SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 54
Baixar para ler offline
CADERNO




  Psicologia
Organizacional
     3º semestre
FACEBOOK


         Não curtir? Por quê?




           SUGESTÕES
     cadernosppt@gmail.com.br
Aviso
Esse material foi criado a partir do caderno
de um aluno do curso de administração.

Sendo assim, não substituirá nenhuma fonte
didática como: livros, artigos científicos, etc.


Observação
O objetivo dessa apresentação é
simplesmente ajudar o estudante, nada além
disso.
Resumo
  da
Matéria
O que é Psicologia
      Organizacional?

A aplicação ou extensão de fatos e
princípios psicológicos a problemas
referentes a seres humanos operando
no contexto do trabalho e dos negócios
Em quais dimensões ela pode ser
   aplicada. Detalhe cada uma delas

• Analisar cargos e salários;
• Realizar pesquisa sobre os sentimentos e as
  emoções dos funcionários;
• Projetar sistema de avaliação de
  desempenho;
• Avaliar a eficácia de uma prática específica.
Quais os processos organizacionais
            que utilizam a P.O?
•   Recrutamento
•   Seleção de pessoal
                                QUALIDADE
•   Treinamento          GESTÃO   DE VIDA
                                         MOVIMENTAÇÃO
                           DO
•   Diagnóstico        DESEMPENHO
                                           DE PESSOAL


    Organizacional   CLIMA      PSICOLOGIA      MUDANÇA
                       ORGANIZACIONAL   ORGANIZACIONALORGANIZACIONAL


                                                        GESTÃO
                              SELEÇÃO
                                        DESENVOLVIMENTO CULTURA
                                                      DA
                                              DE
                                          COMPETÊNCIAS
Por que a abordagem da P.O. é
 importante para a organização?

O P.O busca alcançar níveis de
excelência de qualidade por toda a
organização, por isso se torna
importante.
O que é atitude?
Atitude é uma disposição ligada ao
juízo de determinados objetos da
percepção ou da imaginação, ou seja, a
tendência de uma pessoa de julgar tais
objetos como bons ou ruins,
desejáveis ou indesejáveis.
Quais os componentes da
        atitude? Explique-os.

• Tendências Comportamentais: Ação

• Sentimentos: Afetivo
  (é o que se sente frente ao fato ou pessoa ou objeto)


• Crenças: avaliativa / cognitivo
  (inclui fatos, opiniões e conhecimento)
Como adquirimos as nossas
        atitudes?
É no jogo da inter-relação que
encontramos a origem de nossas
atitudes.
Muitas têm origem em nossas
primeiras experiências pessoais
diretas.
       (afetivas e de aprendizagem)
Exemplos

Recompensa
  Punição
  Imitação
 Influência
Preconceito ≠ Discriminação

• Preconceito: é uma atitude; uma visão injusta, intolerante ou
  desfavorável em relação a um grupo de pessoas.

• Discriminação: é um comportamento; é um ato injusto ou uma
  série de atos dirigidos contra pessoas de um certo grupo.

• Estereótipos: crenças , expectativas generalizadas a respeito de
  grupos sociais e de seus membros que podem levar ao preconceito
  e discriminação.
Qual é o processo que leva à mudança
        de atitude? Explique-o.
A vivência, algumas experiências, a
persuasão (amigos, mídia, pais...)
podem levar a essa Dissonância e
assim fazer com que a pessoa reveja
seus conceitos, sentimentos e ações,
mudando de atitude frente a um fato,
pessoa.
Dissonância
• Inconsistência percebida entre duas
  cognições

• Conflito que ocorre quando uma
  pessoa tem duas atitudes ou
  pensamentos contraditórios
FATORES QUE DETERMINAM
     SE A PERSUASÃO FUNCIONA
   QUEM                            ATRAVÉS
   (fonte)                         DE QUAL
                                     MEIO
                     O QUÊ                              A QUEM
Alguns fatores
                                   Fatores do
                   Fatores da        canal             Fatores do
Credibilidade
                   mensagem                             receptor
  Competência                     Pessoalmente
                  Apelo do medo                      Personalidade
 Confiabilidade         X         Na televisão
                      lógica                         Expectativas
 Atratividade                       No rádio         (prevenção)
                   Argumento
Similaridade       Unilateral X     Internet           Atitudes
                    Bilateral                        preexistentes

                    Repetição                         Inteligência

                                                 Weiten, 2002, p.484
Explique o processo de persuasão na
        mudança de atitude
   As mudanças de atitudes podem ocorrer
   na medida em que as fontes que deram
   origem às nossas atitudes desaparecerem
   ou se modificarem.

   (novas informações, novos grupos de
   referência, nossas necessidades)
Modelo de probabilidade de
                  elaboração

             Persuasão baseada no     Elevada elaboração:
 Rota                                                          Mudança de
              conteúdo e lógica da         Cuidadoso
Central                                                        atitude mais
                  mensagem             processamento da
                                                                  durável
                                          informação



  Rota         Persuasão baseada
               em fatores que não      Baixa elaboração:     Mudança de
Periférica
                   compõem a            Processamento       atitude menos
                mensagem, como            mínimo da             durável
                  atratividade,           informação
              credibilidade, emoção




                                                            Weiten, 2002, p. 488
Qual diferença entre conformidade e
                obediência?
•   Conformidade
    A conformidade ocorre quando as pessoas se rendem a uma pressão
    social real ou imaginária

•   Obediência
     A obediência é uma forma de submissão que ocorre quando as pessoas
    seguem comandos diretos, geralmente de alguém que ocupa uma posição
    de autoridade

•   Diferença
    A confirmada só ocorre pelo tamanho da unanidade do grupo, sendo assim,
    quando mais pessoas estiverem fazendo algo, influenciará as outras, já a
    obediência, tem relação a hierarquia, ou seja, somos submissos a ordens,
    pois estamos abaixo da posição de autoridade.
Qual a diferença entre
 sensação e percepção?
• Sensação e Percepção são sentidas da
  estimulação dos órgãos como visão,
  audição, olfato, paladar e tato.

• Diferença:
  Só através das sensações que são possíveis
  de sentir a percepção, ou seja, após os
  órgãos sensoriais absorverem a energia dos
  estimulados é que se torna possível a
  percepção.
Explique os dois processos
Sensação
Órgãos sensoriais absorvem a energia do estímulo físico
no ambiente, daí os receptores sensoriais detectam
estímulos de energia e os convertem em impulsos
nervosos que são enviados ao cérebro.

Percepção
O cérebro organiza esse impulso e o traduz em algo
significativo.
Quais os fatores que influenciam na
     percepção? Explique-os

                                Indivíduo:
                        •Atitudes
                        •Motivações
                        •Interesses
                        •Experiências
                        •Expectativas

         Situação:
   •Tempo
   •Local de trabalho
                         Percepção
   •Situação social


                                  Alvo:
                        •Novidade
                        •Movimento
                        •Som
                        •Tamanho
                        •Fundo
                        •Proximidade
Quais são os atalhos usados
          no julgamento?
•   Estereotipagem      é o processo de usar uma impressão padronizada
    de um grupo de pessoas para influenciar a nossa percepção de um
    indivíduo em particular.
     • Como funciona:
        • Identifica-se alguma categoria de pessoas (índios)
        • Acredita-se que possuam traços comuns (preguiça)
        • Percepção geral: todos os índios possuem preguiça
     • Da estereotipagem nascem os preconceitos. Contudo, nem todos
     os preconceitos são negativos.
Observação
Efeito Halo    uma característica de um
indivíduo

ou grupo encubra todas as demais
características

daquele indivíduo ou grupo.
Explique a teoria da
             atribuição?
Quando observamos o comportamento de um indivíduo tentamos
determinar se ele foi causado internamente ou externamente.

Distinção:
O indivíduo demonstra comportamento diferente em situações diferentes

Consenso:
Se todos são confrontados por uma situação parecida e respondem da
mesma forma

Coerência
A pessoa responde da mesma maneira ao longo do tempo
Gráfico

Observação      Interpretação           Atribuição de
                                            Causa
                                Alta
                                            External
                  Distinção
                                            Internal
                                Baixa



                                Alta
 Individual
 Comport.




                                            External
                  Consenso
                                            Internal
                                Baixa


                                Alta
                                            Internal
                  Coerência
                                            External
                                Baixa
Explique o processo de
 formação da memória
MEMÓRIA: processo mental pelo qual codificamos,
armazenamos e recuperamos informações.

Codificação: processo pelo qual a informação é gravada
inicialmente de uma forma utilizável para a memória.
(teclado)
Armazenagem: referem-se ao modo como a manutenção
das informações são salvas na memória. (disco rígido)
Recuperação: processo em que a informação é localizada
na memória e trazida a consciência para ser útil. (software
que acessa as informações para mostrá-las na tela)
Quais os três sistemas de
  memória? Explique-os
• Memória Sensorial ou Registro Sensorial:
  a armazenagem inicial e momentânea de
  informações, durante um instante.(réplica exata do
  estímulo)

• Memória de Curto Prazo:
  retém informações durante 15 a 25 segundos e as
  armazena de acordo com seu significado

• Memória de Longo Prazo: armazena informações
  em base relativamente permanente e, por vezes,
  podem ser difíceis de recuperar.
O que é aprendizagem?
Qualquer mudança relativamente
permanente no comportamento, ou
seja, quando um indivíduo se
comporta, reage, responde em
resultado da experiência de uma
maneira diferente daquela que ele se
comportava anteriormente.
Quais as duas principais abordagens
         sobre aprendizagem?
Explique o condicionamento clássico:

Trata-se de um estímulo não condicionado e
uma resposta não condicionada, gerando assim,
duas ações específicas:
Exemplo: Carne e Salivação

Outra maneira de entender é através do
estímulo condicionado e da resposta
condicionada, ou seja, era neutro o estímulo, no
entanto, foi associado à carne (Campainha), já
a resposta foi aprendida (Salivar em resposta à
campainha).
Explique o condicionamento operante.

O comportamento é
uma função de suas
consequências, ou
seja, as pessoas
aprendem a
comportar-se para
ganhar algo que elas
querem ou para evitar
algo que elas não
querem.
O que é aprendizagem social?
A partir da observação que os indivíduos
aprendem o que acontece com as outras
pessoas.

Exemplos: Observar os pais, professores,
amigos, etc.
O que é criatividade?
Segundo Torrance a criatividade é o
processo de tornar-se sensível a
problemas, deficiências, lacunas no
conhecimento, desarmonia; identificar a
dificuldade, buscar soluções, formulando
hipóteses a respeito das deficiências;
testar e refazer estas hipóteses; e,
finalmente, comunicar os resultados.
Quais as etapas do processo de criação?

•   Preparação
•   Incubação
•   Iluminação
•   Avaliação
O que é personalidade e o que ela inclui?

Personalidade é um conjunto de características afetivas, emocionais e dinâmicas

relativamente estáveis e habituais da maneira de ser de uma pessoa em seu modo

de reagir às situações nas quais se encontra, e inclui 3 comportamentos:



ESTÁVEL      indica que está característica tende a se manter no tempo, no decorrer

da história da pessoa.

HABITUAL      Significa que essa característica tende a se manifestar na maioria das

situações vividas pela pessoa.

RELATIVAMENTE            É essencial, pois mostra a necessidade que tem o indivíduo

de adaptar ou de ajustar seus modos de ser às exigências
O que é caráter?
Trata-se da firmeza moral de uma pessoa,
portanto, é o que somos por baixo de nossa
personalidade.

Ele é formado por tendências hereditárias e
constitucionais da pessoa, influência da
família, do ambiente, da educação e da
cultura, experiências pessoais, valores
religiosos ou profissionais, etc.
O que são traços e tipos?



São dimensões       São combinações
que servem para     únicas de atributos
descrever alguém,   que por
além de             determinam certas
prognosticar        tendências
comportamentos      pessoais e
típicos.            reações típicas.
Explique o modelo de aprendizagem de Holland.

Holland (1973) descreve seis
grupos de interesse
profissional; esses grupos
definem uma determinada
área profissional.

O modelo prevê que os
interesses se distribuem em
um hexágono,
correspondendo cada ângulo
do hexágono a um
determinado interesse
profissional - quanto mais a
pessoa se aproxima de um
grupo de interesses mais se
afasta dos demais.
Como podemos identificar um transtorno psicológico?


 De forma resumida e mais funcional é possível
 compreender alguns problemas psicológicos básicos de
 forma a alertar consumidores e familiares sobre como se
 beneficiar de informações úteis que podem ajudar a
 identificar e compreender um distúrbio psicológico e com
 isso buscar ajuda de um profissional psicólogo ou
 médico psiquiatra.

 Quando um problema psicológico interferir com a sua
 saúde física ou emocional e em seus relacionamentos,
 trabalho, produtividade, adaptação ou o cotidiano, você
 precisa identificar a necessidade de ajuda e buscar um
 profissional com experiência.
Como são classificados os distúrbios psicológicos?

 Depressão- É subdividida em tipos de depressão, incluindo depressão maior, transtorno distímico, depressão não
 específica, transtorno de ajustamento com depressão e transtorno bipolar.

 Ansiedade: Diferentes problemas incluem distúrbios ansiosos como o transtorno do pânico, estresse pós-
 traumático, ansiedade social, agorafobia, ansiedade generalizada, transtorno obsessivo-compulsivo e fobias
 específicas.

 Esquizofrenia: A esquizofrenia é uma doença grave e crônica, que envolve incapacidade cerebral, porém que
 pode ser combatida com medicamentos e tratamentos que possibilitam maior adaptabilidade com a doença e com
 as funções sociais.

 Transtornos da infância: São problemas psicológicos relacionados com controle comportamental, incluindo TDAH,
 perturbação de conduta, comportamento de oposição e outros. A ansiedade separatória também é um problema
 comum na infância e que necessita de cuidados e atenção.

 Transtornos de controle dos impulsos: constituem os problemas psicológicos envolvendo perda de controle,
 obsessão e compulsão, manias, cleptomania, piromania, jogo compulsivo, tricotilomania e até mesmo violência
 doméstica e compulsão sexual.

 Transtornos de Personalidade: Transtorno obsessivo compulsivo, transtorno narcisista, borderline, paranoide e
 persecutorio, entre outros.

 Transtornos de ajustamento:as características dos transtornos de ajustamento se relacionam com eventos
 estressores que levam a um desajustamento tais como morte de entes queridos, conflitos conjugais, perda de
 emprego, perdas econômicas, etc.
O que é um teste psicológico?
É um procedimento sistemático para
observar o comportamento e descrevê-lo
com a ajuda de escalas numéricas ou
categorias fixas.
É fundamentalmente uma mensuração
objetiva e padronizada de uma amostra de
comportamento, uma verificação ou
projeção futura dos potenciais do sujeito.
Quais os tipos existentes de testes psicológicos
               quanto à sua aplicação?
Como podem ser classificados os
    testes de personalidade?
O que é inteligência?
Segundo Weschler, a inteligência é a
capacidade integral de uma pessoa agir
resolutamente, pensar racionalmente e se
relacionar eficazmente com o seu espaço.
Qual o conceito de inteligência
         segundo Piaget?
Piaget defini a inteligência como um fenômeno que passa por vários
níveis de desenvolvimento qualitativamente diferentes, seguindo
uma ordem crescente de estruturação e de acabamento, que se
completa no fim da adolescência.


Dois mecanismos para o desenvolvimento psíquico:

Assimilação - Esforço em incorporar as coisas do mundo exterior

Acomodação – Esforço em modificar ou reajustar as suas próprias
estruturas para se adaptar às situações novas.
O que é inteligência múltipla?
        Quais são elas?
Inteligências múltiplas são níveis de
habilidades de um indivíduo pode
possuir, e sobre sair em relação ao
demais.

São elas: Lógico-matemática,
Linguística, Espacial, Cinestésico-
corporal, Musical, Interpessoal,
Intrapessoal.
O que é inteligência emocional?
 Segundo Goleman, inteligência emocional
 são diversas funções que dizem respeito
 ao conhecimento das próprias emoções, à
 capacidade de lidar com tais emoções,
 bem como com a própria automotivação, e
 o reconhecimento das emoções nas
 outros pessoas, assim como à habilidade
 de desenvolver relacionamentos
 produtivos.
O que é estresse?
É conjunto de reações, que ocorrem em um
organismo quando está submetido a um
esforço de adaptação.
O que é eutress e distress?
Como processo é a tensão diante de uma situação
de desafio por ameaça ou conquista.

Como estado é o resultado positivo (eutress) ou
negativo (distress) do esforço gerado pela tensão
mobilizada pela pessoa (França e Rodrigues, 1999).
Quais são os agentes estressores?
Quais são os indicadores de
           estresse no indivíduo?
Queda da eficiência
Ausências repetidas
Insegurança nas decisões
Protelação na tomada de decisão
Sobrecarga voluntária de trabalho
Uso abusivo de medicamentos
Irritabilidade constante
Explosão emocional fácil
Grande nível de tensão
Sentimento de frustração
Sentimentos de onipotência
Desconfiança
Eclosão ou agravamento das doenças
Danos físicos: úlceras, alergias, asma, enxaquecas, alcoolismo,
    disfunções coronárias e circulatórias.
Quais são os indicadores de
           estresse na organização?
Greves

Atrasos constantes nos prazos

Ociosidade, sabotagem e absenteísmo

Alta rotatividade de funcionários

Altas taxas de doenças

Baixo nível de esforço

Vínculos empobrecidos

Relacionamento entre funcionários caracterizado por rivalidade,
   desconfiança, desrespeito e desqualificação.
O que é resiliência?
Trata-se de uma resposta positiva à
pressão, ou seja, adaptação positiva, com
preservação da identidade e da história da
pessoa, sendo uma capacidade para
adaptar-se frente a situações adversas,
com rápida recuperação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Psicologia organizacional e do trabalho
Psicologia organizacional e do trabalhoPsicologia organizacional e do trabalho
Psicologia organizacional e do trabalhoDrielle Siempre Juntos
 
Breve Histórico da Psicologia Organizacional e do Trabalho
Breve Histórico da Psicologia Organizacional e do TrabalhoBreve Histórico da Psicologia Organizacional e do Trabalho
Breve Histórico da Psicologia Organizacional e do TrabalhoMichelli Godoi
 
Psicologia Organizacional 1
Psicologia Organizacional 1Psicologia Organizacional 1
Psicologia Organizacional 1Tiago Soares
 
Psicologia do trabalho e das organizações
Psicologia do trabalho e das organizaçõesPsicologia do trabalho e das organizações
Psicologia do trabalho e das organizaçõesAna Pereira
 
Psicologia do comportamento
Psicologia do comportamentoPsicologia do comportamento
Psicologia do comportamentoLiliane Ennes
 
Psicologia Organizacional
Psicologia OrganizacionalPsicologia Organizacional
Psicologia OrganizacionalTiago Soares
 
Psicologia do Trabalho e das organizações
Psicologia do Trabalho e das organizaçõesPsicologia do Trabalho e das organizações
Psicologia do Trabalho e das organizaçõesanarita2
 
Expandindo O Papel Da Psicologia Organizacional
Expandindo O Papel Da Psicologia OrganizacionalExpandindo O Papel Da Psicologia Organizacional
Expandindo O Papel Da Psicologia Organizacionalmat_empreendedora
 
Psicossociologia das organizações
Psicossociologia das organizaçõesPsicossociologia das organizações
Psicossociologia das organizaçõesArlindo Oliveira
 
introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza (1)
introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza  (1)introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza  (1)
introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza (1)Diego Arancibia
 
Comportamento humano nas organizações
Comportamento humano nas organizaçõesComportamento humano nas organizações
Comportamento humano nas organizaçõesMarco Coelho
 
Pisicologia organizacional e do trabalho unidade i
Pisicologia organizacional e do trabalho unidade iPisicologia organizacional e do trabalho unidade i
Pisicologia organizacional e do trabalho unidade iSandro Moraes
 
Aula 2 - Perspectiva Histórica do Comportamento Organizacional
Aula 2 - Perspectiva Histórica do Comportamento OrganizacionalAula 2 - Perspectiva Histórica do Comportamento Organizacional
Aula 2 - Perspectiva Histórica do Comportamento OrganizacionalFelipe Saraiva Nunes de Pinho
 
Psicologia das relações humanas slides aula 1
Psicologia das relações humanas slides aula 1Psicologia das relações humanas slides aula 1
Psicologia das relações humanas slides aula 1souzacamila
 
Palestra gestão sistêmica dos valores organizacionais
Palestra gestão sistêmica dos valores organizacionaisPalestra gestão sistêmica dos valores organizacionais
Palestra gestão sistêmica dos valores organizacionaisFelipe Saraiva Nunes de Pinho
 
24701432 motivacao-nas-organizacoes
24701432 motivacao-nas-organizacoes24701432 motivacao-nas-organizacoes
24701432 motivacao-nas-organizacoespintcruz
 
Apostila psicologia organizacional
Apostila psicologia organizacionalApostila psicologia organizacional
Apostila psicologia organizacionalGilvane Pereira
 

Mais procurados (20)

Psicologia organizacional e do trabalho
Psicologia organizacional e do trabalhoPsicologia organizacional e do trabalho
Psicologia organizacional e do trabalho
 
Breve Histórico da Psicologia Organizacional e do Trabalho
Breve Histórico da Psicologia Organizacional e do TrabalhoBreve Histórico da Psicologia Organizacional e do Trabalho
Breve Histórico da Psicologia Organizacional e do Trabalho
 
Psicologia Organizacional 1
Psicologia Organizacional 1Psicologia Organizacional 1
Psicologia Organizacional 1
 
Psicologia do trabalho e das organizações
Psicologia do trabalho e das organizaçõesPsicologia do trabalho e das organizações
Psicologia do trabalho e das organizações
 
Psicologia do comportamento
Psicologia do comportamentoPsicologia do comportamento
Psicologia do comportamento
 
Psicologia Organizacional
Psicologia OrganizacionalPsicologia Organizacional
Psicologia Organizacional
 
Psicologia do Trabalho e das organizações
Psicologia do Trabalho e das organizaçõesPsicologia do Trabalho e das organizações
Psicologia do Trabalho e das organizações
 
Psicologia Organizacional e do Trabalho
Psicologia Organizacional e do TrabalhoPsicologia Organizacional e do Trabalho
Psicologia Organizacional e do Trabalho
 
Expandindo O Papel Da Psicologia Organizacional
Expandindo O Papel Da Psicologia OrganizacionalExpandindo O Papel Da Psicologia Organizacional
Expandindo O Papel Da Psicologia Organizacional
 
Psicologia organizacional
Psicologia organizacionalPsicologia organizacional
Psicologia organizacional
 
Psicossociologia das organizações
Psicossociologia das organizaçõesPsicossociologia das organizações
Psicossociologia das organizações
 
introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza (1)
introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza  (1)introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza  (1)
introdução o ao estudo do comportamento humano nas organiza (1)
 
Comportamento humano nas organizações
Comportamento humano nas organizaçõesComportamento humano nas organizações
Comportamento humano nas organizações
 
Pisicologia organizacional e do trabalho unidade i
Pisicologia organizacional e do trabalho unidade iPisicologia organizacional e do trabalho unidade i
Pisicologia organizacional e do trabalho unidade i
 
Aula 2 - Perspectiva Histórica do Comportamento Organizacional
Aula 2 - Perspectiva Histórica do Comportamento OrganizacionalAula 2 - Perspectiva Histórica do Comportamento Organizacional
Aula 2 - Perspectiva Histórica do Comportamento Organizacional
 
Psicologia das relações humanas slides aula 1
Psicologia das relações humanas slides aula 1Psicologia das relações humanas slides aula 1
Psicologia das relações humanas slides aula 1
 
Palestra gestão sistêmica dos valores organizacionais
Palestra gestão sistêmica dos valores organizacionaisPalestra gestão sistêmica dos valores organizacionais
Palestra gestão sistêmica dos valores organizacionais
 
A psicologia do comportamento organizacional
A psicologia do comportamento organizacionalA psicologia do comportamento organizacional
A psicologia do comportamento organizacional
 
24701432 motivacao-nas-organizacoes
24701432 motivacao-nas-organizacoes24701432 motivacao-nas-organizacoes
24701432 motivacao-nas-organizacoes
 
Apostila psicologia organizacional
Apostila psicologia organizacionalApostila psicologia organizacional
Apostila psicologia organizacional
 

Semelhante a Psicologia Organizacional e Atitudes

Apresentação percepção
Apresentação percepçãoApresentação percepção
Apresentação percepçãoMariana Rezende
 
01. Dinâmica das Relações Interpessoais: O Indivíduo e o Grupo
01. Dinâmica das Relações Interpessoais: O Indivíduo e o Grupo01. Dinâmica das Relações Interpessoais: O Indivíduo e o Grupo
01. Dinâmica das Relações Interpessoais: O Indivíduo e o GrupoDebora Miceli
 
Caderno - Comportamento organizacional
Caderno - Comportamento organizacionalCaderno - Comportamento organizacional
Caderno - Comportamento organizacionalCadernos PPT
 
Psicologia na contabilidade 03
Psicologia na contabilidade 03Psicologia na contabilidade 03
Psicologia na contabilidade 03Milton Magnabosco
 
Comportamento organizacional Aula1
Comportamento organizacional Aula1Comportamento organizacional Aula1
Comportamento organizacional Aula1Niraldo Nascimento
 
Inovação: Uma perspectiva oriental
Inovação: Uma perspectiva orientalInovação: Uma perspectiva oriental
Inovação: Uma perspectiva orientalAndre Saito
 
Cultura Organizacional e Espiritualidade em tempos de mudanças
Cultura Organizacional e Espiritualidade em tempos de mudançasCultura Organizacional e Espiritualidade em tempos de mudanças
Cultura Organizacional e Espiritualidade em tempos de mudançasWaggl Brasil
 
Aspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoas
Aspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoasAspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoas
Aspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoasTurma_do_Marketing
 
Criatividade e Inovação - valores pessoais e organizacionais
Criatividade e Inovação - valores pessoais e organizacionaisCriatividade e Inovação - valores pessoais e organizacionais
Criatividade e Inovação - valores pessoais e organizacionaisIsabel Campos
 
Aula 03 (1ºsem) 2013 Comportamento Humano nas Organizações
Aula 03 (1ºsem) 2013   Comportamento Humano nas OrganizaçõesAula 03 (1ºsem) 2013   Comportamento Humano nas Organizações
Aula 03 (1ºsem) 2013 Comportamento Humano nas Organizaçõesadmunip2013
 
comunicação e conflitos.ppt,,,,,,,,,,,,,,
comunicação e conflitos.ppt,,,,,,,,,,,,,,comunicação e conflitos.ppt,,,,,,,,,,,,,,
comunicação e conflitos.ppt,,,,,,,,,,,,,,rybajacinta
 
Apresentação o espírita e a reforma íntima
Apresentação o espírita e a reforma íntimaApresentação o espírita e a reforma íntima
Apresentação o espírita e a reforma íntimaIdéias Luz
 

Semelhante a Psicologia Organizacional e Atitudes (20)

Apresentação percepção
Apresentação percepçãoApresentação percepção
Apresentação percepção
 
01. Dinâmica das Relações Interpessoais: O Indivíduo e o Grupo
01. Dinâmica das Relações Interpessoais: O Indivíduo e o Grupo01. Dinâmica das Relações Interpessoais: O Indivíduo e o Grupo
01. Dinâmica das Relações Interpessoais: O Indivíduo e o Grupo
 
Caderno - Comportamento organizacional
Caderno - Comportamento organizacionalCaderno - Comportamento organizacional
Caderno - Comportamento organizacional
 
Psicologia na contabilidade 03
Psicologia na contabilidade 03Psicologia na contabilidade 03
Psicologia na contabilidade 03
 
Comportamento organizacional Aula1
Comportamento organizacional Aula1Comportamento organizacional Aula1
Comportamento organizacional Aula1
 
Inovação: Uma perspectiva oriental
Inovação: Uma perspectiva orientalInovação: Uma perspectiva oriental
Inovação: Uma perspectiva oriental
 
Treinamento percepção organizacional
Treinamento   percepção organizacionalTreinamento   percepção organizacional
Treinamento percepção organizacional
 
O individuo
O individuoO individuo
O individuo
 
Treinamento Percepção de Risco.pdf
Treinamento Percepção de Risco.pdfTreinamento Percepção de Risco.pdf
Treinamento Percepção de Risco.pdf
 
ABRH Sociodrama Palestra 2011
ABRH Sociodrama Palestra 2011ABRH Sociodrama Palestra 2011
ABRH Sociodrama Palestra 2011
 
Palestra caixa gemog
Palestra caixa gemogPalestra caixa gemog
Palestra caixa gemog
 
Cultura Organizacional e Espiritualidade em tempos de mudanças
Cultura Organizacional e Espiritualidade em tempos de mudançasCultura Organizacional e Espiritualidade em tempos de mudanças
Cultura Organizacional e Espiritualidade em tempos de mudanças
 
3 atitudes comportamentos
3 atitudes comportamentos3 atitudes comportamentos
3 atitudes comportamentos
 
Aspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoas
Aspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoasAspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoas
Aspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoas
 
Criatividade e Inovação - valores pessoais e organizacionais
Criatividade e Inovação - valores pessoais e organizacionaisCriatividade e Inovação - valores pessoais e organizacionais
Criatividade e Inovação - valores pessoais e organizacionais
 
Oficina gestaomudancasbgcsp
Oficina gestaomudancasbgcspOficina gestaomudancasbgcsp
Oficina gestaomudancasbgcsp
 
Aula 03 (1ºsem) 2013 Comportamento Humano nas Organizações
Aula 03 (1ºsem) 2013   Comportamento Humano nas OrganizaçõesAula 03 (1ºsem) 2013   Comportamento Humano nas Organizações
Aula 03 (1ºsem) 2013 Comportamento Humano nas Organizações
 
comunicação e conflitos.ppt,,,,,,,,,,,,,,
comunicação e conflitos.ppt,,,,,,,,,,,,,,comunicação e conflitos.ppt,,,,,,,,,,,,,,
comunicação e conflitos.ppt,,,,,,,,,,,,,,
 
Coaching Clínico
Coaching ClínicoCoaching Clínico
Coaching Clínico
 
Apresentação o espírita e a reforma íntima
Apresentação o espírita e a reforma íntimaApresentação o espírita e a reforma íntima
Apresentação o espírita e a reforma íntima
 

Mais de Cadernos PPT

Estastítica Inferencial
Estastítica InferencialEstastítica Inferencial
Estastítica InferencialCadernos PPT
 
Marketing Serviços
Marketing ServiçosMarketing Serviços
Marketing ServiçosCadernos PPT
 
Gestão Financeira
Gestão FinanceiraGestão Financeira
Gestão FinanceiraCadernos PPT
 
Gestão de Operações II
Gestão de Operações IIGestão de Operações II
Gestão de Operações IICadernos PPT
 
Estratégias Organizacionais
Estratégias OrganizacionaisEstratégias Organizacionais
Estratégias OrganizacionaisCadernos PPT
 
Caderno - Planejamento Tributário
Caderno - Planejamento TributárioCaderno - Planejamento Tributário
Caderno - Planejamento TributárioCadernos PPT
 
Caderno - Processos Organizacionais
Caderno - Processos OrganizacionaisCaderno - Processos Organizacionais
Caderno - Processos OrganizacionaisCadernos PPT
 
Caderno - Gestão de Pessoas
Caderno - Gestão de PessoasCaderno - Gestão de Pessoas
Caderno - Gestão de PessoasCadernos PPT
 
Como fazer o download de um caderno?
Como fazer o download de um caderno?Como fazer o download de um caderno?
Como fazer o download de um caderno?Cadernos PPT
 
Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de CustosCaderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de CustosCadernos PPT
 
Caderno - Análise Financeira
Caderno - Análise FinanceiraCaderno - Análise Financeira
Caderno - Análise FinanceiraCadernos PPT
 
Caderno - Estatítica Descritiva
Caderno - Estatítica DescritivaCaderno - Estatítica Descritiva
Caderno - Estatítica DescritivaCadernos PPT
 
Caderno - Matemática III
Caderno - Matemática IIICaderno - Matemática III
Caderno - Matemática IIICadernos PPT
 
Caderno - Matemática II
Caderno - Matemática IICaderno - Matemática II
Caderno - Matemática IICadernos PPT
 
Caderno - Matemática Financeira
Caderno - Matemática FinanceiraCaderno - Matemática Financeira
Caderno - Matemática FinanceiraCadernos PPT
 
Caderno - Marketing II
Caderno - Marketing IICaderno - Marketing II
Caderno - Marketing IICadernos PPT
 
Caderno - Gestão de Operações
Caderno - Gestão de OperaçõesCaderno - Gestão de Operações
Caderno - Gestão de OperaçõesCadernos PPT
 
Caderno - Teoria das Organizações
Caderno - Teoria das OrganizaçõesCaderno - Teoria das Organizações
Caderno - Teoria das OrganizaçõesCadernos PPT
 

Mais de Cadernos PPT (20)

Estastítica Inferencial
Estastítica InferencialEstastítica Inferencial
Estastítica Inferencial
 
Marketing Serviços
Marketing ServiçosMarketing Serviços
Marketing Serviços
 
Gestão Financeira
Gestão FinanceiraGestão Financeira
Gestão Financeira
 
Gestão de Operações II
Gestão de Operações IIGestão de Operações II
Gestão de Operações II
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
 
Estratégias Organizacionais
Estratégias OrganizacionaisEstratégias Organizacionais
Estratégias Organizacionais
 
Caderno - Planejamento Tributário
Caderno - Planejamento TributárioCaderno - Planejamento Tributário
Caderno - Planejamento Tributário
 
Caderno - Processos Organizacionais
Caderno - Processos OrganizacionaisCaderno - Processos Organizacionais
Caderno - Processos Organizacionais
 
Caderno - Gestão de Pessoas
Caderno - Gestão de PessoasCaderno - Gestão de Pessoas
Caderno - Gestão de Pessoas
 
Como fazer o download de um caderno?
Como fazer o download de um caderno?Como fazer o download de um caderno?
Como fazer o download de um caderno?
 
Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de CustosCaderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
 
Caderno - Análise Financeira
Caderno - Análise FinanceiraCaderno - Análise Financeira
Caderno - Análise Financeira
 
Caderno - Estatítica Descritiva
Caderno - Estatítica DescritivaCaderno - Estatítica Descritiva
Caderno - Estatítica Descritiva
 
Caderno - Matemática III
Caderno - Matemática IIICaderno - Matemática III
Caderno - Matemática III
 
Caderno - Matemática II
Caderno - Matemática IICaderno - Matemática II
Caderno - Matemática II
 
Caderno - Matemática Financeira
Caderno - Matemática FinanceiraCaderno - Matemática Financeira
Caderno - Matemática Financeira
 
Caderno - Marketing II
Caderno - Marketing IICaderno - Marketing II
Caderno - Marketing II
 
Caderno - Lógica
Caderno - LógicaCaderno - Lógica
Caderno - Lógica
 
Caderno - Gestão de Operações
Caderno - Gestão de OperaçõesCaderno - Gestão de Operações
Caderno - Gestão de Operações
 
Caderno - Teoria das Organizações
Caderno - Teoria das OrganizaçõesCaderno - Teoria das Organizações
Caderno - Teoria das Organizações
 

Último

LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxalessandraoliveira324
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxrenatacolbeich1
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 

Último (20)

LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 

Psicologia Organizacional e Atitudes

  • 2. FACEBOOK Não curtir? Por quê? SUGESTÕES cadernosppt@gmail.com.br
  • 3. Aviso Esse material foi criado a partir do caderno de um aluno do curso de administração. Sendo assim, não substituirá nenhuma fonte didática como: livros, artigos científicos, etc. Observação O objetivo dessa apresentação é simplesmente ajudar o estudante, nada além disso.
  • 5. O que é Psicologia Organizacional? A aplicação ou extensão de fatos e princípios psicológicos a problemas referentes a seres humanos operando no contexto do trabalho e dos negócios
  • 6. Em quais dimensões ela pode ser aplicada. Detalhe cada uma delas • Analisar cargos e salários; • Realizar pesquisa sobre os sentimentos e as emoções dos funcionários; • Projetar sistema de avaliação de desempenho; • Avaliar a eficácia de uma prática específica.
  • 7. Quais os processos organizacionais que utilizam a P.O? • Recrutamento • Seleção de pessoal QUALIDADE • Treinamento GESTÃO DE VIDA MOVIMENTAÇÃO DO • Diagnóstico DESEMPENHO DE PESSOAL Organizacional CLIMA PSICOLOGIA MUDANÇA ORGANIZACIONAL ORGANIZACIONALORGANIZACIONAL GESTÃO SELEÇÃO DESENVOLVIMENTO CULTURA DA DE COMPETÊNCIAS
  • 8. Por que a abordagem da P.O. é importante para a organização? O P.O busca alcançar níveis de excelência de qualidade por toda a organização, por isso se torna importante.
  • 9. O que é atitude? Atitude é uma disposição ligada ao juízo de determinados objetos da percepção ou da imaginação, ou seja, a tendência de uma pessoa de julgar tais objetos como bons ou ruins, desejáveis ou indesejáveis.
  • 10. Quais os componentes da atitude? Explique-os. • Tendências Comportamentais: Ação • Sentimentos: Afetivo (é o que se sente frente ao fato ou pessoa ou objeto) • Crenças: avaliativa / cognitivo (inclui fatos, opiniões e conhecimento)
  • 11. Como adquirimos as nossas atitudes? É no jogo da inter-relação que encontramos a origem de nossas atitudes. Muitas têm origem em nossas primeiras experiências pessoais diretas. (afetivas e de aprendizagem)
  • 12. Exemplos Recompensa Punição Imitação Influência
  • 13. Preconceito ≠ Discriminação • Preconceito: é uma atitude; uma visão injusta, intolerante ou desfavorável em relação a um grupo de pessoas. • Discriminação: é um comportamento; é um ato injusto ou uma série de atos dirigidos contra pessoas de um certo grupo. • Estereótipos: crenças , expectativas generalizadas a respeito de grupos sociais e de seus membros que podem levar ao preconceito e discriminação.
  • 14. Qual é o processo que leva à mudança de atitude? Explique-o. A vivência, algumas experiências, a persuasão (amigos, mídia, pais...) podem levar a essa Dissonância e assim fazer com que a pessoa reveja seus conceitos, sentimentos e ações, mudando de atitude frente a um fato, pessoa.
  • 15. Dissonância • Inconsistência percebida entre duas cognições • Conflito que ocorre quando uma pessoa tem duas atitudes ou pensamentos contraditórios
  • 16. FATORES QUE DETERMINAM SE A PERSUASÃO FUNCIONA QUEM ATRAVÉS (fonte) DE QUAL MEIO O QUÊ A QUEM Alguns fatores Fatores do Fatores da canal Fatores do Credibilidade mensagem receptor Competência Pessoalmente Apelo do medo Personalidade Confiabilidade X Na televisão lógica Expectativas Atratividade No rádio (prevenção) Argumento Similaridade Unilateral X Internet Atitudes Bilateral preexistentes Repetição Inteligência Weiten, 2002, p.484
  • 17. Explique o processo de persuasão na mudança de atitude As mudanças de atitudes podem ocorrer na medida em que as fontes que deram origem às nossas atitudes desaparecerem ou se modificarem. (novas informações, novos grupos de referência, nossas necessidades)
  • 18. Modelo de probabilidade de elaboração Persuasão baseada no Elevada elaboração: Rota Mudança de conteúdo e lógica da Cuidadoso Central atitude mais mensagem processamento da durável informação Rota Persuasão baseada em fatores que não Baixa elaboração: Mudança de Periférica compõem a Processamento atitude menos mensagem, como mínimo da durável atratividade, informação credibilidade, emoção Weiten, 2002, p. 488
  • 19. Qual diferença entre conformidade e obediência? • Conformidade A conformidade ocorre quando as pessoas se rendem a uma pressão social real ou imaginária • Obediência A obediência é uma forma de submissão que ocorre quando as pessoas seguem comandos diretos, geralmente de alguém que ocupa uma posição de autoridade • Diferença A confirmada só ocorre pelo tamanho da unanidade do grupo, sendo assim, quando mais pessoas estiverem fazendo algo, influenciará as outras, já a obediência, tem relação a hierarquia, ou seja, somos submissos a ordens, pois estamos abaixo da posição de autoridade.
  • 20. Qual a diferença entre sensação e percepção? • Sensação e Percepção são sentidas da estimulação dos órgãos como visão, audição, olfato, paladar e tato. • Diferença: Só através das sensações que são possíveis de sentir a percepção, ou seja, após os órgãos sensoriais absorverem a energia dos estimulados é que se torna possível a percepção.
  • 21. Explique os dois processos Sensação Órgãos sensoriais absorvem a energia do estímulo físico no ambiente, daí os receptores sensoriais detectam estímulos de energia e os convertem em impulsos nervosos que são enviados ao cérebro. Percepção O cérebro organiza esse impulso e o traduz em algo significativo.
  • 22. Quais os fatores que influenciam na percepção? Explique-os Indivíduo: •Atitudes •Motivações •Interesses •Experiências •Expectativas Situação: •Tempo •Local de trabalho Percepção •Situação social Alvo: •Novidade •Movimento •Som •Tamanho •Fundo •Proximidade
  • 23. Quais são os atalhos usados no julgamento? • Estereotipagem é o processo de usar uma impressão padronizada de um grupo de pessoas para influenciar a nossa percepção de um indivíduo em particular. • Como funciona: • Identifica-se alguma categoria de pessoas (índios) • Acredita-se que possuam traços comuns (preguiça) • Percepção geral: todos os índios possuem preguiça • Da estereotipagem nascem os preconceitos. Contudo, nem todos os preconceitos são negativos.
  • 24. Observação Efeito Halo uma característica de um indivíduo ou grupo encubra todas as demais características daquele indivíduo ou grupo.
  • 25. Explique a teoria da atribuição? Quando observamos o comportamento de um indivíduo tentamos determinar se ele foi causado internamente ou externamente. Distinção: O indivíduo demonstra comportamento diferente em situações diferentes Consenso: Se todos são confrontados por uma situação parecida e respondem da mesma forma Coerência A pessoa responde da mesma maneira ao longo do tempo
  • 26. Gráfico Observação Interpretação Atribuição de Causa Alta External Distinção Internal Baixa Alta Individual Comport. External Consenso Internal Baixa Alta Internal Coerência External Baixa
  • 27. Explique o processo de formação da memória MEMÓRIA: processo mental pelo qual codificamos, armazenamos e recuperamos informações. Codificação: processo pelo qual a informação é gravada inicialmente de uma forma utilizável para a memória. (teclado) Armazenagem: referem-se ao modo como a manutenção das informações são salvas na memória. (disco rígido) Recuperação: processo em que a informação é localizada na memória e trazida a consciência para ser útil. (software que acessa as informações para mostrá-las na tela)
  • 28. Quais os três sistemas de memória? Explique-os • Memória Sensorial ou Registro Sensorial: a armazenagem inicial e momentânea de informações, durante um instante.(réplica exata do estímulo) • Memória de Curto Prazo: retém informações durante 15 a 25 segundos e as armazena de acordo com seu significado • Memória de Longo Prazo: armazena informações em base relativamente permanente e, por vezes, podem ser difíceis de recuperar.
  • 29. O que é aprendizagem? Qualquer mudança relativamente permanente no comportamento, ou seja, quando um indivíduo se comporta, reage, responde em resultado da experiência de uma maneira diferente daquela que ele se comportava anteriormente.
  • 30. Quais as duas principais abordagens sobre aprendizagem?
  • 31. Explique o condicionamento clássico: Trata-se de um estímulo não condicionado e uma resposta não condicionada, gerando assim, duas ações específicas: Exemplo: Carne e Salivação Outra maneira de entender é através do estímulo condicionado e da resposta condicionada, ou seja, era neutro o estímulo, no entanto, foi associado à carne (Campainha), já a resposta foi aprendida (Salivar em resposta à campainha).
  • 32. Explique o condicionamento operante. O comportamento é uma função de suas consequências, ou seja, as pessoas aprendem a comportar-se para ganhar algo que elas querem ou para evitar algo que elas não querem.
  • 33. O que é aprendizagem social? A partir da observação que os indivíduos aprendem o que acontece com as outras pessoas. Exemplos: Observar os pais, professores, amigos, etc.
  • 34. O que é criatividade? Segundo Torrance a criatividade é o processo de tornar-se sensível a problemas, deficiências, lacunas no conhecimento, desarmonia; identificar a dificuldade, buscar soluções, formulando hipóteses a respeito das deficiências; testar e refazer estas hipóteses; e, finalmente, comunicar os resultados.
  • 35. Quais as etapas do processo de criação? • Preparação • Incubação • Iluminação • Avaliação
  • 36. O que é personalidade e o que ela inclui? Personalidade é um conjunto de características afetivas, emocionais e dinâmicas relativamente estáveis e habituais da maneira de ser de uma pessoa em seu modo de reagir às situações nas quais se encontra, e inclui 3 comportamentos: ESTÁVEL indica que está característica tende a se manter no tempo, no decorrer da história da pessoa. HABITUAL Significa que essa característica tende a se manifestar na maioria das situações vividas pela pessoa. RELATIVAMENTE É essencial, pois mostra a necessidade que tem o indivíduo de adaptar ou de ajustar seus modos de ser às exigências
  • 37. O que é caráter? Trata-se da firmeza moral de uma pessoa, portanto, é o que somos por baixo de nossa personalidade. Ele é formado por tendências hereditárias e constitucionais da pessoa, influência da família, do ambiente, da educação e da cultura, experiências pessoais, valores religiosos ou profissionais, etc.
  • 38. O que são traços e tipos? São dimensões São combinações que servem para únicas de atributos descrever alguém, que por além de determinam certas prognosticar tendências comportamentos pessoais e típicos. reações típicas.
  • 39. Explique o modelo de aprendizagem de Holland. Holland (1973) descreve seis grupos de interesse profissional; esses grupos definem uma determinada área profissional. O modelo prevê que os interesses se distribuem em um hexágono, correspondendo cada ângulo do hexágono a um determinado interesse profissional - quanto mais a pessoa se aproxima de um grupo de interesses mais se afasta dos demais.
  • 40. Como podemos identificar um transtorno psicológico? De forma resumida e mais funcional é possível compreender alguns problemas psicológicos básicos de forma a alertar consumidores e familiares sobre como se beneficiar de informações úteis que podem ajudar a identificar e compreender um distúrbio psicológico e com isso buscar ajuda de um profissional psicólogo ou médico psiquiatra. Quando um problema psicológico interferir com a sua saúde física ou emocional e em seus relacionamentos, trabalho, produtividade, adaptação ou o cotidiano, você precisa identificar a necessidade de ajuda e buscar um profissional com experiência.
  • 41. Como são classificados os distúrbios psicológicos? Depressão- É subdividida em tipos de depressão, incluindo depressão maior, transtorno distímico, depressão não específica, transtorno de ajustamento com depressão e transtorno bipolar. Ansiedade: Diferentes problemas incluem distúrbios ansiosos como o transtorno do pânico, estresse pós- traumático, ansiedade social, agorafobia, ansiedade generalizada, transtorno obsessivo-compulsivo e fobias específicas. Esquizofrenia: A esquizofrenia é uma doença grave e crônica, que envolve incapacidade cerebral, porém que pode ser combatida com medicamentos e tratamentos que possibilitam maior adaptabilidade com a doença e com as funções sociais. Transtornos da infância: São problemas psicológicos relacionados com controle comportamental, incluindo TDAH, perturbação de conduta, comportamento de oposição e outros. A ansiedade separatória também é um problema comum na infância e que necessita de cuidados e atenção. Transtornos de controle dos impulsos: constituem os problemas psicológicos envolvendo perda de controle, obsessão e compulsão, manias, cleptomania, piromania, jogo compulsivo, tricotilomania e até mesmo violência doméstica e compulsão sexual. Transtornos de Personalidade: Transtorno obsessivo compulsivo, transtorno narcisista, borderline, paranoide e persecutorio, entre outros. Transtornos de ajustamento:as características dos transtornos de ajustamento se relacionam com eventos estressores que levam a um desajustamento tais como morte de entes queridos, conflitos conjugais, perda de emprego, perdas econômicas, etc.
  • 42. O que é um teste psicológico? É um procedimento sistemático para observar o comportamento e descrevê-lo com a ajuda de escalas numéricas ou categorias fixas. É fundamentalmente uma mensuração objetiva e padronizada de uma amostra de comportamento, uma verificação ou projeção futura dos potenciais do sujeito.
  • 43. Quais os tipos existentes de testes psicológicos quanto à sua aplicação?
  • 44. Como podem ser classificados os testes de personalidade?
  • 45. O que é inteligência? Segundo Weschler, a inteligência é a capacidade integral de uma pessoa agir resolutamente, pensar racionalmente e se relacionar eficazmente com o seu espaço.
  • 46. Qual o conceito de inteligência segundo Piaget? Piaget defini a inteligência como um fenômeno que passa por vários níveis de desenvolvimento qualitativamente diferentes, seguindo uma ordem crescente de estruturação e de acabamento, que se completa no fim da adolescência. Dois mecanismos para o desenvolvimento psíquico: Assimilação - Esforço em incorporar as coisas do mundo exterior Acomodação – Esforço em modificar ou reajustar as suas próprias estruturas para se adaptar às situações novas.
  • 47. O que é inteligência múltipla? Quais são elas? Inteligências múltiplas são níveis de habilidades de um indivíduo pode possuir, e sobre sair em relação ao demais. São elas: Lógico-matemática, Linguística, Espacial, Cinestésico- corporal, Musical, Interpessoal, Intrapessoal.
  • 48. O que é inteligência emocional? Segundo Goleman, inteligência emocional são diversas funções que dizem respeito ao conhecimento das próprias emoções, à capacidade de lidar com tais emoções, bem como com a própria automotivação, e o reconhecimento das emoções nas outros pessoas, assim como à habilidade de desenvolver relacionamentos produtivos.
  • 49. O que é estresse? É conjunto de reações, que ocorrem em um organismo quando está submetido a um esforço de adaptação.
  • 50. O que é eutress e distress? Como processo é a tensão diante de uma situação de desafio por ameaça ou conquista. Como estado é o resultado positivo (eutress) ou negativo (distress) do esforço gerado pela tensão mobilizada pela pessoa (França e Rodrigues, 1999).
  • 51. Quais são os agentes estressores?
  • 52. Quais são os indicadores de estresse no indivíduo? Queda da eficiência Ausências repetidas Insegurança nas decisões Protelação na tomada de decisão Sobrecarga voluntária de trabalho Uso abusivo de medicamentos Irritabilidade constante Explosão emocional fácil Grande nível de tensão Sentimento de frustração Sentimentos de onipotência Desconfiança Eclosão ou agravamento das doenças Danos físicos: úlceras, alergias, asma, enxaquecas, alcoolismo, disfunções coronárias e circulatórias.
  • 53. Quais são os indicadores de estresse na organização? Greves Atrasos constantes nos prazos Ociosidade, sabotagem e absenteísmo Alta rotatividade de funcionários Altas taxas de doenças Baixo nível de esforço Vínculos empobrecidos Relacionamento entre funcionários caracterizado por rivalidade, desconfiança, desrespeito e desqualificação.
  • 54. O que é resiliência? Trata-se de uma resposta positiva à pressão, ou seja, adaptação positiva, com preservação da identidade e da história da pessoa, sendo uma capacidade para adaptar-se frente a situações adversas, com rápida recuperação.