Em casa ou em ILPIs: equipe multidisciplinar é fundamental

6.781 visualizações

Publicada em

Palestra ministrada pela fisioterapeuta Cláudia Soares dos Santos no 1º Encontro Regional de Familiares e Cuidadores de Idosos Dependentes, realizado no dia 30 de outubro de 2010, no Ritz Plaza Hotel, em Juiz de Fora-MG.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.781
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
99
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
93
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Em casa ou em ILPIs: equipe multidisciplinar é fundamental

  1. 1. Em casa ou em Instituições de longa permanência para idosos: equipe multidisciplinar é fundamental Cláudia Soares dos Santos Fisioterapeuta - Especialista em Geriatria/Gerontologia -Membro da Associação Brasileira de Alzheimer – subregional Juiz de Fora -Especializando em Filosofia Clínica, pelo Instituto Packter
  2. 2. Envelhecer é apenas um fenômeno que nos atinge exteriormente? • Traz em si um sentido, • O sentido da velhice. • Aceitação, como todo período da vida. • Aprender a arte de envelhecer!
  3. 3. • Com o envelhecimento da população mundial, o nº de idosos deve aumentar: 42 milhões em 2020 81 milhões em 2040 O QUE FAZER? COMO?
  4. 4. SOZINHO (A) ISOLADO(A) SEPARADO (A)
  5. 5. Com o prolongamento da vida, preside a construção de saberes englobados
  6. 6. • “Nova realidade” ESTATÍSTICAS INCONTESTÁVEIS É o ponto de partida COMO RESULTADO EQUIPE MULTIDISCIPLINAR
  7. 7. A EQUIPE • Advogado; • Analista de sistema; • Assistente social; • Cuidador; • Cuidador familiar • Dentista; • Educador Físico; • Engenheiro; • Farmacêutico; • Fisioterapeuta;
  8. 8. • Fonoaudiólogo; • Médico; • Nutricionista; • Musicoterapeuta; • Psicológo; • Técnico de enfermagem; • Terapeuta ocupacional.
  9. 9. • A interação é interdisciplinar quando alguns especialistas discutem entre si a situação de um paciente sobre aspectos comuns a mais de uma especialidade. É multidisciplinar quando existem vários profissionais atendendo o mesmo paciente de maneira independente. É transdisciplinar quando as ações são definidas e planejadas em conjunto. (Bucher, 2003; LoBianco, Bastos, Nunes & Silva, 1994).
  10. 10. GERONTOLOGIA: é a ciência que estuda o processo do envelhecimento. Cuida da personalidade e da conduta do idoso, levando em conta todos os aspectos ambientais e culturais do envelhecer. (Guedes,2000)
  11. 11. Profissional Multidisciplinar ? Para CUIDAR, é preciso realmente QUERER e ESTAR: Disposto (a); Determinado (a); Decidido. SUCESSO NO PLANO TERAPÊUTICO!!!
  12. 12. Em casa ou ILPI’s, a equipe multidisciplinar é fundamental • Avaliar as necessidades do idoso e de seus familiares; • Gerenciamento efetivo da saúde do idoso; • Prevenção de agravos; • Promoção, manutenção e restauração da saúde; • Desenvolvimento e adaptação de suas funções;
  13. 13. • Intervenções precoces; • Restabelecimento da independência; • Preservação da autonomia.
  14. 14. Orientações práticas • Quanto ao cuidado; • Informações sobre doenças; • Adaptações no ambiente físico; • Acolhimento; • Ouvir; • Estímulo para as AVD’s.
  15. 15. CONCLUSÃO • Os 3 “Cs” Cabeça: conhecimento, competência clínica, capacitação; Contato: cuidados com o idoso; Coração: compaixão, carinho.
  16. 16. • “... um novo tempo, de uma nova era, de novos valores que façam a humanidade se orgulhar de si mesma e de construir um novo capítulo da nossa história de maneira diferente...” (Márcia Falabella)
  17. 17. Referências • Rodrigues MR, Almeida RT. Papel do responsável pelos cuidados à saúde do paciente no domicílio – um estudo de caso. Acta Paul Enferm 2005; 18(1) • Guedes SL. A concepção sobre a família na geriatria e na gerontologia brasileiras: eco dos dilemas da multidisciplinaridade. RBCS. v.15, n.43, jun.2000 • Muniz CF, Arnaut AC, Yoshida M, Trelha CS, Dellaroza MSG. Projeto de assistência disciplinar ao idoso em nível primário: enfoque dos alunos de fisioterapia. Revista APS, v.10, n.1, p. 84-89,jan./jun. 2007 • Grün A. A sublime arte de envelhecer. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008
  18. 18. OBRIGADA!!! claudiasantos.fst@gmail.com

×