Economia Brasileira Pespectivas AGO2013

6.870 visualizações

Publicada em

Apresentação do Ministro Guido Mantega sobre as perspectivas da economia sobre 2013

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.870
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6.419
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Economia Brasileira Pespectivas AGO2013

  1. 1. 11 Perspectivas da economia brasileira Ministro Guido Mantega Grupo de Líderes Empresariais de São Paulo – LIDE São Paulo, 26 de agosto de 2013
  2. 2. 2 Dificuldades da economia mundial em 2013 Projeção de crescimento do PIB em 2013, em % Projeções do World Economic Outlook (FMI) de julho de 2013. Fonte: FMI Elaboração: Ministério da Fazenda
  3. 3. 3 A economia mundial no 1º semestre de 2013 PIB, crescimento trimestral frente ao trimestre anterior, em % Fonte: Bloomberg Elaboração: Ministério da Fazenda * Com ajuste sazonal ** Com ajuste sazonal e previsão 2T 2013 FOCUS (BCB: 26/ago/2013)
  4. 4. 4 Fonte: HSBC/Markit Elaboração: Ministério da Fazenda Uma luz no fim do túnel: recuperação das economias avançadas e da atividade industrial da China Índice de Compras de Gerentes (PMI), em pontos
  5. 5. 5 Yields dos Treasuries de 10 anos, em % ao ano Fonte: Bloomberg Elaboração: Ministério da Fazenda Recuperação dos EUA: uma faca de dois gumes - Estímulo à economia mundial - Turbulência cambial e financeira
  6. 6. 6 Taxa nominal de câmbio frente ao dólar norte-americano, base 100 = 1/5/2013 Fonte: Bloomberg Elaboração: Ministério da Fazenda Desvalorização das moedas dos países emergentes
  7. 7. 7  Turbulência cambial  Postergação de algumas operações financeiras (IPOs etc.)  Elevação dos juros  Redução da confiança do consumidor  Possível pressão de preços Porém:  Não afetou fluxos de entrada de capital estrangeiro ao Brasil.  Manutenção das reservas Efeitos no Brasil da elevação dos Treasuries e dos eventos políticos de junho e julho
  8. 8. 8 Cenário de uma economia mundial em recuperação  Maior solidez da economia brasileira: o Mais reservas internacionais o Menor dívida pública  Investimento externo positivo em junho, julho e agosto Menor impacto que a crise de 2011
  9. 9. 9 Comparação entre dezembro de 2002, agosto de 2008 e último dado de 2013 Fonte: Banco Central do Brasil Elaboração: Ministério da Fazenda * IED – Investimento Estrangeiro Direto (acumulado em 12 meses) Brasil preparado para enfrentar turbulências
  10. 10. 10 Turbulências não afetaram a conta financeira do balanço de pagamentos * Projeção do Banco Central Em US$ milhões Fonte: Banco Central do Brasil Elaboração: Ministério da Fazenda
  11. 11. 11 Investimento direto estrangeiro em 2012, em US$ bilhões Fonte: UNCTAD Elaboração: Ministério da Fazenda Fluxos elevados de investimento direto estrangeiro
  12. 12. 12  Leilões de swap cambial e linhas de liquidez em dólares  Leilões de compra e venda do Tesouro Nacional  Retirada do IOF sobre operações cambiais  Corte adicional de R$ 10 bilhões em despesas correntes da União  Não-prorrogação dos aumentos de tarifas de importação que vencem em setembro Medidas tomadas pelo Governo para enfrentar as turbulências
  13. 13. 13 Índices de bolsas de valores (Base 100 = 01/Jul/2013) Bolsas dos emergentes nas últimas semanas Fonte: Bloomberg Elaboração: Ministério da Fazenda
  14. 14. 14 Transações correntes em % do PIB, projeção para 2013 Fonte: FMI Elaboração: Ministério da Fazenda Setor externo dos países do G20 * Projeção do Banco Central.
  15. 15. 15 Reservas internacionais, em US$ bilhões (julho/2013) Fonte: Bloomberg Elaboração: Ministério da Fazenda Reservas internacionais em situação confortável * Dados de junho/2013 ** Dados de maio/2013 *** Dado de janeiro/2013 Emergentes perderam US$ 150 bilhões em reservas
  16. 16. 16 Pesquisa Industrial Mensal (PIM), variação mensal com ajuste sazonal e variação trimestral, em % Fonte: IBGE Elaboração: Ministério da Fazenda Apesar das dificuldades, recuperação em curso na economia brasileira
  17. 17. 17 Recuperação dos investimentos Produção de Bens de Capital (PIM-BK), variação mensal com ajuste sazonal e variação trimestral em % Fonte: PIM-IBGE Elaboração: Ministério da Fazenda
  18. 18. 18 Em milhões de toneladas de grãos (cereais, leguminosas e oleaginosas) Fonte: Conab/MAPA Elaboração: Ministério da Fazenda * Dados preliminares: sujeitos a alteração pela Conab ** Projeções da Conab Junho Safra brasileira
  19. 19. 19 Desemprego permanece nos menores níveis da série histórica Taxa de desemprego aberto, em % da população economicamente ativa Fonte: IBGE (Pesquisa Mensal do Emprego) Elaboração: Ministério da Fazenda
  20. 20. 20  Efeitos das medidas tomadas em 2011-12: redução de custos financeiros, tributários e de energia Queda da inflação - aumento do poder aquisitivo  Aumento do crédito  Melhora da confiança  Expansão dos investimentos  Melhora das perspectivas da economia mundial Perspectivas para o 2o semestre de 2013
  21. 21. 21  Grande programa de concessões  Alta lucratividade  Demanda reprimida por serviços de infraestrutura  Previsibilidade dos contratos  Governo quer grande atração de capitais privados Agora, o grande dinamizador da economia serão os investimentos, sobretudo em infraestrutura
  22. 22. 22 Programa de Infraestrutura Fonte: EPL, EPE, SAC e MME Elaboração: Ministério da Fazenda
  23. 23. 23 Cronograma de leilões de concessão Fonte: EPL, SAC, EPE e MME Elaboração: Ministério da Fazenda
  24. 24. 24

×