Lições Adultos Provérbios
Lição 5 - As bênçãos dos justos 24 a 31 de janeiro
❉ Sábado - “Sobre a cabeça do justo há bênção...
O Senhor vem com poder e grande glória. Será então o Seu trabalho fazer completa separação entre
o justo e o ímpio. Mas o ...
● 2. Leia Provérbios 10:11-14. Qual é o contraste entre a maneira de falar do justo e a do insensato?
Pv 10:11-14, (ACF); ...
no dia da ira, mas a justiça livra da morte. 5 A justiça do sincero endireitará o seu caminho, mas o
perverso pela sua fal...
no mesmo dia, mas o prudente encobre a afronta. 17 O que diz a verdade manifesta a justiça, mas a falsa
testemunha diz eng...
● 7. Leia Provérbios 13. Como esse capítulo contrasta a experiência e o destino dos justos com os dos
perversos?
Pv 13:1-2...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As bênçãos dos justos_512015_GGR

272 visualizações

Publicada em

O Objetivo deste material e colocar os textos bíblicos diretos em negrito e sublinhado, somados aos escritos de Ellen White que trazem mais luz sobre o assunto, para facilitar o entendimento, e capacitar a responder as questões da lição com maior amplitude.

“Sempre darei a fonte, para que o conteúdo não seja anônimo, e todos tenham a oportunidade de achar, pesquisar e questionar”.

Que... “Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós. Para que se conheça na terra o teu caminho, e em todas as nações a tua salvação”. Sal. 67:1-2.

Bom Estudo!

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
272
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As bênçãos dos justos_512015_GGR

  1. 1. Lições Adultos Provérbios Lição 5 - As bênçãos dos justos 24 a 31 de janeiro ❉ Sábado - “Sobre a cabeça do justo há bênçãos, mas na boca dos perversos mora a violência”. Pv 10:6. O JUSTO E O PERVERSO NO LIVRO DE PROVÉRBIOS CAPÍTULOS 10 a 15 CONTRASTE JUSTO PERVERSO RECOMPENSA RECOMPENSA “O SENHOR não deixa ter fome o justo” Pv. 10:2 “Mas rechaça a avidez dos perversos” Pv. 10:2 “Sobre a cabeça do justo há bênçãos” Pv. 10:6 “Mas na boca dos perversos mora a violência” Pv. 10:6 “A memória do justo é abençoada” Pv. 10:7 “Mas o nome dos perversos cai em podridão” Pv. 10:7 “A boca do justo é manancial de vida” Pv. 10:11 “Mas na boca dos perversos mora a violência” Pv. 10:11 “A obra do justo conduz à vida” Pv. 10:16 “O rendimento do perverso, ao pecado” Pv. 10:16 “Prata escolhida é a língua do justo” Pv. 10:20 “Mas o coração dos perversos vale mui pouco” Pv. 10:20 “O anelo dos justos Deus o cumpre” Pv. 10:24 “Aquilo que teme o perverso isso lhe sobrevém” Pv. 10:24 “O justo tem perpétuo fundamento” Pv. 10:25 “Como passa a tempestade, assim desaparece o perverso” Pv. 10:25 “A esperança dos justos é alegria” Pv. 10:28 “Mas a expectação dos perversos perecerá” Pv. 10:28 “O justo jamais será abalado” Pv. 10:30 Mas os perversos não habitarão a terra” Pv. 10:30 “A boca do justo produz sabedoria” Pv. 10:31 “Mas a língua da perversidade será desarraigada” Pv. 10:31 “Os lábios do justo sabem o que agrada” Pv. 10:32 “Mas a boca dos perversos, somente o mal” Pv. 10:32 “O justo é libertado da angústia” Pv. 11:8 “O perverso a recebe em seu lugar” Pv. 11:8 “No bem estar dos justos exulta a cidade” Pv. 11:10 “Perecendo os perversos, há júbilo” Pv. 11:10 “O desejo dos justos tende somente para o bem” Pv. 11:23 “Mas a expectação dos perversos redunda em ira” Pv. 11:23 “Se o justo é punido na terra” Pv. 11:31 “Quanto mais o perverso e o pecador” Pv. 11:31 “Os pensamentos do justo são retos” Pv. 12:5 “Mas os conselhos do perverso, engano” Pv. 12:5 “O justo atenta para a vida dos seus animais” Pv. 12:10 “Mas o coração dos perversos é cruel” Pv. 12:10 “A raiz dos justos produz o seu fruto” Pv. 12:12 “O perverso quer viver do caçam os maus” Pv. 12:12 “Nenhum agravo sobrevirá ao justo” Pv. 12:21 “Mas os perversos, o mal os apanhará em cheio” Pv. 12:21 “O justo serve de guia para o seu companheiro” Pv. 12:26 “Mas o caminho dos perversos os faz errar” Pv. 12:26 “O justo aborrece a palavra de mentira” Pv. 13:5 “Mas o perverso faz vergonha e se desonra” Pv. 13:5 “A luz dos justos brilha intensamente” Pv.13:9 “Mas a lâmpada dos perversos se apagará” Pv. 13:9 “O justo tem o bastante para satisfazer o seu apetite” Pv. 13:25 “Mas o estômago dos perversos passa fome” Pv. 13:25 “O justo ainda morrendo tem esperança” Pv. 14:32 “Pela sua malicia é derribado o perverso” Pv. 14:32 “Na casa do justo há grande tesouro” Pv. 15:6 “Mas na renda dos perversos há perturbação” Pv. 15:6 “O coração do justo medita o que há de responder” Pv. 15:28 “Mas a boca dos perversos transborda maldades” Pv. 25:28 “O SENHOR atende à oração do justo” Pv. 15:29 “Mas o SENHOR está longe dos perversos” Pv. 15:29 Quadro comparativo do site: http://cirilogoncalves.blogspot.com.br/ ramos@advir.comramos@advir.com
  2. 2. O Senhor vem com poder e grande glória. Será então o Seu trabalho fazer completa separação entre o justo e o ímpio. Mas o óleo não pode ser transferido para o vaso dos que não o têm. Então se cumprirão as palavras de Cristo: "Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada outra." "Então, estando dois no campo, será levado um e deixado outro." Os justos e os ímpios devem estar associados no trabalho da vida. Mas o Senhor lê o caráter; Ele discerne quem são os filhos obedientes, que respeitam e amam aos Seus mandamentos. Testemunhos Para Ministros, pág. 234. "Eles serão Meus, diz o Senhor dos Exércitos, naquele dia que farei, serão para Mim particular tesouro; poupá-los-ei como um homem poupa a seu filho que o serve. Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não O serve." Mal. 3:17 e 18. ❉ Domingo - A justiça é holística Ano Bíblico: Êx 24–27 ● Justiça: É a inteira conformidade com a lei. “A justiça ensinada por Cristo é conformidade de coração e de vida com a revelada vontade de Deus.” O Desejado de Todas as Nações, p. 310. Jr 23:6, (JFA-RC); 6 Nos seus dias, Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este será o nome com que o nomearão: O SENHOR, Justiça Nossa. cf. Gl 4:4; Is 42:21; Mt 5:17-18; Jo15:10. ● Holística: provém do grego HOLOS, que significa "todo" ou "o todo” indicando totalidade, inteireza. É avaliar o todo levando em consideração as partes e suas inter-relações, é a compreensão da realidade como um todo integrado. A justiça é holística porque envolve a vida como um todo em relação com suas partes: No pessoal; que é o físico, o mental e o espiritual. No relacional; que é nossa vida com Deus e com o próximo. “Lembrai-vos, em todo o vosso trabalho, que vos achais ligados a Cristo, sendo uma parte do grande plano de redenção”. Ciência do Bom Viver, 156. ● 1. Leia Provérbios 10:1-7. Quais são os vários princípios sobre a vida e a fé revelados nessa passagem? Pv 10:1-7, (ACF); 1 Provérbios de Salomão: O filho sábio alegra a seu pai, mas o filho insensato é a tristeza de sua mãe. 2 Os tesouros da impiedade de nada aproveitam; mas a justiça livra da morte. 3 O SENHOR não deixa o justo passar fome, mas rechaça a aspiração dos perversos. 4 O que trabalha com mão displicente empobrece, mas a mão dos diligentes enriquece. 5 O que ajunta no verão é filho ajuizado, mas o que dorme na sega é filho que envergonha. 6 Bênçãos há sobre a cabeça do justo, mas a violência cobre a boca dos perversos. 7 A memória do justo é abençoada, mas o nome dos perversos apodrecerá. ► Os princípios são contrastados; o filho sábio e diligente com o filho insensato e preguiçoso. A justiça com a desonestidade e a ambição. O justo é beneficiado e lembrado com honra, o perverso é mal e violento e seu nome será desprezado e esquecido. Honrado pelos homens com as responsabilidades de Estado e os segredos de reinos que tinham alcance universal, Daniel foi honrado por Deus como Seu embaixador, sendo-lhe dadas muitas revelações dos mistérios dos séculos por vir. … Podemos, como Daniel e seus companheiros, viver pelo que é verdadeiro, nobre e perdurável. E aprendendo nesta vida os princípios do reino de nosso Senhor e Salvador, ... podemos estar preparados em Sua vinda para com Ele entrar em Sua posse. Profetas e Reis, págs. 546-548. ❉ Segunda - A boca dos justos Ano Bíblico: Êx 28, 29 A boca é o órgão mais importante no livro de Provérbios. Na Bíblia Almeida Revista e Atualizada, a palavra “boca” é usada 48 vezes, o termo “lábios” ocorre 40 vezes, e “língua”, 18. O uso desse órgão na comunicação é um tema particularmente importante nos capítulos 10 a 29 de Provérbios. LES ramos@advir.comramos@advir.com
  3. 3. ● 2. Leia Provérbios 10:11-14. Qual é o contraste entre a maneira de falar do justo e a do insensato? Pv 10:11-14, (ACF); 11 A boca do justo é fonte de vida, mas a violência cobre a boca dos perversos. 12 O ódio excita contendas, mas o amor cobre todos os pecados. 13 Nos lábios do entendido se acha a sabedoria, mas a vara é para as costas do falto de entendimento. 14 Os sábios entesouram a sabedoria; mas a boca do tolo o aproxima da ruína. cf. Tiago 3:2-12. Pv 10:31-32, (JFA-RC); 31 A boca do justo produz sabedoria em abundância, mas a língua da perversidade será desarraigada. 32 Os lábios do justo sabem o que agrada, mas a boca dos ímpios anda cheia de perversidades. ► A boca do justo é fonte de vida, mas a boca do perverso trás violência. Ef 4:29-30, (ACF); 29 Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. 30 E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção. ► O exemplo de Jesus. 1Pe 2:21-23, (ACF); 21 Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando- nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas. 22 O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano. 23 O qual, quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente; cf. Is 53.9. O principal requisito da linguagem é que seja pura, benévola e verdadeira - a expressão exterior de uma graça interna. Diz Deus: "Tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, se há algum louvor, nisso pensai." Filip. 4:8. E se tais forem os pensamentos, tal será a expressão. Educação, 235. Ao buscardes atrair outros para o círculo de Seu amor, que a pureza de vossa linguagem, o desinteresse de vosso serviço e o contentamento de vossa conduta sejam um testemunho ao poder de Sua graça. Oferecei ao mundo uma tão pura e justa representação dEle que os homens O contemplem em Sua beleza. Ciência do Bom Viver, 156. ❉ Terça - A esperança dos justos Ano Bíblico: Êx 30, 31 ● 3. “A integridade dos retos os guia; mas, aos pérfidos, a sua mesma falsidade os destrói” (Pv 11:3). Que evidências temos da veracidade desse verso? ► A integridade dos justos os guia, mas a falsidade dos infiéis os destrói. Em todos os aspectos da vida, os cristãos devem seguir os princípios de estrita integridade. … Em cada ato da vida o verdadeiro cristão é exatamente o que deseja que os circunstantes pensem ser ele. É guiado pela verdade e retidão. Não faz intrigas; consequentemente, nada tem a ocultar. Ele pode ser criticado e provado; mas em meio a tudo, sua inflexível integridade brilha como ouro puro. É um amigo e benfeitor de todos os que a ele se acham ligados; e seus companheiros depositam confiança nele, pois ele é confiável. … Um homem poderá não ter uma aparência agradável; mas se possuir a reputação de ser íntegro, honesto em todo o seu trato, ele será respeitado. ... O homem que adere com firmeza à verdade conquista a confiança de todos. Não somente os cristãos nele confiam; os mundanos também são obrigados a reconhecer o valor do seu caráter. Signs of the Times, 19 de fevereiro de 1902. ● 4. Leia Provérbios 11. Embora o capítulo toque em muitos assuntos, quais são algumas das grandes bênçãos que advêm aos fiéis, em contraste com o que acontece aos perversos? Pv 11:1-31, (ACF); 1 Balança enganosa é abominação para o SENHOR, mas o peso justo é o seu prazer. 2 Em vindo a soberba, virá também a afronta; mas com os humildes está a sabedoria. 3 A sinceridade dos íntegros os guiará, mas a perversidade dos aleivosos os destruirá. 4 De nada aproveitam as riquezas ramos@advir.comramos@advir.com
  4. 4. no dia da ira, mas a justiça livra da morte. 5 A justiça do sincero endireitará o seu caminho, mas o perverso pela sua falsidade cairá. 6 A justiça dos virtuosos os livrará, mas na sua perversidade serão apanhados os iníquos. 7 Morrendo o homem perverso perece sua esperança, e acaba-se a expectação de riquezas. 8 O justo é libertado da angústia, e vem o ímpio para o seu lugar. 9 O hipócrita com a boca destrói o seu próximo, mas os justos se libertam pelo conhecimento. 10 No bem dos justos exulta a cidade; e perecendo os ímpios, há júbilo. 11 Pela bênção dos homens de bem a cidade se exalta, mas pela boca dos perversos é derrubada. 12 O que despreza o seu próximo carece de entendimento, mas o homem entendido se mantém calado. 13 O mexeriqueiro revela o segredo, mas o fiel de espírito o mantém em oculto. 14 Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança. 15 Decerto sofrerá severamente aquele que fica por fiador do estranho, mas o que evita a fiança estará seguro. 16 A mulher graciosa guarda a honra como os violentos guardam as riquezas. 17 O homem bom cuida bem de si mesmo, mas o cruel prejudica o seu corpo. 18 O ímpio faz obra falsa, mas para o que semeia justiça haverá galardão fiel. 19 Como a justiça encaminha para a vida, assim o que segue o mal vai para a sua morte. 20 Abominação ao SENHOR são os perversos de coração, mas os de caminho sincero são o seu deleite. 21 Ainda que junte as mãos, o mau não ficará impune, mas a semente dos justos será liberada. 22 Como jóia de ouro no focinho de uma porca, assim é a mulher formosa que não tem discrição. 23 O desejo dos justos é tão somente para o bem, mas a esperança dos ímpios é criar contrariedades. 24 Ao que distribui mais se lhe acrescenta, e ao que retém mais do que é justo, é para a sua perda. 25 A alma generosa prosperará e aquele que atende também será atendido. 26 Ao que retém o trigo o povo amaldiçoa, mas bênção haverá sobre a cabeça do que o vende. 27 O que cedo busca o bem, busca favor, mas o que procura o mal, esse lhe sobrevirá. 28 Aquele que confia nas suas riquezas cairá, mas os justos reverdecerão como a folhagem. 29 O que perturba a sua casa herdará o vento, e o tolo será servo do sábio de coração. 30 O fruto do justo é árvore de vida, e o que ganha almas é sábio. 31 Eis que o justo recebe na terra a retribuição; quanto mais o ímpio e o pecador! ► O justo é guiado pela verdade e sinceridade. Em cada ato da vida o verdadeiro cristão é justamente aquilo que deseja que os circunstantes pensem que ele seja. É guiado pela verdade e sinceridade. … A religião verdadeira não é uma experimentação. É real imitação de Cristo. Deus mantém uma conta especial com todo homem, provando-o pelos resultados práticos de sua obra. Logo se ouvirá o chamado: "Presta contas de tua mordomia." The Watchman, 26 de maio de 1908. O Senhor ensina aqui uma lição da maior importância pela trasladação de Enoque - um descendente do decaído Adão - que seriam recompensados todos que pela fé confiassem no sacrifício prometido e fielmente obedecessem a Seus mandamentos. Duas classes são aqui outra vez representadas como devendo existir até o segundo advento de Cristo - os justos e os ímpios, os rebeldes e os leais. Deus Se lembrará dos justos, que O temem. Em consideração a Seu amado Filho Ele os estimará e honrará, dando-lhes a vida eterna. Mas os ímpios, aqueles que pisam Sua autoridade, Ele os cortará da Terra e os destruirá, e serão como se nunca tivessem existido. História da Redenção, 59-60. ❉ Quarta - A verdade dos justos Ano Bíblico: Êx 32, 33 ● 5. Leia Provérbios 12 e se concentre no tema das palavras, especialmente no contexto de falar a verdade ou falar a mentira. Que mensagem encontramos ali sobre honestidade e mentira? Pv 12:1-28, (ACF); 1 O que ama a instrução ama o conhecimento, mas o que odeia a repreensão é estúpido. 2 O homem de bem alcançará o favor do SENHOR, mas ao homem de intenções perversas ele condenará. 3 O homem não se estabelecerá pela impiedade, mas a raiz dos justos não será removida. 4 A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que o envergonha é como podridão nos seus ossos. 5 Os pensamentos dos justos são retos, mas os conselhos dos ímpios, engano. 6 As palavras dos ímpios são ciladas para derramar sangue, mas a boca dos retos os livrará. 7 Os ímpios serão transtornados e não subsistirão, mas a casa dos justos permanecerá. 8 Cada qual será louvado segundo o seu entendimento, mas o perverso de coração estará em desprezo. 9 Melhor é o que se estima em pouco, e tem servos, do que o que se vangloria e tem falta de pão. 10 O justo tem consideração pela vida dos seus animais, mas as afeições dos ímpios são cruéis. 11 O que lavra a sua terra se fartará de pão; mas o que segue os ociosos é falto de juízo. 12 O ímpio deseja a rede dos maus, mas a raiz dos justos produz o seu fruto. 13 O ímpio se enlaça na transgressão dos lábios, mas o justo sairá da angústia. 14 Cada um se fartará do fruto da sua boca, e da obra das suas mãos o homem receberá a recompensa. 15 O caminho do insensato é reto aos seus próprios olhos, mas o que dá ouvidos ao conselho é sábio. 16 A ira do insensato se conhece ramos@advir.comramos@advir.com
  5. 5. no mesmo dia, mas o prudente encobre a afronta. 17 O que diz a verdade manifesta a justiça, mas a falsa testemunha diz engano. 18 Há alguns que falam como que espada penetrante, mas a língua dos sábios é saúde. 19 O lábio da verdade permanece para sempre, mas a língua da falsidade, dura por um só momento. 20 No coração dos que maquinam o mal há engano, mas os que aconselham a paz têm alegria. 21 Nenhum agravo sobrevirá ao justo, mas os ímpios ficam cheios de problemas. 22 Os lábios mentirosos são abomináveis ao SENHOR, mas os que agem fielmente são o seu deleite. 23 O homem prudente encobre o conhecimento, mas o coração dos tolos proclama a estultícia. 24 A mão dos diligentes dominará, mas os negligentes serão tributários. 25 A ansiedade no coração deixa o homem abatido, mas uma boa palavra o alegra. 26 O justo é mais excelente do que o seu próximo, mas o caminho dos ímpios faz errar. 27 O preguiçoso deixa de assar a sua caça, mas ser diligente é o precioso bem do homem. 28 Na vereda da justiça está a vida, e no caminho da sua carreira não há morte. ► O homem de bem alcançará o favor do SENHOR, mas ao homem de intenções perversas ele condenará. Uma alma unida a Cristo, comendo Sua carne e bebendo o Seu sangue, aceitando cada palavra que sai da boca de Deus e por ela vivendo, há de lutar contra toda a transgressão e toda a aproximação do pecado. Torna-se dia a dia mais vitoriosa, mais semelhante a uma clara luz. Avançará de força em força, não de fraqueza em fraqueza. Ninguém engane sua própria alma nesta questão. Se abrigardes o orgulho, o amor-próprio, o desejo de supremacia, vanglória, ambição egoísta, murmuração, amargura, maledicência, mentira, engano e calúnia, não tendes Cristo em vosso coração, e as evidências demonstram que tendes a mente e o caráter de Satanás, e não o de Jesus Cristo, que era manso e humilde de coração. Deveis ter um caráter cristão que subsista. Podeis ter boas intenções, bons impulsos, podeis falar compreensivelmente a verdade, mas não estais habilitados para o reino dos Céus. Vosso caráter tem em si um material desprezível, que destrói o valor do ouro. Não alcançastes a norma. Não tendes em vós o cunho divino. Os fogos da fornalha consumir-vos-iam, porque sois ouro inútil, falso. Deve haver conversões completas entre os que pretendem crer na verdade, ou eles cairão no dia da prova. O povo de Deus deve alcançar norma elevada. Devem ser uma nação santa, um povo peculiar, a geração eleita - zelosos de boas obras. Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, p. 441. ❉ Quinta - A recompensa dos justos Ano Bíblico: Êx 34–36 ● 6. Leia João 3:16. Quais são as duas opções apresentadas a todos os seres humanos? Jo 3:16-17, (ACF); 16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 17 Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. ► O resultado de escolher o pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna. Rm 6:20-23, (JFA-RA); 20 Porque, quando éreis servos do pecado, estáveis livres em relação à justiça. 21 E que fruto tínheis então das coisas de que agora vos envergonhais? pois o fim delas é a morte. 22 Mas agora, libertos do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna. 23 Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor. O que escolhe uma conduta de desobediência à lei de Deus está decidindo seu futuro destino; está semeando para a carne, ganhando o salário do pecado - a destruição eterna, o contrário da vida eterna. Submissão a Deus e obediência a Sua santa lei produzem o seguro resultado. "A vida eterna é esta: que conheçam a Ti só por único Deus verdadeiro e a Jesus Cristo, a quem enviaste." João 17:3. Fundamentos da Educação Cristã, pág. 376. A pergunta: "Morrendo o homem, porventura, tornará a viver?" (Jó 14:14) foi respondida. Ao sofrer a pena do pecado, baixando à sepultura, Cristo iluminou-a para todos quantos morrem na fé. Deus em forma humana, trouxe à luz vida e pureza pelo evangelho. Morrendo, assegurou Cristo a vida eterna a todos quantos nEle creem. Morrendo, condenou o originador do pecado e da deslealdade a sofrer a pena do pecado - morte eterna. Conselhos Sobre Saúde, 332-333. ramos@advir.comramos@advir.com
  6. 6. ● 7. Leia Provérbios 13. Como esse capítulo contrasta a experiência e o destino dos justos com os dos perversos? Pv 13:1-25, (ACF); 1 O filho sábio atende à instrução do pai; mas o escarnecedor não ouve a repreensão. 2 Do fruto da boca cada um comerá o bem, mas a alma dos prevaricadores comerá a violência. 3 O que guarda a sua boca conserva a sua alma, mas o que abre muito os seus lábios se destrói. 4 A alma do preguiçoso deseja, e coisa nenhuma alcança, mas a alma dos diligentes se farta. 5 O justo odeia a palavra de mentira, mas o ímpio faz vergonha e se confunde. 6 A justiça guarda ao que é de caminho certo, mas a impiedade transtornará o pecador. 7 Há alguns que se fazem de ricos, e não têm coisa nenhuma, e outros que se fazem de pobres e têm muitas riquezas. 8 O resgate da vida de cada um são as suas riquezas, mas o pobre não ouve ameaças. 9 A luz dos justos alegra, mas a candeia dos ímpios se apagará. 10 Da soberba só provém a contenda, mas com os que se aconselham se acha a sabedoria. 11 A riqueza de procedência vã diminuirá, mas quem a ajunta com o próprio trabalho a aumentará. 12 A esperança adiada desfalece o coração, mas o desejo atendido é árvore de vida. 13 O que despreza a palavra perecerá, mas o que teme o mandamento será galardoado. 14 A doutrina do sábio é uma fonte de vida para se desviar dos laços da morte. 15 O bom entendimento favorece, mas o caminho dos prevaricadores é áspero. 16 Todo prudente procede com conhecimento, mas o insensato espraia a sua loucura. 17 O que prega a maldade cai no mal, mas o embaixador fiel é saúde. 18 Pobreza e afronta virão ao que rejeita a instrução, mas o que guarda a repreensão será honrado. 19 O desejo que se alcança deleita a alma, mas apartar-se do mal é abominável para os insensatos. 20 O que anda com os sábios ficará sábio, mas o companheiro dos tolos será destruído. 21 O mal perseguirá os pecadores, mas os justos serão galardoados com o bem. 22 O homem de bem deixa uma herança aos filhos de seus filhos, mas a riqueza do pecador é depositada para o justo. 23 O pobre, do sulco da terra, tira mantimento em abundância; mas há os que se consomem por falta de juízo. 24 O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga. 25 O justo come até ficar satisfeito, mas o ventre dos ímpios passará necessidade. ► A luz dos justos alegra, mas a candeia dos ímpios se apagará. Por que não são os escolhidos de Deus mais entusiastas? Estão lutando por uma coroa imortal, por uma pátria em que não haverá necessidade de luz do Sol ou de Lua, ou de qualquer lâmpada; pois o Senhor Deus lhes proporciona luz, e eles reinarão para todo o sempre. Sua vida correrá paralela à existência de Deus; mas a candeia dos ímpios extinguir-se-á em ignominiosa escuridão, e então os justos resplandecerão como o Sol no reino de seu Pai. Special Testimonies on Education, págs. 80-83. ► Desejaria eu, de qualquer maneira, a morte do ímpio? diz o Senhor DEUS; Não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva? Ez 18:23. Aquele que declara: "Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida" (Apoc. 2:10), faz também o convite: "Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que Se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar." Isa. 55:7. Deus odeia o pecado, mas ama o pecador. "Eu sararei sua perversão", Ele declara, "Eu voluntariamente os amarei." Osé. 14:4. Profetas e Reis, 84. ► Uma simples aceitação da verdade não constitui justiça. “Não é bastante fazer profissão de fé em Cristo, e ter nosso nome registrado no rol da igreja. [...] Qualquer que seja nossa profissão, de nada valerá se Cristo não for revelado em obras de justiça.” Parábolas de Jesus, p. 312, 313. “O maior dos enganos do espírito humano, nos dias de Cristo, era que uma simples aceitação da verdade constituísse justiça. Em toda experiência humana, o conhecimento teórico da verdade se tem demonstrado insuficiente para a salvação de alguém. [...] Os mais tristes capítulos da História se acham repletos do registro de crimes cometidos por fanáticos adeptos de religiões. [...] O mesmo perigo existe ainda. Muitos se têm na conta de cristãos, simplesmente porque concordam com certos dogmas teológicos. Não introduziram, porém, a verdade na vida prática. [...] Os homens podem professar fé na verdade; mas, se ela não os torna sinceros, bondosos, pacientes, dominados, tomando prazer nas coisas de cima, é uma maldição a seu possuidor e, por meio de sua influência, uma maldição ao mundo. “A justiça ensinada por Cristo é conformidade de coração e de vida com a revelada vontade de Deus.” O Desejado de Todas as Nações, p. 310. ramos@advir.comramos@advir.com

×