SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
INTRODUÇÃO À
ESCATOLOGIA I
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
INTRODUÇÃO
Um estudo preliminar das doutrinas centrais referentes
às temáticas da escatologia e o Apocalipse, procurando
uma aproximação maior com a base bíblica na
elaboração de conceitos em resposta ao contexto
evangélico e os tratamentos sistemáticos existentes no
mercado evangélico brasileiro.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
Por questão da influência de interpretações populares
do Apocalipse de João na definição de conceitos
escatológicos, um breve comentário ao livro está
incluído neste estudo. Escatologia é o termo oficial para
o estudo destes e relacionados assuntos.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
O termo vem de duas palavras gregas, eschaton
(escaton)significando “último” e logos (logo")
significando “palavra”. A combinação dos termos se
refere ao estudo das últimas coisas—a morte e os seus
assuntos relacionados.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
A escatologia compreende dois aspectos principais: a
escatologia cósmica e a escatologia individual.
Pretende-se em primeira instância tratar algumas das
questões de referência comunal e cósmica.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
DESENVOLVIMENTO
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
O PROBLEMAS DA ESCOTALOGIA
Distância Pessoal: Um dos primeiros problemas a serem
evitados no estudo de Escatologia, é de manter o
assunto muito distante do indivíduo. Pode-se muito
facilmente falar da segunda vinda de Cristo usando
expressões no sentido de que Jesus pode voltar
amanhã, porém não se ouve a necessidade de estar
preparado.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
Princípios de Interpretação: Outro problema a ser
considerado ao estudar assuntos de escatologia (como
também qualquer outro tema bíblico) concerne à
necessidade de respeitar os princípios de interpretação
bíblica.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
Respeitando Propósito/Intenção: Mais um problema a
negociar é a necessidade de ler as passagens bíblicas
em relação aos seus propósitos, não em sentido de
responder curiosidades pessoais.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
História: Outro problema a ser evitado está relacionado
à história. Berstén e outros fazem distinção entre
profecias que se cumpriram e outras que ainda não se
cumpriram.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
Cosmologia: É necessário compreender como o povo,
especialmente os autores bíblicos entendiam o mundo
em que viviam. Sua cosmologia implicava na sua
terminologia aplicada a conceitos espaciais e
geográficos, como também a certas referências
escatológicas.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
Vocabulário Especializado: Por outro lado, é
indispensável que se trate o vocabulário bíblico
conforme o uso dos próprios autores. Certas palavras
ou frases eram usadas diferenciadamente da ‘forma
atual.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
Supremacia Bíblica: É sumamente necessário que
respeitemos que a palavra final referente a qualquer
assunto teológico é a palavra bíblica. Não é lícito dar
mais confiança a sonhos, palavras de profecia e visões
do que ao próprio texto bíblico.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
Profecia: Biblicamente, a profecia não é um exercício de
contra o futuro. Em vez disso, é a proclamação da
mensagem de Deus ao povo do dia do profeta. Quando
um intérprete procura fazer que textos como
Apocalipse falem em predizer eventos do futuro, a
tendência é prognosticar eventos do tempo do
intérprete.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
Respeitar Limitações: Também é necessário lembrar
que existem limitações ao que pode ser conhecido em
certas áreas. Atos 1.7 indica que não compete ao ser
humano saber e entender a maioria das questões
referentes a eventos futuros.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
COSMOLOGIA ANTIGA
Em vários casos, será de ajuda na compreensão de um
texto saber algo sobre o conceito cosmológico do povo
hebreu na época bíblica. Este conceito, embora
diferenciado, está relacionado aos conceitos
cosmológicos dos povos ao seu redor.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
É importante conhecê-los especialmente ao lidar com
narrativas concernentes à criação, ao dilúvio e tópicos
escatológicos que retratam realidades celestiais em
terminologias da realidade física conhecida.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
Evidências deste conceito cosmológico serão
encontradas em outras narrativas e textos ao descrever
algo do mundo além-túmulo ou aspectos do universo
criado por Deus.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
O conceito hebraico do formato do universo deve ser
considerado ao tratar de assuntos tais como a criação.
Os hebreus tinham a mesma percepção “científica” do
mundo dos outros povos de sua época, porém faziam
suas distinções.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
A cosmologia é uma área da ciência que influi muito em
vários aspectos da comunicação humana, pois muitos
dos seus conceitos alteram a forma de conceber o que
acontece em volta do indivíduo e a sua sociedade.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
A cosmologia hebraica aparece até no livro de
Apocalipse, onde o “‘abismo sem fundo’ está vinculado
a ideias concernentes à forma do mundo. A terra era
concebida como um disco plano que flutuava em cima
da água.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
ESCATOLOGIA: CONCEITOS
Antes de tratar com o ensino bíblico mais abrangente
nos tópicos a seguir, se tomará uma breve olhada a
alguns parâmetros básicos para o estudo dos seguintes
termos. Mais será discutido nestes assuntos ao tratar
passagens essenciais nos tópicos respectivos. “Reinar
de Deus”:
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
No estudo da eclesiologia foi revisto algo da
importância do conceito do Reino de Deus. Como o
conceito é também de muita importância na
escatologia, será tratado aqui de forma mais dirigida às
temáticas escatológicas.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
Para a escatologia, a categoria principal na Bíblia é o
Reino de Deus, seu “governo em ação”41. Em razão
disto, usaremos a frase o “reinar de Deus”42 em lugar
do costumeiro “Reino de Deus”.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
CONCLUSÃO
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
A escatologia reúne um apanhado de conceitos que
sofreu muita transformação ao longo do trajeto
revelacional do povo de Israel. As expectativas
escatológicas foram em muito modificadas através do
tempo, incluindo o caso de muitas correntes que nem
mantinham conceitos propriamente escatológicos.
INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Disciplina Administração Eclesiástica
Disciplina Administração EclesiásticaDisciplina Administração Eclesiástica
Disciplina Administração Eclesiásticafaculdadeteologica
 
ibadep parte 2 apocalipse e escatologia
ibadep parte 2 apocalipse e escatologiaibadep parte 2 apocalipse e escatologia
ibadep parte 2 apocalipse e escatologiaJordânio Pinheiro
 
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua DeidadeLição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua DeidadeÉder Tomé
 
aula de Homilética, recursos da homilética
aula de Homilética,  recursos da homiléticaaula de Homilética,  recursos da homilética
aula de Homilética, recursos da homiléticaRODRIGO FERREIRA
 
Os Profetas Maiores: estudo introdutório
Os Profetas Maiores: estudo introdutórioOs Profetas Maiores: estudo introdutório
Os Profetas Maiores: estudo introdutórioViva a Igreja
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraGesiel Oliveira
 
História da Igreja I: Aula 3 - Paulo e os Pais Apostólicos
História da Igreja I: Aula 3 - Paulo e os Pais ApostólicosHistória da Igreja I: Aula 3 - Paulo e os Pais Apostólicos
História da Igreja I: Aula 3 - Paulo e os Pais ApostólicosAndre Nascimento
 
AS SETE IGREJAS DO APOCALIPSE
AS SETE IGREJAS DO APOCALIPSEAS SETE IGREJAS DO APOCALIPSE
AS SETE IGREJAS DO APOCALIPSELourenil Ferreira
 
Curso para obreiros
Curso para obreirosCurso para obreiros
Curso para obreirosCELSO SOARES
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroEdnilson do Valle
 
geografia bíblica, hidrografia de israel.
geografia bíblica, hidrografia de israel.geografia bíblica, hidrografia de israel.
geografia bíblica, hidrografia de israel.RODRIGO FERREIRA
 

Mais procurados (20)

Disciplina Administração Eclesiástica
Disciplina Administração EclesiásticaDisciplina Administração Eclesiástica
Disciplina Administração Eclesiástica
 
Visão do Trono de Deus: Apocalipse 4
Visão do Trono de Deus: Apocalipse 4Visão do Trono de Deus: Apocalipse 4
Visão do Trono de Deus: Apocalipse 4
 
ibadep parte 2 apocalipse e escatologia
ibadep parte 2 apocalipse e escatologiaibadep parte 2 apocalipse e escatologia
ibadep parte 2 apocalipse e escatologia
 
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua DeidadeLição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
 
aula de Homilética, recursos da homilética
aula de Homilética,  recursos da homiléticaaula de Homilética,  recursos da homilética
aula de Homilética, recursos da homilética
 
Os Profetas Maiores: estudo introdutório
Os Profetas Maiores: estudo introdutórioOs Profetas Maiores: estudo introdutório
Os Profetas Maiores: estudo introdutório
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
 
Apocalipse 1
Apocalipse 1Apocalipse 1
Apocalipse 1
 
Disciplina de Escatologia
Disciplina de EscatologiaDisciplina de Escatologia
Disciplina de Escatologia
 
As setenta semanas
As setenta semanasAs setenta semanas
As setenta semanas
 
5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos
 
História da Igreja I: Aula 3 - Paulo e os Pais Apostólicos
História da Igreja I: Aula 3 - Paulo e os Pais ApostólicosHistória da Igreja I: Aula 3 - Paulo e os Pais Apostólicos
História da Igreja I: Aula 3 - Paulo e os Pais Apostólicos
 
AS SETE IGREJAS DO APOCALIPSE
AS SETE IGREJAS DO APOCALIPSEAS SETE IGREJAS DO APOCALIPSE
AS SETE IGREJAS DO APOCALIPSE
 
Curso para obreiros
Curso para obreirosCurso para obreiros
Curso para obreiros
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
 
geografia bíblica, hidrografia de israel.
geografia bíblica, hidrografia de israel.geografia bíblica, hidrografia de israel.
geografia bíblica, hidrografia de israel.
 
Carta à Igreja de Filadélfia no Apocalipse
Carta à Igreja de Filadélfia no ApocalipseCarta à Igreja de Filadélfia no Apocalipse
Carta à Igreja de Filadélfia no Apocalipse
 
43. O Profeta Ageu
43. O Profeta Ageu43. O Profeta Ageu
43. O Profeta Ageu
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
21. o livro de neemias
21. o livro de neemias21. o livro de neemias
21. o livro de neemias
 

Destaque (18)

4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
 
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
 
2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
 
6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías
 
10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
 
7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel
 
aconselhamento pastoral
aconselhamento pastoralaconselhamento pastoral
aconselhamento pastoral
 
psicologia e liderança
psicologia e liderançapsicologia e liderança
psicologia e liderança
 
psicologia familiar
psicologia familiarpsicologia familiar
psicologia familiar
 
psicologia pastoral
psicologia pastoralpsicologia pastoral
psicologia pastoral
 
introdução à psicologia
introdução à psicologiaintrodução à psicologia
introdução à psicologia
 
psicologia da religião
psicologia da religiãopsicologia da religião
psicologia da religião
 
psicologia social
psicologia socialpsicologia social
psicologia social
 
ética cristã
ética cristãética cristã
ética cristã
 
introdução á psicanálise
introdução á psicanáliseintrodução á psicanálise
introdução á psicanálise
 
psicologia da educação
psicologia da educaçãopsicologia da educação
psicologia da educação
 

Semelhante a 1 introdução à escatologia i

Qohélet 3.1-15 e a tensão entre o determinismo e o livre-arbítrio
Qohélet 3.1-15 e a tensão entre o determinismo e o livre-arbítrioQohélet 3.1-15 e a tensão entre o determinismo e o livre-arbítrio
Qohélet 3.1-15 e a tensão entre o determinismo e o livre-arbítrioCarlos Augusto Vailatti
 
Análise crítica de comentários sobre o livro de Rute
Análise crítica de comentários sobre o livro de RuteAnálise crítica de comentários sobre o livro de Rute
Análise crítica de comentários sobre o livro de RuteDilean Melo
 
03exegebblica-140513132332-phpapp02.pdf
03exegebblica-140513132332-phpapp02.pdf03exegebblica-140513132332-phpapp02.pdf
03exegebblica-140513132332-phpapp02.pdfssuser901b57
 
03exegebblica 140513132332-phpapp02
03exegebblica 140513132332-phpapp0203exegebblica 140513132332-phpapp02
03exegebblica 140513132332-phpapp02Convenção Cimadeba
 
Anthony hoekema - a biblia e o futuro
Anthony hoekema -  a biblia e o futuroAnthony hoekema -  a biblia e o futuro
Anthony hoekema - a biblia e o futuroIEAD PG
 
A bíblia e o futuro anthony hoekema
A bíblia e o futuro   anthony hoekemaA bíblia e o futuro   anthony hoekema
A bíblia e o futuro anthony hoekemaFaetef Faetef
 

Semelhante a 1 introdução à escatologia i (8)

Qohélet 3.1-15 e a tensão entre o determinismo e o livre-arbítrio
Qohélet 3.1-15 e a tensão entre o determinismo e o livre-arbítrioQohélet 3.1-15 e a tensão entre o determinismo e o livre-arbítrio
Qohélet 3.1-15 e a tensão entre o determinismo e o livre-arbítrio
 
Apostilade cristologia
Apostilade cristologiaApostilade cristologia
Apostilade cristologia
 
Análise crítica de comentários sobre o livro de Rute
Análise crítica de comentários sobre o livro de RuteAnálise crítica de comentários sobre o livro de Rute
Análise crítica de comentários sobre o livro de Rute
 
03exegebblica-140513132332-phpapp02.pdf
03exegebblica-140513132332-phpapp02.pdf03exegebblica-140513132332-phpapp02.pdf
03exegebblica-140513132332-phpapp02.pdf
 
03 exege bíblica
03 exege bíblica03 exege bíblica
03 exege bíblica
 
03exegebblica 140513132332-phpapp02
03exegebblica 140513132332-phpapp0203exegebblica 140513132332-phpapp02
03exegebblica 140513132332-phpapp02
 
Anthony hoekema - a biblia e o futuro
Anthony hoekema -  a biblia e o futuroAnthony hoekema -  a biblia e o futuro
Anthony hoekema - a biblia e o futuro
 
A bíblia e o futuro anthony hoekema
A bíblia e o futuro   anthony hoekemaA bíblia e o futuro   anthony hoekema
A bíblia e o futuro anthony hoekema
 

Mais de faculdadeteologica

Mais de faculdadeteologica (15)

8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
 
10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
 
8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia
 
10 mobilização missionária
10 mobilização missionária10 mobilização missionária
10 mobilização missionária
 
9 missão urbana
9 missão urbana9 missão urbana
9 missão urbana
 
7 teologia da missão
7 teologia da missão7 teologia da missão
7 teologia da missão
 
6 a missão da igreja
6 a missão da igreja6 a missão da igreja
6 a missão da igreja
 
5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas
 
4 antropologia missionária
4 antropologia missionária4 antropologia missionária
4 antropologia missionária
 
3 fundamentos bíblicos da missão
3 fundamentos bíblicos da missão3 fundamentos bíblicos da missão
3 fundamentos bíblicos da missão
 
2 teologia da m issão
2 teologia da m issão2 teologia da m issão
2 teologia da m issão
 
1 introdução à missiologia
1 introdução à missiologia1 introdução à missiologia
1 introdução à missiologia
 
02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas
 
doutrinas bíblicas
doutrinas bíblicasdoutrinas bíblicas
doutrinas bíblicas
 

Último

pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfnestorsouza36
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 

Último (10)

pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 

1 introdução à escatologia i

  • 3. Um estudo preliminar das doutrinas centrais referentes às temáticas da escatologia e o Apocalipse, procurando uma aproximação maior com a base bíblica na elaboração de conceitos em resposta ao contexto evangélico e os tratamentos sistemáticos existentes no mercado evangélico brasileiro. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 4. Por questão da influência de interpretações populares do Apocalipse de João na definição de conceitos escatológicos, um breve comentário ao livro está incluído neste estudo. Escatologia é o termo oficial para o estudo destes e relacionados assuntos. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 5. O termo vem de duas palavras gregas, eschaton (escaton)significando “último” e logos (logo") significando “palavra”. A combinação dos termos se refere ao estudo das últimas coisas—a morte e os seus assuntos relacionados. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 6. A escatologia compreende dois aspectos principais: a escatologia cósmica e a escatologia individual. Pretende-se em primeira instância tratar algumas das questões de referência comunal e cósmica. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 8. O PROBLEMAS DA ESCOTALOGIA Distância Pessoal: Um dos primeiros problemas a serem evitados no estudo de Escatologia, é de manter o assunto muito distante do indivíduo. Pode-se muito facilmente falar da segunda vinda de Cristo usando expressões no sentido de que Jesus pode voltar amanhã, porém não se ouve a necessidade de estar preparado. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 9. Princípios de Interpretação: Outro problema a ser considerado ao estudar assuntos de escatologia (como também qualquer outro tema bíblico) concerne à necessidade de respeitar os princípios de interpretação bíblica. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 10. Respeitando Propósito/Intenção: Mais um problema a negociar é a necessidade de ler as passagens bíblicas em relação aos seus propósitos, não em sentido de responder curiosidades pessoais. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 11. História: Outro problema a ser evitado está relacionado à história. Berstén e outros fazem distinção entre profecias que se cumpriram e outras que ainda não se cumpriram. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 12. Cosmologia: É necessário compreender como o povo, especialmente os autores bíblicos entendiam o mundo em que viviam. Sua cosmologia implicava na sua terminologia aplicada a conceitos espaciais e geográficos, como também a certas referências escatológicas. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 13. Vocabulário Especializado: Por outro lado, é indispensável que se trate o vocabulário bíblico conforme o uso dos próprios autores. Certas palavras ou frases eram usadas diferenciadamente da ‘forma atual. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 14. Supremacia Bíblica: É sumamente necessário que respeitemos que a palavra final referente a qualquer assunto teológico é a palavra bíblica. Não é lícito dar mais confiança a sonhos, palavras de profecia e visões do que ao próprio texto bíblico. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 15. Profecia: Biblicamente, a profecia não é um exercício de contra o futuro. Em vez disso, é a proclamação da mensagem de Deus ao povo do dia do profeta. Quando um intérprete procura fazer que textos como Apocalipse falem em predizer eventos do futuro, a tendência é prognosticar eventos do tempo do intérprete. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 16. Respeitar Limitações: Também é necessário lembrar que existem limitações ao que pode ser conhecido em certas áreas. Atos 1.7 indica que não compete ao ser humano saber e entender a maioria das questões referentes a eventos futuros. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 17. COSMOLOGIA ANTIGA Em vários casos, será de ajuda na compreensão de um texto saber algo sobre o conceito cosmológico do povo hebreu na época bíblica. Este conceito, embora diferenciado, está relacionado aos conceitos cosmológicos dos povos ao seu redor. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 18. É importante conhecê-los especialmente ao lidar com narrativas concernentes à criação, ao dilúvio e tópicos escatológicos que retratam realidades celestiais em terminologias da realidade física conhecida. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 19. Evidências deste conceito cosmológico serão encontradas em outras narrativas e textos ao descrever algo do mundo além-túmulo ou aspectos do universo criado por Deus. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 20. O conceito hebraico do formato do universo deve ser considerado ao tratar de assuntos tais como a criação. Os hebreus tinham a mesma percepção “científica” do mundo dos outros povos de sua época, porém faziam suas distinções. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 21. A cosmologia é uma área da ciência que influi muito em vários aspectos da comunicação humana, pois muitos dos seus conceitos alteram a forma de conceber o que acontece em volta do indivíduo e a sua sociedade. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 22. A cosmologia hebraica aparece até no livro de Apocalipse, onde o “‘abismo sem fundo’ está vinculado a ideias concernentes à forma do mundo. A terra era concebida como um disco plano que flutuava em cima da água. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 23. ESCATOLOGIA: CONCEITOS Antes de tratar com o ensino bíblico mais abrangente nos tópicos a seguir, se tomará uma breve olhada a alguns parâmetros básicos para o estudo dos seguintes termos. Mais será discutido nestes assuntos ao tratar passagens essenciais nos tópicos respectivos. “Reinar de Deus”: INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 24. No estudo da eclesiologia foi revisto algo da importância do conceito do Reino de Deus. Como o conceito é também de muita importância na escatologia, será tratado aqui de forma mais dirigida às temáticas escatológicas. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 25. Para a escatologia, a categoria principal na Bíblia é o Reino de Deus, seu “governo em ação”41. Em razão disto, usaremos a frase o “reinar de Deus”42 em lugar do costumeiro “Reino de Deus”. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I
  • 27. A escatologia reúne um apanhado de conceitos que sofreu muita transformação ao longo do trajeto revelacional do povo de Israel. As expectativas escatológicas foram em muito modificadas através do tempo, incluindo o caso de muitas correntes que nem mantinham conceitos propriamente escatológicos. INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA I