Apresentação da pesquisa de mestrado

1.066 visualizações

Publicada em

Defesa de mestrado realizada em 19/07/2013.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.066
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação da pesquisa de mestrado

  1. 1. “Internet e saúde: Uma proposta de critérios de avaliação da qualidade para sites de saúde” Aluna: Ana Paula Bernardo Mendonça Orientador: Prof. Dr. André Pereira Neto Turma 2011 Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca – ENSP/Fiocruz Mestrado Profissional em Política e Gestão de C & T, Inovação em Saúde
  2. 2. Motivação Atuação na profissional na área. LAISS/ENSP - Laboratório Internet, Saúde e Sociedade, da Escola Nacional de Saúde Pública. Incentivar a atuação efetiva da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) neste tema. Prestação de serviço para sociedade.
  3. 3. Uso intensivo das tecnologias de informação e comunicação. A Internet como ferramenta de comunicação importante e estratégico para disseminação da informação em saúde. Meio pelo qual um grande número de pessoas ao redor do mundo buscam informações sobre saúde. Qualidade duvidosa da informação em saúde disponível na Internet. Contextualização 43% dos usuários da Internet no Brasil buscam informações em saúde na Internet (CGI.BR, 2013). 35% dos adultos americanos procuram descobrir informações sobre condição médica na Internet (Pew Internet, 2013)
  4. 4. O que você faz... Quando tem dúvida sobre algum diagnóstico, medicamento ou quer conhecer algo sobre saúde? Qual o risco de buscar por informação em saúde no Google? Contextualização
  5. 5. Problema Problema Dilúvio de Inform Levy (2001) Uma busca no Google realizada em Janeiro de 2013 utilizando o termo “tuberculose” recuperou da ordem de 5.310.000 registros em língua portuguesa de variadas origens, características, finalidades, temas e teores. Dilúvio de Informações Internet Arca Filtro
  6. 6. • Elaborar uma proposta contendo os critérios para garantia e avaliação da qualidade de sites de saúde na Web. Objetivo geral • Identificar iniciativas nacionais e internacionais de avaliação da qualidade das informações em saúde na Web; • Relacionar os critérios de qualidade que foram utilizados; • Identificar os métodos de aplicação destes critérios; • Selecionar dentre os critérios, aqueles a serem utilizados em sites de saúde no Brasil. Objetivos específicos Objetivos
  7. 7. Como identificar se um site de saúde é confiável? O que se tem feito para avaliar a qualidade de informação na Web? Que critérios poderiam ser utilizados para avaliar a qualidade de sites de saúde? Questões norteadoras
  8. 8. Fundamentação teórica História da Internet Internet Dilúvio de informações Web 2.0 Web 2.0 Internet e Saúde Internet e Saúde Informação em saúde Qualidade de sites Iniciativas nacionais e internacionais de avaliação de sites de saúde Iniciativas internacionais de avaliação de sites de saúde Critérios de qualidade para informação em saúde na Web
  9. 9. 1 2 3 Elaboração da Proposta de critérios de avaliação de qualidade para sites de saúde • Descritores: “Sites”, “Avaliação “e “Saúde” . • Artigos científicos sobre avaliação da qualidade da informação em saúde na web • Constituído por profissionais de saúde e grupo multidisciplinar; • Chancelada por instituição ou organização internacionalmente reconhecida, • Apresentam seus critérios de avaliação na Internet. • Verificadas aspectos similares , complementares e lacunas dos instrumentos considerados mais relevantes. Análise de 11 iniciativas de organizações nacionais e internacionais Análise de 7 instrumentos Critérios Métodos de aplicação Scielo BVS Referências Nacionais Referências internacionais Sites Critérios Pesquisa bibliográfica e pesquisa documental Metodologia 4
  10. 10. Síntese dos estudos selecionados (11 nacionais e 5 internacionais) Resultados – Etapa 1 Silberg, Lundberg e Musacchio (1997), Jadad e Gagliardi (1998), Gagliardi e Jadad (2002), Risk e Dzenowagis (2001) e Eysenbach et al. (2002), Silva, Mello e Mion (2005), Lopes (2006), Souza, Luz e Rabello. (2008), Lopes (2008), Leite e Correia (2010), Portal et al. (2010), Silva e Gubert (2010), Malafaia et al. (2011), Lopes (2012), Silveira, Costa e Lima (2012) e Cubas e Felchner (2012). • Critérios utilizados: CREMESP, MS, HON Foundation, AMA e AHRQ; • Não há padronização; • critérios versam sobre a credibilidade da informação; (autoria, fonte, credenciais, ética e atualização); •ausência de critérios de usabilidade e acessibilidade. Critérios • Poucos esforços foram realizados no Brasil; • A maioria dos trabalhos avaliaram sites sobre doenças; • No exterior diversas organizações certificam sites de saúde; • Não há notícia de organização pública ou privada que certifique sites de saúde no Brasil. • Em geral: Informações de baixa qualidade, fontes duvidosas, insuficientes, desatualizadas e pobres em embasamento científico Avaliação de sites
  11. 11. Medidas recomendadas pelos autores para garantir informação de qualidade na Internet. Resultados – Etapa 1 • Criar portais dedicados exclusivamente às questões de saúde para leigos (Ministério e Secretarias de Saúde ou Conselhos de Medicina); • Instituir instrumento padronizado de avaliação da qualidade de sites de saúde; • Criar um sistema de acreditação e certificação de sites através de aposição de um selo de qualidade; • Despertar nos usuários a importância da presença se um selo de qualidade nos sites visitados; • Estimular usuários a utilizar os critérios de avaliação no momento da consulta ao site • Divulgar melhor a existência dos documentos brasileiros para verificação da qualidade da informação
  12. 12. Ano Instrumento Organização País Idioma 1996 HONCode Health on the Net (HON) Fundation Suíça 35 idiomas 1997 Discern British Library & University Oxford Reino Unido Inglês 1997 NET Scoring Centrale Santé França Inglês Francês 1997 Criteria for Assessing the Quality of Health Information on the Internet Health Information Technology Institute EUA Inglês 1999 WMA Sello de calidad Colegio Oficial de Médicos de Barcelona Espanha Espanhol 2000 AMA Guidelines American Medical Association EUA Inglês 2000 e-Health Code of Ethics Internet Healthcare Coalition EUA Inglês 2001 URAC Seal American Accreditation of Health Care Comission EUA Inglês 2002 Quality Critéria for Health related Websites Comission of the European Communities União Européia 11 idiomas 2002 Certificación de Páginas Web Sanitarias Agencia de Calidad Sanitaria de Andalucía Espanha Espanhol 2002 Manual de Ética Para Sites de Medicina e Saúde na Internet Conselho Regional de Medicina de São Paulo Brasil Português Fonte: Risk e Dzenowagis (2001) e Lopes (2006). Resultados – Etapa 2 Iniciativas de organizações ( 1 nacional e 11 internacionais
  13. 13. Resultados e Discussão: Iniciativas Internacionais Organizações governamentais, não-governamentais e associações de classe. Resultados – Etapa 2
  14. 14. Instrumentos Critérios Técnico Acurácia Abangência Legibilidade Design HONCode Autoridade, Confidencialidade, Crédito, Propriedade, Patrocínio, Publicidade. Justificativa Complementaridade Ausente Ausente NET Scoring Credibilidade, Aspectos quantitativos, Aspectos éticos. Conteúdo Conteúdo Concepção Conteúdo, Links, Concepção Criteria for Assessing the Quality of Health Information on the Internet Credibilidade, Divulgação, Interatividade, Anúncios. Conteúdo Conteúdo Ausente Design Links AMA Guidelines Conteúdo, Publicidade e patrocínio, Privacidade/ confidencialidade, Comércio eletrônico. Conteúdo Conteúdo Conteúdo Conteúdo e-Health Code of Ethics Imparcialidade, Honestidade, Consentimento livre e esclarecido, Privacidade, Ética profissional, Parceria responsável e Responsabilidade. Qualidade Ausente Ausente Ausente Quality Critéria for Health related Websites Credibilidade, Divulgação, Interatividade e Anúncios. Conteúdo Conteúdo Ausente Design Links CREMESP Transparência, Honestidade Consentimento livre e esclarecido, Ética Médica e Responsabilidade. Qualidade Qualidade Ausente Ausente Resultados – Etapa 3 Comparação dos critérios de acordo com as categorias de Eysenbach (2002) Ausente Ausente
  15. 15. • Somente uma organização estabelece critérios ou recomendações para sites colaborativos ou Web 2.0; • Os critérios dos instrumentos analisados são semelhantes a publicação impressa; • No geral não há preocupação com Design do site (usabilidade e acessibilidade); • Não existe padronização na organização dos critérios e terminologia (Ex: credibilidade/transparência); • O critério de legibilidade apresentou-se como o menos abordado; • Métodos diferenciados para aplicação dos critérios : Códigos de ética ou conduta, Guia de usuários, Sistemas de acreditação Resultados – Etapa 3
  16. 16. Fonte: Elaboração própria. Resultados – Etapa 3 •Vantagens: Sem custo para aplicação, recomendado por especialitas, auxiliam provedores da informação no desenvolvimento e usuários na identificação de sites de qualidade. •Desvantagens: baseado em honestidade, não cobrem todas as dimensões de qualidade necessárias para o ambiente da Internet, desconhecimento e dificuldade de utilização por parte de usuário comum. Código de conduta •Vantagens: Participação ativa dos usuários, descentralizado , baixo custo e feedback. •Desvantagens: usuário precisa saber utilizar, não garante a correção de problemas, necessita de equipe de suporte, tranfere responsabilidade para o usuário. Guia de usuários •Vantagens: Realizado por grupo multidisciplinar, garantido por instituição reconhecida, selo fácilmente reconhecido •Desvantagens: Custo alto, selos fraudulentos, não há participação do usuário. Sistema de acreditação
  17. 17. Objetivo: orientar provedores de informação no desenvolvimento de sites e profissionais na avaliação da qualidade de sites de saúde. 11 categorias 82 critérios Design Técnica Conteúdo • Abrangência • Acurácia • Legibilidade Dimensão Conteúdo • Credibilidade • Publicidade e patrocínio • Segurança e privacidade • Aspectos éticos • Interavidade • Suporte ao usuário Dimensão Técnica • Acessibilidade • Usabilidade Dimensão Design Resultados – Etapa 4 Critérios de qualidade de sites de saúde
  18. 18. Proposta de critérios de qualidade de sites de saúde • A informação está cientificamente fundamentada com base em estudos, pesquisas, protocolos, consensos ou prática clínica? • O site apresenta as fontes confiáveis? • A origem da fonte é confiiável? • O site conta com revisão editorial ou comitê científico? C1. Acurácia Dimensão Conteúdo • O site apresenta informações de diagnóstico? • O site apresenta informações de prevenção? • O site apresenta informações sobre possibilidades de tratamento e suas possíveis complicações? • O site apresenta os benefícios e o desempenho dos tratamentos e/ou dos produtos? C2. Abrangência • A linguagem é adequada para o público de destino? • As fontes do texto estão em tamanho adequado? • Os textos das imagens estão legíveis? • É possível entender o propósito do site? • O site utiliza palavras técnicas desconhecidas pelo público em geral? • A página inicial do site contém muita informação? • Os textos são muito longos? • O site apresenta mensagens claras de alertas ou de erros? C3. Legibilidade Agency for Healthcare Research and Quality's Fontes:
  19. 19. • Consta o autor da informação? • As credenciais dos autores foram fornecidas? • O site fornece os endereços de contato do autor? • Consta o responsável do site? • As credenciais dos responsáveis foram fornecidas • Consta a data de criação do site? • Consta a data de atualização do site? • Consta a data de criação? • Consta a data de atualização em todas as páginas do site? • Consta no site a política editorial • O propósito do site é apresentado? • O objetivo do site está claro? • O site menciona o público para o qual as informações se destinam? • O site foi certificado por alguma instituição credenciadora? T1. Credibilidade •Os apoios e parcerias são mencionados? •Os anúncios publicitários são claramente identificados? •Há distinção entre anúncios e informação? •O site possui política de publicidade? •Os apoios e parcerias são mencionados? •Os anúncios publicitários são claramente identificados? •Há distinção entre anúncios e informação? •O site possui política de publicidade? T2. Publicidade e Patrocínio • O site solicita autorização do usuário no momento da coleta de seus dados pessoais? • O site informa a finalidade da coleta desses dados? • O sigilo de dados pessoais dos usuários está assegurado através de uma política de privacidade? • O site informa o propósito da coleta das informações pessoais? • O site possui sistema de proteção e segurança como o de criptografia de dados? • O usuário tem a possibilidade de apagar seus dados registrados no site? T3. Segurança e Privacidade Dimensão Técnica Fontes: Critérios de qualidade de sites de saúde
  20. 20. • Os profissionais de saúde estão cumprindo os preceitos éticos e legislativos relativos a profissão? • Dicas e aconselhamentos em saúde são prestados por profissionais qualificados? • O site notifica a necessidade de consulta médica? • Os parceiros estão de acordo com os princípios éticos adotados? T4. Aspectos éticos • O site possui ferramentas interativas (Fóruns, chat, redes sociais)? • Existem regras estabelecidas para a utilização das ferramentas interativas? • O site possui espaço para comentários ou opinião? • Os mecanismos de opinião funcionam? • As ferramentas interativas contam com profissional adequado como responsável (moderador)? T5. Interatividade • O site fornece contatos do Webmaster? • O site possui fale conosco? • As questões dos usuários são respondidas em tempo ágil? • O site possui FAQ (Lista de perguntas mais frequentes dos usuários com respostas)? • Possui tutorial ou instruções de ajuda ao usuário no manuseio do site e suas ferramentas? T6. Suporte ao usuário Dimensão Técnica Critérios de qualidade de sites de saúde Fontes:
  21. 21. Dimensão Design Critérios de qualidade para sites de saúde •O site possui recursos de acessibilidade? •O site disponibiliza atalhos de teclado •O site possui conteúdo alternativo para imagens? •Os textos são disponibilizados também em HTML? •As páginas são leves e carregam rápido? •O site pode ser acessado em mais de um Browser (navegador) •O site possui mecanismos para aumentar a fonte? •O site disponibiliza o recurso de barra de acessibilidade? •O site disponibiliza o mesmo conteúdo em vários formatos (texto, áudio e vídeo)? D1. Acessibilidade • Constam logotipos, atalhos e caixas de busca visíveis em todas as páginas e sempre no mesmo lugar? • É fácil de navegar no site? • O site possui links de retornos em todas as páginas? • Existe ferramenta de busca no site? • A ferramenta de busca presente em todas as páginas? • O site apresenta a opção de busca avançada depois da busca simples? • Os resultados da busca são pertinentes? • O site apresenta tutorial ou ajuda? • Consta o mapa do site? • No caso de baixa de arquivos, os links estão acompanhados de descrições claras e precisas sobre o seu conteúdo, tamanho e formato? • O site possui uma seção de destaque para informações mais recentes? • Os links do site funcionam? • As categorias de links são claras e bem definidas? • O design do site é agradável e limpo? D2. Usabilidade
  22. 22. Recomendações finais • Estimular a adoção dos padrões recomendados para sites pelo Governo Eletrônico para os sites de saúde; • Implementar o selo Fiocruz para certificação de sites; • Criar base de dados online ou catálogo brasileiro de sites; • Criar portal temático dedicado exclusivamente à promoção da saúde, prevenção e controle de doenças; • Promover programas de orientação para os usuários.
  23. 23. Sugestões para estudos futuros • Aplicação do modelo proposto; • Criar instrumento de avaliação da qualidade de sites direcionados aos usuários leigos; • Desenvolver de mecanismos de filtragem e avaliação baseados no modelo da Web semântica ou terceira geração da Web (Web 3.0);
  24. 24. Obrigada!

×