SlideShare uma empresa Scribd logo
I ENCONTRO DE PORTOS
           DA CPLP


   Relações Comerciais entre
Aveiro - CPLP: presente e futuro




                      APDL, 25 de Setembro 2008
Agenda

1. Porto de Aveiro: Breve apresentação
2. Relações entre Aveiro-CPLP: presente e
   futuro
3. Caso do Principal Exportador
Aveiro no Contexto Europeu (A62/AP1)
Características: Terraplenos
       Acessibilidades

          Fluidez de Acessos:
           A1, A25, A29, A17


         Corredor Transeuropeu
               A621/AP1


        Ligação Ferroviária 2009
Ligação Ferroviária (2009)
Zona Comercial Norte
              ZONA       Terminal
            LOGÍSTICA   Contentores
TERMINAIS     (ZALI)
 GRANEIS                  /Ro-Ro


                                   Terminal
                                  Norte Multi.
Plano Geral do Porto de Aveiro



                                                    2

                                                         6
                                   1
                                             3

                                                                                                12




1- Multipurpose (North) Terminal
   Terminal Norte                      5- 2nd line TGL
                                          2ª linha LBT                      9- Harbour for small fishing Artesanal
                                                                               Porto de Abrigo de Pesca
   Terminal de Granéis Sólidos
2- Ro-ro Terminal                      6- Plataforma Logística
                                          Logistic Platform                 10- High Sea Fishing Port
                                                                                Porto de Pesca do Largo
3- Solid BulkContentores/Ro-Ro
3- Terminal Terminal                   7- Fishing Terminal
                                          Terminal Especializado de Pesca   11- Via de Cintura Portuária
                                                                                Port Ring Road
4- Terminal Granéis Líquidos
4- Liquid Bulk Terminal                8- Off-ShorePesca Costeira
                                          Porto de Fishing Port             12- Railway Ferroviária
                                                                                Ligação Connection
                                                                            13- Terminal Sul (South) Terminal
                                                                                Multipurpose
Terminal Norte Multipurpose




                  1,8 M T/ ano
                (Capacidade: 3 M.T.)
                  1064 Navios/Ano
                  52 % do Tráfego Total
TERMINAL DE CONTENTORES/RO-RO



                        450 metros
                       Fundos – 12 m
              15 ha com potencial de expansão
TERMINAL DE CARGA SECA                         2




                       750 metros de cais
                          Fundos -12 m
                     Capacidade de 2.2 M.T.
          60.000 ton. capacidade de armazenagem silos
2
 Terminal de G. Líquidos




      6 Pontes-cais
      Fundos -12 m
Zona de Expansão de 35 ha
ZONA DE ACTIVIDADES LOGISTICAS E INDUSTRIAS




               Cais de
                       1350 m
              84 hec
                     tares
             12 m e
                    tros de
                            Profun
            Z O NA                   d id a d e
                   Multim
            Marítim       o dal ( R
                    o)              odo-Fe
                                              rr o -
Porto de Aveiro: o Mercado
Tráfico Geral

                                                                             Carga
                                                                         Carga
                                                                         Fraccionada
                                                                                                                         Graneis
                                                                                                                          Granéis
                                                                          Geral                                          Solidos
  • 1.º Porto de Carga                                                       43%                                          Sólidos
                                                                                                                           40%
                                                                             45%
    Convencional                                                                                                           35%

  • 2007: 3,3 Milhões Ton.
                                                                                                   Graneis
                                                                                                 Granéis
                                                                                                  Liquidos
                                                                                                             19
                                                                                                 Líquidos    %
                                                                                                       17%
                                          1.656
000 Ton




                          1.455                    1.398
          1.336   1.292           1.350

                                  1.443                              Carga Fraccionada       1.100.548 Ton
                                                   1.306
          1.216                           1.159
                  1.067   1.071
                                                                     Graneis Solidos     858.958 Ton
                  606     608                       564
                                  536     535
          464

                                                                     Graneis Liquidos    463.410 Ton
          2002    2003    2004    2005    2006      2007
                                                      Valores acumulados a Agosto 2008                            Fonte: Porto de Aveiro
Importação/Exportação




 •    Balanço Importação/Exportação

                                   2007
                                                                      90%                                        CARGA
000 Tons
                                                                      80%                                        DESCARGA
     1.400                                                            70%
     1.200                                                            60%                                              52%
     1.000                                                            50%
      800                                                             40%
      600                                                             30%                                              48%
      400                                                             20%
                                                                      10%
      200
                                                                       0%
           0
                  Carga      Graneis Solidos Graneis Liquidos
                                                                            93

                                                                            94

                                                                            95

                                                                            96

                                                                            97

                                                                            98

                                                                            99

                                                                            00

                                                                            01

                                                                            02

                                                                            03

                                                                            04

                                                                            05

                                                                            06

                                                                            07
                                                                         19

                                                                         19

                                                                         19

                                                                         19

                                                                         19

                                                                         19

                                                                         19

                                                                         20

                                                                         20

                                                                         20

                                                                         20

                                                                         20

                                                                         20

                                                                         20

                                                                         20
               Fraccionada
               Cargas                         Descargas
                Exportação                      Importação                                         Ano




                                                                Valores acumulados a Agosto 2008         Fonte: Porto de Aveiro
Foreland

                                                                                          Islândia


• 75% = Países Europeus – AVEIRO
                                                                                                                                                         Suécia             Finlândia

   é UM PORTO SSS (Transporte                                                                                                          Noruega



   Marítimo de Curta Distância)                                                                                                                                              Estônia


                                                                                                                              Dinamarca                                        Letônia
                                                                                                                                                                                                                 Rússia
                                                                                                                                                                            Lituânia

• Dois Países com FORTE                                                                  Irlanda
                                                                                                     Reino Unido
                                                                                                                        Holanda                                                   Belarus



   RELAÇÃO COMERCIAL: ANGOLA,
                                                                                                                                                                Polónia
                                                                                                                        Bélgica
                                                                                                                                   Alemanha
                                                                                                                                                                                               Ucrânia
                                                                                                                                                     Rep. Checa
                                                                                                                                                                    Eslóvaquia

   CABO VERDE e GUINE BISSAU                                                                                   França         Suiça                   Austria
                                                                                                                                                                  Hungria
                                                                                                                                                                                 Romênia
                                                                                                                                                                                             Moldova

                                                                                                                                                     Eslovénia                                                                           Geórgia
                                                                                                                                                            Croácia
                                                                                                                                                               Bosnia
                     Espanha   Bélgica                                                                                                                      HerzegovinaSérvia
                                6% França
                                                                                                                                            Itália
            Itália     8%                                                                                                                                                                Bulgária
                                       6%                                  Portugal       Espanha                                                                         Macedônia
             9%                          Portugal                                                                                                                                                                      Turquia
                                                                                                                                                                       Albânia
                                           6%
  Turquia                                           Cabo Verde                                                                                                               Grécia

    9%                                                  4%
                                               Marrocos                                                                                                                                                                              Síria
                                                                                                                                                                                                              Chipre
                                                                                                                                                                                                                                             Iraque
                                                 4%                                                                                                                                                                      Líbano
                                                                                                                                  Tunísia
                                                                 8 > 15%      Marrocos
                                               Alemanha          3 > 8%                              Argélia                                                                                                             Israel
                                                                                                                                                                                                                                  Jordânia
  Holanda                                         3%             1 > 3%
   12%                                                           0 > 1%                                                                                                                              Egipto                        Arábia Saudita
                                                                                                                                                            Líbia
                                      Outros                     0%
        Reino Unido                                              Principais Portos
                                       20%
           13%
                                                                                                           Fonte: Porto de Aveiro
Comércio entre Hinterland de Aveiro
               e Angola



600.000 ton./ano
                      0%   1%
                     3%          0%


 Hinterland
                                      Marítimo
 de Aveiro
                                      Rodoviário

                                      Ferroviário
                           96%
                                      Outros*




                                       Fonte: Porto de Aveiro, 2008
Comércio entre Hinterland de Aveiro,
    Cabo Verde e Guiné Bissau


250.000 ton.


Hinterland                   0%

de Aveiro              1%
                        0%




                                       Marítimo
                                       Rodoviário
                                       Ferroviário
                         99%
                                       Outros*
Elo de Ligação entre
Portos de Cabo Verde
   e Porto de Aveiro
 – Exportador Cimpor
Comércio do Exportador n.1 do PA:
Porto de Aveiro e Portos de Cabo Verde




                                                   Portos:
                              35,75%
40,00%

                                          28,47%
                                                   Praia
35,00%

30,00%

25,00%              19,38%                         Palmeira
                                                   Mindelo
          16,40%
20,00%

15,00%


10,00%

5,00%


0,00%
         2005      2006      2007      2008 (1)
                                                      (1) Agosto 2008
Tipologia de mercadorias:
                            2005-2008


           100%


           80%


           60%


           40%


           20%


               0%
                      2005         2006         2007        2008 (1)
TOTAL               183.257,72   216.561,42   399.486,92   318.158,93
Argamassas                        102,24       987,32
Cimento Cola                                                 609,88
Clínquer            173.282,50   105.186,96   242.993,70   222.787,252
Cimento Pacotão      3.435,12     7.632,00    25.740,75     29.396,09
Cimento Granel       6.540,10    103.640,22   129.765,15    65.365,71


                                                                (1) Agosto 2008, CIMPOR
Serviço Portuário Competitivo:
              Principais Factores


1 - Distância do porto às instalações da empresa;
2- Custos da operação portuária;
3- Meios de carga/descarga eficientes;
4- Calado permitido;
5 – Armazenagem/Parqueamento perto do cais e
nível de custos de utilização;
6 - Acesso ferroviário (electrificado);
7- Relacionamento com a Comunidade Portuária.
Recomendações:
            Relação PA e P. Cabo Verde


Partilha de Conhecimento e experiência entre
portos, quanto a:


1 – Melhoria da Eficiência da operação portuária


2- Planeamento/Implementação
Instalações/Armazéns próximos dos terminais


3 – Importância da Comunidade Portuária e suas
missões empresariais
Acções Estratégicas Futuras




Intensificar Relações Comerciais com os outros países
da CPLP
Potenciar a partilha de experiências entre o Porto de
Aveiro e Portos da CPLP
Obrigado pela vossa atenção




                        © APA, S.A. 2008

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Setúbal
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de SetúbalI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Setúbal
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Setúbal
aplop
 
FIERGS- ESTUDO INFRA-ESTRUTURA REGIÃO SUL
FIERGS- ESTUDO  INFRA-ESTRUTURA REGIÃO SULFIERGS- ESTUDO  INFRA-ESTRUTURA REGIÃO SUL
FIERGS- ESTUDO INFRA-ESTRUTURA REGIÃO SUL
PLANORS
 
Portos 2021
Portos 2021Portos 2021
“O Desenvolvimento da Navegação de Cabotagem no Brasil” - Wagner de Sousa Mor...
“O Desenvolvimento da Navegação de Cabotagem no Brasil” - Wagner de Sousa Mor...“O Desenvolvimento da Navegação de Cabotagem no Brasil” - Wagner de Sousa Mor...
“O Desenvolvimento da Navegação de Cabotagem no Brasil” - Wagner de Sousa Mor...
Fiesp Federação das Indústrias do Estado de SP
 
Présal fernando
Présal fernandoPrésal fernando
Présal fernando
Kelvin Oliveira
 
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de SinesI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines
aplop
 
ALERJ – Fórum de Desenvolvimento: Logística e infraestrutura para a competiti...
ALERJ – Fórum de Desenvolvimento: Logística e infraestrutura para a competiti...ALERJ – Fórum de Desenvolvimento: Logística e infraestrutura para a competiti...
ALERJ – Fórum de Desenvolvimento: Logística e infraestrutura para a competiti...
Alerj
 
III Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de Sines
III Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de SinesIII Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de Sines
III Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de Sines
Portos de Portugal
 
“Facilitação de Procedimentos nos Portos da CPLP” – Relatório Preliminar
“Facilitação de Procedimentos nos Portos da CPLP” – Relatório Preliminar“Facilitação de Procedimentos nos Portos da CPLP” – Relatório Preliminar
“Facilitação de Procedimentos nos Portos da CPLP” – Relatório Preliminar
aplop
 
Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)
Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)
Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)
aplop
 
LOGISTICA RN VAGNER ARAUJO
LOGISTICA RN VAGNER ARAUJOLOGISTICA RN VAGNER ARAUJO
LOGISTICA RN VAGNER ARAUJO
Vagner Araujo
 
Apostila terminais
Apostila terminaisApostila terminais
Apostila terminais
Pierre Matias da SIlva
 
Cargo n.º 164 – Janeiro 2006
Cargo n.º 164 – Janeiro 2006Cargo n.º 164 – Janeiro 2006
Cargo n.º 164 – Janeiro 2006
MANCHETE
 
Projeto Porto Maravilha
Projeto Porto MaravilhaProjeto Porto Maravilha
Projeto Porto Maravilha
Vinícius Môro
 
Rui Carlos Botter - Logística de Suprimentos da Cidade, Rodoanel, Ferroanel e...
Rui Carlos Botter - Logística de Suprimentos da Cidade, Rodoanel, Ferroanel e...Rui Carlos Botter - Logística de Suprimentos da Cidade, Rodoanel, Ferroanel e...
Rui Carlos Botter - Logística de Suprimentos da Cidade, Rodoanel, Ferroanel e...
LCA promo
 
Projeto Via Litoranea
Projeto Via LitoraneaProjeto Via Litoranea
Projeto Via Litoranea
TempleComunica
 
Fact Sheet 2012 Versão em Português
Fact Sheet 2012 Versão em PortuguêsFact Sheet 2012 Versão em Português
Fact Sheet 2012 Versão em Português
Petrobras
 
Novidades Legislativas Nº08 | 13/03/2013
Novidades Legislativas Nº08 | 13/03/2013Novidades Legislativas Nº08 | 13/03/2013
Novidades Legislativas Nº08 | 13/03/2013
Confederação Nacional da Indústria
 
Operação urbana Porto Maravilha: Transformações urbanas, sustentabilidade e i...
Operação urbana Porto Maravilha: Transformações urbanas, sustentabilidade e i...Operação urbana Porto Maravilha: Transformações urbanas, sustentabilidade e i...
Operação urbana Porto Maravilha: Transformações urbanas, sustentabilidade e i...
Humanidade2012
 
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
Cláudio Carneiro
 

Mais procurados (20)

I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Setúbal
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de SetúbalI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Setúbal
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Setúbal
 
FIERGS- ESTUDO INFRA-ESTRUTURA REGIÃO SUL
FIERGS- ESTUDO  INFRA-ESTRUTURA REGIÃO SULFIERGS- ESTUDO  INFRA-ESTRUTURA REGIÃO SUL
FIERGS- ESTUDO INFRA-ESTRUTURA REGIÃO SUL
 
Portos 2021
Portos 2021Portos 2021
Portos 2021
 
“O Desenvolvimento da Navegação de Cabotagem no Brasil” - Wagner de Sousa Mor...
“O Desenvolvimento da Navegação de Cabotagem no Brasil” - Wagner de Sousa Mor...“O Desenvolvimento da Navegação de Cabotagem no Brasil” - Wagner de Sousa Mor...
“O Desenvolvimento da Navegação de Cabotagem no Brasil” - Wagner de Sousa Mor...
 
Présal fernando
Présal fernandoPrésal fernando
Présal fernando
 
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de SinesI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines
 
ALERJ – Fórum de Desenvolvimento: Logística e infraestrutura para a competiti...
ALERJ – Fórum de Desenvolvimento: Logística e infraestrutura para a competiti...ALERJ – Fórum de Desenvolvimento: Logística e infraestrutura para a competiti...
ALERJ – Fórum de Desenvolvimento: Logística e infraestrutura para a competiti...
 
III Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de Sines
III Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de SinesIII Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de Sines
III Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de Sines
 
“Facilitação de Procedimentos nos Portos da CPLP” – Relatório Preliminar
“Facilitação de Procedimentos nos Portos da CPLP” – Relatório Preliminar“Facilitação de Procedimentos nos Portos da CPLP” – Relatório Preliminar
“Facilitação de Procedimentos nos Portos da CPLP” – Relatório Preliminar
 
Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)
Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)
Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)
 
LOGISTICA RN VAGNER ARAUJO
LOGISTICA RN VAGNER ARAUJOLOGISTICA RN VAGNER ARAUJO
LOGISTICA RN VAGNER ARAUJO
 
Apostila terminais
Apostila terminaisApostila terminais
Apostila terminais
 
Cargo n.º 164 – Janeiro 2006
Cargo n.º 164 – Janeiro 2006Cargo n.º 164 – Janeiro 2006
Cargo n.º 164 – Janeiro 2006
 
Projeto Porto Maravilha
Projeto Porto MaravilhaProjeto Porto Maravilha
Projeto Porto Maravilha
 
Rui Carlos Botter - Logística de Suprimentos da Cidade, Rodoanel, Ferroanel e...
Rui Carlos Botter - Logística de Suprimentos da Cidade, Rodoanel, Ferroanel e...Rui Carlos Botter - Logística de Suprimentos da Cidade, Rodoanel, Ferroanel e...
Rui Carlos Botter - Logística de Suprimentos da Cidade, Rodoanel, Ferroanel e...
 
Projeto Via Litoranea
Projeto Via LitoraneaProjeto Via Litoranea
Projeto Via Litoranea
 
Fact Sheet 2012 Versão em Português
Fact Sheet 2012 Versão em PortuguêsFact Sheet 2012 Versão em Português
Fact Sheet 2012 Versão em Português
 
Novidades Legislativas Nº08 | 13/03/2013
Novidades Legislativas Nº08 | 13/03/2013Novidades Legislativas Nº08 | 13/03/2013
Novidades Legislativas Nº08 | 13/03/2013
 
Operação urbana Porto Maravilha: Transformações urbanas, sustentabilidade e i...
Operação urbana Porto Maravilha: Transformações urbanas, sustentabilidade e i...Operação urbana Porto Maravilha: Transformações urbanas, sustentabilidade e i...
Operação urbana Porto Maravilha: Transformações urbanas, sustentabilidade e i...
 
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
 

Mais de aplop

Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
aplop
 
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
aplop
 
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
aplop
 
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
aplop
 
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
aplop
 
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
aplop
 
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
aplop
 
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logísticaA estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
aplop
 
Janela Única Logística dos portos portugueses
Janela Única Logística dos portos portuguesesJanela Única Logística dos portos portugueses
Janela Única Logística dos portos portugueses
aplop
 
Direito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOPDireito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOP
aplop
 
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de MoçambiqueOs Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
aplop
 
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e EstratégiaO Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
aplop
 
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do BrasilO Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
aplop
 
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo VerdeNovo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
aplop
 
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
aplop
 
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófonoPortugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
aplop
 
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e IncertezasSHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
aplop
 
A JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única LogísticaA JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única Logística
aplop
 
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLPExportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
aplop
 
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESESINVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
aplop
 

Mais de aplop (20)

Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
 
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
 
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
 
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
 
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
 
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
 
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
 
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logísticaA estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
 
Janela Única Logística dos portos portugueses
Janela Única Logística dos portos portuguesesJanela Única Logística dos portos portugueses
Janela Única Logística dos portos portugueses
 
Direito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOPDireito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOP
 
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de MoçambiqueOs Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
 
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e EstratégiaO Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
 
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do BrasilO Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
 
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo VerdeNovo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
 
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
 
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófonoPortugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
 
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e IncertezasSHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
 
A JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única LogísticaA JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única Logística
 
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLPExportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
 
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESESINVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
 

Último

Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
IslanderAndrade
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
Manuais Formação
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 

I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Aveiro

  • 1. I ENCONTRO DE PORTOS DA CPLP Relações Comerciais entre Aveiro - CPLP: presente e futuro APDL, 25 de Setembro 2008
  • 2. Agenda 1. Porto de Aveiro: Breve apresentação 2. Relações entre Aveiro-CPLP: presente e futuro 3. Caso do Principal Exportador
  • 3. Aveiro no Contexto Europeu (A62/AP1)
  • 4. Características: Terraplenos Acessibilidades Fluidez de Acessos: A1, A25, A29, A17 Corredor Transeuropeu A621/AP1 Ligação Ferroviária 2009
  • 6. Zona Comercial Norte ZONA Terminal LOGÍSTICA Contentores TERMINAIS (ZALI) GRANEIS /Ro-Ro Terminal Norte Multi.
  • 7. Plano Geral do Porto de Aveiro 2 6 1 3 12 1- Multipurpose (North) Terminal Terminal Norte 5- 2nd line TGL 2ª linha LBT 9- Harbour for small fishing Artesanal Porto de Abrigo de Pesca Terminal de Granéis Sólidos 2- Ro-ro Terminal 6- Plataforma Logística Logistic Platform 10- High Sea Fishing Port Porto de Pesca do Largo 3- Solid BulkContentores/Ro-Ro 3- Terminal Terminal 7- Fishing Terminal Terminal Especializado de Pesca 11- Via de Cintura Portuária Port Ring Road 4- Terminal Granéis Líquidos 4- Liquid Bulk Terminal 8- Off-ShorePesca Costeira Porto de Fishing Port 12- Railway Ferroviária Ligação Connection 13- Terminal Sul (South) Terminal Multipurpose
  • 8. Terminal Norte Multipurpose 1,8 M T/ ano (Capacidade: 3 M.T.) 1064 Navios/Ano 52 % do Tráfego Total
  • 9. TERMINAL DE CONTENTORES/RO-RO 450 metros Fundos – 12 m 15 ha com potencial de expansão
  • 10. TERMINAL DE CARGA SECA 2 750 metros de cais Fundos -12 m Capacidade de 2.2 M.T. 60.000 ton. capacidade de armazenagem silos
  • 11. 2 Terminal de G. Líquidos 6 Pontes-cais Fundos -12 m Zona de Expansão de 35 ha
  • 12. ZONA DE ACTIVIDADES LOGISTICAS E INDUSTRIAS Cais de 1350 m 84 hec tares 12 m e tros de Profun Z O NA d id a d e Multim Marítim o dal ( R o) odo-Fe rr o -
  • 13. Porto de Aveiro: o Mercado
  • 14. Tráfico Geral Carga Carga Fraccionada Graneis Granéis Geral Solidos • 1.º Porto de Carga 43% Sólidos 40% 45% Convencional 35% • 2007: 3,3 Milhões Ton. Graneis Granéis Liquidos 19 Líquidos % 17% 1.656 000 Ton 1.455 1.398 1.336 1.292 1.350 1.443 Carga Fraccionada 1.100.548 Ton 1.306 1.216 1.159 1.067 1.071 Graneis Solidos 858.958 Ton 606 608 564 536 535 464 Graneis Liquidos 463.410 Ton 2002 2003 2004 2005 2006 2007 Valores acumulados a Agosto 2008 Fonte: Porto de Aveiro
  • 15. Importação/Exportação • Balanço Importação/Exportação 2007 90% CARGA 000 Tons 80% DESCARGA 1.400 70% 1.200 60% 52% 1.000 50% 800 40% 600 30% 48% 400 20% 10% 200 0% 0 Carga Graneis Solidos Graneis Liquidos 93 94 95 96 97 98 99 00 01 02 03 04 05 06 07 19 19 19 19 19 19 19 20 20 20 20 20 20 20 20 Fraccionada Cargas Descargas Exportação Importação Ano Valores acumulados a Agosto 2008 Fonte: Porto de Aveiro
  • 16. Foreland Islândia • 75% = Países Europeus – AVEIRO Suécia Finlândia é UM PORTO SSS (Transporte Noruega Marítimo de Curta Distância) Estônia Dinamarca Letônia Rússia Lituânia • Dois Países com FORTE Irlanda Reino Unido Holanda Belarus RELAÇÃO COMERCIAL: ANGOLA, Polónia Bélgica Alemanha Ucrânia Rep. Checa Eslóvaquia CABO VERDE e GUINE BISSAU França Suiça Austria Hungria Romênia Moldova Eslovénia Geórgia Croácia Bosnia Espanha Bélgica HerzegovinaSérvia 6% França Itália Itália 8% Bulgária 6% Portugal Espanha Macedônia 9% Portugal Turquia Albânia 6% Turquia Cabo Verde Grécia 9% 4% Marrocos Síria Chipre Iraque 4% Líbano Tunísia 8 > 15% Marrocos Alemanha 3 > 8% Argélia Israel Jordânia Holanda 3% 1 > 3% 12% 0 > 1% Egipto Arábia Saudita Líbia Outros 0% Reino Unido Principais Portos 20% 13% Fonte: Porto de Aveiro
  • 17. Comércio entre Hinterland de Aveiro e Angola 600.000 ton./ano 0% 1% 3% 0% Hinterland Marítimo de Aveiro Rodoviário Ferroviário 96% Outros* Fonte: Porto de Aveiro, 2008
  • 18. Comércio entre Hinterland de Aveiro, Cabo Verde e Guiné Bissau 250.000 ton. Hinterland 0% de Aveiro 1% 0% Marítimo Rodoviário Ferroviário 99% Outros*
  • 19. Elo de Ligação entre Portos de Cabo Verde e Porto de Aveiro – Exportador Cimpor
  • 20. Comércio do Exportador n.1 do PA: Porto de Aveiro e Portos de Cabo Verde Portos: 35,75% 40,00% 28,47% Praia 35,00% 30,00% 25,00% 19,38% Palmeira Mindelo 16,40% 20,00% 15,00% 10,00% 5,00% 0,00% 2005 2006 2007 2008 (1) (1) Agosto 2008
  • 21. Tipologia de mercadorias: 2005-2008 100% 80% 60% 40% 20% 0% 2005 2006 2007 2008 (1) TOTAL 183.257,72 216.561,42 399.486,92 318.158,93 Argamassas 102,24 987,32 Cimento Cola 609,88 Clínquer 173.282,50 105.186,96 242.993,70 222.787,252 Cimento Pacotão 3.435,12 7.632,00 25.740,75 29.396,09 Cimento Granel 6.540,10 103.640,22 129.765,15 65.365,71 (1) Agosto 2008, CIMPOR
  • 22. Serviço Portuário Competitivo: Principais Factores 1 - Distância do porto às instalações da empresa; 2- Custos da operação portuária; 3- Meios de carga/descarga eficientes; 4- Calado permitido; 5 – Armazenagem/Parqueamento perto do cais e nível de custos de utilização; 6 - Acesso ferroviário (electrificado); 7- Relacionamento com a Comunidade Portuária.
  • 23. Recomendações: Relação PA e P. Cabo Verde Partilha de Conhecimento e experiência entre portos, quanto a: 1 – Melhoria da Eficiência da operação portuária 2- Planeamento/Implementação Instalações/Armazéns próximos dos terminais 3 – Importância da Comunidade Portuária e suas missões empresariais
  • 24. Acções Estratégicas Futuras Intensificar Relações Comerciais com os outros países da CPLP Potenciar a partilha de experiências entre o Porto de Aveiro e Portos da CPLP
  • 25. Obrigado pela vossa atenção © APA, S.A. 2008