Metodologia para Projeto de Design

29.082 visualizações

Publicada em

Metodologia para Projetos de Design utilizada e adaptada para produtos de moda.
[Faip 2012]

Publicada em: Educação
0 comentários
22 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
29.082
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.246
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
760
Comentários
0
Gostaram
22
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Metodologia para Projeto de Design

  1. 1. Metodologia de Projeto de Design Prof. Márcio Duarte
  2. 2. Fase 1compreensão
  3. 3. Situação atual [pesquisa e análise]• Compreender e classificar o serviço/produto do cliente/empresa/ONG (segmento, categoria, etc.);• Identificar o volume de produção ou prestação de serviço (produtividade/potencialidade);• Obter o entendimento das características do mercado do cliente (econômicas, tendências, socioculturais, etc);• Identificar com quem o cliente se comunica (público-alvo) e compreender as características desse consumidor/público-alvo do cliente (estilo de vida/comportamento/anseios/desejos, contexto sociocultural);• Identificação da perspectiva mercadológica do cliente (visão/ideal da empresa/ONG que alcançar em curto, médio e longo prazo).
  4. 4. Definição do problema [pesquisa eanálise]• A partir da definição da visão, identificar possíveis problemas, aspectos deficientes ou carentes, que possam dificultar, inviabilizar ou impossibilitar o alcance da realização do ideal do cliente;• Elencar pontos fracos (aspectos que possam ser eliminados ou favorecidos) e pontos fortes (valores que possam ser preservados, reposicionados ou valorizados) do cliente.
  5. 5. Definição do problema [pesquisa eanálise]
  6. 6. Identificação de oportunidades[análise]• Identificar e selecionar os valores distintivos do seu cliente: características individuais que possam fortalecer a comunicação com o mercado/público-alvo com o intuito de favorecer o alcance dos ideais por parte do cliente;• Obter o entendimento de qual é a trajetória ideal (quais os possíveis veículos de comunicação).
  7. 7. Definição do objetivo• O objetivo deve ser definido com o intuito de delimitar o compromisso e focar a atuação do designer. Deve-se descrever de modo claro e objetivo o que está sendo proposto para o desenvolvimento do projeto.
  8. 8. Fase 2proposição
  9. 9. Geração de conceitos• É o sentido atribuído na concepção da comunicação do cliente (através de cores, imagens, layout, etc.), com o intuito de gerar significado coerente com valores distintivos identificados anteriormente;• O conceito é fator que rege a narrativa da mensagem que se quer passar para seduzir o público-alvo;• É importante neste momento realizar banco de imagens que possam transmitir o conceito gerado.
  10. 10. Geração de conceitos
  11. 11. Construção das diretrizes• As diretrizes são caminhos, um conjunto de instruções ou indicações para se tratar e levar a termo um plano, uma proposta que visa solucionar o problema e alcançar resultados que favoreçam as intenções mercadológicas do cliente;• O designer propõe duas ou até três propostas/diretrizes, cada qual com sua narrativa própria (conceito), o qual também deve ser responsável pela escolha do caminho a ser traçado, antes de iniciar a etapa de geração de alternativas (o que? = finalidade / para quem? = público- alvo / e como? = tipo de produto).
  12. 12. Geração de alternativas [solução emdesign]• As alternativas devem ser geradas de modo coerente com as informações obtidas anteriormente. Neste momento o processo criativo deve caminhar solto com agilidade e objetividade. Para tanto, acredita-se que utilizar raffes, croquis, sketchs (rabiscos) como ferramenta de criatividade no processo de geração de alternativas é bastante favorável;• Não existe um número exato de alternativas geradas para chegar ao modelo ideal, no entanto, não deve-se acreditar na primeira ideia como única verdade. Nesta etapa, pode-se utilizar de técnicas de criatividade, como o brainstorm, para agilizar o processo de criação (principalmente se o projeto estiver sendo desenvolvido em grupo).
  13. 13. Geração de alternativas [soluçãoem design] #1
  14. 14. Geração de alternativas [soluçãoem design]
  15. 15. Geração de alternativas [soluçãoem design] #2
  16. 16. Geração de alternativas [soluçãoem design]
  17. 17. Geração de alternativas [soluçãoem design]
  18. 18. Geração de alternativas [soluçãoem design]
  19. 19. Fase 3finalização
  20. 20. Definição• A etapa de definição, que inicia a fase de finalização do projeto, deve ser estruturada para viabilizar a produção dos instrumentos de comunicação gerados (dado que deve ser gerado a partir da compreenção conjunta da intenção da peça como público-alvo);• Nesta etapa é importante a construção de mock- ups – modelos tridimencionais – antes da construção final da peça.
  21. 21. Definição: mock-up
  22. 22. Situação futura• Quais são os resultados esperados para o projeto?• Como planejar futuras estratégias?
  23. 23. Considerações finais• A utilização de matrizes (exploração do processo lógico do aluno) favorece no processo de análise.
  24. 24. Memorial descritivo
  25. 25. Objetivo• Descrever de modo claro e objetivo qua a intenção do trabalho para a obtenção de resultados;• O que foi definido enquanto propósito de trabalho
  26. 26. Metodologia• Pontuar claramente de modo preciso as fases de desenvolvimento do trabalho; – Este parágrafo não deve ser muito extenso, no entanto de apresentar quais atividades foram necessárias para obtenção dos resultados
  27. 27. Proposição• Este tem importância fundamental!• O Resultado é a proposta concretizada, a resposta obtida através de uma intenção (OBJETIVO) de um processo metodológico aplicado;• Neste momento deve-se apresentar os conceitos e valores trabalhados na geração de alternativas; – Os quais devem ser resultados de estudos e análises dos dados obtidos em pesquisa.
  28. 28. Resultados esperados• É importante comentar sobre o que se espera alcançar com a proposta apresentada;• Este momento pode favorecer para a percepção da amplitude do trabalho.
  29. 29. Exemplo de memorial: [imagens]
  30. 30. Exemplo de memorial: [Look]
  31. 31. http://www.sebastiany.com.br/show-cases/marca-moda-gabriela-pires.htmCase: Designer de Bijuterias
  32. 32. Objetivos• Realizar o design da identidade de marca de bijuterias e acessórios de moda alinhada às características e diferecias de seus produtos, traduzindo o que se iniciou como um hobby, em uma empresa forte e reconhecida.
  33. 33. Problema a ser resolvido• Por se tratar de uma nova marca, ainda sem uma definição clara e estratégica de sua atuação e mercado, o design do logo deveria ser inteiramente alinhado a estilo e personalidade das peças criadas pela designer de jóias Gabriela Pires, responsável diretamente pela criação das bijuterias e acessórios.
  34. 34. Solução• A borboleta criada como símbolo para marca foi desenvolvida a partir do monograma GP, iniciais de Gabriela Pires. Seu design foi concebido desde o início para permitir a aplicação em relevo em pequenas peças de metal, utilizadas como identificação da marca nos colares e acessórios maiores.• O logotipo também foi elaborado para ajudar a formar uma imagem de marca minuciosa, versátil e sofisticada, valores do DNA de marca detectado como forte caracterírtica do design das peças.
  35. 35. Solução• Para diferenciar as linhas de produtos que a marca Gabriela Pires possui, foram utilizadas duas paletas cromáticas, a primeira em tons de verde para produtos mais sofisticados e uma segunda paleta, de cores mais vibrantes para uma linha de produtos mais exuberante e exótico.
  36. 36. Por que funciona?• A marca funciona porque promove identificação por parte do público-alvo dos valores de feminilidade, delicadeza e sofisticação. O padrão de cores e textura da marca auxilia a criação de peças de comunicação integradas para fortalecimento da marca no mercado atacado, enquanto o apelo das peças e do monograma aplicado aos acessórios geram uma percepção maior de valor de marca no mercado de varejo.
  37. 37. Finalizando…• Outro exemplo pratico (acadêmico): – http://textileindustry.ning.com/profiles/blogs/desenvolvim• Geração de Alternativas: #1 http://www.profpipi.com/2010/08/claudia-marcondes-tc #2 http://neonbag.blogspot.com.br/2010/07/geracao-de-alt
  38. 38. Brincadeiras tecnológicasSoftware de modelaem 3D on-linehttp://www.continuumfashion.com/Ddress/Roupa em Sprayhttp://neworder.com.br/blog/por-ai/roupa-em-spra

×