Apresentação Pilar desenvolv. de pessoas (WCM)

9.259 visualizações

Publicada em

Apresentação de líder do Pilar Desenvolvimento de Pessoas para metodologia WCM (Word Class Manufacturing). Apresentação da metodologia aplicada no desenvolvimento de profissionais do setor de produção. Lógica, aplicação e resultados estão apresentados no anexo.

Publicada em: Indústria automotiva

Apresentação Pilar desenvolv. de pessoas (WCM)

  1. 1. FIASA | Fevereiro| 2013 1FIASA | SEPTEMBER/12| EXTERNAL AUDIT People Development PILLAR LEADER ADEIR SANTOS
  2. 2. FIASA | Fevereiro| 2013 2 03 03Nível PREVISTO REALIZADO 03 00Nível AtualProposta ADEIR SANTOS “Tem coisas boas, se você conseguir identificar as perdas e criar um bom know how você pode chegar a 4.” Comentários Finais:
  3. 3. FIASA | Fevereiro| 2013 3 Anísio Rates Co líder Adeir Santos Owner Thaís Sena Estagiária
  4. 4. FIASA | Fevereiro| 2013 4 1391 1346 Colaboradores Horistas 45 Colaboradores Mensalistas
  5. 5. FIASA | Fevereiro| 2013 5 Falta um sistema utilizando a lógica de difusores (excepcionais) como pessoas que atuam em campo e que difundam o conhecimento fazendo as atividades. Falta concluir Áreas de Treinamento nas Oficinas de Prensas e Pintura, seguindo a lógica da Funilaria. Definição da sistemática do processo de monitoramento das competências das pessoas Validação gestional entre a expansão das oficinas Falta link claro com os KPIs dos pilares e monitoramento dos resultados dos mesmos. Verificando sempre o impacto destes treinamentos nos indicadores. Falta gestão a vista e monitoramento dos resultados. Falta auditoria periódica da correta utilização dos instrumentos e ferramentas (SEWO, EWO, TWTTP/HERCA).
  6. 6. FIASA | Fevereiro| 2013 6 Reativo Preventivo Proativo Passo 1 Passo 2 Passo 3 Passo 4 Passo 5 Passo 6 Passo 7 Definir as prioridades e princípios da educação e treinamento Estabelecer um sistema inicial de educação e treinamento para desenvolver competências Desenvolver um sistema para melhorar competências Introduzir um sistema de treinamento coerente para desenvolver competências definição do sistema de crescimento e de suporte para o desenvolvimento das competências especializadas desenvolver competências para criar pessoas excepcionais Avaliação contínua
  7. 7. FIASA | Fevereiro| 2013 7 1. Atacar perdas proporcionando o conhecimento adequado 2. Atacar erro humano devido a falta de conhecimento humano - Qualidade – HERCA, TWTTP - Segurança, Ambiente – Atos inseguros K.P.I – ANÁLISE DE CUSTO BENEFÍCIO Prevenir problemas com as habilidades adequadas Análise de habilidades x função Detecção de GAPs Plano de treinamento, recrutamento (se necessário) Desenvolver novos treinadores AVALIAÇÃO DA PERFORMANCE Em nível individual Sistema de sugestões Programa de desenvolvimento AVALIAÇÃO DA PERFORMANCE Planejamento à logo prazo - Novos produtos - Novos Processos - Novos Papéis - Estratégia de expansão do WCM Antecipação das necessidades de treinamentos futuros por meio de planos de desenvolvimento
  8. 8. FIASA | Fevereiro| 2013 8 • KPI’S • MATRIZ Q.A • 4 M • MÃO DE OBRA (TWTTP) • PROJETOS • TREINAMENTOS • RESULTADOS • PIRÂMIDE DE SEGURANÇA • MATRIZ “S” • SEWO • PROJETOS • TREINAMENTOS • RESULTADOS • COST DEPLOYMENT • ESTRATIFICAÇÃO DAS PERDAS • EWO • PROJETOS • TREINAMENTOS
  9. 9. FIASA | Fevereiro| 2013 9 ICP Prduto ICP Macro RPLP MATRIZ Q.A ANÁLISE 4M M.O TWTTP TREINAMENTO
  10. 10. FIASA | Fevereiro| 2013 10 MATRIZ “S” PIRÂMIDE DE SEGURANÇA SEWO TREINAMENTO DE SEGURANÇA
  11. 11. FIASA | Fevereiro| 2013 11 ESTRATIFICAÇÃO DAS PERDAS 11º COST DEPLOYMENT EWO TREINAMENTO
  12. 12. FIASA | Fevereiro| 2013 12
  13. 13. FIASA | Fevereiro| 2013 13 10% 51% 13% 24% 1% 1% 0% Atitude e comportamento Desatenção / Esquecimento Falta de Conhecimento Fraqueza no processo Problemas pessoais Problemas Técnicos Posto de Trabalho - MA
  14. 14. FIASA | Fevereiro| 2013 14
  15. 15. FIASA | Fevereiro| 2013 15 Relacionado à M.O ? Análise de 4M Realização da entrevista no prazo máximo de 2 (duas) horas após a ocorrência do erro. Presença do Líder, CPI e colaborador no momento da entrevista Entrega do formulário para o Gestor Operativo Validação da ficha pelo Gerente de Produção, Bráulio . Preenchimento do formulário de considerações acerca da entrevista TWTTP (Manual) Acompanhamento dos indicadores PRIORIDADE 1 FIM
  16. 16. FIASA | Fevereiro| 2013 16 6% 9% 41% 8% 3% 14% 19% Atitude e comportamento Desatenção / Esquecimento Falta de Conhecimento Fraqueza no processo Problemas pessoais Problemas Técnicos Posto de Trabalho - MA
  17. 17. FIASA | Fevereiro| 2013 17 QUANTIDADE DE PESSOAS TREINADAS: 75 DATA: 16 AO DIA 27 DE ABRIL ATIVIDADE: TREINAMENTO DO PILAR FI PÚBLICO ALVO: CPIS DA PINTURA E UEVC INSTRUTOR: JAÍRO RIBEIRO CARGA HORÁRIA: 1 HORA / DIA CONTEÚDO : LANÇAMENTO DE PROJETOS PGIN
  18. 18. FIASA | Fevereiro| 2013 18 QUANTIDADE DE PESSOAS TREINADAS: 13 DATA: 11 E 12 DE ABRIL PÚBLICO ALVO: REVISORES INSTRUTOR: IVANIR LINS CARGA HORÁRIA: 1 HORA/ DIA
  19. 19. FIASA | Fevereiro| 2013 19 QUANTIDADE DE PESSOAS TREINADAS: 21 DATA: 19, 20, 27, 31 DE MAIO PÚBLICO ALVO: OPI’S E REVISORES INSTRUTOR: JULIO SANT’ANA CARGA HORÁRIA: 1 HORA/ TURMA
  20. 20. FIASA | Fevereiro| 2013 20 Prevenir problemas com as habilidades adequadas Análise de habilidades x função Detecção de GAPs Plano de treinamento, recrutamento (se necessário) Desenvolver novos treinadores AVALIAÇÃO DA PERFORMANCE
  21. 21. FIASA | Fevereiro| 2013 21
  22. 22. FIASA | Fevereiro| 2013 22 FERRAMENTAS BÁSICAS DE FI
  23. 23. FIASA | Fevereiro| 2013 23 QUANTIDADE DE PESSOAS TREINADAS: 5 DATA: FEVEREIRO / MARÇO PÚBLICO ALVO: LÍDERES / ANALISTAS INSTRUTOR: WCM
  24. 24. FIASA | Fevereiro| 2013 24 ADEIR SANTOS GABRIEL CASTRO EMERSON OLIVEIRA RAFAEL AUGUSTO
  25. 25. FIASA | Fevereiro| 2013 25 GABRIEL CASTRO EMERSON OLIVEIRA RAFAEL AUGUSTO ADEIR SANTOS
  26. 26. FIASA | Fevereiro| 2013 26
  27. 27. FIASA | Fevereiro| 2013 27 OFICINA Objetivo Treinados A treinar % Realizado TurmaA 485 437 48 90,1 TurmaB 491 478 13 97,4 TurmaC 270 266 4 98,5 1º F 7 4 3 57,1 2º F 4 0 4 - Central 12 9 3 75,0 TOTAL 1269 1194 75 94,1 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100% Turma A Turma B Turma C TOTAL 437 478 266 1194 48 13 4 75 OFICINA A treinar Treinados
  28. 28. FIASA | Fevereiro| 2013 28
  29. 29. FIASA | Fevereiro| 2013 29 QUANTIDADE DE PESSOAS TREINADAS: 4 DATA: 02 A 20 DE ABRIL PUBLICO ALVO: OPI’S E REVISORES INSTRUTOR: WAGNER CARGA HORÁRIA: 1 HORA/ DIA
  30. 30. FIASA | Fevereiro| 2013 30 QUANTIDADE DE PESSOAS TREINADAS: 11 DATA: JULHO/12 PUBLICO ALVO: PREPARADORES DE MÁQUINA INSTRUTOR: VERIND CARGA HORÁRIA: 110 HORAS
  31. 31. FIASA | Fevereiro| 2013 3131 QUANTIDADE DE PESSOAS TREINADAS: 14 DATA: FEVEREIRO/12 PUBLICO ALVO: FORMAÇÃO DE CPI’S INSTRUTOR: ISVOR
  32. 32. FIASA | Fevereiro| 2013 32 OFICINAS 2011 2012 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ FALTA/ ATRASO/ SAÍDA LEGAL 0,134 0,155 0,116 0,248 0,194 0,101 0,159 0,089 0,180 FALTA, ATRASO E SAÍDA SEM JUSTIF. LEGAL 0,242 0,172 0,220 0,334 0,305 0,058 0,158 0,133 0,056 LICENÇAS 1,117 1,222 1,030 1,511 1,157 1,154 1,334 1,002 1,334 AFASTAMENTOS 0,411 0,243 0,121 0,090 0,289 0,361 0,389 0,079 0,311 ABSENTEÍSMO TOTAL 1,904 1,792 1,487 2,183 1,945 1,674 2,040 1,303 1,881 OBJETIVO 1,700 1,700 1,700 1,700 1,700 1,700 1,700 1,700 1,700 1,700 1,700 1,700 1,700 1,700 ATUALIZAÇÃO: MENSAL SEM REPARTO ZERO PINTURA - UNIDADE OPERATIVA - PINTURA ATUALIZADO EM: 15/08/2012 CONTATO: 3100 RESPONSÁVEL Período Apuração Mês Vigente: 04/06/2012 a 08/07/2012 FALTA / ATRASO / SAÍDA LEGAL: LICENÇA PARTERNIDADE - FALECIMENTO - DISPENSA ELEITORAL - CASAMENTO BERLIMÁRCIO AFASTAMENTOS: ACIMA DE 15 E ATÉ 45 DIAS FALTA / ATRASO E SAÍDA SEM JUSTIF. LEGAL: SAÍDAS ANTECIPADAS - ATRASO NA CHEGADA POR MOTIVO PARTICULARES LICENÇAS: AFASTAMENTO MÉDICO ATÉ 15 DIAS, INCLUINDO ACIDENTES DE TRABALHO 0,116 0,248 0,194 0,101 0,159 0,089 0,180 0,220 0,334 0,305 0,058 0,158 0,133 0,056 1,030 1,511 1,157 1,154 1,334 1,002 1,334 0,121 0,090 0,289 0,361 0,389 0,079 0,311 1,487 2,183 1,945 1,674 2,040 1,303 1,881 EVOLUÇÃO MENSAL 0,134 0,155 0,242 0,172 1,117 1,222 0,411 0,243 1,904 1,792 B O M Acessar ABSENTEÍSMO 3 X 3 X 3 T.T.O
  33. 33. FIASA | Fevereiro| 2013 33 Em nível individual Sistema de sugestões Programa de desenvolvimento AVALIAÇÃO DA PERFORMANCE Planejamento à logo prazo - Novos produtos - Novos Processos - Novos Papéis - Estratégia de expansão do WCM Antecipação das necessidades de treinamentos futuros por meio de planos de desenvolvimento
  34. 34. FIASA | Fevereiro| 2013 34
  35. 35. FIASA | Fevereiro| 2013 35 DIVULGAÇÃO DO CURSO 746 INSCRITOS
  36. 36. FIASA | Fevereiro| 2013 36 75 290 183 79 151 178 179 178 6 22 8 2 9 5 7 7 8201 8202 8203 8204 8205 8206 8207 8208 Total de operadores QK 5% Operadores / Quik 66 Quik Abertos
  37. 37. FIASA | Fevereiro| 2013 37
  38. 38. FIASA | Fevereiro| 2013 38 0 100 200 300 400 500 600 700 800 Turma A Turma B Turma C TOTAL 134 217 148 46327 132 87 283 OFICINA Treinados A treinar OFICINA Objetivo Treinados A treinar % Realizado Turma A 161 134 27 83,2 Turma B 349 217 132 62,2 Turma C 235 148 87 63,0 TOTAL 746 463 283 62,1
  39. 39. FIASA | Fevereiro| 2013 39 52% COLABORADORES APLICANDO QUICK 53% COLABORADORES APLICANDO QUICK
  40. 40. FIASA | Fevereiro| 2013 40 QUANT.PROJETOS 0 2 4 6 8 10 12 14 100 200 300 400 500 600 700 800 900 1000 1100 1200 1300 1400 1500 1600 1700 1800 1900 2000 QUICK STANDARD RECUPERAÇÃO R$ 1º SEMESTRE 2012 2º SEMESTRE 2012 1º SEMESTRE 2013 2º SEMESTRE 2013 1º SEMESTRE 2014 Curso wcm Convenções internas Quick/Standard Kaizen Curso WCM Fase 2 Convenções internas Quick/Standard Kaizen
  41. 41. FIASA | Fevereiro| 2013 41
  42. 42. FIASA | Fevereiro| 2013 42
  43. 43. FIASA | Fevereiro| 2013 43 TBI novos OPIs 43 QUANTIDADE DE PESSOAS TREINADAS: 226 DATA: JULHO PUBLICO ALVO: Novos OPIs INSTRUTOR: Wilton Gomes CARGA HORÁRIA: 1 hora CONTEÚDO : Instruções de como devem ser utilizados os EPIs na oficina de pintura bem como deve ser evitados os comportamentos inseguros
  44. 44. FIASA | Fevereiro| 2013 44 Implantação de novas tecnologias: • Aplicação de sigilante Spruzzo • Sistema de revisão “Besta Power” • Proteção de linhas aéreas • Limpeza com malha umidecida
  45. 45. FIASA | Fevereiro| 2013 45 NECESSIDADE: TREINAMENTO PREVENTIVO, INSTRUINDO OS DIRETAMENTE LIGADOS AO PROCESSO AS SOLUÇÕES DE POSSÍVEIS PROBLEMAS RELACIONADOS À TINTAS E VERNIZES CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: CONCEITOS BÁSICOS DE TINTAS E VERNIZES – COMPOSIÇÃO DAS TINTAS E VERNIZES , DEFEITOS DE PINTURAS E PROVÁVEIS CAUSAS EMPRESA PROMOTORA: DUPONT QUANTIDADE DE PARTICIPANTES: 34 CARGA HORÁRIA : 17 HORAS FACILITADORES: MARCIO ( DUPONT ) PÚBLICO ALVO: LIDERES E CPIs
  46. 46. FIASA | Fevereiro| 2013 46 PROGRAMA DE SUGESTÕES Validação das idéias Pelo Líder Implantação Das idéias Registro no sistema FIASA Program Oportunidades LOSSES SAFETY QUALITY PROBLEMS Estímulo de sugestões Urna de colata DDI
  47. 47. FIASA | Fevereiro| 2013 47 PLANT VISIT MELHOR IDÉIA DO MÊS MELHOR IDÉIA EM GESTÃO À VISTA PHOTOGRAPH IN WCM SPACE WELCOME MEETING MELHORES IDÉIAS DO SEMESTRE COUNTRY HOTEL SHIRT OF FAVORITE TEAM PREMIAÇÃO DAS MELHORES IDÉIAS
  48. 48. FIASA | Fevereiro| 2013 4848
  49. 49. FIASA | Fevereiro| 2013 49
  50. 50. FIASA | Fevereiro| 2013 5050 QUANTIDADE DE PESSOAS TREINADAS: 226 DATA: 08 e 20 de AGOSTO PUBLICO ALVO: Novos OPIs INSTRUTOR: Wilton Gomes CARGA HORÁRIA: 1 hora CONTEÚDO : Instruções de como devem ser utilizados os EPIs na oficina de pintura bem como deve ser evitados os comportamentos inseguros Centro de competências
  51. 51. FIASA | Fevereiro| 2013 5151 • QUANTIDADE DE CERTIFICADOS ENTREGUES: 12 • DATA: 18 de MAIO • ATIVIDADE: Entrega de certificados de cursos oferecidos pelo Centro de Competências FIAT • PUBLICO ALVO: OPIs e CPI da Pintura e UEVC • CURSOS REALIZADOS: Windows XP, Pacote Office, Tratamento Térmico
  52. 52. FIASA | Fevereiro| 2013 5252 • QUANTIDADE DE CERTIFICADOS ENTREGUES: 4 • DATA: 29 de JUNHO • ATIVIDADE: Entrega de certificados do Curso de Condutor de Processo Integrado para CPIs da Pintura e U.E.V.C
  53. 53. FIASA | Fevereiro| 2013 53
  54. 54. FIASA | Fevereiro| 2013 54
  55. 55. FIASA | Fevereiro| 2013 55 6 11 18 9 4 14 6 3 5 2 0 2 1 2 2 1 45 37 25 28 27 28 45 31 0 0 2 2 3 2 5 1 4 6 4 3 5 4 7 8 2 4 4 1 2 1 1 0 0 10 20 30 40 50 60 70 JAN FEV MAR ABRIL MAI JUN JUL AGO Influências Externas Fragilidade do projeto Manutenção insuficiente Falta manutenção das condições básicas Não observação das condições operacionais Conhecimento insuficiente do mantenedor ou operador

×