SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
PLANEJAMENTO “ A experiência não vem de se ter vivido muito, mas de se ter refletido intensamente sobre o que se fez e sobre as coisas que aconteceram.”  (Danilo Goldin)
É notório o fato de o planejamento ser uma necessidade constante em todas as áreas da atividade humana. Cada vez mais, a atitude de planejar ganha importância e torna-se mais necessária principalmente nas sociedades complexas do ponto de vista organizacional. Hoje em dia, fala-se muito do ato de planejar e de sua importância. Mas, afinal, o que é planejamento? Planejar é analisar uma dada realidade, refletindo sobre as condições existentes, e traçar estratégias de ação para superar as dificuldades e alcançar os objetivos desejados. Portanto, o Planejamento é um processo mental que envolve análise, reflexão e previsão. Nesse sentido, planejar é uma atividade tipicamente humana e está presente na vida de todos os indivíduos, nos mais variados momentos.
PLANEJAR POR QUÊ?
A primeira coisa que nos vem a mente quando perguntamos sobre a finalidade do planejamento é a eficiência. Com relação ao planejar podemos afirmar o seguinte: o planejamento é um norteamento (roteiro), sem certeza dos pontos de chegada. Por esta razão todo planejamento busca estabelecer a relação entre a previsibilidade e a surpresa. Devemos considerar que cada relação sempre terá os componentes da incerteza, da singularidade e do conflito de valores. O planejamento visa também a eficácia por isso é importante que façamos as coisas como devem ser feitas. O sucesso das nossas ações dependem de um bom planejamento, para tanto, precisamos concebê-las como uma prática que sublinhe a participação, a democracia e a libertação. Portanto, planejamos porque acreditamos que o plano serve de suporte para o encaminhamento das mudanças, além de tornar real aquilo que se deseja, promovendo o desenvolvimento de alguém ou de algo. Planejamos porque não podemos e não devemos pegar a “receita do bolo” do meu colega, colocar em uma forma diferente e esperar os mesmos resultados. Nós mesmos devemos criar a nossa receita, com ingredientes que dispomos e aplicá-los na forma apropriada.
POR QUE NÃO GOSTAMOS DE PLANOS?
Existe um relacionamento quase cômico entre a atividade de planejar e a de arquivar. A crença geral de que fazer planos é uma tarefa com o valor em si mesma, da qual nada se espera realmente. Por que teriam os planos chegado a tal descrédito? Porque, de fato, eles não têm servido para nada e porque, como atividade lúdica, eles são quase sem graça. Em primeiro lugar, a própria existência do “planejador” bloqueia a execução do plano. Parece claro que, se há “planejadores” há “executores” e depois “avaliadores”. Em geral, os “planejadores” são poucos e os “executores”, uma porção. Em segundo lugar, quase como conseqüência, o fato de se pensar planejamento como uma “fábrica de planos” como um reunir idéias, como “bolar” algo – o que é uma compreensão parcial do planejamento – limita as preocupações a uma etapa, a da elaboração, deixando esquecidas as etapas da execução e da avaliação do plano. O importante é que, descobrindo por que não se realizam os planos, aumentamos nossa condição de participar de um processo de planejamento que seja um meio de esclarecer e tornar precisa a ação do grupo em que estamos.
PLANEJAR: QUEM PARA QUEM?
Quem planeja é o professor, para oportunizar condições que favoreçam a melhoria da aprendizagem do aluno e também do próprio processo de ensino-aprendizagem. Ao planejar, o professor precisa considerar alguns componentes fundamentais:
1.  O professor precisa conhecer-se do ponto de vista de sua própria personalidade. Esse conhecimento é importante para a escolha de estratégias pedagógicas, cujo sucesso ou fracasso poderá depender de suas características psicossociais. 2.  O professor precisa conhecer seus alunos com suas características psicossociais e cognitivas, pois cada aluno é cada aluno e cada turma é cada turma. 3.  O professor precisa conhecer a produção do conhecimento (epistemologia) e a metodologia mais adequada às características da disciplina com que trabalha. 4.  O professor precisa conhecer o contexto social de seus alunos. Este conhecimento o levará a identificar as situações complexas relevantes para o grupo e escolher estratégias contextualizadas que favoreçam à aprendizagem significativa.
O PLANEJAMENTO DE ENSINO
O planejamento deve estar presente em todas as atividades escolares e para isso faz-se necessário: - pesquisar sempre; - organizar a própria ação, sistematizando com segurança, passo a passo, o “ato educativo¹”. - ser criativo na elaboração da aula; - estabelecer prioridades e limites; - estar aberto para acolher o aluno e sua realidade; - ser flexível para planejar sempre que necessário; ¹Momentos metodológicos que o professor vive na ação pedagógica com o planejamento, a ação, a observação e reflexão da aula.
TIPOS DE PLANEJAMENTO DE ENSINO
Planejamento de curso:  é a previsão dos conteúdos e  atividades a serem realizadas em determinada série (ano), durante certo período de tempo. Planejamento de aula:  o professor especifica e operacionaliza os procedimentos diários para a concretização dos planos de curso e unidade.
PLANEJANDO DEVEMOS DEFINIR
- O que pretendemos alcançar? - O que vamos ensinar? - Como vamos ensinar? - Quando vamos ensinar? - Quais os recursos necessários? - O quê, quando e como avaliar?
COMPONENTES DE UM PLANEJAMENTO DE ENSINO
O planejamento é uma necessidade em todos os campos da atividade humana, e, especialmente na educação, adquirindo maior importância por causa da complexidade dos problemas. Ao buscar responder as questões referente a que devemos definir no momento do planejamento, é possível identificar os componentes:
OBJETIVO GERAL: é o que o  professor  espera que a turma aprenda em determinadas condições e tempo de ensino, ao trabalhar determinado conteúdo.   EIXOS NORTEADORES: São as temáticas estruturadas em categorias que norteiam as atividades de ensino e aprendizagem (o professor deve ter um foco, o caminho a seguir). COMPETÊNCIAS: É a capacidade de agir eficazmente em determinado tipo de situação, apoiando-se em conhecimentos, sem limitar-se a eles. HABILIDADES: São componentes que articulados geram competências e estão explícitos na ação. É a pratica de determinadas habilidades que geram a competências.
[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
Bibliografia MORETTO, Vasco Pedro.  Planejamento: Planejando a educação para o desenvolvimento de competência . 2ª Ed. Editora Vozes. Petrópolis, RJ.2008. ___________________.  Prova: Um momento privilegiado de estudo, não um acerto de contas . 8º Ed. Editora Lamparina. Rio de Janeiro, RJ. 2008. GANDIN, Danilo.  Planejamento como prática educativa . 16ª Ed. Editora Loyola. São Paulo, SP. Junho/2007.  Referencial Curricular de Ensino Fundamental das Escolas Públicas do Estado do Tocantins: Ensino Fundamental do 1º ao 9º Ano.  1ª Edição. Secretaria de Estado da Educação e Cultura. TO: 2006.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Planejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantilPlanejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantillucavao2010
 
Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolarJoao Balbi
 
Planejamento Educacional
Planejamento EducacionalPlanejamento Educacional
Planejamento EducacionalSimone Lucas
 
Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Magda Marques
 
Projeto Político Pedagógico www.professorpalmito.com.br
Projeto Político Pedagógico www.professorpalmito.com.brProjeto Político Pedagógico www.professorpalmito.com.br
Projeto Político Pedagógico www.professorpalmito.com.brProf Palmito Rocha
 
Slides da reunião com professores
Slides da reunião com professoresSlides da reunião com professores
Slides da reunião com professoresdriminas
 
Alfabetização e Letramento
Alfabetização e Letramento Alfabetização e Letramento
Alfabetização e Letramento Adriana Pereira
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemGerdian Teixeira
 
Planejamento Escolar
Planejamento EscolarPlanejamento Escolar
Planejamento Escolarfolilim
 
Estágio Educação Infantil
Estágio Educação InfantilEstágio Educação Infantil
Estágio Educação InfantilLuúh Reis
 
Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem carmensilva723002
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professorcarmemlima
 
Projeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicoProjeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicolabteotonio
 

Mais procurados (20)

Planejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantilPlanejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantil
 
Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolar
 
Planejamento Escolar
Planejamento EscolarPlanejamento Escolar
Planejamento Escolar
 
Planejamento Educacional
Planejamento EducacionalPlanejamento Educacional
Planejamento Educacional
 
Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.
 
Avaliação Escolar
Avaliação EscolarAvaliação Escolar
Avaliação Escolar
 
Projeto Político Pedagógico www.professorpalmito.com.br
Projeto Político Pedagógico www.professorpalmito.com.brProjeto Político Pedagógico www.professorpalmito.com.br
Projeto Político Pedagógico www.professorpalmito.com.br
 
Slides da reunião com professores
Slides da reunião com professoresSlides da reunião com professores
Slides da reunião com professores
 
Alfabetização e Letramento
Alfabetização e Letramento Alfabetização e Letramento
Alfabetização e Letramento
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
Planejamento Escolar
Planejamento EscolarPlanejamento Escolar
Planejamento Escolar
 
Estágio Educação Infantil
Estágio Educação InfantilEstágio Educação Infantil
Estágio Educação Infantil
 
Currículo escolar
Currículo escolarCurrículo escolar
Currículo escolar
 
A importancia do planejamento
A importancia do planejamentoA importancia do planejamento
A importancia do planejamento
 
Gestão escolar
Gestão escolarGestão escolar
Gestão escolar
 
Conceitos sobre PPP
Conceitos sobre PPPConceitos sobre PPP
Conceitos sobre PPP
 
Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professor
 
Projeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicoProjeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogico
 
Conhecendo a didática
Conhecendo a didáticaConhecendo a didática
Conhecendo a didática
 

Semelhante a Planejamento pedagogico

1ª-AULA-Planejamento.ppt
1ª-AULA-Planejamento.ppt1ª-AULA-Planejamento.ppt
1ª-AULA-Planejamento.pptsobreira1
 
Planejamento e trabalho docente
Planejamento e  trabalho docentePlanejamento e  trabalho docente
Planejamento e trabalho docenteifbauab
 
Cap. 4- Organização do trabalho educacional.pptx
Cap. 4- Organização do trabalho educacional.pptxCap. 4- Organização do trabalho educacional.pptx
Cap. 4- Organização do trabalho educacional.pptxDouglasRicardodeAssi
 
3. planejamento de ensino peculiaridades significativas
3. planejamento de ensino   peculiaridades significativas3. planejamento de ensino   peculiaridades significativas
3. planejamento de ensino peculiaridades significativasClaudio Lima
 
Ppoint.Planejamento.Revisado2006
Ppoint.Planejamento.Revisado2006Ppoint.Planejamento.Revisado2006
Ppoint.Planejamento.Revisado2006Albano Novaes
 
Cap.4 o planejamento da ação didatica
Cap.4   o planejamento da ação didaticaCap.4   o planejamento da ação didatica
Cap.4 o planejamento da ação didaticaeleidaarce
 
Aula 2 didatica do ensino supeior copia
Aula 2 didatica do ensino supeior   copiaAula 2 didatica do ensino supeior   copia
Aula 2 didatica do ensino supeior copiaMarluce Filipe
 
Os projetos didáticos
Os projetos didáticosOs projetos didáticos
Os projetos didáticosmarisa liotti
 
Palestra gestores
Palestra gestoresPalestra gestores
Palestra gestoreseliasdemoch
 
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdfRosalina Simão Nunes
 
2197414 planificar
2197414 planificar2197414 planificar
2197414 planificarPedro Rufino
 
Planejamento Da Ação Pedagógica 2016
Planejamento Da Ação Pedagógica 2016Planejamento Da Ação Pedagógica 2016
Planejamento Da Ação Pedagógica 2016nessaprocha
 
Apresentação planejamento e avaliação
Apresentação   planejamento e avaliaçãoApresentação   planejamento e avaliação
Apresentação planejamento e avaliaçãoAna Lúcia M. Benício
 
A atuação do coordenador pedagógico
A atuação do coordenador pedagógicoA atuação do coordenador pedagógico
A atuação do coordenador pedagógicoIvaneide B S
 
1ª Formação de 2020.pptx
1ª Formação de 2020.pptx1ª Formação de 2020.pptx
1ª Formação de 2020.pptxAmanda Pereira
 

Semelhante a Planejamento pedagogico (20)

1ª-AULA-Planejamento.ppt
1ª-AULA-Planejamento.ppt1ª-AULA-Planejamento.ppt
1ª-AULA-Planejamento.ppt
 
1ª-AULA-Planejamento.ppt
1ª-AULA-Planejamento.ppt1ª-AULA-Planejamento.ppt
1ª-AULA-Planejamento.ppt
 
Planejamento e trabalho docente
Planejamento e  trabalho docentePlanejamento e  trabalho docente
Planejamento e trabalho docente
 
Planejamento
PlanejamentoPlanejamento
Planejamento
 
Cap. 4- Organização do trabalho educacional.pptx
Cap. 4- Organização do trabalho educacional.pptxCap. 4- Organização do trabalho educacional.pptx
Cap. 4- Organização do trabalho educacional.pptx
 
3. planejamento de ensino peculiaridades significativas
3. planejamento de ensino   peculiaridades significativas3. planejamento de ensino   peculiaridades significativas
3. planejamento de ensino peculiaridades significativas
 
Ppoint.Planejamento.Revisado2006
Ppoint.Planejamento.Revisado2006Ppoint.Planejamento.Revisado2006
Ppoint.Planejamento.Revisado2006
 
Cap.4 o planejamento da ação didatica
Cap.4   o planejamento da ação didaticaCap.4   o planejamento da ação didatica
Cap.4 o planejamento da ação didatica
 
Aula 2 didatica do ensino supeior copia
Aula 2 didatica do ensino supeior   copiaAula 2 didatica do ensino supeior   copia
Aula 2 didatica do ensino supeior copia
 
DIDÁTICA GERAL.pptx
DIDÁTICA GERAL.pptxDIDÁTICA GERAL.pptx
DIDÁTICA GERAL.pptx
 
Didatica resenha
Didatica resenhaDidatica resenha
Didatica resenha
 
Planificação
PlanificaçãoPlanificação
Planificação
 
Os projetos didáticos
Os projetos didáticosOs projetos didáticos
Os projetos didáticos
 
Palestra gestores
Palestra gestoresPalestra gestores
Palestra gestores
 
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
 
2197414 planificar
2197414 planificar2197414 planificar
2197414 planificar
 
Planejamento Da Ação Pedagógica 2016
Planejamento Da Ação Pedagógica 2016Planejamento Da Ação Pedagógica 2016
Planejamento Da Ação Pedagógica 2016
 
Apresentação planejamento e avaliação
Apresentação   planejamento e avaliaçãoApresentação   planejamento e avaliação
Apresentação planejamento e avaliação
 
A atuação do coordenador pedagógico
A atuação do coordenador pedagógicoA atuação do coordenador pedagógico
A atuação do coordenador pedagógico
 
1ª Formação de 2020.pptx
1ª Formação de 2020.pptx1ª Formação de 2020.pptx
1ª Formação de 2020.pptx
 

Mais de straraposa

Modelo de Plano de aula de acordo com a BNCC
Modelo de Plano de aula de acordo com a BNCCModelo de Plano de aula de acordo com a BNCC
Modelo de Plano de aula de acordo com a BNCCstraraposa
 
Dimensões e Desenvolvimento das Competências Gerais da BNCC
Dimensões e Desenvolvimento das Competências Gerais da BNCCDimensões e Desenvolvimento das Competências Gerais da BNCC
Dimensões e Desenvolvimento das Competências Gerais da BNCCstraraposa
 
Material digital de apoio ao professor - A cor de Coraline
Material digital de apoio ao professor -  A cor de CoralineMaterial digital de apoio ao professor -  A cor de Coraline
Material digital de apoio ao professor - A cor de Coralinestraraposa
 
BNCC - Material para o professor
BNCC - Material para o professorBNCC - Material para o professor
BNCC - Material para o professorstraraposa
 
Guia pratico - Autismo
Guia pratico - AutismoGuia pratico - Autismo
Guia pratico - Autismostraraposa
 
Anateberosky aprenderalereaescrever-3745436254
Anateberosky aprenderalereaescrever-3745436254Anateberosky aprenderalereaescrever-3745436254
Anateberosky aprenderalereaescrever-3745436254straraposa
 
Números colecaojovemcientista
Números colecaojovemcientistaNúmeros colecaojovemcientista
Números colecaojovemcientistastraraposa
 
Movimento colecaojovemcientista
Movimento colecaojovemcientistaMovimento colecaojovemcientista
Movimento colecaojovemcientistastraraposa
 
Ar colecaojovemcientista
Ar colecaojovemcientistaAr colecaojovemcientista
Ar colecaojovemcientistastraraposa
 
Agua colecaojovemcientista
Agua colecaojovemcientistaAgua colecaojovemcientista
Agua colecaojovemcientistastraraposa
 
Modelo relatório pedagogico aluno especial
Modelo relatório pedagogico aluno especialModelo relatório pedagogico aluno especial
Modelo relatório pedagogico aluno especialstraraposa
 
Modelo relatório individual
Modelo relatório individualModelo relatório individual
Modelo relatório individualstraraposa
 
Estela kaufman simposio 2006 argentina 16 05 06
Estela kaufman   simposio 2006 argentina 16 05 06Estela kaufman   simposio 2006 argentina 16 05 06
Estela kaufman simposio 2006 argentina 16 05 06straraposa
 
Norma eca projeto eca
Norma eca   projeto ecaNorma eca   projeto eca
Norma eca projeto ecastraraposa
 
O vestido azul
O vestido azulO vestido azul
O vestido azulstraraposa
 
Como fazer fichamento de texto
Como fazer fichamento de textoComo fazer fichamento de texto
Como fazer fichamento de textostraraposa
 
Artes plásticas
Artes plásticasArtes plásticas
Artes plásticasstraraposa
 

Mais de straraposa (18)

Modelo de Plano de aula de acordo com a BNCC
Modelo de Plano de aula de acordo com a BNCCModelo de Plano de aula de acordo com a BNCC
Modelo de Plano de aula de acordo com a BNCC
 
Dimensões e Desenvolvimento das Competências Gerais da BNCC
Dimensões e Desenvolvimento das Competências Gerais da BNCCDimensões e Desenvolvimento das Competências Gerais da BNCC
Dimensões e Desenvolvimento das Competências Gerais da BNCC
 
Material digital de apoio ao professor - A cor de Coraline
Material digital de apoio ao professor -  A cor de CoralineMaterial digital de apoio ao professor -  A cor de Coraline
Material digital de apoio ao professor - A cor de Coraline
 
BNCC - Material para o professor
BNCC - Material para o professorBNCC - Material para o professor
BNCC - Material para o professor
 
Guia pratico - Autismo
Guia pratico - AutismoGuia pratico - Autismo
Guia pratico - Autismo
 
Anateberosky aprenderalereaescrever-3745436254
Anateberosky aprenderalereaescrever-3745436254Anateberosky aprenderalereaescrever-3745436254
Anateberosky aprenderalereaescrever-3745436254
 
Números colecaojovemcientista
Números colecaojovemcientistaNúmeros colecaojovemcientista
Números colecaojovemcientista
 
Movimento colecaojovemcientista
Movimento colecaojovemcientistaMovimento colecaojovemcientista
Movimento colecaojovemcientista
 
Ar colecaojovemcientista
Ar colecaojovemcientistaAr colecaojovemcientista
Ar colecaojovemcientista
 
Agua colecaojovemcientista
Agua colecaojovemcientistaAgua colecaojovemcientista
Agua colecaojovemcientista
 
Modelo relatório pedagogico aluno especial
Modelo relatório pedagogico aluno especialModelo relatório pedagogico aluno especial
Modelo relatório pedagogico aluno especial
 
Modelo relatório individual
Modelo relatório individualModelo relatório individual
Modelo relatório individual
 
ECA e LDB
ECA e LDBECA e LDB
ECA e LDB
 
Estela kaufman simposio 2006 argentina 16 05 06
Estela kaufman   simposio 2006 argentina 16 05 06Estela kaufman   simposio 2006 argentina 16 05 06
Estela kaufman simposio 2006 argentina 16 05 06
 
Norma eca projeto eca
Norma eca   projeto ecaNorma eca   projeto eca
Norma eca projeto eca
 
O vestido azul
O vestido azulO vestido azul
O vestido azul
 
Como fazer fichamento de texto
Como fazer fichamento de textoComo fazer fichamento de texto
Como fazer fichamento de texto
 
Artes plásticas
Artes plásticasArtes plásticas
Artes plásticas
 

Último

Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 

Último (20)

Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 

Planejamento pedagogico

  • 1. PLANEJAMENTO “ A experiência não vem de se ter vivido muito, mas de se ter refletido intensamente sobre o que se fez e sobre as coisas que aconteceram.” (Danilo Goldin)
  • 2. É notório o fato de o planejamento ser uma necessidade constante em todas as áreas da atividade humana. Cada vez mais, a atitude de planejar ganha importância e torna-se mais necessária principalmente nas sociedades complexas do ponto de vista organizacional. Hoje em dia, fala-se muito do ato de planejar e de sua importância. Mas, afinal, o que é planejamento? Planejar é analisar uma dada realidade, refletindo sobre as condições existentes, e traçar estratégias de ação para superar as dificuldades e alcançar os objetivos desejados. Portanto, o Planejamento é um processo mental que envolve análise, reflexão e previsão. Nesse sentido, planejar é uma atividade tipicamente humana e está presente na vida de todos os indivíduos, nos mais variados momentos.
  • 4. A primeira coisa que nos vem a mente quando perguntamos sobre a finalidade do planejamento é a eficiência. Com relação ao planejar podemos afirmar o seguinte: o planejamento é um norteamento (roteiro), sem certeza dos pontos de chegada. Por esta razão todo planejamento busca estabelecer a relação entre a previsibilidade e a surpresa. Devemos considerar que cada relação sempre terá os componentes da incerteza, da singularidade e do conflito de valores. O planejamento visa também a eficácia por isso é importante que façamos as coisas como devem ser feitas. O sucesso das nossas ações dependem de um bom planejamento, para tanto, precisamos concebê-las como uma prática que sublinhe a participação, a democracia e a libertação. Portanto, planejamos porque acreditamos que o plano serve de suporte para o encaminhamento das mudanças, além de tornar real aquilo que se deseja, promovendo o desenvolvimento de alguém ou de algo. Planejamos porque não podemos e não devemos pegar a “receita do bolo” do meu colega, colocar em uma forma diferente e esperar os mesmos resultados. Nós mesmos devemos criar a nossa receita, com ingredientes que dispomos e aplicá-los na forma apropriada.
  • 5. POR QUE NÃO GOSTAMOS DE PLANOS?
  • 6. Existe um relacionamento quase cômico entre a atividade de planejar e a de arquivar. A crença geral de que fazer planos é uma tarefa com o valor em si mesma, da qual nada se espera realmente. Por que teriam os planos chegado a tal descrédito? Porque, de fato, eles não têm servido para nada e porque, como atividade lúdica, eles são quase sem graça. Em primeiro lugar, a própria existência do “planejador” bloqueia a execução do plano. Parece claro que, se há “planejadores” há “executores” e depois “avaliadores”. Em geral, os “planejadores” são poucos e os “executores”, uma porção. Em segundo lugar, quase como conseqüência, o fato de se pensar planejamento como uma “fábrica de planos” como um reunir idéias, como “bolar” algo – o que é uma compreensão parcial do planejamento – limita as preocupações a uma etapa, a da elaboração, deixando esquecidas as etapas da execução e da avaliação do plano. O importante é que, descobrindo por que não se realizam os planos, aumentamos nossa condição de participar de um processo de planejamento que seja um meio de esclarecer e tornar precisa a ação do grupo em que estamos.
  • 8. Quem planeja é o professor, para oportunizar condições que favoreçam a melhoria da aprendizagem do aluno e também do próprio processo de ensino-aprendizagem. Ao planejar, o professor precisa considerar alguns componentes fundamentais:
  • 9. 1. O professor precisa conhecer-se do ponto de vista de sua própria personalidade. Esse conhecimento é importante para a escolha de estratégias pedagógicas, cujo sucesso ou fracasso poderá depender de suas características psicossociais. 2. O professor precisa conhecer seus alunos com suas características psicossociais e cognitivas, pois cada aluno é cada aluno e cada turma é cada turma. 3. O professor precisa conhecer a produção do conhecimento (epistemologia) e a metodologia mais adequada às características da disciplina com que trabalha. 4. O professor precisa conhecer o contexto social de seus alunos. Este conhecimento o levará a identificar as situações complexas relevantes para o grupo e escolher estratégias contextualizadas que favoreçam à aprendizagem significativa.
  • 11. O planejamento deve estar presente em todas as atividades escolares e para isso faz-se necessário: - pesquisar sempre; - organizar a própria ação, sistematizando com segurança, passo a passo, o “ato educativo¹”. - ser criativo na elaboração da aula; - estabelecer prioridades e limites; - estar aberto para acolher o aluno e sua realidade; - ser flexível para planejar sempre que necessário; ¹Momentos metodológicos que o professor vive na ação pedagógica com o planejamento, a ação, a observação e reflexão da aula.
  • 13. Planejamento de curso: é a previsão dos conteúdos e atividades a serem realizadas em determinada série (ano), durante certo período de tempo. Planejamento de aula: o professor especifica e operacionaliza os procedimentos diários para a concretização dos planos de curso e unidade.
  • 15. - O que pretendemos alcançar? - O que vamos ensinar? - Como vamos ensinar? - Quando vamos ensinar? - Quais os recursos necessários? - O quê, quando e como avaliar?
  • 16. COMPONENTES DE UM PLANEJAMENTO DE ENSINO
  • 17. O planejamento é uma necessidade em todos os campos da atividade humana, e, especialmente na educação, adquirindo maior importância por causa da complexidade dos problemas. Ao buscar responder as questões referente a que devemos definir no momento do planejamento, é possível identificar os componentes:
  • 18. OBJETIVO GERAL: é o que o professor espera que a turma aprenda em determinadas condições e tempo de ensino, ao trabalhar determinado conteúdo.   EIXOS NORTEADORES: São as temáticas estruturadas em categorias que norteiam as atividades de ensino e aprendizagem (o professor deve ter um foco, o caminho a seguir). COMPETÊNCIAS: É a capacidade de agir eficazmente em determinado tipo de situação, apoiando-se em conhecimentos, sem limitar-se a eles. HABILIDADES: São componentes que articulados geram competências e estão explícitos na ação. É a pratica de determinadas habilidades que geram a competências.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22. Bibliografia MORETTO, Vasco Pedro. Planejamento: Planejando a educação para o desenvolvimento de competência . 2ª Ed. Editora Vozes. Petrópolis, RJ.2008. ___________________. Prova: Um momento privilegiado de estudo, não um acerto de contas . 8º Ed. Editora Lamparina. Rio de Janeiro, RJ. 2008. GANDIN, Danilo. Planejamento como prática educativa . 16ª Ed. Editora Loyola. São Paulo, SP. Junho/2007. Referencial Curricular de Ensino Fundamental das Escolas Públicas do Estado do Tocantins: Ensino Fundamental do 1º ao 9º Ano. 1ª Edição. Secretaria de Estado da Educação e Cultura. TO: 2006.