Uma experiência prática da utilização do Moodle

786 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado por Ana Paula Bernardo Mendonça e Rosane Mendes durante o Primer Congreso Internacional de Educación en Línea y Cultura Libre "Moodlemoot/moodlesalud 09" em Buenos Aires, Argentina no dia 14 de agosto de 2009.

Publicada em: Saúde e medicina, Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Uma experiência prática da utilização do Moodle

  1. 1. Uma experiência prática da utilização do Moodle para Comunidades Virtuais na Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca – Fiocruz
  2. 2. Informação e tecnologia reforçando a cidadania  Capacitação e formação de recursos humanos para o SUS e para o sistema de ciência e tecnologia,  Produção científica e tecnológica  Prestação de serviços de referência no campo da saúde pública.
  3. 3. Objetivo Oferecer aos pesquisadores, professores, profissionais e estudantes de saúde pública, localizados geograficamente distantes, um ambiente virtual para  comunicação e  compartilhamento de experiências para o início ou continuação dos trabalhos iniciados em encontros presenciais. 
  4. 4. Motivação As comunidades virtuais são de relevância estratégica na área da saúde:  Ampliam a capacidade argumentativa no processo de negociação, interlocução e disseminação do conhecimento em saúde, sejam para os gestores de saúde, gestores de informações e/ou cidadãos.  Favorece o compartilhamento de saberes e práticas entre profissionais médicos, entre médicos e estudantes de medicina e entre estes últimos, proporcionando uma melhor qualidade em sua atuação.
  5. 5. Metodologia  Entrevistas com os potenciais participantes para compreender como se organizavam trocavam informações;  Identificação dos aplicativos necessários para promover a comunicação e interação no ambiente virtual; Análise de softwares disponíveis no mercado.
  6. 6. Aplicativos  Fórum  Messenger  Download e Upload de arquivos  Perfil  Pesquisa de opinião  Grupos  Arquivos  Avaliação
  7. 7. Por que ?  Software livre  Facilidade de instalação, operação e customização  Recursos para comunicação e interação  Grande comunidade brasileira de usuários e desenvolvedores
  8. 8. Início Em janeiro de 2006, iniciamos as 3 primeiras comunidades Virtuais, utilizando Moodle. Rede de Informação e Práticas em Plano diretor da Informática em Monitoramento e pós-graduação Saúde Avaliação em da ENSP DST/HIV/Aids
  9. 9. Rede de Práticas e Avaliação em DST/HIV/AIDS
  10. 10. Cenário Atual Atualmente, as Comunidades Virtuais ENSP-FIOCRUZ possuem distribuídos em 10 comunidades temáticas. Participantes ativos 1.994 Potenciais participantes 5.350 Professores registrados 26 Logins diários diferentes 100 ~ 300 Moderadores por comunidades 2a4
  11. 11. Cenário Atual A comunidade mais ativa em 2009 é de formulação do Curso Nacional de Qualificação de Gestores do SUS, da Rede de Escolas e Cento formadores em Saúde Pública
  12. 12. Resultados Moderadores Participantes + ativos Ativos e (animadores) colaborativos Moderadores Participantes passivos observadores (mediadores)
  13. 13. Resultados Dos quase mil participantes cadastrados,  menos de 100 solicitaram suporte devido à dificuldade de  inscrição na comunidade, 63 participantes solicitaram suporte quanto a utilização do sistema.
  14. 14. Conclusão Fator Principal para o sucesso: A participação ativa do moderador fomentando discussões, delimitando propósitos específicos, desenvolvendo argumentos, explorando idéias é essencial como estímulo à participação dos membros. Mudança cultural
  15. 15. Contatos http://www.ensp.fiocruz.br/comunidades http://www.ensp.fiocruz.br/rede anapaula@ensp.fiocruz.br rosane.mendes@ensp.fiocruz.br
  16. 16. Gracias! Obrigada!

×