SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
Baixar para ler offline
ESTÁGIO SUPERVISIONADO RELAÇÃO TEORIA X PRÁTICA
[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
[object Object]
[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
[object Object]
[object Object]
[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
[object Object]
[object Object]
PROBLEMATIZAÇÃO PONTOS FRACOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
PONTOS FORTES ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
REFERÊNCIAS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slide o estágio na história da educação
Slide o estágio na  história da educaçãoSlide o estágio na  história da educação
Slide o estágio na história da educaçãoestudosacademicospedag
 
Estágio e docência
Estágio e docênciaEstágio e docência
Estágio e docênciaNadia Biavati
 
Formação continuada em serviço: um estudo sobre o projeto sala de professor
Formação continuada em serviço: um estudo sobre o projeto sala de professorFormação continuada em serviço: um estudo sobre o projeto sala de professor
Formação continuada em serviço: um estudo sobre o projeto sala de professorCristiana Campos
 
Relatório de Estágio de Prática Docente II - Séries Iniciais
Relatório de Estágio de Prática Docente II - Séries IniciaisRelatório de Estágio de Prática Docente II - Séries Iniciais
Relatório de Estágio de Prática Docente II - Séries Iniciaispedagogianh
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPwww.estagiosupervisionadofip.blogspot.com
 
Os saberes docentes do estágio supervisionado nos cursos
Os saberes docentes do estágio supervisionado nos cursosOs saberes docentes do estágio supervisionado nos cursos
Os saberes docentes do estágio supervisionado nos cursosCamila Araújo
 
Relatório estágio de observação edição 2 1
Relatório estágio de observação edição 2 1Relatório estágio de observação edição 2 1
Relatório estágio de observação edição 2 1Arivaldo Bispo
 
Estágio supervisionado no ensino fundamental 6 periodo
Estágio supervisionado no ensino fundamental   6 periodoEstágio supervisionado no ensino fundamental   6 periodo
Estágio supervisionado no ensino fundamental 6 periodoElvis Reis
 
Lzo. relatorio de estagio
Lzo. relatorio de estagioLzo. relatorio de estagio
Lzo. relatorio de estagioDanielle Meira
 
Caderno de estágio ed inf 2014 trabalho de conclusão do
Caderno de estágio ed inf 2014   trabalho de conclusão doCaderno de estágio ed inf 2014   trabalho de conclusão do
Caderno de estágio ed inf 2014 trabalho de conclusão domkbariotto
 
Tutoria e orientação de estudos
Tutoria e orientação de estudosTutoria e orientação de estudos
Tutoria e orientação de estudosELZA PIRES
 
A importância da observação em sala de aula
A importância da observação em sala de aulaA importância da observação em sala de aula
A importância da observação em sala de aulaMarcos Neves
 
Oficina de idéias sobre estágio e docencia
Oficina de idéias sobre estágio e docenciaOficina de idéias sobre estágio e docencia
Oficina de idéias sobre estágio e docenciaCelia Santos
 
Estagio diferentes concepções
Estagio diferentes concepçõesEstagio diferentes concepções
Estagio diferentes concepçõesKênia Bomtempo
 
Portfolio maria tereza
Portfolio maria terezaPortfolio maria tereza
Portfolio maria terezafamiliaestagio
 

Mais procurados (19)

Estágio e metodologia da pesquisa
Estágio e metodologia da pesquisaEstágio e metodologia da pesquisa
Estágio e metodologia da pesquisa
 
Slide o estágio na história da educação
Slide o estágio na  história da educaçãoSlide o estágio na  história da educação
Slide o estágio na história da educação
 
Estágio e docência
Estágio e docênciaEstágio e docência
Estágio e docência
 
Formação continuada em serviço: um estudo sobre o projeto sala de professor
Formação continuada em serviço: um estudo sobre o projeto sala de professorFormação continuada em serviço: um estudo sobre o projeto sala de professor
Formação continuada em serviço: um estudo sobre o projeto sala de professor
 
Relatório de Estágio de Prática Docente II - Séries Iniciais
Relatório de Estágio de Prática Docente II - Séries IniciaisRelatório de Estágio de Prática Docente II - Séries Iniciais
Relatório de Estágio de Prática Docente II - Séries Iniciais
 
Ped normas ecs
Ped normas ecsPed normas ecs
Ped normas ecs
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
 
Os saberes docentes do estágio supervisionado nos cursos
Os saberes docentes do estágio supervisionado nos cursosOs saberes docentes do estágio supervisionado nos cursos
Os saberes docentes do estágio supervisionado nos cursos
 
Relatório estágio de observação edição 2 1
Relatório estágio de observação edição 2 1Relatório estágio de observação edição 2 1
Relatório estágio de observação edição 2 1
 
Projeto Formação Continuada
Projeto Formação ContinuadaProjeto Formação Continuada
Projeto Formação Continuada
 
Estágio supervisionado no ensino fundamental 6 periodo
Estágio supervisionado no ensino fundamental   6 periodoEstágio supervisionado no ensino fundamental   6 periodo
Estágio supervisionado no ensino fundamental 6 periodo
 
Lzo. relatorio de estagio
Lzo. relatorio de estagioLzo. relatorio de estagio
Lzo. relatorio de estagio
 
Caderno de estágio ed inf 2014 trabalho de conclusão do
Caderno de estágio ed inf 2014   trabalho de conclusão doCaderno de estágio ed inf 2014   trabalho de conclusão do
Caderno de estágio ed inf 2014 trabalho de conclusão do
 
Plano geral do estágio supervisionado
Plano geral do estágio supervisionadoPlano geral do estágio supervisionado
Plano geral do estágio supervisionado
 
Tutoria e orientação de estudos
Tutoria e orientação de estudosTutoria e orientação de estudos
Tutoria e orientação de estudos
 
A importância da observação em sala de aula
A importância da observação em sala de aulaA importância da observação em sala de aula
A importância da observação em sala de aula
 
Oficina de idéias sobre estágio e docencia
Oficina de idéias sobre estágio e docenciaOficina de idéias sobre estágio e docencia
Oficina de idéias sobre estágio e docencia
 
Estagio diferentes concepções
Estagio diferentes concepçõesEstagio diferentes concepções
Estagio diferentes concepções
 
Portfolio maria tereza
Portfolio maria terezaPortfolio maria tereza
Portfolio maria tereza
 

Destaque

ORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO IORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA ...
ORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO IORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA ...ORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO IORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA ...
ORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO IORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA ...MALVINA EUFRAZIO DA SILVA
 
Estágio Supervisionado em Administração 2009
Estágio Supervisionado em Administração 2009Estágio Supervisionado em Administração 2009
Estágio Supervisionado em Administração 2009Debora Almeida
 
Estágio supervisionado Licenciatura Computação
Estágio supervisionado Licenciatura ComputaçãoEstágio supervisionado Licenciatura Computação
Estágio supervisionado Licenciatura Computaçãolilianrmedeiros
 
Apresentação de relatório de estágio II
Apresentação de relatório de estágio IIApresentação de relatório de estágio II
Apresentação de relatório de estágio IImarcia121007
 
Apresentação estágio supervisionado ii
Apresentação estágio supervisionado iiApresentação estágio supervisionado ii
Apresentação estágio supervisionado iifamiliaestagio
 
Estágio supervisionado
Estágio supervisionadoEstágio supervisionado
Estágio supervisionadoMsylvia
 
Estágio: diferentes concepções
Estágio: diferentes concepções Estágio: diferentes concepções
Estágio: diferentes concepções Lílian Reis
 
.Didatica organizacao do_trabalho_pedagogico-1
.Didatica organizacao do_trabalho_pedagogico-1.Didatica organizacao do_trabalho_pedagogico-1
.Didatica organizacao do_trabalho_pedagogico-1Rômulo Rodrigues
 
Estágio Educação Infantil
Estágio Educação InfantilEstágio Educação Infantil
Estágio Educação InfantilLuúh Reis
 
Manual de estágio_supervisionado
Manual de estágio_supervisionadoManual de estágio_supervisionado
Manual de estágio_supervisionadoADRIANA BECKER
 
Estágio supervisionado ii
Estágio supervisionado iiEstágio supervisionado ii
Estágio supervisionado iifamiliaestagio
 
Relatório de Estágio
Relatório de Estágio Relatório de Estágio
Relatório de Estágio Marco Menezes
 
Palestra estágio sem imagens
Palestra estágio sem imagensPalestra estágio sem imagens
Palestra estágio sem imagensElton da Costa
 
Memória e verdade em sala de aula: prática pedagógica em Educação em Direitos...
Memória e verdade em sala de aula: prática pedagógica em Educação em Direitos...Memória e verdade em sala de aula: prática pedagógica em Educação em Direitos...
Memória e verdade em sala de aula: prática pedagógica em Educação em Direitos...Capucho Marinho
 
Como tornar as aulas didáticas ou memoráveis
Como tornar as aulas didáticas ou memoráveisComo tornar as aulas didáticas ou memoráveis
Como tornar as aulas didáticas ou memoráveisEBS/PE da Calheta
 
Apoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicas
Apoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicasApoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicas
Apoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicasMauro Jonathan M. Santos
 
Estágio supervisionado ii
Estágio supervisionado iiEstágio supervisionado ii
Estágio supervisionado iifamiliaestagio
 
Orientação de estágio ii
Orientação de estágio iiOrientação de estágio ii
Orientação de estágio iiFlavio Brim
 

Destaque (20)

ORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO IORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA ...
ORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO IORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA ...ORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO IORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA ...
ORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO IORIENTAÇÕES PARA PRÁTICA ...
 
Estágio Supervisionado em Administração 2009
Estágio Supervisionado em Administração 2009Estágio Supervisionado em Administração 2009
Estágio Supervisionado em Administração 2009
 
Estágio supervisionado Licenciatura Computação
Estágio supervisionado Licenciatura ComputaçãoEstágio supervisionado Licenciatura Computação
Estágio supervisionado Licenciatura Computação
 
Apresentação de relatório de estágio II
Apresentação de relatório de estágio IIApresentação de relatório de estágio II
Apresentação de relatório de estágio II
 
Apresentação estágio supervisionado ii
Apresentação estágio supervisionado iiApresentação estágio supervisionado ii
Apresentação estágio supervisionado ii
 
Apresentação estágio 1
Apresentação estágio 1Apresentação estágio 1
Apresentação estágio 1
 
Estágio supervisionado
Estágio supervisionadoEstágio supervisionado
Estágio supervisionado
 
Estágio: diferentes concepções
Estágio: diferentes concepções Estágio: diferentes concepções
Estágio: diferentes concepções
 
.Didatica organizacao do_trabalho_pedagogico-1
.Didatica organizacao do_trabalho_pedagogico-1.Didatica organizacao do_trabalho_pedagogico-1
.Didatica organizacao do_trabalho_pedagogico-1
 
Estágio Educação Infantil
Estágio Educação InfantilEstágio Educação Infantil
Estágio Educação Infantil
 
Manual de estágio_supervisionado
Manual de estágio_supervisionadoManual de estágio_supervisionado
Manual de estágio_supervisionado
 
Estágio supervisionado ii
Estágio supervisionado iiEstágio supervisionado ii
Estágio supervisionado ii
 
Relatório de Estágio
Relatório de Estágio Relatório de Estágio
Relatório de Estágio
 
Estágio Curricular
Estágio CurricularEstágio Curricular
Estágio Curricular
 
Palestra estágio sem imagens
Palestra estágio sem imagensPalestra estágio sem imagens
Palestra estágio sem imagens
 
Memória e verdade em sala de aula: prática pedagógica em Educação em Direitos...
Memória e verdade em sala de aula: prática pedagógica em Educação em Direitos...Memória e verdade em sala de aula: prática pedagógica em Educação em Direitos...
Memória e verdade em sala de aula: prática pedagógica em Educação em Direitos...
 
Como tornar as aulas didáticas ou memoráveis
Como tornar as aulas didáticas ou memoráveisComo tornar as aulas didáticas ou memoráveis
Como tornar as aulas didáticas ou memoráveis
 
Apoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicas
Apoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicasApoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicas
Apoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicas
 
Estágio supervisionado ii
Estágio supervisionado iiEstágio supervisionado ii
Estágio supervisionado ii
 
Orientação de estágio ii
Orientação de estágio iiOrientação de estágio ii
Orientação de estágio ii
 

Semelhante a EstáGio Supervisionado Ponta Grossa

~PROFESSORES INCIANTES: TEORIAS, PRÁTICAS, DILEMAS E DESAFIOS
~PROFESSORES INCIANTES: TEORIAS, PRÁTICAS, DILEMAS E DESAFIOS~PROFESSORES INCIANTES: TEORIAS, PRÁTICAS, DILEMAS E DESAFIOS
~PROFESSORES INCIANTES: TEORIAS, PRÁTICAS, DILEMAS E DESAFIOSProfessorPrincipiante
 
Apresentação rondinelle
Apresentação rondinelleApresentação rondinelle
Apresentação rondinellefamiliaestagio
 
PROFESSORES INICIANTES, EXPERIENTES E PESQUISADORES EM GRUPO COLABORATIVO: NA...
PROFESSORES INICIANTES, EXPERIENTES E PESQUISADORES EM GRUPO COLABORATIVO: NA...PROFESSORES INICIANTES, EXPERIENTES E PESQUISADORES EM GRUPO COLABORATIVO: NA...
PROFESSORES INICIANTES, EXPERIENTES E PESQUISADORES EM GRUPO COLABORATIVO: NA...ProfessorPrincipiante
 
Áreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogoÁreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogoBeatriz
 
Áreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogoÁreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogoBeatriz
 
TEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdf
TEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdfTEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdf
TEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdfDrikaSato
 
PROFESSORES INICIANTES: SEU INGRESSO NA PROFISSÃO E SUAS APRENDIZAGENS
PROFESSORES INICIANTES: SEU INGRESSO NA PROFISSÃO E SUAS APRENDIZAGENSPROFESSORES INICIANTES: SEU INGRESSO NA PROFISSÃO E SUAS APRENDIZAGENS
PROFESSORES INICIANTES: SEU INGRESSO NA PROFISSÃO E SUAS APRENDIZAGENSProfessorPrincipiante
 
DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...
DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...
DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...ProfessorPrincipiante
 
ARTIGO – O PIBID COMO FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR.
ARTIGO – O PIBID COMO FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR.ARTIGO – O PIBID COMO FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR.
ARTIGO – O PIBID COMO FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR.Tissiane Gomes
 
Percepções acerca da implantação de cursos superiores semipresenciais usando ...
Percepções acerca da implantação de cursos superiores semipresenciais usando ...Percepções acerca da implantação de cursos superiores semipresenciais usando ...
Percepções acerca da implantação de cursos superiores semipresenciais usando ...Inge Suhr
 
DIÁLOGOS ENTRE OS SABERES DA PRÁTICA E A TEORIA: O QUE DIZEM OS (AS) ACADÊMIC...
DIÁLOGOS ENTRE OS SABERES DA PRÁTICA E A TEORIA: O QUE DIZEM OS (AS) ACADÊMIC...DIÁLOGOS ENTRE OS SABERES DA PRÁTICA E A TEORIA: O QUE DIZEM OS (AS) ACADÊMIC...
DIÁLOGOS ENTRE OS SABERES DA PRÁTICA E A TEORIA: O QUE DIZEM OS (AS) ACADÊMIC...ProfessorPrincipiante
 
A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES NO SÉCULO XXI
A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES NO SÉCULO XXIA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES NO SÉCULO XXI
A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES NO SÉCULO XXIJulhinha Camara
 
OS SABERES DOCENTES NA EDUCAÇÃO FÍSICA: A COMPREENSÃO DOS ESTUDANTES E PROFES...
OS SABERES DOCENTES NA EDUCAÇÃO FÍSICA: A COMPREENSÃO DOS ESTUDANTES E PROFES...OS SABERES DOCENTES NA EDUCAÇÃO FÍSICA: A COMPREENSÃO DOS ESTUDANTES E PROFES...
OS SABERES DOCENTES NA EDUCAÇÃO FÍSICA: A COMPREENSÃO DOS ESTUDANTES E PROFES...ProfessorPrincipiante
 
DESENVIMENTO DO PROFISSIONAL DOCENTE NO BRASIL
DESENVIMENTO DO PROFISSIONAL DOCENTE NO BRASILDESENVIMENTO DO PROFISSIONAL DOCENTE NO BRASIL
DESENVIMENTO DO PROFISSIONAL DOCENTE NO BRASILchristianceapcursos
 

Semelhante a EstáGio Supervisionado Ponta Grossa (20)

~PROFESSORES INCIANTES: TEORIAS, PRÁTICAS, DILEMAS E DESAFIOS
~PROFESSORES INCIANTES: TEORIAS, PRÁTICAS, DILEMAS E DESAFIOS~PROFESSORES INCIANTES: TEORIAS, PRÁTICAS, DILEMAS E DESAFIOS
~PROFESSORES INCIANTES: TEORIAS, PRÁTICAS, DILEMAS E DESAFIOS
 
Apresentação rondinelle
Apresentação rondinelleApresentação rondinelle
Apresentação rondinelle
 
PROFESSORES INICIANTES, EXPERIENTES E PESQUISADORES EM GRUPO COLABORATIVO: NA...
PROFESSORES INICIANTES, EXPERIENTES E PESQUISADORES EM GRUPO COLABORATIVO: NA...PROFESSORES INICIANTES, EXPERIENTES E PESQUISADORES EM GRUPO COLABORATIVO: NA...
PROFESSORES INICIANTES, EXPERIENTES E PESQUISADORES EM GRUPO COLABORATIVO: NA...
 
Áreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogoÁreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogo
 
Áreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogoÁreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogo
 
Texto 1 ewerton1
Texto 1 ewerton1Texto 1 ewerton1
Texto 1 ewerton1
 
TEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdf
TEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdfTEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdf
TEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdf
 
PROFESSORES INICIANTES: SEU INGRESSO NA PROFISSÃO E SUAS APRENDIZAGENS
PROFESSORES INICIANTES: SEU INGRESSO NA PROFISSÃO E SUAS APRENDIZAGENSPROFESSORES INICIANTES: SEU INGRESSO NA PROFISSÃO E SUAS APRENDIZAGENS
PROFESSORES INICIANTES: SEU INGRESSO NA PROFISSÃO E SUAS APRENDIZAGENS
 
DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...
DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...
DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...
 
ARTIGO – O PIBID COMO FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR.
ARTIGO – O PIBID COMO FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR.ARTIGO – O PIBID COMO FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR.
ARTIGO – O PIBID COMO FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR.
 
Artigo gilberto 06
Artigo gilberto 06Artigo gilberto 06
Artigo gilberto 06
 
Vt6[1]
Vt6[1]Vt6[1]
Vt6[1]
 
Percepções acerca da implantação de cursos superiores semipresenciais usando ...
Percepções acerca da implantação de cursos superiores semipresenciais usando ...Percepções acerca da implantação de cursos superiores semipresenciais usando ...
Percepções acerca da implantação de cursos superiores semipresenciais usando ...
 
DIÁLOGOS ENTRE OS SABERES DA PRÁTICA E A TEORIA: O QUE DIZEM OS (AS) ACADÊMIC...
DIÁLOGOS ENTRE OS SABERES DA PRÁTICA E A TEORIA: O QUE DIZEM OS (AS) ACADÊMIC...DIÁLOGOS ENTRE OS SABERES DA PRÁTICA E A TEORIA: O QUE DIZEM OS (AS) ACADÊMIC...
DIÁLOGOS ENTRE OS SABERES DA PRÁTICA E A TEORIA: O QUE DIZEM OS (AS) ACADÊMIC...
 
A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES NO SÉCULO XXI
A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES NO SÉCULO XXIA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES NO SÉCULO XXI
A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES NO SÉCULO XXI
 
didatica ensino superior
didatica ensino superiordidatica ensino superior
didatica ensino superior
 
66-122-1-SM.pdf
66-122-1-SM.pdf66-122-1-SM.pdf
66-122-1-SM.pdf
 
OS SABERES DOCENTES NA EDUCAÇÃO FÍSICA: A COMPREENSÃO DOS ESTUDANTES E PROFES...
OS SABERES DOCENTES NA EDUCAÇÃO FÍSICA: A COMPREENSÃO DOS ESTUDANTES E PROFES...OS SABERES DOCENTES NA EDUCAÇÃO FÍSICA: A COMPREENSÃO DOS ESTUDANTES E PROFES...
OS SABERES DOCENTES NA EDUCAÇÃO FÍSICA: A COMPREENSÃO DOS ESTUDANTES E PROFES...
 
Tese
TeseTese
Tese
 
DESENVIMENTO DO PROFISSIONAL DOCENTE NO BRASIL
DESENVIMENTO DO PROFISSIONAL DOCENTE NO BRASILDESENVIMENTO DO PROFISSIONAL DOCENTE NO BRASIL
DESENVIMENTO DO PROFISSIONAL DOCENTE NO BRASIL
 

Mais de rosangelamenta

ApresentaçãO Tcc Rosangelamenta
ApresentaçãO Tcc RosangelamentaApresentaçãO Tcc Rosangelamenta
ApresentaçãO Tcc Rosangelamentarosangelamenta
 
Retrospectiva Caiubi 2003 2006
Retrospectiva Caiubi 2003 2006Retrospectiva Caiubi 2003 2006
Retrospectiva Caiubi 2003 2006rosangelamenta
 
Projetos De Aprendizagem On Line
Projetos De Aprendizagem On LineProjetos De Aprendizagem On Line
Projetos De Aprendizagem On Linerosangelamenta
 
Projetos de Aprendizagem on-line
Projetos de Aprendizagem on-lineProjetos de Aprendizagem on-line
Projetos de Aprendizagem on-linerosangelamenta
 
Curso Seed Uniao Da VitóRia
Curso Seed Uniao Da VitóRiaCurso Seed Uniao Da VitóRia
Curso Seed Uniao Da VitóRiarosangelamenta
 
A semente foi lançada... PROJETO CAIUBI/2004
A semente foi lançada... PROJETO CAIUBI/2004A semente foi lançada... PROJETO CAIUBI/2004
A semente foi lançada... PROJETO CAIUBI/2004rosangelamenta
 
Pontos fortes e fracos do CEWK
Pontos fortes e fracos do CEWKPontos fortes e fracos do CEWK
Pontos fortes e fracos do CEWKrosangelamenta
 
Cultura e diversidade cultural
Cultura e diversidade culturalCultura e diversidade cultural
Cultura e diversidade culturalrosangelamenta
 
Formação de docentes
Formação de docentesFormação de docentes
Formação de docentesrosangelamenta
 
O que desejo para você
O que desejo para vocêO que desejo para você
O que desejo para vocêrosangelamenta
 

Mais de rosangelamenta (11)

ApresentaçãO Tcc Rosangelamenta
ApresentaçãO Tcc RosangelamentaApresentaçãO Tcc Rosangelamenta
ApresentaçãO Tcc Rosangelamenta
 
Retrospectiva Caiubi 2003 2006
Retrospectiva Caiubi 2003 2006Retrospectiva Caiubi 2003 2006
Retrospectiva Caiubi 2003 2006
 
Projetos De Aprendizagem On Line
Projetos De Aprendizagem On LineProjetos De Aprendizagem On Line
Projetos De Aprendizagem On Line
 
Projetos de Aprendizagem on-line
Projetos de Aprendizagem on-lineProjetos de Aprendizagem on-line
Projetos de Aprendizagem on-line
 
Curso Seed Uniao Da VitóRia
Curso Seed Uniao Da VitóRiaCurso Seed Uniao Da VitóRia
Curso Seed Uniao Da VitóRia
 
A semente foi lançada... PROJETO CAIUBI/2004
A semente foi lançada... PROJETO CAIUBI/2004A semente foi lançada... PROJETO CAIUBI/2004
A semente foi lançada... PROJETO CAIUBI/2004
 
Quero ser do bem!
Quero ser do bem!Quero ser do bem!
Quero ser do bem!
 
Pontos fortes e fracos do CEWK
Pontos fortes e fracos do CEWKPontos fortes e fracos do CEWK
Pontos fortes e fracos do CEWK
 
Cultura e diversidade cultural
Cultura e diversidade culturalCultura e diversidade cultural
Cultura e diversidade cultural
 
Formação de docentes
Formação de docentesFormação de docentes
Formação de docentes
 
O que desejo para você
O que desejo para vocêO que desejo para você
O que desejo para você
 

Último

Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 

Último (20)

Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 

EstáGio Supervisionado Ponta Grossa