1ª. CARTA
AOS CORÍNTIOS
At. 18
2ª. Viagem
missionária
Ano 50 d.C.
O NOVO
TESTAMENTO
CARTAS
PAULINAS - 13
ROMANOS

I Coríntios
II Coríntios
Gálatas
Efésios
Filipenses
Colossenses
I e II Tes...
Palavra-Chave:

“CORREÇÃO”
Versículo-Chave:

Porque, se nos julgássemos a nós mesmos, não
seríamos julgados" (11.31)
AUTORIA
-Plantada na cidade de Corinto pelo próprio apóstolo Paulo
(4.15),

- Que é o autor da carta, 1.1
- Informações ch...
A Cidade de Corinto
- Corinto, rica cidade portuária (possuía dois portos:
Cencréia, que distava 14 km a leste, e Lechaeum...
A Cidade de Corinto
- num penhasco elevado e plano, exuberante em seus 556
metros de altura edificou o templo a Afrodite (...
A Igreja de Corinto
• Conforme at.18 Paulo plantou esta igreja na sua
2ª. Viagem missionária, por volta do ano 50 d.C.
• F...
A Igreja de Corinto
• O longo tempo de Paulo ensinando ali não
gerou maturidade espiritual nos membros.
• Eles eram “crian...
A Igreja de Corinto
A igreja em Corinto era formada de:
-

Gregos
Ex-escravos da Itália
Veteranos do exército romano
Empre...
OS TEMAS DA CARTA
1 - partidarismo; 1:12
2 - falta de disciplina; 5
3 - litígio entre irmãos; 6
4 - impureza; 5
5 - o comp...
ESBOÇO DO LIVRO
• (1-4) > comentário sobre as notícias
recebidas: a questão do partidarismo;
• (5-6) > as questões da sens...
Mensagem da carta
• Nesta Paulo trata de uma série de assuntos
controversos que assolavam uma igreja imatura:
• Eram muito...
1. Divisões na igreja
• Facções hostis ao Evangelho cresceram dentro da
Igreja
• A Unidade do corpo de Cristo estava abala...
2. IMORALIDADE
• Incesto – havia na igreja um jovem possuindo a
madrasta
• Nem a perversa cidade de Corinto admitia tal
pe...
3. IRMÃO
PROCESSANDO IRMÃO
• Havia crente levando crente na justiça comum para
resolver problemas da igreja – 6:1
• Paula ...
4. FORNICAÇÃO E
PROSTITUIÇÃO
• Tinha membros da Igreja se envolvendo com as
prostitutas dos templos pagãos
• Filosofia mun...
5. IRREVERÊNCIA NA CEIA
• A ceia do Senhor estava sendo deturpada com
atitudes mundanas;
• As divisões da igreja eram tamb...
6. MAU USO DOS DONS
ESPIRITUAIS
• O Partido “de Cristo”, se diziam os mais espirituais,
eram os que mais davam trabalho;
•...
7. DESORDEM NO CULTO
•
•
•
•

O culto na igreja era uma desordem
Confusão de dons no culto e disputa de prioridade
Ignorân...
8. Dúvidas sobre a
ressurreição
• Cap.15 – Um resumo da fé cristã
• Cristo morreu pelos nossos pecados, foi sepultado
e re...
CONCLUSÃO DA CARTA
• Paulo encerra a carta justificando a oferta aos
pobres da Judéia;
• Timóteo iria levar a carta e devi...
Conclusão
I Coríntios

Prática cristã

- Esta carta nos leva a pensar no desafio
que há em se viver a vida cristã numa
cid...
1ª. CARTA
AOS CORÍNTIOS
JESUS:
Esta epístola nos apresenta o
Senhor Jesus como a loucura
mais sábia que existe! Ele á a
no...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

9. epístola de paulo 1' coríntios

9.560 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

9. epístola de paulo 1' coríntios

  1. 1. 1ª. CARTA AOS CORÍNTIOS At. 18 2ª. Viagem missionária Ano 50 d.C.
  2. 2. O NOVO TESTAMENTO CARTAS PAULINAS - 13 ROMANOS I Coríntios II Coríntios Gálatas Efésios Filipenses Colossenses I e II Tessalonicenses I e II Timóteo Tito Filemom
  3. 3. Palavra-Chave: “CORREÇÃO” Versículo-Chave: Porque, se nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados" (11.31)
  4. 4. AUTORIA -Plantada na cidade de Corinto pelo próprio apóstolo Paulo (4.15), - Que é o autor da carta, 1.1 - Informações chegam da situação da igreja através dos da casa de Cloe (1.11), como também uma carta com perguntas que o apóstolo precisa responder. - O Espírito de Deus move, então, Paulo a escrever novamente à igreja (5.9) corrigindo-a [ele já havia escrito ao menos uma carta aos coríntios], exortando-a a aplicar os princípios cristãos aos seus mais variados problemas,
  5. 5. A Cidade de Corinto - Corinto, rica cidade portuária (possuía dois portos: Cencréia, que distava 14 km a leste, e Lechaeum, que distava 2,5 km a oeste) - capital da província da Acaia, - foi reconstruída pelos romanos em 44 a.C. e - Era um grande centro comercial, que se orgulhava de sua cultura, arquitetura e obras de arte. - Era cidade tremendamente idólatra e lasciva , perversa;
  6. 6. A Cidade de Corinto - num penhasco elevado e plano, exuberante em seus 556 metros de altura edificou o templo a Afrodite (Vênus), a deusa da permissividade, - Ali havia mil prostitutas cultuais - ao ponto de haver no grego um verbo que poderíamos transliterar como corintianizar, e que significa prostituir-se. - Estima-se que, nos dias do apóstolo Paulo, a cidade fosse habitada por cerca de 250.000 homens livres e 450.000 escravos.
  7. 7. A Igreja de Corinto • Conforme at.18 Paulo plantou esta igreja na sua 2ª. Viagem missionária, por volta do ano 50 d.C. • Ficou cerca de 1 ano e meio pregando e ensinando como apóstolo e missionário; • A Igreja nasceu na casa do casal Aquila e Priscila; • Na 3ª. Viagem missionária, estando ele em Éfeso (At.19:1,8,10 e Icor.16:8,9) recebe más notícias desta igreja através de membros da casa de Cloé (1:11)
  8. 8. A Igreja de Corinto • O longo tempo de Paulo ensinando ali não gerou maturidade espiritual nos membros. • Eles eram “crianças em Cristo” (3:1) • Cresceu no seio da igreja uma quantidade enorme de problemas sérios, tais como: - Divisão na igreja, abusos dos sacramentos, problemas morais, desordem no culto, mal uso dos dons espirituais, etc.
  9. 9. A Igreja de Corinto A igreja em Corinto era formada de: - Gregos Ex-escravos da Itália Veteranos do exército romano Empresários Oficiais do Governo Gente do Oriente Próximo Judeus Escravos Ex-Prostitutas dos templos pagãos
  10. 10. OS TEMAS DA CARTA 1 - partidarismo; 1:12 2 - falta de disciplina; 5 3 - litígio entre irmãos; 6 4 - impureza; 5 5 - o comportamento indecoroso da parte de algumas mulheres; 6:12 6 - falta de respeito para com a Ceia do Senhor; 11 7 - casamento e celibato; 7 8 - carne oferecida a ídolos; 8,9 9 - o exercício dos dons espirituais, 12 10 - a ordem nos cultos públicos; 14 11 - a ressurreição; 15 12 - ofertas. 16
  11. 11. ESBOÇO DO LIVRO • (1-4) > comentário sobre as notícias recebidas: a questão do partidarismo; • (5-6) > as questões da sensualidade e do litígio; • (7-16) > diversas orientações, em resposta a uma carta recebida - 7.1,15; 8.1; 12.1; 16.1.
  12. 12. Mensagem da carta • Nesta Paulo trata de uma série de assuntos controversos que assolavam uma igreja imatura: • Eram muitos os desvios de personalidade, de caráter e de doutrina; • Assim como a cidade, a igreja era num ambiente confuso • ! Corintios foi escrito para combater estes erros:
  13. 13. 1. Divisões na igreja • Facções hostis ao Evangelho cresceram dentro da Igreja • A Unidade do corpo de Cristo estava abalada; • 4 partidos: “Eu sou de Paulo... Apolo... Cefas... Cristo (1:12) • Estavam juntos na igreja, mas não estavam unidos em Cristo • Paulo condena severamente a carnalidade deles
  14. 14. 2. IMORALIDADE • Incesto – havia na igreja um jovem possuindo a madrasta • Nem a perversa cidade de Corinto admitia tal perversidade e a igreja tolerava – 5:1 • Paulo ordena a disciplina do jovem imediatamente • Deveria ser “entregue a satanás” 5.5 • Se diziam tão espirituais, mas sem sabedoria e temor de Deus – o pecado contamina a Igreja e gera confusão no corpo de Cristo;
  15. 15. 3. IRMÃO PROCESSANDO IRMÃO • Havia crente levando crente na justiça comum para resolver problemas da igreja – 6:1 • Paula vê isto como carnalidade; • Eram tribunais pagãos julgando assuntos do cristianismo • Onde estava o amor Cristão? • O Exemplo de Cristo – “porque não sofriam o dano?” • 6:7 – o crente deveria ser maduro e sacrificial
  16. 16. 4. FORNICAÇÃO E PROSTITUIÇÃO • Tinha membros da Igreja se envolvendo com as prostitutas dos templos pagãos • Filosofia mundana: “o corpo é mal, o que vale é o Espírito” – o que eu faço no corpo não afeta a alma! – o dualismo filosófico grego. • A carne é má, o espírito é bom • Paulo lembra que o nosso corpo é habitação do Espírito Santo – 6:19 • Código de ética cristã – nem tudo que é lícito, convém – 6:12
  17. 17. 5. IRREVERÊNCIA NA CEIA • A ceia do Senhor estava sendo deturpada com atitudes mundanas; • As divisões da igreja eram também sociais – um comia muito e outro passava fome; • Bêbados na ceia – 11:21 • Paulo afirma: Não é a ceia do Senhor que comeis – 11:20 • Condena a irreverência e dá instruções de como deveriam se portar – 11:23-33
  18. 18. 6. MAU USO DOS DONS ESPIRITUAIS • O Partido “de Cristo”, se diziam os mais espirituais, eram os que mais davam trabalho; • Com todos estes problemas espirituais e julgando falar em línguas estranhas, • Desprezavam a fé comum e buscavam as coisas extraordinárias • Desprezavam a Paulo como não tendo o “Poder do Espírito” e exaltavam certos “mestres” fazedores de milagres • Paulo manda que eles buscassem os melhores dons e os classifica assim: 12:28 – profetas, mestres, operadores de milagres, dons de curar, socorros, governos, línguas...
  19. 19. 7. DESORDEM NO CULTO • • • • O culto na igreja era uma desordem Confusão de dons no culto e disputa de prioridade Ignorância espiritual de como cultuar a Deus Os incrédulos estavam rindo da igreja e parando para assistir o espetáculo; 14:23 • Paulo ensina que a adoração e a vida do crente deve ser com ordem e decência – 14:40 • O Amor deve permear todos os dons – 13 • O amor nos faz servos uns dos outros e não senhores sobre os outros
  20. 20. 8. Dúvidas sobre a ressurreição • Cap.15 – Um resumo da fé cristã • Cristo morreu pelos nossos pecados, foi sepultado e ressuscitou, segundo as Escrituras (ênfase na palavra e não nas revelações); • “Se Cristo não ressuscitou é vã a nossa pregação e vã a nossa fé” – 15:14 • Nós também ressuscitaremos segundo o modelo de Cristo • Cristo venceu nosso ultimo inimigo – a morte
  21. 21. CONCLUSÃO DA CARTA • Paulo encerra a carta justificando a oferta aos pobres da Judéia; • Timóteo iria levar a carta e devia ser recebido na igreja “sem receio” (16:10 • Faz suas saudações finais e dá notícias dos irmãos da Ásia • Encerra com a Bênção apostólica
  22. 22. Conclusão I Coríntios Prática cristã - Esta carta nos leva a pensar no desafio que há em se viver a vida cristã numa cidade grande, cosmopolita, pagã, aberta a todo o tipo de vícios e pecados da carne, onde é difícil você fazer qualquer coisa (por mais simples que seja) sem ser confrontado em sua fé (os crentes de Corinto tinham dificuldade até para comprar carne, devido à idolatria da cidade!).
  23. 23. 1ª. CARTA AOS CORÍNTIOS JESUS: Esta epístola nos apresenta o Senhor Jesus como a loucura mais sábia que existe! Ele á a nossa "sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção" (1.30); o único em quem nos devemos gloriar (1.31).

×