SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 31
PROPOSTA DE UM MODELO DE
GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA
INFORMAÇÃO PARA UMA EMPRESA PRIVADA
DE GRANDE PORTE
• 15th CONTECSI
Giuliano Wagner de Souza
Edimara Mezzomo Luciano
Guilherme Costa Wiedenhöft
Giuliano Wagner de Souza
Edimara Mezzomo Luciano
Guilherme Costa Wiedenhöft
15th CONTECSI
Agenda
• Tema e problema de pesquisa
• Objetivos
• Referencial Teórico
• Método de Pesquisa
• Desenho de Pesquisa
• IT Governance Canvas
• Resultados
• Considerações Finais
Tema e Problema de Pesquisa
• Executivos têm experimentado muitos problemas e
decepções ao unir o negócio e a TI, pois tinham a expectativa
do aumento do valor estratégico da inovação gerada a partir
dessa união. Entretanto, vivenciaram cancelamentos de
projetos, interrupções de negócios, aumento da rotatividade
de clientes, diminuição do valor percebido pelos stakeholders
e, além disso, a perda de empregos (PETERSON, 2004)
• Situação essa que melhorou ao logo dos últimos 13 anos,
porém ainda notam-se ocorrências das situações elencadas
pelo autor
Tema e Problema de Pesquisa
• Identifica-se a alta pertinência do tema no atual ambiente
corporativo, tendo em vista que sem um MGTI é fácil ter
duplicidade de tecnologias e soluções, assim como, um
aumento desnecessário na complexidade.
• Quanto maior a complexidade, maiores são os custos de
transação, ou seja, maiores os custos de funcionamento de
todo o sistema, como os custos de pesquisa e informação, os
custos de negociação e decisão, e os custos de supervisão e
execução (LUCIANO, MACADAR e WIEDENHÖFT, 2016).
Tema e Problema de Pesquisa
Qual o Modelo de Governança de TI adequado para a TKL?
O que um Modelo de GTI contém:
▪ O conjunto de passos para definir um modelo de GTI
▪ Os aspectos que precisam ser discutidos na organização
▪ As bases organizacionais que dão suporte do Modelo de GTI
▪ Os objetivos em ter a GTI
▪ As evidências de que o Modelo de GTI vai atingir os seus objetivos
▪ As variáveis que devem ser consideradas quando definindo modelos de mercado para
auxiliar a adoção de GTI e a implementação/adoção do Modelo de GTI
Objetivos
• Objetivo geral:
- Definir um MGTI que possa ser aplicado na TKL, a partir do IT
Governance Canvas.
• Objetivos específicos:
a) Identificar as necessidade da organização em relação à GTI;
b) Identificar o tipo e cultura organizacional;
c) Discutir os componente do MGTI na organização.
Referencial Teórico
Governança de TI Adoção de GTI ITG Canvas Cultura Organizacional
Tipos de Estrutura
Organizacional
Brown (1997) De Haes e Van Grambergen (2008) Al Qassimi e Rusu (2015) Avolio, Kahai e Dodge (2000) Quinn, Anderson e Finkelstein (2001)
Peterson (2004) ITGI (2007) Luciano et. al.(2017) Cameron e Quinn (1999)
Sambamurthy e Zmud (1999) Luciano e Testa (2013) Chan e Reich (2007)
Van Grembergen e De Haes (2009) Sambamurphy e Zmud (1999) Janssen (2015)
Van Grembergen e De Haes (2012) Silva (2006) Katz e Kahn (1978)
Weill e Ross (2006) Van Grembergen e De Haes (2009) Schein (1996)
Weill e Ross (2006) Tamayo, Mendes e Paz (2000)
Wiedenhöft, Luciano e
Magnagnagno (2017)
Wiedenhöft, Luciano e Testa (2013)
Wiedenhöft e Klein (2013)
Método de Pesquisa
• Estudo de Caso (MARTINS, 2008) na organização aqui
chamada de TKL
• Propósito Qualitativo (GERHARDT e SILVEIRA, 2009)
• Estudo exploratório-descritivo (FLICK, 2009)
Desenho de Pesquisa
Fase 1
Fase Exploratória
Levantamento da
literatura
Análise da literatura
Levantamento da
documentação da
organização em estudo
Identificar a literatura
adequada para referencial
esta pesquisa
Identificar os conceitos de GTI e
Comportamento Organizacional,
e o método de Adoção de GTI
Identificar os documentos
utilizados pela organização para
documentar e promover as
definições de negócio e TI
Fase 2
Fase Descritiva
Elaboração e aplicação
das entrevistas
Aplicação das análises
de documentos e
observação
Avaliação das técnicas
de coleta de dados
Elaborar o instrumento de
pesquisa e coletar informações
dos colaboradores da
organização, acerca dos
componentes do bloco Drivers e
Operacionalização
Coletar dados e observar para a
identificação dos Fundamentos,
Monitoramento da Efetividade e
tipo de Estrutura Organizacional
Definir quais as técnicas de
coleta de dados que melhor se
enquadram ao estudo
Fase 3
Resultados
Qualificação dos dados
apurados
Interpretação dos
resultados da pesquisa
Apresentação dos
resultados da pesquisa
Organizar e apurar os resultados
obtidos nos procedimentos
metodológicos mencionados nas
etapas anteriores para que sejam
interpretados
Interpretar os resultados obtidos
por meio do estudo
Realizar a apresentação dos
resultados da pesquisa,
identificar o que a limitou e
sugerir pesquisas futuras
Desenho de Pesquisa
Fase 1: Fase Exploratória
Levantamento da literatura Análise da literatura
Levantamento da
documentação da organização
em estudo
Identificar a literatura adequada
para referencial esta pesquisa
Identificar os conceitos de GTI e
Comportamento Organizacional,
e o método de Adoção de GTI
Identificar os documentos
utilizados pela organização para
documentar e promover as
definições de negócio e TI
Fase 2: Fase Descritiva
Elaboração e aplicação das
entrevistas
Aplicação das análises de
documentos e observação
Avaliação das técnicas de
coleta de dados
Elaborar o instrumento de pesquisa e
coletar informações dos colaboradores da
organização, acerca dos componentes do
bloco Drivers e Operacionalização
Coletar dados e observar para a
identificação dos Fundamentos,
Monitoramento da Efetividade e
tipo de Estrutura Organizacional
Definir quais as técnicas de coleta
de dados que melhor se
enquadram ao estudo
Qualificação dos dados
apurados
Interpretação dos resultados
da pesquisa
Apresentação dos resultados
da pesquisa
Organizar e apurar os resultados obtidos
nos procedimentos metodológicos
mencionados nas etapas anteriores para
que sejam interpretados
Interpretar os resultados obtidos
por meio do estudo
Realizar a apresentação dos
resultados da pesquisa, identificar
o que a limitou e sugerir
pesquisas futuras
Fase 3: Resultados
Desenho de Pesquisa
Fase 2
Fase Descritiva
Elaboração e aplicação
das entrevistas
Aplicação das análises
de documentos e
observação
Avaliação das técnicas
de coleta de dados
Elaborar o instrumento de
pesquisa e coletar informações
dos colaboradores da
organização, acerca dos
componentes do bloco Drivers e
Operacionalização
Coletar dados e observar para a
identificação dos Fundamentos,
Monitoramento da Efetividade e
tipo de Estrutura Organizacional
Definir quais as técnicas de
coleta de dados que melhor se
enquadram ao estudo
Desenho de Pesquisa
Fase 3
Resultados
Qualificação dos dados
apurados
Interpretação dos
resultados da pesquisa
Apresentação dos
resultados da pesquisa
Organizar e apurar os resultados
obtidos nos procedimentos
metodológicos mencionados nas
etapas anteriores para que sejam
interpretados
Interpretar os resultados obtidos
por meio do estudo
Realizar a apresentação dos
resultados da pesquisa,
identificar o que a limitou e
sugerir pesquisas futuras
Desenho de Pesquisa
Método de Pesquisa
Técnicas de coleta de dados:
– Análise Documental (MOREIRA, 2005)
– Entrevista Semiestruturada (BICUDO, 2006)
– Observação Participante (CANO e SAMPAIO, 2007)
Método de Pesquisa
Análise documental:
• Fundamentos
– Pilares de Gestão
– Necessidades do Negócio
– Princípios de Governança Corporativa
– Regulatórios
• Drivers
– Necessidades do Negócio Relacionadas à TI
– Princípios de Governança de TI
• Operacionalização
– Fatores Críticos de Sucesso
– Indicadores de Efetividade
Método de Pesquisa
Entrevista Semiestruturada:
• Drivers
– Problemas Comuns Relacionados à TI
– Objetivos de Governança de TI
• Operacionalização
– Mecanismos de Governança de TI
– Decisões-Chave
– Direitos Decisórios
Método de Pesquisa
Observação Participante:
Principal
• Operacionalização
– Tipo de Estrutura Organizacional
• Cultura Organizacional
Complementar
• Fundamentos
• Drivers
• Operacionalização
• Monitoramento da Efetividade
IT Governance Canvas*
*Guia para a Discussão e Concepção de Modelo de GTI Organizacional - Elaborado por Luciano et al. (2017)
Referência: LUCIANO, Edimara M., WIEDENHÖFT, Guilherme C., MACADAR, Marie & PEREIRA, Gabriela. Discussing and Conceiving an
Information and Technology Governance Model in Public Organizations. In.: RUSU, Lazar and VISCUSI, Gianluigi (Orgs). Information
and Technology Governance in Public Organizations –Theory and Practice. Integrated Series in Information Systems. Springer, 2017
Caracterização do Caso Estudado
A empresa TKL atua na gestão de despesas de seus clientes, por meio de
pagamentos digitais, focado na gestão de frotas automotivas, no que diz
respeito à manutenção e abastecimento de veículos.
Ela encontra-se em um momento peculiar de sua história, por ter surgido em
2016 a partir da Joint Venture (JV) entre duas empresas de grande porte e já
consolidadas no mercado brasileiro, uma brasileira e outra pertencente a um
grupo francês.
Hoje, a TKL encontra-se em fase de harmonização entre essas duas
organizações, bem como sofre imposições do Banco Central (BACEN) para
adoção de numerosas regras, como a aplicação de Governança de TI, tema
alvo desse estudo.
A TKL nasceu com 25 anos de experiência de mercado e possui 27 mil
clientes corporativos, 01 milhão de veículos administrados e 36 mil
estabelecimentos credenciados.
Caracterização do Caso Estudado
Perfil dos respondentes:
Atuantes na criação de novos produtos, na manutenção dos
sistemas e funcionalidades em atividade, e na resolução de
problemas, que envolvem tanto os demais colabores desse
empreendimento quanto os clientes externos
Levou-se em consideração:
• Estrutura organizacional
• Perfil comportamental
• Cargos/papéis na organização
• Nível de envolvimento com o setor de TI
Caracterização do Caso Estudado
Perfil dos respondentes:
* Atual diretor da BU (Business Unit) Manutenção e diretor vice-presidente até ocorrer a Joint Venture
Cargo na Organização
Nível de Formação Acadêmica Tempo no Cargo (anos)
Graduando Graduado Especialista Mestre 1 a 5 6 a 10 11 a 15
Diretor da Manutenção* 1 1
Diretor de TI e Operações 1 1
Gerente de Sistemas 1 1 1 1
Coordenador de Testes 1 1
Coordenador de Capturas de Rede 1 1
Analista de Sistemas 1 1
Analista de Projetos 1 1
Analista de Produtos 3 2 1
Analista de Processos de TI 1 1
Analista de Processos 1 1
Analista de Negócios 1 1
Total: 14 respondentes
Resultados
FUNDAMENTOS DO IT GOVERNANCE CANVAS
Necessidade do Negócio Pilares de Gestão Princípios de Governança Corporativa Regulatórios
Obter benefícios Crescimento sustentável Atendimento às necessidades dos stakeholders Banco Central (BACEN)
Mitigar riscos Espírito empreendedor Transparência CLT
Otimizar recursos Inovação Equidade SEMAPI
Simplicidade Prestação de contas FETERCESP
Compartilhamento Responsabilidade corporativa
Resultados
DRIVERS PARA O IT GOVERNANCE CANVAS
Necessidade do Negócio Relacionadas à TI Problemas Comuns Relacionados à TI Princípios de GTI Objetivos de GTI
Gerir os recursos orçamentários de TI
Prover maior nível de integração e
automatização entre sistemas e
operações
Planejamento Estratégico
Atendimento às
necessidades dos
stakeholders
Articular o uso coordenado e
eficiente dos recursos e
contratos de TI
Adequação das soluções tecnológicas
para fusões e aquisições
Prover informações que garantam a
execução da estratégia organizacional
Pessoas Transparência
Velocidade e eficiência na
resposta a mudanças
Aumentar a qualidade de integração
entre a TKL e os clientes, usuários e
estabelecimentos comerciais
Consolidar práticas de Governança de TI Tecnologia Equidade
Apoiar a estratégia e a gestão
da organização
Implementar sistemas e serviços para
diversificação dos instrumentos de
pagamentos
Desenvolver competências gerenciais e
técnicas visando a internalização do
conhecimento e perenidade do negócio
Gerenciamento de demandas e projetos de TI Prestação de contas
Propor soluções tecnológicas
para a gestão
Atender os requisitos de regulação do
Banco Central
Gerir o conhecimento dos
colaboradores com relação às melhores
práticas de Governança de TI
Gerenciamento dos recursos
Responsabilidade
corporativa
Promover a análise de soluções
tecnológicas com base em
variáveis custo-benefício
Padronizar e atualizar a plataforma
tecnológica de negócios
Gerenciamento financeiro
Permitir soluções tecnológicas
simples e eficazes
Desempenho Promover a Governança de TI
Gestão do conhecimento
Incentivar o uso de soluções
tecnológicas inovadoras
Disseminar o conhecimento das
TI e qualificar o gerenciamento
de TI
Propor a seleção, qualificação e
gestão de pessoas
Resultados
OPERACIONALIZAÇÃO DO IT GOVERNANCE CANVAS
Decisões-chave Mecanismos de GTI Estrutura Organizacional Direitos Decisórios
Princípios de TI Comitê Diretivo de TI
Conjunto de práticas formais de
Priorização de Investimentos de TI
Raios de sol Dir. TI
Arquitetura de TI
Comitê de análise de viabilidade de projetos de
TI
Conjunto de práticas formais de
Segurança da Informação
Arquiteto TI
Infraestrutura de TI Estrutura Organizacional da TI formalizada
Conjunto de práticas formais de
Gestão de Processos
Dir. Negócios
Necessidades de aplicações de negócio
Comitê de priorização de investimentos em TI e
demais áreas
Conjunto de práticas formais de
Gestão de Serviços de TI
Ger. Produto
Investimentos e priorização de TI
Conjunto de práticas formais para Análise de
Riscos
Métodos de avaliação de níveis de
alinhamentos estratégico da TI
Comitê de auditoria de TI em nível de diretoria
Conjunto de práticas formais de
Gestão de Projetos
Definição formal dos papéis e responsabilidades
Ética ou Cultura de Conformidade
com políticas, diretrizes e
procedimentos
Comitê de projetos da empresa
Compreensão compartilhada dos
objetos de TI e de negócios
CIO em nível executivo Escritório de Governança de TI
Planejamento Estratégico de TI/SI
Conjunto de práticas formais para
definição/comunicação do Valor da
TI para as pessoas
Sistemas de medição de desempenho
Co-location -alocação de pessoas de
negócio em TI e de TI no negócio
Definição de indicadores de desempenho de TI
Conjunto de práticas (formais ou
informais) de comunicação
Conjunto de práticas formais de Controle e
Mensuração da TI
Resultados
MONITORAMENTO DA EFETIVIDADE DO ITG CANVAS
Fatores Críticos de Sucesso Indicadores de Efetividade
Atendimento às necessidades dos stakeholders
Indicador de percentual de projetos estratégicos
em andamento
Redução de 50% dos problemas comuns relacionados à TI
Indicador do índice de capacitação em
Governança de TI
Atendimento à regulação do BACEN Indicador do cronograma dos projetos
Capacidade de inovação
Indicador do grau de eficiência no orçamento dos
projetos
Projetos estratégicos abertos tenham metas e indicadores
claramente definidos e alinhados à estratégia organizacional
Indicador de segurança da informação
Indicador de direitos decisórios
Resultados
Aplicabilidade do ITG Canvas
Facilita aos gestores e ao conselho administrativo a seguir um
passo-a-passo para conceber e discutir a adoção da GTI
Contribui para o entendimento e participação dos
colaboradores na GTI, independente do nível hierárquico
Proposta de melhoria para empresas que lidam com o
desenvolvimento de software: identificação das principais
metodologias de desenvolvimento
Considerações Finais
O objetivo geral foi atendido em sua plenitude, tendo sido alcançado através
do atingimento de cada objetivo específico.
Identificar as necessidades da organização em relação à GTI:
• Necessidades de Negócio Relacionadas à TI
• Problemas Comuns Relacionados à TI
Identificar o tipo de cultura organizacional:
• Predominância do tipo Mercado (foco na produtividade e nos resultados)
• Tendência de adotar o tipo Clã (mais flexível)
Discutir os componentes do MGTI na organização:
• Evidente necessidade de diálogo sobre o tema
• Necessidade de fomentar seu alinhamento ao plano estratégico
organizacional
Considerações Finais
Limites da pesquisa:
• Dificuldade de entendimento do que é GovTI, por
parte dos entrevistados
• Não aceite da gravação de áudio, por parte dos
entrevistados
Considerações Finais
Sugestões para trabalhos futuros:
• Utilização da técnica de Focus Group
• Aplicação da técnica dos porquês nos Problemas
Comuns Relacionados à TI
• Utilização da técnica 5W2H para a organização
montar um plano de ação do MGTI
Obrigado!
PROPOSTA DE UM MODELO DE GOVERNANÇA DE
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PARA UMA
EMPRESA PRIVADA DE GRANDE PORTE
15th CONTECSI
Grupo de Pesquisa CNPq em Gestão e Governança de TIC
Giuliano Wagner de Souza
Bacharel em Administração de Empresas – LF Gestão de TI
Edimara Mezzomo Luciano
Dr.ª em Administração e Prof.ª Titular da Escola de Negócios (PUCRS)
Guilherme Costa Wiedenhöft
Dr. em Administração e Prof. Adjunto da Escola Politécnica (PUCRS)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002
Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002
Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002Cleber Fonseca
 
NBR ISO/IEC 27001
NBR ISO/IEC 27001NBR ISO/IEC 27001
NBR ISO/IEC 27001Amanda Luz
 
Governança de TI.pptx
Governança de TI.pptxGovernança de TI.pptx
Governança de TI.pptxssusera0a510
 
Aula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SI
Aula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SIAula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SI
Aula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SIDaniel Brandão
 
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMNMapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMNRildo (@rildosan) Santos
 
Aula 1 requisitos
Aula 1   requisitosAula 1   requisitos
Aula 1 requisitoslicardino
 
Banco de dados - Mapeamento MER - Relacional
Banco de dados - Mapeamento MER - RelacionalBanco de dados - Mapeamento MER - Relacional
Banco de dados - Mapeamento MER - RelacionalDaniel Brandão
 
Aula1 e aula2 - Analise e Projeto de Sistemas
Aula1 e aula2 - Analise e Projeto de SistemasAula1 e aula2 - Analise e Projeto de Sistemas
Aula1 e aula2 - Analise e Projeto de SistemasGustavo Gonzalez
 
Apresentação - ISO 27001
Apresentação - ISO 27001Apresentação - ISO 27001
Apresentação - ISO 27001William Martins
 
Segurança da informação - Aula 7 - NORMA ISO 27002
Segurança da informação - Aula 7 - NORMA ISO 27002Segurança da informação - Aula 7 - NORMA ISO 27002
Segurança da informação - Aula 7 - NORMA ISO 27002Cleber Fonseca
 
Implantando a governança de ti
Implantando a governança de tiImplantando a governança de ti
Implantando a governança de tiSilvino Neto
 
Projeto em Seguranca da Informação
Projeto em Seguranca da InformaçãoProjeto em Seguranca da Informação
Projeto em Seguranca da InformaçãoFernando Palma
 

Mais procurados (20)

Normalização e Normas Técnicas
Normalização e Normas TécnicasNormalização e Normas Técnicas
Normalização e Normas Técnicas
 
Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002
Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002
Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002
 
NBR ISO/IEC 27001
NBR ISO/IEC 27001NBR ISO/IEC 27001
NBR ISO/IEC 27001
 
Governança de TI - Aula01 Apresentação da disciplina
Governança de TI - Aula01 Apresentação da disciplinaGovernança de TI - Aula01 Apresentação da disciplina
Governança de TI - Aula01 Apresentação da disciplina
 
Aula 5 Governança de TI
Aula 5   Governança de TIAula 5   Governança de TI
Aula 5 Governança de TI
 
Governança de TI.pptx
Governança de TI.pptxGovernança de TI.pptx
Governança de TI.pptx
 
Aula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SI
Aula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SIAula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SI
Aula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SI
 
Governança cobit
Governança cobitGovernança cobit
Governança cobit
 
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMNMapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
 
Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...
Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...
Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...
 
Aula 1 requisitos
Aula 1   requisitosAula 1   requisitos
Aula 1 requisitos
 
Aula 3 - Política de Segurança da Informação (PSI)
Aula 3 - Política de Segurança da Informação (PSI)Aula 3 - Política de Segurança da Informação (PSI)
Aula 3 - Política de Segurança da Informação (PSI)
 
Banco de dados - Mapeamento MER - Relacional
Banco de dados - Mapeamento MER - RelacionalBanco de dados - Mapeamento MER - Relacional
Banco de dados - Mapeamento MER - Relacional
 
Aula1 e aula2 - Analise e Projeto de Sistemas
Aula1 e aula2 - Analise e Projeto de SistemasAula1 e aula2 - Analise e Projeto de Sistemas
Aula1 e aula2 - Analise e Projeto de Sistemas
 
Apresentação - ISO 27001
Apresentação - ISO 27001Apresentação - ISO 27001
Apresentação - ISO 27001
 
Segurança da informação - Aula 7 - NORMA ISO 27002
Segurança da informação - Aula 7 - NORMA ISO 27002Segurança da informação - Aula 7 - NORMA ISO 27002
Segurança da informação - Aula 7 - NORMA ISO 27002
 
Gestão Estratégica da TI - Apresentação
Gestão Estratégica da TI - ApresentaçãoGestão Estratégica da TI - Apresentação
Gestão Estratégica da TI - Apresentação
 
Implantando a governança de ti
Implantando a governança de tiImplantando a governança de ti
Implantando a governança de ti
 
Projeto em Seguranca da Informação
Projeto em Seguranca da InformaçãoProjeto em Seguranca da Informação
Projeto em Seguranca da Informação
 
Analise e Projeto de Sistemas
Analise e Projeto de SistemasAnalise e Projeto de Sistemas
Analise e Projeto de Sistemas
 

Semelhante a PROPOSTA DE UM MODELO DE GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PARA UMA EMPRESA PRIVADA DE GRANDE PORTE

GOVERNANÇA DE TI: uma pesquisa quantitativa com empresas brasileiras
GOVERNANÇA DE TI: uma pesquisa quantitativa com empresas brasileirasGOVERNANÇA DE TI: uma pesquisa quantitativa com empresas brasileiras
GOVERNANÇA DE TI: uma pesquisa quantitativa com empresas brasileirasPriscila Rosa
 
Outsourcing Desenvolvimento Aplicações
Outsourcing Desenvolvimento AplicaçõesOutsourcing Desenvolvimento Aplicações
Outsourcing Desenvolvimento AplicaçõesFernando Albuquerque
 
Aula 2.0 governança de ti
Aula 2.0 governança de tiAula 2.0 governança de ti
Aula 2.0 governança de tilcumaio
 
Mesuracao da Gestao do Conhecimento em Projetos
Mesuracao da Gestao do Conhecimento em ProjetosMesuracao da Gestao do Conhecimento em Projetos
Mesuracao da Gestao do Conhecimento em ProjetosRafael Ramos
 
Apresentação Software as a Service
Apresentação Software as a ServiceApresentação Software as a Service
Apresentação Software as a ServiceMarcelo Tavares
 
Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...
Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...
Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...Diogo Rocha Ferreira de Menezes
 
Peti plano estratégico de tecnologia da informação
Peti   plano estratégico de tecnologia da informaçãoPeti   plano estratégico de tecnologia da informação
Peti plano estratégico de tecnologia da informaçãoBruno Cesar Silveira Emilio
 
Viabilidade de abertura de uma nova empresa
Viabilidade de abertura de uma nova empresaViabilidade de abertura de uma nova empresa
Viabilidade de abertura de uma nova empresaFelipe Leo
 
Gerenciamento Estratégico de Sistemas
Gerenciamento Estratégico de SistemasGerenciamento Estratégico de Sistemas
Gerenciamento Estratégico de SistemasJosé Passos
 
Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013
Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013
Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013EloGroup
 
Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013
Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013
Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013EloGroup
 

Semelhante a PROPOSTA DE UM MODELO DE GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PARA UMA EMPRESA PRIVADA DE GRANDE PORTE (20)

GOVERNANÇA DE TI: uma pesquisa quantitativa com empresas brasileiras
GOVERNANÇA DE TI: uma pesquisa quantitativa com empresas brasileirasGOVERNANÇA DE TI: uma pesquisa quantitativa com empresas brasileiras
GOVERNANÇA DE TI: uma pesquisa quantitativa com empresas brasileiras
 
Outsourcing Desenvolvimento Aplicações
Outsourcing Desenvolvimento AplicaçõesOutsourcing Desenvolvimento Aplicações
Outsourcing Desenvolvimento Aplicações
 
Aula 2.0 governança de ti
Aula 2.0 governança de tiAula 2.0 governança de ti
Aula 2.0 governança de ti
 
Aula 1 - Sistema de Informação
Aula 1 - Sistema de InformaçãoAula 1 - Sistema de Informação
Aula 1 - Sistema de Informação
 
Mesuracao da Gestao do Conhecimento em Projetos
Mesuracao da Gestao do Conhecimento em ProjetosMesuracao da Gestao do Conhecimento em Projetos
Mesuracao da Gestao do Conhecimento em Projetos
 
Apresentação Software as a Service
Apresentação Software as a ServiceApresentação Software as a Service
Apresentação Software as a Service
 
Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...
Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...
Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...
 
Manuscrito Tesi Final
Manuscrito Tesi FinalManuscrito Tesi Final
Manuscrito Tesi Final
 
Manuscrito Final
Manuscrito FinalManuscrito Final
Manuscrito Final
 
Peti plano estratégico de tecnologia da informação
Peti   plano estratégico de tecnologia da informaçãoPeti   plano estratégico de tecnologia da informação
Peti plano estratégico de tecnologia da informação
 
Apresentação tcc1
Apresentação tcc1Apresentação tcc1
Apresentação tcc1
 
Impacto da Governança de TI
Impacto da Governança de TIImpacto da Governança de TI
Impacto da Governança de TI
 
Viabilidade de abertura de uma nova empresa
Viabilidade de abertura de uma nova empresaViabilidade de abertura de uma nova empresa
Viabilidade de abertura de uma nova empresa
 
Gerenciamento Estratégico de Sistemas
Gerenciamento Estratégico de SistemasGerenciamento Estratégico de Sistemas
Gerenciamento Estratégico de Sistemas
 
Apostila itil cobit
Apostila itil cobit Apostila itil cobit
Apostila itil cobit
 
Apostila ITIL - COBIT
Apostila ITIL - COBITApostila ITIL - COBIT
Apostila ITIL - COBIT
 
Apostila itil cobit
Apostila itil cobitApostila itil cobit
Apostila itil cobit
 
Apostila itil cobit
Apostila itil cobitApostila itil cobit
Apostila itil cobit
 
Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013
Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013
Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013
 
Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013
Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013
Pesquisa Nacional em Gerenciamento de Processos de Negócio – 2013
 

Mais de dgovs_pucrs

Cidadania Ativa e Valor Público
Cidadania Ativa e  Valor PúblicoCidadania Ativa e  Valor Público
Cidadania Ativa e Valor Públicodgovs_pucrs
 
The Roles Of Governments In The Open Data Ecosystem
The Roles Of Governments In The Open Data EcosystemThe Roles Of Governments In The Open Data Ecosystem
The Roles Of Governments In The Open Data Ecosystemdgovs_pucrs
 
Mecanismos de proteção da privacidade das informações de prontuário eletrônic...
Mecanismos de proteção da privacidade das informações de prontuário eletrônic...Mecanismos de proteção da privacidade das informações de prontuário eletrônic...
Mecanismos de proteção da privacidade das informações de prontuário eletrônic...dgovs_pucrs
 
FATORES QUE INFLUENCIAM A TOMADA DE DECISÃO POR STAKEHOLDERS ENVOLVIDOS NA GO...
FATORES QUE INFLUENCIAM A TOMADA DE DECISÃO POR STAKEHOLDERS ENVOLVIDOS NA GO...FATORES QUE INFLUENCIAM A TOMADA DE DECISÃO POR STAKEHOLDERS ENVOLVIDOS NA GO...
FATORES QUE INFLUENCIAM A TOMADA DE DECISÃO POR STAKEHOLDERS ENVOLVIDOS NA GO...dgovs_pucrs
 
DADOS ABERTOS GOVERNAMENTAIS NA TOMADA DE DECISÃO BASEADA EM EVIDÊNCIA: UM ES...
DADOS ABERTOS GOVERNAMENTAIS NA TOMADA DE DECISÃO BASEADA EM EVIDÊNCIA: UM ES...DADOS ABERTOS GOVERNAMENTAIS NA TOMADA DE DECISÃO BASEADA EM EVIDÊNCIA: UM ES...
DADOS ABERTOS GOVERNAMENTAIS NA TOMADA DE DECISÃO BASEADA EM EVIDÊNCIA: UM ES...dgovs_pucrs
 
O Impacto da Institucionalização dos Mecanismos de Governança de TI no desemp...
O Impacto da Institucionalização dos Mecanismos de Governança de TI no desemp...O Impacto da Institucionalização dos Mecanismos de Governança de TI no desemp...
O Impacto da Institucionalização dos Mecanismos de Governança de TI no desemp...dgovs_pucrs
 
Promoting social participation through Digital Governance: identifying barrie...
Promoting social participation through Digital Governance: identifying barrie...Promoting social participation through Digital Governance: identifying barrie...
Promoting social participation through Digital Governance: identifying barrie...dgovs_pucrs
 
The Role of Collaborative Governance in the Barriers to the Brazilian Digital...
The Role of Collaborative Governance in the Barriers to the Brazilian Digital...The Role of Collaborative Governance in the Barriers to the Brazilian Digital...
The Role of Collaborative Governance in the Barriers to the Brazilian Digital...dgovs_pucrs
 

Mais de dgovs_pucrs (8)

Cidadania Ativa e Valor Público
Cidadania Ativa e  Valor PúblicoCidadania Ativa e  Valor Público
Cidadania Ativa e Valor Público
 
The Roles Of Governments In The Open Data Ecosystem
The Roles Of Governments In The Open Data EcosystemThe Roles Of Governments In The Open Data Ecosystem
The Roles Of Governments In The Open Data Ecosystem
 
Mecanismos de proteção da privacidade das informações de prontuário eletrônic...
Mecanismos de proteção da privacidade das informações de prontuário eletrônic...Mecanismos de proteção da privacidade das informações de prontuário eletrônic...
Mecanismos de proteção da privacidade das informações de prontuário eletrônic...
 
FATORES QUE INFLUENCIAM A TOMADA DE DECISÃO POR STAKEHOLDERS ENVOLVIDOS NA GO...
FATORES QUE INFLUENCIAM A TOMADA DE DECISÃO POR STAKEHOLDERS ENVOLVIDOS NA GO...FATORES QUE INFLUENCIAM A TOMADA DE DECISÃO POR STAKEHOLDERS ENVOLVIDOS NA GO...
FATORES QUE INFLUENCIAM A TOMADA DE DECISÃO POR STAKEHOLDERS ENVOLVIDOS NA GO...
 
DADOS ABERTOS GOVERNAMENTAIS NA TOMADA DE DECISÃO BASEADA EM EVIDÊNCIA: UM ES...
DADOS ABERTOS GOVERNAMENTAIS NA TOMADA DE DECISÃO BASEADA EM EVIDÊNCIA: UM ES...DADOS ABERTOS GOVERNAMENTAIS NA TOMADA DE DECISÃO BASEADA EM EVIDÊNCIA: UM ES...
DADOS ABERTOS GOVERNAMENTAIS NA TOMADA DE DECISÃO BASEADA EM EVIDÊNCIA: UM ES...
 
O Impacto da Institucionalização dos Mecanismos de Governança de TI no desemp...
O Impacto da Institucionalização dos Mecanismos de Governança de TI no desemp...O Impacto da Institucionalização dos Mecanismos de Governança de TI no desemp...
O Impacto da Institucionalização dos Mecanismos de Governança de TI no desemp...
 
Promoting social participation through Digital Governance: identifying barrie...
Promoting social participation through Digital Governance: identifying barrie...Promoting social participation through Digital Governance: identifying barrie...
Promoting social participation through Digital Governance: identifying barrie...
 
The Role of Collaborative Governance in the Barriers to the Brazilian Digital...
The Role of Collaborative Governance in the Barriers to the Brazilian Digital...The Role of Collaborative Governance in the Barriers to the Brazilian Digital...
The Role of Collaborative Governance in the Barriers to the Brazilian Digital...
 

Último

Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 

Último (20)

Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 

PROPOSTA DE UM MODELO DE GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PARA UMA EMPRESA PRIVADA DE GRANDE PORTE

  • 1. PROPOSTA DE UM MODELO DE GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PARA UMA EMPRESA PRIVADA DE GRANDE PORTE • 15th CONTECSI Giuliano Wagner de Souza Edimara Mezzomo Luciano Guilherme Costa Wiedenhöft Giuliano Wagner de Souza Edimara Mezzomo Luciano Guilherme Costa Wiedenhöft 15th CONTECSI
  • 2. Agenda • Tema e problema de pesquisa • Objetivos • Referencial Teórico • Método de Pesquisa • Desenho de Pesquisa • IT Governance Canvas • Resultados • Considerações Finais
  • 3. Tema e Problema de Pesquisa • Executivos têm experimentado muitos problemas e decepções ao unir o negócio e a TI, pois tinham a expectativa do aumento do valor estratégico da inovação gerada a partir dessa união. Entretanto, vivenciaram cancelamentos de projetos, interrupções de negócios, aumento da rotatividade de clientes, diminuição do valor percebido pelos stakeholders e, além disso, a perda de empregos (PETERSON, 2004) • Situação essa que melhorou ao logo dos últimos 13 anos, porém ainda notam-se ocorrências das situações elencadas pelo autor
  • 4. Tema e Problema de Pesquisa • Identifica-se a alta pertinência do tema no atual ambiente corporativo, tendo em vista que sem um MGTI é fácil ter duplicidade de tecnologias e soluções, assim como, um aumento desnecessário na complexidade. • Quanto maior a complexidade, maiores são os custos de transação, ou seja, maiores os custos de funcionamento de todo o sistema, como os custos de pesquisa e informação, os custos de negociação e decisão, e os custos de supervisão e execução (LUCIANO, MACADAR e WIEDENHÖFT, 2016).
  • 5. Tema e Problema de Pesquisa Qual o Modelo de Governança de TI adequado para a TKL? O que um Modelo de GTI contém: ▪ O conjunto de passos para definir um modelo de GTI ▪ Os aspectos que precisam ser discutidos na organização ▪ As bases organizacionais que dão suporte do Modelo de GTI ▪ Os objetivos em ter a GTI ▪ As evidências de que o Modelo de GTI vai atingir os seus objetivos ▪ As variáveis que devem ser consideradas quando definindo modelos de mercado para auxiliar a adoção de GTI e a implementação/adoção do Modelo de GTI
  • 6. Objetivos • Objetivo geral: - Definir um MGTI que possa ser aplicado na TKL, a partir do IT Governance Canvas. • Objetivos específicos: a) Identificar as necessidade da organização em relação à GTI; b) Identificar o tipo e cultura organizacional; c) Discutir os componente do MGTI na organização.
  • 7. Referencial Teórico Governança de TI Adoção de GTI ITG Canvas Cultura Organizacional Tipos de Estrutura Organizacional Brown (1997) De Haes e Van Grambergen (2008) Al Qassimi e Rusu (2015) Avolio, Kahai e Dodge (2000) Quinn, Anderson e Finkelstein (2001) Peterson (2004) ITGI (2007) Luciano et. al.(2017) Cameron e Quinn (1999) Sambamurthy e Zmud (1999) Luciano e Testa (2013) Chan e Reich (2007) Van Grembergen e De Haes (2009) Sambamurphy e Zmud (1999) Janssen (2015) Van Grembergen e De Haes (2012) Silva (2006) Katz e Kahn (1978) Weill e Ross (2006) Van Grembergen e De Haes (2009) Schein (1996) Weill e Ross (2006) Tamayo, Mendes e Paz (2000) Wiedenhöft, Luciano e Magnagnagno (2017) Wiedenhöft, Luciano e Testa (2013) Wiedenhöft e Klein (2013)
  • 8. Método de Pesquisa • Estudo de Caso (MARTINS, 2008) na organização aqui chamada de TKL • Propósito Qualitativo (GERHARDT e SILVEIRA, 2009) • Estudo exploratório-descritivo (FLICK, 2009)
  • 9. Desenho de Pesquisa Fase 1 Fase Exploratória Levantamento da literatura Análise da literatura Levantamento da documentação da organização em estudo Identificar a literatura adequada para referencial esta pesquisa Identificar os conceitos de GTI e Comportamento Organizacional, e o método de Adoção de GTI Identificar os documentos utilizados pela organização para documentar e promover as definições de negócio e TI Fase 2 Fase Descritiva Elaboração e aplicação das entrevistas Aplicação das análises de documentos e observação Avaliação das técnicas de coleta de dados Elaborar o instrumento de pesquisa e coletar informações dos colaboradores da organização, acerca dos componentes do bloco Drivers e Operacionalização Coletar dados e observar para a identificação dos Fundamentos, Monitoramento da Efetividade e tipo de Estrutura Organizacional Definir quais as técnicas de coleta de dados que melhor se enquadram ao estudo Fase 3 Resultados Qualificação dos dados apurados Interpretação dos resultados da pesquisa Apresentação dos resultados da pesquisa Organizar e apurar os resultados obtidos nos procedimentos metodológicos mencionados nas etapas anteriores para que sejam interpretados Interpretar os resultados obtidos por meio do estudo Realizar a apresentação dos resultados da pesquisa, identificar o que a limitou e sugerir pesquisas futuras
  • 10. Desenho de Pesquisa Fase 1: Fase Exploratória Levantamento da literatura Análise da literatura Levantamento da documentação da organização em estudo Identificar a literatura adequada para referencial esta pesquisa Identificar os conceitos de GTI e Comportamento Organizacional, e o método de Adoção de GTI Identificar os documentos utilizados pela organização para documentar e promover as definições de negócio e TI Fase 2: Fase Descritiva Elaboração e aplicação das entrevistas Aplicação das análises de documentos e observação Avaliação das técnicas de coleta de dados Elaborar o instrumento de pesquisa e coletar informações dos colaboradores da organização, acerca dos componentes do bloco Drivers e Operacionalização Coletar dados e observar para a identificação dos Fundamentos, Monitoramento da Efetividade e tipo de Estrutura Organizacional Definir quais as técnicas de coleta de dados que melhor se enquadram ao estudo Qualificação dos dados apurados Interpretação dos resultados da pesquisa Apresentação dos resultados da pesquisa Organizar e apurar os resultados obtidos nos procedimentos metodológicos mencionados nas etapas anteriores para que sejam interpretados Interpretar os resultados obtidos por meio do estudo Realizar a apresentação dos resultados da pesquisa, identificar o que a limitou e sugerir pesquisas futuras Fase 3: Resultados
  • 11. Desenho de Pesquisa Fase 2 Fase Descritiva Elaboração e aplicação das entrevistas Aplicação das análises de documentos e observação Avaliação das técnicas de coleta de dados Elaborar o instrumento de pesquisa e coletar informações dos colaboradores da organização, acerca dos componentes do bloco Drivers e Operacionalização Coletar dados e observar para a identificação dos Fundamentos, Monitoramento da Efetividade e tipo de Estrutura Organizacional Definir quais as técnicas de coleta de dados que melhor se enquadram ao estudo
  • 12. Desenho de Pesquisa Fase 3 Resultados Qualificação dos dados apurados Interpretação dos resultados da pesquisa Apresentação dos resultados da pesquisa Organizar e apurar os resultados obtidos nos procedimentos metodológicos mencionados nas etapas anteriores para que sejam interpretados Interpretar os resultados obtidos por meio do estudo Realizar a apresentação dos resultados da pesquisa, identificar o que a limitou e sugerir pesquisas futuras
  • 14. Método de Pesquisa Técnicas de coleta de dados: – Análise Documental (MOREIRA, 2005) – Entrevista Semiestruturada (BICUDO, 2006) – Observação Participante (CANO e SAMPAIO, 2007)
  • 15. Método de Pesquisa Análise documental: • Fundamentos – Pilares de Gestão – Necessidades do Negócio – Princípios de Governança Corporativa – Regulatórios • Drivers – Necessidades do Negócio Relacionadas à TI – Princípios de Governança de TI • Operacionalização – Fatores Críticos de Sucesso – Indicadores de Efetividade
  • 16. Método de Pesquisa Entrevista Semiestruturada: • Drivers – Problemas Comuns Relacionados à TI – Objetivos de Governança de TI • Operacionalização – Mecanismos de Governança de TI – Decisões-Chave – Direitos Decisórios
  • 17. Método de Pesquisa Observação Participante: Principal • Operacionalização – Tipo de Estrutura Organizacional • Cultura Organizacional Complementar • Fundamentos • Drivers • Operacionalização • Monitoramento da Efetividade
  • 18. IT Governance Canvas* *Guia para a Discussão e Concepção de Modelo de GTI Organizacional - Elaborado por Luciano et al. (2017) Referência: LUCIANO, Edimara M., WIEDENHÖFT, Guilherme C., MACADAR, Marie & PEREIRA, Gabriela. Discussing and Conceiving an Information and Technology Governance Model in Public Organizations. In.: RUSU, Lazar and VISCUSI, Gianluigi (Orgs). Information and Technology Governance in Public Organizations –Theory and Practice. Integrated Series in Information Systems. Springer, 2017
  • 19. Caracterização do Caso Estudado A empresa TKL atua na gestão de despesas de seus clientes, por meio de pagamentos digitais, focado na gestão de frotas automotivas, no que diz respeito à manutenção e abastecimento de veículos. Ela encontra-se em um momento peculiar de sua história, por ter surgido em 2016 a partir da Joint Venture (JV) entre duas empresas de grande porte e já consolidadas no mercado brasileiro, uma brasileira e outra pertencente a um grupo francês. Hoje, a TKL encontra-se em fase de harmonização entre essas duas organizações, bem como sofre imposições do Banco Central (BACEN) para adoção de numerosas regras, como a aplicação de Governança de TI, tema alvo desse estudo. A TKL nasceu com 25 anos de experiência de mercado e possui 27 mil clientes corporativos, 01 milhão de veículos administrados e 36 mil estabelecimentos credenciados.
  • 20. Caracterização do Caso Estudado Perfil dos respondentes: Atuantes na criação de novos produtos, na manutenção dos sistemas e funcionalidades em atividade, e na resolução de problemas, que envolvem tanto os demais colabores desse empreendimento quanto os clientes externos Levou-se em consideração: • Estrutura organizacional • Perfil comportamental • Cargos/papéis na organização • Nível de envolvimento com o setor de TI
  • 21. Caracterização do Caso Estudado Perfil dos respondentes: * Atual diretor da BU (Business Unit) Manutenção e diretor vice-presidente até ocorrer a Joint Venture Cargo na Organização Nível de Formação Acadêmica Tempo no Cargo (anos) Graduando Graduado Especialista Mestre 1 a 5 6 a 10 11 a 15 Diretor da Manutenção* 1 1 Diretor de TI e Operações 1 1 Gerente de Sistemas 1 1 1 1 Coordenador de Testes 1 1 Coordenador de Capturas de Rede 1 1 Analista de Sistemas 1 1 Analista de Projetos 1 1 Analista de Produtos 3 2 1 Analista de Processos de TI 1 1 Analista de Processos 1 1 Analista de Negócios 1 1 Total: 14 respondentes
  • 22. Resultados FUNDAMENTOS DO IT GOVERNANCE CANVAS Necessidade do Negócio Pilares de Gestão Princípios de Governança Corporativa Regulatórios Obter benefícios Crescimento sustentável Atendimento às necessidades dos stakeholders Banco Central (BACEN) Mitigar riscos Espírito empreendedor Transparência CLT Otimizar recursos Inovação Equidade SEMAPI Simplicidade Prestação de contas FETERCESP Compartilhamento Responsabilidade corporativa
  • 23. Resultados DRIVERS PARA O IT GOVERNANCE CANVAS Necessidade do Negócio Relacionadas à TI Problemas Comuns Relacionados à TI Princípios de GTI Objetivos de GTI Gerir os recursos orçamentários de TI Prover maior nível de integração e automatização entre sistemas e operações Planejamento Estratégico Atendimento às necessidades dos stakeholders Articular o uso coordenado e eficiente dos recursos e contratos de TI Adequação das soluções tecnológicas para fusões e aquisições Prover informações que garantam a execução da estratégia organizacional Pessoas Transparência Velocidade e eficiência na resposta a mudanças Aumentar a qualidade de integração entre a TKL e os clientes, usuários e estabelecimentos comerciais Consolidar práticas de Governança de TI Tecnologia Equidade Apoiar a estratégia e a gestão da organização Implementar sistemas e serviços para diversificação dos instrumentos de pagamentos Desenvolver competências gerenciais e técnicas visando a internalização do conhecimento e perenidade do negócio Gerenciamento de demandas e projetos de TI Prestação de contas Propor soluções tecnológicas para a gestão Atender os requisitos de regulação do Banco Central Gerir o conhecimento dos colaboradores com relação às melhores práticas de Governança de TI Gerenciamento dos recursos Responsabilidade corporativa Promover a análise de soluções tecnológicas com base em variáveis custo-benefício Padronizar e atualizar a plataforma tecnológica de negócios Gerenciamento financeiro Permitir soluções tecnológicas simples e eficazes Desempenho Promover a Governança de TI Gestão do conhecimento Incentivar o uso de soluções tecnológicas inovadoras Disseminar o conhecimento das TI e qualificar o gerenciamento de TI Propor a seleção, qualificação e gestão de pessoas
  • 24. Resultados OPERACIONALIZAÇÃO DO IT GOVERNANCE CANVAS Decisões-chave Mecanismos de GTI Estrutura Organizacional Direitos Decisórios Princípios de TI Comitê Diretivo de TI Conjunto de práticas formais de Priorização de Investimentos de TI Raios de sol Dir. TI Arquitetura de TI Comitê de análise de viabilidade de projetos de TI Conjunto de práticas formais de Segurança da Informação Arquiteto TI Infraestrutura de TI Estrutura Organizacional da TI formalizada Conjunto de práticas formais de Gestão de Processos Dir. Negócios Necessidades de aplicações de negócio Comitê de priorização de investimentos em TI e demais áreas Conjunto de práticas formais de Gestão de Serviços de TI Ger. Produto Investimentos e priorização de TI Conjunto de práticas formais para Análise de Riscos Métodos de avaliação de níveis de alinhamentos estratégico da TI Comitê de auditoria de TI em nível de diretoria Conjunto de práticas formais de Gestão de Projetos Definição formal dos papéis e responsabilidades Ética ou Cultura de Conformidade com políticas, diretrizes e procedimentos Comitê de projetos da empresa Compreensão compartilhada dos objetos de TI e de negócios CIO em nível executivo Escritório de Governança de TI Planejamento Estratégico de TI/SI Conjunto de práticas formais para definição/comunicação do Valor da TI para as pessoas Sistemas de medição de desempenho Co-location -alocação de pessoas de negócio em TI e de TI no negócio Definição de indicadores de desempenho de TI Conjunto de práticas (formais ou informais) de comunicação Conjunto de práticas formais de Controle e Mensuração da TI
  • 25. Resultados MONITORAMENTO DA EFETIVIDADE DO ITG CANVAS Fatores Críticos de Sucesso Indicadores de Efetividade Atendimento às necessidades dos stakeholders Indicador de percentual de projetos estratégicos em andamento Redução de 50% dos problemas comuns relacionados à TI Indicador do índice de capacitação em Governança de TI Atendimento à regulação do BACEN Indicador do cronograma dos projetos Capacidade de inovação Indicador do grau de eficiência no orçamento dos projetos Projetos estratégicos abertos tenham metas e indicadores claramente definidos e alinhados à estratégia organizacional Indicador de segurança da informação Indicador de direitos decisórios
  • 26. Resultados Aplicabilidade do ITG Canvas Facilita aos gestores e ao conselho administrativo a seguir um passo-a-passo para conceber e discutir a adoção da GTI Contribui para o entendimento e participação dos colaboradores na GTI, independente do nível hierárquico Proposta de melhoria para empresas que lidam com o desenvolvimento de software: identificação das principais metodologias de desenvolvimento
  • 27. Considerações Finais O objetivo geral foi atendido em sua plenitude, tendo sido alcançado através do atingimento de cada objetivo específico. Identificar as necessidades da organização em relação à GTI: • Necessidades de Negócio Relacionadas à TI • Problemas Comuns Relacionados à TI Identificar o tipo de cultura organizacional: • Predominância do tipo Mercado (foco na produtividade e nos resultados) • Tendência de adotar o tipo Clã (mais flexível) Discutir os componentes do MGTI na organização: • Evidente necessidade de diálogo sobre o tema • Necessidade de fomentar seu alinhamento ao plano estratégico organizacional
  • 28. Considerações Finais Limites da pesquisa: • Dificuldade de entendimento do que é GovTI, por parte dos entrevistados • Não aceite da gravação de áudio, por parte dos entrevistados
  • 29. Considerações Finais Sugestões para trabalhos futuros: • Utilização da técnica de Focus Group • Aplicação da técnica dos porquês nos Problemas Comuns Relacionados à TI • Utilização da técnica 5W2H para a organização montar um plano de ação do MGTI
  • 31. PROPOSTA DE UM MODELO DE GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PARA UMA EMPRESA PRIVADA DE GRANDE PORTE 15th CONTECSI Grupo de Pesquisa CNPq em Gestão e Governança de TIC Giuliano Wagner de Souza Bacharel em Administração de Empresas – LF Gestão de TI Edimara Mezzomo Luciano Dr.ª em Administração e Prof.ª Titular da Escola de Negócios (PUCRS) Guilherme Costa Wiedenhöft Dr. em Administração e Prof. Adjunto da Escola Politécnica (PUCRS)