SlideShare uma empresa Scribd logo
Professora Rosângela Ferreira Luz.
Não fique com dúvidas,
Quem não pergunta, não aprende.
VERBOS – 1ª PARTE
Ele entregou seus cúmplices.
A mulher entregará a carta
amanhã.
Como estavam velhos!
Anoitecera já de todo.
Verbo é uma palavra de forma variável
que exprime um acontecimento
representado no tempo.
FLEXÕES DO VERBO
NÚMERO
1ª (a que fala) (EU)(EU) ESTUDO (NÓS)(NÓS) ESTUDAMOS
2ª (a quem se fala) (TU)(TU) ESTUDAS (VÓS)(VÓS) ESTUDAIS
3ª (de quem se fala) (ELE/ELA)(ELE/ELA) ESTUDA (ELES/ELAS)(ELES/ELAS) ESTUDAM
SINGULAR ESTUDO ESTUDAS ESTUDA
PLURAL ESTUDAMOS ESTUDAIS ESTUDAM
PESSOA
FLEXÕES DO VERBO
MODO
INDICATIVO
Exprime-se, em geral, uma ação certa,
positiva, quer em relação ao passado, ao
presente ou ao futuro.
IMPERATIVO
Exprime-se ordem, conselho, desejo,
pedido, covite.
SUBJUNTIVO
Exprime-se uma ação incerta, duvidosa,
eventual ou mesmo irreal.
O modo indica a atitude (de
certeza, de dúvida, de mando) da
pessoa que fala em relação ao fato
que enuncia.
FLEXÕES DO VERBO
TEMPO Indica o momento em que se dá o fato
expresso pelo verbo. Os três tempos
naturais são:
PRESENTE – Em tese, o fato ocorre no
momento em que se fala.
PASSADO (Pretérito) – Em tese, o fato ocorreu
antes do momento em que se fala.
FUTURO – Em tese, o fato ocorrerá após o
momento em que se fala.
FLEXÕES DO VERBO
TEMPO
INDICATIVO
Presente: estudo
Pretérito
Imperfeito: estudava
Perfeito
Simples: estudei
Composto: tenho estudado
Mais-que-perfeito
Simples: estudara
Composto: tinha estudado
Futuro
Do presente
Simples: estudarei
Composto: terei estudado
Do pretérito
Simples: estudaria
Composto: teria estudado
FLEXÕES DO VERBO
TEMPO
SUBJUNTIVO
Presente: estude
Pretérito
Imperfeito: estudasse
Perfeito: tenha estudado
Mais-que-perfeito: tivesse estudado
Futuro
Simples: estudar
Composto: tiver estudado
IMPERATIVO Presente: estuda, estude, estudemos, estudai, estudem
MORFOLOGIA DO
VERBO
FORMAS RIZOTÔNICAS
Em certas formas verbais o acento
tônico recai no radical:
Ando
Ande
Andam
Andem
MORFOLOGIA DO
VERBO
FORMAS ARRIZOTÔNICAS
Em outras, o acento tônico recai na
terminação:
Andamos
Andemos
Andou
Andarás
CLASSIFICAÇÃO DO
VERBO
Quanto à FLEXÃO, os verbos podem ser:
 REGULARESREGULARES: flexionam-se de acordo com o
paradigma.
 IRREGULARESIRREGULARES: afastam-se do paradigma de sua
conjugação.
 DEFECTIVOSDEFECTIVOS: não possuem certas formas verbais.
 ABUNDANTESABUNDANTES: possuem duas ou mais formas
equivalentes.
CLASSIFICAÇÃO DO
VERBO
Quanto à FUNÇÃO, os verbos podem ser:
 AUXILIARESAUXILIARES: ligam-se a formas nominais de
um verbo principal constituindo com elas
locuções.
 PRINCIPAISPRINCIPAIS: verbos de significação plena,
nuclear.
CONJUGAÇÃO DO
VERBO
Há três conjugações em Português caracterizadas pela
vogal temática:
 1ª conjugação:1ª conjugação: verbos que terminam em vogal
temática “–a”: estud-aa-r, fic-aa-r, rem-aa-r.
 2ª conjugação:2ª conjugação: verbos que terminam em vogal
temática “–e”: vend-ee-r, escrev-ee-r, tem-ee-r.
 3ª conjugação:3ª conjugação: verbos que terminam em vogal
temática “–i”: part-ii-r, dorm-ii-r, sorr-ii-r.
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
PRESENTE DO INDICATIVO
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
O
AS
A
AMOS
AIS
AM
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
O
ES
E
EMOS
EIS
EM
PART-
PART-
PART-
PART-
PART-
PART-
O
ES
E
IMOS
IS
EM
CANTARAR VENDERER PARTIRIR
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
PRESENTE DO INDICATIVO
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
O
AS
A
AMOS
AIS
AM
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
E
ES
E
EMOS
EIS
EM
PRESENTE DO SUBJUNTIVO
CANTARAR
O - EE
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
PRESENTE DO INDICATIVO PRESENTE DO SUBJUNTIVO
VENDERER
O - AA
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
O
ES
E
EMOS
EIS
EM
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
A
AS
A
AMOS
AIS
AM
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
PRESENTE DO INDICATIVO PRESENTE DO SUBJUNTIVO
PARTIRIR
O - AA
PART-
PART-
PART-
PART-
PART-
PART-
O
ES
E
IMOS
IS
EM
PART-
PART-
PART-
PART-
PART-
PART-
A
AS
A
AMOS
AIS
AM
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
PRESENTE DO
INDICATIVO
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
O
AS
A
AMOS
AIS
AM
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
E
ES
E
EMOS
EIS
EM
PRESENTE DO
SUBJUNTIVO
IMPERATIVO
AFIRMATIVO
Ø
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
AS
E
EMOS
AIS
EM
(-S)
(-S)
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
E
ES
E
EMOS
EIS
EM
PRESENTE DO SUBJUNTIVO
Ø
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
ES
E
EMOS
EIS
EM
IMPERATIVO NEGATIVO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
PRESENTE DO INDICATIVO
PRESENTE DO SUBJUNTIVO
IMPERATIVO AFIRMATIVO
IMPERATIVO NEGATIVO
TEMPO PRIMITIVOTEMPO PRIMITIVO
TEMPOS DERIVADOSTEMPOS DERIVADOS
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
EI
ASTE
OU
AMOS
ASTES
ARAM
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
I
ESTE
EU
EMOS
ESTES
ERAM
PART-
PART-
PART-
PART-
PART-
PART-
I
ISTE
IU
IMOS
ISTES
IRAM
CANTARAR VENDERER PARTIRIR
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
PRETÉRITO PERFEITO
DO INDICATIVO
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
EI
ASTE
OU
AMOS
ASTES
ARAM
CANTAAASTE
PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO
DO INDICATIVO
CANTA-
CANTA-
CANTA-
CANTÁ-
CANTÁ-
CANTA-
RA
RAS
RA
RAMOS
REIS
RAM
TEMA
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
PRETÉRITO PERFEITO
DO INDICATIVO
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
EI
ASTE
OU
AMOS
ASTES
ARAM
CANTAA
PRETÉRITO IMPERFEITO
DO SUBJUNTIVO
CANTA-
CANTA-
CANTA-
CANTÁ-
CANTÁ-
CANTA-
SSE
SSES
SSE
SSEMOS
SSEIS
SSEM
TEMA
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
PRETÉRITO PERFEITO
DO INDICATIVO
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
CANT-
EI
ASTE
OU
AMOS
ASTES
ARAM
CANTAA
FUTURO
DO SUBJUNTIVO
CANTA-
CANTA-
CANTA-
CANTÁ-
CANTÁ-
CANTA-
R
RES
R
RMOS
RDES
REM
TEMA
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
PRETÉRITO PERFEITO
DO INDICATIVO
PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO
DO INDICATIVO
PRETÉRITO IMPERFEITO
DO SUBJUNTIVO
FUTURO DO SUBJUNTIVO
TEMPO PRIMITIVOTEMPO PRIMITIVO
TEMPOS DERIVADOSTEMPOS DERIVADOS
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
INFINITIVO IMPESSOALINFINITIVO IMPESSOAL
CANTARAR
FUTURO DO PRESENTE
DO INDICATIVO
FUTURO DO PRESENTE
DO INDICATIVO
CANTAR-
CANTAR
CANTAR-
CANTAR-
CANTAR-
CANTAR-
EI
ÁS
Á
EMOS
EIS
ÃO
CANTARAR
VENDERER
PARTIRIR
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
INFINITIVO IMPESSOAL
CANTARAR
FUTURO DO PRETÉRITO
DO INDICATIVO
CANTAR-
CANTAR
CANTAR-
CANTAR-
CANTAR-
CANTAR-
IA
IAS
IA
ÍAMOS
ÍEIS
IAM
CANTARAR
VENDERER
PARTIRIR
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
INFINITIVO IMPESSOAL
CANTARAR
INFINITIVO PESSOAL
CANTAR
CANTAR
CANTAR
CANTAR-
CANTAR-
CANTAR-
ES
ARMOS
DES
EM
CANTARAR
VENDERER
PARTIRIR
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
INFINITIVO IMPESSOAL
CANTAAR
CANTA-
CANTA-
NDO
DO
GERÚNDIOGERÚNDIO
PARTICÍPIOPARTICÍPIO
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
INFINITIVO PESSOAL
FUTURO DO PRESENTE DO INDICATIVO
FUTURO DO PRETÉRITO DO INDICATIVO
INFINITIVO PESSOAL
TEMPO PRIMITIVOTEMPO PRIMITIVO
TEMPOS DERIVADOSTEMPOS DERIVADOS
GERÚNDIO E PARTICÍPIO
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
INFINITIVO IMPESSOAL
CANTAAR
PRETÉRITO IMPERFEITO
DO INDICATIVO
CANTA-
CANTA-
CANTA-
CANTÁ-
CANTÁ-
CANTA-
VA
VAS
VA
VAMOS
VEIS
VAM
1ª CONJUGAÇÃO - ARAR
FORMAÇÃO DOS TEMPOS
SIMPLES
INFINITIVO IMPESSOAL
VENDER
PRETÉRITO IMPERFEITO
DO INDICATIVO
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
VEND-
IA
IAS
IA
ÍAMOS
ÍEIS
IAM
2ª E 3ª CONJUGAÇÃO ER / IRER / IR
PESSOA E NÚMERO DO VERBOPESSOA E NÚMERO DO VERBO
O verbo varia em pessoa e número de acordo com as
pessoas gramaticais:
SINGULAR PLURAL
1ª pessoa — parto 1ª pessoa — partimos
2ª pessoa — partes 2ª pessoa — partis
3ª pessoa — parte 3ª pessoa — partem
TEMPO E MODO DO VERBOTEMPO E MODO DO VERBO
O fato expresso pelo verbo aparece sempre situado nos tempos
presente, passado ou futuro.
Além de o fato estar situado no tempo, ele também pode indicar:
certeza, dúvida e ordem.
As indicações de certeza, dúvida e ordem são determinadas pelos
modos verbais. São, portanto, três os modos verbais:
exprime um fato certo, uma certeza. Modo Indicativo
exprime um fato possível, duvidoso, hipotético. Modo Subjuntivo
exprime uma ordem, um conselho, um pedido. Modo Imperativo
TEMPOS DO MODO INDICATIVOTEMPOS DO MODO INDICATIVO
No modo indicativo, a ação verbal pode
aparecer nos seguintes tempos:
— Presente
— Pretérito: - perfeito
- imperfeito
- mais-que-perfeito
— Futuro: - do presente
- do pretérito
Presente: Expressa um fato atual;Presente: Expressa um fato atual;
Pretérito imperfeito: expressa um fato passado nãoPretérito imperfeito: expressa um fato passado não
concluído;concluído;
Pretérito perfeito: expressa um fato passadoPretérito perfeito: expressa um fato passado
concluído;concluído;
Pretérito mais-que-perfeito: expressa um fatoPretérito mais-que-perfeito: expressa um fato
passado anterior a outro fato passado;passado anterior a outro fato passado;
Futuro do Presente: expressa um fato futuro emFuturo do Presente: expressa um fato futuro em
relação a um momento presente;relação a um momento presente;
Futuro do Pretérito: expressa um fato futuro emFuturo do Pretérito: expressa um fato futuro em
relação a um momento passado.relação a um momento passado.
MODO INDICATIVOMODO INDICATIVO
TEMPOS DO MODO SUBJUNTIVOTEMPOS DO MODO SUBJUNTIVO
No modo subjuntivo, a ação verbal
pode aparecer nos seguintes tempos:
— presente
— pretérito imperfeito
— futuro
Presente: expressa um fato atual exprimindoPresente: expressa um fato atual exprimindo
possibilidade.possibilidade.
PretéritoPretérito imperfeito: expressa um fato noimperfeito: expressa um fato no
passado dependente de outro fato passadopassado dependente de outro fato passado..
Futuro: expressa um fato futuro relacionado aFuturo: expressa um fato futuro relacionado a
outro fato futuro.outro fato futuro.
MODO SUBJUNTIVOMODO SUBJUNTIVO
FORMAS DO MODO IMPERATIVOFORMAS DO MODO IMPERATIVO
Ao indicar ordem, conselho, pedido, o
fato verbal pode expressar negação ou
afirmação.
São, portanto, duas as formas do
imperativo:
— imperativo negativo: Não falem alto.
— imperativo afirmativo: Falai tu mais alto.
OBSERVAÇÃO
O imperativo não possui a 1ª pessoa do singular, pois não se prevê a
ordem, o pedido ou o conselho a si mesmo.
FORMAS NOMINAIS DO VERBOFORMAS NOMINAIS DO VERBO
O verbo possui formas que são nominais. Chamam-
se nominais porque por si só elas não expressam nem o
tempo nem o modo verbal. Além disso, em
determinados contextos, assumem a função de
substantivos, adjetivos ou verbos.
Exemplos:
Vamos jantar? O jantar está servido.
verbo substantivo
Ela já havia preparado o trabalho quando chegamos.
verbo
Ela está preparada para o exame.
adjetivo
FORMAS NOMINAIS DO VERBOFORMAS NOMINAIS DO VERBO
As formas nominais do verbo são três: infinitivo,
gerúndio e particípio.
O infinitivo pode ser:
impessoal — quando não se refere às pessoas do discurso:
Ter ou não ter dá na mesma.
pessoal — quando se refere às pessoas do discurso. Neste
caso. não é flexionado na 1ª e 3ª pessoas do singular e
flexionado nas demais:
falar (eu) — não flexionado falarmos (nós) — flexionado
falares (tu) — flexionado falardes (vós) — flexionado
falar (ele) — não flexionado falarem (eles) — flexionado
As terminações das formas nominais do verbo são:
Infinitivo impessoal: cantar – vender - partir
Gerúndio: cantando - vendendo - partindo
Particípio: cantado – vendido - partido
Bibliografia
http://www.slideshare.net/prof.jorgehe
nrique/verbos-1511502
http://colegiomarista.org.br/ipanema/a
rq/arquivo/Downloads/estudoverbos.ppt
Prof. Jorge Henrique

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimosSadrak Silva
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbalSadrak Silva
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Keu Oliveira
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoPéricles Penuel
 
Processo de formação de palavras
Processo de formação de palavrasProcesso de formação de palavras
Processo de formação de palavrasKaren Olivan
 
Estrutura verbal e Formas nominais do verbo
Estrutura verbal e Formas nominais do verboEstrutura verbal e Formas nominais do verbo
Estrutura verbal e Formas nominais do verboLeidiane Santos
 
Fonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino MédioFonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino MédioProf Palmito Rocha
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominalguest0cbfe
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimosCaroline Cunha
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagem Figuras de linguagem
Figuras de linguagem Denise
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalRebeca Kaus
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
www.AulasDePortuguesApoio.com  - Português -  Vícios de Linguagemwww.AulasDePortuguesApoio.com  - Português -  Vícios de Linguagem
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Vícios de LinguagemVideoaulas De Português Apoio
 

Mais procurados (20)

Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
 
Verbos estrutura tempos
Verbos estrutura temposVerbos estrutura tempos
Verbos estrutura tempos
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
 
Processo de formação de palavras
Processo de formação de palavrasProcesso de formação de palavras
Processo de formação de palavras
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
 
Estrutura verbal e Formas nominais do verbo
Estrutura verbal e Formas nominais do verboEstrutura verbal e Formas nominais do verbo
Estrutura verbal e Formas nominais do verbo
 
Fonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino MédioFonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino Médio
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
 
Flexão do Substantivo
Flexão do SubstantivoFlexão do Substantivo
Flexão do Substantivo
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagem Figuras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
www.AulasDePortuguesApoio.com  - Português -  Vícios de Linguagemwww.AulasDePortuguesApoio.com  - Português -  Vícios de Linguagem
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
 

Destaque (20)

Humor e ironia
Humor e ironiaHumor e ironia
Humor e ironia
 
Carta do leitor
Carta do leitorCarta do leitor
Carta do leitor
 
Novela Literária
Novela LiteráriaNovela Literária
Novela Literária
 
Noções sobre carta argumentativa
Noções sobre carta argumentativaNoções sobre carta argumentativa
Noções sobre carta argumentativa
 
Novela
NovelaNovela
Novela
 
Gêneros textuais no ENEM: carta do leitor
Gêneros textuais no ENEM: carta do leitorGêneros textuais no ENEM: carta do leitor
Gêneros textuais no ENEM: carta do leitor
 
Carta do leitor
Carta do leitorCarta do leitor
Carta do leitor
 
Elementos estruturais da novela
Elementos estruturais da novelaElementos estruturais da novela
Elementos estruturais da novela
 
Carta do leitor e carta ao leitor
Carta do leitor e carta ao leitorCarta do leitor e carta ao leitor
Carta do leitor e carta ao leitor
 
Conto de terror
Conto de terrorConto de terror
Conto de terror
 
Carta (pessoal, do leitor ou formal)
Carta (pessoal, do leitor ou formal)Carta (pessoal, do leitor ou formal)
Carta (pessoal, do leitor ou formal)
 
Romance
RomanceRomance
Romance
 
Carta formal
Carta formalCarta formal
Carta formal
 
Romance
RomanceRomance
Romance
 
Carta do leitor - 8° ano EF II
Carta do leitor - 8° ano EF IICarta do leitor - 8° ano EF II
Carta do leitor - 8° ano EF II
 
Redação | Carta Argumentativa | 3ª ANO | Profª Maria Luiza
Redação | Carta Argumentativa | 3ª ANO | Profª Maria LuizaRedação | Carta Argumentativa | 3ª ANO | Profª Maria Luiza
Redação | Carta Argumentativa | 3ª ANO | Profª Maria Luiza
 
Romance
RomanceRomance
Romance
 
Carta argumantativa
Carta argumantativaCarta argumantativa
Carta argumantativa
 
Carta do leitor
Carta do leitorCarta do leitor
Carta do leitor
 
AULA 07 - CARTA ARGUMENTATIVA - PPT - ATUALÍSSIMA
AULA 07 - CARTA ARGUMENTATIVA - PPT - ATUALÍSSIMAAULA 07 - CARTA ARGUMENTATIVA - PPT - ATUALÍSSIMA
AULA 07 - CARTA ARGUMENTATIVA - PPT - ATUALÍSSIMA
 

Semelhante a Os verbos (20)

Verbo
VerboVerbo
Verbo
 
Aula 2 verbos
Aula 2   verbosAula 2   verbos
Aula 2 verbos
 
80 estudoverbos
80 estudoverbos80 estudoverbos
80 estudoverbos
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
 
Gramática-Verbo.pdf
Gramática-Verbo.pdfGramática-Verbo.pdf
Gramática-Verbo.pdf
 
7.5 verbos (estudo completo)
7.5   verbos (estudo completo)7.5   verbos (estudo completo)
7.5 verbos (estudo completo)
 
Um verbo é...
Um verbo é...Um verbo é...
Um verbo é...
 
aula verbo
aula verboaula verbo
aula verbo
 
Advérbio.ppt
Advérbio.pptAdvérbio.ppt
Advérbio.ppt
 
Verbos - parte 1
Verbos - parte 1Verbos - parte 1
Verbos - parte 1
 
Morfologia verbal
Morfologia verbalMorfologia verbal
Morfologia verbal
 
Estudo dos verbos Volume 1
Estudo dos verbos Volume 1Estudo dos verbos Volume 1
Estudo dos verbos Volume 1
 
4_Aula_Verbo.pptx
4_Aula_Verbo.pptx4_Aula_Verbo.pptx
4_Aula_Verbo.pptx
 
Verbo - Seminário de Português (1° Bimestre)
Verbo - Seminário de Português (1° Bimestre)Verbo - Seminário de Português (1° Bimestre)
Verbo - Seminário de Português (1° Bimestre)
 
Português
PortuguêsPortuguês
Português
 
Tempos verbais dicas
Tempos verbais dicasTempos verbais dicas
Tempos verbais dicas
 
Aula_13___Verbo (1).pdf
Aula_13___Verbo (1).pdfAula_13___Verbo (1).pdf
Aula_13___Verbo (1).pdf
 
Verbo
VerboVerbo
Verbo
 
Estudo mórfico dos verbos
Estudo mórfico dos verbosEstudo mórfico dos verbos
Estudo mórfico dos verbos
 
Morfologia
MorfologiaMorfologia
Morfologia
 

Mais de Rosângela Ferreira Luz

Figuras geométricas planas e espaciais Matemática
Figuras geométricas planas e espaciais MatemáticaFiguras geométricas planas e espaciais Matemática
Figuras geométricas planas e espaciais MatemáticaRosângela Ferreira Luz
 
Histórias em quadrinhos Lìngua Portuguesa
Histórias em quadrinhos Lìngua PortuguesaHistórias em quadrinhos Lìngua Portuguesa
Histórias em quadrinhos Lìngua PortuguesaRosângela Ferreira Luz
 
Nas letras das músicas *º ano A e B 2017
Nas letras das músicas *º ano A e B 2017Nas letras das músicas *º ano A e B 2017
Nas letras das músicas *º ano A e B 2017Rosângela Ferreira Luz
 
Relações políticas e econômicas do país
Relações políticas e econômicas do paísRelações políticas e econômicas do país
Relações políticas e econômicas do paísRosângela Ferreira Luz
 

Mais de Rosângela Ferreira Luz (18)

O universo e o sistema solar Ciências
O universo e o sistema solar CiênciasO universo e o sistema solar Ciências
O universo e o sistema solar Ciências
 
Figuras geométricas planas e espaciais Matemática
Figuras geométricas planas e espaciais MatemáticaFiguras geométricas planas e espaciais Matemática
Figuras geométricas planas e espaciais Matemática
 
Mapa escala métrica e legendas
Mapa escala métrica e legendasMapa escala métrica e legendas
Mapa escala métrica e legendas
 
Histórias em quadrinhos Lìngua Portuguesa
Histórias em quadrinhos Lìngua PortuguesaHistórias em quadrinhos Lìngua Portuguesa
Histórias em quadrinhos Lìngua Portuguesa
 
História contada e escrita
História contada e escritaHistória contada e escrita
História contada e escrita
 
Nas letras das músicas *º ano A e B 2017
Nas letras das músicas *º ano A e B 2017Nas letras das músicas *º ano A e B 2017
Nas letras das músicas *º ano A e B 2017
 
Nas letras das músicas aluno
Nas letras das músicas alunoNas letras das músicas aluno
Nas letras das músicas aluno
 
Expressões numéricas
Expressões numéricasExpressões numéricas
Expressões numéricas
 
Conto de terror
Conto de terrorConto de terror
Conto de terror
 
Localização e orientação
Localização e orientaçãoLocalização e orientação
Localização e orientação
 
Sinopse livros e filmes
Sinopse livros e filmesSinopse livros e filmes
Sinopse livros e filmes
 
Defesas do corpo humano
Defesas do corpo humanoDefesas do corpo humano
Defesas do corpo humano
 
Relações políticas e econômicas do país
Relações políticas e econômicas do paísRelações políticas e econômicas do país
Relações políticas e econômicas do país
 
5°ano expressões numéricas ii
5°ano expressões numéricas ii5°ano expressões numéricas ii
5°ano expressões numéricas ii
 
5°ano expressões numéricas ii
5°ano expressões numéricas ii5°ano expressões numéricas ii
5°ano expressões numéricas ii
 
Representacoes da superficie_terrestre
Representacoes da superficie_terrestreRepresentacoes da superficie_terrestre
Representacoes da superficie_terrestre
 
O clima e a vegetação
O clima e a vegetaçãoO clima e a vegetação
O clima e a vegetação
 
Ciclos Em Nossas Vidas
Ciclos Em Nossas VidasCiclos Em Nossas Vidas
Ciclos Em Nossas Vidas
 

Último

Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfPastor Robson Colaço
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdfedjailmax
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoPedroFerreira53928
 
Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40vitoriaalyce2011
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade geneticMrMartnoficial
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaaCarolineFrancielle
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaComando Resgatai
 
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao AssédioApresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédioifbauab
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxGraycyelleCavalcanti
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade genetic
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
 
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao AssédioApresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 

Os verbos

  • 1. Professora Rosângela Ferreira Luz. Não fique com dúvidas, Quem não pergunta, não aprende.
  • 2. VERBOS – 1ª PARTE Ele entregou seus cúmplices. A mulher entregará a carta amanhã. Como estavam velhos! Anoitecera já de todo. Verbo é uma palavra de forma variável que exprime um acontecimento representado no tempo.
  • 3. FLEXÕES DO VERBO NÚMERO 1ª (a que fala) (EU)(EU) ESTUDO (NÓS)(NÓS) ESTUDAMOS 2ª (a quem se fala) (TU)(TU) ESTUDAS (VÓS)(VÓS) ESTUDAIS 3ª (de quem se fala) (ELE/ELA)(ELE/ELA) ESTUDA (ELES/ELAS)(ELES/ELAS) ESTUDAM SINGULAR ESTUDO ESTUDAS ESTUDA PLURAL ESTUDAMOS ESTUDAIS ESTUDAM PESSOA
  • 4. FLEXÕES DO VERBO MODO INDICATIVO Exprime-se, em geral, uma ação certa, positiva, quer em relação ao passado, ao presente ou ao futuro. IMPERATIVO Exprime-se ordem, conselho, desejo, pedido, covite. SUBJUNTIVO Exprime-se uma ação incerta, duvidosa, eventual ou mesmo irreal. O modo indica a atitude (de certeza, de dúvida, de mando) da pessoa que fala em relação ao fato que enuncia.
  • 5. FLEXÕES DO VERBO TEMPO Indica o momento em que se dá o fato expresso pelo verbo. Os três tempos naturais são: PRESENTE – Em tese, o fato ocorre no momento em que se fala. PASSADO (Pretérito) – Em tese, o fato ocorreu antes do momento em que se fala. FUTURO – Em tese, o fato ocorrerá após o momento em que se fala.
  • 6. FLEXÕES DO VERBO TEMPO INDICATIVO Presente: estudo Pretérito Imperfeito: estudava Perfeito Simples: estudei Composto: tenho estudado Mais-que-perfeito Simples: estudara Composto: tinha estudado Futuro Do presente Simples: estudarei Composto: terei estudado Do pretérito Simples: estudaria Composto: teria estudado
  • 7. FLEXÕES DO VERBO TEMPO SUBJUNTIVO Presente: estude Pretérito Imperfeito: estudasse Perfeito: tenha estudado Mais-que-perfeito: tivesse estudado Futuro Simples: estudar Composto: tiver estudado IMPERATIVO Presente: estuda, estude, estudemos, estudai, estudem
  • 8. MORFOLOGIA DO VERBO FORMAS RIZOTÔNICAS Em certas formas verbais o acento tônico recai no radical: Ando Ande Andam Andem
  • 9. MORFOLOGIA DO VERBO FORMAS ARRIZOTÔNICAS Em outras, o acento tônico recai na terminação: Andamos Andemos Andou Andarás
  • 10. CLASSIFICAÇÃO DO VERBO Quanto à FLEXÃO, os verbos podem ser:  REGULARESREGULARES: flexionam-se de acordo com o paradigma.  IRREGULARESIRREGULARES: afastam-se do paradigma de sua conjugação.  DEFECTIVOSDEFECTIVOS: não possuem certas formas verbais.  ABUNDANTESABUNDANTES: possuem duas ou mais formas equivalentes.
  • 11. CLASSIFICAÇÃO DO VERBO Quanto à FUNÇÃO, os verbos podem ser:  AUXILIARESAUXILIARES: ligam-se a formas nominais de um verbo principal constituindo com elas locuções.  PRINCIPAISPRINCIPAIS: verbos de significação plena, nuclear.
  • 12. CONJUGAÇÃO DO VERBO Há três conjugações em Português caracterizadas pela vogal temática:  1ª conjugação:1ª conjugação: verbos que terminam em vogal temática “–a”: estud-aa-r, fic-aa-r, rem-aa-r.  2ª conjugação:2ª conjugação: verbos que terminam em vogal temática “–e”: vend-ee-r, escrev-ee-r, tem-ee-r.  3ª conjugação:3ª conjugação: verbos que terminam em vogal temática “–i”: part-ii-r, dorm-ii-r, sorr-ii-r.
  • 13. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES PRESENTE DO INDICATIVO CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- O AS A AMOS AIS AM VEND- VEND- VEND- VEND- VEND- VEND- O ES E EMOS EIS EM PART- PART- PART- PART- PART- PART- O ES E IMOS IS EM CANTARAR VENDERER PARTIRIR
  • 14. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES PRESENTE DO INDICATIVO CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- O AS A AMOS AIS AM CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- E ES E EMOS EIS EM PRESENTE DO SUBJUNTIVO CANTARAR O - EE
  • 15. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES PRESENTE DO INDICATIVO PRESENTE DO SUBJUNTIVO VENDERER O - AA VEND- VEND- VEND- VEND- VEND- VEND- O ES E EMOS EIS EM VEND- VEND- VEND- VEND- VEND- VEND- A AS A AMOS AIS AM
  • 16. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES PRESENTE DO INDICATIVO PRESENTE DO SUBJUNTIVO PARTIRIR O - AA PART- PART- PART- PART- PART- PART- O ES E IMOS IS EM PART- PART- PART- PART- PART- PART- A AS A AMOS AIS AM
  • 17. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES PRESENTE DO INDICATIVO CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- O AS A AMOS AIS AM CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- E ES E EMOS EIS EM PRESENTE DO SUBJUNTIVO IMPERATIVO AFIRMATIVO Ø CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- AS E EMOS AIS EM (-S) (-S)
  • 18. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- E ES E EMOS EIS EM PRESENTE DO SUBJUNTIVO Ø CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- ES E EMOS EIS EM IMPERATIVO NEGATIVO NÃO NÃO NÃO NÃO NÃO
  • 19. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES PRESENTE DO INDICATIVO PRESENTE DO SUBJUNTIVO IMPERATIVO AFIRMATIVO IMPERATIVO NEGATIVO TEMPO PRIMITIVOTEMPO PRIMITIVO TEMPOS DERIVADOSTEMPOS DERIVADOS
  • 20. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- EI ASTE OU AMOS ASTES ARAM VEND- VEND- VEND- VEND- VEND- VEND- I ESTE EU EMOS ESTES ERAM PART- PART- PART- PART- PART- PART- I ISTE IU IMOS ISTES IRAM CANTARAR VENDERER PARTIRIR
  • 21. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- EI ASTE OU AMOS ASTES ARAM CANTAAASTE PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO DO INDICATIVO CANTA- CANTA- CANTA- CANTÁ- CANTÁ- CANTA- RA RAS RA RAMOS REIS RAM TEMA
  • 22. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- EI ASTE OU AMOS ASTES ARAM CANTAA PRETÉRITO IMPERFEITO DO SUBJUNTIVO CANTA- CANTA- CANTA- CANTÁ- CANTÁ- CANTA- SSE SSES SSE SSEMOS SSEIS SSEM TEMA
  • 23. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- CANT- EI ASTE OU AMOS ASTES ARAM CANTAA FUTURO DO SUBJUNTIVO CANTA- CANTA- CANTA- CANTÁ- CANTÁ- CANTA- R RES R RMOS RDES REM TEMA
  • 24. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO DO INDICATIVO PRETÉRITO IMPERFEITO DO SUBJUNTIVO FUTURO DO SUBJUNTIVO TEMPO PRIMITIVOTEMPO PRIMITIVO TEMPOS DERIVADOSTEMPOS DERIVADOS
  • 25. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES INFINITIVO IMPESSOALINFINITIVO IMPESSOAL CANTARAR FUTURO DO PRESENTE DO INDICATIVO FUTURO DO PRESENTE DO INDICATIVO CANTAR- CANTAR CANTAR- CANTAR- CANTAR- CANTAR- EI ÁS Á EMOS EIS ÃO CANTARAR VENDERER PARTIRIR
  • 26. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES INFINITIVO IMPESSOAL CANTARAR FUTURO DO PRETÉRITO DO INDICATIVO CANTAR- CANTAR CANTAR- CANTAR- CANTAR- CANTAR- IA IAS IA ÍAMOS ÍEIS IAM CANTARAR VENDERER PARTIRIR
  • 27. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES INFINITIVO IMPESSOAL CANTARAR INFINITIVO PESSOAL CANTAR CANTAR CANTAR CANTAR- CANTAR- CANTAR- ES ARMOS DES EM CANTARAR VENDERER PARTIRIR
  • 28. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES INFINITIVO IMPESSOAL CANTAAR CANTA- CANTA- NDO DO GERÚNDIOGERÚNDIO PARTICÍPIOPARTICÍPIO
  • 29. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES INFINITIVO PESSOAL FUTURO DO PRESENTE DO INDICATIVO FUTURO DO PRETÉRITO DO INDICATIVO INFINITIVO PESSOAL TEMPO PRIMITIVOTEMPO PRIMITIVO TEMPOS DERIVADOSTEMPOS DERIVADOS GERÚNDIO E PARTICÍPIO
  • 30. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES INFINITIVO IMPESSOAL CANTAAR PRETÉRITO IMPERFEITO DO INDICATIVO CANTA- CANTA- CANTA- CANTÁ- CANTÁ- CANTA- VA VAS VA VAMOS VEIS VAM 1ª CONJUGAÇÃO - ARAR
  • 31. FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES INFINITIVO IMPESSOAL VENDER PRETÉRITO IMPERFEITO DO INDICATIVO VEND- VEND- VEND- VEND- VEND- VEND- IA IAS IA ÍAMOS ÍEIS IAM 2ª E 3ª CONJUGAÇÃO ER / IRER / IR
  • 32. PESSOA E NÚMERO DO VERBOPESSOA E NÚMERO DO VERBO O verbo varia em pessoa e número de acordo com as pessoas gramaticais: SINGULAR PLURAL 1ª pessoa — parto 1ª pessoa — partimos 2ª pessoa — partes 2ª pessoa — partis 3ª pessoa — parte 3ª pessoa — partem
  • 33. TEMPO E MODO DO VERBOTEMPO E MODO DO VERBO O fato expresso pelo verbo aparece sempre situado nos tempos presente, passado ou futuro. Além de o fato estar situado no tempo, ele também pode indicar: certeza, dúvida e ordem. As indicações de certeza, dúvida e ordem são determinadas pelos modos verbais. São, portanto, três os modos verbais: exprime um fato certo, uma certeza. Modo Indicativo exprime um fato possível, duvidoso, hipotético. Modo Subjuntivo exprime uma ordem, um conselho, um pedido. Modo Imperativo
  • 34. TEMPOS DO MODO INDICATIVOTEMPOS DO MODO INDICATIVO No modo indicativo, a ação verbal pode aparecer nos seguintes tempos: — Presente — Pretérito: - perfeito - imperfeito - mais-que-perfeito — Futuro: - do presente - do pretérito
  • 35. Presente: Expressa um fato atual;Presente: Expressa um fato atual; Pretérito imperfeito: expressa um fato passado nãoPretérito imperfeito: expressa um fato passado não concluído;concluído; Pretérito perfeito: expressa um fato passadoPretérito perfeito: expressa um fato passado concluído;concluído; Pretérito mais-que-perfeito: expressa um fatoPretérito mais-que-perfeito: expressa um fato passado anterior a outro fato passado;passado anterior a outro fato passado; Futuro do Presente: expressa um fato futuro emFuturo do Presente: expressa um fato futuro em relação a um momento presente;relação a um momento presente; Futuro do Pretérito: expressa um fato futuro emFuturo do Pretérito: expressa um fato futuro em relação a um momento passado.relação a um momento passado. MODO INDICATIVOMODO INDICATIVO
  • 36. TEMPOS DO MODO SUBJUNTIVOTEMPOS DO MODO SUBJUNTIVO No modo subjuntivo, a ação verbal pode aparecer nos seguintes tempos: — presente — pretérito imperfeito — futuro
  • 37. Presente: expressa um fato atual exprimindoPresente: expressa um fato atual exprimindo possibilidade.possibilidade. PretéritoPretérito imperfeito: expressa um fato noimperfeito: expressa um fato no passado dependente de outro fato passadopassado dependente de outro fato passado.. Futuro: expressa um fato futuro relacionado aFuturo: expressa um fato futuro relacionado a outro fato futuro.outro fato futuro. MODO SUBJUNTIVOMODO SUBJUNTIVO
  • 38. FORMAS DO MODO IMPERATIVOFORMAS DO MODO IMPERATIVO Ao indicar ordem, conselho, pedido, o fato verbal pode expressar negação ou afirmação. São, portanto, duas as formas do imperativo: — imperativo negativo: Não falem alto. — imperativo afirmativo: Falai tu mais alto. OBSERVAÇÃO O imperativo não possui a 1ª pessoa do singular, pois não se prevê a ordem, o pedido ou o conselho a si mesmo.
  • 39. FORMAS NOMINAIS DO VERBOFORMAS NOMINAIS DO VERBO O verbo possui formas que são nominais. Chamam- se nominais porque por si só elas não expressam nem o tempo nem o modo verbal. Além disso, em determinados contextos, assumem a função de substantivos, adjetivos ou verbos. Exemplos: Vamos jantar? O jantar está servido. verbo substantivo Ela já havia preparado o trabalho quando chegamos. verbo Ela está preparada para o exame. adjetivo
  • 40. FORMAS NOMINAIS DO VERBOFORMAS NOMINAIS DO VERBO As formas nominais do verbo são três: infinitivo, gerúndio e particípio. O infinitivo pode ser: impessoal — quando não se refere às pessoas do discurso: Ter ou não ter dá na mesma. pessoal — quando se refere às pessoas do discurso. Neste caso. não é flexionado na 1ª e 3ª pessoas do singular e flexionado nas demais: falar (eu) — não flexionado falarmos (nós) — flexionado falares (tu) — flexionado falardes (vós) — flexionado falar (ele) — não flexionado falarem (eles) — flexionado As terminações das formas nominais do verbo são: Infinitivo impessoal: cantar – vender - partir Gerúndio: cantando - vendendo - partindo Particípio: cantado – vendido - partido