SlideShare uma empresa Scribd logo
9
Barcelos Popular
4 Junho 2020
www.barcelos-popular.pt
Em Portugal, quatro em
cada dez alunos do ensino
secundário estudam em
cursos profissionais.
Dados do Eurostat indicam
que um pouco mais de 160
mil alunos optaram por
completar o ensino secun-
dário em cursos profissio-
nais. Representam cerca de
40% do universo de 400
mil estudantes do ensino
secundário em Portugal.
Pese embora a aposta dos
últimos anos na promoção
dos cursos profissionais
como alternativa viável aos
cursos científicos, Portugal
ainda se encontra abaixo
da média europeia no que
concerne ao peso do nú-
mero de estudantes que
optam pelo ensino profis-
sional.
Na União Europeia, cerca
de 48% dos estudantes do
ensino secundário estão
inscritos em cursos profis-
sionais. A República Checa,
com 72%, é o país da
União Europeia onde mais
alunos prosseguem estu-
dos, após o 9º ano, em cur-
sos profissionais.
No extremo oposto encon-
tra-se a Irlanda onde ape-
nas 10% dos alunos do se-
cundário estão inscritos no
ensino profissional.
A via profissional do ensi-
no secundário tem conse-
guido ultrapassar estigmas
em Portugal e está, hoje,
longe de ser uma “via peri-
férica”.
O Barcelos Popular apre-
senta neste Especial Ensino
Profissional alguma da
oferta desta via de ensino
presente no concelho de
Barcelos.
Quatro em cada dez alunos estudam no ensino profissional
10 Barcelos Popular
4 Junho 2020
www.barcelos-popular.pt
A Escola de Tecnologia e
Gestão de Barcelos (ETG),
Escola Profissional, foi cri-
ada em 23 de Agosto de
1990 através do Contrato-
Programa celebrado entre
o Estado, representado
pelo GETAP (Gabinete de
Educação Tecnológica, Ar-
tística e Profissional) e a
Câmara Municipal de Bar-
celos como entidade pro-
Escola de Tecnologia e Gestão de Barcelos
30 anos ao serviço
da formação
integral dos jovens
motora.
Desde 1999, a ETG foi in-
tegrada na Empresa Muni-
cipal de Educação e Cultu-
ra de Barcelos (EMEC) e está
sujeita à tutela científica,
pedagógica e funcional do
Ministério da Educação e aos
apoios comunitários.
Desde 2000, a ETG funcio-
na em amplo e funcional
edifício, construído de raiz
para acolher a instituição, na
freguesia de Abade de Nei-
va.
Ao longo de 30 anos no en-
sino profissional, a ETG as-
sumiu a sua missão de con-
tribuir para a formação in-
tegral dos jovens, proporci-
onando-lhes o desenvolvi-
mento de competências pes-
soais e profissionais para o
exercício de uma profissão.
O crescimento e o alarga-
mento a novas áreas de for-
mação resultam de uma ar-
ticulação com as atividades
económicas da região no
sentido de responder às ne-
cessidades emergentes das
empresas.
A ETG tem mantido boas re-
lações de cooperação com o
tecido económico e social
envolvente, nomeadamente
com as empresas, através
da formalização de proto-
colos que permitem a re-
alização e o acompanha-
mento da formação em
contexto de trabalho,
bem como a inserção pro-
fissional dos diplomados
na respectiva área de for-
mação.
No presente ano lectivo, a
ETG tem em funciona-
mento 13 turmas distribu-
ídas por Cursos Profissio-
nais (ensino secundário,
qualificação nível 4) – Téc-
nico de Design de Moda;
Técnico de Design Gráfi-
co; Técnico de Cozinha/
Pastelaria; Técnico de Fo-
tografia; Técnico de Infor-
mática de Gestão – e Cur-
sos de Educação e Forma-
ção (CEF, tipo 3) – Opera-
dor de Fotografia.
O reconhecimento do tra-
balho da ETG junto da co-
munidade local mede-se
pela elevada taxa de em-
pregabilidade e pelo su-
cesso escolar dos seus alu-
nos.
11
Barcelos Popular
4 Junho 2020
www.barcelos-popular.pt
12 Barcelos Popular
4 Junho 2020
www.barcelos-popular.pt
...
...
...
...
... Jorge
Saleiro
Director do Agrupamento
de Escolas de Barcelos
“Cada vez mais
se confirma
a validade
da opção
pelos Cursos
Profissionais”
Quantos alunos fre-
quentam o Ensino Pro-
fissional na Escola Se-
cundária de Barcelos?
No conjunto dos 3 anos do
ciclo formativo dos Cursos
Profissionais, neste mo-
mento, 298 alunos fre-
quentam os 6 cursos que
oferecemos. Este número
corresponde a 28% do to-
tal de alunos a frequentar
o nível secundário.
Nos últimos anos, estabili-
zamos uma oferta de 6 cur-
sos. Neste conjunto, exis-
tem 4 cursos que temos
mantido ano após ano e 2
cursos cuja oferta vai sen-
do alternada. No primeiro
caso, falamos de Técnico/a
de Auxiliar de Saúde, Téc-
nico/a de Desporto, Técni-
co/a de Eletrónica, Auto-
mação e Computadores e
Técnico de Gestão de Equi-
pamentos Informáticos. O
segundo caso refere-se aos
cursos de Técnico/a de
Apoio à Infância e Anima-
dor Sociocultural.
Porquê esses cursos e
não outros?
A oferta dos Cursos Profis-
sionais tem de ser negoci-
ada anualmente, conside-
rando a relevância dos cur-
sos, de acordo com os es-
tudos da ANQEP, e a har-
monização da rede na CIM
Cávado.
Estes são fatores que temos
que ponderar, mas existem
outros critérios que temos
de aferir quando definimos
a oferta da Escola Secun-
dária de Barcelos, a Escola
do Rio.
Preocupa-nos ir ao encon-
tro dos interesses dos alu-
nos, disponibilizando cur-
sos interessantes, diversifi-
cados, actuais, com garan-
tia de estágio e boas pers-
pectivas de saídas profissi-
onais.
Levamos, também, em li-
nha de conta os recursos
disponíveis do Agrupamen-
to de Escolas de Barcelos,
recursos materiais e huma-
nos. Apenas se tivermos as
condições adequadas para
o desenvolver, oferecere-
mos um Curso Profissional.
Quando decidimos dispo-
nibilizar um curso, assegu-
ramo-nos de que temos
instalações, equipamento e
materiais pedagógicos ade-
quados à melhor formação
possível dos nossos alunos.
Fomos investindo neste ca-
pítulo ao longo do tempo
para que os nossos Cursos
garantissem qualidade. Às
instalações que a requalifi-
cação da Escola do Rio pro-
porcionou (Pavilhão Gim-
nodesportivo, Pavilhão
Multiusos, Laboratórios de
Química e Física, Laborató-
rios de Biologia e Geologia,
Oficinas de Eletrónica, Sa-
las de Informática, Aparta-
mento completo, Sala de
Dança, Estúdio de Teatro e
Salas de Expressões e Artes)
fomos adicionando mais-
valias pedagógicas (relvado
sintético no campo de jo-
gos, equipamento de Giná-
sio, equipamento de robó-
tica de última geração, re-
novação do parque infor-
mático, material diverso de
formação para a saúde,
desfibrilhadores, modelos
anatómicos, cama articula-
da, etc.)
O grupo de docentes que
temos vindo a manter a tra-
balhar connosco tem asse-
gurado a melhor qualida-
de pedagógica, proporcio-
nando aos alunos qualida-
de lectiva e experiências em
contexto real através de sa-
ídas de campo, visitas de
estudo, participação em
certames e concursos naci-
onais e internacionais bem
como excelentes experiên-
cias de estágio em empre-
sas da região e no estran-
geiro, através do programa
Erasmus+.
Complementamos o traba-
lho realizado com os alu-
nos com parcerias diversas,
com instituições de várias
áreas correlacionadas com
os cursos, de forma a fa-
cultar experiências e vivên-
cias que robustecem a sua
formação.
Procuramos, também, ofe-
recer aos alunos horários
adequados, em turno úni-
co, sempre em instalações
dedicadas à especificidade
de cada curso, de cada dis-
ciplina, de cada módulo.
Qual a taxa de empre-
gabilidade dos alunos
dos cursos profissio-
nais da Secundária de
Barcelos?
Situa-se acima dos 95%.
Como tem decorrido a
relação da Secundária
de Barcelos com o te-
cido empresarial?
A relação tem sido frutífe-
ra, pensamos que para
ambas as partes. Não te-
mos tido dificuldades em
colocar os alunos nas em-
presas e instituições para
realizarem a sua Formação
em Contexto de Trabalho.
Este facto prende-se com o
reconhecimento do traba-
lho realizado pelos docen-
tes responsáveis e, tam-
bém, porque os nossos alu-
nos são elogiados pelas
competências demonstra-
das na realização do está-
gio, sendo-lhes reconheci-
das as suas disponibilidade,
vontade de trabalhar e de-
dicação.
Destacamos que ao longo
dos 3 anos de formação, os
nossos alunos dos Cursos
Profissionais realizam mui-
tos trabalhos de voluntari-
ado e solidariedade que
são reconhecidos pelas di-
versas instituições com as
quais colaboramos.
O ensino profissional é
uma solução de recur-
so para alunos com
dificuldades? Ou é
uma opção ao mesmo
nível dos cursos ge-
rais/científicos?
O Ensino Profissional há
muito que deixou de ser
uma solução de recurso.
Cada vez mais se confirma
a validade da opção pelos
Cursos Profissionais que
não limitam as opções fu-
turas dos alunos, caso de-
cidam enveredar pelo pros-
seguimento de estudos. O
facto de os alunos não ve-
rem limitadas as suas op-
ções tem levado a que a
procura destes cursos seja,
cada vez mais, vista como
uma opção ao mesmo ní-
vel dos Cursos Científico-
Humanísticos, com a mais-
valia de conferirem o nível
de qualificação 4.
Por outro lado, o conjunto
de competências que são
adquiridas ao longo da for-
mação nos Cursos Profissi-
onais confere aos alunos
aptidões cada vez mais va-
lorizadas no Ensino Supe-
rior.
Não podemos escamotear
que, no início, os Cursos
Profissionais eram vistos
como uma segunda esco-
lha, para alunos com difi-
culdades. Na nossa acção
sempre combatemos essa
visão deturpada. Um aluno
que se matricule num dos
nossos cursos tem assegu-
rada uma dedicação e um
acompanhamento que em
nada fica em condição su-
balterna em comparação
com outros cursos.
Recentes testemunhos de
antigos alunos dos Cursos
Profissionais da Escola do
Rio levam-nos a confirmar
esta convicção e a acredi-
tar que o caminho da valo-
rização desta oferta forma-
tiva é o caminho certo e é
aquele que melhor serve os
alunos.
O ensino profissional,
tendo uma vertente
mais prática, foi mais
afectado pelo confina-
mento motivado pela
pandemia?
Esta fase de confinamento
afectou todo o sistema de
ensino. Por maioria de ra-
zão, o facto de os Cursos
Profissionais terem uma
vertente mais prática obri-
gou a um maior esforço
por parte de todos os en-
volvidos para suprir as van-
tagens da aprendizagem
presencial, os benefícios da
experiência em contexto, a
mais-valia de aprender fa-
zendo. No entanto, esse
esforço foi realizado. Do-
centes e alunos foram ca-
minhando juntos nesta
fase desafiante, encontran-
do os meios alternativos
mais apropriados para en-
curtar distâncias.
Aulas à distância no
ensino profissional
são produtivas?
Antes de mais, é nossa con-
vicção que nada, nenhuma
alternativa substitui a aula
presencial, o contacto dire-
to, a interacção pessoal
docente-aluno. Pensamos
que esta convicção terá
sido confirmada por todos
neste período em que fo-
mos obrigados ao distan-
ciamento.
Mas este processo de Ensi-
no a Distância também per-
mitiu descobertas. Desco-
brimos que é possível mo-
bilizar toda a comunidade
educativa para situações de
emergência nacional como
foi dar resposta à pande-
mia sem aulas presenciais.
Desta experiência resultou
que, após a sua implemen-
tação, valorizamos o Ensi-
no a Distância realizado
pelos docentes do Agrupa-
mento de Escolas de Barce-
los, reconhecemos o esfor-
ço extraordinário, a dedica-
ção aos alunos e a quali-
dade alcançada, indepen-
dentemente do ciclo de
ensino.
13
Barcelos Popular
4 Junho 2020
www.barcelos-popular.pt
14 Barcelos Popular
4 Junho 2020
www.barcelos-popular.pt
A Associação Comercial e Industrial de Barcelos (ACIB) vai iniciar
no ano lectivo 2020/2021 novos cursos para jovens com idade
inferior a 25 anos, com o objectivo de proporcionar aos mesmos
o 12.º ano de escolaridade e uma qualificação profissional de
nível IV, ao mesmo tempo que fazem estágio prolongado em em-
presas.
A ACIB está dotada de uma capacidade de execução de formação
em diversas áreas, havendo um continuo reforço dos recursos
físicos e humanos nas respostas que potencia juntos dos jovens.
Os cursos a iniciar são de Técnico/a de: Mecatrónica Automóvel;
Secretariado; Eletrónica e Telecomunicações; Comercial; Ven-
das; Apoio Familiar e à comunidade; e Auxiliar de Saúde.
A ACIB tem uma forte experiência com cursos de aprendizagem,
tendo dinamizado ao longo destes últimos anos mais de 120 cur-
sos, envolvendo mais de 2500 formandos.
Os jovens que frequentam os cursos têm direito a regalias soci-
ais, como bolsa de formação e outras, que permitem aos jovens
obter uma formação totalmente gratuita, o que se apresenta como
ACIB Associação Comercial e Industrial de Barcelos
Mais de 90% dos alunos ficam colocados
logo após a conclusão do curso
“Estudar na ACIB
foi realmente uma
excelente oportunidade
profissional!”
Raquel Simões, Técnica
Comercial
“Concluí o 9.º ano no sistema de
ensino regular, mas optei por in-
gressar no Curso Técnico/a Comer-
cial na ACIB pelas boas referências
que tinha em termos de prepara-
ção e oportunidades para o mer-
cado de trabalho.
A ACIB teve um papel fundamen-
tal na minha vida. Aqui encontramos excelentes formadores, um espíri-
to de entreajuda, qualidade no ensino e uma componente prática rea-
lizada através de um estágio, que é uma das mais-valias do curso, dá-
nos uma perspectiva do mercado de trabalho e aplicamos os conheci-
mentos consolidados em sala de aula.
Estudar na ACIB foi realmente uma excelente oportunidade profissio-
nal! A verdade é que as oportunidades foram surgindo e actualmente
encontro-me a trabalhar na área do meu curso.”
“Com a ACIB realizei o meu sonho!”
Tiago Vilas Boas, Técnico de Mecatrónica
Automóvel
“O meu sonho sempre foi ser mecânico de profissão. Após
concluir o 9.º ano, decidi de imediato enveredar pelo curso
Técnico de Mecatrónica Automóvel na ACIB, por gostar do
sector automóvel e também pelas excelentes referências do
meu irmão que também havia concluído este curso na ACIB.
Durante o meu percurso escolar pude ver as diferenças entre
a ACIB e uma escola de ensino regular. O carácter prático e
as metodologias pedagógicas ministradas ao longo do meu
percurso permitiram, não só, o desenvolvimento de compe-
tências pessoais importantes ao meu crescimento, mas tam-
bém uma resposta imediata e de qualidade na minha inte-
gração no mercado de trabalho. O estágio é, na minha opi-
nião, muito importante para aprofundar os conceitos apren-
didos, mostrando-nos também como será a nossa realidade
depois de acabar o curso.
Tive a possibilidade de participar num Campeonato Nacio-
nal de Profissões em 2019 e fui crescendo com todas estas
aprendizagens. Durante este tempo apercebi-me que cada
aluno é único e é tratado como tal. O nosso esforço é valorizado e isso é muito importante.
Com a ACIB realizei o meu sonho! Hoje em dia exerço funções como profissional qualificado na
área da Mecatrónica Automóvel na empresa onde realizei o meu estágio, e tudo graças aos gran-
des profissionais que compõem a ACIB, quer a nível de formadores, quer a nível dos profissionais
que me acompanharam e orientaram na empresa.”
Formandos da ACIB são mais-valia
para a empresa
Anabela Rocha, Auto Ismael, Lda
“Há mais de 10 anos que a Empresa Auto-Ismael, Lda tem vindo a estabe-
lecer parceria com a Associação Comercial e Industrial de Barcelos, dado o
rigor e qualidade empregue na Formação Profissional, promovendo a aqui-
sição de conhecimentos técnicos e competências práticas essenciais ao exer-
cício da atividade profissional pelos seus formandos.
Como tal, os estagiários aqui formados denotam competência técnica, o
que facilita o nosso contributo no auxílio à sua integração no mercado
laboral. Exemplo disso é a mais-valia que encontramos na integração de
formandos da ACIB nos quadros de ativos da empresa ao qual reconhece-
mos o bom desempenho na execução do cargo que actualmente ocupam.
Enquanto entidade parceira cumpre-nos realizar o acompanhamento cons-
tante do formando, atribuindo-lhe um tutor para o efeito, procurando fo-
mentar a sua autonomia, proatividade e conhecimentos práticos.
Tem sido uma experiência enriquecedora para ambas as entidades.”
medida crucial de apoio às famílias neste contexto de dificulda-
des.
A ACIB tem protocolos de colaboração com mais de 800 empre-
sas, traduzindo-se numa mais-valia para os jovens como para as
empresas de acolhimento.
Os jovens vão beneficiar de uma forte componente de formação
prática em contexto de trabalho, nomeadamente 40% da carga
horária do curso decorrerá numa empresa da região, em alter-
nância com a formação em sala, proporcionando o desenvolvi-
mento de novas competências e reforço das já adquiridas em con-
texto de formação, facilitando a futura inserção profissional. Esta
dualidade da formação, aliada a um excelente trabalho de acom-
panhamento contínuo e individual dos jovens, traduz-se numa
elevada taxa de empregabilidade: mais de 90% ficam colocados
logo após a conclusão do curso.
Estes cursos possibilitam ainda ao jovem o prosseguimento dos
estudos ao nível do ensino superior com preferência (Dec. Lei n.º
11/2020).
15
Barcelos Popular
4 Junho 2020
www.barcelos-popular.pt
16 Barcelos Popular
4 Junho 2020
www.barcelos-popular.pt
Os estudantes do ensino
profissional vão poder ace-
der ao ensino superior atra-
vés de um regime especial,
já a partir do ano lectivo
2020/2021.
Os alunos que concluam o
ensino secundário através
de vias profissionalizantes
e que queiram ingressar no
ensino profissional não te-
rão de submeter-se a exa-
mes nacionais, como os
colegas dos cursos científi-
cos, mas sim realizar pro-
vas de acesso nas próprias
instituições de ensino supe-
rior às quais se candidatam.
Embora, teoricamente, já
fosse possível aos alunos
do ensino profissional ace-
der a uma licenciatura, tal
revelava-se tarefa árdua,
dado os exames nacionais
do ensino secundário esta-
rem formatados para os
currículos da via científica
e não da via profissional.
Assim, só 13 a 14% dos
alunos do ensino profissi-
onal seguiam para as uni-
versidades e politécnicos.
Porque, como assinalou o
Ministro da Educação, Tia-
go Brandão Rodrigues,
“não podemos tratar de
forma igual o que é verda-
deiramente diferente”, o
Governo entendeu avançar
com um decreto-lei que al-
tera as regras referentes ao
acesso ao ensino superior,
criando concursos especiais
para acesso dos estudantes
provenientes de vias profis-
sionalizantes.
O concurso especial criado
pelo Decreto-Lei n.º 11/
2020 de 2 de Abril “é adap-
tado à diversidade de estu-
dantes provenientes do en-
sino secundário e permite
avaliar o tipo de competên-
cias dos estudantes das vias
profissionalizantes.”
Alunos do Ensino Profissional com regime
especial de acesso ao ensino superior
O Governo pretende, as-
sim, garantir a igualdade
entre os estudantes que
concluam o ensino secun-
dário nas vias científico-hu-
manística e profissionali-
zantes, valorizar o ensino
profissional e estimular os
estudantes das vias profis-
sionalizantes a prosseguir
estudos no ensino superi-
or.
De acordo com o decreto-
lei, compete às instituições
de ensino superior, univer-
sitárias e politécnicas, de-
cidir quantas vagas serão
objeto do concurso, publi-
cá-las no seu sítio na Inter-
net e comunicá-las à Dire-
ção-Geral do Ensino Supe-
rior.
Podem concorrer os estu-
dantes que tenham conclu-
ído um dos seguintes cur-
sos de nível secundário:
cursos profissionais; cursos
de aprendizagem; cursos
educação e formação para
jovens; cursos de âmbito
sectorial da rede de esco-
las do Turismo de Portugal;
cursos artísticos especiali-
zados de dupla certificação
do ensino secundário; cur-
sos artísticos especializados
da área da música.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Educação profissional, formação docente e a interface com a EJA
Educação profissional, formação docente e a interface com a EJAEducação profissional, formação docente e a interface com a EJA
Educação profissional, formação docente e a interface com a EJAMAIKON.biz
 
Caderno Tematico Comunicacao e Cultura
Caderno Tematico Comunicacao e CulturaCaderno Tematico Comunicacao e Cultura
Caderno Tematico Comunicacao e CulturaPesquisa-Unificada
 
Resultados da avaliação externa do eixo «adultos» da iniciativa novas oportun...
Resultados da avaliação externa do eixo «adultos» da iniciativa novas oportun...Resultados da avaliação externa do eixo «adultos» da iniciativa novas oportun...
Resultados da avaliação externa do eixo «adultos» da iniciativa novas oportun...Maria Santos
 
Ensino Superior Cabo-verdiano: Percurso, Ganhos e Desafios.
Ensino Superior Cabo-verdiano: Percurso, Ganhos e Desafios.Ensino Superior Cabo-verdiano: Percurso, Ganhos e Desafios.
Ensino Superior Cabo-verdiano: Percurso, Ganhos e Desafios.Arnaldo Brito
 
Educação profissional [modo de compatibilidade]
Educação profissional [modo de compatibilidade]Educação profissional [modo de compatibilidade]
Educação profissional [modo de compatibilidade]gilfaca158
 
Deputados ps implementa_cqep-anota-br
Deputados ps implementa_cqep-anota-brDeputados ps implementa_cqep-anota-br
Deputados ps implementa_cqep-anota-brcqep
 
Comunicado anpefa
Comunicado anpefaComunicado anpefa
Comunicado anpefacqep
 
Fenprof.pt cqep-qualidade duvidosa
Fenprof.pt cqep-qualidade duvidosaFenprof.pt cqep-qualidade duvidosa
Fenprof.pt cqep-qualidade duvidosacqep
 
A educação profissional no Brasil: Desafios e perspectivas
A educação profissional no Brasil: Desafios e perspectivasA educação profissional no Brasil: Desafios e perspectivas
A educação profissional no Brasil: Desafios e perspectivasMAIKON.biz
 
Intple (35)
Intple (35)Intple (35)
Intple (35)eadl
 
Plano de Gestão_EduCorp_Michelle Siquet.docx
Plano de Gestão_EduCorp_Michelle Siquet.docxPlano de Gestão_EduCorp_Michelle Siquet.docx
Plano de Gestão_EduCorp_Michelle Siquet.docxmicsquize
 
Pires ana (ese ips-fct-unl)
Pires ana (ese ips-fct-unl)Pires ana (ese ips-fct-unl)
Pires ana (ese ips-fct-unl)Isabel Cunha
 
AGENDA FGV - EAESP - De 10/02/2014 à 16/02/2014
AGENDA FGV - EAESP - De 10/02/2014 à 16/02/2014AGENDA FGV - EAESP - De 10/02/2014 à 16/02/2014
AGENDA FGV - EAESP - De 10/02/2014 à 16/02/2014FGV-EAESP
 
Educação profissionalizante e tecnológica da conceituação à experiência de ...
Educação profissionalizante e tecnológica   da conceituação à experiência de ...Educação profissionalizante e tecnológica   da conceituação à experiência de ...
Educação profissionalizante e tecnológica da conceituação à experiência de ...Rodrigo Sousa
 

Mais procurados (20)

Educação profissional, formação docente e a interface com a EJA
Educação profissional, formação docente e a interface com a EJAEducação profissional, formação docente e a interface com a EJA
Educação profissional, formação docente e a interface com a EJA
 
Caderno Tematico Comunicacao e Cultura
Caderno Tematico Comunicacao e CulturaCaderno Tematico Comunicacao e Cultura
Caderno Tematico Comunicacao e Cultura
 
Resultados da avaliação externa do eixo «adultos» da iniciativa novas oportun...
Resultados da avaliação externa do eixo «adultos» da iniciativa novas oportun...Resultados da avaliação externa do eixo «adultos» da iniciativa novas oportun...
Resultados da avaliação externa do eixo «adultos» da iniciativa novas oportun...
 
Ensino Superior Cabo-verdiano: Percurso, Ganhos e Desafios.
Ensino Superior Cabo-verdiano: Percurso, Ganhos e Desafios.Ensino Superior Cabo-verdiano: Percurso, Ganhos e Desafios.
Ensino Superior Cabo-verdiano: Percurso, Ganhos e Desafios.
 
EFA Apresentação
EFA ApresentaçãoEFA Apresentação
EFA Apresentação
 
Educação profissional [modo de compatibilidade]
Educação profissional [modo de compatibilidade]Educação profissional [modo de compatibilidade]
Educação profissional [modo de compatibilidade]
 
Deputados ps implementa_cqep-anota-br
Deputados ps implementa_cqep-anota-brDeputados ps implementa_cqep-anota-br
Deputados ps implementa_cqep-anota-br
 
Slide alunos 2015 revisado-1
Slide alunos 2015 revisado-1Slide alunos 2015 revisado-1
Slide alunos 2015 revisado-1
 
Proj reforma v2
Proj reforma v2Proj reforma v2
Proj reforma v2
 
Comunicado anpefa
Comunicado anpefaComunicado anpefa
Comunicado anpefa
 
Fenprof.pt cqep-qualidade duvidosa
Fenprof.pt cqep-qualidade duvidosaFenprof.pt cqep-qualidade duvidosa
Fenprof.pt cqep-qualidade duvidosa
 
A educação profissional no Brasil: Desafios e perspectivas
A educação profissional no Brasil: Desafios e perspectivasA educação profissional no Brasil: Desafios e perspectivas
A educação profissional no Brasil: Desafios e perspectivas
 
Intple (35)
Intple (35)Intple (35)
Intple (35)
 
Plano de Gestão_EduCorp_Michelle Siquet.docx
Plano de Gestão_EduCorp_Michelle Siquet.docxPlano de Gestão_EduCorp_Michelle Siquet.docx
Plano de Gestão_EduCorp_Michelle Siquet.docx
 
Pires ana (ese ips-fct-unl)
Pires ana (ese ips-fct-unl)Pires ana (ese ips-fct-unl)
Pires ana (ese ips-fct-unl)
 
20150528_iscal_publico_exlibris
20150528_iscal_publico_exlibris20150528_iscal_publico_exlibris
20150528_iscal_publico_exlibris
 
AGENDA FGV - EAESP - De 10/02/2014 à 16/02/2014
AGENDA FGV - EAESP - De 10/02/2014 à 16/02/2014AGENDA FGV - EAESP - De 10/02/2014 à 16/02/2014
AGENDA FGV - EAESP - De 10/02/2014 à 16/02/2014
 
Ppc gt--logistica_12491_20.12.19
Ppc  gt--logistica_12491_20.12.19Ppc  gt--logistica_12491_20.12.19
Ppc gt--logistica_12491_20.12.19
 
Educação profissionalizante e tecnológica da conceituação à experiência de ...
Educação profissionalizante e tecnológica   da conceituação à experiência de ...Educação profissionalizante e tecnológica   da conceituação à experiência de ...
Educação profissionalizante e tecnológica da conceituação à experiência de ...
 
NOTA INFORMATIVA
NOTA INFORMATIVANOTA INFORMATIVA
NOTA INFORMATIVA
 

Semelhante a Especial BP Ensino Profissional 2020

Manualdoestudante 16 julho_2014 1
Manualdoestudante 16 julho_2014 1Manualdoestudante 16 julho_2014 1
Manualdoestudante 16 julho_2014 1Jorge Gynalles
 
Relatório estágio paulo_fernandes
Relatório estágio paulo_fernandesRelatório estágio paulo_fernandes
Relatório estágio paulo_fernandesPaulo Fernandes
 
Plano de gestao 2014 2017 final-pdf
Plano de gestao 2014 2017 final-pdfPlano de gestao 2014 2017 final-pdf
Plano de gestao 2014 2017 final-pdfRonilson Santos
 
TOTVS Educacional - estratégia totvs no segmento educacional
TOTVS Educacional - estratégia totvs no segmento educacionalTOTVS Educacional - estratégia totvs no segmento educacional
TOTVS Educacional - estratégia totvs no segmento educacionalRafael Pinheiro
 
Apresentacao Cursos CEF - Tipo 3
Apresentacao Cursos CEF - Tipo 3Apresentacao Cursos CEF - Tipo 3
Apresentacao Cursos CEF - Tipo 3ruinascimento
 
Avaliação da adequação da formação Graduada e Pós-Graduada do IESF face às ne...
Avaliação da adequação da formação Graduada e Pós-Graduada do IESF face às ne...Avaliação da adequação da formação Graduada e Pós-Graduada do IESF face às ne...
Avaliação da adequação da formação Graduada e Pós-Graduada do IESF face às ne...ManuelBarrosoiesf
 
Educação: os desafios para implementar a reforma do Ensino Médio e renovar o ...
Educação: os desafios para implementar a reforma do Ensino Médio e renovar o ...Educação: os desafios para implementar a reforma do Ensino Médio e renovar o ...
Educação: os desafios para implementar a reforma do Ensino Médio e renovar o ...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Licenciatura educacao 18
Licenciatura educacao 18Licenciatura educacao 18
Licenciatura educacao 18josematiasalves
 
PLANO DE INOVAÇÃO - Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves
PLANO DE INOVAÇÃO - Agrupamento de Escolas Artur GonçalvesPLANO DE INOVAÇÃO - Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves
PLANO DE INOVAÇÃO - Agrupamento de Escolas Artur GonçalvesCarlos Ferreira
 
Boletim Informativo - 002/14
Boletim Informativo - 002/14Boletim Informativo - 002/14
Boletim Informativo - 002/14Reinaldo Barros
 

Semelhante a Especial BP Ensino Profissional 2020 (20)

Manualdoestudante 16 julho_2014 1
Manualdoestudante 16 julho_2014 1Manualdoestudante 16 julho_2014 1
Manualdoestudante 16 julho_2014 1
 
Relatório estágio paulo_fernandes
Relatório estágio paulo_fernandesRelatório estágio paulo_fernandes
Relatório estágio paulo_fernandes
 
Ebook PPI
Ebook PPIEbook PPI
Ebook PPI
 
Artigo Publico
Artigo PublicoArtigo Publico
Artigo Publico
 
O Valor da Primeira Oportunidade...
O Valor da Primeira Oportunidade...O Valor da Primeira Oportunidade...
O Valor da Primeira Oportunidade...
 
Plano de gestao 2014 2017 final-pdf
Plano de gestao 2014 2017 final-pdfPlano de gestao 2014 2017 final-pdf
Plano de gestao 2014 2017 final-pdf
 
Escola de Negocios UP
Escola de Negocios UPEscola de Negocios UP
Escola de Negocios UP
 
Escola de Negocios
Escola de NegociosEscola de Negocios
Escola de Negocios
 
Apresentacao congresso
Apresentacao congressoApresentacao congresso
Apresentacao congresso
 
Apresentacao congresso
Apresentacao congressoApresentacao congresso
Apresentacao congresso
 
Proeja
ProejaProeja
Proeja
 
TOTVS Educacional - estratégia totvs no segmento educacional
TOTVS Educacional - estratégia totvs no segmento educacionalTOTVS Educacional - estratégia totvs no segmento educacional
TOTVS Educacional - estratégia totvs no segmento educacional
 
Apresentação oficial da Universidade Metodista de São Paulo
Apresentação oficial da Universidade Metodista de São PauloApresentação oficial da Universidade Metodista de São Paulo
Apresentação oficial da Universidade Metodista de São Paulo
 
Apresentacao Cursos CEF - Tipo 3
Apresentacao Cursos CEF - Tipo 3Apresentacao Cursos CEF - Tipo 3
Apresentacao Cursos CEF - Tipo 3
 
Cartaz a2 completo_rev5
Cartaz a2 completo_rev5Cartaz a2 completo_rev5
Cartaz a2 completo_rev5
 
Avaliação da adequação da formação Graduada e Pós-Graduada do IESF face às ne...
Avaliação da adequação da formação Graduada e Pós-Graduada do IESF face às ne...Avaliação da adequação da formação Graduada e Pós-Graduada do IESF face às ne...
Avaliação da adequação da formação Graduada e Pós-Graduada do IESF face às ne...
 
Educação: os desafios para implementar a reforma do Ensino Médio e renovar o ...
Educação: os desafios para implementar a reforma do Ensino Médio e renovar o ...Educação: os desafios para implementar a reforma do Ensino Médio e renovar o ...
Educação: os desafios para implementar a reforma do Ensino Médio e renovar o ...
 
Licenciatura educacao 18
Licenciatura educacao 18Licenciatura educacao 18
Licenciatura educacao 18
 
PLANO DE INOVAÇÃO - Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves
PLANO DE INOVAÇÃO - Agrupamento de Escolas Artur GonçalvesPLANO DE INOVAÇÃO - Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves
PLANO DE INOVAÇÃO - Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves
 
Boletim Informativo - 002/14
Boletim Informativo - 002/14Boletim Informativo - 002/14
Boletim Informativo - 002/14
 

Último

Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfemeio123
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosbiancaborges0906
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoPedroFerreira53928
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxEduardaMedeiros18
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-carloseduardogonalve36
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaaCarolineFrancielle
 

Último (20)

Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 

Especial BP Ensino Profissional 2020

  • 1. 9 Barcelos Popular 4 Junho 2020 www.barcelos-popular.pt Em Portugal, quatro em cada dez alunos do ensino secundário estudam em cursos profissionais. Dados do Eurostat indicam que um pouco mais de 160 mil alunos optaram por completar o ensino secun- dário em cursos profissio- nais. Representam cerca de 40% do universo de 400 mil estudantes do ensino secundário em Portugal. Pese embora a aposta dos últimos anos na promoção dos cursos profissionais como alternativa viável aos cursos científicos, Portugal ainda se encontra abaixo da média europeia no que concerne ao peso do nú- mero de estudantes que optam pelo ensino profis- sional. Na União Europeia, cerca de 48% dos estudantes do ensino secundário estão inscritos em cursos profis- sionais. A República Checa, com 72%, é o país da União Europeia onde mais alunos prosseguem estu- dos, após o 9º ano, em cur- sos profissionais. No extremo oposto encon- tra-se a Irlanda onde ape- nas 10% dos alunos do se- cundário estão inscritos no ensino profissional. A via profissional do ensi- no secundário tem conse- guido ultrapassar estigmas em Portugal e está, hoje, longe de ser uma “via peri- férica”. O Barcelos Popular apre- senta neste Especial Ensino Profissional alguma da oferta desta via de ensino presente no concelho de Barcelos. Quatro em cada dez alunos estudam no ensino profissional
  • 2. 10 Barcelos Popular 4 Junho 2020 www.barcelos-popular.pt A Escola de Tecnologia e Gestão de Barcelos (ETG), Escola Profissional, foi cri- ada em 23 de Agosto de 1990 através do Contrato- Programa celebrado entre o Estado, representado pelo GETAP (Gabinete de Educação Tecnológica, Ar- tística e Profissional) e a Câmara Municipal de Bar- celos como entidade pro- Escola de Tecnologia e Gestão de Barcelos 30 anos ao serviço da formação integral dos jovens motora. Desde 1999, a ETG foi in- tegrada na Empresa Muni- cipal de Educação e Cultu- ra de Barcelos (EMEC) e está sujeita à tutela científica, pedagógica e funcional do Ministério da Educação e aos apoios comunitários. Desde 2000, a ETG funcio- na em amplo e funcional edifício, construído de raiz para acolher a instituição, na freguesia de Abade de Nei- va. Ao longo de 30 anos no en- sino profissional, a ETG as- sumiu a sua missão de con- tribuir para a formação in- tegral dos jovens, proporci- onando-lhes o desenvolvi- mento de competências pes- soais e profissionais para o exercício de uma profissão. O crescimento e o alarga- mento a novas áreas de for- mação resultam de uma ar- ticulação com as atividades económicas da região no sentido de responder às ne- cessidades emergentes das empresas. A ETG tem mantido boas re- lações de cooperação com o tecido económico e social envolvente, nomeadamente com as empresas, através da formalização de proto- colos que permitem a re- alização e o acompanha- mento da formação em contexto de trabalho, bem como a inserção pro- fissional dos diplomados na respectiva área de for- mação. No presente ano lectivo, a ETG tem em funciona- mento 13 turmas distribu- ídas por Cursos Profissio- nais (ensino secundário, qualificação nível 4) – Téc- nico de Design de Moda; Técnico de Design Gráfi- co; Técnico de Cozinha/ Pastelaria; Técnico de Fo- tografia; Técnico de Infor- mática de Gestão – e Cur- sos de Educação e Forma- ção (CEF, tipo 3) – Opera- dor de Fotografia. O reconhecimento do tra- balho da ETG junto da co- munidade local mede-se pela elevada taxa de em- pregabilidade e pelo su- cesso escolar dos seus alu- nos.
  • 3. 11 Barcelos Popular 4 Junho 2020 www.barcelos-popular.pt
  • 4. 12 Barcelos Popular 4 Junho 2020 www.barcelos-popular.pt ... ... ... ... ... Jorge Saleiro Director do Agrupamento de Escolas de Barcelos “Cada vez mais se confirma a validade da opção pelos Cursos Profissionais” Quantos alunos fre- quentam o Ensino Pro- fissional na Escola Se- cundária de Barcelos? No conjunto dos 3 anos do ciclo formativo dos Cursos Profissionais, neste mo- mento, 298 alunos fre- quentam os 6 cursos que oferecemos. Este número corresponde a 28% do to- tal de alunos a frequentar o nível secundário. Nos últimos anos, estabili- zamos uma oferta de 6 cur- sos. Neste conjunto, exis- tem 4 cursos que temos mantido ano após ano e 2 cursos cuja oferta vai sen- do alternada. No primeiro caso, falamos de Técnico/a de Auxiliar de Saúde, Téc- nico/a de Desporto, Técni- co/a de Eletrónica, Auto- mação e Computadores e Técnico de Gestão de Equi- pamentos Informáticos. O segundo caso refere-se aos cursos de Técnico/a de Apoio à Infância e Anima- dor Sociocultural. Porquê esses cursos e não outros? A oferta dos Cursos Profis- sionais tem de ser negoci- ada anualmente, conside- rando a relevância dos cur- sos, de acordo com os es- tudos da ANQEP, e a har- monização da rede na CIM Cávado. Estes são fatores que temos que ponderar, mas existem outros critérios que temos de aferir quando definimos a oferta da Escola Secun- dária de Barcelos, a Escola do Rio. Preocupa-nos ir ao encon- tro dos interesses dos alu- nos, disponibilizando cur- sos interessantes, diversifi- cados, actuais, com garan- tia de estágio e boas pers- pectivas de saídas profissi- onais. Levamos, também, em li- nha de conta os recursos disponíveis do Agrupamen- to de Escolas de Barcelos, recursos materiais e huma- nos. Apenas se tivermos as condições adequadas para o desenvolver, oferecere- mos um Curso Profissional. Quando decidimos dispo- nibilizar um curso, assegu- ramo-nos de que temos instalações, equipamento e materiais pedagógicos ade- quados à melhor formação possível dos nossos alunos. Fomos investindo neste ca- pítulo ao longo do tempo para que os nossos Cursos garantissem qualidade. Às instalações que a requalifi- cação da Escola do Rio pro- porcionou (Pavilhão Gim- nodesportivo, Pavilhão Multiusos, Laboratórios de Química e Física, Laborató- rios de Biologia e Geologia, Oficinas de Eletrónica, Sa- las de Informática, Aparta- mento completo, Sala de Dança, Estúdio de Teatro e Salas de Expressões e Artes) fomos adicionando mais- valias pedagógicas (relvado sintético no campo de jo- gos, equipamento de Giná- sio, equipamento de robó- tica de última geração, re- novação do parque infor- mático, material diverso de formação para a saúde, desfibrilhadores, modelos anatómicos, cama articula- da, etc.) O grupo de docentes que temos vindo a manter a tra- balhar connosco tem asse- gurado a melhor qualida- de pedagógica, proporcio- nando aos alunos qualida- de lectiva e experiências em contexto real através de sa- ídas de campo, visitas de estudo, participação em certames e concursos naci- onais e internacionais bem como excelentes experiên- cias de estágio em empre- sas da região e no estran- geiro, através do programa Erasmus+. Complementamos o traba- lho realizado com os alu- nos com parcerias diversas, com instituições de várias áreas correlacionadas com os cursos, de forma a fa- cultar experiências e vivên- cias que robustecem a sua formação. Procuramos, também, ofe- recer aos alunos horários adequados, em turno úni- co, sempre em instalações dedicadas à especificidade de cada curso, de cada dis- ciplina, de cada módulo. Qual a taxa de empre- gabilidade dos alunos dos cursos profissio- nais da Secundária de Barcelos? Situa-se acima dos 95%. Como tem decorrido a relação da Secundária de Barcelos com o te- cido empresarial? A relação tem sido frutífe- ra, pensamos que para ambas as partes. Não te- mos tido dificuldades em colocar os alunos nas em- presas e instituições para realizarem a sua Formação em Contexto de Trabalho. Este facto prende-se com o reconhecimento do traba- lho realizado pelos docen- tes responsáveis e, tam- bém, porque os nossos alu- nos são elogiados pelas competências demonstra- das na realização do está- gio, sendo-lhes reconheci- das as suas disponibilidade, vontade de trabalhar e de- dicação. Destacamos que ao longo dos 3 anos de formação, os nossos alunos dos Cursos Profissionais realizam mui- tos trabalhos de voluntari- ado e solidariedade que são reconhecidos pelas di- versas instituições com as quais colaboramos. O ensino profissional é uma solução de recur- so para alunos com dificuldades? Ou é uma opção ao mesmo nível dos cursos ge- rais/científicos? O Ensino Profissional há muito que deixou de ser uma solução de recurso. Cada vez mais se confirma a validade da opção pelos Cursos Profissionais que não limitam as opções fu- turas dos alunos, caso de- cidam enveredar pelo pros- seguimento de estudos. O facto de os alunos não ve- rem limitadas as suas op- ções tem levado a que a procura destes cursos seja, cada vez mais, vista como uma opção ao mesmo ní- vel dos Cursos Científico- Humanísticos, com a mais- valia de conferirem o nível de qualificação 4. Por outro lado, o conjunto de competências que são adquiridas ao longo da for- mação nos Cursos Profissi- onais confere aos alunos aptidões cada vez mais va- lorizadas no Ensino Supe- rior. Não podemos escamotear que, no início, os Cursos Profissionais eram vistos como uma segunda esco- lha, para alunos com difi- culdades. Na nossa acção sempre combatemos essa visão deturpada. Um aluno que se matricule num dos nossos cursos tem assegu- rada uma dedicação e um acompanhamento que em nada fica em condição su- balterna em comparação com outros cursos. Recentes testemunhos de antigos alunos dos Cursos Profissionais da Escola do Rio levam-nos a confirmar esta convicção e a acredi- tar que o caminho da valo- rização desta oferta forma- tiva é o caminho certo e é aquele que melhor serve os alunos. O ensino profissional, tendo uma vertente mais prática, foi mais afectado pelo confina- mento motivado pela pandemia? Esta fase de confinamento afectou todo o sistema de ensino. Por maioria de ra- zão, o facto de os Cursos Profissionais terem uma vertente mais prática obri- gou a um maior esforço por parte de todos os en- volvidos para suprir as van- tagens da aprendizagem presencial, os benefícios da experiência em contexto, a mais-valia de aprender fa- zendo. No entanto, esse esforço foi realizado. Do- centes e alunos foram ca- minhando juntos nesta fase desafiante, encontran- do os meios alternativos mais apropriados para en- curtar distâncias. Aulas à distância no ensino profissional são produtivas? Antes de mais, é nossa con- vicção que nada, nenhuma alternativa substitui a aula presencial, o contacto dire- to, a interacção pessoal docente-aluno. Pensamos que esta convicção terá sido confirmada por todos neste período em que fo- mos obrigados ao distan- ciamento. Mas este processo de Ensi- no a Distância também per- mitiu descobertas. Desco- brimos que é possível mo- bilizar toda a comunidade educativa para situações de emergência nacional como foi dar resposta à pande- mia sem aulas presenciais. Desta experiência resultou que, após a sua implemen- tação, valorizamos o Ensi- no a Distância realizado pelos docentes do Agrupa- mento de Escolas de Barce- los, reconhecemos o esfor- ço extraordinário, a dedica- ção aos alunos e a quali- dade alcançada, indepen- dentemente do ciclo de ensino.
  • 5. 13 Barcelos Popular 4 Junho 2020 www.barcelos-popular.pt
  • 6. 14 Barcelos Popular 4 Junho 2020 www.barcelos-popular.pt A Associação Comercial e Industrial de Barcelos (ACIB) vai iniciar no ano lectivo 2020/2021 novos cursos para jovens com idade inferior a 25 anos, com o objectivo de proporcionar aos mesmos o 12.º ano de escolaridade e uma qualificação profissional de nível IV, ao mesmo tempo que fazem estágio prolongado em em- presas. A ACIB está dotada de uma capacidade de execução de formação em diversas áreas, havendo um continuo reforço dos recursos físicos e humanos nas respostas que potencia juntos dos jovens. Os cursos a iniciar são de Técnico/a de: Mecatrónica Automóvel; Secretariado; Eletrónica e Telecomunicações; Comercial; Ven- das; Apoio Familiar e à comunidade; e Auxiliar de Saúde. A ACIB tem uma forte experiência com cursos de aprendizagem, tendo dinamizado ao longo destes últimos anos mais de 120 cur- sos, envolvendo mais de 2500 formandos. Os jovens que frequentam os cursos têm direito a regalias soci- ais, como bolsa de formação e outras, que permitem aos jovens obter uma formação totalmente gratuita, o que se apresenta como ACIB Associação Comercial e Industrial de Barcelos Mais de 90% dos alunos ficam colocados logo após a conclusão do curso “Estudar na ACIB foi realmente uma excelente oportunidade profissional!” Raquel Simões, Técnica Comercial “Concluí o 9.º ano no sistema de ensino regular, mas optei por in- gressar no Curso Técnico/a Comer- cial na ACIB pelas boas referências que tinha em termos de prepara- ção e oportunidades para o mer- cado de trabalho. A ACIB teve um papel fundamen- tal na minha vida. Aqui encontramos excelentes formadores, um espíri- to de entreajuda, qualidade no ensino e uma componente prática rea- lizada através de um estágio, que é uma das mais-valias do curso, dá- nos uma perspectiva do mercado de trabalho e aplicamos os conheci- mentos consolidados em sala de aula. Estudar na ACIB foi realmente uma excelente oportunidade profissio- nal! A verdade é que as oportunidades foram surgindo e actualmente encontro-me a trabalhar na área do meu curso.” “Com a ACIB realizei o meu sonho!” Tiago Vilas Boas, Técnico de Mecatrónica Automóvel “O meu sonho sempre foi ser mecânico de profissão. Após concluir o 9.º ano, decidi de imediato enveredar pelo curso Técnico de Mecatrónica Automóvel na ACIB, por gostar do sector automóvel e também pelas excelentes referências do meu irmão que também havia concluído este curso na ACIB. Durante o meu percurso escolar pude ver as diferenças entre a ACIB e uma escola de ensino regular. O carácter prático e as metodologias pedagógicas ministradas ao longo do meu percurso permitiram, não só, o desenvolvimento de compe- tências pessoais importantes ao meu crescimento, mas tam- bém uma resposta imediata e de qualidade na minha inte- gração no mercado de trabalho. O estágio é, na minha opi- nião, muito importante para aprofundar os conceitos apren- didos, mostrando-nos também como será a nossa realidade depois de acabar o curso. Tive a possibilidade de participar num Campeonato Nacio- nal de Profissões em 2019 e fui crescendo com todas estas aprendizagens. Durante este tempo apercebi-me que cada aluno é único e é tratado como tal. O nosso esforço é valorizado e isso é muito importante. Com a ACIB realizei o meu sonho! Hoje em dia exerço funções como profissional qualificado na área da Mecatrónica Automóvel na empresa onde realizei o meu estágio, e tudo graças aos gran- des profissionais que compõem a ACIB, quer a nível de formadores, quer a nível dos profissionais que me acompanharam e orientaram na empresa.” Formandos da ACIB são mais-valia para a empresa Anabela Rocha, Auto Ismael, Lda “Há mais de 10 anos que a Empresa Auto-Ismael, Lda tem vindo a estabe- lecer parceria com a Associação Comercial e Industrial de Barcelos, dado o rigor e qualidade empregue na Formação Profissional, promovendo a aqui- sição de conhecimentos técnicos e competências práticas essenciais ao exer- cício da atividade profissional pelos seus formandos. Como tal, os estagiários aqui formados denotam competência técnica, o que facilita o nosso contributo no auxílio à sua integração no mercado laboral. Exemplo disso é a mais-valia que encontramos na integração de formandos da ACIB nos quadros de ativos da empresa ao qual reconhece- mos o bom desempenho na execução do cargo que actualmente ocupam. Enquanto entidade parceira cumpre-nos realizar o acompanhamento cons- tante do formando, atribuindo-lhe um tutor para o efeito, procurando fo- mentar a sua autonomia, proatividade e conhecimentos práticos. Tem sido uma experiência enriquecedora para ambas as entidades.” medida crucial de apoio às famílias neste contexto de dificulda- des. A ACIB tem protocolos de colaboração com mais de 800 empre- sas, traduzindo-se numa mais-valia para os jovens como para as empresas de acolhimento. Os jovens vão beneficiar de uma forte componente de formação prática em contexto de trabalho, nomeadamente 40% da carga horária do curso decorrerá numa empresa da região, em alter- nância com a formação em sala, proporcionando o desenvolvi- mento de novas competências e reforço das já adquiridas em con- texto de formação, facilitando a futura inserção profissional. Esta dualidade da formação, aliada a um excelente trabalho de acom- panhamento contínuo e individual dos jovens, traduz-se numa elevada taxa de empregabilidade: mais de 90% ficam colocados logo após a conclusão do curso. Estes cursos possibilitam ainda ao jovem o prosseguimento dos estudos ao nível do ensino superior com preferência (Dec. Lei n.º 11/2020).
  • 7. 15 Barcelos Popular 4 Junho 2020 www.barcelos-popular.pt
  • 8. 16 Barcelos Popular 4 Junho 2020 www.barcelos-popular.pt Os estudantes do ensino profissional vão poder ace- der ao ensino superior atra- vés de um regime especial, já a partir do ano lectivo 2020/2021. Os alunos que concluam o ensino secundário através de vias profissionalizantes e que queiram ingressar no ensino profissional não te- rão de submeter-se a exa- mes nacionais, como os colegas dos cursos científi- cos, mas sim realizar pro- vas de acesso nas próprias instituições de ensino supe- rior às quais se candidatam. Embora, teoricamente, já fosse possível aos alunos do ensino profissional ace- der a uma licenciatura, tal revelava-se tarefa árdua, dado os exames nacionais do ensino secundário esta- rem formatados para os currículos da via científica e não da via profissional. Assim, só 13 a 14% dos alunos do ensino profissi- onal seguiam para as uni- versidades e politécnicos. Porque, como assinalou o Ministro da Educação, Tia- go Brandão Rodrigues, “não podemos tratar de forma igual o que é verda- deiramente diferente”, o Governo entendeu avançar com um decreto-lei que al- tera as regras referentes ao acesso ao ensino superior, criando concursos especiais para acesso dos estudantes provenientes de vias profis- sionalizantes. O concurso especial criado pelo Decreto-Lei n.º 11/ 2020 de 2 de Abril “é adap- tado à diversidade de estu- dantes provenientes do en- sino secundário e permite avaliar o tipo de competên- cias dos estudantes das vias profissionalizantes.” Alunos do Ensino Profissional com regime especial de acesso ao ensino superior O Governo pretende, as- sim, garantir a igualdade entre os estudantes que concluam o ensino secun- dário nas vias científico-hu- manística e profissionali- zantes, valorizar o ensino profissional e estimular os estudantes das vias profis- sionalizantes a prosseguir estudos no ensino superi- or. De acordo com o decreto- lei, compete às instituições de ensino superior, univer- sitárias e politécnicas, de- cidir quantas vagas serão objeto do concurso, publi- cá-las no seu sítio na Inter- net e comunicá-las à Dire- ção-Geral do Ensino Supe- rior. Podem concorrer os estu- dantes que tenham conclu- ído um dos seguintes cur- sos de nível secundário: cursos profissionais; cursos de aprendizagem; cursos educação e formação para jovens; cursos de âmbito sectorial da rede de esco- las do Turismo de Portugal; cursos artísticos especiali- zados de dupla certificação do ensino secundário; cur- sos artísticos especializados da área da música.