06 império egípcio

1.582 visualizações

Publicada em

Apresentação com
Contexto geográfico
Economia
Sociedade
Política

  • Seja o primeiro a comentar

06 império egípcio

  1. 1. O Império Egípcio 3200 a. C. até séc. I a.C. História 7º Ano Professora : Carla Freitas
  2. 2. Contexto Geográfico Nordeste do continente africano. Banhado a norte pelo mar Mediterrâneo e a Este pelo mar Vermelho Rodeado de desertos: este o deserto da Arábia e o Sinai , a oeste o deserto Líbio. Clima quente e seco Atravessado pelo rio NILO
  3. 3. ƒ Civilização estende-se ao longo das margens férteis do rio ƒ Cheias na época mais quente do ano, entre julho e setembro ƒ Construção de diques e represas para manter a água longe das habitações e para a suster para os restantes meses. ƒ Construção de canais para irrigar Egito, um dom do Nilo
  4. 4. Agricultura e Pecuária Atividade Económicas Caça e Pesca Artesanato Comércio
  5. 5. Economia • Agricultura: era a principal actividade, dependia do Nilo e cultivavam sobretudo cereais, vinha e árvores de fruto. • Colhiam o papiro nas margens do Nilo. • Pecuária: criavam sobretudo gado bovino • Caça e Pesca no Nilo • Artesanato: de
  6. 6. Pirâmide Social • Sociedade estratificada • Grupos privilegiados e não privilegiados • 90% da população era composta Privilegi ados Não Privilegi ados
  7. 7. Topo da Pirâmide Social Faraó e família
  8. 8. Nobres Grupos Privilegiados Sacerdotes Escribas
  9. 9. Quando termina a parte mais importante do seu trabalho, sente os braços esgotados e descansa; como está acocorado desde o nascer ao pôr-do- sol, doem-lhe os joelhos e a espinha. O barbeiro barbeia até à noite; só quando come se encosta aos cotovelos para descansar. Vai de rua em rua, em busca de fregueses; mói os braços para se sustentar [...]. O pedreiro tem sempre a doença à espreita, porque está exposto às intempéries, construíndo penosamente as casas, agarrado aos capitéis em forma de lótus.[...] O tintureiro, com os dedos a cheirar a peixe podre e os olhos cansados, não deixa parar as mãos nem por um momento[...]. O sapateiro é muito infeliz; mendiga permanentemente [...]. O lavadeiro lava a roupa no cais; é vizinho dos crocodilos.
  10. 10. Grupos Não Privilegiados Camponeses Artesãos Escravos
  11. 11. A Sociedade • Era uma sociedade estratificada, com estratos sociais com direitos e deveres definidos. • Era uma sociedade fechada sem mobilidade social. • Grupos privilegiados:  Nobres – Principais cargos administrativos e militares (vizir e governadores)  Sacerdotes – Administravam o culto e os vastos territórios e riquezas dos templos  Escribas – Dominavam o sistema de escrita • Grupos não privilegiados:  Artesãos – Praticavam diversos ofícios e trabalhavam nas oficinas dos templos e palácios.  Camponeses – 90% da população que trabalhava nos campos, servindo ainda como soldados e funcionários
  12. 12. O Deus-Faraó
  13. 13. "Volta a tua face para mim, ó Sol nascente que iluminas o mundo com a tua beleza, disco resplandescente entre os homens, que afastas do Egipto as trevas [...]. Quando repousas no teu palácio, ouves o que se diz em toda a parte, pois tens milhões de ouvidos. Os teus olhos brilham mais do que as estrelas do céu[...]. Se se fala, mesmo que seja com a boca encostada à parede de uma casa, as palavras chegam aos teus ouvidos. Se se faz qualquer coisa em segredo, os teus olhos veêm tudo, ó rei, senhor generoso, que a
  14. 14. Poder Absoluto e Sacralizado • Poder Sacralizado: o faraó era descendente dos deuses e um deus, logo a sua vontade não podia ser posta em causa. • Monarquia de poder absoluto;  Todos os territórios e riquezas lhe pertenciam;  Controlava a sociedade pois decidia quem ocupava os cargos;  Sumo-sacerdote;  Chefe-supremo do exército
  15. 15.  Escriba – Grupo que aprendia a escrita e que se dedicava a esse ofício.  Estratificada – Sociedade dividida em estratos ou camadas sobrepostas.  Privilegiado – (privum, privado e legem, lei) Pessoa que goza de regalias ou de direitos específicos, ou seja, de privilégios.  Monarquia – (monos, um e arquia, governo) Regime político em que o governo está concentrado nas mãos de uma única pessoa, o monarca. Normalmente esse poder é hereditário.  Poder sacralizado – Poder proveniente dos deuses e por isso não pode ser posto em causa.  Poder absoluto – Poder sobre tudo e sobre todos, concentra nas suas mãos todos os poderes. Conceitos a reter
  16. 16. Metas – O que deves saber desta matéria 1. Localizar no tempo o Egito. 2. Localizar no espaço o Egito. 3. Explicar a importância do Nilo para o Egito. 4. Explicar de que forma os egípcios aproveitaram as águas das cheias. 5. Caracterizar a economia egípcia. 6. Enumerar actividades económicas e produtos egípcios. 7. Caracterizar a sociedade egípcia. 8. Distinguir grupos privilegiados e não privilegiados. 9. Enumerar as funções do faraó. 10.Justificar o poder absoluto e sacralizado do faraó

×