SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Baixar para ler offline
A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO SENAI
Filme: Tempos Modernos
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL


• Que profissional o mercado de trabalho busca,
atualmente, diante dos diversos desafios postos
pela sociedade do século XXI?
A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO SÉCULO XXI


Os que decidem, os que pensam e os que fazem, as três categorias de
trabalhadores absolutamente diferenciadas anteriormente, estarão
presentes em cada trabalhador do mundo de hoje.

• Na Educação Profissional, mais do que acumular conhecimento será
  preciso construir competências. Em lugar de transmissão de
  conhecimentos, contemplará projetos, pesquisas e situações-
  problema.
• Na Educação Profissional não haverá conclusões nem formaturas. Só
  término de etapas. Ser permanente e continuada será uma de suas
  principais características.
• A Educação Profissional articulada com a Educação Básica
  abandonará o caráter reducionista que privilegia apenas a dimensão
  técnica e as necessidades econômicas do mundo da produção. Sua
  visão é para além da economia.
CONCEITO DE COMPETÊNCIA



Mobilização de conhecimentos, habilidades e
atitudes necessários ao desempenho de
atividades ou funções típicas segundo padrões
de qualidade e produtividade requeridos pela
natureza do trabalho.
• O que é Educação Profissional
Educação profissional e tecnológica é a modalidade
educativa que se integra aos diferentes níveis e
modalidades de educação e às dimensões do
trabalho, da ciência e da tecnologia. Abrange os
cursos de formação inicial e continuada ou
qualificação profissional; de educação profissional
técnica de nível médio; e de educação profissional
tecnológica de graduação e pós-graduação.
(LDBEN, art.39).
LDBEN – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

OBJETIVO
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

OBJETIVO

  Parágrafo único: “ A Educação Profissional, integrada
  às diferentes formas de educação, ao trabalho, a
  ciência e a tecnologia, objetiva garantir ao cidadão o
  permanente desenvolvimento de aptidões para a vida
  produtiva e social.”
  Resolução CNE/CEB nº 04/99 - Institui as Diretrizes Nacionais
  para a Educação Profissional
  CNE – Conselho Nacional de Educação
  CEB – Câmara de Educação Básica
A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO FINAL
     DO SÉCULO XX - 1980 A 2000
• São definidas as bases para uma nova Educação Profissional:

    a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, em 1996, confere
    identidade própria a Educação Profissional;
    as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional de Nível
    Técnico aprovadas em 1999, apontam para um novo perfil do trabalhador -
    O cidadão com competências técnicas;
    o Estado Brasileiro reconhece que é necessário assegurar onze anos de
    escolaridade básica, para a adequada formação do cidadão;
    numa relação de complementaridade com a Educação Básica, a Educação
    Profissional deve propiciar a construção de competências.


A PRONTA RESPOSTA DO SENAI
• O SENAI elabora uma nova proposta para a formação profissional. O
                                                        profissional.
  projeto, sintonizado com a nova Legislação da Educação Profissional, é
  denominado NOVOS RUMOS DA APRENDIZAGEM INDUSTRIAL.
                                                 INDUSTRIAL.
Educação Profissional - Modalidades


• Formação inicial e continuada (iniciação profissional, a
capacitação, a qualificação, a aprendizagem, o aperfeiçoamento, a

especialização, a atualização);

• Educação Profissional Técnica de Nível Médio (integrada,
concomitante, subsequente);

• Educação Profissional Tecnológica de Graduação e Pós-
Graduação.
CARACTERIZAÇÃO DA MODALIDADE
Formação Inicial e Continuada

• Iniciação Profissional

Destinada a jovens e adultos, independentemente de
escolaridade, visando a despertar o interesse pelo trabalho e
preparar para o desempenho de funções básicas e de baixa
complexidade de uma profissão ou de um conjunto de
profissões;

Qualificação Profissional Básica

Destinada ao desenvolvimento de competências profissionais
reconhecidas no mercado de trabalho;
CARACTERIZAÇÃO DA MODALIDADE
Formação Inicial e Continuada

• Aprendizagem Industrial Básica

Visa à qualificação básica de aprendizes, jovens (maior de 14
anos e menor de 24) com vínculo empregatício com empresa
ou instituição que atendam aos requisitos da legislação
específica vigente.

• Aperfeiçoamento Profissional

Visa a atualizar, ampliar ou complementar competências
profissionais adquiridas na formação profissional ou no
trabalho.
CARACTERIZAÇÃO DA MODALIDADE
Educação Profissional Técnica de Nível Médio

•Visa à formação de técnicos de nível médio em
determinada área profissional

• Os cursos de Educação Profissional Técnica de Nível
Médio propiciarão habilitação, qualificação e
especialização a alunos matriculados ou egressos do
ensino médio e serão desenvolvidas de acordo com as
diretrizes curriculares nacionais, a legislação vigente e as
diretrizes institucionais.
CARACTERIZAÇÃO DA MODALIDADE
Graduação Tecnológica
•Destinado a egressos do ensino médio ou equivalente,
voltado para atividades em determinada área profissional.
Dá direito ao diploma de tecnólogo.


 Pós-Graduação Tecnológica
•Lato sensu
•Stricto sensu

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Programa brasil profissionalizado 2
Programa brasil profissionalizado 2Programa brasil profissionalizado 2
Programa brasil profissionalizado 2
Tiago Holanda
 
Dar um novo impulso à cooperaç o europeia no domínio do ensino e da formaç o ...
Dar um novo impulso à cooperaç o europeia no domínio do ensino e da formaç o ...Dar um novo impulso à cooperaç o europeia no domínio do ensino e da formaç o ...
Dar um novo impulso à cooperaç o europeia no domínio do ensino e da formaç o ...
home
 
Projeto aprendizagem di profissionaliz
Projeto aprendizagem di profissionalizProjeto aprendizagem di profissionaliz
Projeto aprendizagem di profissionaliz
SimoneHelenDrumond
 
Tecnico subsequente em seguranca do trabalho ead- 2012
Tecnico subsequente em seguranca do trabalho  ead- 2012Tecnico subsequente em seguranca do trabalho  ead- 2012
Tecnico subsequente em seguranca do trabalho ead- 2012
mamelus
 
Novas competências para novos empregos
Novas competências para novos empregosNovas competências para novos empregos
Novas competências para novos empregos
home
 

Mais procurados (19)

Capacitação x Mercado Trabalho
Capacitação x Mercado TrabalhoCapacitação x Mercado Trabalho
Capacitação x Mercado Trabalho
 
Permanência e êxito na educação profissional e tecnológica: A experiência do ...
Permanência e êxito na educação profissional e tecnológica: A experiência do ...Permanência e êxito na educação profissional e tecnológica: A experiência do ...
Permanência e êxito na educação profissional e tecnológica: A experiência do ...
 
Educação Profissional: Princípios e Diretrizes
Educação Profissional: Princípios e Diretrizes Educação Profissional: Princípios e Diretrizes
Educação Profissional: Princípios e Diretrizes
 
Programa brasil profissionalizado 2
Programa brasil profissionalizado 2Programa brasil profissionalizado 2
Programa brasil profissionalizado 2
 
Artigi mirian
Artigi mirianArtigi mirian
Artigi mirian
 
Mercado de trabalho e desafios da formação profissional na América Latina
Mercado de trabalho e desafios da formação profissional na América LatinaMercado de trabalho e desafios da formação profissional na América Latina
Mercado de trabalho e desafios da formação profissional na América Latina
 
O estágio supervisionado na educação profissional: Desafios e responsabilidades
O estágio supervisionado na educação profissional: Desafios e responsabilidadesO estágio supervisionado na educação profissional: Desafios e responsabilidades
O estágio supervisionado na educação profissional: Desafios e responsabilidades
 
Historico educacao profissional
Historico educacao profissionalHistorico educacao profissional
Historico educacao profissional
 
FORMAÇÃO DE PROFESSORES NOS INSTITUTOS FEDERAIS: PROPOSTAS E AVALIAÇÃO DE DOC...
FORMAÇÃO DE PROFESSORES NOS INSTITUTOS FEDERAIS: PROPOSTAS E AVALIAÇÃO DE DOC...FORMAÇÃO DE PROFESSORES NOS INSTITUTOS FEDERAIS: PROPOSTAS E AVALIAÇÃO DE DOC...
FORMAÇÃO DE PROFESSORES NOS INSTITUTOS FEDERAIS: PROPOSTAS E AVALIAÇÃO DE DOC...
 
EnsinoVocacional[SlSh]
EnsinoVocacional[SlSh]EnsinoVocacional[SlSh]
EnsinoVocacional[SlSh]
 
Dar um novo impulso à cooperaç o europeia no domínio do ensino e da formaç o ...
Dar um novo impulso à cooperaç o europeia no domínio do ensino e da formaç o ...Dar um novo impulso à cooperaç o europeia no domínio do ensino e da formaç o ...
Dar um novo impulso à cooperaç o europeia no domínio do ensino e da formaç o ...
 
Projeto aprendizagem di profissionaliz
Projeto aprendizagem di profissionalizProjeto aprendizagem di profissionaliz
Projeto aprendizagem di profissionaliz
 
Cartilha Dos Tecnologos
Cartilha Dos TecnologosCartilha Dos Tecnologos
Cartilha Dos Tecnologos
 
Tecnico subsequente em seguranca do trabalho ead- 2012
Tecnico subsequente em seguranca do trabalho  ead- 2012Tecnico subsequente em seguranca do trabalho  ead- 2012
Tecnico subsequente em seguranca do trabalho ead- 2012
 
Novas competências para novos empregos
Novas competências para novos empregosNovas competências para novos empregos
Novas competências para novos empregos
 
Educacao Tecnologica
Educacao TecnologicaEducacao Tecnologica
Educacao Tecnologica
 
O Tecnólogo em Construção de Edifícios e seu Reconhecimento Profissional
O Tecnólogo em Construção de Edifícios e seu Reconhecimento ProfissionalO Tecnólogo em Construção de Edifícios e seu Reconhecimento Profissional
O Tecnólogo em Construção de Edifícios e seu Reconhecimento Profissional
 
Educacao a distancia_no_brasil
Educacao a distancia_no_brasilEducacao a distancia_no_brasil
Educacao a distancia_no_brasil
 
Rede e-Tec Brasil – Uma política de inclusão pela Educação Profissional a dis...
Rede e-Tec Brasil – Uma política de inclusão pela Educação Profissional a dis...Rede e-Tec Brasil – Uma política de inclusão pela Educação Profissional a dis...
Rede e-Tec Brasil – Uma política de inclusão pela Educação Profissional a dis...
 

Semelhante a Educação profissional [modo de compatibilidade]

PAF O meu projecto de final de curso
PAF O meu projecto de final de cursoPAF O meu projecto de final de curso
PAF O meu projecto de final de curso
francisco quiss
 
EducaçãO Profissional E A FormaçãO Por CompetêNcias
EducaçãO Profissional E A FormaçãO Por CompetêNciasEducaçãO Profissional E A FormaçãO Por CompetêNcias
EducaçãO Profissional E A FormaçãO Por CompetêNcias
Leonardo Bruno Braga Lira
 
2 edicao referencial_formacao_pedagogica_inicial_formadores_21_03_2013
2 edicao referencial_formacao_pedagogica_inicial_formadores_21_03_20132 edicao referencial_formacao_pedagogica_inicial_formadores_21_03_2013
2 edicao referencial_formacao_pedagogica_inicial_formadores_21_03_2013
Paula Fernandes
 
sessao_2_pt_acqf_plw_12_caso_mocambique_anep_ida_alvarinho.pdf
sessao_2_pt_acqf_plw_12_caso_mocambique_anep_ida_alvarinho.pdfsessao_2_pt_acqf_plw_12_caso_mocambique_anep_ida_alvarinho.pdf
sessao_2_pt_acqf_plw_12_caso_mocambique_anep_ida_alvarinho.pdf
CardosoAlbertoDias3
 
5ª aula modulo 2 - furg - tics - plano de aula
5ª aula  modulo 2 - furg - tics - plano de aula5ª aula  modulo 2 - furg - tics - plano de aula
5ª aula modulo 2 - furg - tics - plano de aula
ticedulesvp
 
5ª aula modulo 2 - furg - tics - plano de aula
5ª aula  modulo 2 - furg - tics - plano de aula5ª aula  modulo 2 - furg - tics - plano de aula
5ª aula modulo 2 - furg - tics - plano de aula
ticedulesvp
 
Apresentacao senai
Apresentacao senaiApresentacao senai
Apresentacao senai
ciespbrag_22
 
Apresentacao senai
Apresentacao senaiApresentacao senai
Apresentacao senai
ciespbrag_22
 

Semelhante a Educação profissional [modo de compatibilidade] (20)

SuperintendêNcia De E.P. Do Estado Da Bahia
SuperintendêNcia De E.P. Do Estado Da BahiaSuperintendêNcia De E.P. Do Estado Da Bahia
SuperintendêNcia De E.P. Do Estado Da Bahia
 
Apresentação DCNTNM
Apresentação DCNTNMApresentação DCNTNM
Apresentação DCNTNM
 
manual de aprendizagem comercial senac pr
manual de aprendizagem comercial senac prmanual de aprendizagem comercial senac pr
manual de aprendizagem comercial senac pr
 
18-CERTIFICADO C.pdf
18-CERTIFICADO C.pdf18-CERTIFICADO C.pdf
18-CERTIFICADO C.pdf
 
PAF O meu projecto de final de curso
PAF O meu projecto de final de cursoPAF O meu projecto de final de curso
PAF O meu projecto de final de curso
 
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL
EDUCAÇÃO PROFISSIONALEDUCAÇÃO PROFISSIONAL
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL
 
Workshop Educação - 2006
Workshop Educação - 2006Workshop Educação - 2006
Workshop Educação - 2006
 
Ensino médio integrado emi-gama-1
Ensino médio integrado   emi-gama-1Ensino médio integrado   emi-gama-1
Ensino médio integrado emi-gama-1
 
Proeja2709 com foto
Proeja2709 com fotoProeja2709 com foto
Proeja2709 com foto
 
EducaçãO Profissional E A FormaçãO Por CompetêNcias
EducaçãO Profissional E A FormaçãO Por CompetêNciasEducaçãO Profissional E A FormaçãO Por CompetêNcias
EducaçãO Profissional E A FormaçãO Por CompetêNcias
 
Mercado de trabalho
Mercado de trabalhoMercado de trabalho
Mercado de trabalho
 
2 edicao referencial_formacao_pedagogica_inicial_formadores_21_03_2013
2 edicao referencial_formacao_pedagogica_inicial_formadores_21_03_20132 edicao referencial_formacao_pedagogica_inicial_formadores_21_03_2013
2 edicao referencial_formacao_pedagogica_inicial_formadores_21_03_2013
 
sessao_2_pt_acqf_plw_12_caso_mocambique_anep_ida_alvarinho.pdf
sessao_2_pt_acqf_plw_12_caso_mocambique_anep_ida_alvarinho.pdfsessao_2_pt_acqf_plw_12_caso_mocambique_anep_ida_alvarinho.pdf
sessao_2_pt_acqf_plw_12_caso_mocambique_anep_ida_alvarinho.pdf
 
5ª aula modulo 2 - furg - tics - plano de aula
5ª aula  modulo 2 - furg - tics - plano de aula5ª aula  modulo 2 - furg - tics - plano de aula
5ª aula modulo 2 - furg - tics - plano de aula
 
5ª aula modulo 2 - furg - tics - plano de aula
5ª aula  modulo 2 - furg - tics - plano de aula5ª aula  modulo 2 - furg - tics - plano de aula
5ª aula modulo 2 - furg - tics - plano de aula
 
pc_tecnico_panificacao_1.pdf
pc_tecnico_panificacao_1.pdfpc_tecnico_panificacao_1.pdf
pc_tecnico_panificacao_1.pdf
 
Apresentação EPEC 2011
Apresentação EPEC 2011Apresentação EPEC 2011
Apresentação EPEC 2011
 
Apresentacao senai
Apresentacao senaiApresentacao senai
Apresentacao senai
 
Apresentacao senai
Apresentacao senaiApresentacao senai
Apresentacao senai
 
17-CERTIFICADO A.pdf
17-CERTIFICADO A.pdf17-CERTIFICADO A.pdf
17-CERTIFICADO A.pdf
 

Mais de gilfaca158

Mudança na cultura organizacional ii
Mudança na cultura organizacional iiMudança na cultura organizacional ii
Mudança na cultura organizacional ii
gilfaca158
 
Autodedesenvolviento~1
Autodedesenvolviento~1Autodedesenvolviento~1
Autodedesenvolviento~1
gilfaca158
 
Didática e mediação [modo de compatibilidade]
Didática e mediação [modo de compatibilidade]Didática e mediação [modo de compatibilidade]
Didática e mediação [modo de compatibilidade]
gilfaca158
 
Exemplos de situação problema [modo de compatibilidade]
Exemplos de situação problema [modo de compatibilidade]Exemplos de situação problema [modo de compatibilidade]
Exemplos de situação problema [modo de compatibilidade]
gilfaca158
 
Roteiro de aula pr03-01-07 f2r12 de17-12-10
Roteiro de aula   pr03-01-07 f2r12 de17-12-10Roteiro de aula   pr03-01-07 f2r12 de17-12-10
Roteiro de aula pr03-01-07 f2r12 de17-12-10
gilfaca158
 
O papel do professor no processo de ensino e de aprendizagem
O papel do professor no processo de ensino e de aprendizagemO papel do professor no processo de ensino e de aprendizagem
O papel do professor no processo de ensino e de aprendizagem
gilfaca158
 
Introdução às metodologias de ensino com base em competência [modo de compati...
Introdução às metodologias de ensino com base em competência [modo de compati...Introdução às metodologias de ensino com base em competência [modo de compati...
Introdução às metodologias de ensino com base em competência [modo de compati...
gilfaca158
 
As práticas de poder e estrutura de caráter na gestão de recursos humanos
As práticas de poder e estrutura de caráter na gestão de recursos humanosAs práticas de poder e estrutura de caráter na gestão de recursos humanos
As práticas de poder e estrutura de caráter na gestão de recursos humanos
gilfaca158
 

Mais de gilfaca158 (15)

Mudança na cultura organizacional ii
Mudança na cultura organizacional iiMudança na cultura organizacional ii
Mudança na cultura organizacional ii
 
Autodedesenvolviento~1
Autodedesenvolviento~1Autodedesenvolviento~1
Autodedesenvolviento~1
 
Didática e mediação [modo de compatibilidade]
Didática e mediação [modo de compatibilidade]Didática e mediação [modo de compatibilidade]
Didática e mediação [modo de compatibilidade]
 
Exemplos de situação problema [modo de compatibilidade]
Exemplos de situação problema [modo de compatibilidade]Exemplos de situação problema [modo de compatibilidade]
Exemplos de situação problema [modo de compatibilidade]
 
Roteiro de aula pr03-01-07 f2r12 de17-12-10
Roteiro de aula   pr03-01-07 f2r12 de17-12-10Roteiro de aula   pr03-01-07 f2r12 de17-12-10
Roteiro de aula pr03-01-07 f2r12 de17-12-10
 
O papel do professor no processo de ensino e de aprendizagem
O papel do professor no processo de ensino e de aprendizagemO papel do professor no processo de ensino e de aprendizagem
O papel do professor no processo de ensino e de aprendizagem
 
Introdução às metodologias de ensino com base em competência [modo de compati...
Introdução às metodologias de ensino com base em competência [modo de compati...Introdução às metodologias de ensino com base em competência [modo de compati...
Introdução às metodologias de ensino com base em competência [modo de compati...
 
Objetivos, convivência história e estrutura do senai [modo de compatibilidade]
Objetivos, convivência história e estrutura do senai [modo de compatibilidade]Objetivos, convivência história e estrutura do senai [modo de compatibilidade]
Objetivos, convivência história e estrutura do senai [modo de compatibilidade]
 
As práticas de poder e estrutura de caráter na gestão de recursos humanos
As práticas de poder e estrutura de caráter na gestão de recursos humanosAs práticas de poder e estrutura de caráter na gestão de recursos humanos
As práticas de poder e estrutura de caráter na gestão de recursos humanos
 
O valor da educação em si 2 [modo de compatibilidade]
O valor da educação em si 2 [modo de compatibilidade]O valor da educação em si 2 [modo de compatibilidade]
O valor da educação em si 2 [modo de compatibilidade]
 
Algumas idéias sobre integraçao dos grupos de trabalho
Algumas idéias sobre integraçao dos grupos de trabalhoAlgumas idéias sobre integraçao dos grupos de trabalho
Algumas idéias sobre integraçao dos grupos de trabalho
 
Acuda mamãe
Acuda  mamãeAcuda  mamãe
Acuda mamãe
 
Texto novo a temática do ciúme - 14 - 08 - 2009
Texto novo   a temática do ciúme - 14 - 08 - 2009Texto novo   a temática do ciúme - 14 - 08 - 2009
Texto novo a temática do ciúme - 14 - 08 - 2009
 
Algumas considerações na abordagem da análise bioenergética
Algumas considerações na abordagem da análise bioenergéticaAlgumas considerações na abordagem da análise bioenergética
Algumas considerações na abordagem da análise bioenergética
 
Acuda mamãe
Acuda  mamãeAcuda  mamãe
Acuda mamãe
 

Educação profissional [modo de compatibilidade]

  • 3. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL • Que profissional o mercado de trabalho busca, atualmente, diante dos diversos desafios postos pela sociedade do século XXI?
  • 4. A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO SÉCULO XXI Os que decidem, os que pensam e os que fazem, as três categorias de trabalhadores absolutamente diferenciadas anteriormente, estarão presentes em cada trabalhador do mundo de hoje. • Na Educação Profissional, mais do que acumular conhecimento será preciso construir competências. Em lugar de transmissão de conhecimentos, contemplará projetos, pesquisas e situações- problema. • Na Educação Profissional não haverá conclusões nem formaturas. Só término de etapas. Ser permanente e continuada será uma de suas principais características. • A Educação Profissional articulada com a Educação Básica abandonará o caráter reducionista que privilegia apenas a dimensão técnica e as necessidades econômicas do mundo da produção. Sua visão é para além da economia.
  • 5. CONCEITO DE COMPETÊNCIA Mobilização de conhecimentos, habilidades e atitudes necessários ao desempenho de atividades ou funções típicas segundo padrões de qualidade e produtividade requeridos pela natureza do trabalho.
  • 6. • O que é Educação Profissional
  • 7. Educação profissional e tecnológica é a modalidade educativa que se integra aos diferentes níveis e modalidades de educação e às dimensões do trabalho, da ciência e da tecnologia. Abrange os cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional; de educação profissional técnica de nível médio; e de educação profissional tecnológica de graduação e pós-graduação. (LDBEN, art.39). LDBEN – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
  • 9. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL OBJETIVO Parágrafo único: “ A Educação Profissional, integrada às diferentes formas de educação, ao trabalho, a ciência e a tecnologia, objetiva garantir ao cidadão o permanente desenvolvimento de aptidões para a vida produtiva e social.” Resolução CNE/CEB nº 04/99 - Institui as Diretrizes Nacionais para a Educação Profissional CNE – Conselho Nacional de Educação CEB – Câmara de Educação Básica
  • 10. A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO FINAL DO SÉCULO XX - 1980 A 2000 • São definidas as bases para uma nova Educação Profissional: a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, em 1996, confere identidade própria a Educação Profissional; as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional de Nível Técnico aprovadas em 1999, apontam para um novo perfil do trabalhador - O cidadão com competências técnicas; o Estado Brasileiro reconhece que é necessário assegurar onze anos de escolaridade básica, para a adequada formação do cidadão; numa relação de complementaridade com a Educação Básica, a Educação Profissional deve propiciar a construção de competências. A PRONTA RESPOSTA DO SENAI • O SENAI elabora uma nova proposta para a formação profissional. O profissional. projeto, sintonizado com a nova Legislação da Educação Profissional, é denominado NOVOS RUMOS DA APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. INDUSTRIAL.
  • 11. Educação Profissional - Modalidades • Formação inicial e continuada (iniciação profissional, a capacitação, a qualificação, a aprendizagem, o aperfeiçoamento, a especialização, a atualização); • Educação Profissional Técnica de Nível Médio (integrada, concomitante, subsequente); • Educação Profissional Tecnológica de Graduação e Pós- Graduação.
  • 12. CARACTERIZAÇÃO DA MODALIDADE Formação Inicial e Continuada • Iniciação Profissional Destinada a jovens e adultos, independentemente de escolaridade, visando a despertar o interesse pelo trabalho e preparar para o desempenho de funções básicas e de baixa complexidade de uma profissão ou de um conjunto de profissões; Qualificação Profissional Básica Destinada ao desenvolvimento de competências profissionais reconhecidas no mercado de trabalho;
  • 13. CARACTERIZAÇÃO DA MODALIDADE Formação Inicial e Continuada • Aprendizagem Industrial Básica Visa à qualificação básica de aprendizes, jovens (maior de 14 anos e menor de 24) com vínculo empregatício com empresa ou instituição que atendam aos requisitos da legislação específica vigente. • Aperfeiçoamento Profissional Visa a atualizar, ampliar ou complementar competências profissionais adquiridas na formação profissional ou no trabalho.
  • 14. CARACTERIZAÇÃO DA MODALIDADE Educação Profissional Técnica de Nível Médio •Visa à formação de técnicos de nível médio em determinada área profissional • Os cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio propiciarão habilitação, qualificação e especialização a alunos matriculados ou egressos do ensino médio e serão desenvolvidas de acordo com as diretrizes curriculares nacionais, a legislação vigente e as diretrizes institucionais.
  • 15. CARACTERIZAÇÃO DA MODALIDADE Graduação Tecnológica •Destinado a egressos do ensino médio ou equivalente, voltado para atividades em determinada área profissional. Dá direito ao diploma de tecnólogo. Pós-Graduação Tecnológica •Lato sensu •Stricto sensu