SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Baixar para ler offline
PONTUAÇÃO
PONTUAÇÃO
É a marcação sintática dos elementos que compõem o
período.
Observe:
1) Corre, pivete!
2) Corre pivete!
1) Não veja!
2) Não, veja!
PONTUAÇÃO
Agora responda:
Qual a prova que você gostaria de fazer?
1) A prova que será realizada no domingo é fácil.
2) A prova, que será realizada no domingo, é fácil.
Em 1: somente a prova de domingo é fácil, se ela for no
sábado, não saberemos!
Em 2: a prova é fácil, além disso, será realizada no
domingo.
PONTUAÇÃO
O emprego dos sinais de pontuação:
ponto final
PONTUAÇÃO
Indica o término de uma frase declarativa de um período
simples ou composto.
Exemplo:
Desejo-lhe uma boa prova.
.
O ponto é também usado em quase todas as abreviaturas, por
exemplo:
fev. = fevereiro
PONTUAÇÃO
hab. = habitante
rod. = rodovia
Ponto e vírgula
PONTUAÇÃO
Separa as diversas partes de um período.
Seja nas orações coordenadas longas ou nas que a
vírgula já esteja desgastada:
;
PONTUAÇÃO
Exemplo:
O diretor e a coordenadora já avisaram a todos os alunos
que não serão permitidas brincadeiras durante o
intervalo nos corredores; porém alguns alunos ignoram
essa ordem.
O pai, preocupado com o tempo, foi ao quintal recolher
as roupas; a mãe retirou os brinquedos.
PONTUAÇÃO
Seja por ser uma enumeração:
Exemplo:
Cabe ao professor responder às perguntas; cabe a ele dar
conta do conteúdo; cabe a ele buscar maneiras criativas
de ensinar.
PONTUAÇÃO
Inicia uma enumeração
Dois pontos
Ex.: Compramos para a casa o seguinte: mesa,
cadeiras, tapetes e sofás.
Introduz uma citação
Ex.:Visto que ela nada declarasse, o marido indagou:
- Afinal, o que houve?
:
PONTUAÇÃO
Dois pontos
Esclarece ou conclui algo que já foi dito:
Ex.: Essa moleza vai acabar: são as palavras do professor
Luís.
PONTUAÇÃO
Indicam conotação, estrangeirismo, gíria, citação, etc.
Aspas
Ex.: Esperava um “feedback” maior.
Ele estava “numa boa” quando foi delatado.
“
PONTUAÇÃO
Ex.: Desconheço o sentido de “amor” nos tempos atuais.
Você poderia me explicar o que é “admoestar” mais
uma vez?
Indica ironia:
Ex.: Ele sempre foi um “grande amigo”, queria a todo custo
conquistar minha esposa.
O “Sensibilizado” Paulo Maluf deixou seus pertences aos
colegas de cela.
Enfatiza o significado das palavras, no sentido denotativo:
PONTUAÇÃO
indicam uma oração intercalada
Parênteses
Exemplo:
Mais uma vez (tinha consciência disso) decidira o seu
destino.
( )
Sempre se diz (agora sei muito bem) que devagar se vai
ao longe.
PONTUAÇÃO
Observe a questão:
(FUNDEP- BDMG/2004) “A África é o seu [...] ‘lado negro’
(metafórica e literalmente)...”
As palavras destacadas nesse trecho indicam que a afirmação que
as precede é válida.
A) tanto como expressão acadêmica quanto como expressão
popular.
B) tanto como forma optativa quanto como forma obrigatória de
dizer.
C) tanto em linguagem coloquial quanto em linguagem formal.
D) tanto em sentido figurado como em sentido próprio.
PONTUAÇÃO
Marca uma explicação, reflexão ou intromissão do autor,
assim como a vírgula ou os parênteses.
Travessão
Ex.: Lula - um ex-operário - chegou à presidência.
O candidato - que estuda - passa.
Ex.: Deixai-me chorar mais e beber mais
E ter fé e sonhar - encher a alma
(Camilo Peçanha)
_
PONTUAÇÃO
Indicar a mudança do interlocutor nos diálogos:
Ex.: Manoel faltou a aula e a professora ficou preocupada:
- Lucas, você tem visto Manoel?
PONTUAÇÃO
Indica uma pergunta direta, ainda que esta não exija
resposta:
Ponto de Interrogação:
Ex.: Por que ele não veio?
?
PONTUAÇÃO
Marca o fim de qualquer enunciado com entonação
exclamativa, que normalmente exprime admiração,
surpresa, assombro, indignação.
Ponto de exclamação:
Ex.: Ah! Como queria passar neste concurso...
!
Que maravilha!
PONTUAÇÃO
Observe a questão:
(FUNDEP- BDMG/2004) “Pobre África, amaldiçoada África,
injustiçada África!
a) alusões.
b) descrições.
c) exclamações.
d) exortações.
Essa frase está estruturada, basicamente, por meio de:
PONTUAÇÃO
Indica uma certa indecisão, surpresa ou dúvida na fala
do personagem:
Reticências:
Ex.: João Antônio! Diga-me ... você ... me traiu?
...
Indica, num diálogo, que a fala de um personagem foi
interrompida pela fala de outro.
Ex.: - Como todos já deram sua opinião...
- Um momento, presidente, ainda tenho um assunto a
tratar.
PONTUAÇÃO
- Indica, numa citação, que certos trechos do texto
foram exclusos:
Ex.: “Quando o sol bater na janela do seu quarto”
Lembra e vê que o caminho é um só (…)”
A Humanidade é desumana, mas ainda temos chance.
(Legião Urbana)
Sugere ao leitor que complete o raciocínio contido na
frase:
Ex.: Durante o ano ficou claro que o aluno que não atingisse
150 pontos seria reprovado; você atingiu 145, portanto...
PONTUAÇÃO
Usamos a vírgula para indicar uma anomalia na frase!
Vírgula
Sabemos que a ordem sintática direta de uma oração é:
,
Sujeito + verbo + predicado
Não precisamos colocar vírgulas quando a frase está
direta porque todos os termos estão sintaticamente
relacionados na ordem certa:
PONTUAÇÃO
Se invertemos algum elemento, temos que dar um sinal
ao leitor que a ordem foi invertida.
Ex.: Arthur e seu irmão gostam de ir à praia todo dia.
Ex.: Todo dia, Arthur e seu irmão gostam de ir à praia.
PONTUAÇÃO
Se dois termos estão lado a lado e não possuem vínculo
sintático, temos também que dar um sinal!
Eunice, Lúcia e Joana fizeram o dever pela tarde.
A gramática tradicional traz cerca de doze regras para o
uso da vírgula, mas todas elas podem ser resumidas em
apenas três casos:
PONTUAÇÃO
1- indicar termos deslocados na oração
Ex.: Suzi, toda tarde, faz o dever sozinha.
As ruas, ninguém varreu hoje.
Quando todos forem embora, sentiremos muita falta.
PONTUAÇÃO
2. indicar termos explicativos, intercalados ou que não têm vínculo
sintático.
Ex.: O filho, que está viajando, chegará amanhã.
Meu Deus, como isso chegou a esse estado!
A morte é triste, mas a gente aceita.
PONTUAÇÃO
3. indicar termos repetidos (de mesma função sintática) ou
elipticos.
Ex.: Pedro, Lucas, Felipe e Carlos formarão um bom time.
Um leão, aquele homem. (era)
Gramática - Pontuação

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Orações coordenadas
Orações coordenadasOrações coordenadas
Orações coordenadasAline Castro
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominalguest0cbfe
 
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃOAULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃOMarcelo Cordeiro Souza
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguísticacaurysilva
 
Denotação e Conotação - Resumo.pptx
Denotação e Conotação - Resumo.pptxDenotação e Conotação - Resumo.pptx
Denotação e Conotação - Resumo.pptxRafael Moraes
 
Orações Coordenadas Assindéticas e Sindéticas
Orações Coordenadas Assindéticas e SindéticasOrações Coordenadas Assindéticas e Sindéticas
Orações Coordenadas Assindéticas e SindéticasCaroline Capellari
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Keu Oliveira
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaLucilene Barcelos
 
O uso dos porquês
O uso dos porquêsO uso dos porquês
O uso dos porquêsRebeca Kaus
 
regras de pontuação
regras de pontuaçãoregras de pontuação
regras de pontuaçãocarvalho31
 
Período composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-português
Período composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-portuguêsPeríodo composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-português
Período composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-portuguêsFlávio Ferreira
 

Mais procurados (20)

Figuras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - IroniaFiguras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - Ironia
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Orações coordenadas
Orações coordenadasOrações coordenadas
Orações coordenadas
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
 
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃOAULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Denotação e Conotação - Resumo.pptx
Denotação e Conotação - Resumo.pptxDenotação e Conotação - Resumo.pptx
Denotação e Conotação - Resumo.pptx
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
 
Orações Coordenadas Assindéticas e Sindéticas
Orações Coordenadas Assindéticas e SindéticasOrações Coordenadas Assindéticas e Sindéticas
Orações Coordenadas Assindéticas e Sindéticas
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.
 
Orações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivasOrações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivas
 
Flexão do Substantivo
Flexão do SubstantivoFlexão do Substantivo
Flexão do Substantivo
 
Predicação verbal
Predicação verbal Predicação verbal
Predicação verbal
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
 
O uso dos porquês
O uso dos porquêsO uso dos porquês
O uso dos porquês
 
Período composto por coordenação
Período composto por coordenaçãoPeríodo composto por coordenação
Período composto por coordenação
 
TIPOS DE VERBOS
TIPOS DE VERBOSTIPOS DE VERBOS
TIPOS DE VERBOS
 
O que é texto
O que é textoO que é texto
O que é texto
 
regras de pontuação
regras de pontuaçãoregras de pontuação
regras de pontuação
 
Período composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-português
Período composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-portuguêsPeríodo composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-português
Período composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-português
 

Destaque

Material que será usado nos dias 23 e 24
Material que será usado nos dias 23 e 24Material que será usado nos dias 23 e 24
Material que será usado nos dias 23 e 24josivaldopassos
 
Gramática - Termos Acessórios
Gramática - Termos AcessóriosGramática - Termos Acessórios
Gramática - Termos AcessóriosMentor Concursos
 
Português para concursos públicos - Pontuação
Português para concursos públicos - PontuaçãoPortuguês para concursos públicos - Pontuação
Português para concursos públicos - PontuaçãoPreOnline
 
O parágrafo e a redação jurídica for slide share
O parágrafo e a redação jurídica for slide shareO parágrafo e a redação jurídica for slide share
O parágrafo e a redação jurídica for slide shareMGLAUCIA /LÍNGUA PORTUGUESA
 
Termos integrantes e termos acessórios
Termos integrantes e termos acessóriosTermos integrantes e termos acessórios
Termos integrantes e termos acessórioscatarinodilson
 
Aula 1 narrativa jurídica (1)
Aula 1   narrativa jurídica (1)Aula 1   narrativa jurídica (1)
Aula 1 narrativa jurídica (1)Henriete Thome
 
Termos acessórios da oração
Termos acessórios da oraçãoTermos acessórios da oração
Termos acessórios da oraçãoElisa Avila
 
Pontuação e regras de acentuação gráfica
Pontuação e regras de acentuação gráficaPontuação e regras de acentuação gráfica
Pontuação e regras de acentuação gráficaWlademyr Alves
 
Slides das Aulas de Teoria e Prática da Argumentação Jurídica (2012)
Slides das Aulas de Teoria e Prática da Argumentação Jurídica (2012)Slides das Aulas de Teoria e Prática da Argumentação Jurídica (2012)
Slides das Aulas de Teoria e Prática da Argumentação Jurídica (2012)Luís Rodolfo A. de Souza Dantas
 

Destaque (14)

Paragrafação
ParagrafaçãoParagrafação
Paragrafação
 
Nj aula 3
Nj aula 3Nj aula 3
Nj aula 3
 
Nj aula 6 ppt
Nj aula 6 pptNj aula 6 ppt
Nj aula 6 ppt
 
Material que será usado nos dias 23 e 24
Material que será usado nos dias 23 e 24Material que será usado nos dias 23 e 24
Material que será usado nos dias 23 e 24
 
Gramática - Termos Acessórios
Gramática - Termos AcessóriosGramática - Termos Acessórios
Gramática - Termos Acessórios
 
Português para concursos públicos - Pontuação
Português para concursos públicos - PontuaçãoPortuguês para concursos públicos - Pontuação
Português para concursos públicos - Pontuação
 
Termos acessórios
Termos acessóriosTermos acessórios
Termos acessórios
 
O parágrafo e a redação jurídica for slide share
O parágrafo e a redação jurídica for slide shareO parágrafo e a redação jurídica for slide share
O parágrafo e a redação jurídica for slide share
 
Termos integrantes e termos acessórios
Termos integrantes e termos acessóriosTermos integrantes e termos acessórios
Termos integrantes e termos acessórios
 
Aula 1 narrativa jurídica (1)
Aula 1   narrativa jurídica (1)Aula 1   narrativa jurídica (1)
Aula 1 narrativa jurídica (1)
 
Termos acessórios da oração
Termos acessórios da oraçãoTermos acessórios da oração
Termos acessórios da oração
 
A paragrafação
A paragrafaçãoA paragrafação
A paragrafação
 
Pontuação e regras de acentuação gráfica
Pontuação e regras de acentuação gráficaPontuação e regras de acentuação gráfica
Pontuação e regras de acentuação gráfica
 
Slides das Aulas de Teoria e Prática da Argumentação Jurídica (2012)
Slides das Aulas de Teoria e Prática da Argumentação Jurídica (2012)Slides das Aulas de Teoria e Prática da Argumentação Jurídica (2012)
Slides das Aulas de Teoria e Prática da Argumentação Jurídica (2012)
 

Semelhante a Gramática - Pontuação

Semelhante a Gramática - Pontuação (20)

Sinais de pontuação add - celina medeiros
Sinais de pontuação   add - celina medeirosSinais de pontuação   add - celina medeiros
Sinais de pontuação add - celina medeiros
 
Cefet/Coltec - Aula 19 Pontuação
Cefet/Coltec - Aula 19  PontuaçãoCefet/Coltec - Aula 19  Pontuação
Cefet/Coltec - Aula 19 Pontuação
 
Português para concursos
Português para concursosPortuguês para concursos
Português para concursos
 
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português - Pontuação
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português -  Pontuaçãowww.videoaulagratisapoio.com.br - Português -  Pontuação
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português - Pontuação
 
A pontuação na construção do texto..ppt
A pontuação na construção do texto..pptA pontuação na construção do texto..ppt
A pontuação na construção do texto..ppt
 
AULA DE PONTUAÇÃO NA LÍNGUA PORTUGUESA.pdf
AULA DE PONTUAÇÃO NA LÍNGUA PORTUGUESA.pdfAULA DE PONTUAÇÃO NA LÍNGUA PORTUGUESA.pdf
AULA DE PONTUAÇÃO NA LÍNGUA PORTUGUESA.pdf
 
Aula 9
Aula 9Aula 9
Aula 9
 
Pontuação
PontuaçãoPontuação
Pontuação
 
Pontuacao
PontuacaoPontuacao
Pontuacao
 
Aula iii.ugs.tce.2010
Aula iii.ugs.tce.2010Aula iii.ugs.tce.2010
Aula iii.ugs.tce.2010
 
Pontuacao7
Pontuacao7Pontuacao7
Pontuacao7
 
pontuacao.ppt
pontuacao.pptpontuacao.ppt
pontuacao.ppt
 
Pontuacao 2015
Pontuacao 2015Pontuacao 2015
Pontuacao 2015
 
pontuacao.ppt
pontuacao.pptpontuacao.ppt
pontuacao.ppt
 
Aula 11 pontuação
Aula 11   pontuaçãoAula 11   pontuação
Aula 11 pontuação
 
Pontuação
PontuaçãoPontuação
Pontuação
 
Pontuação
PontuaçãoPontuação
Pontuação
 
5_ Aula de pontuacao.ppt
5_ Aula de pontuacao.ppt5_ Aula de pontuacao.ppt
5_ Aula de pontuacao.ppt
 
Pontuacao
PontuacaoPontuacao
Pontuacao
 
Pontuacao (1)2
Pontuacao (1)2Pontuacao (1)2
Pontuacao (1)2
 

Mais de Mentor Concursos

Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88Mentor Concursos
 
Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88Mentor Concursos
 
Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88Mentor Concursos
 
Direito Administrativo - Responsabilidade do Servidor Público
Direito Administrativo - Responsabilidade do Servidor PúblicoDireito Administrativo - Responsabilidade do Servidor Público
Direito Administrativo - Responsabilidade do Servidor PúblicoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Agentes Públicos Acumulação
Direito Administrativo - Agentes Públicos AcumulaçãoDireito Administrativo - Agentes Públicos Acumulação
Direito Administrativo - Agentes Públicos AcumulaçãoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Sistema Remuneratório
Direito Administrativo - Sistema RemuneratórioDireito Administrativo - Sistema Remuneratório
Direito Administrativo - Sistema RemuneratórioMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Classificação dos Servidores Públicos
Direito Administrativo - Classificação dos Servidores PúblicosDireito Administrativo - Classificação dos Servidores Públicos
Direito Administrativo - Classificação dos Servidores PúblicosMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Agentes Públicos
Direito Administrativo - Agentes PúblicosDireito Administrativo - Agentes Públicos
Direito Administrativo - Agentes PúblicosMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Atos Administrativos
Direito Administrativo - Atos AdministrativosDireito Administrativo - Atos Administrativos
Direito Administrativo - Atos AdministrativosMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicosDireito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicosMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Controle Administrativo
Direito Administrativo - Controle AdministrativoDireito Administrativo - Controle Administrativo
Direito Administrativo - Controle AdministrativoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Estado, Governo e Administração
Direito Administrativo - Estado, Governo e AdministraçãoDireito Administrativo - Estado, Governo e Administração
Direito Administrativo - Estado, Governo e AdministraçãoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - DesapropriaçãoDireito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - DesapropriaçãoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Intervenção do Estado
Direito Administrativo - Intervenção do EstadoDireito Administrativo - Intervenção do Estado
Direito Administrativo - Intervenção do EstadoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Lei 8.112/90
Direito Administrativo - Lei 8.112/90Direito Administrativo - Lei 8.112/90
Direito Administrativo - Lei 8.112/90Mentor Concursos
 
Direito Administrativo - Recursos Administrativos
Direito Administrativo - Recursos AdministrativosDireito Administrativo - Recursos Administrativos
Direito Administrativo - Recursos AdministrativosMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Organização Administrativa
Direito Administrativo - Organização AdministrativaDireito Administrativo - Organização Administrativa
Direito Administrativo - Organização AdministrativaMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Regime Jurídico Administrativo
Direito Administrativo - Regime Jurídico AdministrativoDireito Administrativo - Regime Jurídico Administrativo
Direito Administrativo - Regime Jurídico AdministrativoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito Administrativo
Direito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito AdministrativoDireito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito Administrativo
Direito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito AdministrativoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Princípios Constitucionais
Direito Administrativo - Princípios ConstitucionaisDireito Administrativo - Princípios Constitucionais
Direito Administrativo - Princípios ConstitucionaisMentor Concursos
 

Mais de Mentor Concursos (20)

Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88
 
Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88
 
Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88
 
Direito Administrativo - Responsabilidade do Servidor Público
Direito Administrativo - Responsabilidade do Servidor PúblicoDireito Administrativo - Responsabilidade do Servidor Público
Direito Administrativo - Responsabilidade do Servidor Público
 
Direito Administrativo - Agentes Públicos Acumulação
Direito Administrativo - Agentes Públicos AcumulaçãoDireito Administrativo - Agentes Públicos Acumulação
Direito Administrativo - Agentes Públicos Acumulação
 
Direito Administrativo - Sistema Remuneratório
Direito Administrativo - Sistema RemuneratórioDireito Administrativo - Sistema Remuneratório
Direito Administrativo - Sistema Remuneratório
 
Direito Administrativo - Classificação dos Servidores Públicos
Direito Administrativo - Classificação dos Servidores PúblicosDireito Administrativo - Classificação dos Servidores Públicos
Direito Administrativo - Classificação dos Servidores Públicos
 
Direito Administrativo - Agentes Públicos
Direito Administrativo - Agentes PúblicosDireito Administrativo - Agentes Públicos
Direito Administrativo - Agentes Públicos
 
Direito Administrativo - Atos Administrativos
Direito Administrativo - Atos AdministrativosDireito Administrativo - Atos Administrativos
Direito Administrativo - Atos Administrativos
 
Direito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicosDireito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicos
 
Direito Administrativo - Controle Administrativo
Direito Administrativo - Controle AdministrativoDireito Administrativo - Controle Administrativo
Direito Administrativo - Controle Administrativo
 
Direito Administrativo - Estado, Governo e Administração
Direito Administrativo - Estado, Governo e AdministraçãoDireito Administrativo - Estado, Governo e Administração
Direito Administrativo - Estado, Governo e Administração
 
Direito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - DesapropriaçãoDireito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - Desapropriação
 
Direito Administrativo - Intervenção do Estado
Direito Administrativo - Intervenção do EstadoDireito Administrativo - Intervenção do Estado
Direito Administrativo - Intervenção do Estado
 
Direito Administrativo - Lei 8.112/90
Direito Administrativo - Lei 8.112/90Direito Administrativo - Lei 8.112/90
Direito Administrativo - Lei 8.112/90
 
Direito Administrativo - Recursos Administrativos
Direito Administrativo - Recursos AdministrativosDireito Administrativo - Recursos Administrativos
Direito Administrativo - Recursos Administrativos
 
Direito Administrativo - Organização Administrativa
Direito Administrativo - Organização AdministrativaDireito Administrativo - Organização Administrativa
Direito Administrativo - Organização Administrativa
 
Direito Administrativo - Regime Jurídico Administrativo
Direito Administrativo - Regime Jurídico AdministrativoDireito Administrativo - Regime Jurídico Administrativo
Direito Administrativo - Regime Jurídico Administrativo
 
Direito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito Administrativo
Direito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito AdministrativoDireito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito Administrativo
Direito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito Administrativo
 
Direito Administrativo - Princípios Constitucionais
Direito Administrativo - Princípios ConstitucionaisDireito Administrativo - Princípios Constitucionais
Direito Administrativo - Princípios Constitucionais
 

Último

QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 

Último (20)

QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 

Gramática - Pontuação

  • 1.
  • 3. PONTUAÇÃO É a marcação sintática dos elementos que compõem o período.
  • 4. Observe: 1) Corre, pivete! 2) Corre pivete! 1) Não veja! 2) Não, veja! PONTUAÇÃO
  • 5. Agora responda: Qual a prova que você gostaria de fazer? 1) A prova que será realizada no domingo é fácil. 2) A prova, que será realizada no domingo, é fácil. Em 1: somente a prova de domingo é fácil, se ela for no sábado, não saberemos! Em 2: a prova é fácil, além disso, será realizada no domingo. PONTUAÇÃO
  • 6. O emprego dos sinais de pontuação: ponto final PONTUAÇÃO Indica o término de uma frase declarativa de um período simples ou composto. Exemplo: Desejo-lhe uma boa prova. .
  • 7. O ponto é também usado em quase todas as abreviaturas, por exemplo: fev. = fevereiro PONTUAÇÃO hab. = habitante rod. = rodovia
  • 8. Ponto e vírgula PONTUAÇÃO Separa as diversas partes de um período. Seja nas orações coordenadas longas ou nas que a vírgula já esteja desgastada: ;
  • 9. PONTUAÇÃO Exemplo: O diretor e a coordenadora já avisaram a todos os alunos que não serão permitidas brincadeiras durante o intervalo nos corredores; porém alguns alunos ignoram essa ordem. O pai, preocupado com o tempo, foi ao quintal recolher as roupas; a mãe retirou os brinquedos.
  • 10. PONTUAÇÃO Seja por ser uma enumeração: Exemplo: Cabe ao professor responder às perguntas; cabe a ele dar conta do conteúdo; cabe a ele buscar maneiras criativas de ensinar.
  • 11. PONTUAÇÃO Inicia uma enumeração Dois pontos Ex.: Compramos para a casa o seguinte: mesa, cadeiras, tapetes e sofás. Introduz uma citação Ex.:Visto que ela nada declarasse, o marido indagou: - Afinal, o que houve? :
  • 12. PONTUAÇÃO Dois pontos Esclarece ou conclui algo que já foi dito: Ex.: Essa moleza vai acabar: são as palavras do professor Luís.
  • 13. PONTUAÇÃO Indicam conotação, estrangeirismo, gíria, citação, etc. Aspas Ex.: Esperava um “feedback” maior. Ele estava “numa boa” quando foi delatado. “
  • 14. PONTUAÇÃO Ex.: Desconheço o sentido de “amor” nos tempos atuais. Você poderia me explicar o que é “admoestar” mais uma vez? Indica ironia: Ex.: Ele sempre foi um “grande amigo”, queria a todo custo conquistar minha esposa. O “Sensibilizado” Paulo Maluf deixou seus pertences aos colegas de cela. Enfatiza o significado das palavras, no sentido denotativo:
  • 15. PONTUAÇÃO indicam uma oração intercalada Parênteses Exemplo: Mais uma vez (tinha consciência disso) decidira o seu destino. ( ) Sempre se diz (agora sei muito bem) que devagar se vai ao longe.
  • 16. PONTUAÇÃO Observe a questão: (FUNDEP- BDMG/2004) “A África é o seu [...] ‘lado negro’ (metafórica e literalmente)...” As palavras destacadas nesse trecho indicam que a afirmação que as precede é válida. A) tanto como expressão acadêmica quanto como expressão popular. B) tanto como forma optativa quanto como forma obrigatória de dizer. C) tanto em linguagem coloquial quanto em linguagem formal. D) tanto em sentido figurado como em sentido próprio.
  • 17. PONTUAÇÃO Marca uma explicação, reflexão ou intromissão do autor, assim como a vírgula ou os parênteses. Travessão Ex.: Lula - um ex-operário - chegou à presidência. O candidato - que estuda - passa. Ex.: Deixai-me chorar mais e beber mais E ter fé e sonhar - encher a alma (Camilo Peçanha) _
  • 18. PONTUAÇÃO Indicar a mudança do interlocutor nos diálogos: Ex.: Manoel faltou a aula e a professora ficou preocupada: - Lucas, você tem visto Manoel?
  • 19. PONTUAÇÃO Indica uma pergunta direta, ainda que esta não exija resposta: Ponto de Interrogação: Ex.: Por que ele não veio? ?
  • 20. PONTUAÇÃO Marca o fim de qualquer enunciado com entonação exclamativa, que normalmente exprime admiração, surpresa, assombro, indignação. Ponto de exclamação: Ex.: Ah! Como queria passar neste concurso... ! Que maravilha!
  • 21. PONTUAÇÃO Observe a questão: (FUNDEP- BDMG/2004) “Pobre África, amaldiçoada África, injustiçada África! a) alusões. b) descrições. c) exclamações. d) exortações. Essa frase está estruturada, basicamente, por meio de:
  • 22. PONTUAÇÃO Indica uma certa indecisão, surpresa ou dúvida na fala do personagem: Reticências: Ex.: João Antônio! Diga-me ... você ... me traiu? ... Indica, num diálogo, que a fala de um personagem foi interrompida pela fala de outro. Ex.: - Como todos já deram sua opinião... - Um momento, presidente, ainda tenho um assunto a tratar.
  • 23. PONTUAÇÃO - Indica, numa citação, que certos trechos do texto foram exclusos: Ex.: “Quando o sol bater na janela do seu quarto” Lembra e vê que o caminho é um só (…)” A Humanidade é desumana, mas ainda temos chance. (Legião Urbana) Sugere ao leitor que complete o raciocínio contido na frase: Ex.: Durante o ano ficou claro que o aluno que não atingisse 150 pontos seria reprovado; você atingiu 145, portanto...
  • 24. PONTUAÇÃO Usamos a vírgula para indicar uma anomalia na frase! Vírgula Sabemos que a ordem sintática direta de uma oração é: , Sujeito + verbo + predicado Não precisamos colocar vírgulas quando a frase está direta porque todos os termos estão sintaticamente relacionados na ordem certa:
  • 25. PONTUAÇÃO Se invertemos algum elemento, temos que dar um sinal ao leitor que a ordem foi invertida. Ex.: Arthur e seu irmão gostam de ir à praia todo dia. Ex.: Todo dia, Arthur e seu irmão gostam de ir à praia.
  • 26. PONTUAÇÃO Se dois termos estão lado a lado e não possuem vínculo sintático, temos também que dar um sinal! Eunice, Lúcia e Joana fizeram o dever pela tarde. A gramática tradicional traz cerca de doze regras para o uso da vírgula, mas todas elas podem ser resumidas em apenas três casos:
  • 27. PONTUAÇÃO 1- indicar termos deslocados na oração Ex.: Suzi, toda tarde, faz o dever sozinha. As ruas, ninguém varreu hoje. Quando todos forem embora, sentiremos muita falta.
  • 28. PONTUAÇÃO 2. indicar termos explicativos, intercalados ou que não têm vínculo sintático. Ex.: O filho, que está viajando, chegará amanhã. Meu Deus, como isso chegou a esse estado! A morte é triste, mas a gente aceita.
  • 29. PONTUAÇÃO 3. indicar termos repetidos (de mesma função sintática) ou elipticos. Ex.: Pedro, Lucas, Felipe e Carlos formarão um bom time. Um leão, aquele homem. (era)