Aula 2. Conhecimento e Poder

193 visualizações

Publicada em

Aula 2. Disciplina Pesquisa e Prática Interdisciplinar para as Ciências Ambientais
 Prof. Dra. Simone Athayde – Tropical Conservation and Development Program – University of Florida. Professora Visitante do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais da Universidade Federal do Tocantins – PGCiamb/UFT.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Aula 2. Conhecimento e Poder

  1. 1. 14 de junho de 2016 CONHECIMENTO & PODER Disciplina Pesquisa e Prática Interdisciplinar para as Ciências Ambientais © Prof. Simone Athayde, 2016
  2. 2. Dimensões, Lacunas, Intersecções e Antagonismos • Dentro da Ciência: por exemplo, ciências biofísicas X ciências sociais (por exemplo STEM), sexo, raça, nacionalidade. • Entre Ciência e Sociedade - O que a ciência deve fazer, e para quem? • Entre os diferentes sistemas de conhecimento: por exemplo. Ciência Ocidental e Conhecimento Indígena. • Questões geopolíticas: Norte X Sul, colonizador X colonizado, acesso à ciência, linguagem, tecnologia, questões de gênero.
  3. 3. CIÊNCIA PÓS-MODERNA – PÓS-NORMAL • Influência da política e da economia na ciência - conhecimento e poder. Questionando objetividade científica, método e "verdade". “Guerras da Ciência". • Ponte entre ciência e política: deve haver uma "comunidade ampliada", que consiste de todos aqueles afetados por um problema que estão preparados para entrar em diálogo sobre ele. Estes grupos trazem seus "fatos extendidos", que incluem o conhecimento e os materiais não originalmente destinados à publicação, tais como informação não divulgada. • Ciência Pós-normal : Silvio Funtowicz e Jerome Ravetz - tentativa de caracterizar uma metodologia de investigação que é apropriada para os casos em que "os fatos são incertos, os valores estão em disputa, as apostas são altas e as decisões urgentes" (Funtowicz e Ravetz, 1991). • Bruno Latour observou que "extremistas perigosos estão usando o mesmo argumento de construção social para destruir provas que poderiam salvar as nossas vidas." Estava eu errado em participar da invenção deste campo conhecido como estudos da ciência?
  4. 4. Sociologia pós-moderna Na epistemologia sistêmica, é abertamente reconhecido o fato de que todos nós "refletimos sobre um mundo que não é feito, mas encontrado, e ainda assim é também a nossa estrutura que nos permite refletir sobre este mundo. Assim, em reflexão, nos encontramos em um círculo: estamos em um mundo que parece estar lá antes da reflexão começar, mas este o mundo não está separado ou existe a parte de nós mesmos "(Varela / Thompson / Rosch, 1991: 3). [em Tsekeris, 2010) Francisco Varela e Humberto Maturana (chilenos): autopoiese – estrutura e interação. Foca nas relações entre elementos. http://pt.wikipedia.org/wiki/Autopoiese RELACIONALISMO/ CIÊNCIA REFLEXIVA
  5. 5. Modo 2 de Produção de Conhecimento Michael Gibbons e outros, 1994
  6. 6. Atores, pensadores e educadores Paulo Freire – Patrono da Pesquisa Ativista Participativa Edgar Morin – França Richard Chambers – Estados Unidos Vandana Shiva - India Boaventura de Sousa Santos - Portugal Bruno Latour – França (crítico da ciência) e muitos outros! Paulo Freire 1921-1997 Morin Vandana Shiva
  7. 7. Paulo Freire “A liberdade tem que ser conquistada, não recebida como presente” Paulo Reglus Neves Freire (1921 — 1997) foi um educador, pedagogo e filósofo brasileiro. É Patrono da Educação Brasileira. Considerado um dos pensadores mais notáveis na história da Pedagogia mundial, tendo influenciado o movimento chamado pedagogia crítica. Prática didática - o educando assimilaria o objeto de estudo fazendo uso de uma prática dialética com a realidade, em contraposição à por ele denominada educação bancária, tecnicista e alienante: o educando cria sua própria educação, fazendo ele próprio o caminho, e não seguindo um já previamente construído. Destacou-se por seu trabalho na área da educação popular, voltada tanto para a escolarização como para a formação da consciência política.
  8. 8. Boaventura de Sousa Santos (Coimbra, 15 de novembro 1940) é professor de Sociologia da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra em Portugal. Sousa Santos lecionou em várias universidades, incluindo Yale, Wisconsin- Madison Law School e da Universidade de Warwick. Ele é ativo no Fórum Social Mundial no Brasil. Ele escreveu em uma série de áreas, incluindo direitos humanos, sociologia do direito, filosofia e democracia da ciência. Referência: Santos, Boaventura de Sousa (2007), "Para além do Pensamento Abissal: Das linhas globais a uma ecologia de saberes", Revista Crítica de Ciências Sociais, 78, 3-46. Site de Boaventura: http://www.boaventuradesousasantos.pt/pages/pt/artigos-em- revistas-cientificas.php Link para o artigo original: http://www.ces.uc.pt/bss/documentos/Para_alem_do_pensamento_abissal_RCCS78.PDF
  9. 9. Edgar Morin A informação pode ser transmitida. O conhecimento deve ser adquirido, construído. Tradutore = Traitore Tradutor – Traidor Edgar Morin (Paris, 1921) - é um antropólogo, sociólogo e filósofo francês. Pesquisador emérito do CNRS. Formado em Direito, História e Geografia, realizou estudos em Filosofia, Sociologia e Epistemologia.
  10. 10. VÍDEOS Boaventura de Sousa Santos - Epistemologias do Sul Programa Extra-Classe 22 - Parte 1: http://www.youtube.com/watch?v=p7Jnm85ukow Parte 2: http://www.youtube.com/watch?v=InZ916_1uBU&feature=related Paulo Freire - Última Entrevista Parte 1: http://www.youtube.com/watch?v=Ul90heSRYfE&feature=kp Parte 2: http://www.youtube.com/watch?v=fBXFV4Jx6Y8 Edgar Morin Os 7 saberes: http://www.youtube.com/watch?v=ymiRbV2qXv8

×