Aula arte egipicia

2.709 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.709
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
148
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
98
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula arte egipicia

  1. 1. ARTE EGÍPCIA
  2. 2. Desenvolvida às margens do rio Nilo, na África. A civilização egípcia foiuma das mais importantes da Antiguidade. De organização pessoalbastante complexa e riquíssima em realizações culturais, produzindotambém uma escrita bem estruturada, graças a qual podemos, hoje,conhecer muitos detalhes dessa civilização.
  3. 3. UMA ARTE DEDICADA À VIDA DEPOIS DAMORTE A arte desenvolvida pela cultura egípcia refletiu suas crenças fundamentais. Segundo essas crenças, a vida humana podia sofrer interferências dos deuses. Além disso, a vida após a morte era considerada mais importante do que a existência terrena. Assim, desde seu início a arte egípcia concretizou-se nos túmulos e nos objetos como estatuetas e vasos deixados junto aos mortos. Também a arquitetura egípcia realizou- se sobretudo nas tumbas e nas construções mortuárias.
  4. 4. Pirâmides de GizéEstas três majestosas pirâmides foram construídas como tumbas reais para os reis Kufu (ouQuéops), Quéfren, e Menkaure (ou Miquerinos) - pai, filho e neto. A maior delas, com 147 m de altura(49 andares), é chamada Grande Pirâmide, e foi construída cerca de 2550 a.C. para Kufu, no auge doantigo reinado do Egipto.
  5. 5. Entre todos os aspectos de sua cultura, porém, talvez a religião seja o maisrelevante. Tudo no Egito era orientado por ela. Para os egípcios, eram aspráticas rituais que asseguravam a felicidade nesta vida e a existênciadepois da morte. A religião portanto, permeava toda a vidaegípcia, interpretando o universo, justificando a organização social epolítica, determinando o papel das classes sociaise, consequentemente, orientando toda a produção artística.
  6. 6. A IMPONÊNCIA DO PODER RELIGIOSO E POLÍTICO Monumentos artísticos foram erguidos para ostentar a grandiosidade e a imponência do poder político e religioso do faraó. Templo de Abu-SimbellO obelisco Grande esfinge de Gisé
  7. 7. UMA ARTE DE CONVENÇÕES A arte egípcia obedecia a uma série de padrões e regras, o que limitava acriatividade ou a imaginação pessoal do artista. Assim, o artista egípcio criou uma arteanônima, pois a obra deveria revelar perfeito domínio das técnicas de execução e não oestilo de quem a executava. Entre as regras seguidas na pintura e nos baixo-relevos, destaca-se a lei da frontalidade, uma verdadeira marca da arte egípcia. De acordo com ela, a arte não deveria apresentar uma reprodução naturalista, que sugerisse ilusão de realidade: pelo contrário, diante de uma figura humana retratada frontalmente, o observador deveria reconhecer claramente tratar-se de uma representação. A Lei da Frontalidade se caracteriza por: o tronco das figuras são representados de frente, enquanto a cabeça, as pernas e os pés vistos de perfil.
  8. 8. CaracterísticasA Lei da Frontalidade funda-seno princípio de valorizar oaspecto que mais caracterizacada elemento do corpohumano. Desenhado de perfil, orosto é mostrado ao máximo.De frente, se resume a umaoval. No rosto de perfil, o olho érepresentado de frente, por sereste seu aspecto maiscaracterístico e revelador. Otórax também apresenta-se defrente, e as pernas e ospés, onde apenas se vê o dedogrande, são vistos de perfil.
  9. 9. A pintura também se voltava para os temas religiosos. Comoas outras artes, ela igualmente visava eternizar a essência doque era representado. Não importavam as reais proporções emedidas, mas sim as pessoas maisimportantes, representadas com uma dimensão maior. Aordem de importância seguia uma escala hierárquica – orei, a mulher do rei, o sacerdote, os soldados e o povo.Imagens femininas eram pintadas com a cor ocre, enquantoas masculinas eram simbolizadas com a cor vermelha. A escrita dos egípcios era desenhada, através doshieróglifos. Não há três dimensões nesta pintura, não se conhece aprofundidade e o corpo da pessoa é sempre representadofrontalmente, enquanto a cabeça, as pernas e os pés estãosempre de perfil.É uma arte totalmente estática.
  10. 10. ESCULTURA No Antigo Império, a esculturafoi a manifestação artística queganhou as mais belasrepresentações. Embora tambémcheia de convenções, a esculturadesenvolveu uma expressividadeque surpreendeu o observador. –A importância dada à esculturano Antigo Império: por meiodela, revelam-se dadosparticulares do retratado comosua fisionomia, seus traçosraciais e sua condição social.
  11. 11. Abou Simbel, Templo de Ramsés.
  12. 12. Cena de CaçaTumba de Nebamun1400 a.C.Pintura de parede31cmBritishMuseum, London
  13. 13. Tribunal de ÓsirisLivro dos Mortos, papiro.

×