Renascimento parte1

3.808 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.808
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.307
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Renascimento parte1

  1. 1. Indicadores de aprendizagem• Enumerar os fatores que fizeram de Itália o “berço do Renascimento”.(s)
  2. 2. “O Renascimento é a época de grandes transformações na mentalidade europeia” Mas, porquê?
  3. 3. “A experiência é a madre todas as cousas” Duarte Pacheco Pereira
  4. 4. Lourenço de Médicis Lourenço de Médicis• O Renascimento foi um movimento cultural e artístico, de raiz racionalista, humanista e individualista, que ocorreu na Europa durante os séculos XV e XVI, e que teve a sua principal fonte de inspiração no mundo clássico, greco-romano, e nos movimentos de expansão geográfica e comercial dos finais da Idade Média ocidental.
  5. 5. Consideram-se , mais frequentemente como ponto de partida dos Tempos Modernos ,acontecimentos de caráter político e técnico.1453 é o ano da tomada de Constantinoplapelos turcos, é também aquele em que cessam as operações militares da Guerra dosCem anos. É em torno desta data que a imprensa toma forma. 1492 é a data daprimeira viagem de Cristóvão Colombo, é o fim da reconquista cristã espanhola. Desde1450 a Europa ocidental e a Oriental conhecem uma paz relativa que permite areconstrução das ruínas das guerras e o restabelecimento de uma situaçãodemográfica comprometida pela Peste Negra. As experiências suscitaram nas elitesuma procura apaixonada de certezas religiosas e intelectuais que conduzem à reformareligiosa e à renascença… A Europa antes de mais, dota-se de ideias e dos meios quelhe permitirão afirmar-se em relação às outras partes do mundo. Os europeus dafachada atlântica abrem o acesso ao resto do mundo , destroem imensos impérios naAmérica e impõe aos impérios asiáticos contactos comerciais e espirituais… Corvisier, O mundo Moderno1-Que acontecimentos políticos e culturais marcaram o início da idade Moderna?2- A quem se refere o autor, ao designar “os europeus da fachada atlântica”?3-Explica a importância da última frase.
  6. 6. -V ... I II III IV V VI VII VIII IX X XI XII XIII XIV XV XVI XVII IDADE IDADE IDADE ANTIGA MÉDIA MODERNA ANTIGUIDADE GRECO-ROMANA RENASCIMENTO O RENASCIMENTO FOI... •Movimento cultural e artístico. •Desinteresse pela Idade Média. •Preferência pela Antiguidade (Civilização Greco-Romana): a sua Arte a sua Cultura O Renascimento surgiu em Itália. Porquê?
  7. 7. •Crescimento económico das cidades italianas •Aparecimento de uma rica Burguesiainteressada em valorizar a imagem das suas cidades
  8. 8. • Vestígios da Antiguidade Clássica: monumentos, ruínas, obras de arte, livros…
  9. 9. Prática do MecenatoAparecimento de indivíduos queincentivavam a produção artística eliterária
  10. 10. Lourenço de Médicis sonhou tornar a sua cidade mais grandiosa e bela .Como havia muitos espaços sem habitações , fez traçar novas ruas paranelas construir edifícios tornando-a , assim, mais grandiosa e maior.Graças a ele, a cidade , quando não estava em guerra, encontrava-seperpetuamente em festa, assistindo a torneios e cortejos onde serepresentavam acontecimentos e altos feitos da Antiguidade. Acarinhava e afeiçoava-se a todos os que se distinguiam nas artes:protegia os homens das letras. Para que os jovens de Florença pudessemdedicar-se ao estudo das letras , fundou a Universidade de Pisa, para ondechamou os homens mais instruídos que existiam então em Itália. Maquiavel, Histórias FlorentinasTranscreve do documento , expressões que testemunhem que o Homem doRenascimento:- apreciava a vida terrena-Venerava a Antiguidade Clássica-Praticava o mecenato
  11. 11. • Muitas cidades italianas tinham-se tornado activos e prósperos centros de comércio e financeiros. • A Itália era constituída por pequenos Estados autónomos. Entre eles estabeleceu-se uma verdadeira rivalidade: todos pretendiam ter os mais belos palácios e igrejas, os artistas e1 os pensadores mais célebres. • Abundavam na Itália os vestígios da arte greco-romana, que viriam a inspirar numerosos artistas. Por sua vez, as bibliotecas dos mosteiros guardavam cópias de muitas obras da antiguidade, que os intelectuais italianos estudavam, e muitas vezes, reeditavam.2 • A prática do mecenato foi também um dos factores que permitiu o aparecimento do Renascimento em Itália. Esta prática era comum na Roma antiga e foi fundamental para o desenvolvimento da produção intelectual e artística do renascimento. O Mecenas era considerado como "protetor", homem rico, era na prática quem dava as condições3 materiais para a produção das novas obras e nesse sentido pode ser considerado como o patrocinador, o financiador.

×