SlideShare uma empresa Scribd logo
CONCORDÂNCIA VERBAL


 Língua Portuguesa
CONCORDÂNCIA VERBAL
CERTO OU ERRADO?
No ano passado, teve início as conferências. ERRADO
Foi anunciado, em São Paulo, os nomes que
 compõem o Ministério.       ERRADO
Ficou provado, desta forma, as tentativas de
 suborno.      ERRADO
Espero que seja explicado as razões de seus atos. ERRADO
Faltam dois reais.    CERTO
Existe aí coisas horríveis. ERRADO
Havia aí coisas horríveis.    CERTO
CONCORDÂNCIA VERBAL
Flexões que o verbo da oração deve sofrer para
 se ajustar ao sujeito.

É definida por regras que têm como referência
 o padrão culto da língua portuguesa.

Deve-se levar em consideração o sujeito da
 oração e a regra de concordância para esse
 sujeito.
CONCORDÂNCIA VERBAL
1.1) Regra geral
 O verbo concorda com o núcleo do sujeito em
 número (sing./pl.) e pessoa (1ª, 2ª, 3ª).
                   criticamos
 Ex.: Nós jamais _________ tuas atitudes.
 (criticar)
       Molhava
 ________ a rua uma chuvinha fina e fria.
 (molhar)
CONCORDÂNCIA VERBAL
                    OUTRAS REGRAS
 1.2) Com sujeito simples
  a) A maior parte de, uma porção de + nome plural: o
  verbo fica no singular ou plural.
  Ex.: A maior parte dos animais escapou / escaparam do
 zoológico. MAS O bando escapou do zoológico.
 b) Mais de, menos de, perto de + numeral:      o verbo
 concorda com o numeral.

   Ex.: Mais de um animal escapou. / Mais de dez animais
 escaparam.
               Mais de um político cumprimentaram-se.
 (reciprocidade=plural)
CONCORDÂNCIA VERBAL
c) Verbo + se:
• quando o se é pronome apassivador, o verbo
  concorda com o sujeito (que está na frase).
Ex.: Alugaram-se alguns caminhões. (Alguns caminhões
 foram alugados)
• quando o se é índice de indeterminação do sujeito,
  o verbo fica na 3ª pessoa do singular.
Ex.: Precisou-se de bons reforços. (não é possível
 transformar em voz passiva analítica – verbo trans.
 ind. ou intransitivo).
CONCORDÂNCIA VERBAL
d) Relativos que e quem:
 se o sujeito é o pronome que, o verbo concorda com
  o antecedente desse pronome.
Ex.: Hoje sou eu que começo a partida.
 se o sujeito é o pronome quem, o verbo pode ficar
  na 3ª pessoa do singular ou concordar com o
  antecedente desse pronome.
Ex.: Foram os meninos quem quebrou/ quebraram a
 vidraça.
CONCORDÂNCIA VERBAL
e) Nome próprio no plural:o verbo concorda
  com o artigo.
Ex.: Os Andes ficam na América do Sul.;
Se não houver artigo, o verbo fica no
  singular.
Ex.: Santos localiza-se no litoral paulista.
CONCORDÂNCIA VERBAL

f) Pronome interrogativo (qual, quem) ou indefinido (algum,
  nenhum, alguém) + de nós / de vós
 se o pronome estiver no singular, o verbo fica na 3ª
  pessoa do singular.
Ex.: Qual de nós contará a verdade a ela?
 se o pronome estiver no plural, o verbo pode ficar na
  3ª pessoa do plural ou concordar com o nós/vós.
Ex.: Quais de nós contaremos / contarão a verdade a ela?
  Muitos dentre vós teríeis / teriam agido assim.
CONCORDÂNCIA VERBAL
g) Pronome de tratamento: o verbo fica sempre na
3ª pessoa do sing. ou plural.
Ex.: Vossa Majestade enganou seu próprio povo.
     Vossas Senhorias cometeram um grave erro.
h) Um dos que: verbo no plural, mas pode ficar no
singular quando se deseja destacar a ação de alguém.
Ex.: Maria foi uma das que me apoiaram.
     Ele foi um dos que me criticou severamente.
CONCORDÂNCIA VERBAL
2.3) Com sujeito composto
a) Antes do verbo: verbo no plural.
Ex.: O navio e a lancha voltaram.
b) Depois do verbo: este concordará com todos os núcleos ou
    com o mais próximo.
Ex.: Voltaram ao hotel o turista e a polícia.
     Voltou ao hotel o turista e a polícia.
c) Com núcleos sinônimos ou indicadores de gradação: verbo
    no singular ou no plural.
Ex.: A paz e a tranqüilidade reinava/reinavam naquele lugar.
    Um gesto, um movimento, um passo poderá/poderão
    incriminá-lo.
CONCORDÂNCIA VERBAL
d) núcleos resumidos por tudo, nada, alguém, ninguém:
  verbo no singular.
Ex.: A ameaça, o terror, a agressão, nada o deteria.
e) Pessoas gramaticais diferentes:
 com 1ª pessoa (eu/nós): verbo na 1ª pessoa do plural.
Ex.: Ela, tu e eu partiremos amanhã.
• sem 1ª pessoa: verbo na 2ª ou 3ª do plural.
Ex.: Ela e tu partirão/partireis.
CONCORDÂNCIA VERBAL
d) Núcleos ligados por ou
 indicando exclusão, retificação ou equivalência: verbo
  concorda com o mais próximo.
Ex.: Marcos ou César se casará com Luciana.
       O ladrão ou os ladrões não deixaram vestígio.
    A Semiótica ou a Semiologia é a ciência que estuda os
  signos.
 nos demais casos: verbo no plural.
Ex.: A beleza ou a verdade sempre o emocionavam.
CONCORDÂNCIA VERBAL
e) Núcleos ligados por nem: verbo no plural (concordância
  mais usual).
Ex.: Nem o amigo nem o irmão o criticaram.
 Se a ação só puder ser atribuída a um único sujeito: verbo
  no singular.
Ex.: Nem Sérgio nem Jorge ocupou o cargo.
 Sujeito constituído pela série nem um … nem outro: verbo
  no singular
Ex.: Nem um nem outro compareceu ao exame.
CONCORDÂNCIA VERBAL
f) Núcleos ligados por com:
 quando se pretende dar a mesma importância a todos
  os núcleos: verbo no plural
Ex.: O pedreiro com seu ajudante chegaram cedo.
 quando se pretende realçar o primeiro: verbo no
  singular.
Ex.: O pedreiro com seu ajudante chegou cedo.
CONCORDÂNCIA VERBAL
2.4) Verbo ser
a) Quando o sujeito e o predicativo são de números diferentes, o
  verbo pode ficar no singular ou no plural, embora o plural seja
  mais usual.
Ex.: A vida são / é projetos sem fim.
b) Quando o sujeito ou o predicativo referem-se a pessoa, o verbo
  ser concorda com esta.
Ex.: O velhinho doente era as angústias da família.
     Nossa maior alegria são os amigos.
c) Quando o sujeito for um nome próprio, o verbo ser concorda
  com este.
Ex.: Os Sertões são a obra-prima de Euclides da Cunha.
CONCORDÂNCIA VERBAL
d) Se o sujeito se referir a coisa ou objetos, o verbo concorda
  preferencialmente com o predicativo.
Ex.: A tristeza são os dias perdidos da juventude.
e) Quando o sujeito é um pronome pessoal, o verbo concorda com
  este.
Ex.: Ele era as preocupações do pai.
Obs.: Havendo dois, o verbo concorda com o primeiro.
Ex.: Eles não são nós, e nós não somos eles.
f) Quando o sujeito é constituído pelos pronomes tudo, isso, isto
  ou aquilo, o verbo concorda com o predicativo.
Ex.: Tudo eram alegrias.
CONCORDÂNCIA VERBAL
g) Quando o sujeito indica uma quantidade no plural, e o
  predicativo é representado por uma palavra como muito,
  pouco, o bastante, etc., o verbo fica no singular.
Ex.: Duzentos gramas de carne é pouco.
    Cinco reais é bastante para o lanche.

h) Na indicação de horas e distâncias, concorda com o
   numeral.
Ex.: Daqui à cidade são dez quilômetros.
     Agora são seis horas da manhã.
i) Na indicação de datas, concorda com o numeral ou com a
   palavra dia, se estiver expressa na frase.
Ex.: Hoje são 20 de abril. / Hoje é dia 20 de abril.
CONCORDÂNCIA VERBAL
2.5) Verbos impessoais

a) Haver (= existir ou acontecer): fica no singular (tanto
sozinho quanto em locução verbal).
Ex.: Não haverá outros interessados?
     Não poderá haver outros interessados?
b) Fazer (= tempo transcorrido ou a transcorrer): fica no
singular (tanto sozinho quanto em locução verbal). Ex.: Ontem
fez dois meses que ele morreu.
     Amanhã vai fazer dois anos que eu a conheci.
CONCORDÂNCIA VERBAL
c) Outros verbos
 Fenômenos da natureza
Ex.: Chove há três dias sem parar. MAS
     Choveram pedras. (pedras = sujeito)
Chegar de e bastar de (imperativo)
Ex.: Chega de firulas! Vamos ao assunto.
     Basta de conversas, meninos!
Passar de: verbo na 3ª pessoa do singular
Ex.: Já passava das oito horas, quando ela chegou.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
7 de Setembro
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
Sadrak Silva
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
colveromachado
 
Slides aula verbos
Slides   aula verbosSlides   aula verbos
Slides aula verbos
Bruno Souza de Oliveira
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
Caroline Cunha
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
Lucilene Barcelos
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
IedaSantana
 
Classes gramaticais
Classes gramaticais Classes gramaticais
Classes gramaticais
iamraphael
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
Rita Tramonte
 
Concordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certoConcordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certo
Ana Paula Dos Santos
 
Processo de formação de palavras
Processo de formação de palavrasProcesso de formação de palavras
Processo de formação de palavras
Karen Olivan
 
Funções do pronome relativo
Funções do pronome relativoFunções do pronome relativo
Funções do pronome relativo
espacoaberto
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
Fábio Guimarães
 
Figura de linguagem conotativo x denotativo
Figura de linguagem conotativo x denotativoFigura de linguagem conotativo x denotativo
Figura de linguagem conotativo x denotativo
Juliana Oliveira
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)
GernciadeProduodeMat
 
Orações coordenadas
Orações coordenadasOrações coordenadas
Orações coordenadas
Edson Alves
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
Marcia Simone
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
Leisiane Jesus
 
Classes de palavras
Classes de palavrasClasses de palavras
Classes de palavras
Julianne Rodrigues Pita
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
Cláudia Heloísa
 

Mais procurados (20)

Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 
Slides aula verbos
Slides   aula verbosSlides   aula verbos
Slides aula verbos
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Classes gramaticais
Classes gramaticais Classes gramaticais
Classes gramaticais
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
 
Concordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certoConcordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certo
 
Processo de formação de palavras
Processo de formação de palavrasProcesso de formação de palavras
Processo de formação de palavras
 
Funções do pronome relativo
Funções do pronome relativoFunções do pronome relativo
Funções do pronome relativo
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
 
Figura de linguagem conotativo x denotativo
Figura de linguagem conotativo x denotativoFigura de linguagem conotativo x denotativo
Figura de linguagem conotativo x denotativo
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)
 
Orações coordenadas
Orações coordenadasOrações coordenadas
Orações coordenadas
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
 
Classes de palavras
Classes de palavrasClasses de palavras
Classes de palavras
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
 

Destaque

Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
Angela Santos
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
Kennedy Soares
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
Rita Cunha
 
Aula experimental de Concordância verbal
Aula experimental de Concordância verbalAula experimental de Concordância verbal
Aula experimental de Concordância verbal
philipeopepe
 
Verbos impessoais
Verbos impessoaisVerbos impessoais
Verbos impessoais
ma.no.el.ne.ves
 
Verbos
VerbosVerbos
Aula 18 concordância verbal
Aula 18   concordância verbalAula 18   concordância verbal
Aula 18 concordância verbal
ProfFernandaBraga
 
8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)
8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)
8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)
Marcos Emídio
 
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; CraseConcordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Lidiane Rodrigues
 
Concordancia Nominal
Concordancia NominalConcordancia Nominal
Concordancia Nominal
Mara Virginia
 
Aula concordância verbal e nominal apresentação
Aula concordância verbal e nominal apresentaçãoAula concordância verbal e nominal apresentação
Aula concordância verbal e nominal apresentação
Aline Alves
 
Concordância nominal slides
Concordância nominal slidesConcordância nominal slides
Concordância nominal slides
ADRIANA BORDINHÃO VICIOLI
 
Aula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominalAula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominal
Gisele Fernandes Loures Domith
 

Destaque (13)

Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
 
Aula experimental de Concordância verbal
Aula experimental de Concordância verbalAula experimental de Concordância verbal
Aula experimental de Concordância verbal
 
Verbos impessoais
Verbos impessoaisVerbos impessoais
Verbos impessoais
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
 
Aula 18 concordância verbal
Aula 18   concordância verbalAula 18   concordância verbal
Aula 18 concordância verbal
 
8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)
8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)
8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)
 
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; CraseConcordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
 
Concordancia Nominal
Concordancia NominalConcordancia Nominal
Concordancia Nominal
 
Aula concordância verbal e nominal apresentação
Aula concordância verbal e nominal apresentaçãoAula concordância verbal e nominal apresentação
Aula concordância verbal e nominal apresentação
 
Concordância nominal slides
Concordância nominal slidesConcordância nominal slides
Concordância nominal slides
 
Aula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominalAula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominal
 

Semelhante a Concordância Verbal

Concordancia verbal
Concordancia verbalConcordancia verbal
Concordancia verbal
Tati Borlote Varanda
 
Concordância verbal ii
Concordância verbal iiConcordância verbal ii
Concordância verbal ii
Nádia França
 
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
Fernando Vieira
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
Don Veneziani
 
Concordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e NominalConcordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e Nominal
Daniele Silva
 
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
Gil Guimarães
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
Andriane Cursino
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
Tio Pablo Virtual
 
Concordancia verbal
Concordancia verbalConcordancia verbal
Concordancia verbal
PreOnline
 
Concordancia Verbal
Concordancia VerbalConcordancia Verbal
Concordancia Verbal
guest927573a
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
geisiene strelow
 
Concordância verbal 1
Concordância verbal 1Concordância verbal 1
Concordância verbal 1
Vera Pinho
 
Concordância verbal simples e composto - ppt
Concordância verbal   simples e composto - pptConcordância verbal   simples e composto - ppt
Concordância verbal simples e composto - ppt
Vilmar Vilaça
 
Concordancia%20verbal[1]
Concordancia%20verbal[1]Concordancia%20verbal[1]
Concordancia%20verbal[1]
Sadrak Silva
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
Edson Alves
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
Edson Alves
 
CONCORDÂNCIA VERBAL
CONCORDÂNCIA VERBALCONCORDÂNCIA VERBAL
CONCORDÂNCIA VERBAL
Christiane Queiroz
 
Concordância (tudo)
Concordância (tudo)Concordância (tudo)
Concordância (tudo)
professorakathia
 
ConcordâNcia Verbal
ConcordâNcia VerbalConcordâNcia Verbal
ConcordâNcia Verbal
crishappy
 
concordancia-verbal.pdf
concordancia-verbal.pdfconcordancia-verbal.pdf
concordancia-verbal.pdf
LeneAntonya
 

Semelhante a Concordância Verbal (20)

Concordancia verbal
Concordancia verbalConcordancia verbal
Concordancia verbal
 
Concordância verbal ii
Concordância verbal iiConcordância verbal ii
Concordância verbal ii
 
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
 
Concordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e NominalConcordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e Nominal
 
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
 
Concordancia verbal
Concordancia verbalConcordancia verbal
Concordancia verbal
 
Concordancia Verbal
Concordancia VerbalConcordancia Verbal
Concordancia Verbal
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
 
Concordância verbal 1
Concordância verbal 1Concordância verbal 1
Concordância verbal 1
 
Concordância verbal simples e composto - ppt
Concordância verbal   simples e composto - pptConcordância verbal   simples e composto - ppt
Concordância verbal simples e composto - ppt
 
Concordancia%20verbal[1]
Concordancia%20verbal[1]Concordancia%20verbal[1]
Concordancia%20verbal[1]
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
 
CONCORDÂNCIA VERBAL
CONCORDÂNCIA VERBALCONCORDÂNCIA VERBAL
CONCORDÂNCIA VERBAL
 
Concordância (tudo)
Concordância (tudo)Concordância (tudo)
Concordância (tudo)
 
ConcordâNcia Verbal
ConcordâNcia VerbalConcordâNcia Verbal
ConcordâNcia Verbal
 
concordancia-verbal.pdf
concordancia-verbal.pdfconcordancia-verbal.pdf
concordancia-verbal.pdf
 

Mais de Blog Estudo

Dissertacao portais baucavalo
Dissertacao portais baucavaloDissertacao portais baucavalo
Dissertacao portais baucavalo
Blog Estudo
 
Modernismo Brasileiro (1ª fase)
Modernismo Brasileiro (1ª fase)Modernismo Brasileiro (1ª fase)
Modernismo Brasileiro (1ª fase)
Blog Estudo
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
Blog Estudo
 
Pré-Modernismo no Brasil
Pré-Modernismo no BrasilPré-Modernismo no Brasil
Pré-Modernismo no Brasil
Blog Estudo
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Blog Estudo
 
Advérbios e preposições
Advérbios e preposiçõesAdvérbios e preposições
Advérbios e preposições
Blog Estudo
 
Orações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas AdverbiaisOrações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas Adverbiais
Blog Estudo
 
Português orações subordinadas adjetivas
Português   orações subordinadas adjetivasPortuguês   orações subordinadas adjetivas
Português orações subordinadas adjetivas
Blog Estudo
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
Blog Estudo
 
Conjunções coordenativas
Conjunções coordenativasConjunções coordenativas
Conjunções coordenativas
Blog Estudo
 

Mais de Blog Estudo (10)

Dissertacao portais baucavalo
Dissertacao portais baucavaloDissertacao portais baucavalo
Dissertacao portais baucavalo
 
Modernismo Brasileiro (1ª fase)
Modernismo Brasileiro (1ª fase)Modernismo Brasileiro (1ª fase)
Modernismo Brasileiro (1ª fase)
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
 
Pré-Modernismo no Brasil
Pré-Modernismo no BrasilPré-Modernismo no Brasil
Pré-Modernismo no Brasil
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Advérbios e preposições
Advérbios e preposiçõesAdvérbios e preposições
Advérbios e preposições
 
Orações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas AdverbiaisOrações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas Adverbiais
 
Português orações subordinadas adjetivas
Português   orações subordinadas adjetivasPortuguês   orações subordinadas adjetivas
Português orações subordinadas adjetivas
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
 
Conjunções coordenativas
Conjunções coordenativasConjunções coordenativas
Conjunções coordenativas
 

Concordância Verbal

  • 2. CONCORDÂNCIA VERBAL CERTO OU ERRADO? No ano passado, teve início as conferências. ERRADO Foi anunciado, em São Paulo, os nomes que compõem o Ministério. ERRADO Ficou provado, desta forma, as tentativas de suborno. ERRADO Espero que seja explicado as razões de seus atos. ERRADO Faltam dois reais. CERTO Existe aí coisas horríveis. ERRADO Havia aí coisas horríveis. CERTO
  • 3. CONCORDÂNCIA VERBAL Flexões que o verbo da oração deve sofrer para se ajustar ao sujeito. É definida por regras que têm como referência o padrão culto da língua portuguesa. Deve-se levar em consideração o sujeito da oração e a regra de concordância para esse sujeito.
  • 4. CONCORDÂNCIA VERBAL 1.1) Regra geral O verbo concorda com o núcleo do sujeito em número (sing./pl.) e pessoa (1ª, 2ª, 3ª). criticamos Ex.: Nós jamais _________ tuas atitudes. (criticar) Molhava ________ a rua uma chuvinha fina e fria. (molhar)
  • 5. CONCORDÂNCIA VERBAL OUTRAS REGRAS 1.2) Com sujeito simples   a) A maior parte de, uma porção de + nome plural: o verbo fica no singular ou plural. Ex.: A maior parte dos animais escapou / escaparam do zoológico. MAS O bando escapou do zoológico. b) Mais de, menos de, perto de + numeral: o verbo concorda com o numeral. Ex.: Mais de um animal escapou. / Mais de dez animais escaparam. Mais de um político cumprimentaram-se. (reciprocidade=plural)
  • 6. CONCORDÂNCIA VERBAL c) Verbo + se: • quando o se é pronome apassivador, o verbo concorda com o sujeito (que está na frase). Ex.: Alugaram-se alguns caminhões. (Alguns caminhões foram alugados) • quando o se é índice de indeterminação do sujeito, o verbo fica na 3ª pessoa do singular. Ex.: Precisou-se de bons reforços. (não é possível transformar em voz passiva analítica – verbo trans. ind. ou intransitivo).
  • 7. CONCORDÂNCIA VERBAL d) Relativos que e quem:  se o sujeito é o pronome que, o verbo concorda com o antecedente desse pronome. Ex.: Hoje sou eu que começo a partida.  se o sujeito é o pronome quem, o verbo pode ficar na 3ª pessoa do singular ou concordar com o antecedente desse pronome. Ex.: Foram os meninos quem quebrou/ quebraram a vidraça.
  • 8. CONCORDÂNCIA VERBAL e) Nome próprio no plural:o verbo concorda com o artigo. Ex.: Os Andes ficam na América do Sul.; Se não houver artigo, o verbo fica no singular. Ex.: Santos localiza-se no litoral paulista.
  • 9. CONCORDÂNCIA VERBAL f) Pronome interrogativo (qual, quem) ou indefinido (algum, nenhum, alguém) + de nós / de vós  se o pronome estiver no singular, o verbo fica na 3ª pessoa do singular. Ex.: Qual de nós contará a verdade a ela?  se o pronome estiver no plural, o verbo pode ficar na 3ª pessoa do plural ou concordar com o nós/vós. Ex.: Quais de nós contaremos / contarão a verdade a ela? Muitos dentre vós teríeis / teriam agido assim.
  • 10. CONCORDÂNCIA VERBAL g) Pronome de tratamento: o verbo fica sempre na 3ª pessoa do sing. ou plural. Ex.: Vossa Majestade enganou seu próprio povo. Vossas Senhorias cometeram um grave erro. h) Um dos que: verbo no plural, mas pode ficar no singular quando se deseja destacar a ação de alguém. Ex.: Maria foi uma das que me apoiaram. Ele foi um dos que me criticou severamente.
  • 11. CONCORDÂNCIA VERBAL 2.3) Com sujeito composto a) Antes do verbo: verbo no plural. Ex.: O navio e a lancha voltaram. b) Depois do verbo: este concordará com todos os núcleos ou com o mais próximo. Ex.: Voltaram ao hotel o turista e a polícia. Voltou ao hotel o turista e a polícia. c) Com núcleos sinônimos ou indicadores de gradação: verbo no singular ou no plural. Ex.: A paz e a tranqüilidade reinava/reinavam naquele lugar. Um gesto, um movimento, um passo poderá/poderão incriminá-lo.
  • 12. CONCORDÂNCIA VERBAL d) núcleos resumidos por tudo, nada, alguém, ninguém: verbo no singular. Ex.: A ameaça, o terror, a agressão, nada o deteria. e) Pessoas gramaticais diferentes:  com 1ª pessoa (eu/nós): verbo na 1ª pessoa do plural. Ex.: Ela, tu e eu partiremos amanhã. • sem 1ª pessoa: verbo na 2ª ou 3ª do plural. Ex.: Ela e tu partirão/partireis.
  • 13. CONCORDÂNCIA VERBAL d) Núcleos ligados por ou  indicando exclusão, retificação ou equivalência: verbo concorda com o mais próximo. Ex.: Marcos ou César se casará com Luciana. O ladrão ou os ladrões não deixaram vestígio. A Semiótica ou a Semiologia é a ciência que estuda os signos.  nos demais casos: verbo no plural. Ex.: A beleza ou a verdade sempre o emocionavam.
  • 14. CONCORDÂNCIA VERBAL e) Núcleos ligados por nem: verbo no plural (concordância mais usual). Ex.: Nem o amigo nem o irmão o criticaram.  Se a ação só puder ser atribuída a um único sujeito: verbo no singular. Ex.: Nem Sérgio nem Jorge ocupou o cargo.  Sujeito constituído pela série nem um … nem outro: verbo no singular Ex.: Nem um nem outro compareceu ao exame.
  • 15. CONCORDÂNCIA VERBAL f) Núcleos ligados por com:  quando se pretende dar a mesma importância a todos os núcleos: verbo no plural Ex.: O pedreiro com seu ajudante chegaram cedo.  quando se pretende realçar o primeiro: verbo no singular. Ex.: O pedreiro com seu ajudante chegou cedo.
  • 16. CONCORDÂNCIA VERBAL 2.4) Verbo ser a) Quando o sujeito e o predicativo são de números diferentes, o verbo pode ficar no singular ou no plural, embora o plural seja mais usual. Ex.: A vida são / é projetos sem fim. b) Quando o sujeito ou o predicativo referem-se a pessoa, o verbo ser concorda com esta. Ex.: O velhinho doente era as angústias da família. Nossa maior alegria são os amigos. c) Quando o sujeito for um nome próprio, o verbo ser concorda com este. Ex.: Os Sertões são a obra-prima de Euclides da Cunha.
  • 17. CONCORDÂNCIA VERBAL d) Se o sujeito se referir a coisa ou objetos, o verbo concorda preferencialmente com o predicativo. Ex.: A tristeza são os dias perdidos da juventude. e) Quando o sujeito é um pronome pessoal, o verbo concorda com este. Ex.: Ele era as preocupações do pai. Obs.: Havendo dois, o verbo concorda com o primeiro. Ex.: Eles não são nós, e nós não somos eles. f) Quando o sujeito é constituído pelos pronomes tudo, isso, isto ou aquilo, o verbo concorda com o predicativo. Ex.: Tudo eram alegrias.
  • 18. CONCORDÂNCIA VERBAL g) Quando o sujeito indica uma quantidade no plural, e o predicativo é representado por uma palavra como muito, pouco, o bastante, etc., o verbo fica no singular. Ex.: Duzentos gramas de carne é pouco. Cinco reais é bastante para o lanche. h) Na indicação de horas e distâncias, concorda com o numeral. Ex.: Daqui à cidade são dez quilômetros. Agora são seis horas da manhã. i) Na indicação de datas, concorda com o numeral ou com a palavra dia, se estiver expressa na frase. Ex.: Hoje são 20 de abril. / Hoje é dia 20 de abril.
  • 19. CONCORDÂNCIA VERBAL 2.5) Verbos impessoais a) Haver (= existir ou acontecer): fica no singular (tanto sozinho quanto em locução verbal). Ex.: Não haverá outros interessados? Não poderá haver outros interessados? b) Fazer (= tempo transcorrido ou a transcorrer): fica no singular (tanto sozinho quanto em locução verbal). Ex.: Ontem fez dois meses que ele morreu. Amanhã vai fazer dois anos que eu a conheci.
  • 20. CONCORDÂNCIA VERBAL c) Outros verbos  Fenômenos da natureza Ex.: Chove há três dias sem parar. MAS   Choveram pedras. (pedras = sujeito) Chegar de e bastar de (imperativo) Ex.: Chega de firulas! Vamos ao assunto. Basta de conversas, meninos! Passar de: verbo na 3ª pessoa do singular Ex.: Já passava das oito horas, quando ela chegou.