Psicologia organizacional

1.167 visualizações

Publicada em

histórico da psicologia organizacional e tendência atuais

Publicada em: Recrutamento e RH
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.167
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
83
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Psicologia organizacional

  1. 1. Psicologia aplicada à administração ORIGEM DA PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E SUAS TENDÊNCIAS ATUAIS Lara Késsia Martins Ávila Psicóloga
  2. 2. Introdução A psicologia do trabalho e das organizações interessa-se pelo trabalho humano, tendo duas vertentes:  vertente básica: onde se estuda e compreende o trabalho humano;  vertente prática: onde se aplica toda a informação nas empresas e instituições para variados fins. 3.
  3. 3. Desenvolvimento da Psicologia do Trabalho Século XX, Taylorismo - levou à origem da psicologia do trabalho Objetivo: aumentar os valores da produção através de métodos rígidos. Etapas: Inicialmente: Psicologia Industrial, Psicologia Organizacional Atualmente: Psicologia do trabalho e das Organizações. 6.
  4. 4. Psicologia Industrial Iniciou-se no século XX, aquando das revoluções industriais já consolidadas e interessava-se por resolver problemas como:  seleção e recrutamento de trabalhadores e soldados  o cansaço dos operários (lei da “fadiga”);  a orientação vocacional;  os estudos sobre as condições de trabalho. 7.  trabalhadores vistos como máquinas  Falta de direitos trabalhistas  seleção de pessoal e de ajuste funcional
  5. 5. Psicologia Organizacional Esta etapa da psicologia teve como principal objetivo a resolução de problemas que surgiam no meio organizacional dos operários. Buscava-se dar consciência ao trabalhador, que o mesmo tenha noção da sua força de trabalho e quanto ela vale. Desta forma, os interesses dos operários começam a ganhar relevo. As principais áreas em que incide esta psicologia são:  o recrutamento;  a selecção de pessoal;  o treino;  o diagnóstico organizacional. 8.
  6. 6. Linha do tempo... Até 1950 – Era Industrialização clássica De 1950 a 1990 – Era da Industrialização Neoclássica A partir de 1990 – Era da Informação
  7. 7. As empresas são feitas de pessoas para pessoas. (LIMONGI-FRANÇA, 2006)
  8. 8. Em destaque... 1. Mudanças de Paradigmas 2. Globalização a. Fatores que influenciaram b. Efeitos positivos c. Efeitos Negativos 3. Pessoas Globalizadas 4. Concorrência Mundial
  9. 9. Vamos trabalhar na Austrália? •A Austrália tem excelentes salários para todos os tipos de trabalho, não importa o setor, e, assim como o Canadá, é um país que importa muitos profissionais por falta de mão de obra local. Tais fatores vem atraindo cada vez mais trabalhadores de outras nacionalidades. Isso vale para aqueles já consolidados no mercado, como também para estudantes, que aproveitam a estadia para conciliar estudo e algum trabalho. Se você é um deles e está pensando em morar e trabalhar por lá, novas oportunidades estão se abrindo. O Departamento de Imigração australiano acaba de anunciar formalmente a lista de profissões em demanda para a Austrália no próximo ano. Fonte: O Globo em 15/07/2014 7:38 / Atualizado 16/07/2014 19:53 http://oglobo.globo.com/economia/emprego/imigracao-australiana-divulga- lista-de-profissionais-em-falta-no-pais- 13260492#ixzz37iLBjCjX
  10. 10. Psicologia do trabalho e das organizações Aqui trata-se a compreensão do trabalho humano e a subjetividade do trabalhador. Continuam os cuidados com produtividade e a satisfação, e passam a incluir a saúde e o bem-estar do trabalhador. Grande mudança: Globalização 11.
  11. 11. Por que se preocupar com isso? • A Gestão de Pessoas tem sido a responsável pela excelência de organizações bem-sucedidas e pelo aporte de capital intelectual que simboliza, mais do que tudo, a importância do fator humano em plena Era da Informação. (Chiavenato – Gestão de Pessoas)
  12. 12. O Cliente Interno
  13. 13. Pessoas e o sucesso da empresa • Com a globalização dos negócios, o desenvolvimento tecnológico, o forte impacto da mudança e o intenso movimento pela qualidade produtividade, surge uma eloquente constatação na maioria das organizações: o grande diferencial, a principal vantagem competitiva das empresas, decorre das pessoas que nelas trabalham. (Chiavenato – Gestão de Pessoas)
  14. 14. • Administrar com as pessoas significa tocar a organização juntamente com os colaboradores e parceiros internos que mais entendem dela e de seu futuro. • Uma nova visão das pessoas não mais como um recurso organizacional, um objeto servil ou mero sujeito passivo do processo, mas fundamentalmente como um sujeito ativo e provocador das decisões, empreendedor das ações e criador da inovação dentro das organizações. (Chiavenato – Gestão de pessoas)
  15. 15. O que o psicólogo faz atualmente em uma empresa? O objetivo do especialista é promover e assegurar um ambiente saudável e produtivo, mas que contemple as necessidades tanto do empregado quando da organização. Se antes a meta era desenvolver ferramentas para atender aos anseios da empresa, na sociedade moderna busca-se fornecer meios para que as pessoas e as corporações lidem melhor com as mudanças. 12.
  16. 16. Perspetivas micro e macro  Micro: interessa-se pelos processos e pela conduta do indivíduo, como por exemplo, o estudo das suas aptidões, conhecimentos, motivações, stresse, rendimento.  Macro: interessa-se pela interação individuo-grupo, como por exemplo, as relações interpessoais, grupos e equipas de trabalho, clima e cultura organizacionais. 14.
  17. 17. A Grande Tarefa dos Psicólogos • Estabelecer uma relação dinâmica de reciprocidade nas empresas, capaz de gerar um compromisso cooperativo entre proprietário e gestores, de um lado, e trabalhadores, de outro. Para isso, a tendência é de que o psicólogo seja, nos próximos anos, integrado às equipes de planejamento estratégico das corporações, algo antes reservado aos administradores e ao pessoal técnico. André Brutin, professor de Psicologia Organizacional da PUC –SP,
  18. 18. Obrigada! Dúvidas????? E-mail: larakessia@Hotmail.com

×