SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE PORTUGUÊS
Nome: _________________________________nº______
Série: 1º ___ Data: __________ Nota:_________
Professora: Edilene A.Silva
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15
Soneto
Luís de Camões
Busque Amor novas artes, novo engenho,
Para matar-me, e novas esquivanças;
Que não pode tirar-me as esperanças,
Que mal me tirará o que eu não tenho.
Olhai de que esperanças me mantenho!
Vede que perigosas seguranças!
Que não temo contrastes nem mudanças,
Andando em bravo mar, perdido o lenho.
Mas, conquanto não podehaver desgosto
Onde esperança falta, lá me esconde
Amor um mal, que me mata e não se vê;
Que dias há que na alma me tem posto
Um não sei quê, que nasce não sei onde,
Vem não sei como, e dói não sei por quê.
01. Segundo os versos do poema, o eu lírico
a) está à procura do Amor.
b) está amando e cheio de esperanças.
c) está seguro devido ao Amor.
d) está semesperança.
02. Ao se dirigir ao Amor, na primeira estrofe, percebe-se por
parte do eu lírico um tom de
a) súplica b) desafio c) ameaça d) euforia
03. Por que o eu lírico não teme as novas artes do Amor?
a) Porque o eu lírico não possuimais esse sentimento.
b) Porque onde falta esperança não há desgosto.
c) Porque a esperança que ele tem o faz sentir mais seguro.
d) Porque ele não teme nada, nem os perigos de um mar bravo.
04. Apresenta uma contradição a justaposição dos termos da
expressão
a) novo engenho b) bravo mar c) perigosas seguranças d)
novas artes
05. “Busque Amor novas artes,novo engenho”, o termo em
destaque temo sentido de
a) artimanha b) trabalho c) objetivo d)
solução
06. De acordo com o eu lírico do texto, o Amor gera
a) segurança b) esperança c) sofrimento d)
dúvidas
07. “Amor um mal, que me mata e não se vê;” o verso sugere
que o Amor é
a) indefinido b) misterioso c) passageiro
d) intransigente
08. A última estrofe revela que
a) o eu lírico realmente é imune as artes do Amor.
b) o eu lírico busca descobrir as razões do Amor.
c) o Amor ainda consegue atingir o eu lírico.
d) o Amor abandona o destemido eu lírico.
09. (UFSCar-2003) A questão seguinte baseia-se no poema
épico Os Lusíadas, de Luís Vaz de Camões, do qual se
reproduzem, a seguir, três estrofes.
Mas um velho, de aspeito venerando, (= aspecto)
Que ficava nas praias, entre a gente,
Postos em nós os olhos, meneando
Três vezes a cabeça, descontente,
A voz pesada um pouco alevantando,
Que nós no mar ouvimos claramente,
C’um saber só de experiências feito,
Tais palavras tirou do experto peito:
“Ó glória de mandar, ó vã cobiça
Desta vaidade a quem chamamos Fama!
Ó fraudulento gosto, que se atiça
C’uma aura popular, que honra se chama!
Que castigo tamanho e que justiça
Fazes no peito vão que muito te ama!
Que mortes, que perigos, que tormentas,
Que crueldades neles experimentas!
Dura inquietação d’alma e da vida
Fonte de desamparos e adultérios,
Sagaz consumidora conhecida
De fazendas, de reinos e de impérios!
Chamam-te ilustre, chamam-te subida,
Sendo digna de infames vitupérios;
Chamam-te Fama e Glória soberana,
Nomes com quem se o povo néscio engana.”
Os versos de Camões foram retirados da passagemconhecida
como O Velho do Restelo. Nela, o velho
a) abençoa os marinheiros portugueses que vão atravessaros
mares à procura de uma vida melhor.
b) critica as navegações portuguesas porconsiderarque elas se
baseiam na cobiça e busca de fama.
c) emociona-se com a saída dos portugueses que vão atravessar
os mares até chegar às Índias.
d) destrata os marinheiros por não o terem convidado a
participar de tão importante empresa.
e) adverte os marinheiros portugueses dos perigos que eles
podem encontrarpara buscarfama em outras terras.
10. Assinale a incorreta sobre Camões:
a) Sua obra compreende os gêneros épico, lírico e dramático.
b) A lírica de Camões permaneceu praticamente inédita. Sua
primeira compilação e póstumas,datada de 1595, e organizada
sob o título de As Rimas de Luis de Camões, por Fernão
Rodrigues Lobo Soropita.
c) Sua lírica compõe-se exclusivamente de redondilhas e
sonetos.
d) Apesar de localizada no período clássico-renascentista,a
obra de citações barrocas.
e) Representa a amadurecimento de língua portuguesa,sua
estabilização e a maior manifestação de sua excelência literária.
11. Assinale a alternativa que completa corretamente a
afirmação seguinte:
O movimento desenvolveu-se no apogeu político de Portugal; consiste
numa concepção artística baseada na imitação dos modelos clássicos
gregos e latinos. Nele, o pensamento lógico predomina sobre a
emoção, e a estruturada composição poéticaobedece a formas fixas,
com a introdução da medida nova, que convive com a medida velha
das formas tradicionais.
Trata-sedo:
a) Modernismo.
b) Barroco.
c) Romantismo.
d) Classicismo.
e) Realismo.
12. Observe a tirinha Calvin e Haroldo, de Bill Watterson,e
responda à questão:
A incoerência na fala de Calvin sobre a TV pode ser explicada
através da seguinte figura de linguagem:
a) Eufemismo.
b) Hipérbole.
c) Paradoxo.
d) Ironia.
e) Personificação
13. Leia o texto:
Oito Anos
“Por que você é Flamengo
E meu pai Botafogo
O que significa
"Impávido colosso"?
Por que os ossos doem
enquanto a gente dorme
Por que os dentes caem
Por onde os filhos saem
Por que os dedos murcham
quando estou no banho
Por que as ruas enchem
quando está chovendo
Quanto é mil trilhões
vezes infinito
Quem é Jesus Cristo
Onde estão meus primos
Well, well, well Gabriel (...)”.
(Paula Toller/Dunga. CD Partimpim, deAdrianaCalcanhoto,São Paulo,
2004)
Julgue as seguintes proposições:
I. Pode-se dizer que se trata de um conjunto de frases
interrogativas sem ligação entre si, configurando então um texto
desprovido de coerência.
II. Embora o texto apresente uma série de interrogações
aparentemente sem ligação entre si, existem nele elementos
linguísticos que nos permitem construir a coerência textual.
III. A letra da canção é constituída por uma “lista” das
perguntas que um filho faz para a mãe, e a sequenciação de
perguntas aparentemente desconexas, na verdade, explicita o
grande número de questionamentos que povoamo imaginário
infantil.
IV. A ausência de elementos sintáticos,como conectivos,
prejudica a construção de sentidos do texto.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas II e III estão corretas.
c) Apenas I e IV estão corretas.
d) Apenas I e III estão corretas.
e) I, III e IV estão corretas.
14. Indique as relações semânticas estabelecidas pelos
conectivos em destaque:
I. Como a chuva estava muito forte, não foi possívelcontinuar
o show.
II. Eu não conseguiapresentaro trabalho porque estava muito
nervosa!
III. Os manifestantes terão suas reivindicações
atendidas,exceto se usarem de violência.
IV. Estava doente, mas foi trabalhar.
V. Os brasileiros são tão trabalhadores quanto os norte-
americanos.
a) causa,causa,condição, oposição,comparação.
b) comparação, condição,finalidade, oposição,tempo.
c) causa,causa,conformidade, oposição,condição.
d) finalidade, comparação, tempo, condição,causa.
e) causa,causa,condição, condição, causa.
15.
O cartum Vida de Passarinho,do cartunista Caulos, estabelece
um interessante diálogo com um famoso texto-fonte de nossa
literatura. Assinale a alternativa que cita esse texto-fonte:
a) Canção do exílio, de Gonçalves Dias.
b) Erro de português,de Oswald de Andrade.
c) No meio do caminho,de Carlos Drummond de Andrade.
e) Não há vagas, de Ferreira Gullar.
d) José, de Carlos Drummond de Andrade.
Um ladrão roubaum tesouro, mas nãofurta a inteligência. Umacrise destrói
uma herança, mas não umaprofissão. Não importa se você nãotem dinheiro,
você é uma pessoa rica,pois possui o maior de todos os capitais: a sua
inteligência. Invista nela. Estude!
Gabarito: 01. d 02. b 03. b 04. c 05. a 06. c 07. b 08. c
09. b 10. c 11. d 12. d 13b 14. a 15 c

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 123-124
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 123-124Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 123-124
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 123-124luisprista
 
Gabarito 1o. bim português ii
Gabarito 1o. bim   português iiGabarito 1o. bim   português ii
Gabarito 1o. bim português iiLigia Amaral
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 140
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 140Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 140
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 140luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 rApresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 rluisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 66 (e 66 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 66 (e 66 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 66 (e 66 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 66 (e 66 r)luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 153-153 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 153-153 rApresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 153-153 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 153-153 rluisprista
 
Sequência Didática Produção de Texto
Sequência Didática Produção de TextoSequência Didática Produção de Texto
Sequência Didática Produção de TextoMaria Cristina
 
Espumas flutuantes, de castro alves
Espumas flutuantes, de castro alvesEspumas flutuantes, de castro alves
Espumas flutuantes, de castro alvesma.no.el.ne.ves
 
A poesia de castro alves
A poesia de castro alvesA poesia de castro alves
A poesia de castro alvesma.no.el.ne.ves
 
Questões sobre canção do africano
Questões sobre canção do africanoQuestões sobre canção do africano
Questões sobre canção do africanoma.no.el.ne.ves
 
Análise de transpaixão, de waldo motta
Análise de transpaixão, de waldo mottaAnálise de transpaixão, de waldo motta
Análise de transpaixão, de waldo mottama.no.el.ne.ves
 
Questões fechadas sobre espumas flutuantes
Questões fechadas sobre espumas flutuantesQuestões fechadas sobre espumas flutuantes
Questões fechadas sobre espumas flutuantesma.no.el.ne.ves
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 118-118 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 118-118 rApresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 118-118 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 118-118 rluisprista
 
Lp e literatura brasileira
Lp e literatura brasileiraLp e literatura brasileira
Lp e literatura brasileiracavip
 

Mais procurados (20)

Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 123-124
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 123-124Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 123-124
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 123-124
 
Gabarito 1o. bim português ii
Gabarito 1o. bim   português iiGabarito 1o. bim   português ii
Gabarito 1o. bim português ii
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 140
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 140Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 140
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 140
 
O navio negreiro
O navio negreiro  O navio negreiro
O navio negreiro
 
Gil vicente aula
Gil vicente aulaGil vicente aula
Gil vicente aula
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 rApresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 r
 
Questões de portugues
Questões de portuguesQuestões de portugues
Questões de portugues
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 66 (e 66 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 66 (e 66 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 66 (e 66 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 66 (e 66 r)
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 153-153 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 153-153 rApresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 153-153 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 153-153 r
 
Sequência Didática Produção de Texto
Sequência Didática Produção de TextoSequência Didática Produção de Texto
Sequência Didática Produção de Texto
 
Simulado de literatura
Simulado de literaturaSimulado de literatura
Simulado de literatura
 
Espumas flutuantes, de castro alves
Espumas flutuantes, de castro alvesEspumas flutuantes, de castro alves
Espumas flutuantes, de castro alves
 
Simulado lit-prise 2.1 ok
Simulado lit-prise 2.1 okSimulado lit-prise 2.1 ok
Simulado lit-prise 2.1 ok
 
A poesia de castro alves
A poesia de castro alvesA poesia de castro alves
A poesia de castro alves
 
Questões sobre canção do africano
Questões sobre canção do africanoQuestões sobre canção do africano
Questões sobre canção do africano
 
Análise de transpaixão, de waldo motta
Análise de transpaixão, de waldo mottaAnálise de transpaixão, de waldo motta
Análise de transpaixão, de waldo motta
 
Questões fechadas sobre espumas flutuantes
Questões fechadas sobre espumas flutuantesQuestões fechadas sobre espumas flutuantes
Questões fechadas sobre espumas flutuantes
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 118-118 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 118-118 rApresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 118-118 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 118-118 r
 
03i1pdf
03i1pdf03i1pdf
03i1pdf
 
Lp e literatura brasileira
Lp e literatura brasileiraLp e literatura brasileira
Lp e literatura brasileira
 

Destaque

Cruzadinha profissões em inglês
Cruzadinha profissões em inglêsCruzadinha profissões em inglês
Cruzadinha profissões em inglêsEdilene Aparecida
 
My life is brilliant - música para trabalhar vocabulário em inglês
My life is brilliant - música para trabalhar vocabulário em inglêsMy life is brilliant - música para trabalhar vocabulário em inglês
My life is brilliant - música para trabalhar vocabulário em inglêsEdilene Aparecida
 
Avaliação de inglês simple past tense eja
Avaliação de inglês simple past tense ejaAvaliação de inglês simple past tense eja
Avaliação de inglês simple past tense ejaEdilene Aparecida
 
Gabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
Gabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerênciaGabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
Gabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerênciaRoberto Luiz
 
Avaliação bimestral de língua inglesa 7 ano
Avaliação bimestral de língua inglesa 7 ano Avaliação bimestral de língua inglesa 7 ano
Avaliação bimestral de língua inglesa 7 ano Edilene Aparecida
 
Lesson plan present simple tense
Lesson plan present simple tense Lesson plan present simple tense
Lesson plan present simple tense Xenni Dil Muhammad
 
Present simple explanation + exercises
Present simple explanation + exercisesPresent simple explanation + exercises
Present simple explanation + exercisesTeba Hernández
 
Simple present tense
Simple present tenseSimple present tense
Simple present tensemilyrichi
 
Simple present tense
Simple present tenseSimple present tense
Simple present tenseiraidahj
 

Destaque (18)

Cruzadinha profissões em inglês
Cruzadinha profissões em inglêsCruzadinha profissões em inglês
Cruzadinha profissões em inglês
 
Caça palavras com leitura
Caça palavras com leitura Caça palavras com leitura
Caça palavras com leitura
 
Caça palavras em ingles
Caça palavras em inglesCaça palavras em ingles
Caça palavras em ingles
 
My life is brilliant - música para trabalhar vocabulário em inglês
My life is brilliant - música para trabalhar vocabulário em inglêsMy life is brilliant - música para trabalhar vocabulário em inglês
My life is brilliant - música para trabalhar vocabulário em inglês
 
Avaliação de inglês simple past tense eja
Avaliação de inglês simple past tense ejaAvaliação de inglês simple past tense eja
Avaliação de inglês simple past tense eja
 
Cruzadinha números inglês
Cruzadinha números inglêsCruzadinha números inglês
Cruzadinha números inglês
 
Gabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
Gabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerênciaGabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
Gabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
 
Avaliação bimestral de língua inglesa 7 ano
Avaliação bimestral de língua inglesa 7 ano Avaliação bimestral de língua inglesa 7 ano
Avaliação bimestral de língua inglesa 7 ano
 
Endechas a bárbara
Endechas a bárbaraEndechas a bárbara
Endechas a bárbara
 
Simple Present Tense
Simple Present TenseSimple Present Tense
Simple Present Tense
 
Estatuto da criança eca (1)
Estatuto da criança eca (1)Estatuto da criança eca (1)
Estatuto da criança eca (1)
 
Present simple Tense
Present simple TensePresent simple Tense
Present simple Tense
 
simple present tense
simple present tensesimple present tense
simple present tense
 
Lesson plan present simple tense
Lesson plan present simple tense Lesson plan present simple tense
Lesson plan present simple tense
 
Present simple explanation + exercises
Present simple explanation + exercisesPresent simple explanation + exercises
Present simple explanation + exercises
 
Simple present tense
Simple present tenseSimple present tense
Simple present tense
 
Exercicios muito bons de ingles 1
Exercicios muito bons de ingles 1Exercicios muito bons de ingles 1
Exercicios muito bons de ingles 1
 
Simple present tense
Simple present tenseSimple present tense
Simple present tense
 

Semelhante a Avaliação 1 ano 3 bimest re de português

linguagens para o enem n 3
   linguagens para o  enem n  3   linguagens para o  enem n  3
linguagens para o enem n 3PATRICIA VIANA
 
Avaliação 1 ano ENSINO MÉDIO 3 BIM
Avaliação 1 ano ENSINO MÉDIO 3 BIMAvaliação 1 ano ENSINO MÉDIO 3 BIM
Avaliação 1 ano ENSINO MÉDIO 3 BIMEdilene Aparecida
 
Banco de questões e soluções de língua portuguesa
Banco de questões e soluções de língua portuguesaBanco de questões e soluções de língua portuguesa
Banco de questões e soluções de língua portuguesaotsciepalexandrecarvalho
 
Caderno de atividades das leituras do vestibular
Caderno de atividades das leituras do vestibularCaderno de atividades das leituras do vestibular
Caderno de atividades das leituras do vestibularpibidletrasifpa
 
Exercícios comentados de interpretação textual
Exercícios comentados de interpretação textualExercícios comentados de interpretação textual
Exercícios comentados de interpretação textualSeduc/AM
 
Prova internet-pssi-2004
Prova internet-pssi-2004Prova internet-pssi-2004
Prova internet-pssi-2004Lucas Ferreira
 
Realismo e naturalismo
Realismo e naturalismoRealismo e naturalismo
Realismo e naturalismoLuizBraz9
 
Prova internet-pssii-2005
Prova internet-pssii-2005Prova internet-pssii-2005
Prova internet-pssii-2005Lucas Ferreira
 
Prova - Simulado Alvaro Gaudêncio
Prova - Simulado Alvaro Gaudêncio  Prova - Simulado Alvaro Gaudêncio
Prova - Simulado Alvaro Gaudêncio Lenivaldo Costa
 
Questões de Literatura - ENEM 2010
Questões de Literatura - ENEM 2010Questões de Literatura - ENEM 2010
Questões de Literatura - ENEM 2010Evaí Oliveira
 
Prova internet-pss-i-2010
Prova internet-pss-i-2010Prova internet-pss-i-2010
Prova internet-pss-i-2010Lucas Ferreira
 
371512302-Palavras-10-Testes.doc
371512302-Palavras-10-Testes.doc371512302-Palavras-10-Testes.doc
371512302-Palavras-10-Testes.docAngelaRamos98
 

Semelhante a Avaliação 1 ano 3 bimest re de português (20)

Revisão (ii)
Revisão (ii)Revisão (ii)
Revisão (ii)
 
linguagens para o enem n 3
   linguagens para o  enem n  3   linguagens para o  enem n  3
linguagens para o enem n 3
 
Avaliação 1 ano ENSINO MÉDIO 3 BIM
Avaliação 1 ano ENSINO MÉDIO 3 BIMAvaliação 1 ano ENSINO MÉDIO 3 BIM
Avaliação 1 ano ENSINO MÉDIO 3 BIM
 
Banco de questões e soluções de língua portuguesa
Banco de questões e soluções de língua portuguesaBanco de questões e soluções de língua portuguesa
Banco de questões e soluções de língua portuguesa
 
Lingua Portuguesa
Lingua PortuguesaLingua Portuguesa
Lingua Portuguesa
 
Caderno de atividades das leituras do vestibular
Caderno de atividades das leituras do vestibularCaderno de atividades das leituras do vestibular
Caderno de atividades das leituras do vestibular
 
Provão 8° ano 1ºsem2016
Provão 8° ano 1ºsem2016Provão 8° ano 1ºsem2016
Provão 8° ano 1ºsem2016
 
Enem literatura
Enem  literaturaEnem  literatura
Enem literatura
 
Exercícios comentados de interpretação textual
Exercícios comentados de interpretação textualExercícios comentados de interpretação textual
Exercícios comentados de interpretação textual
 
Revisão enem
Revisão enemRevisão enem
Revisão enem
 
Prova internet-pssi-2004
Prova internet-pssi-2004Prova internet-pssi-2004
Prova internet-pssi-2004
 
Realismo e naturalismo
Realismo e naturalismoRealismo e naturalismo
Realismo e naturalismo
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
1º literatura
1º literatura1º literatura
1º literatura
 
Prova internet-pssii-2005
Prova internet-pssii-2005Prova internet-pssii-2005
Prova internet-pssii-2005
 
Prova - Simulado Alvaro Gaudêncio
Prova - Simulado Alvaro Gaudêncio  Prova - Simulado Alvaro Gaudêncio
Prova - Simulado Alvaro Gaudêncio
 
Questões de Literatura - ENEM 2010
Questões de Literatura - ENEM 2010Questões de Literatura - ENEM 2010
Questões de Literatura - ENEM 2010
 
Prova internet-pss-i-2010
Prova internet-pss-i-2010Prova internet-pss-i-2010
Prova internet-pss-i-2010
 
371512302-Palavras-10-Testes.doc
371512302-Palavras-10-Testes.doc371512302-Palavras-10-Testes.doc
371512302-Palavras-10-Testes.doc
 
1º ano a e b
1º ano a e b1º ano a e b
1º ano a e b
 

Mais de Edilene Aparecida

SIMULADO 6º ano manhã tarde.docx
SIMULADO 6º ano manhã tarde.docxSIMULADO 6º ano manhã tarde.docx
SIMULADO 6º ano manhã tarde.docxEdilene Aparecida
 
SIMULADO PARA 7º ANO PORTUGUES.docx
SIMULADO PARA 7º ANO PORTUGUES.docxSIMULADO PARA 7º ANO PORTUGUES.docx
SIMULADO PARA 7º ANO PORTUGUES.docxEdilene Aparecida
 
SIMULADO INGLES 6º, 7º, 8º.docx
SIMULADO INGLES 6º, 7º, 8º.docxSIMULADO INGLES 6º, 7º, 8º.docx
SIMULADO INGLES 6º, 7º, 8º.docxEdilene Aparecida
 
Notebook Cover Coloring Sheet.docx
Notebook Cover Coloring Sheet.docxNotebook Cover Coloring Sheet.docx
Notebook Cover Coloring Sheet.docxEdilene Aparecida
 
AVALIAÇÃO DE INGLÊS - 3º BIMESTRE (9º ANO).doc
AVALIAÇÃO DE INGLÊS - 3º BIMESTRE (9º ANO).docAVALIAÇÃO DE INGLÊS - 3º BIMESTRE (9º ANO).doc
AVALIAÇÃO DE INGLÊS - 3º BIMESTRE (9º ANO).docEdilene Aparecida
 
avaliação de ingles 4 bimestre 8 ano.docx
avaliação de ingles 4 bimestre 8 ano.docxavaliação de ingles 4 bimestre 8 ano.docx
avaliação de ingles 4 bimestre 8 ano.docxEdilene Aparecida
 
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 8º ANO inglês.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 8º ANO inglês.docxPLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 8º ANO inglês.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 8º ANO inglês.docxEdilene Aparecida
 
Correção de atividades 7 º ano página 82.pptx
Correção de atividades 7 º ano página 82.pptxCorreção de atividades 7 º ano página 82.pptx
Correção de atividades 7 º ano página 82.pptxEdilene Aparecida
 
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 9 º ANO inglês.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 9 º ANO inglês.docxPLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 9 º ANO inglês.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 9 º ANO inglês.docxEdilene Aparecida
 
interpretação - acolhimento.docx
interpretação - acolhimento.docxinterpretação - acolhimento.docx
interpretação - acolhimento.docxEdilene Aparecida
 
AVALIAÇÃO DE PORTUGUÊS - 3 BIMESTRE 7º ANO.docx
AVALIAÇÃO DE PORTUGUÊS - 3 BIMESTRE 7º ANO.docxAVALIAÇÃO DE PORTUGUÊS - 3 BIMESTRE 7º ANO.docx
AVALIAÇÃO DE PORTUGUÊS - 3 BIMESTRE 7º ANO.docxEdilene Aparecida
 
PLANO DE CURSO - CURRÍCULO REFERÊNCIA DE MINAS GERAIS - LINGUA INGLESA.docx
PLANO DE CURSO  -  CURRÍCULO REFERÊNCIA DE MINAS GERAIS  -  LINGUA INGLESA.docxPLANO DE CURSO  -  CURRÍCULO REFERÊNCIA DE MINAS GERAIS  -  LINGUA INGLESA.docx
PLANO DE CURSO - CURRÍCULO REFERÊNCIA DE MINAS GERAIS - LINGUA INGLESA.docxEdilene Aparecida
 
prova de português 4 bimestre 6 ano.pdf
prova de português 4 bimestre 6 ano.pdfprova de português 4 bimestre 6 ano.pdf
prova de português 4 bimestre 6 ano.pdfEdilene Aparecida
 
prova portugues 6 ano verso.doc
prova portugues  6 ano verso.docprova portugues  6 ano verso.doc
prova portugues 6 ano verso.docEdilene Aparecida
 
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 7 º ANO inglês.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 7 º ANO inglês.docxPLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 7 º ANO inglês.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 7 º ANO inglês.docxEdilene Aparecida
 
prova de portugues - frente.docx
prova de portugues - frente.docxprova de portugues - frente.docx
prova de portugues - frente.docxEdilene Aparecida
 
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 6º ANO.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 6º ANO.docxPLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 6º ANO.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 6º ANO.docxEdilene Aparecida
 

Mais de Edilene Aparecida (20)

SIMULADO 6º ano manhã tarde.docx
SIMULADO 6º ano manhã tarde.docxSIMULADO 6º ano manhã tarde.docx
SIMULADO 6º ano manhã tarde.docx
 
SIMULADO PARA 7º ANO PORTUGUES.docx
SIMULADO PARA 7º ANO PORTUGUES.docxSIMULADO PARA 7º ANO PORTUGUES.docx
SIMULADO PARA 7º ANO PORTUGUES.docx
 
SIMULADO INGLES 6º, 7º, 8º.docx
SIMULADO INGLES 6º, 7º, 8º.docxSIMULADO INGLES 6º, 7º, 8º.docx
SIMULADO INGLES 6º, 7º, 8º.docx
 
Notebook Cover Coloring Sheet.docx
Notebook Cover Coloring Sheet.docxNotebook Cover Coloring Sheet.docx
Notebook Cover Coloring Sheet.docx
 
AVALIAÇÃO DE INGLÊS - 3º BIMESTRE (9º ANO).doc
AVALIAÇÃO DE INGLÊS - 3º BIMESTRE (9º ANO).docAVALIAÇÃO DE INGLÊS - 3º BIMESTRE (9º ANO).doc
AVALIAÇÃO DE INGLÊS - 3º BIMESTRE (9º ANO).doc
 
capas geovana.docx
capas geovana.docxcapas geovana.docx
capas geovana.docx
 
avaliação de ingles 4 bimestre 8 ano.docx
avaliação de ingles 4 bimestre 8 ano.docxavaliação de ingles 4 bimestre 8 ano.docx
avaliação de ingles 4 bimestre 8 ano.docx
 
capas luísa.docx
capas luísa.docxcapas luísa.docx
capas luísa.docx
 
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 8º ANO inglês.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 8º ANO inglês.docxPLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 8º ANO inglês.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 8º ANO inglês.docx
 
Correção de atividades 7 º ano página 82.pptx
Correção de atividades 7 º ano página 82.pptxCorreção de atividades 7 º ano página 82.pptx
Correção de atividades 7 º ano página 82.pptx
 
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 9 º ANO inglês.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 9 º ANO inglês.docxPLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 9 º ANO inglês.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 9 º ANO inglês.docx
 
interpretação - acolhimento.docx
interpretação - acolhimento.docxinterpretação - acolhimento.docx
interpretação - acolhimento.docx
 
AVALIAÇÃO DE PORTUGUÊS - 3 BIMESTRE 7º ANO.docx
AVALIAÇÃO DE PORTUGUÊS - 3 BIMESTRE 7º ANO.docxAVALIAÇÃO DE PORTUGUÊS - 3 BIMESTRE 7º ANO.docx
AVALIAÇÃO DE PORTUGUÊS - 3 BIMESTRE 7º ANO.docx
 
PLANO DE CURSO - CURRÍCULO REFERÊNCIA DE MINAS GERAIS - LINGUA INGLESA.docx
PLANO DE CURSO  -  CURRÍCULO REFERÊNCIA DE MINAS GERAIS  -  LINGUA INGLESA.docxPLANO DE CURSO  -  CURRÍCULO REFERÊNCIA DE MINAS GERAIS  -  LINGUA INGLESA.docx
PLANO DE CURSO - CURRÍCULO REFERÊNCIA DE MINAS GERAIS - LINGUA INGLESA.docx
 
prova de português 4 bimestre 6 ano.pdf
prova de português 4 bimestre 6 ano.pdfprova de português 4 bimestre 6 ano.pdf
prova de português 4 bimestre 6 ano.pdf
 
prova portugues 6 ano verso.doc
prova portugues  6 ano verso.docprova portugues  6 ano verso.doc
prova portugues 6 ano verso.doc
 
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 7 º ANO inglês.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 7 º ANO inglês.docxPLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 7 º ANO inglês.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 7 º ANO inglês.docx
 
prova de portugues - frente.docx
prova de portugues - frente.docxprova de portugues - frente.docx
prova de portugues - frente.docx
 
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 6º ANO.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 6º ANO.docxPLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 6º ANO.docx
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 6º ANO.docx
 
Projeto de Monitoria.docx
Projeto de Monitoria.docxProjeto de Monitoria.docx
Projeto de Monitoria.docx
 

Último

TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 

Último (20)

TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 

Avaliação 1 ano 3 bimest re de português

  • 1. AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE PORTUGUÊS Nome: _________________________________nº______ Série: 1º ___ Data: __________ Nota:_________ Professora: Edilene A.Silva 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 Soneto Luís de Camões Busque Amor novas artes, novo engenho, Para matar-me, e novas esquivanças; Que não pode tirar-me as esperanças, Que mal me tirará o que eu não tenho. Olhai de que esperanças me mantenho! Vede que perigosas seguranças! Que não temo contrastes nem mudanças, Andando em bravo mar, perdido o lenho. Mas, conquanto não podehaver desgosto Onde esperança falta, lá me esconde Amor um mal, que me mata e não se vê; Que dias há que na alma me tem posto Um não sei quê, que nasce não sei onde, Vem não sei como, e dói não sei por quê. 01. Segundo os versos do poema, o eu lírico a) está à procura do Amor. b) está amando e cheio de esperanças. c) está seguro devido ao Amor. d) está semesperança. 02. Ao se dirigir ao Amor, na primeira estrofe, percebe-se por parte do eu lírico um tom de a) súplica b) desafio c) ameaça d) euforia 03. Por que o eu lírico não teme as novas artes do Amor? a) Porque o eu lírico não possuimais esse sentimento. b) Porque onde falta esperança não há desgosto. c) Porque a esperança que ele tem o faz sentir mais seguro. d) Porque ele não teme nada, nem os perigos de um mar bravo. 04. Apresenta uma contradição a justaposição dos termos da expressão a) novo engenho b) bravo mar c) perigosas seguranças d) novas artes 05. “Busque Amor novas artes,novo engenho”, o termo em destaque temo sentido de a) artimanha b) trabalho c) objetivo d) solução 06. De acordo com o eu lírico do texto, o Amor gera a) segurança b) esperança c) sofrimento d) dúvidas 07. “Amor um mal, que me mata e não se vê;” o verso sugere que o Amor é a) indefinido b) misterioso c) passageiro d) intransigente 08. A última estrofe revela que a) o eu lírico realmente é imune as artes do Amor. b) o eu lírico busca descobrir as razões do Amor. c) o Amor ainda consegue atingir o eu lírico. d) o Amor abandona o destemido eu lírico. 09. (UFSCar-2003) A questão seguinte baseia-se no poema épico Os Lusíadas, de Luís Vaz de Camões, do qual se reproduzem, a seguir, três estrofes. Mas um velho, de aspeito venerando, (= aspecto) Que ficava nas praias, entre a gente, Postos em nós os olhos, meneando Três vezes a cabeça, descontente, A voz pesada um pouco alevantando, Que nós no mar ouvimos claramente, C’um saber só de experiências feito, Tais palavras tirou do experto peito: “Ó glória de mandar, ó vã cobiça Desta vaidade a quem chamamos Fama! Ó fraudulento gosto, que se atiça C’uma aura popular, que honra se chama! Que castigo tamanho e que justiça Fazes no peito vão que muito te ama! Que mortes, que perigos, que tormentas, Que crueldades neles experimentas! Dura inquietação d’alma e da vida Fonte de desamparos e adultérios, Sagaz consumidora conhecida De fazendas, de reinos e de impérios! Chamam-te ilustre, chamam-te subida, Sendo digna de infames vitupérios; Chamam-te Fama e Glória soberana, Nomes com quem se o povo néscio engana.” Os versos de Camões foram retirados da passagemconhecida como O Velho do Restelo. Nela, o velho a) abençoa os marinheiros portugueses que vão atravessaros mares à procura de uma vida melhor. b) critica as navegações portuguesas porconsiderarque elas se baseiam na cobiça e busca de fama. c) emociona-se com a saída dos portugueses que vão atravessar os mares até chegar às Índias. d) destrata os marinheiros por não o terem convidado a participar de tão importante empresa. e) adverte os marinheiros portugueses dos perigos que eles podem encontrarpara buscarfama em outras terras. 10. Assinale a incorreta sobre Camões: a) Sua obra compreende os gêneros épico, lírico e dramático. b) A lírica de Camões permaneceu praticamente inédita. Sua primeira compilação e póstumas,datada de 1595, e organizada sob o título de As Rimas de Luis de Camões, por Fernão Rodrigues Lobo Soropita. c) Sua lírica compõe-se exclusivamente de redondilhas e sonetos. d) Apesar de localizada no período clássico-renascentista,a obra de citações barrocas. e) Representa a amadurecimento de língua portuguesa,sua estabilização e a maior manifestação de sua excelência literária.
  • 2. 11. Assinale a alternativa que completa corretamente a afirmação seguinte: O movimento desenvolveu-se no apogeu político de Portugal; consiste numa concepção artística baseada na imitação dos modelos clássicos gregos e latinos. Nele, o pensamento lógico predomina sobre a emoção, e a estruturada composição poéticaobedece a formas fixas, com a introdução da medida nova, que convive com a medida velha das formas tradicionais. Trata-sedo: a) Modernismo. b) Barroco. c) Romantismo. d) Classicismo. e) Realismo. 12. Observe a tirinha Calvin e Haroldo, de Bill Watterson,e responda à questão: A incoerência na fala de Calvin sobre a TV pode ser explicada através da seguinte figura de linguagem: a) Eufemismo. b) Hipérbole. c) Paradoxo. d) Ironia. e) Personificação 13. Leia o texto: Oito Anos “Por que você é Flamengo E meu pai Botafogo O que significa "Impávido colosso"? Por que os ossos doem enquanto a gente dorme Por que os dentes caem Por onde os filhos saem Por que os dedos murcham quando estou no banho Por que as ruas enchem quando está chovendo Quanto é mil trilhões vezes infinito Quem é Jesus Cristo Onde estão meus primos Well, well, well Gabriel (...)”. (Paula Toller/Dunga. CD Partimpim, deAdrianaCalcanhoto,São Paulo, 2004) Julgue as seguintes proposições: I. Pode-se dizer que se trata de um conjunto de frases interrogativas sem ligação entre si, configurando então um texto desprovido de coerência. II. Embora o texto apresente uma série de interrogações aparentemente sem ligação entre si, existem nele elementos linguísticos que nos permitem construir a coerência textual. III. A letra da canção é constituída por uma “lista” das perguntas que um filho faz para a mãe, e a sequenciação de perguntas aparentemente desconexas, na verdade, explicita o grande número de questionamentos que povoamo imaginário infantil. IV. A ausência de elementos sintáticos,como conectivos, prejudica a construção de sentidos do texto. a) Todas estão corretas. b) Apenas II e III estão corretas. c) Apenas I e IV estão corretas. d) Apenas I e III estão corretas. e) I, III e IV estão corretas. 14. Indique as relações semânticas estabelecidas pelos conectivos em destaque: I. Como a chuva estava muito forte, não foi possívelcontinuar o show. II. Eu não conseguiapresentaro trabalho porque estava muito nervosa! III. Os manifestantes terão suas reivindicações atendidas,exceto se usarem de violência. IV. Estava doente, mas foi trabalhar. V. Os brasileiros são tão trabalhadores quanto os norte- americanos. a) causa,causa,condição, oposição,comparação. b) comparação, condição,finalidade, oposição,tempo. c) causa,causa,conformidade, oposição,condição. d) finalidade, comparação, tempo, condição,causa. e) causa,causa,condição, condição, causa. 15. O cartum Vida de Passarinho,do cartunista Caulos, estabelece um interessante diálogo com um famoso texto-fonte de nossa literatura. Assinale a alternativa que cita esse texto-fonte: a) Canção do exílio, de Gonçalves Dias. b) Erro de português,de Oswald de Andrade. c) No meio do caminho,de Carlos Drummond de Andrade. e) Não há vagas, de Ferreira Gullar. d) José, de Carlos Drummond de Andrade.
  • 3. Um ladrão roubaum tesouro, mas nãofurta a inteligência. Umacrise destrói uma herança, mas não umaprofissão. Não importa se você nãotem dinheiro, você é uma pessoa rica,pois possui o maior de todos os capitais: a sua inteligência. Invista nela. Estude! Gabarito: 01. d 02. b 03. b 04. c 05. a 06. c 07. b 08. c 09. b 10. c 11. d 12. d 13b 14. a 15 c