SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Sociologi
a
Aprender a pesquisar
Censo demográfico IBGE
• É uma pesquisa social que acontece a cada 10 anos
• Objetivo: atualizar o número de pessoas que habitam o
território nacional, conhecer as condições de saúde,
educação habitação...
• Auxiliam o poder público a criar políticas que realmente
atendam as necessidades da população;
• O último foi em 2010 e a nova edição acaba de começar
Objetividade e senso comum
• As ciências sociais são mais confiáveis que o senso comum pois
buscam comprovar as hipóteses.
• O senso comum é aquele conhecimento que adquirimos ao
observar, vivenciar e experimentar o mundo. O senso comum é
obtido por meio de conhecimentos empíricos que acumulamos ao
longo da vida, sendo passados de geração em geração. Não se
baseiam no método científico.
1. Mulher dirige mal
2. Cortar cabelo em lua crescente vai ajudar no crescimento.
3. Não pode tomar banho de piscina depois de comer
4. Colocar uma linha vermelha na testa do recém nascido faz ele
parar de soluçar
5. Homem é tudo igual
6. Gato preto da azar
7. Manga com leite causa morte.
Atividade de registro
• Diferencie método científico de senso
comum.
• Os métodos científicos produzem
informações seguras da realidade? De que
forma?
• Como pesquisas como o Censo
Demográfico podem gerar mudanças na
sociedade?
Métodos de pesquisa
A pesquisa QUANTITATIVA tem o objetivo de traçar o perfil
de uma população investigada com base em grande
quantidade de informações. Ela exige rigor e confiabilidade
no método de coleta e no modo de tratar os dados
obtidos. As informações devem ser comparáveis em um
mesmo conjunto de pessoas entrevistadas.
Na Sociologia, a técnica de pesquisa quantitativa mais
comum é APLICAÇÃO DE QUESTIONÁRIOS. Ela é usada
pelo IBGE no Censo. Os questionários podem ser aplicados
pessoalmente, enviados como correspondência ou
respondidos em canais digitais.
As pesquisas QUALITATIVAS são muito importantes para
a Sociologia, pois têm uma abordagem complexa dos
indivíduos. Elas entendem que as pessoas são sujeitos,
ou seja, que elas são diferentes e que interpretam o
mundo social cada uma à sua maneira, baseadas nos
valores e na cultura na qual estão imersas. A
interpretação dos sujeitos, longe de ser um problema,
oferece uma rica possibilidade de análise das estruturas
sociais, valorizando detalhes e minúcias que nem sempre
são captados pela pesquisa quantitativa.
ESTUDO DE
INTERAÇÕES
COTIDIANAS
ESTUDO DE
EXPERIÊNCIAS,
VALORES E ATITUDES
ESTUDO DE
ESTRUTURAS
E PROCESSOS
Observação participante Histórias de vida Análises de trajetórias
Etnometodologia Depoimentos Análises de processos
Entrevistas e grupos
focais
Biografias e
prosopografias
Produção de texto
Mínimo 15 linhas respondendo as perguntas:
• O que é sociologia?
• Qual a diferença entre a Sociologia e as outras disciplinas de
Ciências Humanas?
• Por que é importante estudar Sociologia?
Atividade
• 4 GRUPOS
• Investigue outros institutos de pesquisa no Brasil, contextualizando
seus métodos de pesquisa, sua área de atuação, os conceitos mais
importantes com os quais ele trabalha e a sua contribuição científica
para o país.
• Pesquise sobre o instituto sorteado e apresente para a turma na
PRÓXIMA AULA:
1. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Disponível em:
www.inpe.br/.
2. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).
Disponível em: www.embrapa.br/.
3. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Disponível em:
www.ipea.gov.br/portal/.
4. Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).
Disponível em: http://portal.sbpcnet.org.br/.
Relembrando...
Sociologia clássica de Comte, Durkheim, Weber,
Marx
https://www.youtube.com/watch?v=s9rk_2TbWAY
O Socialismo Utópico de Saint-
Simon
• Para Saint-Simon, a ciência que estuda a sociedade servia para
apontar os caminhos do progresso.
• Sua tarefa era compreender como a sociedade mudava.
Desejar que uma sociedade avance idealmente em uma
direção melhor é o que a Sociologia chama de utopia. Daí essa
corrente de pensamento ter ficado conhecida como
socialismo utópico.
O positivismo de Auguste
Comte
• Para Comte, as sociedades humanas deviam evoluir no
sentido da ordem e do progresso, duas palavras que se
tornaram lemas do positivismo.
• O progresso seria a meta de toda sociedade e a ordem seria a
condição para evitar distúrbios impeditivos ao avanço social.
Não por coincidência, elas constam na bandeira da República
do Brasil, cuja fundação foi muito inspirada no positivismo.
Durkheim: o fato social
• Para Durkheim, o sociólogo precisava construir
suas categorias conceituais com objetividade e
tratar os fenômenos sociais como um
engenheiro ou um físico lidam com as
experiências empíricas. Ou seja, o sociólogo
deveria tratar os acontecimentos da sociedade
como coisas, as quais ele passou a chamar de
fatos sociais.
• O trabalho de Durkheim descreve uma sociologia
funcionalista, isto é, aquela que procura explicar
a sociedade a partir da compreensão das causas,
ou funções, descrevendo a semelhança da
sociedade com um organismo no qual cada
órgão (instituições, grupos, famílias, etc.)
desempenha uma função específica para a
coesão geral.
• As principais características do fato social são: a
objetividade, a exterioridade, a generalidade e a
coercitividade. Os fenômenos sociais obrigam os
indivíduos a mudarem suas condutas de acordo
com as transformações estruturais que os
cercam.
Anomia
• A anomia é um fato social que ocorre
frequentemente associado a períodos de
modernização e crescimento econômico. Uma das
principais consequências da anomia social são as
cenas de exclusão e abandono observadas nos
grandes centros urbanos envolvendo as populações
em situação de rua.
• A anomia é o reverso do processo de solidariedade
porque, para Durkheim, o Direito, a cultura, a
religião e as instituições sociais têm por objetivo
manter a saúde na relação entre o indivíduo e a
sociedade. O afastamento, o isolamento e a solidão
representam uma patologia do sistema social.
Marx e Engels: o método
dialético
• Em meio à efervescência dos acontecimentos do
século XIX, Karl Marx (1818-1883) e Friedrich
Engels (1820-1895) publicaram, em 1848, o
Manifesto do Partido Comunista. Nesse livro,
eles mostram que a história se dá por meio da
luta entre a burguesia e o proletariado, as
principais classes da sociedade industrial.
• Por criticarem a insuficiência prática no
pensamento dos socialistas utópicos e por
proporem a análise científica da sociedade,
inauguraram o chamado socialismo científico.
• A Sociologia de Karl Marx é estrutural como a de
Durkheim. Contudo, os marxistas acreditam na
força das classes sociais para produzir mudanças
que alterem a ordem social e política a partir da
mobilização dos grupos menos favorecidos.
• A revolução é, para Marx, portanto, uma
mudança social produzida pelas classes
oprimidas que desejam substituir as classes
opressoras. O desenvolvimento da mudança
resulta de conflitos históricos, das disputas pelos
recursos materiais que sustentam o poder
econômico dos grupos políticos.
Weber: os tipos ideais
O método de Weber possui uma concepção de
objetividade que valoriza a interpretação das
subjetividades – tanto a do sujeito que pesquisa como a
dos indivíduos em diferentes tipos de ação social.
Para compreender a sociedade, o autor elaborou, a
partir da observação empírica da história, os tipos
ideais. Eles são categorias abstratas, hipotéticas, que
procuram isolar princípios motivadores das ações
sociais. Os tipos ideais procuram compreender a
realidade social pela interpretação dos movimentos dos
indivíduos.
A contribuição de Weber é conhecida como sociologia
interpretativa (ou sociologia compreensiva)
Pesquise e preencha com o um breve
resumo das ideias de cada autor

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx

Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensivaDaniele Rubim
 
2 Slide - Sociologia da Educação.pdf
2 Slide - Sociologia da Educação.pdf2 Slide - Sociologia da Educação.pdf
2 Slide - Sociologia da Educação.pdfLilianeBA
 
[1º ano] Sociologia: Texto "O Estudo da Sociologia"
[1º ano] Sociologia: Texto "O Estudo da Sociologia"[1º ano] Sociologia: Texto "O Estudo da Sociologia"
[1º ano] Sociologia: Texto "O Estudo da Sociologia"Karoline Rodrigues de Melo
 
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologiaA ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologiaFernando Alcoforado
 
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadoresSociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadoresAdeilton Berg Mendes
 
Antropologia contemporânea
Antropologia contemporânea Antropologia contemporânea
Antropologia contemporânea mundica broda
 
Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.
Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.
Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.Altair Moisés Aguilar
 
O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?guest6a86aa
 
3EM_Aula 1 - Sociologia uma ciência da sociedade.pptx
3EM_Aula 1 - Sociologia uma ciência da sociedade.pptx3EM_Aula 1 - Sociologia uma ciência da sociedade.pptx
3EM_Aula 1 - Sociologia uma ciência da sociedade.pptxSamaraDosSantosCarva1
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Sociologia introdução - o que é, principais pensamentos e pensadores
Sociologia   introdução - o que é, principais pensamentos e pensadoresSociologia   introdução - o que é, principais pensamentos e pensadores
Sociologia introdução - o que é, principais pensamentos e pensadoresDaniele Rubim
 
Capítulo 01 produção de conhecimento uma característica das sociedades humanas
Capítulo 01 produção de conhecimento uma característica das sociedades humanasCapítulo 01 produção de conhecimento uma característica das sociedades humanas
Capítulo 01 produção de conhecimento uma característica das sociedades humanasJosé Soares Filho
 
Fundamentos de Sociologia Unidade I
Fundamentos de Sociologia Unidade IFundamentos de Sociologia Unidade I
Fundamentos de Sociologia Unidade IHarutchy
 
Ciencias sociais power point[1][1][1]
Ciencias sociais   power point[1][1][1]Ciencias sociais   power point[1][1][1]
Ciencias sociais power point[1][1][1]161912
 

Semelhante a QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx (20)

Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
 
2 Slide - Sociologia da Educação.pdf
2 Slide - Sociologia da Educação.pdf2 Slide - Sociologia da Educação.pdf
2 Slide - Sociologia da Educação.pdf
 
[1º ano] Sociologia: Texto "O Estudo da Sociologia"
[1º ano] Sociologia: Texto "O Estudo da Sociologia"[1º ano] Sociologia: Texto "O Estudo da Sociologia"
[1º ano] Sociologia: Texto "O Estudo da Sociologia"
 
Apostila sociologia - eja fácil
Apostila sociologia - eja fácilApostila sociologia - eja fácil
Apostila sociologia - eja fácil
 
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologiaA ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
 
Sociologia - Prof.Altair Aguilar.
Sociologia - Prof.Altair Aguilar.Sociologia - Prof.Altair Aguilar.
Sociologia - Prof.Altair Aguilar.
 
Aula dia 29 01
Aula dia 29 01Aula dia 29 01
Aula dia 29 01
 
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadoresSociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
 
Antropologia contemporânea
Antropologia contemporânea Antropologia contemporânea
Antropologia contemporânea
 
Sociologia
SociologiaSociologia
Sociologia
 
Apostila sociologia
Apostila sociologiaApostila sociologia
Apostila sociologia
 
Apostila sociologia (1)
Apostila sociologia (1)Apostila sociologia (1)
Apostila sociologia (1)
 
Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.
Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.
Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.
 
O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?
 
3EM_Aula 1 - Sociologia uma ciência da sociedade.pptx
3EM_Aula 1 - Sociologia uma ciência da sociedade.pptx3EM_Aula 1 - Sociologia uma ciência da sociedade.pptx
3EM_Aula 1 - Sociologia uma ciência da sociedade.pptx
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Sociologia introdução - o que é, principais pensamentos e pensadores
Sociologia   introdução - o que é, principais pensamentos e pensadoresSociologia   introdução - o que é, principais pensamentos e pensadores
Sociologia introdução - o que é, principais pensamentos e pensadores
 
Capítulo 01 produção de conhecimento uma característica das sociedades humanas
Capítulo 01 produção de conhecimento uma característica das sociedades humanasCapítulo 01 produção de conhecimento uma característica das sociedades humanas
Capítulo 01 produção de conhecimento uma característica das sociedades humanas
 
Fundamentos de Sociologia Unidade I
Fundamentos de Sociologia Unidade IFundamentos de Sociologia Unidade I
Fundamentos de Sociologia Unidade I
 
Ciencias sociais power point[1][1][1]
Ciencias sociais   power point[1][1][1]Ciencias sociais   power point[1][1][1]
Ciencias sociais power point[1][1][1]
 

Último

08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdfAntonio Barros
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024azulassessoria9
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfAntonio Barros
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxsfwsoficial
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxpatriciapedroso82
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persafelipescherner
 

Último (20)

08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
 

QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx

  • 2. Censo demográfico IBGE • É uma pesquisa social que acontece a cada 10 anos • Objetivo: atualizar o número de pessoas que habitam o território nacional, conhecer as condições de saúde, educação habitação... • Auxiliam o poder público a criar políticas que realmente atendam as necessidades da população; • O último foi em 2010 e a nova edição acaba de começar
  • 3. Objetividade e senso comum • As ciências sociais são mais confiáveis que o senso comum pois buscam comprovar as hipóteses. • O senso comum é aquele conhecimento que adquirimos ao observar, vivenciar e experimentar o mundo. O senso comum é obtido por meio de conhecimentos empíricos que acumulamos ao longo da vida, sendo passados de geração em geração. Não se baseiam no método científico. 1. Mulher dirige mal 2. Cortar cabelo em lua crescente vai ajudar no crescimento. 3. Não pode tomar banho de piscina depois de comer 4. Colocar uma linha vermelha na testa do recém nascido faz ele parar de soluçar 5. Homem é tudo igual 6. Gato preto da azar 7. Manga com leite causa morte.
  • 4. Atividade de registro • Diferencie método científico de senso comum. • Os métodos científicos produzem informações seguras da realidade? De que forma? • Como pesquisas como o Censo Demográfico podem gerar mudanças na sociedade?
  • 5. Métodos de pesquisa A pesquisa QUANTITATIVA tem o objetivo de traçar o perfil de uma população investigada com base em grande quantidade de informações. Ela exige rigor e confiabilidade no método de coleta e no modo de tratar os dados obtidos. As informações devem ser comparáveis em um mesmo conjunto de pessoas entrevistadas. Na Sociologia, a técnica de pesquisa quantitativa mais comum é APLICAÇÃO DE QUESTIONÁRIOS. Ela é usada pelo IBGE no Censo. Os questionários podem ser aplicados pessoalmente, enviados como correspondência ou respondidos em canais digitais.
  • 6. As pesquisas QUALITATIVAS são muito importantes para a Sociologia, pois têm uma abordagem complexa dos indivíduos. Elas entendem que as pessoas são sujeitos, ou seja, que elas são diferentes e que interpretam o mundo social cada uma à sua maneira, baseadas nos valores e na cultura na qual estão imersas. A interpretação dos sujeitos, longe de ser um problema, oferece uma rica possibilidade de análise das estruturas sociais, valorizando detalhes e minúcias que nem sempre são captados pela pesquisa quantitativa. ESTUDO DE INTERAÇÕES COTIDIANAS ESTUDO DE EXPERIÊNCIAS, VALORES E ATITUDES ESTUDO DE ESTRUTURAS E PROCESSOS Observação participante Histórias de vida Análises de trajetórias Etnometodologia Depoimentos Análises de processos Entrevistas e grupos focais Biografias e prosopografias
  • 7. Produção de texto Mínimo 15 linhas respondendo as perguntas: • O que é sociologia? • Qual a diferença entre a Sociologia e as outras disciplinas de Ciências Humanas? • Por que é importante estudar Sociologia?
  • 8. Atividade • 4 GRUPOS • Investigue outros institutos de pesquisa no Brasil, contextualizando seus métodos de pesquisa, sua área de atuação, os conceitos mais importantes com os quais ele trabalha e a sua contribuição científica para o país. • Pesquise sobre o instituto sorteado e apresente para a turma na PRÓXIMA AULA: 1. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Disponível em: www.inpe.br/. 2. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Disponível em: www.embrapa.br/. 3. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Disponível em: www.ipea.gov.br/portal/. 4. Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Disponível em: http://portal.sbpcnet.org.br/.
  • 9. Relembrando... Sociologia clássica de Comte, Durkheim, Weber, Marx https://www.youtube.com/watch?v=s9rk_2TbWAY
  • 10. O Socialismo Utópico de Saint- Simon • Para Saint-Simon, a ciência que estuda a sociedade servia para apontar os caminhos do progresso. • Sua tarefa era compreender como a sociedade mudava. Desejar que uma sociedade avance idealmente em uma direção melhor é o que a Sociologia chama de utopia. Daí essa corrente de pensamento ter ficado conhecida como socialismo utópico.
  • 11. O positivismo de Auguste Comte • Para Comte, as sociedades humanas deviam evoluir no sentido da ordem e do progresso, duas palavras que se tornaram lemas do positivismo. • O progresso seria a meta de toda sociedade e a ordem seria a condição para evitar distúrbios impeditivos ao avanço social. Não por coincidência, elas constam na bandeira da República do Brasil, cuja fundação foi muito inspirada no positivismo.
  • 12. Durkheim: o fato social • Para Durkheim, o sociólogo precisava construir suas categorias conceituais com objetividade e tratar os fenômenos sociais como um engenheiro ou um físico lidam com as experiências empíricas. Ou seja, o sociólogo deveria tratar os acontecimentos da sociedade como coisas, as quais ele passou a chamar de fatos sociais.
  • 13. • O trabalho de Durkheim descreve uma sociologia funcionalista, isto é, aquela que procura explicar a sociedade a partir da compreensão das causas, ou funções, descrevendo a semelhança da sociedade com um organismo no qual cada órgão (instituições, grupos, famílias, etc.) desempenha uma função específica para a coesão geral. • As principais características do fato social são: a objetividade, a exterioridade, a generalidade e a coercitividade. Os fenômenos sociais obrigam os indivíduos a mudarem suas condutas de acordo com as transformações estruturais que os cercam.
  • 14. Anomia • A anomia é um fato social que ocorre frequentemente associado a períodos de modernização e crescimento econômico. Uma das principais consequências da anomia social são as cenas de exclusão e abandono observadas nos grandes centros urbanos envolvendo as populações em situação de rua. • A anomia é o reverso do processo de solidariedade porque, para Durkheim, o Direito, a cultura, a religião e as instituições sociais têm por objetivo manter a saúde na relação entre o indivíduo e a sociedade. O afastamento, o isolamento e a solidão representam uma patologia do sistema social.
  • 15. Marx e Engels: o método dialético • Em meio à efervescência dos acontecimentos do século XIX, Karl Marx (1818-1883) e Friedrich Engels (1820-1895) publicaram, em 1848, o Manifesto do Partido Comunista. Nesse livro, eles mostram que a história se dá por meio da luta entre a burguesia e o proletariado, as principais classes da sociedade industrial. • Por criticarem a insuficiência prática no pensamento dos socialistas utópicos e por proporem a análise científica da sociedade, inauguraram o chamado socialismo científico.
  • 16. • A Sociologia de Karl Marx é estrutural como a de Durkheim. Contudo, os marxistas acreditam na força das classes sociais para produzir mudanças que alterem a ordem social e política a partir da mobilização dos grupos menos favorecidos. • A revolução é, para Marx, portanto, uma mudança social produzida pelas classes oprimidas que desejam substituir as classes opressoras. O desenvolvimento da mudança resulta de conflitos históricos, das disputas pelos recursos materiais que sustentam o poder econômico dos grupos políticos.
  • 17. Weber: os tipos ideais O método de Weber possui uma concepção de objetividade que valoriza a interpretação das subjetividades – tanto a do sujeito que pesquisa como a dos indivíduos em diferentes tipos de ação social. Para compreender a sociedade, o autor elaborou, a partir da observação empírica da história, os tipos ideais. Eles são categorias abstratas, hipotéticas, que procuram isolar princípios motivadores das ações sociais. Os tipos ideais procuram compreender a realidade social pela interpretação dos movimentos dos indivíduos. A contribuição de Weber é conhecida como sociologia interpretativa (ou sociologia compreensiva)
  • 18. Pesquise e preencha com o um breve resumo das ideias de cada autor