Antigo Império Egípcio -
História do Antigo Império
Egípcio
• Quando se fala no Egito da Antiguidade, as primeiras
coisas que nos vêm à mente são as imagens das grandes
pirâmides, as...
• No entanto muito já se sabe a respeito do modo de vida,
da estrutura social, da estrutura econômica, das relações
políti...
• No decorrer de mais de três mil anos, o Egito passou por
períodos de grande brilho, mas também de declínio e de
oscilaçõ...
• Período pré-dinástico (5000 - 3200 a.C)
Desde 5000 a.C, o Egito era habitado por povos que viviam em
clãs, chamados nomo...
• Período dinástico (3200 - 1085 a.C)
Foi durante o período dinástico que se deu o crescimento
territorial, econômico e mi...
• Antigo Império (3200 - 2423 a.C)
Durante o Antigo Império, os faraós conquistaram
enormes poderes no campo religioso, mi...
•
A sociedade era dividida em funcionários que auxiliavam
o faraó e uma imensa legião de trabalhadores pobres, que
se dedi...
• Médio Império (2160 - 1730 a.C.) 
Representantes da nobreza de Tebas conseguiram reunir 
forças para acabar com as revol...
• Novo Império (1500 - 1085 a.C.) 
Novamente a nobreza de Tebas reuniu forças e conseguiu 
expulsar os hicsos, restabelece...
• Os egípcios não gostava da idéia de terem sidos 
governados por uma mulher. Ramsés, O Grande além de 
ter sido um grande...
• A partir de 1167 a.C., o Império Egípcio foi agitado por 
revoltas populares, entrando em período de decadência. A 
maio...
• Decadência do Egito 
Depois do século XII a.C., o Egito foi sucessivamente 
invadido por diversos povos. Em 670 a.C., os...
•           Fim
•  Por: Joemille
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Antigo império egípcio/história do antigo império/ Dica Enem

365 visualizações

Publicada em

Antigo império egípcio/história do antigo império/ Dica Enem

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
365
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Antigo império egípcio/história do antigo império/ Dica Enem

  1. 1. Antigo Império Egípcio - História do Antigo Império Egípcio
  2. 2. • Quando se fala no Egito da Antiguidade, as primeiras coisas que nos vêm à mente são as imagens das grandes pirâmides, as múmias e artefatos dos museus, os templos e a atmosfera de aventura que cerca tudo o que diz respeito ao tempo dos faraós, que a literatura e o cinema nos mostram como sempre presentes nas expedições arqueológicas.
  3. 3. • No entanto muito já se sabe a respeito do modo de vida, da estrutura social, da estrutura econômica, das relações políticas do Egito faraônico. Mas muitas vezes a circulação dessas informações fica restrita ao meio acadêmico ou a umas poucas centenas de pesquisadores dedicados. Infelizmente há muitas coisas que não chegam a público, propiciando a formulação de idéias fantasiosas que não são comprováveis, engrossando um extenso hall de crenças sobre a cultura egípcia, difícil de ser combatido.
  4. 4. • No decorrer de mais de três mil anos, o Egito passou por períodos de grande brilho, mas também de declínio e de oscilações políticas. A história egípcia costuma ser dividida em: - Período pré-dinástico - Período dinástico
  5. 5. • Período pré-dinástico (5000 - 3200 a.C) Desde 5000 a.C, o Egito era habitado por povos que viviam em clãs, chamados nomos. Estes nomos eram independentes uns dos outros, mas cooperavam entre si quando tinham problemas em comum. Essas relações evoluíram e levaram a formação de dois reinos independentes: Reino do Baixo Egito --> união dos nomos do Norte Reino do Alto Egito --> união dos nomos do Sul Por volta de 3220 a.C., esses dois reinos foram unificados por Menés, que se tornou o primeiro faraó, o governante absoluto do Egito, considerado um verdadeiro Deus na Terra. O faraó usava uma coroa dupla para demonstrar que era o rei do Alto e Baixo Egito. Menés fundou, assim, a primeira dinastia de faraós, finalizando o período Pré-dinastico.
  6. 6. • Período dinástico (3200 - 1085 a.C) Foi durante o período dinástico que se deu o crescimento territorial, econômico e militar do Egito. Este período é dividido em:
  7. 7. • Antigo Império (3200 - 2423 a.C) Durante o Antigo Império, os faraós conquistaram enormes poderes no campo religioso, militar e administrativo. Essa época foi conhecida como a época das pirâmides. O primeiro a criar uma pirâmide foi o rei Djezer e seu arquiteto Imhotep, em Sakara. Mais tarde um outro faraó, Snefer, inspirado nessa pirâmide construiu três pirâmides, porque só a ultima tinha condições de abrigar a múmia do rei. O filho (Kufu ou Keops), o neto (Quefrem) e o bisneto (Mikerinos) de Snefer construíram as magníficas pirâmides de Gizé. A família da 5ª dinastia talvez tenha sido a família mais poderosa de toda a historia do Egito.
  8. 8. • A sociedade era dividida em funcionários que auxiliavam o faraó e uma imensa legião de trabalhadores pobres, que se dedicavam à agricultura, ás construções e arcavam com pesados tributos. No Antigo Império, a capital do Egito foi, primeiro, a cidade de Tinis; depois, a de Mênfis. Por volta de 2400 a.C., O Império Egípcio foi abalado por uma série de revoltas lideradas pelos administradores de províncias. O objetivo destas era enfraquecer a autoridade do faraó. Com a autoridade enfraquecida, o poder do faraó declinou, a sociedade egípcia desorganizou-se e o Egito viveu um período de distúrbios e guerra civil.
  9. 9. • Médio Império (2160 - 1730 a.C.)  Representantes da nobreza de Tebas conseguiram reunir  forças para acabar com as revoltas que abalavam o Egito.  Essa cidade acabou tornando-se a capital do Império  Egípcio. Dela surgiram novos faraós que governaram o  império nos séculos seguintes. Durante o Médio Império,  o Egito atingiu certa estabilidade política, crescimento  econômico e florescimento artístico. Isso impulsionou a  ampliação das fronteiras, levando a conquista militar da  Núbia. Por volta de 1750 a.C., o Egito foi invadido pelos  hicsos (povo nômade vindo do Oriente Médio), que se  mostraram superiores aos egípcios em termos de técnicas  militares. Dessa forma os invasores conseguiram dominar  a região norte do Egito e estabelecer a capital em Ávaris.  Assim permaneceram por, aproximadamente, 170 anos. 
  10. 10. • Novo Império (1500 - 1085 a.C.)  Novamente a nobreza de Tebas reuniu forças e conseguiu  expulsar os hicsos, restabelecendo a unidade política do Egito.  Iniciou-se, então, o Novo Império. Usando técnicas militares  aprendidas com os hicsos, os faraós organizaram exércitos  permanentes, lançando-os em guerras de conquistas. Assim,  invadiram territórios do Oriente Médio, dominando cidades  como Jerusalém, Damsco, Assur e Babilônia. Os povos  dominados eram obrigados a pagar tributos ao faraó em forma  de ouro, escravos, alimentos, artesanato etc. Nessa época é que  existiu os faraós mais famosos, como Hatchepsut, Akenaton,  Ramsés - O Grande, entre outros. A Rainha Hatchepsut  governou o Egito, mesmo sendo uma mulher, e não foi um mal  governo: ela construiu maravilhosos monumentos que são  muito conhecidos hoje em dia, mas depois de morta seu nome  foi apagado. 
  11. 11. • Os egípcios não gostava da idéia de terem sidos  governados por uma mulher. Ramsés, O Grande além de  ter sido um grande guerreiro foi um grande construtor, foi  ele que construiu os templos em Abu Simbel, ele é até  citado na bíblia, na historia de Moisés ele seria o faraó  que se recusou a soltar o "povo de Moisés". Akenaton foi  um grande revolucionário, ele implantou o monoteísmo,  fazendo todos acreditarem apenas em Aton o deus Sol.  Ele também mudou a capital do Egito de Tebas para El- amarna. Mas depois seu filho, Tutankamon voltou a  antiga capital do Egito. Tutankamon se tornou famoso  por sua tumba encontrada intacta. Ele tinha 9 anos  quando virou faraó e morreu aos 18. 
  12. 12. • A partir de 1167 a.C., o Império Egípcio foi agitado por  revoltas populares, entrando em período de decadência. A  maioria da população era sobrecarregada de impostos e  afundava em crescente pobreza. Enquanto isso, o faraó e  sua família, os chefes militares e os sacerdotes exibiam  luxo, riqueza e poder. 
  13. 13. • Decadência do Egito  Depois do século XII a.C., o Egito foi sucessivamente  invadido por diversos povos. Em 670 a.C., os assírios  conquistaram o Egito, dominando-o por oito anos. Após  liberta-se dos assírios, o Egito começou uma fase de  recuperação econômica e brilho cultural conhecida com  renascença saíta. Essa fase recebeu esse nome porque a  recuperação egípcia foi impulsionada pelos soberanos da  cidade de Sais. A prosperidade, porém, durou pouco. Em  525 a.C., os persas conquistaram o Egito. Quase dois  séculos depois vieram os macedônicos, comandados por  Alexandre Magno, e derrotaram os persas. Finalmente,  retirando Cleópata do trono de faraó, o Egito foi  dominado pelos romanos, que governaram por 600 anos,  até a conquista Árabe.
  14. 14. •           Fim
  15. 15. •  Por: Joemille

×