História do Design (2016)

2.723 visualizações

Publicada em

Breve histórico sobre a evolução do design, partindo de sua origem no Século XVIII até os dias atuais.

Publicada em: Design
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.723
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
748
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
127
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História do Design (2016)

  1. 1. DE SI GNINTRODUÇÃ Juicy Salif - Philippe Starck (1990)
  2. 2. “A estética do objeto provoca um efeito emocional no usuário que pode se exteriorizar em forma de aceitação, rejeição ou neutralidade Löbach (2001)
  3. 3. A Burguesia Industrial: O Ecletismo Inglaterra Final do Séc. XVIII • Produção de milhares de artigos no mesmo período de tempo e ao mesmo custo anteriormente necessários para fabricar um único objeto artesanalmente. • A utilização de novos materiais tornava o excesso algo “luxuoso” para a burguesia.
  4. 4. A Engenharia do século XIX Ferro (fundido/forjado/aço: cimento armado). Escolha do ferro: prática e não estética, mesmo nas fábricas, onde o progresso das estruturas metálicas foi mais significativo. Europa Final do Séc. XVIII e Séc. XIX
  5. 5. A Engenharia do século XIX Europa Final do Séc. XVIII e Séc. XIX The Crystal Palace, built in London for the Great Exhibition of 1851 Construída por Gustave Eiffel, em 1889, em Paris, como parte das comemorações do centenário da Revolução Francesa.
  6. 6. Movimento Arts and Crafts • Se estendeu até o início do Século XX, durante toda a Era Vitoriana (1837 a 1901), deixando um legado de ornamentação como elemento principal da arquitetura e dos objetos de maneira geral, criando um exagero demasiado. Inglaterra Final do Séc. XVIII
  7. 7. Movimento Arts and Crafts • Principal pensador do Movimento A&C foi designer Willian Morris. • Morris queria a mão do artesão visível no trabalho. • “O bom design tinha um efeito positivo e contribuía para uma sociedade mais feliz.” Inglaterra Final do Séc. XVIII
  8. 8. Movimento Art Nouveau • Movimento inovador: primeiro a se apropriar dos materiais e técnicas advindas da R.I. • Inspiração na sinuosidade das formas da natureza e da figura feminina (conquistas femininas). • Manipulação dos materiais privilegiando as formas artesanais. Bélgica e França 1900
  9. 9. Movimento Art Nouveau Bélgica e França 1900 Inspirado nas características do Arts and Craft e no Design Oriental, devido as descobertas recentes de tumbas egípcias. La station art nouveau de la porte Dauphine
  10. 10. Movimento Art Nouveau Bélgica e França 1900 René Lalique – Art Nouveau brooch
  11. 11. Escola de Glasgow Escócia 1900 Grupo de designers escoceses que misturavam de maneira primorosa o funcionalismo do Arts and Craft e a exuberância da Art Nouveau, produzindo peças com formatos geométricos e padrões lineares, criando formas orgânicas.
  12. 12. O Funcionalismo e a Bauhaus Alemanha 1919-1933
  13. 13. O Funcionalismo e a Bauhaus Pregava a integração da produção artística com a industrial. Uma das primeiras escolas a dar aulas com a intenção de transformar o artesão em produtor industrial. Designer: coordenador do processo - Ação coletiva na atividade industrial. FUNÇÃO SEGUE A FORMA Alemanha 1919-1933
  14. 14. Fases da Bauhaus • A Bauhaus foi fundada por Walter Gropius em 25 de abril de 1919, na República de Weimar, Alemanha. • Após uma mudança nos quadros do governo, em 1925 a escola mudou-se para Dessau, cujo governo municipal naquele momento era de esquerda. • Uma nova mudança ocorre em 1932, para Berlim, devido à perseguição do recém-implantado governo nazista, sendo fechada em 1933. Alemanha 1919-1933
  15. 15. Impossível entender o que é o design hoje sem entender o que foi a Bauhaus. O Funcionalismo e a Bauhaus Alemanha 1919-1933
  16. 16. Styling Manipulação estético-formal sem melhoramentos de função. Pressupõe separação da FORMA com a FUNÇÃO - Formas fantasiosas. Sociedade de consumo Pós-guerra. EUA Dec. 1920
  17. 17. Styling Manipulação estético-formal sem melhoramentos de função. Pressupõe separação da FORMA com a FUNÇÃO - Formas fantasiosas. Sociedade de consumo Pós-guerra. EUA Dec. 1930
  18. 18. Art Deco • I Guerra: divisor entre Art Nouveau e Art Deco. • Estilo decorativo inspirado pela Arte Não-ocidental (África/egito). • Influência do cubismo, futurismo, construtivismo • Não entendido como "design“ possui enfoque estilístico França mas ganhou força nos EUA
  19. 19. Kitsch • Produtos copiados de um modelo criado por outros • Significado: apropriação e alienação do contexto original do objeto, fetiche, status. • Objetos Kitsch (regra imperativa): enriquecidos com representações, símbolos, adornos, ornamentação rebuscada. Meados do Séc XX
  20. 20. Design Pós-Guerra • Liberdade de criação. • Período entre guerras: De Stijl, construtivismo russo e Bauhaus (combinação). • Baseado na utilização de princípios elementares estruturais básicos. • Mistura de materiais - PLÁSTICO, ACRÍLICO, PVC, NAYLON (experimentação). Décadas de 50 e 60
  21. 21. Escola de ULM Hochschule für Gestaltung hfg (1953-68) • De modo mais direto, o centro de Ulm inspira-se na experiência da Bauhaus. • A Escola de Ulm é responsável pela experiência mais significativa do movimento do design no período posterior à Segunda Guerra Mundial, 1939 -1945. Alemanha 1953 - 68
  22. 22. Design dos Anos 60 e o Pós-Modernismo • A publicidade ganha força e massifica a comunicação. • Sociedade descartável em função da rapidez dos avanços tecnológicos. • Psicodelismo, Pop Art, Modernismo, Futurismo. • Guerra fria: corrida espacial: ficção científica: motivos científicos passaram a ser associados com a modernidade. EUA À partir da Déc. 60
  23. 23. Design dos Anos 70 • Diretamente influenciado pelos movimentos artísticos pop, op e psicodelismo, os anos 70 foram um prolongamento da massificação iniciana na década anterior. Alemanha 1919-1933
  24. 24. Design dos anos 80 • Os avanços tecnológicos produziram muitas modificações na penúltima década do século XX. • A era do computador tinha definitavamente chegado e os «designers» cada vez mais utilizavam programas sofisticados para trabalhar muitos aspectos do design dos produtos, que tradicionalmente, eram desenhados à mão. Para os designers gráficos, as novas tecnologias também criaram míriades de novas possibilidades na manipulação da impressão e da reprodução de imagens.
  25. 25. Memphis • O grupo Memphis foi fundado em 1980 em Milão, Itália, por Ettore Sottsass junto com Barbara Radice, Michele De Lucchi, Marco Zanini, Martine Bedin, etc. Mais tarde Natalie Pasquier e George Sowden juntaram-se ao designers do grupo. • Memphis possui como precursor direto o Studio Alchimia, do qual Ettore fez parte. Este grupo enfatizava o design do objeto banal (transformar lixo em ouro) sendo um dos primeiros a fazer design pós-moderno. • A grande herança de Memphis pode ser creditada aos movimentos de vanguarda italianos Radical Design e Anti-Design.
  26. 26. Design dos Anos 90 Preocupação com a sustentabilidade Reciclagem e reaproveitamento (tanto de materiais como de estilos e referencias) Linguagens tecnológicas sendo utilizadas, imagens urbanas, distorções e grafites ganhando espaço. Tudo tem DESIGN!!!!!!!!!
  27. 27. Considerações Finais • Hoje o DESIGN é visto como diferencial competitivo; • O mercado pede formas diferenciadas de apresentação, afim de tornar sua imagem e sua forma algo diferenciado e atraente; • Não somente aspectos estéticos devem ser privilegiados, o Design, assim como o Marketing e a Publicidade, vende ESTILO DE VIDA.

×