SlideShare uma empresa Scribd logo

Planejamento pedagogico

O documento discute a importância do planejamento pedagógico para potencializar a aprendizagem. Ele argumenta que falta cultura de planejamento nas escolas e que isso contribui para problemas como alunos não fazendo dever de casa ou avançando pouco na leitura. O documento apresenta exemplos de como as escolas podem aplicar metodologias de planejamento baseadas em dados para resolver problemas específicos e melhorar os resultados educacionais.

1 de 35
Baixar para ler offline
Planejamento
pedagógico: ferramenta
para potencializar a
aprendizagem
Palestrante: Gustavo Moretto
E-mail: gustavo.moretto@gmail.com
Celular: (31) 9109-7307
Porque não desenvolvemos a
cultura de planejamento?
Vocês se
lembram da
história da
cigarra e da
formiga?
Por isso, desenvolvemos uma
cultura de resolução de
problemas quando estes
aparecem.
Além disso, valorizamos
quem faz as coisas “de
cabeça”, sem planejar e
sistematizar.
Não desenvolvemos o hábito de
pensar previamente, MUITO
MENOS DETALHADAMENTE E POR
ESCRITO, todos os passos
associados a nossas ações.
Mesmo assim tivemos eficácia.
Porém, em pequena escala.
Exercício
Quanto você quer
ganhar em 5 anos?
PARA PIORAR:
 Paulo Freire fez críticas ao sistema
capitalista e propôs uma pedagogia
libertadora.
 Comparou a educação ao sistema BANCÁRIO.
 Houve confusão entre as boas ideias de Freire
e o uso de ferramentas de qualidade
desenvolvidas pelas empresas para as
escolas.

Recomendados

Pauta formativa e observação sala de aula
Pauta formativa e observação sala de aulaPauta formativa e observação sala de aula
Pauta formativa e observação sala de aulaGelson Rocha
 
Planejamento pedagogico
Planejamento pedagogicoPlanejamento pedagogico
Planejamento pedagogicostraraposa
 
Reunião pedagógica rosane gorges
Reunião pedagógica   rosane gorgesReunião pedagógica   rosane gorges
Reunião pedagógica rosane gorgesluannagorges
 
O que é gestão escolar césar tavares
O que é gestão  escolar césar tavaresO que é gestão  escolar césar tavares
O que é gestão escolar césar tavaresCÉSAR TAVARES
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolarAnanda Lima
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ENSINO FUNDAMENTAL 9 ANOS
ENSINO FUNDAMENTAL 9 ANOSENSINO FUNDAMENTAL 9 ANOS
ENSINO FUNDAMENTAL 9 ANOSjaninedepine
 
Slides da reunião com professores
Slides da reunião com professoresSlides da reunião com professores
Slides da reunião com professoresdriminas
 
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasSlides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasMarily Oliveira
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaUlisses Vakirtzis
 
1.-Apresentação-Oficina-1-CRMG.pptx
1.-Apresentação-Oficina-1-CRMG.pptx1.-Apresentação-Oficina-1-CRMG.pptx
1.-Apresentação-Oficina-1-CRMG.pptxAndrLuizFerreira19
 
Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolarJoao Balbi
 
Ideias para a melhoria do IDEB
Ideias para a melhoria do IDEBIdeias para a melhoria do IDEB
Ideias para a melhoria do IDEBJorge Elarrat
 
Política e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação BrasileiraPolítica e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação BrasileiraEdneide Lima
 
Metodologias para eja
Metodologias para ejaMetodologias para eja
Metodologias para ejadeismachadoo
 
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...Paulo Lima
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democráticaguestba32bfa
 
Reflexões para a construção do plano de ação
Reflexões para a construção do plano de açãoReflexões para a construção do plano de ação
Reflexões para a construção do plano de açãoPriscila Puga
 
Planejamento e política educacional
Planejamento e política educacionalPlanejamento e política educacional
Planejamento e política educacionalJose Arnaldo Silva
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democráticaappfoz
 
Planejamento Escolar
Planejamento EscolarPlanejamento Escolar
Planejamento Escolarfolilim
 
PPT encontro com Professores Coordenadores
PPT encontro com Professores CoordenadoresPPT encontro com Professores Coordenadores
PPT encontro com Professores CoordenadoresGiani de Cássia Santana
 
Gestão democrática na escola pública
Gestão democrática na escola públicaGestão democrática na escola pública
Gestão democrática na escola públicaUlisses Vakirtzis
 

Mais procurados (20)

ENSINO FUNDAMENTAL 9 ANOS
ENSINO FUNDAMENTAL 9 ANOSENSINO FUNDAMENTAL 9 ANOS
ENSINO FUNDAMENTAL 9 ANOS
 
Metodologias Ativas
Metodologias AtivasMetodologias Ativas
Metodologias Ativas
 
Slides da reunião com professores
Slides da reunião com professoresSlides da reunião com professores
Slides da reunião com professores
 
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasSlides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
 
1.-Apresentação-Oficina-1-CRMG.pptx
1.-Apresentação-Oficina-1-CRMG.pptx1.-Apresentação-Oficina-1-CRMG.pptx
1.-Apresentação-Oficina-1-CRMG.pptx
 
Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolar
 
Ideias para a melhoria do IDEB
Ideias para a melhoria do IDEBIdeias para a melhoria do IDEB
Ideias para a melhoria do IDEB
 
Política e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação BrasileiraPolítica e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação Brasileira
 
Metodologias para eja
Metodologias para ejaMetodologias para eja
Metodologias para eja
 
Volta às aulas professores
Volta às aulas professoresVolta às aulas professores
Volta às aulas professores
 
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
Reflexões para a construção do plano de ação
Reflexões para a construção do plano de açãoReflexões para a construção do plano de ação
Reflexões para a construção do plano de ação
 
Planejamento e política educacional
Planejamento e política educacionalPlanejamento e política educacional
Planejamento e política educacional
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
Planejamento Escolar
Planejamento EscolarPlanejamento Escolar
Planejamento Escolar
 
PPT encontro com Professores Coordenadores
PPT encontro com Professores CoordenadoresPPT encontro com Professores Coordenadores
PPT encontro com Professores Coordenadores
 
Gestão democrática na escola pública
Gestão democrática na escola públicaGestão democrática na escola pública
Gestão democrática na escola pública
 
Aula 1- Gestão Escolar
Aula 1- Gestão EscolarAula 1- Gestão Escolar
Aula 1- Gestão Escolar
 

Destaque

Planejamento Pedagógico
Planejamento PedagógicoPlanejamento Pedagógico
Planejamento PedagógicoCelise Correia
 
4.planejamento pedagógico do ensino
4.planejamento pedagógico do ensino4.planejamento pedagógico do ensino
4.planejamento pedagógico do ensinoelannialins
 
Projeto Político Pedagógico - Danilo Gandin
Projeto Político Pedagógico - Danilo GandinProjeto Político Pedagógico - Danilo Gandin
Projeto Político Pedagógico - Danilo GandinEADes envolvimento humano
 
Plano de aula e de ensino ( 1 aula)
Plano de aula e de ensino ( 1 aula)Plano de aula e de ensino ( 1 aula)
Plano de aula e de ensino ( 1 aula)leisiv
 
Plano de ensino como elaborar
Plano de ensino como elaborarPlano de ensino como elaborar
Plano de ensino como elaborarafavaliacao
 
Slides sobre planejamento
Slides sobre planejamentoSlides sobre planejamento
Slides sobre planejamentofamiliaestagio
 

Destaque (8)

Planejamento Pedagógico
Planejamento PedagógicoPlanejamento Pedagógico
Planejamento Pedagógico
 
Marco referencial trabalho em grupo
Marco referencial   trabalho em grupoMarco referencial   trabalho em grupo
Marco referencial trabalho em grupo
 
4.planejamento pedagógico do ensino
4.planejamento pedagógico do ensino4.planejamento pedagógico do ensino
4.planejamento pedagógico do ensino
 
Projeto Político Pedagógico - Danilo Gandin
Projeto Político Pedagógico - Danilo GandinProjeto Político Pedagógico - Danilo Gandin
Projeto Político Pedagógico - Danilo Gandin
 
Planejamento Escolar
Planejamento EscolarPlanejamento Escolar
Planejamento Escolar
 
Plano de aula e de ensino ( 1 aula)
Plano de aula e de ensino ( 1 aula)Plano de aula e de ensino ( 1 aula)
Plano de aula e de ensino ( 1 aula)
 
Plano de ensino como elaborar
Plano de ensino como elaborarPlano de ensino como elaborar
Plano de ensino como elaborar
 
Slides sobre planejamento
Slides sobre planejamentoSlides sobre planejamento
Slides sobre planejamento
 

Semelhante a Planejamento pedagogico

Sessão 6. Cenários de Aprendizagem
Sessão 6. Cenários de Aprendizagem  Sessão 6. Cenários de Aprendizagem
Sessão 6. Cenários de Aprendizagem Fernanda Ledesma
 
2º encontro pnaic vânia 2015
2º encontro pnaic  vânia 20152º encontro pnaic  vânia 2015
2º encontro pnaic vânia 2015Wanya Castro
 
Proposta Política Curricular - EEPJHA
Proposta Política Curricular - EEPJHAProposta Política Curricular - EEPJHA
Proposta Política Curricular - EEPJHACÉSAR TAVARES
 
LIVRO PROJETOS INTEGRADORES Ensino Medio Ciencias da Natureza.pdf
LIVRO PROJETOS INTEGRADORES Ensino Medio Ciencias da Natureza.pdfLIVRO PROJETOS INTEGRADORES Ensino Medio Ciencias da Natureza.pdf
LIVRO PROJETOS INTEGRADORES Ensino Medio Ciencias da Natureza.pdfLuciano de Souza Silva
 
ApresentaçãO Final
ApresentaçãO FinalApresentaçãO Final
ApresentaçãO FinalBortolussi
 
Entrevista_012907.docx
Entrevista_012907.docxEntrevista_012907.docx
Entrevista_012907.docxAnaciMorais
 
Concurso da prefeitura Municipal de Ribeirão das neves 2014
Concurso da prefeitura Municipal de Ribeirão das neves 2014Concurso da prefeitura Municipal de Ribeirão das neves 2014
Concurso da prefeitura Municipal de Ribeirão das neves 2014Resumo Apostilas
 
Fala Sodexo!Amcham Ribpreto29out08
Fala Sodexo!Amcham Ribpreto29out08Fala Sodexo!Amcham Ribpreto29out08
Fala Sodexo!Amcham Ribpreto29out08flaviapulino
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografiacepmaio
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografiacepmaio
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografiacepmaio
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografiacepmaio
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografiacepmaio
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografiacepmaio
 

Semelhante a Planejamento pedagogico (20)

Sessão 6. Cenários de Aprendizagem
Sessão 6. Cenários de Aprendizagem  Sessão 6. Cenários de Aprendizagem
Sessão 6. Cenários de Aprendizagem
 
PROJETO IDEA VAI À ESCOLA
PROJETO IDEA VAI À ESCOLAPROJETO IDEA VAI À ESCOLA
PROJETO IDEA VAI À ESCOLA
 
2º encontro pnaic vânia 2015
2º encontro pnaic  vânia 20152º encontro pnaic  vânia 2015
2º encontro pnaic vânia 2015
 
Sala de Educador
Sala de EducadorSala de Educador
Sala de Educador
 
Sala de educador
Sala de educadorSala de educador
Sala de educador
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Proposta Política Curricular - EEPJHA
Proposta Política Curricular - EEPJHAProposta Política Curricular - EEPJHA
Proposta Política Curricular - EEPJHA
 
LIVRO PROJETOS INTEGRADORES Ensino Medio Ciencias da Natureza.pdf
LIVRO PROJETOS INTEGRADORES Ensino Medio Ciencias da Natureza.pdfLIVRO PROJETOS INTEGRADORES Ensino Medio Ciencias da Natureza.pdf
LIVRO PROJETOS INTEGRADORES Ensino Medio Ciencias da Natureza.pdf
 
A construção de um projeto pedagógico e as tecnologias aplicadas à docência.ppt
A construção de um projeto pedagógico e as tecnologias aplicadas à docência.pptA construção de um projeto pedagógico e as tecnologias aplicadas à docência.ppt
A construção de um projeto pedagógico e as tecnologias aplicadas à docência.ppt
 
ApresentaçãO Final
ApresentaçãO FinalApresentaçãO Final
ApresentaçãO Final
 
Entrevista_012907.docx
Entrevista_012907.docxEntrevista_012907.docx
Entrevista_012907.docx
 
Atividade 3
Atividade 3Atividade 3
Atividade 3
 
Concurso da prefeitura Municipal de Ribeirão das neves 2014
Concurso da prefeitura Municipal de Ribeirão das neves 2014Concurso da prefeitura Municipal de Ribeirão das neves 2014
Concurso da prefeitura Municipal de Ribeirão das neves 2014
 
Fala Sodexo!Amcham Ribpreto29out08
Fala Sodexo!Amcham Ribpreto29out08Fala Sodexo!Amcham Ribpreto29out08
Fala Sodexo!Amcham Ribpreto29out08
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 

Último

Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIACONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIAHenrique Pontes
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioProfessor Belinaso
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMHisrelBlog
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxUm círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxColmeias
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...excellenceeducaciona
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...apoioacademicoead
 

Último (20)

Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIACONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxUm círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
 

Planejamento pedagogico

  • 1. Planejamento pedagógico: ferramenta para potencializar a aprendizagem Palestrante: Gustavo Moretto E-mail: gustavo.moretto@gmail.com Celular: (31) 9109-7307
  • 2. Porque não desenvolvemos a cultura de planejamento? Vocês se lembram da história da cigarra e da formiga?
  • 3. Por isso, desenvolvemos uma cultura de resolução de problemas quando estes aparecem. Além disso, valorizamos quem faz as coisas “de cabeça”, sem planejar e sistematizar.
  • 4. Não desenvolvemos o hábito de pensar previamente, MUITO MENOS DETALHADAMENTE E POR ESCRITO, todos os passos associados a nossas ações. Mesmo assim tivemos eficácia. Porém, em pequena escala.
  • 6. PARA PIORAR:  Paulo Freire fez críticas ao sistema capitalista e propôs uma pedagogia libertadora.  Comparou a educação ao sistema BANCÁRIO.  Houve confusão entre as boas ideias de Freire e o uso de ferramentas de qualidade desenvolvidas pelas empresas para as escolas.
  • 7. As escolas continuam a ser regidas por intenções, e não por RESULTADOS.
  • 8. Criamos então uma cultura na escola sobre planejamento.
  • 9. Talvez por isso ainda tenhamos problemas antigos na escola. Os alunos não fazem dever de casa. Os alunos não desenvolvem hábitos de estudo ao longo da vida escolar. A avaliação de nossa educação, no âmbito internacional, vem sendo insatisfatória há décadas. As famílias interagem pouco com a escola. Os alunos avançaram pouco na habilidade de leitura.
  • 10. Problemas em não planejar:  Não há determinação prévia da qualidade; Logo, não há como cobrar por resultados;  Diminui a capacidade criativa;  Dificulta a simulação de ações.
  • 11. Para desenvolvermos mais eficiência em larga escala precisamos planejar. Vocês concordam?
  • 12. Planejar não é elaborar plano de aulas. SEMANA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA HORA 1 MATEMÁTICA – SOMA, P. 31 E 32 HORA 2 HISTÓRIA – INDEPENDÊNCIA, P. 20 HORA 3 RECREAÇÃO – COORDENAÇÃO FINA HORA 4 PORTUGUÊS – ORTOGRAFIA PALAVRAS COM “SS”, FOLHA EXTRA HORA 5 CIÊNCIAS SOCIAIS – ELEIÇÕES, P. 121
  • 13. O plano de aulas serve para?  ORGANIZAR O TRABALHO DOS PROFESSORES;  PRESTAR CONTAS À COORDENAÇÃO PARA VERIFICAÇÃO DO QUE FOI FEITO;  REGISTRO DOCUMENTAL DAS AÇÕES.
  • 14. Planejar envolve  Toda a escola pensando em conjunto.  Obtenção de dados para análise e criação de estratégias para resolver os problemas.  Aplicação de planos de ação com foco em resultados.  Avaliação dos resultados.
  • 15. PARTIMOS DE PROBLEMAS PARA PLANEJAR estrategicamente  Há anos ouvimos que nossos alunos leem mal.  Sabemos o quanto eles leem mal?  O que fizemos para solucionar este problema?  Nossas ações promoveram resultado?  Que parâmetros usamos para avaliar a nossa eficiência?
  • 16. TESTE DE VELOCIDADE DE LEITURA – Pag. 1  Leia o texto na velocidade que está acostumado.  Ao terminar a leitura, escreva o horário de término em horas e minutos aqui.______________.  Calcule o tempo gasto para a leitura, escrevendo o resultado aqui (apenas em minutos):______  Sabendo que o texto tem 833 palavras, calcule no espaço ao lado o tempo gasto para a leitura. Palavras lidas por minuto = número de palavras do texto Tempo de leitura (min.) (Seu cálculo) PLM= _______________  Ao terminar o cálculo, vire a folha definitivamente, lembrando que não poderá retornar a ela para responder às questões apresentadas no verso.
  • 17. ACORDO ORTOGRÁFICO: OS PRÓS E OS CONTRAS DE UMA UNIFICAÇÃO PAG. 2 TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO TEXTO
  • 18. QUESTIONÁRIO – Pag. 3 1 - Quantas letras passam a existir em nosso dicionário com o acordo? ( ) 23 ( ) 26 ( ) nenhuma. ( ) Milhares. 2 - Quantas palavras do alfabeto brasileiro sofrerão alteração com o novo acordo? ( ) Diversas ( ) 2,0% ( ) Número não apresentado no texto. ( ) 0,5%. 3 - Segundo as regras do novo acordo, qual das grafias abaixo está incorreta? ( ) Antônio ( ) António. ( ) Todas. ( ) Nenhuma das opções. 4 - O autor do texto é? ( ) Godofredo de Oliveira Neto( ) Informação indisponível. ( ) Eduardo Salomão, diretor da Imago Editora. ( ) Luiz Inácio da Silva.
  • 19. Calculo da % de Compreensão Palavras lidas por minuto Cálculo das palavras compreendidas por minuto Diferença entre a leitura e a compreensão. Número de itens acertados multiplicado por 100 e dividido pelo número total de questões. Número de palavras do texto dividida pelo tempo de leitura Multiplique a porcentagem de compreensão pelo número de palavras lidas por minuto. Este resultado deve ser dividido por 100. Subtraia o número de palavras lidas do número de palavras compreendidas Fazendo as contas
  • 20. Alguns resultados comparativos Ano Palavras lidas por minuto % compreensão Diferença entre leitura e compreensão 6º ano 86,9 64% 30,9 7º ano 99,8 53% 42,4 8º ano 153,2 63% 54,9
  • 21. E aí?  Detectamos o problema.  Elaboramos metas de melhoria.  Só a partir daí é que elaboramos o projeto de melhoria.  Executamos com constância.  Reavaliamos.
  • 22. Exemplo de meta.  Melhoria em 10% da qualidade da leitura, a cada ano escolar do EF.  AÇÕES:  Capacitação dos professores quanto a técnicas de leitura;  Leitura diária - todos os professores;  Trabalhar a concentração dos alunos;  Valorizar a leitura única;  Reavaliar a cada bimestre.
  • 23. Entenderam a metodologia? Aplicamos a mesma forma de pensar para todos os problemas escolares.
  • 24. AJUDA MUITO SE TIVERMOS CLARAA PROPOSTA PEDAGÓGICA DA INSTITUIÇÃO.
  • 25. O QUE É UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA? É um conjunto de ideias que criamos em grupo e que determina o que queremos da escola.
  • 26. EXEMPLOS DE PROPOSTA PEDAGÓGICO: A escola deve ensinar as habilidades para que o aluno continue estudando e tenha uma profissão digna. A escola deve oportunizar aos alunos momentos de aprendizagem significativa sobre as formas sociais de pensar.
  • 27. A orientação atual é para a elaboração de propostas pedagógicas com foco no desenvolvimento de competências dos alunos. O que isso significa?
  • 28. Competência é: Capacidade de mobilizar recursos visando abordar e resolver uma situação complexa.
  • 29. Exemplo de informação Sólido Líquido Gasoso Liquefação Evaporação Solidificação Condensação Sublimação
  • 30. Agora pense: Porque uma garrafa de refrigerante gelado, retirada de geladeira e seca, ao ser colocada sobre uma mesa, fica molhada?
  • 31. Diferença nos planos de aula  Na primeira abordagem, a intenção era transmitir informações – Foco na habilidade.  Na segunda, analisar a situação para provocar a criação de uma hipótese por parte de aluno – Foco no desenvolvimento de competência.
  • 33. Logo, a didática deve focar esta interação de representações. Representações do aprendiz Outras representações
  • 34. Nos dois casos, os planos de aulas serão diferentes!  1º caso: modelo tradicional  2º caso:  Apresentação da habilidade;  Apresentação da situação complexa;  Reflexão;  Análise de resultados;  Apresentação do conceito.
  • 35. “Aprender é passar de incerteza a uma certeza provisória que dá lugar a novas descobertas e a novas sínteses. ” Edgar Moran