Metodologias em ciencias sociais conceitos 2014

2.177 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.177
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
123
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Metodologias em ciencias sociais conceitos 2014

  1. 1. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Professora: Aurélia Rodrigues de Almeida
  2. 2. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Aprender a investigar implica atravessar uma experiência pessoal e profissional complexa, difí e cil inquietante. É uma actividade que obriga a disciplinar o pensamento e a acção.
  3. 3. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Qualquer que seja a dimensão do projecto, é imprescindí dominar vel certas técnicas e conceber um plano de acção que não aspire a mais do que o permitido pela experiência, tempo e acesso à informação de que se dispõe.
  4. 4. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS DEFINIÇ Ã O DA PALAVRA METODOLOGIA A palavra Metodologia vem do grego e deriva da palavra Méthodos, que significa “caminho para se chegar a um fim”. De acordo com Minayo (1999), entende-se por Metodologia o caminho do pensamento e a prática exercida na abordagem da realidade.
  5. 5. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS DEFINIÇ Ã O DA PALAVRA INVESTIGAÇ Ã O De acordo Sarmento (2008) investigação pode definir-se como sendo o diagnóstico das necessidades de informação e selecção das variáveis relevantes sobre as quais se irão recolher, registar e analisar informações válidas e fiáveis.
  6. 6. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS DEFINIÇ Ã O PARA INVESTIGAÇ Ã O CIENTIFICA A investigação cientí fica é um processo de aquisição de conhecimentos que permite encontrar respostas para questões precisas. Ela consiste em descrever, em explicar, em predizer e em verificar factos, acontecimentos ou fenómenos.
  7. 7. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS DEFINIÇ Ã O PARA INVESTIGAÇ Ã O CIENTIFICA As definições que encontramos na literatura sobre o assunto diferem muito entre si, concordando no entanto em definir a investigação cientí fica como uma estratégia ou um processo racional que visa a aquisição de conhecimentos.
  8. 8. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS SIGNIFICADOS PARA O CONHECIMENTO O conhecimento é uma noção que implica diversidade e multiplicidade e dá lugar a diferenças e semelhanças nos diversos tipos de saberes (Laville e Dionne, 1996)
  9. 9. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Existem 4 Tipos de Conhecimento Popular Cientí fico Filosófico Religioso Fonte: Dinabel Vilas-Boas
  10. 10. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Caracterí sticas do Conhecimento Popular : Superficial - De acordo com a aparência. Sensitivo - Depende da vivência, emoções. Subjetivo - Conforme a opinião da pessoa. Assistemático - não há sistematização. Acrí tico - não há discussão sobre eles.
  11. 11. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Exemplos do Conhecimento Popular : A dor no calo do pé significa que vai chover O céu vermelho ao entardecer significa que vai fazer frio Tomar banho após a refeição causa morte Os espelhos e tesouras atraem raios Colocar a bolsa no chão atrai a falta de dinheiro
  12. 12. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Conhecimento Filosófico : O conhecimento filosófico distingue-se do conhecimento cientifico pelo objecto de investigação e pelo método. O objeto de análise da filosofia são idéias, relações conceptuais, exigências lógicas que não são redutí veis a realidades materiais e, por essa razão, não são passí veis de observação sensorial direta ou indireta (por instrumentos), como a que é exigida pelo conhecimento cientí fico.
  13. 13. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Caracterí sticas do Conhecimento Filosófico :  O conhecimento Filosófico procura conhecer as causas reais dos fenómenos;  Não as causas próximas, como fazem as ciências particulares, mas as causas profundas e remotas de todas as coisas;  A origem das coisas;  Procuram respostas gerais.
  14. 14. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Exemplos do Conhecimento Filosófico:          O Universo - iní criador, evolução e fim. cio, A Vida - Iní evolução do homem, morte. cio, Homem - Iní vida, descendência, morte. cio, Sociedade - qual a melhor forma. Pensamento - conhecimento, evolução. Justiça - social, penal, económica. Verdade - o que é ? Liberdade - o que é ? Moral e É tica - o que é ?
  15. 15. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS No iní da história da Filosofia, os filósofos cio começaram a perguntar-se sobre as mais diversas questões que fazem parte do pensamento humano. Uma delas é sobre a verdade. O que é a Verdade? Platão inaugura seu pensamento sobre a verdade afirmando: “Verdadeiro é o discurso que diz as coisas como são; falso aquele que as diz como não são”. É a partir daí que se começou a formar a problemática em torno da verdade.
  16. 16. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Conhecimento Religioso: Este tipo de conhecimento trabalha no plano da fé e pressupõe a existência de forças que estão além da capacidade de explicação do homem, como instâncias criadoras de tudo o que existe.
  17. 17. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Caracterí sticas do conhecimento Religioso: Valorativo: contêm proposições sagradas; Inspiracional: revelado pelo sobrenatural; Sistemático: conhecimento sistemático do mundo como uma obra de um criador divino; Não verificável: está sempre implí uma atitude de fé perante um conhecimento cita revelado; Exato/Infalí vel: verdades que são consideradas infalí veis e indiscutí veis ou seja exatas. Qualquer ideia que possa ser submetida aos testes da observação, Pode ser falí vel: o conhecimento popular e cientí fico é falí o conhecimento filosófico e religioso é vel, infalí vel.
  18. 18. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Exemplos de conhecimento Religioso:  No iní cio, nada existia... Então Deus disse: - 'Faça-se a luz.', e a luz se fez.  O homem foi feito à imagem e semelhança de Deus
  19. 19. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Conhecimento Cientifico :
  20. 20. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS O conhecimento cientifico vai além do empí rico, visando compreender, além do facto e do fenómeno, a sua estrutura, organização, funcionamento, causas e leis.
  21. 21. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS As caracterí sticas do conhecimento cientí fico são: 1. Objectivo: Descreve a realidade como ela é ou pode ser; 2. Empí rico: Sempre baseado na experiência, fenómenos e factos; 3. Racional: Mais assente na razão e na lógica do que na intuição; 4. Replicáveis: As mesmas condições, em diferentes locais e com diferentes experimentadores, devem replicar os resultados…
  22. 22. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS As caracterí sticas do conhecimento cientí fico são (cont.): 5. Sistemático: conhecimento organizado, ordenado, consistente e coerente nos seus elementos, os quais constituem uma totalidade coerente e integrada num sistema mais amplo; 6. Metódico: obtido através de procedimentos e estratégias fiáveis, mediante planos metodologicamente rigorosos;
  23. 23. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS As caracterí sticas do conhecimento cientí fico são (cont.): 7. Comunicável: conhecimento claro e preciso, reconhecido e aceite na comunidade cientí fica; 8. Analí tico: procura ir além das aparências, entrar na complexidade dos fenómenos; 9. Cumulativo: conhecimento que se ensaia, constrói estrutura com base em conhecimentos anteriores. (Almeida, L. & Freire, T., 2003)
  24. 24. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS Exemplos do Conhecimento Cientifico:  Todo corpo em queda livre cai com a aceleração da gravidade.  O ouvido humano consegue ouvir frequências entre 20 e 20.000 Hz.  A chuva é causada pela condensação das nuvens.  O átomo é a menor partí cula da matéria.  O Universo foi gerado por uma grande explosão.  O Sol é uma estrela com 6 biliões de anos de vida.
  25. 25. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS A visão actual do conhecimento cientifico vai além da demonstração e experimentação, evitando verdades imutáveis. A ciência é entendida hoje como uma busca constante de explicaçõ es e soluçõ es, de revisão e reavaliação dos resultados, apesar da sua fiabilidade e limites. A ciência (epistéme) era entendida pelos gregos como um conceito flagrantemente contrário ao conceito opinião (doxa), como uma necessidade de depurar o cientifico do meramente opinativo.
  26. 26. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS O CONCEITO DE VERDADE E OS LIMITES DA CIÊ NCIA Tratar do conhecimento leva-nos a discutir a problemática da verdade, já que se procura a verdade sobre os factos ou o conhecimento verdadeiro. Aceita-se hoje que a verdade sobre os factos ou a realidade é transitória. Em determinado momento histórico acreditava-se que era o sol que rodava à volta da terra, isto mostra-nos o perigo dos dogmatismos. É necessário que o investigador perceba que podemos caracterizar a ciência como universal e racional mas nunca como definitiva.
  27. 27. METODOLOGIAS DAS CIÊ NCIAS SOCIAIS MUITO OBRIGADA

×