SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Baixar para ler offline
Factores de Competitividade do
Porto de Sines




I Encontro de Portos da CPLP
Setembro de 2008
Localização Estratégica

  Porta de Entrada da Europa




 Localização privilegiada de Sines na confluência das principais rotas marítimas internacionais
                                      Norte-Sul / Este-Oeste

Setembro de 2008                                                                                  2
1 - Características Físicas / Acessibilidades




Porto de águas profundas, aberto ao mar

Fundos naturais não sujeitos a assoreamento

Acostagem de navios de grande porte

Inexistência de pressão urbana



 Notáveis infraestruturas marítimas
       Molhe Oeste com a orientação N/S

       Molhe Leste com orientação NO/SE

 1º porto nacional em movimentação de carga

 5 terminais e 2 portos interiores




Setembro de 2008                                                             3
1 - Características Físicas / Acessibilidades

Acessos Ferroviários
Conexão Ferroviária em Portugal
e ligações a Espanha
Integrado no Eixo Prioritário 16 (RTE-T)

Linha projecto                    (construção)
                                  (em estudo)
Linha original




   Setembro de 2008                                                           4
1 - Características Físicas / Acessibilidades

Acessos Rodoviários
 Conexão Rodoviária em Portugal
 e ligações a Espanha



                                                                     IP7
                    LISBOA                                                 MADRID



                                                             ÉVORA

                                        A2     IC33



                                                     IP8                   SEVILHA
                   SINES
                                                           BEJA


          Nó a definir: Grândola Norte ou Grândola Sul
Setembro de 2008                                                                     5
2 – Cinco Terminais Especializados

 Um porto com múltiplas valências




                                                      Granéis Sólidos,
              Granéis               Petroquímicos    Carga Geral e Ro-Ro
              Líquidos

                                                           Contentores




                   Gás Natural Liquefeito
Setembro de 2008                                                           6
2 – Cinco Terminais Especializados



Terminal de Granéis Líquidos

                            350.000 Dwt


        28m Z.H.


     Capacidade Máxima de Movimentação
     • 28.300.000 ton/ano

     Áreas de Expansão para Tancagem
     • 22 ha

     Infraestruturas e Equipamentos
     • 6 postos de acostagem
     • 27 braços de carga/descarga
     • 3 braços de carga de Auto-tanques

     Transporte Terrestre
     • Oleoduto
     • Rodovia
  Setembro de 2008                                                         7
2 – Cinco Terminais Especializados



Terminal Petroquímico

                             20.000 m3


      12m Z.H.


      Capacidade Máxima de Movimentação
      • 1.000.000 ton/ano

      Volume de Tancagem
      • 85.900 m3

      Infraestruturas e Equipamentos
      • 2 postos de acostagem
      • 6 braços de carga/descarga

      Transporte Terrestre
      • Oleoduto
      • Rodovia



Setembro de 2008                                                          8
2 – Cinco Terminais Especializados

Terminal Multipurpose

                     190.000 Dwt


     18m Z.H.

Capacidade de Movimentação
•   8.700.000 ton/ano
Área de Armazenagem Disponível
•   365.636 m2
•   56.120 m2 (expansão)
Comprimento do Cais
•   Intradorso: 296 m, Extradorso: 721 m
Infraestruturas e Equipamentos
•   2 gruas de pórtico (2 x 2.000 ton/h)
•   2 stacker-reclaimer (4.000 ton/h e 2.000 ton/h)
•   1 carregador de cais (1.700 ton/h)
•   Estação de carregamento de vagões (1.700
    ton/h)
•   1 grua automóvel de 50 ton de força de elevação
•   1 rampa ro-ro
Transporte Terrestre
•   Ferrovia
•   Rodovia
•   Tapete Rolante

Setembro de 2008                                                            9
2 – Cinco Terminais Especializados


Terminal GNL (Gás Natural Liquefeito)

                          130.000 m3


     15m Z.H.

  Capacidade de Movimentação
  • 4.000.000 ton/ano

  Volume de Tancagem Disponível
  • 2 tanques de 120.000 m3 cada

  Volume de Tancagem Futura
  • 1 tanque de 140.000 m3

  Infraestruturas e Equipamentos
  • 1 posto de acostagem
  • 3 braços de descarga de 4.000 m3/hora
  • 1 braço para retorno de vapor
  • 2 baias de carga de cisterna, cada uma com
      1 braço de carga e um braço de retorno de
      vapor

  Transporte Terrestre
  • Gasoduto (90%)
  • Rodovia (10%)

Setembro de 2008                                                           10
2 – Cinco Terminais Especializados



Terminal XXI (Contentores)

                           > 9.000 TEU’s


       16m Z.H.
  Capacidade Máxima de Movimentação
  • 800.000 TEUs/ano

  Área para Depósito e Armazenagem
  • 24 ha

  Comprimento do Cais
  • 730 m

  Equipamentos
  • 6 pórticos de cais (super e post-panamax)
  • pórticos de parque (RTG)
  • empilhadores de garfos
  • empilhadores telescópico

  Transporte Terrestre
  • Ferrovia (2 linhas, cada uma com 650 m de
     comprimento)
  • Rodovia


Setembro de 2008                                                            11
2 – Cinco Terminais Especializados

Expansão do Terminal XXI
                                                                                 9 Pórticos super
1.4                                                                               post‐panamax
mTEUs
                                             6 Pórticos super
          Rápido aumento                      post‐panamax                       Extensão do Cais
                                                                                    Para 940 m
          de capacidade
                                            Extensão do Cais
          para responder                       para 730m
1.0                                                                              CAPACIDADE
mTEUs     à procura
                                                                                 MOVIMENTO



0.5
mTEUs
                                                                         1.3 M
                                                                         TEUs


0.25                                                            800 m
mTEUs
                                                                TEUs

                                                  400 m
                                     150 m         TEUs
                            121 m
                     51 m            TEUs
              19 m           TEUs
              TEUs   TEUs

             2004    2005   2006     2007         2008          2009
                                                                2009    >2011

 Setembro de 2008                                                                                   12
3 – Porto Moderno

Equipamentos de operação de última geração




 Setembro de 2008                                        13
3 – Porto Moderno

Sistemas de gestão, operação e segurança/protecção.




  Cartão Único Portuário
                             VTS
                     Vessel Traffic System   Supervisão (Vídeo e Alarmes)




  Setembro de 2008                                                          14
4 – Operação portuária flat-rate

A flexibilidade da mão-de-obra e a prática de tarifas planas permitem que
as operações portuárias decorram efectivamente 24 horas por dia, 365 dias
por ano.




Setembro de 2008                                                            15
5 – Zona Industrial e Logística

Um porto com uma vasta zona industrial e logística adjacente

                              Zona Extraportuária
     Zona Intraportuária
                                            2 km            215 ha
                              30 ha




                     Zona Intraportuária
Área total de 30 ha, dos quais 12 ha a ocupar numa primeira fase, é
formado por dois lotes:
1.ª Fase (12 ha) - localizado junto ao terminal multipurpose, sendo
delimitado a norte pela EN 120 – 1 e a sul pela via de ligação ao
terminal referido.
2.ª Fase (18 ha) – Inserido no espaço da antiga pedreira.


                     Zona Intraportuária
Área total de 215 hectares, dos quais 73,6 ha, a ocupar numa 1ª fase.
Para 1ª fase de implementação da ZAL estão reservados seis lotes (L1
a L6), devidamente enquadrados por espaços verdes de protecção e
servidos por adequadas redes de infra-estruturas.




     Setembro de 2008                                                                                     16
6 – Capacidade de Expansão




                    Expansão
                   Terminal XXI




Setembro de 2008                                     17
Obrigado pela atenção




Setembro de 2008        18

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mobilidade e Redes de Transportes
 Mobilidade e Redes de Transportes Mobilidade e Redes de Transportes
Mobilidade e Redes de TransportesIdalina Leite
 
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logísticaA estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logísticaaplop
 
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europaaplop
 
Projecto de expansão do Porto da Beira
Projecto de expansão do Porto da BeiraProjecto de expansão do Porto da Beira
Projecto de expansão do Porto da Beiraaplop
 
Transportes aéreos- Geografia A
Transportes aéreos- Geografia ATransportes aéreos- Geografia A
Transportes aéreos- Geografia AAna Catarina
 
Projectos de desenvolvimento e expansão dos Portos e Caminhos de Ferro de Moç...
Projectos de desenvolvimento e expansão dos Portos e Caminhos de Ferro de Moç...Projectos de desenvolvimento e expansão dos Portos e Caminhos de Ferro de Moç...
Projectos de desenvolvimento e expansão dos Portos e Caminhos de Ferro de Moç...aplop
 
A competitividade dos diferentes modos de transporte
A competitividade dos diferentes modos de transporteA competitividade dos diferentes modos de transporte
A competitividade dos diferentes modos de transporteIlda Bicacro
 
Projecto de expansão do Porto de Nacala
Projecto de expansão do Porto de NacalaProjecto de expansão do Porto de Nacala
Projecto de expansão do Porto de Nacalaaplop
 
Portos secos, desafios e potencialidades
Portos secos, desafios e potencialidadesPortos secos, desafios e potencialidades
Portos secos, desafios e potencialidadesFeliciana Monteiro
 
As redes de transportes em portugal
As redes de transportes em portugalAs redes de transportes em portugal
As redes de transportes em portugalPatricia Degenhardt
 
Transportes aéreos
Transportes aéreosTransportes aéreos
Transportes aéreosMayjö .
 
Trabalho transportes aéreos, 9º3
Trabalho transportes aéreos, 9º3Trabalho transportes aéreos, 9º3
Trabalho transportes aéreos, 9º3Mayjö .
 
Projecto de expansão do Porto de Maputo
Projecto de expansão do Porto de MaputoProjecto de expansão do Porto de Maputo
Projecto de expansão do Porto de Maputoaplop
 
A JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única LogísticaA JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única Logísticaaplop
 
As redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
As redes de transporte no território português - Geografia 11º AnoAs redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
As redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano713773
 
Mobilidade e comunicação - 1
Mobilidade e comunicação - 1Mobilidade e comunicação - 1
Mobilidade e comunicação - 1Idalina Leite
 
III Encontro de Portos da CPLP – Rosário Mualeia – CFM (Moçambique)
III Encontro de Portos da CPLP – Rosário Mualeia – CFM (Moçambique)III Encontro de Portos da CPLP – Rosário Mualeia – CFM (Moçambique)
III Encontro de Portos da CPLP – Rosário Mualeia – CFM (Moçambique)Portos de Portugal
 

Mais procurados (20)

Mobilidade e Redes de Transportes
 Mobilidade e Redes de Transportes Mobilidade e Redes de Transportes
Mobilidade e Redes de Transportes
 
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logísticaA estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
 
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
 
Projecto de expansão do Porto da Beira
Projecto de expansão do Porto da BeiraProjecto de expansão do Porto da Beira
Projecto de expansão do Porto da Beira
 
Transportes aéreos- Geografia A
Transportes aéreos- Geografia ATransportes aéreos- Geografia A
Transportes aéreos- Geografia A
 
O sistema de transportes
O sistema de transportesO sistema de transportes
O sistema de transportes
 
Projectos de desenvolvimento e expansão dos Portos e Caminhos de Ferro de Moç...
Projectos de desenvolvimento e expansão dos Portos e Caminhos de Ferro de Moç...Projectos de desenvolvimento e expansão dos Portos e Caminhos de Ferro de Moç...
Projectos de desenvolvimento e expansão dos Portos e Caminhos de Ferro de Moç...
 
A competitividade dos diferentes modos de transporte
A competitividade dos diferentes modos de transporteA competitividade dos diferentes modos de transporte
A competitividade dos diferentes modos de transporte
 
Projecto de expansão do Porto de Nacala
Projecto de expansão do Porto de NacalaProjecto de expansão do Porto de Nacala
Projecto de expansão do Porto de Nacala
 
Portos secos, desafios e potencialidades
Portos secos, desafios e potencialidadesPortos secos, desafios e potencialidades
Portos secos, desafios e potencialidades
 
As redes de transportes em portugal
As redes de transportes em portugalAs redes de transportes em portugal
As redes de transportes em portugal
 
Rte t2014.20
Rte t2014.20Rte t2014.20
Rte t2014.20
 
Transportes aéreos
Transportes aéreosTransportes aéreos
Transportes aéreos
 
Trabalho transportes aéreos, 9º3
Trabalho transportes aéreos, 9º3Trabalho transportes aéreos, 9º3
Trabalho transportes aéreos, 9º3
 
Projecto de expansão do Porto de Maputo
Projecto de expansão do Porto de MaputoProjecto de expansão do Porto de Maputo
Projecto de expansão do Porto de Maputo
 
A JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única LogísticaA JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única Logística
 
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
 
As redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
As redes de transporte no território português - Geografia 11º AnoAs redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
As redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
 
Mobilidade e comunicação - 1
Mobilidade e comunicação - 1Mobilidade e comunicação - 1
Mobilidade e comunicação - 1
 
III Encontro de Portos da CPLP – Rosário Mualeia – CFM (Moçambique)
III Encontro de Portos da CPLP – Rosário Mualeia – CFM (Moçambique)III Encontro de Portos da CPLP – Rosário Mualeia – CFM (Moçambique)
III Encontro de Portos da CPLP – Rosário Mualeia – CFM (Moçambique)
 

Semelhante a Porto de Sines: Localização Estratégica e Capacidade de Expansão

ENAPOR – Portos de Cabo Verde
ENAPOR – Portos de Cabo Verde ENAPOR – Portos de Cabo Verde
ENAPOR – Portos de Cabo Verde aplop
 
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Setúbal
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de SetúbalI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Setúbal
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Setúbalaplop
 
Luciano Lisbao Junior - Licenciamento Ambiental Aracruz Celulose
Luciano Lisbao Junior - Licenciamento Ambiental Aracruz CeluloseLuciano Lisbao Junior - Licenciamento Ambiental Aracruz Celulose
Luciano Lisbao Junior - Licenciamento Ambiental Aracruz CeluloseLCA promo
 
LOGISTICA RN VAGNER ARAUJO
LOGISTICA RN VAGNER ARAUJOLOGISTICA RN VAGNER ARAUJO
LOGISTICA RN VAGNER ARAUJOVagner Araujo
 
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de MoçambiqueOs Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambiqueaplop
 
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do BrasilO Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasilaplop
 
Plano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivo
Plano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivoPlano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivo
Plano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivoportodeaveiro
 
A operação comercial da portonave
A operação comercial da portonaveA operação comercial da portonave
A operação comercial da portonaveTriunfoRi
 
Novo Porto do Dande - Domingos Fortes
Novo Porto do Dande - Domingos FortesNovo Porto do Dande - Domingos Fortes
Novo Porto do Dande - Domingos FortesPorto de Luanda
 
004 mindelo-porto-de-dande
004 mindelo-porto-de-dande004 mindelo-porto-de-dande
004 mindelo-porto-de-dandeJoao Rodrigues
 
Projecto do novo Porto do Dande
Projecto do novo Porto do DandeProjecto do novo Porto do Dande
Projecto do novo Porto do DandeAni Santos
 
Apresentação criação vetria mineração
Apresentação   criação vetria mineraçãoApresentação   criação vetria mineração
Apresentação criação vetria mineraçãoTriunfoRi
 
I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Aveiro
I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de AveiroI Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Aveiro
I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Aveiroaplop
 
Porto de leixões andre maia
Porto de leixões andre maiaPorto de leixões andre maia
Porto de leixões andre maiaaeplognorte
 
Comboios de Mercadorias em Portugal
Comboios de Mercadorias em PortugalComboios de Mercadorias em Portugal
Comboios de Mercadorias em PortugalCláudio Carneiro
 

Semelhante a Porto de Sines: Localização Estratégica e Capacidade de Expansão (20)

ENAPOR – Portos de Cabo Verde
ENAPOR – Portos de Cabo Verde ENAPOR – Portos de Cabo Verde
ENAPOR – Portos de Cabo Verde
 
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Setúbal
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de SetúbalI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Setúbal
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Setúbal
 
Luciano Lisbao Junior - Licenciamento Ambiental Aracruz Celulose
Luciano Lisbao Junior - Licenciamento Ambiental Aracruz CeluloseLuciano Lisbao Junior - Licenciamento Ambiental Aracruz Celulose
Luciano Lisbao Junior - Licenciamento Ambiental Aracruz Celulose
 
LOGISTICA RN VAGNER ARAUJO
LOGISTICA RN VAGNER ARAUJOLOGISTICA RN VAGNER ARAUJO
LOGISTICA RN VAGNER ARAUJO
 
Hidrovia e o uso múltiplo das águas - Agenor Junqueira
Hidrovia e o uso múltiplo das águas - Agenor JunqueiraHidrovia e o uso múltiplo das águas - Agenor Junqueira
Hidrovia e o uso múltiplo das águas - Agenor Junqueira
 
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de MoçambiqueOs Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
 
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do BrasilO Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
 
Plano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivo
Plano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivoPlano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivo
Plano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivo
 
6º ENCONTRO DE LOGÍSTICA E TRANSPORTES – FIESP HIDROVIA E O USO MÚLTIPLO DAS ...
6º ENCONTRO DE LOGÍSTICA E TRANSPORTES – FIESP HIDROVIA E O USO MÚLTIPLO DAS ...6º ENCONTRO DE LOGÍSTICA E TRANSPORTES – FIESP HIDROVIA E O USO MÚLTIPLO DAS ...
6º ENCONTRO DE LOGÍSTICA E TRANSPORTES – FIESP HIDROVIA E O USO MÚLTIPLO DAS ...
 
Rio Oil&Gas 2010 - O Papel da Tecnologia na evolução do Mercado de GNL
Rio Oil&Gas 2010 - O Papel da Tecnologia na evolução do Mercado de GNLRio Oil&Gas 2010 - O Papel da Tecnologia na evolução do Mercado de GNL
Rio Oil&Gas 2010 - O Papel da Tecnologia na evolução do Mercado de GNL
 
A operação comercial da portonave
A operação comercial da portonaveA operação comercial da portonave
A operação comercial da portonave
 
Portos 2021
Portos 2021Portos 2021
Portos 2021
 
Novo Porto do Dande - Domingos Fortes
Novo Porto do Dande - Domingos FortesNovo Porto do Dande - Domingos Fortes
Novo Porto do Dande - Domingos Fortes
 
004 mindelo-porto-de-dande
004 mindelo-porto-de-dande004 mindelo-porto-de-dande
004 mindelo-porto-de-dande
 
Projecto do novo Porto do Dande
Projecto do novo Porto do DandeProjecto do novo Porto do Dande
Projecto do novo Porto do Dande
 
Apresentação criação vetria mineração
Apresentação   criação vetria mineraçãoApresentação   criação vetria mineração
Apresentação criação vetria mineração
 
I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Aveiro
I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de AveiroI Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Aveiro
I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Aveiro
 
Submarinos
Submarinos Submarinos
Submarinos
 
Porto de leixões andre maia
Porto de leixões andre maiaPorto de leixões andre maia
Porto de leixões andre maia
 
Comboios de Mercadorias em Portugal
Comboios de Mercadorias em PortugalComboios de Mercadorias em Portugal
Comboios de Mercadorias em Portugal
 

Mais de aplop

Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]aplop
 
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]aplop
 
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]aplop
 
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]aplop
 
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...aplop
 
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...aplop
 
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...aplop
 
Direito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOPDireito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOPaplop
 
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e EstratégiaO Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégiaaplop
 
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo VerdeNovo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verdeaplop
 
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófonoPortugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófonoaplop
 
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e IncertezasSHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezasaplop
 
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLPExportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLPaplop
 
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESESINVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESESaplop
 
O Sistema Portuário em Marrocos
O Sistema Portuário em MarrocosO Sistema Portuário em Marrocos
O Sistema Portuário em Marrocosaplop
 
O desenvolvimento do Porto de Tibar
O desenvolvimento do Porto de TibarO desenvolvimento do Porto de Tibar
O desenvolvimento do Porto de Tibaraplop
 
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua PortuguesaIndicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesaaplop
 
O Direito Portuário nos Países de Língua Portuguesa
O Direito Portuário nos Países de Língua PortuguesaO Direito Portuário nos Países de Língua Portuguesa
O Direito Portuário nos Países de Língua Portuguesaaplop
 
Intervenção de Adalmir José de Souza, Director da ABEPH
Intervenção de Adalmir José de Souza, Director da ABEPH Intervenção de Adalmir José de Souza, Director da ABEPH
Intervenção de Adalmir José de Souza, Director da ABEPH aplop
 
Certificação da Marca APLOP - Retrospectiva
Certificação da Marca APLOP - RetrospectivaCertificação da Marca APLOP - Retrospectiva
Certificação da Marca APLOP - Retrospectivaaplop
 

Mais de aplop (20)

Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
 
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
 
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
 
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
 
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
 
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
 
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
 
Direito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOPDireito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOP
 
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e EstratégiaO Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
 
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo VerdeNovo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
 
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófonoPortugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
 
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e IncertezasSHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
 
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLPExportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
 
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESESINVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
 
O Sistema Portuário em Marrocos
O Sistema Portuário em MarrocosO Sistema Portuário em Marrocos
O Sistema Portuário em Marrocos
 
O desenvolvimento do Porto de Tibar
O desenvolvimento do Porto de TibarO desenvolvimento do Porto de Tibar
O desenvolvimento do Porto de Tibar
 
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua PortuguesaIndicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
 
O Direito Portuário nos Países de Língua Portuguesa
O Direito Portuário nos Países de Língua PortuguesaO Direito Portuário nos Países de Língua Portuguesa
O Direito Portuário nos Países de Língua Portuguesa
 
Intervenção de Adalmir José de Souza, Director da ABEPH
Intervenção de Adalmir José de Souza, Director da ABEPH Intervenção de Adalmir José de Souza, Director da ABEPH
Intervenção de Adalmir José de Souza, Director da ABEPH
 
Certificação da Marca APLOP - Retrospectiva
Certificação da Marca APLOP - RetrospectivaCertificação da Marca APLOP - Retrospectiva
Certificação da Marca APLOP - Retrospectiva
 

Porto de Sines: Localização Estratégica e Capacidade de Expansão

  • 1. Factores de Competitividade do Porto de Sines I Encontro de Portos da CPLP Setembro de 2008
  • 2. Localização Estratégica Porta de Entrada da Europa Localização privilegiada de Sines na confluência das principais rotas marítimas internacionais Norte-Sul / Este-Oeste Setembro de 2008 2
  • 3. 1 - Características Físicas / Acessibilidades Porto de águas profundas, aberto ao mar Fundos naturais não sujeitos a assoreamento Acostagem de navios de grande porte Inexistência de pressão urbana Notáveis infraestruturas marítimas Molhe Oeste com a orientação N/S Molhe Leste com orientação NO/SE 1º porto nacional em movimentação de carga 5 terminais e 2 portos interiores Setembro de 2008 3
  • 4. 1 - Características Físicas / Acessibilidades Acessos Ferroviários Conexão Ferroviária em Portugal e ligações a Espanha Integrado no Eixo Prioritário 16 (RTE-T) Linha projecto (construção) (em estudo) Linha original Setembro de 2008 4
  • 5. 1 - Características Físicas / Acessibilidades Acessos Rodoviários Conexão Rodoviária em Portugal e ligações a Espanha IP7 LISBOA MADRID ÉVORA A2 IC33 IP8 SEVILHA SINES BEJA Nó a definir: Grândola Norte ou Grândola Sul Setembro de 2008 5
  • 6. 2 – Cinco Terminais Especializados Um porto com múltiplas valências Granéis Sólidos, Granéis Petroquímicos Carga Geral e Ro-Ro Líquidos Contentores Gás Natural Liquefeito Setembro de 2008 6
  • 7. 2 – Cinco Terminais Especializados Terminal de Granéis Líquidos 350.000 Dwt 28m Z.H. Capacidade Máxima de Movimentação • 28.300.000 ton/ano Áreas de Expansão para Tancagem • 22 ha Infraestruturas e Equipamentos • 6 postos de acostagem • 27 braços de carga/descarga • 3 braços de carga de Auto-tanques Transporte Terrestre • Oleoduto • Rodovia Setembro de 2008 7
  • 8. 2 – Cinco Terminais Especializados Terminal Petroquímico 20.000 m3 12m Z.H. Capacidade Máxima de Movimentação • 1.000.000 ton/ano Volume de Tancagem • 85.900 m3 Infraestruturas e Equipamentos • 2 postos de acostagem • 6 braços de carga/descarga Transporte Terrestre • Oleoduto • Rodovia Setembro de 2008 8
  • 9. 2 – Cinco Terminais Especializados Terminal Multipurpose 190.000 Dwt 18m Z.H. Capacidade de Movimentação • 8.700.000 ton/ano Área de Armazenagem Disponível • 365.636 m2 • 56.120 m2 (expansão) Comprimento do Cais • Intradorso: 296 m, Extradorso: 721 m Infraestruturas e Equipamentos • 2 gruas de pórtico (2 x 2.000 ton/h) • 2 stacker-reclaimer (4.000 ton/h e 2.000 ton/h) • 1 carregador de cais (1.700 ton/h) • Estação de carregamento de vagões (1.700 ton/h) • 1 grua automóvel de 50 ton de força de elevação • 1 rampa ro-ro Transporte Terrestre • Ferrovia • Rodovia • Tapete Rolante Setembro de 2008 9
  • 10. 2 – Cinco Terminais Especializados Terminal GNL (Gás Natural Liquefeito) 130.000 m3 15m Z.H. Capacidade de Movimentação • 4.000.000 ton/ano Volume de Tancagem Disponível • 2 tanques de 120.000 m3 cada Volume de Tancagem Futura • 1 tanque de 140.000 m3 Infraestruturas e Equipamentos • 1 posto de acostagem • 3 braços de descarga de 4.000 m3/hora • 1 braço para retorno de vapor • 2 baias de carga de cisterna, cada uma com 1 braço de carga e um braço de retorno de vapor Transporte Terrestre • Gasoduto (90%) • Rodovia (10%) Setembro de 2008 10
  • 11. 2 – Cinco Terminais Especializados Terminal XXI (Contentores) > 9.000 TEU’s 16m Z.H. Capacidade Máxima de Movimentação • 800.000 TEUs/ano Área para Depósito e Armazenagem • 24 ha Comprimento do Cais • 730 m Equipamentos • 6 pórticos de cais (super e post-panamax) • pórticos de parque (RTG) • empilhadores de garfos • empilhadores telescópico Transporte Terrestre • Ferrovia (2 linhas, cada uma com 650 m de comprimento) • Rodovia Setembro de 2008 11
  • 12. 2 – Cinco Terminais Especializados Expansão do Terminal XXI 9 Pórticos super 1.4 post‐panamax mTEUs 6 Pórticos super Rápido aumento post‐panamax Extensão do Cais Para 940 m de capacidade Extensão do Cais para responder para 730m 1.0 CAPACIDADE mTEUs à procura MOVIMENTO 0.5 mTEUs 1.3 M TEUs 0.25 800 m mTEUs TEUs 400 m 150 m TEUs 121 m 51 m TEUs 19 m TEUs TEUs TEUs 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2009 >2011 Setembro de 2008 12
  • 13. 3 – Porto Moderno Equipamentos de operação de última geração Setembro de 2008 13
  • 14. 3 – Porto Moderno Sistemas de gestão, operação e segurança/protecção. Cartão Único Portuário VTS Vessel Traffic System Supervisão (Vídeo e Alarmes) Setembro de 2008 14
  • 15. 4 – Operação portuária flat-rate A flexibilidade da mão-de-obra e a prática de tarifas planas permitem que as operações portuárias decorram efectivamente 24 horas por dia, 365 dias por ano. Setembro de 2008 15
  • 16. 5 – Zona Industrial e Logística Um porto com uma vasta zona industrial e logística adjacente Zona Extraportuária Zona Intraportuária 2 km 215 ha 30 ha Zona Intraportuária Área total de 30 ha, dos quais 12 ha a ocupar numa primeira fase, é formado por dois lotes: 1.ª Fase (12 ha) - localizado junto ao terminal multipurpose, sendo delimitado a norte pela EN 120 – 1 e a sul pela via de ligação ao terminal referido. 2.ª Fase (18 ha) – Inserido no espaço da antiga pedreira. Zona Intraportuária Área total de 215 hectares, dos quais 73,6 ha, a ocupar numa 1ª fase. Para 1ª fase de implementação da ZAL estão reservados seis lotes (L1 a L6), devidamente enquadrados por espaços verdes de protecção e servidos por adequadas redes de infra-estruturas. Setembro de 2008 16
  • 17. 6 – Capacidade de Expansão Expansão Terminal XXI Setembro de 2008 17