SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Baixar para ler offline
CONTROLE DE
DOCUMENTOS
POR QUE DEVEMOS
CONTROLAR A
DOCUMENTAÇÃO
DA NOSSA EMPRESA
O D O C U M E N T O É VA L I D O ?
COMO CONTROLAR?

Q U A L L AY O U T ?
COMO ARMAZENAR?

QUEM TEM ACESSO?
OS SISTEMAS DE GESTÃO
Através dos requisitos
de documentação
visam estabelecer
critérios para garantir
a integridade e a
padronização da
informação utilizada
na empresa.
O QUE SÃO DOCUMENTOS
PARA O SISTEMA DE GESTÃO?
Documento é a
informação contida em
qualquer tipo de suporte,
podendo ser utilizada para
prova ou consulta.
QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS
DOCUMENTOS DE UM
SISTEMA DE GESTÃO?
Política da Qualidade
Objetivos e Metas do SGQ
Manual do Sistema de Gestão
Procedimentos
Instruções de Trabalho
Formulários
Registros
Informações de processo
Documentos Complementares
Documentos Externos, tais como Documentos
Regulamentares, Normas Técnicas, Literaturas
Técnicas, Documentos do Cliente etc.
QUAL É A DIFERENÇA
ENTRE OS DOCUMENTOS
DO SISTEMA DE GESTÃO?
POLÍTICA DA

QUALIDADE E

AMBIENTAL
É o compromisso, por escrito,
no qual a organização firma
seu COMPROMETIMENTO:
Com a qualidade e o
atendimento às necessidades
dos clientes, visando à
melhoria continua nos
processos e produtos (9001)
OBJETIVOS,

METAS E
PROGRAMAS

Demonstra o planejamento e o
compromisso da organização.
Eles devem ser coerentes com
a política e capazes de gerar
indicadores de monitoramento.
É importante que nesse
documento estejam indicados
a visão estratégica da empresa.
MANUAL DA

QUALIDADE

Descreve o Sistema de Gestão
da Qualidade, servindo como
referência para a
implementação e manutenção
do mesmo.
PROCEDIMENTOS
Descrição de um modo específico de
realizar uma atividade ou um processo.
INSTRUÇÕES
DE TRABALHO

Detalhamento de atividades
especificas, necessárias ao
atendimento dos requisitos do
produto e/ou processo.
FORMULÁRIOS
Documentos destinados a
apoiar as atividades descritas
nos Procedimentos e Instruções
de Trabalho. São utilizados para
preencher informações durante a
realização do processo, para
registrar e evidenciar os fatos
ocorridos durante a atividade.
REGISTROS
Os registros evidenciam o
resultado das atividades
desenvolvidas, registrando
os fatos no momento em
que ocorrem.
QUAL É A DIFERENÇA ENTRE
FORMULÁRIO E REGISTRO?
EXEMPLO DE
FORMULÁRIO

Formulário é o documento padronizada,
estruturado com campos apropriados
destinados a receber, preservar ou
transmitir uma informação.
EXEMPLO DE
REGISTRO

O registro é aquele que apresenta evidencia
de que algo foi executado ou formalizado.
Ele nunca apresenta parâmetros a seguir
(como uma tabela ou um desenho).
INFORMAÇÕES
DE PROCESSO
Fluxogramas,
Organogramas,
Mapeamentos de
Processos, Interação
entre os Processos
DOCUMENTOS COMPLEMENTARES
Normas internas que estabelecem os processos
e os controles, no nível de especificidade que
se faça necessário, definem também quem, o
quê e quando;
DOCUMENTOS EXTERNOS
Documentos que não são originados ou de
responsabilidade da organização mas que
precisam ser utilizados para garantir a
qualidade e conformidade e de seus
produtos/ serviços.
MANUAL DA QUALIDADE

PROCEDIMENTOS DO SISTEMA
DE GESTÃO DA QUALIDADE
INSTRUÇÕES DE TRABALHO
DOCUMENTOS COMPLEMENTARES E ANEXOS

FORMULÁRIOS E REGISTROS
CONTROLE DE
DOCUMENTOS
Analisar criticamente
Controlar as alterações

Um Procedimento Documentado
deve ser estabelecido para definir
os controles necessários para:

Aprovar

Identificar a revisão

Assegurar que a versão atual está disponível

Controlar os documentos externos

Controlar documentos obsoletos

Controlar a distribuição e acesso aos documentos
PR CONTROLE
DE DOCUMENTOS
Definição de layout e identificação
Autoridades para análise crítica e aprovação
de documentos
Definição de método para distribuir os
documentos e assegurar que todos estejam
vigentes nos locais de uso
Definição de critérios para controlar os
documentos externos
IMPORTANTE
O Controle de Documentos é
fundamental para manter a
integridade do seu sistema de
gestão. Essa atividade deve ser
repassada a alguém que tenha
grande capacidade de
organização e concentração.
CONHEÇA TEMPLUM

CONSULTORIA ONLINE
IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO
E QUALIDADE COM RAPIDEZ E BAIXO CUSTO.

TAMBÉM PARA A PEQUENA EMPRESA.
PROCESSO DE IMPLEMENTAÇÃO
EXTREMAMENTE RÁPIDO

DÚVIDAS RESOLVIDAS NA HORA

ATÉ 70 % MAIS BARATO QUE
A CONSULTORIA TRADICIONAL

CERTIFICAÇÃO GARANTIDA
EM CONTRATO
ENTRE EM CONTATO CONOSCO

0800 770 3044
TEMPLUM.COM.BR

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Organização e manutenção do arquivo de empresas
Organização e manutenção do arquivo de empresas Organização e manutenção do arquivo de empresas
Organização e manutenção do arquivo de empresas
erickv99
 
Apresentação organização e controle de documentos grupo
Apresentação organização e controle de documentos   grupoApresentação organização e controle de documentos   grupo
Apresentação organização e controle de documentos grupo
Yure Dias
 
Gerenciamento de Qualidade
Gerenciamento de QualidadeGerenciamento de Qualidade
Gerenciamento de Qualidade
elliando dias
 
Aula 1 sistema de gestão integrada
Aula 1 sistema de gestão integradaAula 1 sistema de gestão integrada
Aula 1 sistema de gestão integrada
frank encarnacão
 
Rotinas administrativas
Rotinas administrativasRotinas administrativas
Rotinas administrativas
Valéria Lins
 

Mais procurados (20)

Aula Qualidade - Fluxograma
Aula Qualidade - FluxogramaAula Qualidade - Fluxograma
Aula Qualidade - Fluxograma
 
Aula de fundamentos da qualidade 1 e 2
Aula de fundamentos da qualidade   1 e 2Aula de fundamentos da qualidade   1 e 2
Aula de fundamentos da qualidade 1 e 2
 
Sistemas de gestao integrados
Sistemas de gestao integradosSistemas de gestao integrados
Sistemas de gestao integrados
 
Gestão de documentos: Classificação, Ordenação e Protocolo, Tipos de Arquivo:...
Gestão de documentos: Classificação, Ordenação e Protocolo, Tipos de Arquivo:...Gestão de documentos: Classificação, Ordenação e Protocolo, Tipos de Arquivo:...
Gestão de documentos: Classificação, Ordenação e Protocolo, Tipos de Arquivo:...
 
Aula 1 - Gestão da Qualidade
Aula 1 - Gestão da QualidadeAula 1 - Gestão da Qualidade
Aula 1 - Gestão da Qualidade
 
Organização e manutenção do arquivo de empresas
Organização e manutenção do arquivo de empresas Organização e manutenção do arquivo de empresas
Organização e manutenção do arquivo de empresas
 
Apresentação organização e controle de documentos grupo
Apresentação organização e controle de documentos   grupoApresentação organização e controle de documentos   grupo
Apresentação organização e controle de documentos grupo
 
Aula21082020 ferramentas de estoque
Aula21082020 ferramentas de estoqueAula21082020 ferramentas de estoque
Aula21082020 ferramentas de estoque
 
Processo administrativo: organização
Processo administrativo: organizaçãoProcesso administrativo: organização
Processo administrativo: organização
 
Gestão por processos
Gestão por processosGestão por processos
Gestão por processos
 
Arquivo
ArquivoArquivo
Arquivo
 
O que é ISO
O que é ISOO que é ISO
O que é ISO
 
Gerenciamento de Qualidade
Gerenciamento de QualidadeGerenciamento de Qualidade
Gerenciamento de Qualidade
 
História da Logística
História da LogísticaHistória da Logística
História da Logística
 
Aula 1 sistema de gestão integrada
Aula 1 sistema de gestão integradaAula 1 sistema de gestão integrada
Aula 1 sistema de gestão integrada
 
Benchmarking: O que é e como fazer
Benchmarking: O que é e como fazerBenchmarking: O que é e como fazer
Benchmarking: O que é e como fazer
 
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICAAula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
 
Aula 8 - Arquivos e Tecnicas de Arquivamento
Aula 8  - Arquivos e Tecnicas de ArquivamentoAula 8  - Arquivos e Tecnicas de Arquivamento
Aula 8 - Arquivos e Tecnicas de Arquivamento
 
Rotinas administrativas
Rotinas administrativasRotinas administrativas
Rotinas administrativas
 
Ferramentas da qualidade
Ferramentas da qualidadeFerramentas da qualidade
Ferramentas da qualidade
 

Semelhante a Controle de Documentos e Registros

Sistemas de Qualidade em Radioterapia
Sistemas de Qualidade em RadioterapiaSistemas de Qualidade em Radioterapia
Sistemas de Qualidade em Radioterapia
Rui P Rodrigues
 
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidadeCit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
sobrinhop
 
Apresentação oranização, sistemas e métodos
Apresentação oranização, sistemas e métodosApresentação oranização, sistemas e métodos
Apresentação oranização, sistemas e métodos
Aldemy
 

Semelhante a Controle de Documentos e Registros (20)

TP1 - Gestão da Qualidade
TP1 - Gestão da QualidadeTP1 - Gestão da Qualidade
TP1 - Gestão da Qualidade
 
PB-AD-A1
PB-AD-A1PB-AD-A1
PB-AD-A1
 
Auditorias de Sistemas de Gestão baseadas em Processos
Auditorias de Sistemas de Gestão baseadas em ProcessosAuditorias de Sistemas de Gestão baseadas em Processos
Auditorias de Sistemas de Gestão baseadas em Processos
 
Check list para auditoria interna
Check list para auditoria internaCheck list para auditoria interna
Check list para auditoria interna
 
Check list para auditoria interna
Check list para auditoria internaCheck list para auditoria interna
Check list para auditoria interna
 
Sistemas de Qualidade em Radioterapia
Sistemas de Qualidade em RadioterapiaSistemas de Qualidade em Radioterapia
Sistemas de Qualidade em Radioterapia
 
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidadeCit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
 
Apresentacao interact-sa-document-manager
Apresentacao interact-sa-document-managerApresentacao interact-sa-document-manager
Apresentacao interact-sa-document-manager
 
Apresentação oranização, sistemas e métodos
Apresentação oranização, sistemas e métodosApresentação oranização, sistemas e métodos
Apresentação oranização, sistemas e métodos
 
ISO 9001
ISO 9001ISO 9001
ISO 9001
 
Check list 9001 adq
Check list 9001 adqCheck list 9001 adq
Check list 9001 adq
 
GESTÃO DE PROCESSOS.pptx
GESTÃO DE PROCESSOS.pptxGESTÃO DE PROCESSOS.pptx
GESTÃO DE PROCESSOS.pptx
 
Auditoriateorica
AuditoriateoricaAuditoriateorica
Auditoriateorica
 
Bpm curso governanca_deprocessos
Bpm curso governanca_deprocessosBpm curso governanca_deprocessos
Bpm curso governanca_deprocessos
 
Template - Diagrama de Escopo
Template - Diagrama de EscopoTemplate - Diagrama de Escopo
Template - Diagrama de Escopo
 
Processos (2)
Processos (2)Processos (2)
Processos (2)
 
Como seria uma iso 9001, iso 14001, iso ts bem implantada.docx
Como seria uma iso 9001, iso 14001, iso ts bem implantada.docxComo seria uma iso 9001, iso 14001, iso ts bem implantada.docx
Como seria uma iso 9001, iso 14001, iso ts bem implantada.docx
 
Padronização de processos e procedimentos
Padronização de processos e procedimentosPadronização de processos e procedimentos
Padronização de processos e procedimentos
 
PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - representação
PROCESSOS ORGANIZACIONAIS  - representaçãoPROCESSOS ORGANIZACIONAIS  - representação
PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - representação
 
Software de Gestão de Qualidade e Audtoria - QualiQA
Software de Gestão de Qualidade e Audtoria - QualiQASoftware de Gestão de Qualidade e Audtoria - QualiQA
Software de Gestão de Qualidade e Audtoria - QualiQA
 

Mais de Templum Consultoria Online

Mais de Templum Consultoria Online (20)

Indicadores de desempenho
Indicadores de desempenhoIndicadores de desempenho
Indicadores de desempenho
 
Redação de Não Conformidades
Redação de Não ConformidadesRedação de Não Conformidades
Redação de Não Conformidades
 
Levantamento de Perigos e Riscos Ocupacionais
Levantamento de Perigos e Riscos OcupacionaisLevantamento de Perigos e Riscos Ocupacionais
Levantamento de Perigos e Riscos Ocupacionais
 
Conceitos e Aplicações do GERIC
Conceitos e Aplicações do GERICConceitos e Aplicações do GERIC
Conceitos e Aplicações do GERIC
 
Como obter vantagens estratégicas com auditorias internas
Como obter vantagens estratégicas com auditorias internasComo obter vantagens estratégicas com auditorias internas
Como obter vantagens estratégicas com auditorias internas
 
Gestão de Fornecedores
Gestão de FornecedoresGestão de Fornecedores
Gestão de Fornecedores
 
ISO 9001 para leigos: terceiro setor e prestação de serviços
ISO 9001 para leigos: terceiro setor e prestação de serviçosISO 9001 para leigos: terceiro setor e prestação de serviços
ISO 9001 para leigos: terceiro setor e prestação de serviços
 
Validação e sanitização em indústria de alimentos
Validação e sanitização em indústria de alimentosValidação e sanitização em indústria de alimentos
Validação e sanitização em indústria de alimentos
 
Gerenciamento de resíduos sólidos
Gerenciamento de resíduos sólidosGerenciamento de resíduos sólidos
Gerenciamento de resíduos sólidos
 
Não Conformidade, Ação Corretiva e Preventiva
Não Conformidade, Ação Corretiva e PreventivaNão Conformidade, Ação Corretiva e Preventiva
Não Conformidade, Ação Corretiva e Preventiva
 
Métodos para medir a satisfação do cliente
Métodos para medir a satisfação do clienteMétodos para medir a satisfação do cliente
Métodos para medir a satisfação do cliente
 
Como ganhar mais dinheiro na construção civil
Como ganhar mais dinheiro na construção civilComo ganhar mais dinheiro na construção civil
Como ganhar mais dinheiro na construção civil
 
Levantamento de Aspectos e Impactos Ambientais
Levantamento de Aspectos e Impactos AmbientaisLevantamento de Aspectos e Impactos Ambientais
Levantamento de Aspectos e Impactos Ambientais
 
Formação de Auditor Interno PBQP-H
Formação de Auditor Interno PBQP-HFormação de Auditor Interno PBQP-H
Formação de Auditor Interno PBQP-H
 
Entendimento do PBQP-H
Entendimento do PBQP-HEntendimento do PBQP-H
Entendimento do PBQP-H
 
Inovação em consultoria para certificação ISO
Inovação em consultoria para certificação ISOInovação em consultoria para certificação ISO
Inovação em consultoria para certificação ISO
 
Mapeamento de Processos
Mapeamento de ProcessosMapeamento de Processos
Mapeamento de Processos
 
Boas Práticas de Fabricação
Boas Práticas de FabricaçãoBoas Práticas de Fabricação
Boas Práticas de Fabricação
 
Formação de Auditor Interno ISO 9001
Formação de Auditor Interno ISO 9001Formação de Auditor Interno ISO 9001
Formação de Auditor Interno ISO 9001
 
Conscientização da Alta Direcao
Conscientização da Alta DirecaoConscientização da Alta Direcao
Conscientização da Alta Direcao
 

Último

Último (7)

Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
 
Digitalização de varejo | Importe ou morra.
Digitalização de varejo | Importe ou morra.Digitalização de varejo | Importe ou morra.
Digitalização de varejo | Importe ou morra.
 
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxCavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
 
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
 
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
 
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
 
Opções estratégicas de competitividade.pdf
Opções estratégicas de competitividade.pdfOpções estratégicas de competitividade.pdf
Opções estratégicas de competitividade.pdf
 

Controle de Documentos e Registros

  • 2. POR QUE DEVEMOS CONTROLAR A DOCUMENTAÇÃO DA NOSSA EMPRESA
  • 3. O D O C U M E N T O É VA L I D O ? COMO CONTROLAR? Q U A L L AY O U T ? COMO ARMAZENAR? QUEM TEM ACESSO?
  • 4. OS SISTEMAS DE GESTÃO Através dos requisitos de documentação visam estabelecer critérios para garantir a integridade e a padronização da informação utilizada na empresa.
  • 5. O QUE SÃO DOCUMENTOS PARA O SISTEMA DE GESTÃO? Documento é a informação contida em qualquer tipo de suporte, podendo ser utilizada para prova ou consulta.
  • 6. QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS DOCUMENTOS DE UM SISTEMA DE GESTÃO? Política da Qualidade Objetivos e Metas do SGQ Manual do Sistema de Gestão Procedimentos Instruções de Trabalho Formulários Registros Informações de processo Documentos Complementares Documentos Externos, tais como Documentos Regulamentares, Normas Técnicas, Literaturas Técnicas, Documentos do Cliente etc.
  • 7. QUAL É A DIFERENÇA ENTRE OS DOCUMENTOS DO SISTEMA DE GESTÃO?
  • 8. POLÍTICA DA QUALIDADE E AMBIENTAL É o compromisso, por escrito, no qual a organização firma seu COMPROMETIMENTO: Com a qualidade e o atendimento às necessidades dos clientes, visando à melhoria continua nos processos e produtos (9001)
  • 9. OBJETIVOS, METAS E PROGRAMAS Demonstra o planejamento e o compromisso da organização. Eles devem ser coerentes com a política e capazes de gerar indicadores de monitoramento. É importante que nesse documento estejam indicados a visão estratégica da empresa.
  • 10. MANUAL DA QUALIDADE Descreve o Sistema de Gestão da Qualidade, servindo como referência para a implementação e manutenção do mesmo.
  • 11. PROCEDIMENTOS Descrição de um modo específico de realizar uma atividade ou um processo.
  • 12. INSTRUÇÕES DE TRABALHO Detalhamento de atividades especificas, necessárias ao atendimento dos requisitos do produto e/ou processo.
  • 13. FORMULÁRIOS Documentos destinados a apoiar as atividades descritas nos Procedimentos e Instruções de Trabalho. São utilizados para preencher informações durante a realização do processo, para registrar e evidenciar os fatos ocorridos durante a atividade.
  • 14. REGISTROS Os registros evidenciam o resultado das atividades desenvolvidas, registrando os fatos no momento em que ocorrem.
  • 15. QUAL É A DIFERENÇA ENTRE FORMULÁRIO E REGISTRO?
  • 16. EXEMPLO DE FORMULÁRIO Formulário é o documento padronizada, estruturado com campos apropriados destinados a receber, preservar ou transmitir uma informação.
  • 17. EXEMPLO DE REGISTRO O registro é aquele que apresenta evidencia de que algo foi executado ou formalizado. Ele nunca apresenta parâmetros a seguir (como uma tabela ou um desenho).
  • 19. DOCUMENTOS COMPLEMENTARES Normas internas que estabelecem os processos e os controles, no nível de especificidade que se faça necessário, definem também quem, o quê e quando;
  • 20. DOCUMENTOS EXTERNOS Documentos que não são originados ou de responsabilidade da organização mas que precisam ser utilizados para garantir a qualidade e conformidade e de seus produtos/ serviços.
  • 21. MANUAL DA QUALIDADE PROCEDIMENTOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE INSTRUÇÕES DE TRABALHO DOCUMENTOS COMPLEMENTARES E ANEXOS FORMULÁRIOS E REGISTROS
  • 22. CONTROLE DE DOCUMENTOS Analisar criticamente Controlar as alterações Um Procedimento Documentado deve ser estabelecido para definir os controles necessários para: Aprovar Identificar a revisão Assegurar que a versão atual está disponível Controlar os documentos externos Controlar documentos obsoletos Controlar a distribuição e acesso aos documentos
  • 23. PR CONTROLE DE DOCUMENTOS Definição de layout e identificação Autoridades para análise crítica e aprovação de documentos Definição de método para distribuir os documentos e assegurar que todos estejam vigentes nos locais de uso Definição de critérios para controlar os documentos externos
  • 24. IMPORTANTE O Controle de Documentos é fundamental para manter a integridade do seu sistema de gestão. Essa atividade deve ser repassada a alguém que tenha grande capacidade de organização e concentração.
  • 26. IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO E QUALIDADE COM RAPIDEZ E BAIXO CUSTO. TAMBÉM PARA A PEQUENA EMPRESA.
  • 27. PROCESSO DE IMPLEMENTAÇÃO EXTREMAMENTE RÁPIDO DÚVIDAS RESOLVIDAS NA HORA ATÉ 70 % MAIS BARATO QUE A CONSULTORIA TRADICIONAL CERTIFICAÇÃO GARANTIDA EM CONTRATO
  • 28. ENTRE EM CONTATO CONOSCO 0800 770 3044 TEMPLUM.COM.BR