Saudações e Introduções 2. Narrativas das experiências de Paulo 3. A doutrina da Justificação pela fé 4. Advertências, Instruções e exortações
  • 15. AS CARTAS DE PAULO O Gálatas O Porções Seletas: O O Fruto do Espírito – 5.22-23
  • 16. AS CARTAS DE PAULO O Efésios O Os judeus convertidos nas igrejas primitivas se inclinavam a ser exclusivos e a separar-se de seus irmãos gentios. 1. A igreja e o Plano da Salvação 2. Aplicação Prática do Plano da Salvação
  • 17. AS CARTAS DE PAULO O Efésios O Porções Seletas: O A função da Trindade na Salvação – cap 1 O A salvação pela Graça – 2.8-10 O O Corpo de Cristo – 4.11 O Enchei-vos do Espírito – 5.18 O Os deveres domésticos – 5.22-6.9 O A armadura de Deus – 6.11-17
  • 18. AS CARTAS DE PAULO O Filipenses O A igreja filipense era uma igreja ideal em muitos sentidos. O Era agradecida e bondosa. O Foi fundada por Paulo em sua segunda viagem missionária, em meio a uma tempestade de perseguições. O No começo, a obra se limitava a umas poucas mulheres
  • 19. AS CARTAS DE PAULO O Filipenses O Porções Seletas O Cristo, o Servo sofredor – 2.5-11
  • 20. AS CARTAS DE PAULO O Colossenses O A carta tem uma aparência considerável com Efésios, tanto nos conceitos como na linguagem. O Em Efésios, Paulo enfatiza a igreja como o corpo de Cristo, enquanto que em Colossenses ele ressalta a Cristo como cabeça da igreja.
  • 21. AS CARTAS DE PAULO O Colossenses O A advertência contra a confiança na sabedoria mundana que aparece em 1 Coríntios também aparece em Colossenses.
  • 22. AS CARTAS DE PAULO O I Tessalonicenses O A Igreja: Foi fundada por Paulo em sua segunda viagem missionária. O Ali encontrou uma oposição violenta à sua obra, mas teve êxito em ganhar alguns judeus e numerosos gregos, o que lhe permitiu estabelecer uma igreja fiel.
  • 23. AS CARTAS DE PAULO O I Tessalonicenses O O corpo da carta consiste principalmente de recomendações, reminiscências pessoais, conselhos e exortações. O Porções Seletas: O A vinda do Senhor – 4.13-18 O Orai sem cessar – 5.17
  • 24. AS CARTAS DE PAULO O II Tessalonicenses O É evidente que certas expressões da primeira carta de Paulo a esta igreja haviam sido mal interpretadas. Quando se referiu à incerteza do dia da vinda de Cristo, suas palavras haviam sido entendidas como se houvesse ensinado que o dia do Senhor estava perto. O Tema Principal: A Segunda Vinda de Cristo
  • 25. AS CARTAS DE PAULO O I Timóteo O Temas Principais: Conselhos e exortações a um jovem evangelista acerca de sua conduta pessoal e de seu trabalho ministerial. O Porções Seletas: O O Amor ao dinheiro – 6.3-10
  • 26. AS CARTAS DE PAULO O II Timóteo O Esta carta contém as últimas palavras de Paulo O Proposta Geral: animar e instruir o evangelista Timóteo O Proposta Especial: pedir a Timóteo que vá logo a Roma para consolar a Paulo e lhe fazer companhia – 1.4, 4.9, 21
  • 27. AS CARTAS DE PAULO O II Timóteo O Particularidades: O As 2 cartas contém exortações urgentes O É possível que Timóteo estivesse doente – 5.23 O Mostra que Timóteo era tímido – 1.6-7 O Porções Seletas: O As Escrituras – 3.16-17
  • 28. AS CARTAS DE PAULO O Tito O Era gentil, Gl 2:3; O Amigo amado e ajudante de Paulo, II Co 2:13; 7:6,13; 8:23; O Mensageiro da igreja de Corinto, II Co 8:16-18; O Era absolutamente confiável e abnegado, II Co 12:18;
  • 29. AS CARTAS DE PAULO O Tito O Foi companheiro de Paulo e Barnabé numa viagem a Jerusalém, Gl 2:1; O Paulo deixou-o em Creta como supervisor das igrejas, Tt 1:5; O Esteve em Roma com Paulo durante seu encarceramento II Tm 4:10; O Parece que possuía melhor saúde e mais maturidade que Timóteo.
  • 30. AS CARTAS DE PAULO O Tito O Tema Principal: Conselhos e exortações acerca dos deveres e das doutrinas ministeriais, com ênfase especial sobre as boas obras – 3:8. O Sem porém ensinar a Salvação pelas Obras – 3.4-7
  • 31. AS CARTAS DE PAULO O Filemon O É uma carta particular de intercessão escrita por Paulo provavelmente em Roma, e enviada a Filemom. O Filemon: Aparentemente era membro da igreja de Colossos, a qual parece que se reunia em sua casa – 1.2
  • 32. AS CARTAS DE PAULO O Filemon O História De Onésimo: Era um escravo que havia fugido de Filemom. O Teria possivelmente roubado ao seu amo e fugido para Roma, onde esteve sob a influência de Paulo e se converteu. O Paulo queria tê-lo em Roma como seu ajudante, mas por não ter o consentimento de Filemom, sentiu-se no dever de enviar o escravo a seu amo. O Desta maneira, o apóstolo escreve, pedindo a Filemom que perdoe a Onésimo e lhe devolva a confiança.
  • 33. AS CARTAS DE PAULO O Filemon O Lições Espirituais: 1. A importância do interesse pelos desafortunados. 2. O dever dos crentes de obedecer à lei: Onésimo tem que regressar ao seu amo. 3. A irmandade cristã está acima de todas as distinções sociais e de classes.